A relação entre o dólar o preço das passagens aéreas

Leonardo Marques 9 · janeiro · 2014

Muitas pessoas quando avaliam as promoções de passagens aéreas internacionais consideram apenas o preço em reais. Claro que é importante saber esse valor, afinal você recebe seu salário em reais e irá pagar em reais. Mas para avaliar se uma promoção internacional é boa ou não, você precisa necessariamente avaliar seu preço em dólares. Isso porque o preço das passagens internacionais é sempre cobrado na moeda americana. Ele é reajustado todos os dias de acordo com a cotação do dólar do dia anterior.

Vamos entender um pouco do efeito da variação cambial nas passagens aéreas. O dólar hoje está em cotado em R$2,40. Há um ano, ele estava em R$2,03; dois anos atrás em R$ 1,82 e três anos atrás R$1,68. Considere agora o exemplo de uma passagem para a Europa, que em promoção custa em média US$799.

US$799 em janeiro de 2011 = R$1.342
US$799 em janeiro de 2012 = R$1.454
US$799 em janeiro de 2013 = R$1.621
US$799 em janeiro de 2014 = R$1.915

Uma passagem do Brasil para a Europa nas empresas melhores como KLM, Lufthansa, Swiss, Air France, British e Turkish com preço de US$799 é uma boa promoção, porém pagar R$1.900 em uma passagem Brasil – Europa hoje pode não parecer tão barato e você pode ficar esperando por uma promoção de R$1.454 de dois anos atrás que pode nunca chegar.

O mais importante – e que passa despercebido por quem avalia apenas os preços em reais – é que do ponto de vista das companhias aéreas a promoção é a mesma: US$ 799! É evidente que elas também sentem os efeitos da variação cambial pela queda na demanda e terminam por baixar um pouco os preços em dólares, mas isso até certo limite, já que seus custos são em dólares e não podem acompanhar a queda do real.

Nos últimos três anos o dólar subiu bastante e para 2014 a expectativa é que continue subindo. Claro que essas previsões muitas vezes furam, mas não há qualquer indicativo que a moeda americana – nem o euro e demais divisas –  terão uma queda significativa frente ao real. Portanto, infelizmente, promoções de passagens para a Europa por menos de R$1.500 devem ser algo bem raro ou inexistente em 2014.

Em face disso, o que podemos esperar em termos de promoção neste ano? Trataremos deste assunto em outro post, onde abordaremos o cenário provável do preço das passagens aéreas em 2014.

Publicado por

Leonardo Marques

Diretor do Melhores Destinos

  • vphilot

    Esse governo brasileiro só mata a gente de desgosto 🙁 nem viajar o sujeito pode!

    • Marcelo

      E como exatamente o câmbio é culpa do governo?

      • Daniel

        Com as (ineficazes) intervenções feitas pelo ministro da Fazenda, senhor Guido Mantega, e pelo Banco Central.

        • Uhum… afinal, foi só aqui no Brasil que o dólar disparou, né? Já parou pra ler um pouco do que está acontecendo com os outros países, meu caro?

          • irene

            [petista detected]

          • Ana

            Porque uma análise econômica que considera que o Brasil está um pouco melhor que muitos outros só pode ser feita por alguém do PT? O brasileiro me lembra uma tirinha da Mafalda (anos 70, hein?) que falava que o calor era culpa do governo!

          • De fato o Brasil está um pouco melhor do que a Coreia do Norte ou Serra Leoa.

          • vphilot

            hahahaha já podemos parar de exigir melhorias né! o pensamento dessa galera é muito esquisito…

          • Milton

            Se você tivesse lido, saberia que em nenhum pais descente a variação é tão grande. Se ler mais um pouco, vai entender que o Brasil não tem uma política cambial, vai ao sabor das ondas, ora favorecendo importadores, ora exportadores. De mais a mais o governo é o único que pode tomar medidas para atuar nas taxas de câmbio.

          • Eu ia me dar ao trabalho de te responder, mas vejo que já o fizeram por mim.

          • A culpa é sim em grande parte pelas intervenções equivocadas do Ministro da Fazenda, quando o Dólar estava baixo e os Estados Unidos em crise vários investidores começaram e encher o Brasil de Dólares, o Governo através do Ministro da Fazenda começou a taxar com altos impostos os investimentos estrangeiros, com isso a entrada de Dólar no Brasil foi diminuindo e o Governo perdeu o controle, mas o pior para nós que viajamos foi o aumento do IOF no cartão de crédito e agora em outras formas de retirada de dinheiro ou compras no exterior, ou seja o Governo não ferrou só quem viaja mas também as Cias aéreas.

          • Milton

            Linda resposta!

        • César

          Vale ressaltar a taxação dos investimentos feitos pelos estrangeiros, medida adotada qndo o dollar estava beirando R$1,70 em 2011

      • vphilot

        O querido governo além de deixar explícita a intenção de manter o dólar alto para atrair investimentos durante praticamente todo o período de 2013, acaba de lançar a facada final com o IOF. Ou você realmente acha que a alta do dólar é pura mágica do mercado internacional?

      • Paulo

        Acredito que é o governo é TOTALMENTE culpado pela esta disparada do dólar, e pior: por considerar que o valor ainda está baixo! Mais: não é do interesse do governo baixar o câmbio, o próprio ministro da fazendo já declarou isso diversas vezes. Mais: o governo, além de não ajudar, intervindo na disparada do dólar, ainda mudou a IOF nos cartões pré-pagos. Então meu amigo, procure se informar sobre a influência do governo em situações como esta.

        • FelipeFCL

          Nem tanto ao céu nem tanto ao inferno.
          Aumento do IOF tende a inibir os gastos fora do país, ou seja, diminuir a saída de dólar do país, aumentando sua oferta interna.

          • Paulo

            Ok, entendo que este deveria ser o argumento pelo o aumento da IOF, mas não foi! O argumento usado era de "não mais privilegiar uma forma de pagamento no exterior (cartão pré-pago) em detrimento aos outros (cartão de crédito internacional, por exemplo). Oras, se o governo quisesse ajudar a população, em vez de aumentar a IOF dos pré-pagos para 6,38%, DIMINUIRIA a IOF do cartão de crédito internacional para 0,38%!!!! Entendeu agora o motivo de minha revolta?Abs

          • FelipeFCL

            Paulo,
            todos nós temos q nos revoltar. Eu tb não estou satisfeito. Quem gosta de viajar odeia dólar valorizado e IOF.
            Eu só quis exemplificar que essa questão do cambio é muito complexa e nos últimos anos tem variado bastante (já viajei com dólar a R$1,65 até R$2,15).
            O que podemos fazer é planejar bastante a próxima viagem.
            No meio do ano quero ir para o Caribe, mas não comprei passagens ainda (estou na espera de alguma promoção), mas já me planejei financeiramente.
            E continuemos revoltados e insatisfeitos.
            abs

          • João Francisco

            E obrigar o brasileiro a ficar no país para gastar todo o seu suado dinheiro pagando a dívida adquirida pelo governo, ao financiar estádios caríssimos para sediar a copa e o bolso deles. Piada!

        • vphilot

          boa!

      • Cristiano

        É exatamente culpa do governo… procura pesquisar antes de falar.. se chama Política cambial!
        😉

        • Desculpem mas não é somente política cambial, ela é somente uma consequência de diversos outros fatores.No resumo é culpa do governo mesmo. Um governo corrupto que rouba de todos os lados, não investe em infraestrutura, não investe em educação , não investe em saúde e além disso gasta muito e mal. O resultado é óbvio , dólar subindo, turismo interno carissimo, aeroportos precários, estradas piores,segurança inexistente, etc. Desculpem novamente sei que o post não é para isso !

      • Lucas

        Curioso que todo mundo vira economista nessa hora. Por essa lógica podemos imaginar que em 2011 o governo não roubava, pois o dólar estava baixíssimo. Vamos parar de teorizar sobre conspirações governamentais e falar mais sobre aviação.

        • André

          Boa Lucas, existe uma série de fatores que influenciam no cambio, dentre elas (e acho que a principal) o Brasil deixou de ser um país atrativo para investidores, ou seja, o dolar tá entrando pouco. Entra aí aquela velha lei…

          • Josè

            André, mas por que vc acha que deixou de ser atraente para os investidores? Conjuntura internacional? Mexico, Africa do Sul, Chile, etc vão mto bem?
            O grande mérito do Lulla foi não ter feito nada, e mantido a politica econômica intacta, o que ja fez o Brasil crescer a chineses 7%. Agora essa acéfala esta alterando a polica fiscal/economica e está ai o resultado…confiança do investidor caindo, malabarismos constabeis do governo, inflação alta, câmbio galopante, e por ai vai.
            Resumindo, é sim culpa do governo! E penso que ninguém precisa ser economista para entender isso, basta ler um bom jornal todos os dias.

          • André

            José, certamente toda esta inércia do nosso governo, bem como qualquer medida que venha a tomar virá por influenciar no cambio. Porém, com a gradual recuperação das principais economias mundiais, isto terá um impacto muito maior. Abraços.

          • vphilot

            ou seja, tudo culmina no……… governo!

          • Agora me vê um gráfico com a variação cambial nesses exemplos de pujança econômica que você citou e me responde a pergunta que eu fiz lá no começo: foi só aqui no Brasil que o dólar supervalorizou?
            Discorde do que você quiser do Governo, mas quando o mundo todo passa pelo mesmo fenômeno, realmente isso pode ser usado como argumento de "incompetência"?

        • Gente, a jogada é simples: com dólar a 1.65, que gringo estaria disposto a trocar suas doletas por reais?Helloo, quanto falta pra Copa?? o Brasil tá caríssimo pra qualquer brasileiro, mas aos olhos dos estrangeiros, fica ainda mais absurdo quando um jantarzinho no boteco da esquina fica mais caro que em Paris! Se a maioria dos brasileiros vive a base de cartão de crédito parcelado, essa não é bem a realidade dos outros países. " O Brasil tem que ser barato aos olhos dos turistas". Isso ja deve ter sido acordado na Era Lula, quando firmou a Copa com a Fifa.

      • José

        Sério mesmo que vc fez essa pergunta??! Vc se informa por onde? Pelo R7?

        • vphilot

          hahahaha

      • Mari

        Tem gente inocente que acredita que o nosso câmbio é flutuante PURO
        OK, esperem até passar as eleições de 2014 e teremos um flashback do FHC… essa porra vai para + de 3 reais fácil, AGUARDEM

      • Vitor

        Desde que o governo não passa mais credibilidade por sua política cambial, sua política fiscal e sua política monetária, abusa do excesso de intervencionismo, e substitui a política pragmática por dogmas ideológicos. Não há mais nenhum investidor que confie no Brasil como há poucos anos atrás, e com a recuperação econômica de outras nações (como os Estados Unidos), eles tiram seus dólares daqui para essas outras economias, mais vigorosas e com ambiente de investimento estáveis. Assim os $ vão embora, e o câmbio encarece por falta de moeda…

      • sim, quando um país está a caminho do comunismo, sem nenhuma segurança jurídica e que não respeita a propriedade privada, os dólares se vão.

      • sandro

        O iof para saques no exterior que foi elevado em 1500% pela famigerada caneta federal….

      • Fabio

        Desde o momento que o dólar vinha em queda livre e o governo fez de tudo para sustentar sua cotação.

        “O dólar alto é bom para a economia brasileira” – Guido Mantega em 2011

        Agora vem o refluxo e como na época ele foi mantido elevado em patamares irreais, esse mesmo refluxo tende a ser muito mais danoso do que seria se o BC tivesse deixado ele vir aos patamares que o mercado esperava. como R$1,30.

        c.q.d

    • Cristiano

      Tá bom! Vamos derrubar a cotação do dólar e com isso aumentar as importações, quebrar as empresas nacionais, aumentar o desemprego pra a classe média poder viajar!

      • Henrique

        Acorda!!! Enquanto você fala uma asneira dessa, o país está cada vez mais endividado, as empresas nacionais quebram por falta de infra-estrutura e excesso de intervenção governamental, os mesmos continuam mandando e enchendo a geladeira de lagosta…

      • Fabio

        Esse pensamento é tão ultrapassado quanto carro carburado

      • caio

        Lógico q para quem procurar viagens, como é o objetivo deste site a alta do dolar é ruim… mas pras industrias que exportam é um cenário bom.
        A alta do dolar é um dos fatores que nao deixam o desemprego disparar, e por consequencia sustenta e vai continuar sustentando esse governo.

    • beto

      concordo amigo nunca vi isso antes viu , se ao menos baixasse um pouco seria melhor

  • FelipeFCL

    Realmente esse ano vai ser difícil ir para Europa, pois além das passagens caras, os preços no dia a dia da viagem tb são caros.
    Esse ano pretendo ir para algum destino caribenho em junho/julho e novembro para Porto de Galinhas (fase da preguiça + real desvalorizado dá nisso).

  • Excelente explicação! Evidente que muita gente ainda não tinha entendido isso e até quem entende, esquece isso pq é conveniente (meu caso) rs….

  • Paulo

    Muito triste ter esta situação de aumento do dólar, aumento de IOF…
    Mas ainda prefiro pagar uma viagem para o exterior do que viajar para a maioria dos lugares no Brasil, e não é por preconceito não, de forma alguma! É simplesmente pelo preço! É tão caro ou mais ir para Fortaleza do qu ir para Miami, só por exemplo…

    • Rodrigo Oliveira

      Eu acho que viajar dentro do país e pagar caro igual ou mais caro do que viajar para um destino internacional é o que me desanima de explorar o país.
      O primeiro pensamento do ser humano em percorrer uma distância menor é a idéia de que terá um custo menor, mas essa lógica definitivamente não funciona no Brasil…

    • Allison Escouto

      Bah, não fala bobagem cara. Pelo menos daqui de porto alegre, ir para Miami custa 3,5 vezes mais do que ir para Fortaleza na mesma data.

      • Paulo

        De Porto Alegre, no qual não é um centro como Rio de Janeiro e São Paulo. Basta fazer as simulações!!

      • Sergio

        O cara tá comparando um preço caro nacional com uma promoção pra Miami. Se for comparar preço médio com preço médio, é claro que Miami dá mais caro que Fortaleza. Se bem que essa proporção deveria ser a metade considerando a distância de pra Porto Alegre. Outro fator que conta é o ICMS cobrado sobre o combustível em viagens nacionais e isento em viagens internacionais.

        • Luiza

          O custo da viagem não se resume à passagem aérea. Se adicionarmos os gastos com hospedagens, alimentação e passeios (quem nunca foi extorquido por um pseudo-guia local, tão comum no NE?), o orçamento ultrapassa – e muito – uma viagem pro exterior.

        • Um dos principais motivos que me desanimam a viajar pelo Brasil é a ausência de transporte público de qualidade.

          Em Salvador, o preço do táxi do aeroporto até a área mais central da cidade é quase R$ 100. As opções de ônibus são horríveis. Na Europa, você pega um metrô no aeroporto e paga em média 5 euros para ir até o centro da cidade.

          Se você se hospeda no centro de uma cidade européia, provavelmente vai poder conhecer vários locais caminhando ou alugando uma bicicleta. Para os locais mais distantes, pode utilizar um ótimo serviço de transporte público.

          Aqui no Brasil os hotéis geralmente não ficam no centro, pois os centros são desabitados, os pontos turísticos estão espalhados pela cidade e, com raras exceções, não há transporte público de qualidade. Se você se aventurar a pegar ônibus, vai ter que sair perguntando muito, pois não tem informação de linhas e pontos.

          Ponha na conta o que você vai gastar de táxi ou aluguel de carro e veja como é caro viajar no Brasil…

      • O problema não é o aéreo é pagar hotel de qualidade em fortaleza, hotel na praia de Fort Lauderdale na Florida por $49 a diária e da pau em muito resort por ai no Brasil que tá R$600, reais em um resort no meio do mato uns 2km da praia na praia tá mais de 900 a diária, se for pra economizar em miami tem o motel 6 por 19,90 mais taxas no central de miami e na Ocean drive tem hostel por 12 dólares. quarto compartilhado diferente do Brasil onde chegam a cobrar 100 reais por uma noite no hostel

    • Queria eu estar em Porto Alegre e aproveitar as promoções de 2013 que tiveram pra Miami onde os preços chegaram a sair de R$ 300,00 a R$ 400,00 + taxas…

  • diego

    Estamos seguindo o belo exemplo da Argentina de desvalorizar pra caramba sua moeda achando isso bom e quebrar depois

    • Cristiano

      Para mim o problema não é a taxa cambial e sim os impostos…
      A maioria dos produtos importados, poderiam ser comprados com uma taxa cambial R$ 4,00 para US$ 1.00..

      Mas por causa da bosta do imposto brasileiro não dá.

  • Concordo Leandro. Mas o MD faz/encontra milagres, haja visto a lista das 10 melhores promos de 2013. Sou viciada!!!!! Kkkkk

  • Paulo Griiettner

    Eu me lembro a 10 anos atras, viagens internacionais eram coisas de gente rica… a classe média fazia viagens internacionais uma vez ou outra… isso com planejamento com muita antecedência… Nos últimos anos qualquer pessoa estava indo e voltando da Europa e EUA… nem precisava ter posses ou ser rico, bastava parcelar as passagens em 10 vezes e fazer uma poupancinha e tchau tchau Brasil… Não acho isso ruim, pois houve uma democratização e acesso das classes mais inferiores a coisas que antigamente era privilégio de poucos… Mas pelo que tudo indica, estamos caminhando para os dias de 10 anos atras, onde viagens internacionais iram voltar a ser algo acessível a um grupo exclusivo… tudo isso por que o dollar esta subindo com tendencias fortes a continuar subindo. A famosa marolinha que fez o Lula se achar o cara, esta se transformando em ondas mais fortes e o acesso fácil ao crédito esta pouco a pouco diminuindo, vide minha casa minha vida, e as Cias aéreas nem parcelam mais em 10x, no máximo em 5x, isso tudo irá fazer o Brasil voltar no tempo e vivermos como a 10 anos atrás e quem aproveitou, aproveitou… quem não aproveitou… saiba que será mais difícil…

  • Larissa

    Excelente explicação … Qdo alguém reclamar é só ler agora… Vergonha desse país…

  • CLAUDEMIR

    Saudades do dólar há R$:1,60

    • Realmente…não HÁ mais Dólar A 1.60 …

    • Wagner

      Saudades das aulas de português!

  • fred k. chagas

    Pessoal: essas situação de dolar a 2 reais OU ATÉ MENOS são absolutamente incomuns. Nos ultimos 15 anos muitas vezes já esteve como agora ou até mais. E é a esse preço que temos que nos acostumar, é esse patamar com o qual devemos lidar. Entrar em discussão sobre DILMA, PETRALHAS et al é falar de um fato momentâneo (e desagradável, de fato). A questão é que VIAGENS INTERNACIONAIS NÃO SÃO , em nenhum país do mundo, algo super acessível a toda a população. Latinos indo à europa, norte americanos à europa, não é a regra. Há aqui e ali "bolsões de oba oba" e oportunidade de viagens. Mas na média, sempre será um luxo para parcela minoritária da sociedade. Ponto. #fato

    • Allison Escouto

      Repete isso depois de procurar por preços de passagem aérea, por exemplo, de Nova York para Turquia, ida e volta, e depois comparar com Brasil a Turquia ida e volta. Lá de Nova York, para ir para a Turquia, custa 600 reais (ou 200 e poucos dólares). Do brasil para a turquia, 3.000 reais. Então, duvido que, nos Estados Unidos, só ricos possam ir para a Europa. Pelo contrário, qualquer classe média baixa vai, é só querer. Quem não ganha 200 dólares?

      • FelipeFCL

        O valor deve ser baixo devido a grande demanda por voos para a Turquia. São milhões de variáveis que influenciam nos preços.

      • Paulo Griiettner

        Allison, desculpa discordar amigo, mas é realidade… eu morei muito tempo nos EUA e meus amigos americanos raramente viajavam para fora do país, alias, não me lembro de convivido com pessoas que viajaram para fora… já aqui no Brasil, muitos dos meus amigos foram pelo menos uma vez para fora do Brasil. Promoções de NY para Turquia deve existir da mesma forma que as vezes achamos aqui… por exemplo… em Julho do ano passado, comprei uma passagem para dezembro para Orlando a 700 reais… Vendo outros comentários, vejo as pessoas culpando o governo e tal… eles tem sua parcela de culpa, mas infelizmente, o cambio não é coisa assim que as pessoas controlam como querem… o que sustenta um cambio baixo ou alto é a saúde do nosso país… e infelizmente… essa saúde não esta indo tão bem…

      • fred k. chagas

        bom, caro Allison, a resposta que eu poderia lhe dar já foi dada mais abaixo. Não acredite o que vê de longe. Definitivamente NÃO é coisa de "qualquer classe média baixa" dos EUA ir para Europa a toda hora. Na média, como já disse o Paulo Griiettner mais abaixo, eles viajam basicamente dentro dos EUA, e olhe lá. Uma vez saí de NYC para o Havaí. Para 100% das pessoas que lá souberam de nosso destino era algo incrível, no nível de sonho de férias, embora dentro do próprio país. Europa? bem difícil. O que há é que como dos 320 milhões de habitantes, boa parte tem raízes próximas com a europa, muita gente vai ver a família, etc. Mas o gringo médio, esse que vc imagina, não, não é um viajante internacional contumaz.

        • Allison Escouto

          Olha meus amigos, pelo preço não deve ser. Fui no decolar.com agora, e fiz uma busca em alguns destinos da Europa, partindo de Nova York. Muito dificilmente passa de 400 dólares para outubro desse ano.

          • Sempre que você pesquisar passagens entre dois países do exterior em uma agência de turismo brasileira olha também as taxas, pois o preço da passagem estará lá.

        • Allison Escouto

          Não deve ser peço preço. Pesquisei em sites de buscas por passagens de Nova York para alguns destinos europeus, e dificilmente a passagem fica por mais de 500 dólares em outubro desse ano.

          • Allison Escouto

            Tens razão. Equivoquei-me. As taxas para esse vôo custam mais do que o próprio vôo para a Turquia.

          • Acontece, todo mundo cai nessa alguma vez 😉

      • Josè

        NYC – Istambul, ida 15/05 volta 30/05 – tarifa mais baixa: U$822
        Nâo creio que nossas tarifas p/ exterior sejam caras.

    • Joca

      Mas não e mesmo
      . Faça qq comparação entre a quantidade de jovens americanos , europeus ,asiáticos que viajam em relação aos jovens brasileiros sendo que os daqui na maioria tem q ser mais ricos para viajar !

  • Daniel da Costa

    Ótima reflexão, com certeza ajudará muitas pessoas como que querem viajar para Europa este ano. Parabéns, ficarei esperando mais postagens sobre isso. 😀

  • FelipeFCL

    Toda viagem planejada com antecedência torna-se viável, mesmo com a desvalorização da moeda. A diferença é que as pessoas terão que economizar 20% a mais.

  • Só digo uma coisa: FORA PT!

    • Bruno_Feliciano

      Pronto, já transformaram um post bem informativo numa guerrinha política. Se fosse levar por esse lado, o discurso deveria ser Fora Todos os Políticos Brasileiros, ou vocês já esqueceram do tempo que o dólar chegou a 3,95?

      • vphilot

        Realmente não vejo necessidade de comentários tão inflamados assim. Devamos evitar o jeitinho G1 de se comportar na internet.

        • Sandridolo

          Hahahahaha, ia falar sobre o dolar a quase R$4,00, mas o " Devamos evitar o jeitinho G1 de se comportar na internet." foi sensacional! Caso encerrado!

  • Bruno_Feliciano

    Estava planejando uma viagem para a Europa em junho e alguns preços estavam assustadores (hoje se procurar bem é possível achar algumas passagens na faixa dos 2400 reais).

    Felizmente consegui emitir com a Smiles e fugi do preço mais alto causado pelo dólar.

  • Fernanda

    Eu acho que não é só o preço da passagem que tá afastando os brasileiros das viagens internacionais. Ainda que o custo lá fora se mantenha bem estável (em moeda local), o custo em real está cada vez mais alto. Hospedagem, locomoção e alimentação sai super caro. Em Londres, por exemplo, é difícil fazer uma refeição por menos de 20 libras. Se você contar ai as 3 refeições básicas do dia – Café, almoço e jantar – em um restaurante simples, vai gastar na faixa de R$ 250 por dia. Se quiser "enfiar o pé na Jaca" e almoçar num 3 estrelas, vai gastar mais uns R$ 100. E se quiser jantar naquele de 5 estrelas, meu amor, aí pode separar, pelo menos, uns R$ 500.

    • FelipeFCL

      Europa em geral é uma viagem cara, mas Londres se supera sempre. Ta virando lugar de magnatas e reis de camarotes.

      • Bruno_Feliciano

        Realmente, como uma cotação nesse patamar, uma viagem para o Reino Unido está tão proibitiva quanto uma viagem para a Noruega.

    • fred k. chagas

      Concordo 100% Fernanda. Mas ao menos para quem mora em certos lugares do Rio (e certamente em SP) o abismo de preços , a meu ver, é mais estreito. Vá num restaurante japonês, honesto, rodízio (longe de badalado) em ipanema. Um casal não paga menos de 200 reais e maneirando bastante na bebida. E veja bem, repito: esse não é o restaurante caro. É um normal, para ir 'de bobeira'. É aquele de 20 libras em londres, por exemplo. E, ah sim: costumeiramente tem uma fila na porta. Maior nos fds.

  • Tá dificil! Ta dificil!!

    Agora, alguem me explica por que as passagens para os EUA estão mais caras que para a Europa?

  • Patriota

    Triste constatar que muitos dos que aqui escrevem reclamam da alta do dólar e da dificuldade do brasileiro em viajar para o exterior se esquecendo de como era a situação há uns 14 anos atrás.
    Só quem viajava era a denominada classe A e alguns poucos da chamada classe B, segundo a denominação oficial do IBGE. De classe B para baixo, no máximo, com muita sorte um pacote CVC trianual.
    Diversas companhias aéreas que sequer operavam no país passaram a oferecem voos diários diretos para as maiores cidades (Qatar, Emirates, Eithad, Turkish, TAAG, Royal Air Maroc, Ethiopian, TAME, Singapore, US Airways, só para ficar em alguns exemplos, chegaram nos últimos anos e muitas outras ampliaram frequências ou números de aeroportos atendidos com voos diretos, como é o caso notável da TAP e da Copa Airlines.
    Além disso, o crescimento sustentado de nosso país nos últimos anos, estabilidade econômica, situação próxima ao pleno emprego (comparada a médias de 20 por cento de desempregados em alguns países europeus) e, de uma forma geral, o enriquecimento da população e a ascensão da classe C, catapultaram o numero de viagens de brasileiros para o exterior nos últimos anos. Em resumo, nunca antes na historia desse país, SE VIAJOU TANTO para o exterior. Tenho certeza de que muitos dos que aqui vociferam contra o governo, alta do dólar, etc, realizaram nos últimos 10 anos mais viagens internacionais do que em todo o período de vida precedente e, igualmente, estou certo de que muitos viajaram para o exterior pela primeira vez graças a ascensão econômica de nosso país nos últimos anos.
    A questão do aumento do IOF para compra com cartões no exterior é simples: visa reter mais recursos dos brasileiros no Brasil, gerar emprego, renda e riqueza aqui e impedir a acelerada fuga de bilhões de dólares de nossa economia. Concordo e eu mesmo penso assim, que muitas vezes pagamos preços absurdamente caros para produtos de péssima qualidade no Brasil e de que compensa muito mais comprar no exterior. Entretanto, também é importante perceber que se comprarmos tudo no exterior, nossa economia quebrará e nossos empregos serão ameaçados. Assim, cabe ao governo pressionar as grandes empresas que praticam preços abusivos no Brasil para produzirem produtos de melhor qualidade e com preços mais baixos, para que volte a valer a pena comprar no Brasil e não apenas aumentar o IOF, que embora seja uma medida protetiva valida e necessária para a economia nacional de fato acarreta perda de poder de compra para nós como turistas.
    Quanto a alta do dólar, quando este estava abaixo de R$ 1,70 a FIESP e os demais grandes exportadores nacionais pressionavam o governo diariamente para que o real fosse desvalorizado, pois a valorização excessiva de nossa moeda claramente prejudica as exportações brasileiras e nossos produtos perdem competitividade no exterior. Muitos grandes industriais chegaram a advogar que o dólar deveria valer no mínimo 3 reais. Assim, se querem culpar alguém pela valorização do dolar frente ao real, enderecem as criticas para os algozes corretos.
    Temos muitos problemas em nossa pátria e concordo que muitos deles decorrem também da incompetência governamental. Mas também precisamos olhar para os lucros abusivos aqui praticados, sustentáculos de uma das maiores desigualdades sociais do planeta. A Petrobras praticamente congelou o preço dos combustíveis repassados aos postos de gasolina desde 2008. Quando os preços aumentam, quase sempre é em decorrência de cartéis dos donos dos postos, ávidos por lucrar mais e nos explorar.
    Enfim, criticar a alta carga tributaria e a corrupção nas diversas esferas governamentais (federal, estadual e municipal) é necessário; mas não nos esqueçamos de criticar também a incompetência privada, os lucros abusivos, a absurda desigualdade social na qual IDHs noruegueses e nigerianos coabitam as mesmas cidades e também a sonegação fiscal igualmente monstruosa, que nada mais é do que a corrupção dos agentes privados contra a coletividade.

    • Bruno

      Concordo que quem está aqui gosta muito de viajar e naturalmente fica chateado com o dólar alto, mas não podemos ser tão egoístas e esquecermos que a competitividade da indústria vai para o vinagre com Real muito valorizado.

    • Mari

      "NUNCA NESSE PAÍS SE VIAJOU TANTO PARA O EXTERIOR" –
      "AUMENTO DO IOF PARA RETER RECURSOS BRASILEIROS"

      Isso é uma grande besteira, pois o aumento da arrecadação federal com esse IOF é ridículo. E desculpe, amigo, compramos coisas no exterior pela metade do preço. 6% de imposto é dinheiro de BALA.

      Tem tantas maneiras de tornar a indústria nacional competitiva de VERDADE e NADA é feito (esse IOF é nada)
      Nossa balança comercial está deficitária…. importamos muito!!!

      Já parou para pensar pq viajamos tanto para o exterior?
      Eu particularmente adoro a SEGURANÇA, a INFRA-ESTRUTURA de outros países por aí.
      E o Brasil continua uma m***
      Vai para uma praia no Caribe e para uma no Nordeste. Não que no Brasil não tenha praias lindas, mas a estrutura e o custo-benefício são risíveis.

      • Paulo

        Concordo plenamente com o seu comentário.

      • Matheus

        Falou tudo! Infeliz de quem achou que Copa ou Olimpíada deixaria algum legado aos brasileiros. Eu mesmo fui um que mesmo nem gostando muito de futebol, fiquei satisfeito quando, na época soube que o Brasil sediaria esses mundiais, pensando que muita coisa melhoraria para nós, em questões, principalmente, de infraestrutura. Quando saímos do Brasil e visitamos países que possuem cargas tributárias iguais ou até inferiores às que o Brasil prática, vemos o quanto é revoltante pensar que temos que voltar e nos conformar a viver nesse poço de corrupção! E pensar que a corrupção está mais próxima de nós do que nós imaginamos. Sempre tem aquele que quer tirar proveito de alguma situação pra dar uma de esperto e ainda contar vantagem. Na minha opinião é o Jeitinho Brasileiro que acaba com o Brasil, até mesmo pq é com esse jeitinho que os políticos conseguem ser eleitos. E ainda tem BURRO que vota em humoristas analfabetos! É realmente uma grande piada esse país!

        • Não é preciso ir muito longe, e ver a aplicação melhor de recursos gerados pelos impostos, em infraestrutura aeroportuária, estradas,em países vizinhos como: Chile,Colômbia,Peru …..

      • caio

        O objetivo nao é arrecadar com o IOF em si, é fazer voce deixar de gastar seu dinheiro fora, para gastar dentro do pais. Pensa quantas pessoas nao deixam de comprar e/ou viajar por causa disso.

        • felipe

          MAs o IOF só prejudica quem usava VTMs da vida. Quem usava o cartão de crédito lá fora ou sempre levou tudo em $$ não vai pagar nenhum adicional, então não sei se chega a fazer alguma pessoa desistir de viajar (Afinal, no máximo do máximo vão ser 60 reais a mais a cada 1000 reais gastos)

    • Fernando Gama

      Perfeito seu comentário, Patriota!

      O governo está agindo certo para conter a desindustrialização. O remédio tem efeito colateral – o encarecimento das passagens para o exterior – mas se continuasse como estava não íamos ter dinheiro e emprego para viajar, o que seria bem pior.

    • Flório

      O problema é a falta de concorrência no nosso país e isso é culpa do governo sim!!! Somos um dos países mais fechados do mundo e obviamente isso influencia na qualidade e preço dos nossos produtos. A produtividade das nossa indústria é ridícula, a infraestrutura uma piada, mão de obra fraca e legislação complexa demais. Culpa do governo SIM!!! que, sendo incapaz de reduzir o "custo Brasil", aumenta o custo do resto do mundo.

  • fred k. chagas

    O Bruno Feliciano disse muito bem acima. Independente do mastigado e salivado discurso fora isso, esse e aquele, o fato é que o dólar oficial – esse que agora esta em R$ 2.40 – em janeiro de 2003 estava em R$ 3,65 (pesquise se quiser). E não me importa quem governava. Isso que vocês lembram, R$ 1,65, R$ 1,80, é QUASE uma ilusão. Como falei, um bolsão de alegria (para uns) e prejuízo para outros. E independente dessa turma encastelada no planalto, vamos trabalhar. Aí vc vai onde quiser.

  • talita

    as passagens mais baratas pros EUA hoje estão em torno de R$1700, e pra Europa em torno de R$2000.
    Se você encontrar uma nessa faixa, acredite, o preço está ótimo!

    Pra mim, não tem pior notícia comercial do que o dólar em alta. 🙁

  • Parabéns pelo post! Muito muito bom!

  • MTorres

    Agora o que resta em 2014 é viajar pelo BR pra fugir do Cambio…

    OPS….

    Esbarrei na COPA.

  • Mari

    Classe média chora (inclusive eu).
    Mas vejam bem, para o país, o melhor mesmo é um câmbio ALTO.
    Esse baixo ferra a indústria nacional, mas fez com que a classe C pudesse financiar seu pacote CVC de 1 dia e meio para Buenos Aires e ficar feliz da vida que viajou de avião.
    E com essas e outras medidas populistas, já temos mais de 10 anos de PT, caminhando para reeleição.

    • Não é bom para todas as indústrias não , eletroeletronicos, eletroportáteis, eletrodomésticos, em sua maioria são montados somente aqui em Manaus, para se ver livre um pouco de impostos, mas as peças vem todas separadas do exterior. ( que é comprado em Dólar). Portanto, TVS, Notebooks, Geladeiras, tudo tende a subir de preço também com o dólar alto.

  • Sheila

    Pois é , Denis!
    Acho que deveria ter invertido minha viagem, em 2013 fui pra Cidade do México.
    Em 2014 pretendo ir pra Europa, mas ja estou de olho em país que não use o euro.
    Uma dica de viagem : México.
    O peso esta em torno de 20 cents de real.
    País belo e com mta cultura. Penso em voltar pra lá com minhas milhas!

  • Sergio

    A própria indústria brasileira ficou anos reclamando do dolar baixo até o governo influenciar para aumentar pra mais que R$ 2. O dolar alto é bom pra uns e ruim pra outros. Infelizmente pra nós leitores do MD, o governo dá mais importância pra indústria de exportação do que para os turistas.

  • Fabio

    A indústria era fraca com o dólar baixo, e agora com o dólar alto continua fraca (mas lucrando muito mais).
    E o governo brincando com a inflação com o dólar alto.

  • SANDROGB

    Cheio de economistas e analistas aqui.
    Parabéns ao MD pelo post, é bem esclarecedor e explicativo.
    Todos tinham isso em mente mas na ponta do lápis fica feio de ver.
    Obrigado!! Agora é aguardar alguma "loucura"

  • Fernando Ribeiro

    Recentemente eu assisti uma entrevista do ex-presidente do BNDES no canal livre.
    A opinião dele, que achei bastante consistente, era de que o Governo Federal teria se equivocado em promover a desvalorização do real em um cenário internacional, à época, desfavorável ao dólar fraco. Com a recente valorização do dólar, principalmente em face da moedas dos países emergentes, em razão da decisão do FED de reduzir o programa de estímulos monetários nos EUA, é inevitável a alta do dólar.
    Só que, como o governo federal, em um passado recente, desvalorizou o real, o Brasil vai sentir mais que as demais economias emergentes a valorização do dólar.
    Mas o que mais me indigna é ainda mantermos a quota de U$ 500.00. Literalmente, desde que eu era criança, e isso já faz algumas décadas, a quota sempre foi de U$ 500.00. QUANDO IRÃO REAJUSTAR ESSE VALOR?!?!? É óbvio que existe inflação nos EUA.
    500 dólares em 1985, por exemplo, valeriam hoje mais de U$ 1000, atualizado segundo o CPI (Consumer Price Index), que é um índice de preços americano semelhante ao nosso INPC.
    É… tem horas que desanimamos desse nosso Brasil e de seus governantes…

  • Marcos

    O preço da passagem subir em reais, faz parte e o dólar subiu para todos… podemos discutir se o governo poderia fazer alguma coisa, mas o fato é que a causa da subida foi o anúncio do progressivo enxugamento da oferta de dólares americanos no mercado americano. Agora, podemos discutir que poderia ser uma grande oportunidade para hotéis e pousadas nacionais, principalmente em media e baixa temporada, abusarem de propaganda e trazer aqueles que iriam viajar para o exterior para seus locais… mas o que encontraremos? Esses hotéis e pousadas ajustando os preços para cima, aproveitando-se desta alta dos preços e justificando que foi a alta dos custos, queda na demanda, etc… Isso é Brasil! Infelizmente…

  • Beto Viajador

    Entendo que o governo esta perdendo as redeas da economia, o ministro mantega não tem uma politica de longo prazo de desenvolvimento do Brasil e funciona como bombeiro apagando focos de incendio. A Inglaterra ja o criticou varias vezes!!! Estamos sobrecarregados de impostos pessoais e nos produtos. A industria Brasileira so sobrevive devido aos juros subsidiados do BNDS. Viajar ao caribe e aos Estados Unidos em que pese o descontrole do dolar ainda e mais economico do que viajar pelo Nordeste.

  • Mendonça Júnior

    Para mim, milheiro profissional, em termos de passagens aéreas, nada muda, os bilhetes continuam com as mesmas tarifas no programa Smiles. A TAM deu uma aumentada, mas nada que possa ser contornado.
    O problema mesmo é a pontuação, já que aumentando o dólar é necessário uma gasto maior em reais nos cartões para obter a mesma quantidade de pontos.

  • Sérgio C

    Idependente do dólar o nosso querido PT está acabando com o Brasil. Olha a Descalorização do Ibovespa frente ao mundo, sendo que a crise é lá fora. Mas o nosso buraco é muito mais embaixo. Independente do dólar alto ninguém vai querer colocar dinheiro aqui, aqui a roubalheira é pra todo mundo ver, um exemplo e nosso amigo Sr. Exc. Eike Barsita que é fechado com a Dilma, e agora que o negocio esquentou a mesma fala que nao tem nada a ver. Acorda gente, nao da pra falar de democracia, que as coisas a 10/14 anos eram diferentes. Lá fora isso foi a mesma coisa, o mundo evoluiu, a concorrencia aumentou, as companhias baratearam e por aí vai. O grande problema não é o dólar, o problema tá nessa intervenção e essa roubalheira desse Pt. Um país com tudo para ser potência mundial. Acabaram com a Petrobras, a situação dela e falência, imposto pra tudo quanto é lado. Se eu for ficar falando aqui, vai dar páginas e páginas….

  • Bruno Gabriel Marinho Siquara Ewald

    eu só acho interessante notar que as vezes parece que não houve uma variação tão grande assim dos valores das passagens nos últimos anos até o dia de hoje, meu caso por exemplo:
    A dois anos viajei para a Europa comprando passagem faltando 15 dias por 1800 reais.
    A exatos um ano fui para NY pagando 1600 reais comprando o ticket faltando 10 dias para o embarque.
    Não sei ao certo mas me parece que eles tentam segurar os valores ou realmente os valores das passagens são caras em comparação com outros países.
    Esses valores que todos comentam como caro entre 1800 e 2200 reais para os E.U.A considero o modelo, abaixo disso já seria realmente promoção, eu acho que acabamos por nós acostumar com muitas promoções devido a concorrência colocando assim a referencia de valor padrão essas promoções.

  • podem comprar dólares, euros, franco suiço ou sei o quê gente, ainda não viram que essa porcaria aqui já têm uma economia comunista? quando puder, caio fora desse chiqueiro!

  • Claudinei Nanzoli Pinheiro

    … O Governo quer tudo pra si, se ele quisesse colaborar com o setor aéreo era só não cobrar tanto imposto do combustível da aviação

    Ninguém agüenta mais tanto tributo que nos onera neste país .!!!

  • Gil

    Galera do MD!

    Que tal um post com destinos e valores que seriam bons promocionalmente?
    Comprei passagens recentemente pro Canadá e paguei 2500,00 ida e volta pela air canada, pelas cotações que fiz diariamente este foi o melhor valor. Mas seria legal um post que ajudasse, por exemplo, destino Guarulho x Vancouver pode ser considerado promoção à partir de X dólares e uma boa promoção a partir de Y dólares. Que tal um post assim hein, com vários destinos? Ajudaria MUITO! #ficadica

    • Muita gente pede isso, mas essa informação não existe, ela não faz sentido. Se a gente criar uma “regra” ela será mentirosa. Apenas no caso Brasil Europa os preços seguem mais ou menos uma lógica mais ou menos constante.

  • Mônica Miranda

    E para NY? O que seria um bom preço para pagar na passagem (ida e volta)?

    • Gabi

      A Avianca está com passagens por 825 dolares.. em dolares é um preço bom! Com as taxas, eu comprei esses dias por 2300 reais. Nem sei se é promoção..me parece que é o preço que eles praticam mesmo.

    • CARLOS SEGUNDO

      Paguei R$ 1.538,00 ida e volta na TAM, GIG x JFK em voo direto para voar em maio/2014. Acredito ser um bom preço.

      • Mônica Miranda

        Carlos, quando que você comprou sua passagem?

  • Thalita

    Há uma conversa nos bastidores de que essa alta do euro e do dolar são intencionais, pois estando EXTREMAMENTE valorizadas as moedas, os turistas europeus e dos países que usam o dolar gastarão mais aqui no período COPA DO MUNDO. Resumindo: até a copa, a intenção do governo e continuar subindo o dolar.

    Minutinho da revolta: é incrível como o nosso governo suga mais e mais de nos. Não temos um sistema público de vergonha, inobstante a exorbitância de impostos que pagamos, se queremos adquirir produtos de boa qualidade temos que pagar 300% do preço cobrado no exterior, levando-se em conta que no exterior já está embutido o lucro do empresário e o imposto, ou seja: não nos deixam ter uma vida digna! Os brasileiros se matam para pagar impostos, ganham pouco -porque ante os preços cobrados no Brasil, tudo torna-se caro e o dinheiro vale menos-, e ainda não podem sequer ter direito a viajar?! São coisas que a gente só vê por aqui.

    • Fabio

      Uma análise assim só pode ter partido de alguém que acha que Economia é guardar moedas num porquinho.

      O montante de dólares que os possíveis turistas gastarão aqui durante os eventos forma uma irrisória fração na balança de pagamentos. O prejuízo que um dólar alto causa diariamente na conta petróleo anula qualquer provável ganho com a vinda de turistas por um período de apenas 1 mês.

      Acredite em mim, isso é um boato muito mal pensado.

  • MBrazil

    Tentando utilizar esta logica de preço medio, qual seria um bom preço de passagem aerea de SP para Orlando em maio?

    • Sengrana

      Para mim, uns R$ 500,00 reais ficaria bom.

  • Larissa Oliveira

    Gente, não sei como andam os preços de passagens do Brasil para Lima, mas achei passagem de IDA e VOLTA de Lima para Paris por míseros R$ 237,79 pela American Airlines no final de fevereiro.

    • Larissa, tem um comentário meu nesse post explicando isso. O preço não é esse, tem mais uma parte maior que aparece como taxas.

  • Markos

    Saudade dos posts do Denis. Quando ele volta?

  • Ana

    As taxas são sempre as mesmas, as passagens estando caras ou baratas! Quando as passagens estão caras as taxas as tornam mais caras ainda. Mas a classe média, que dificilmente viajava para a Europa, está mal acostumada. De uns 10 anos pra cá quer ir três vezes por ano. Ai dá essa revolta toda! Não tem jeito pessoal, esse ano só vai ser possível uma vez. Melhor para o turismo interno. Quem sabe assim diminui esse barulhão que a quebradeira das empresas nacionais está fazendo. Quem tem competência e criatividade se dá bem. Não é mesmo, Melhores Destinos?

  • Antonio

    Pretendo ir a Santiago em Julho.Qual seria o melhor momento de comprar?Seria entre Maio e Junho?

  • Guilherme

    Esse negócio de política cambial é curioso. Hoje tem muita gente achando que tem mais é que ficar alto o dólar. A economia em frangalhos e as pessoas defendendo como se fosse a salvação do país isso.
    É só ver os períodos que o dólar tava baixo, quanto a economia tava crescendo, ou o período até 2010 com a economia crescendo a ritmo chinês e o dólar baixo tava ruim pro país ?
    Esse país exporta grosso modo soja (que não agrega nada além de encher o bolso do fazendeiro), minério (Vale do Rio Doce que é quase que só do governo) e avião (esse sim – Embraer – o grande prejudicado).
    Agora que os investidores tão fugindo do país, a economia cambaleante, as contas do governo todas no vermelho, com malabarismos orçamentários pra que ninguém veja exatamente como tá o rombo, tem gente que defende que é assim que tem que tá, o dólar alto mesmo.
    Então tá.
    Se fosse assim, os países ricos tinham moeda fraquérrima… e não é assim que vemos o Euro, Dólar e Libra.
    A política cambial desse nosso país é risível.
    Quando o dólar tava pra começar a subir, o ministro da economia, que não consegue prever uma coisa certa, fez ele subir artificialmente, criou N medidas pra não entrar dólar e para que a cotação subisse e agora nos vemos ai, com o câmbio desgovernado e o BC tentando conter ele. Uma ação errante atrás da outra.
    Dureza, voltando a falar de turismo, certo mesmo é o brasileiro ficar no Brasil, viajar aqui dentro pagando preço de passagem intercontinental, tendo serviço ruim, viajando em aviões que parecem lata de sardinha, ficando em hotéis caros e/ou ruins por conta dos impostos estratosféricos e bradando ser nacionalista… não desiste nunca… de ser explorado… maravilha…

  • Marcelo Bizerra

    Poxa! E o pior que há 1-2 sems as passagens para Orlando chegaram à R$ 1490…fiquei esperando cair mais…da noite pro dia foram pra 1900 e cacetada! e aparentemente sem indícios que vão baixar! ;(

  • Mark

    Patriota, militante do PT maldito ou qualquer coisa assim:

    Vir em blog de viagem e dizer que as pessoas aqui viajam bastante é pleonasmo.

    Dizer “nunca antes na história desse país” é pagar mico.

    Acusar o setor produtivo do país é burrice.

    Portanto, asssim como os eleitores do teu partido comunista disfarçado, você é burro 3 vezes!

    • felipe

      O comunismo é o futuro da Nação cara!!! Vai por mim, vai ser bem melhor!

      até 2020 todos nossos ursos aprenderão à andar de monociclo, a Vodka vai substituir a Pinga e o PT vai tambem acabar com a liberdade religiosa e todo mundo vai ter a mesma roupa (nao sendo Hollister tá valendo)

      Também deveremos construir um muro em volta do país todo para que nenhum capitalista invejoso queira vir visitar nossa gloriosa nação Comunista.

      Oh, wait, no comunismo não existe Estado, talvez você esteja falando de socialismo, mas blé, é tudo igual né? todo mundo usa vermelho

  • Muito bom o post! Realmente temos que ficar bem atentos para as viagens internacionais agora que tudo sobe e qualquer promoção em real pode ser boa, fazendo a cotação nos dá um tiro no pé!

  • Sheila

    Pessoal..só escolher entre países com a moeda de valor menor.. vc gasta um pouco mais na passagem e compensa na troca… eu to descartando países com euro e dólar. E existem mtas opções!

  • Clara

    A minha experiência em viajar ao longo de diferentes cotações da moeda brasileira perante o dólar, me faz ter certeza que um preço de passagem a 799 dólares não é um bom preço de maneira alguma. Não só as cias aéreas estrangeiras tem condições de fazer preço menor em dólar, como também os hotéis no exterior têm ciência do nosso câmbio, e portanto tem todas as condições de diminuirem seus preços para brasileiros nas agências de internet com sites que servem brasileiros.

    A minha expectativa é de muitas promoções em dólar e euro para passagens aéreas e hotéis no exterior.

  • Fabio

    Ao invés do governo reclamar de quem compra tanto no exterior, deveria se perguntar porque se compra tanto no exterior. No dia que ele fizer essa pergunta a sério e tomar as medidas necessárias, as compras no exterior cairão a níveis bem menores. Sem precisar de IOF, sem precisar manipular câmbio e sem precisar de alfândega.
    E isso vale para PT, PSDB, PMDB, PDS, Arena, militares, Getúlio Vargas, D. Pedro I , Pedro Alvares Cabral e todos aqueles que contribuíram e contribuem para tornar nosso país a M que é.

    E não é o câmbio valorizado que destrói a competitividade da indústria. Alemanha e Japão estão aí para derrubar essa teoria tosca e ultrapassada. O que torna nossa indústria incapaz de competir em pé de igualdade com outras são antiquíssimos fatores como carga tributária elevada, margem de lucro exagerada, leis trabalhistas ultrapassadas, excesso de burocracia e falta de vontade política de toda a sociedade para resolver isso.

    É culpa do governo? Sim, é. Não apenas do PT, que peca por omissão, mas de todos os governantes que esse país já teve.

    Manipular o câmbio para favorecer exportações é uma medida paliativa de curto prazo que não pode ser mantida indefinidade. Câmbio elevado gera inflação, que é o pior imposto para as classes mais baixas. O rico e a classe média podem se proteger, através de aplicações. Um governo que diz defender o pobres é incapaz de enxergar isso.

    A única e exclusiva razão para a balança de pagamentos ter sido deficitária em 2013 foram as trapalhadas feitas na conta-petróleo. De alguns anos para cá a Petrobrás passou a ser usada como a PDVSA . Se houvesse investimentos em refino, isso não teria acontecido e ainda teríamos gerado empregos construindo coisas bem mais úteis que estádios de futebol.

    Mas, segundo Ronaldo Fenômeno, "refinaria não faz Copa"

    • MFF

      Muito boa análise, Fábio!
      Independente do partido que governou o Brasil o fato é que nenhum deles preparou o país com a infra-estrutura mínima necessária para ser competitivo (se preocuparam focando mais os indicadores financeiros de curto/médio prazo, não enxergam que isto deveria ser consequência de investimentos de longo prazo).
      E olha que os 2 partidos predominantes já ficaram cada um no mínimo 8 anos no governo, mais que suficiente para termos uma melhoria significativa.
      Acho que já passou da hora de mudarmos de novo, na próxima eleição…

      E não entendo como tem gente que defende a alta de impostos como a do IOF, ainda mais sem motivo justificado…

  • Para as passagens baixarem, somente com a concorrencia de cias aereas nacionais, pois hoje vivemos refém de um cartel! Quando o governo liberar até 100% de capital estrangeiro para as cias aéreas, aí sim teremos uma grande quantidade de opções de vôos e preços mais competitivos.

  • Faça uma reportagem sobre isso:
    http://www.smiles.com.br/programa-smiles/novidade

    Vale a pena esse promo??
    (já foi discutido isso aqui no MD, desculpa, não lembro)

  • Kew

    Sim, o governo influencia no cambio, pois a moeda é influenciada pelo desempenho do país. (e o nosso é uma boxta).

  • Mariana

    Então me tire uma dúvida, uma passagem para NY por USD 899,00 em abril está barato?

    • Clara

      Depende, Mariana. Se for na nova " alta temporada" de abril, que este ano no Rio tem 4 feriados em dias úteis e ablolutamente enforcáveis, não está barato, mas também não está caro. Se for na 1a. quinzena de abril, está muito caro.

      • Mariana

        Muito obrigada Clara,apesar de ser na segunda quinzena minha viagem, vou esperar mais um pouco então. Pode ser que saia promoção =)

        • Gabi

          Mariana, de forma alguma esse preço está muito caro. Vou com frequencia a NY a trabalho, e é MUITO difícil encontrar passagens por menos de 800 dolares…alias..diria que só encontrei esse preço uma ou duas vezes. Esse preço é o normal com antecedencia, não é preço promocional.

          • Mariana

            Mas você acha que ainda sai promoção pra abril, Gabi?

  • felipe

    Como os lucros de onde trabalho são todos em dólar, estou adorando essa história toda… hahaha PLR vai ser nervosa 🙂

    Não sei se o dólar chega Àquele valor estratoférico do último ano do FHC, mas acho que até uns R$2,60 tem como aguentarmos… mais que isso já vai começar a subir muito com a própria inflação do país, afinal, tudo que é feito em Manaus, por exemplo, e vem com aquele selinho de "produto nacional" não passa de um engodo já que todos os componentes são importados e por lá a única coisa que resta é montar o produto final.

  • Sthefania

    Olá pessoal.
    Essa de gastar nosso dinheiro fora do pais interfirir no desemprego e na industria é tudo historinha. O que faz quebrar nossas empresas é o próprio governo com as taxas para tudo e fez com que as industrias parassem de produzir e coneçassem a comprar na China e a montar aqui no Brasil, isso quando os produtos não são totalmente feitos lá.
    Não adianta ficar sentado reclamando. Esse ano é um ano de eleição, primeira pós movimento populat #vemprarua que revolucionou e assustou o governo. Quem coloca esses caras no poder somos nós e existem pessoas engajadas, nova geração de políticos não necessariamente corruptos, basta votar neles. Pensar política sem ser partidário, não sou contra o PT, sou contra maus governos, péssima gestão. O que pra mim aconteceu nesse mandato. Nenhuma das respostas esperadas com as medidas do Ministério da Fazendo foram sábias! Subsídios à gasolina e não ao Alcool? Burrice. Quebrando a Petrobrás ainda mais. Subsídios à venda de veículos uma semana antes de começar o Rio+20? Isso mostra como as coisas são controvérsias aqui no Brasil e por ai vai!
    Esse tópico era para falar sobre a forma de avaliar uma passagem quanto à moeda internacional. Gerou toda essa reflexão econômica e histórica de nosso país, o que não acho nada ruim.
    Obrigada MD pelo espaço oferecido. Obrigada à todos os comentários aqui postados, aos que eu concordo e aos que discordo também.
    Que 2014 seja melhor que minhas pespectivas quanto ao dólar e que não paguemos um preço alto pra isso no futuro.
    Adeus Dilma, Mantega e cia!

  • Ivy

    Achei muito importante este post. Mesmo ainda não tendo respondido ao que preciso. Tenho um compromisso em Ny em junho. Será que posso ter esperança de promoção ainda? Alguma resposta? Sugestão?

    • Oi Ivy, acredito que temos sim boas promoções para NY nesse primeiro semestre.

  • flavia

    Dessa forma, com o dolar a 2,50. 2000 reais (sem taxas) é considerado um preço bom para a europa?