Ranking mostra cotação do dólar nos principais cartões de crédito: saiba quanto seu banco cobra a mais

Leonardo Cassol 30 · setembro · 2015

O dólar cobrado pelos cartões de crédito pelas compras feitas no exterior são todos iguais, certo? Errado! Cada administradora adota um critério de cálculo. Algumas se pautam na cotação do dólar comercial, outras, na do dólar turismo. A regulamentação oficial não determina como a cobrança deve ser calculada, apenas que a metodologia seja informada no contrato do cartão, instrumentos que poucas pessoas têm o hábito de ler.

O Melhores Destinos analisou a cotação do dólar cobrada na fatura dos principais cartões de crédito emitidos no Brasil e verificou que a diferença em relação à cotação do dólar comercial divulgada pelo Banco Central pode chegar a 7,3%. Isso significa que numa fatura com US$ 2.000 em compras, a diferença encontrada na cotação do dólar pode trazer um prejuízo de até R$ 584 reais. É um valor maior que a anuidade da maioria dos cartões de crédito disponíveis no mercado.

Confira quanto o seu cartão está cobrando pelo dólar em nosso comparativo exclusivo e algumas dicas para economizar nas compras feitas em moeda estrangeira!

cartoes-credito

Como são feitas as cobranças em dólar no cartão de crédito

A instituição financeira envia a fatura com as compras em moeda estrangeira multiplicadas pela taxa de câmbio do dólar, apurada na data do fechamento da fatura (isso mesmo, não é no vencimento, afinal o dólar é apurado antes da fatura ser postada para o cliente). Caso existam compras em outras moedas estrangeiras, o valor é convertido primeiro para dólares norte-americanos e depois convertido em reais como já foi explicado.

Se o valor do dólar apurado na data de fechamento da fatura for maior ou menor do que o da data em que a fatura for paga, a diferença será debitada ou creditada no mês seguinte.

A diferença no valor cobrado pelas instituições financeiras ocorre porque alguns bancos e administradoras de cartão de crédito se baseiam na cotação do dólar comercial (utilizado pelas grandes empresas e pelos bancos comerciais, por exemplo), enquanto outros se baseiam no dólar turismo (utilizado no mercado de varejo, como casas de câmbio e agências de turismo). O dólar turismo é sempre mais caro que o dólar comercial. O Banco Central calcula diariamente o valor do dólar comercial com base no preço médio do dólar ao longo do dia.

Metodologia da Pesquisa

Para realizar este comparativo, avaliamos o valor do dólar cobrado no fechamento da fatura dos cartões de crédito de 11 das principais administradoras que atuam no Brasil. Em seguida, comparamos com as cotações oficiais do dólar comercial nas respectivas datas e calculamos a diferença entre o que foi cobrado no cartão e o que foi registrado pelo Banco Central como cotação oficial do dólar comercial. Por fim, elaboramos um ranking comparando os resultados das 11 instituições pesquisadas.

As instituições avaliadas nesse estudo foram: American Express, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Citibank, Credicard, Diners, Itaú, Santander, Porto Seguro e Votorantim. As poucas instituições não consideradas serão incluídas na atualização do estudo, que depende de dados ainda não obtidos para que a análise possa ser feita.

Notem que mesmo que o valor do dólar seja diferente entre os cartões, dada as diferentes metodologias de cálculo e datas de vencimento, qualquer assimetria fica reduzida, dado que a comparação foi feita com a cotação do dia exato do fechamento da fatura.

Resultado da Pesquisa

ranking-dolar-cartoes


Os bancos públicos apresentaram as menores diferenças em relação à cotação oficial do Banco Central. A Caixa ganhou disparado, apresentando apenas 1 centavo de diferença em relação à cotação oficial do dólar comercial. O Banco do Brasil veio em segundo lugar, cobrando 2,6% a mais. Ainda assim, cobraram valores superiores à cotação oficial. Em terceiro lugar, veio o Citibank que, talvez por ser um banco norte-americano, tenha como diferencial uma cotação mais equilibrada do dólar, ainda assim de 3,4%. Em quarto lugar, a Credicard, seguida pelo Bradesco, Diners e Santander. O Itaú (Itaucard) ficou na oitava posição, com 4,8% de diferença, seguido pela American Express (administrada pelo Bradesco) com 5,1%, pelo o Banco Votorantim, com 5,4% e, finalmente, pela Porto Seguro, 7,3% acima da cotação oficial.

A questão central é que algumas instituições financeiras estão cobrando um ágio muito maior do que as outras na cotação do dólar, se valendo da falta de regulamentação pelo Banco Central. Será que essas instituições atuam de maneira tão menos eficiente no mercado de câmbio, ou estão utilizando o dólar como um instrumento para aumentar os lucros no segmento de cartões de crédito?

Dicas para não pagar mais caro pelas compras em dólar

1. Caso o fechamento da sua fatura tenha ocorrido e a cotação do dólar estiver subindo, você pode fazer o pagamento do valor dos gastos antes da data de vencimento. Se não tiver recebido a fatura, você pode utilizar a fatura do mês anterior ou fazer um pagamento avulso no caixa eletrônico ou agência bancária conveniada. Em tempos de alta volatilidade, isso pode render uma boa economia;

2. O raciocínio inverso também se aplica. Monitore o fechamento da cotação do dólar e, se perceber que está caindo, deixe para pagar apenas na data de vencimento, sem atrasar o pagamento;

3. O IOF (6,38%) incide igualmente sobre todas as compras feitas no exterior, mesmo aquelas que são convertidas para reais, por alguns estabelecimentos comerciais, como têm ocorrido com frequência nos Estados Unidos. A vantagem ou desvantagem ocorre dependendo da cotação utilizada na conversão, mas não no imposto.

4. Se o seu cartão cobra um dólar muito acima da média e não te deixa satisfeito com os produtos e serviços oferecidos, avalie migrar para um cartão de outra instituição financeira. Muitos cartões não exigem que você seja correntista do banco. Se tiver dúvidas, conheça os melhores cartões para acumular milhas ranking de cartões de crédito do Melhores Destinos.

melhores-cartoes-de-credito

Caso a instituição financeira que administra o seu cartão não tenha sido avaliada nesse comparativo, você pode conferir o dólar cobrado identificando o valor dólar na fatura, a data do fechamento ou processamento, e a cotação oficial do Banco Central.

Outros artigos relacionados que podem ser do seu interesse:
Dicas para não pagar anuidade no cartão de crédito
Dicas para aumentar o limite do cartão de crédito
Como fazer saques da conta corrente no exterior e economizar
Como fugir do IOF e levar dinheiro em viagens internacionais
Os melhores cartões corporativos para acumular milhas

———————————-

Agradecimento especial aos que contribuíram com informações sobre o dólar cobrada nas faturas dos cartões: Cleber Cassol, Daniel Pomeroy, Danilo Menezes, Davi Almeida, Flávio Papelbaum, João Vitor Pedrosa, Maíra Rodrigues, Marcelo Henrique, Natanael Maia e Nei Menezes.

O que achou do resultado da pesquisa? Está satisfeito com o dólar cobrado pelo seu cartão de crédito? Comente, opine e participe!

Autor

Leonardo Cassol - Editor Editor e especialista em programas de fidelização do Melhores Destinos.
  • João

    O cartão de crédito do Banrisul tem taxas excelentes, como as da Caixa. O dólar comercial hoje está R$ 3,96. E o cartão cobra R$ 3,98, ou seja, 0,5%.

    • Samuel

      Exatamente, o dólar do cartão Banrisul é excelente – igual a Caixa.

      • Morgana Secco

        Não é mais, fui pagar a conta agora e me assustei, 15 centavos acima da cotação do dólar comercial!!! ??

  • Marcelo Júnior

    Ótimas dicas! Parabéns ao MD!

  • Jorge Candango

    Excelente informação. Tenho o Amex e não recomendo para usar fora do país.

    • Dom America

      Falei isso acima, Candango!

  • Gustavo

    Ótimo comparativo. Estou indo viajar dentro de alguns dias e tenho cartões HSBC e bradesco… Até lá já teremos nova atualização? Gostaria de ver o spread do HSBC!

  • Thiago

    Excelente matéria.
    Em tempos de crise qualquer economia é bem vinda.
    Aproveitando pra deixar uma informação não veiculada na matéria. Possuo o Cartão Caixa Mastercard Black, eles recentemente mudaram a metodologia de cálculo de despesas em dólar, por incrível que pareça pra melhor! Veja como funciona agora:
    Você compra hoje em dólar e será lançado na fatura o valor em reais convertidos com o dólar do dia da compra!

    Isso evita surpresas desagradáveis com a famosa cobrança extra de “Diferença de cotação de dólar”.

    Agora você fica livre pra efetuar sua compra no dia de sua preferência, já sabendo qual valor aproximado do dólar será usado como referência na sua fatura.

    Todos os bancos poderiam adotar este padrão, achei muito mais interessante.

    • Lilian Gondim

      Que notícia boa!

    • YuriBF

      Se o atendimento da Caixote não fosse tão ruim, o Blacl seria um bom cartão. Mas os caras são ruins demais! Cansei de brigar. A última que passei com a CEF: clonaram meu cartão e queriam me cobrar para emitir um novo plástico. Me recusei, obviamente. Sendo assim, fiquei com o cartão bloqueado, sem poder utilizar. O jeito foi mudar de banco.

    • Diego

      Cuidado com a clonagem. Eu fui vítima ano passado, junto com inúmeros outros clientes.
      Só no meu caso, o prejuízo superior 20 mil reais. E dizem que o call center hoje está ainda pior do que era na época.

    • Flora

      Nossa, Thiago, é sério isso?!
      Acho que vou atrás desse seu cartão!
      Obrigada pela dica.

    • Carla Bontempo

      Excelente mesmo todas essas informações. Eu mesma estava buscando como calcular a diferença de quando fecha a fatura e quando pagamos… obrigada pessoal!

    • Rodrigo Bueno

      Onde tem essa informação Thiago? É uma excelente notícia, até para se programar na “melhor data para comprar” hehe

      • Thiago

        Rodrigo, tudo tranquilo?
        Esta informação consta no contrato ok?

        5.5 As transações internacionais são discriminadas na Fatura Mensal, na moeda local, na moeda de origem do país da compra e no valor equivalente em dólares americanos. A conversão para a moeda nacional deve ser feita por operação, utilizando-se a taxa do dólar vigente no dia da realização da transação. A Emissora indica o valor a pagar em Reais, utilizando a cotação do dólar vigente na data da realização da compra.

        http://www.caixa.gov.br/Downloads/cartoes-caixa-pessoa-fisica-contratos/Contrato_Prestacao_Servicos_Cartoes_Credito_CAIXA_PF.pdf

    • Rafael Kapela

      Fantástico, Thiago! O problema é ter esse cartão, rs rs

    • Fabricio Reis

      Tem certeza que não virá uma correção do valor na fatura seguinte? Porque o cartão poderia ter um grande prejuízo num momento como esse em que o dólar subiu um absurdo dentro de 30 dias. Não consigo ver uma operadora de cartão aceitando prejuízo.

      • Thiago

        Fabricio, tudo bem?
        Na realidade não há prejuízo, a CAIXA irá pagar o lojista com a taxa cambial do dia da compra. Não há risco nenhum. O contrário de quando se cobra do cliente na data do pagamento da fatura na qual pode-se ter o ônus (no caso de diferença em favor do cliente) ou bônus (no caso de desfavor ao cliente). Vejo como mais justo para os dois lados, tanto administradora do cartão quanto pro cliente.

        • Fabricio Reis

          Obrigado pela resposta, Tiago, mas ainda fiquei com dúvida no caso de compra no exterior. Porque nesse caso o pagamento é na moeda estrangeira, no caso o dólar. Como o pagamento da operadora para o lojista acontece num determinado período pós-compra, nesse caso ainda consigo enxergar um prejuízo para a operadora do cartão. Exemplo, comprei hoje nos EUA um produto de 100 dólares. E suponhamos que a cotação do dólar hoje seja 4 reais. Mas a operadora irá fazer o repasse do valor em dólares para o lojista em 30 dias. E suponhamos que depois desses 30 dias a cotação do dólar tenha atingido 4,20. Nesse caso, houve uma variação de 5%, e quem está pagando por isso é a operadora do cartão. Estou errado nesse pensamento?

          • Thiago

            Fabricio,

            Não entendo exatamente o mecanismo disso, mas sei que a operadora do cartão não ficaria no prejuízo, pode ter certeza. Eu acredito que a CAIXA mantém um contrato peculiar de câmbio que usa a referência sempre o dia da compra. Seria como um recebível D+30 entendeu? Igual boleto que é D+1, o lojista vendendo pelo cartão é D+30.

          • Fabricio Reis

            Obrigado mais uma vez, Tiago. Eu tenho o cartão da Caixa também. Mandei um e-mail perguntando. Tenho o Nubank também e fiz a mesma pergunta. No caso do Nubank eles fecham a fatura com o dólar do dia da compra, mas na fatura seguinte fazem o ajuste de crédito ou débito. É isso que imagino que a Caixa vá fazer também.

          • Thiago

            Não acredito que seja isso que a CAIXA faça. Acredito que ela faça uma espécie de contrato cambial na qual o valor é fixado (como uma proteção edge) na data da compra porém o vencimento é D+30.

            Veja o contrato:

            http://www.caixa.gov.br/Downloads/cartoes-caixa-pessoa-fisica-contratos/Contrato_Prestacao_Servicos_Cartoes_Credito_CAIXA_PF.pdf

            Cláusula 5.5

          • Eduardo

            O interessante do Nubank é que utilizam a taxa PTAX da data de vencimento da fatura. Ou seja, em termos de taxa é ótimo, podendo até superar o da Caixa. O problema é a incerteza quanto ao dólar do fechamento.

          • Fabricio Reis

            Obrigado mais uma vez, Tiago. Eu tenho o cartão da Caixa também. Mandei um e-mail perguntando. Tenho o Nubank também e fiz a mesma pergunta. No caso do Nubank eles fecham a fatura com o dólar do dia da compra, mas na fatura seguinte fazem o ajuste de crédito ou débito. É isso que imagino que a Caixa vá fazer também.

    • Leandro Godinho

      Oi, Thiago. Vc confirma essa diferença minúscula entre o dólar oficial e o cobrado pela caixa? Sei que é pedir muito, mas vc poderia dar exemplos com data de compra e valor cobrado pelo dólar pra gente poder comparar? (Claro que não quero saber o valor da compra, só o quanto a Caixa cobrou por dólar em que data. 🙂 Grande abraço.

      • Thiago

        Claro.

        07/09 – USD Comercial = 3,80
        07/09 – USD Caixa = 3,86

        10/09 – USD Comercial = 3,85
        10/09 – USD Caixa = 3,89

        11/09 – USD Comercial = 3,87
        11/09 – USD Caixa = 3,90

        • Leandro Godinho

          Obrigadão, Thiago!

        • Marcio Tamashiro

          E quanto é a anuidade deste cartão..? 😉

        • Rafael Fernandes de Carvalho

          Thiago, tem algum lugar onde a gente consegue verificar o valor cobrado pela Caixa?

    • Lana Paris Rocha

      Sim é verdade.

    • Beatriz

      Alguém já verificou isso? Nas minhas compras em Agosto foi cobrado o dólar do fechamento e não do dia da compra.

    • Fernando Ribeiro

      Olá Thiago, os do Bancoob são parecidos, a diferença é que é o valor do dólar do dia anterior ao da compra.

    • José Marques da Portelinha

      Depende,pois se o dólar baixar,o valor da sua fatura não vai baixar,eu já passei por isso,o dó
      lar baixou mas não tive beneficio com isso.

  • Fefa Porto

    Parabéns mais uma vez, MD! Mandaram muito bem!
    Os Bancos não cansados de lucrar, ainda ganham uma “bolada” com ágio em cima do dólar.

  • Lilian Gondim

    MD, que matéria boa! Vcs são demais! E eu desisti do Itaú por esse motivo. Sempre que possível, uso meu cartão da Caixa para compras internacionais.

    • Marcello

      Eu idem. Itaú never more!

  • Rafael

    A única coisa que eu não entendi até hoje é como é feita a conversão de moeda estrangeira para dólares quando fazemos compras em outros países. De onde saem os valores para conversão?

    • Jonatas Elias

      Da taxa de câmbio uai.

      • Rafael

        Tá, mas de onde sai? O critério para a cotação da taxa de câmbio USD/BRL é do próprio banco. Mas e quando é EUR/USD, AUD/USD, URU/USD ou qualquer outra moeda? O banco também tem sua cotação própria para converter cada moeda estrangeira em dólar?

        • Jonatas Elias

          Também gostaria de saber. Hoje o EUR vale 1,11 USD, mas quem garante que os bancos não converter como valendo 1,12 ou mais??

          • Jardel Peres

            Quem realiza a conversão de outras moedas para USD não são os bancos brasileiros e sim as operadoras de cartão (VISA, MASTERCARD, etc).
            Agora não sei qual o spread que eles cobram nesta conversão.

          • Rafael

            Pois é, porque já liguei várias vezes para a operadora do meu cartão para obter essa respostas ou eles simplesmente não sabem ou dão respostas variadas. Assim fica difícil calcular quanto eu estou gastando no cartão ou saber quando compensa mais levar dólares para trocar ou sacar diretamente do caixa eletrônico.

        • Rodrigo Bueno
        • Rodrigo Bueno

          No da Caixa (o único que tive essa experiência), eles usam o mesmo critério, pela cotação oficial de fechamento de cada moeda no dia da compra. Tem lá no site do Banco Central. Quando paguei o AirBnb uma vez preferi pagar em Euros do que em Dólar, pois a conversão era mais vantajosa pelo cartão.

        • Alan Araujo

          Quem faz a conversão eu não sei, mas utilizei meu cartão esse mês no Chile (sim… estive lá durante o terremoto kkkkk) e paguei CLP 20.600 sendo que no mesmo dia mais tarde fui a uma casa de cambio e e troquei alguns dólares que eu tinha em uma cotação de USD 1 = CLP 684.
          O Banco do Brasil ao fazer esse cambio usou o cambio de USD 1 = 680 CLP, para ser sincero achei que valeu a pena nesse caso, o que matou foi os 6,28% de IOF, já que 2 dias depois fui novamente fazer a troca e a melhor cotação que consegui foi USD 1 = 680 CLP.

    • Vinicius Belandrino Bardella

      A conversão XXX/USD é feita pela operadora (Mastercard/Visa/Amex). Já a USD/BLR pelo seu banco.

      • Rafael

        Uma pena que a Visa nunca soube me responder isso das vezes que liguei pra lá. Inclusive eles não informam o valor da conversão.

  • Wesley F.

    Em viagens internacionais ou mesmo em compras em sites internacionais sempre me perguntei como eram feitas essas conversões, pois o vr. do dólar no fechamento da minha fatura nunca batia com o que era cobrado! Matéria digna de destaque em revistas e sites de economia (Nunca vi nada parecido na Exame, Infomoney, Valor ou afins. Parabéns MD!!!

  • Rafael Z.

    Eu cancelei meu cartao do SMILES Platinum, pois nao estava nem um pouco satisfeito com a cotacao do dolar na hora do fechamento da fatura. Eles sempre cobravam um dolar mais caro que o comercial, fazendo com que eu ganhasse menos pontos. E tambem, o valor das passagens na GOL subiu muito. Ou seja, nao era nada vantajoso.
    .
    Quero um cartao justo, que me de milhas de forma justa e que eu as aproveite bem.

    • World Traveller

      O Smiles está de brincadeira… um trecho que vc compra por 10 mil milhas na TAM eles vendem por 18, 19 mil.

      • Rafael Poggi

        Experimenta uma viagem pela America Latina. 160 MIL PONTOS para ir e voltar de Buenos Aires, por exemplo!

        • Marcio

          Vale a pena nos voos domésticos. Na maioria dos trechos que eu utilizei, a Gol estava menor que a Tam e Azul.

          • World Traveller

            A gol nunca está mais barata que a TAM nos trechos que eu pego, e eu digo NUNCA mesmo. Vou cancelar meu club smiles porque simplesmente não vale a pena. E se vc ver com antecedência, aí que a TAM é muito melhor que a GOL mesmo. O Smiles está de brincadeira.

          • IVANA

            Já fui pra Ushuaia, El Calafate, Lima, Santiago e Córdoba. Todos os trechos por 10 mil milhas Smiles.. Além disso vou no Reveillon pra Punta Cana por 15 mil milhas Smiles. Ah e já fui pra Russia por 35 mil milhas o trecho, com direito a stopover em Paris (parceira air france da Smiles). O segredo é emitir com antecedência

          • Rafael Poggi

            Deve ter emitido então com um ano de antecedência. Porque já pesquisei pra buenos aires, por exemplo, pra daqui a 4 meses e também para junho e para agosto e tá isso aí: 130 mil ida e volta. De Gol. Apertado. Tá difícil.

          • Rafael Poggi

            Nos vôos domesticos a Gol ainda é imbatível, mas tem por exemplo RIO-SP por 30 mil o trecho! tá f*da…

        • IVANA

          Já fui pra Ushuaia, El Calafate, Lima, Santiago e Córdoba. Todos os trechos por 10 mil milhas Smiles.. Além disso vou no Reveillon pra Punta Cana por 15 mil milhas Smiles. Ah e já fui pra Russia por 35 mil milhas o trecho, com direito a stopover em Paris (parceira air france da Smiles). O segredo é emitir com antecedência.

  • Vinícius Bueno

    Parabéns pela excelente matéria! Viajei para o Peru recentemente e estava bastante confuso sobre o critério de cobrança do BB em dólar na minha fatura. Isso clareou um pouco minhas dúvidas.

  • Clarissa

    O meu cartão do bradesco fechou em 4,22

  • Deyvisson F. R. Almeida

    Santander está roubando muuuuuuito.O dolar neste momento está 3,98 e o santander está cobrando 4,2505.

    • Jonatas Elias

      P mim já apareceu dólar a 4,44.

      • Deyvisson F. R. Almeida

        Para mim também, semana passada. Isso com o dolar a pouco mais que 4,10.

    • Ingrid

      Tb estou nessa. Hoje o dolar está em queda e o Santander está com uma cotação mais alta que a de ontem. Somos ASSALTADOS pelo Bancos e não temos o que fazer.
      Brasil, um país de TOLOS!

  • Fernando

    Só um detalhe: para dar um rigor mais técnico-científico, apenas uma cotação em cada dia para cada banco é muito pouco. Pode ser que exatamente naquele dia a cotação de um banco X estive melhor/pior que outro. Seria interessante desenvolver esse post futuramente com várias cotações para cada banco, de modo que se possa extrair uma média.

  • Arthur

    Resumindo! Nunca use o cartão no exterior. Leve sempre em espécie! Só esse ágio dos bancos privados já inviabiliza o dolar do cartão perante o dolar das casas de câmbio. E ainda tem IOF de 6,38% a mais.

  • Renan

    Já esperava isso do Santander. Sempre que comprei em dólar, a diferença era muito grande em comparação aos outros bancos. Sacanagem…

  • Pedro

    Parabéns pela excelente matéria

  • Guilherme Strapasson

    Na minha fatura da caixa não tem descriminado o valor do dolar, será que não é mostrado nunca? Eu olho na internet, pois não recebo impressa.

    Outra coisa, nas dicas, a numero 1 não faz muito sentido, já que o dolar é calculado no fechamento e não no vencimento, pq vai pagar antes de vencer a fatura se já foi fechado e o dolar daquela fatura não será alterado.

    • Gabriela Corso

      “Se o valor do dólar apurado na data de fechamento da fatura for maior ou menor do que o da data em que a fatura for paga, a diferença será debitada ou creditada no mês seguinte.” Então se você pagar a sua fatura quando o dólar estiver em baixa, o valor será creditado no mês seguinte

      • Guilherme Strapasson

        hummm, interessante….não sabia desse detalhe. Valeu

        • Gabriela Corso

          Eu também não. Sempre notava que devolviam na minha fatura alguns centavos no mês seguinte ao pagamento, mas nunca entendi o porquê. Aprendi agora nessa matéria do MD 🙂

    • Rodrigo Bueno

      Na consulta de cartão aparece o valor do dólar utilizado (só olhar em cima onde tem discriminado os totais nacional e internacional), mas é sempre o comercial (dólar PTAX) do dia do fechamento da fatura.

  • brunofranca

    Alguém já comparou o NUBANK?

    • Felipe

      Minha dúvida também.

    • Vinicius Belandrino Bardella

      Não sei nos EUA, mas fui ao Chile no inicio do mês e segue comparativo para compra na mesma data:
      Nubank: 4800CLP -> R$28,26 sem IOF
      Caixa Black: 48842CLP -> R$280,17 sem IOF
      Praticamente a mesma cotação, mas dois poréns… não pontua (0 vs 2,1pts/dolar da caixa) e não é viável fazer saque no exterior (que era meu objetivo) pois eles autorizam apenas 5% do limite, mesmo no exterior.
      Mas para emergências, pode ser uma solução.

    • Bandeira

      Pelo que me informei, PTAX + 4%.

    • Rodrigo Senna da Silva

      Fiz um calculo aqui e deu entorno de 4,8%, com valor sendo convertido em reais no dia da compra. Achei alta a diferença, comparado ao Itau.

    • Rodrigo Bueno

      Eu perguntei hoje no chat porque tinha dúvida nos valores cobrados. Me responderam que utilizam um “spread de segurança” de 4%. Ou seja, dólar PTAX + 4%, mais o IOF.

      • Eduardo

        Ué, em “Dúvidas Frequentes” tem essa pergunta: “qual a cotação utilizada para compras em dólar?” e diz que é a PTAX na data de vencimento da fatura. Será que esses 4% são só no demonstrativo ou no valor de fechamento da fatura?

      • Eduardo

        Confirmei com eles tal informação. Agora, em “dúvidas frequentes” do Nubank a informação está errada: diz que é o PTAX sem informar do Spread. Espero que corrijam logo.

    • Rogerio

      Acabei de fazer uma compra e eles informaram no app:
      Dólar ptax = R$3,9794
      Dólar Nubank = R$4,13

  • World Traveller

    Eu também saí do Itaú por causa das milhas. Esse “redutor” de milhas deles, trocando ponto deles na proporção 1,25:1 é ridículo. Foi um tiro no pé. Agora estou no Santander Select, que além de fazer 2,2 milhas por dólar, tem máquinas (dentro da agência) em que sacamos em dólar sem preocupação, com um câmbio melhor que as casas de câmbio. Só fiquei decepcionado com o câmbio do cartão, mas não vou mudar para os bancos públicos como caixa e BB porque são sempre muito complicados de lidar. O Bradesco também é meio complicado, o Prime não tem o mesmo padrão do Select.

  • Netto

    Pra mim os cartões do Sicoob são os melhores. Eles não tinham o master black, mas agora tem…e eles desde sempre funcionavam como os cartões da Caixa estão funcionando agora. Mas no sicoob o valor cobrado é por compra utilizando a cotação do dólar comercial do dia anterior… Ele é muito vantajoso, sendo que o cartão da Caixa agora quase equipara-se. (http://www.sicoob.com.br/mastercard-black) A desvantagem é que para ter o cartão do sicoob é necessário abrir uma conta em alguma das cooperativas (agora possui livre adesão, antes era somente pra determinadas categorias). Em Brasília, encontra-se fácil, nos outros estados eu não sei…

  • Diego Guimarães

    Parabéns pela matéria. Bem completa e objetiva.

  • Julianna Antunes

    Se Itaú e Santander possuem exatamente a mesma cotação, como a variação do Itaú é maior que a do Santander?

    • Jonatas Elias

      Arredondamento. O real só trabalha com duas casas depois da virgula, enquanto vários produtos são precificados com três, quatro ou até mais casas.

      • Julianna Antunes

        Em que matemática se arredonda 0,72 pra 0,8?

        • Jonatas Elias

          E onde você viu 0,72??

          • Julianna Antunes

            4,72 e 4,8. Dá uma olhada lá, meu caro.

          • Julianna Antunes

            E pelo que eu entendi, quem fez essa conta foi o pessoal do MD, não dos bancos.

          • Jonatas Elias

            E no dia 14JUL o dólar ptax estava 3,1230, e não 3,18 como informado.

          • Julianna Antunes

            por isso questionei o calculo, pois tinha algum valor errado.

    • alexandre

      boa!

  • DANIELLE LIMA

    Só tem um detalhe: o cartão Mastercard Black nunca funciona em viagens. Já tive problemas em 3 oportunidades. Processei em uma delas.

  • Bandeira

    Muito bom, MD, obrigado!
    Tenho percebido, há mais de ano, que a cotação que o Santander utiliza tem ágil variável de acordo com o dia do mês. E adivinha quando é que ele sobe… Sempre mais próximo do vencimento!
    Considero lesivo e já solicitei uma planilha ao banco, para confirmar e questionar o procedimento, mas obviamente fiquei sem ter nem mesmo resposta.
    Isto acontece com outros bancos?

  • Rafael Poggi

    A grande pergunta é: com a alta do dólar, os bancos vão continuar minguando os pontos dos clientes? Uma fatura de R$ 2000 com dólar a R$ 4 (arredondado) dá U$ 500 ou, no caso da maioria dos PLATINUM, 750 pontos! Há um ano e meio, com o dólar a R$ 2 (arredondado) dava 1500 pontos! Que porcaria de inflação é essa?! Isso sem contar com alguns bancos, como o ITAÚ, que praticam o corte de até 25% na transferência para alguns programas, como o Smiles.

  • Marcelo Dias

    Tenho cartão da Caixa e do Itaú. Concentro as compras no cartão da Caixa, pois além da cotação do dólar ser menor para compras internacionais, ela também é menor para a conversão de pontos, o que acaba gerando mais pontos que os outros cartões. Acho que essa informação devia constar no ranking de cartões do MD, pois a cotação do dólar afeta diretamente no acúmulo de pontos.

  • Ernesto P

    Uma das matérias mais bem feitas que li aqui. Sempre soube que o Amex era um péssimo negócio para fazer compras no exterior, agora está provado. Parabéns!!

    • Ric

      Em 2012 levei o Amex do bradesco e mais 2 cartões e o Amex tinha o dólar mais caro, disparado, Quando fechou a fatura.
      Em 2015, no exterIor, levei o Amex novamente e usei uma única vez, numa emergência, em que os outros cartões não foram aceitos, e novamente o dólar de conversão foi muito mais alto (uns 20 centavos a mais).

  • alexandre

    Inviável fazer reserva pelo booking.com com o dólar tão instável. Alguém sabe se eles pretendem melhorar o sistema deles para possibilitar fazer reserva em Real tal como o hoteis.com?

  • Argeu Neto

    Excelente levantamento, mas acho que tem alguma coisa errada nessa cotação do credicard. Acabei de entrar aqui pra ver a cotação do dólar hoje(29/09) do Itaú que está: 4,29. E o credicard verifiquei em dois cartões diferentes e está também 4,29.

    Depois que o Itau comprou a Credicard eles estão usando a mesma cotação.

  • Ines

    Chegou na hora certa!! Obrigada!

  • Daniel Henriques

    Olha, esse post é digno de jornalão. Muito bom mesmo! Impressionante a diferença das cotações. Estava jogando dinheiro fora sem saber (meu cartão é do Santander)

  • Ines

    O Itau abusa e não é só no cartão de credito! Experimenta comprar dólares ou euros no Travel Money! A taxa Ptax deles é vergonhosa…

  • Samuel

    O Banrisul (banco aqui do RS) tem um dos melhores dólares tbm, muito perto do da Caixa! Hoje está R$3,98 (banrisul) – e o dólar está R$3,97.
    Larguei o Itau faz tempo… pior dólar do mercado + pior plano de milhas! Parabens para quem usa!!

  • Luciano Stinchi

    Segue alguns dados das minhas faturas para complementar a matéria

    Citibank Advantage Platinum

    29/12/14 Citi 2,82/ Comercial 2,7071 –> 4,17% de ágio
    28/01/15 Citi 2,73/ Comercial 2,5769 –> 5,94% de ágio
    25/02/15 Citi 3,01/ Comercial 2,8681 –> 4,94 % de ágio
    30/03/15 Citi 3,40/ Comercial 3,2317 –> 5,20 % de ágio
    28/04/15 Citi 3,04/ Comercial 2,9422 –> 3,32 % de ágio
    29/05/15 Citi 3,32/ Comercial 3,1873 –> 4,16 % de ágio
    29/06/15 Citi 3,29/ Comercial 3,1195 –> 5,46 % de ágio
    29/07/15 Citi 3,50/ Comercial 3,3293 –> 5,12 % de ágio
    31/08/15 Citi 3,83 / Comercial 3,6271 –> 5,59 % de ágio
    29/09/15 Citi 4,30 / Comercial 4,0591 –> 5,93 % de ágio

    Como podem ver o ágio varia muito mesmo considerando o mesmo banco.

    Como sugestão, peço ao MD para criar uma pagina em que os próprios leitores possam alimentar com os valores de dólares que vem nas suas faturas. E o MD alimentaria o valor de fechamento do dolar comercial do dia.

  • Robson NosboR

    Excelente matéria! Parabéns a quem sugeriu.
    Agora não é regra fazer o pagamento do valor dos gastos antes da data de vencimento.

    • Jonatas Elias

      Até por que o banco é tão sacana que o que você pagar antecipado eles descontam das compras nacionais, deixando as internacionais em aberto.

  • Marcio

    Os cartões do Itaú só valem a pena se converter os pontos para a Azul, pois não possui deságio e nem quantidade mínima. Além disso, a Azul frequentemente faz promoções com conversões com 40%, 70% e 100% de bônus. O problema é depois conseguir voo doméstico utilizando milhas pela Azul usando poucos pontos.

  • Felippe Uhlein

    O Nubank utiliza a cotação do dólar no dia da compra e não atualiza ela ao final da fatura. Tá aí mais uma economia do roxinho, além de não cobrar anuidade (e não possuir programa de fidelidade) 🙁

    • Rodrigo Bueno

      Vai te cobrar a diferença, ou devolver o valor pago a mais sim. Tá lá no contrato deles: “Caso a taxa de câmbio utilizada na data de processamento da transação e
      lançada na Fatura seja diferente da taxa de câmbio na data do vencimento
      da Fatura, o valor relativo a essa diferença será creditado ou debitado,
      conforme o caso, na sua Fatura do mês seguinte.”

      • Felippe Uhlein

        Sim, está no contrato isso sim. Porém, como a pesquisa quer mostrar a impressão dos consumidores, não estão se baseando no contrato. Eu fui aos Estados Unidos em julho (durante a explosão do dólar). Usei o nubank em uma compra só, justamente com medo de não saber o comportamento dele em relação ao câmbio. A compra foi taxada como 3,31 (cotação do dia) 16/07. Depois disso nunca mais foi atualizado. Para você ter a ideia, no meu cartão do BB a cotação utilizada foi próximo dos 3,60 e as duas vencem no mesmo dia.

        • Nuno Fonseca Wanderley

          Felipe, basta ver qual a cotação do dólar pela tabela PTAX do BC no dia do pagamento da sua fatura pra ver se foi o mesmo valor cobrado pelo nubank.

        • Rodrigo Bueno

          Na fatura não muda mesmo, mas na seguinte não teve nenhum lançamento de diferença?

          • Felippe Uhlein

            Nadinha…

          • Hugo Leonardo

            Você foi sortudo, porque de mim cobraram PTAX+4% (apesar de no menu Ajuda dizer que é só o PTAX) e no mês seguinte veio a diferença cambial com o nome “variação cambial” =/ e eu ainda mandei mensagem perguntando se eu poderia antecipar a compra em dólar, e falaram que não … o desânimo com o cartão foi lá para o alto.

      • Nuno Fonseca Wanderley

        Verdade, TODO cartão utiliza o dia de fechamento da fatura como parâmetro mas o que vale é a cotação do dia do pagamento. O nubank pode ser até melhor que o da caixa, já que ele utiliza a cotação através da PTAX do banco central, que é uma média da cotação dos últimos 4 dias. Ou seja, é bem possível que no dia do pagamento seja utilizado uma cotação igual ou inferior ao dólar comercial.

    • Luciano Stinchi

      Economia? Depende de qual cotação eles usam, comercial ou turismo. E usara cotação no dia da compra pode ser vantajoso ou não, tudo depende do comportamento da cotação do dólar entre a data da compra e a data de vencimento da fatura. Se o dólar cair, você perde dinheiro.

    • Jonatas Elias

      Eu tb fiz uma compra na moeda da malásia e converteu direto para reais. Paguei a fatura antes do fechamento para evitar surpresas e até agora não vei mais nenhuma cobrança, já que o dólar se valorizou depois.

  • Rodrigo Bueno

    Os cartões da Caixa utilizam o dólar comercial do dia do fechamento, com arredondamento para baixo ou para cima. Na verdade o índice é praticamente zero. No primeiro exemplo (fechamento da fatura 08/08), como era final de semana, usaram a cotação do dia 10/08: no Banco Central fechou a 3,4909, e o cobrado foi 3,49.

  • Carlos Dias

    Não sei se alguém percebeu mas a Caixa Econômica Federal está cobrando o dólar NO DIA DA COMPRA. Eu fiz várias compras desde maio de 2015 para uma viagem realizada em agosto e em todas as faturas o valor da compra já foi convertido de Dólar para Real no ato da compra. Inclusive a própria fatura do cartão está discriminando linha por linha qual foi o valor do Dólar cobrado para um determinado lançamento. Ou seja, pelo menos para a Caixa, acabou a flutuação do dólar entre o fechamento da fatura e a data do pagamento. Eu particularmente gostei dessa mudança!

  • Guibro

    Queria um ranking desses há tanto tempo! Perfeito! Vocês são demais!

  • Rafael Kapela

    No meu caso, Bradesco Visa Platinum, a cotação utilizada foi de R$4,30 para a fatura fechada ontem, quando o dólar fehcou a R$4,05.

    Sendo assim, uma diferença de 6.17%

    • Hugo Leonardo

      Olha, eu também tenho um Bradesco Visa Platinum e minha fatura venceu dia 25/setembro agora, só que na fatura mostra o dólar do dia do fechamento (e não do dia do pagamento), que foi de R$4,01 (dia 15/set), e o PTAX estava R$3,84, ou seja, uma diferença de 4,427%, e hoje, dia 30/set, o dólar lá na fatura mostra o valor de R$4,15.

  • Ronie Ruas

    Pra quem é de Brasília o cartão de crédito do BRB está usando o dólar comercial, melhor que o da caixa, (tenho os dois), além disso se for o platinum vc ainda tem direito a sala VIP do aeroporto JK com direito a um acompanhante adulto e um menor até 12 anos!

  • A ideia é fazer isso mesmo, Fernando! Obrigado pela sugestão!

  • Thiago

    Diego tudo bem?

    Você tem razão, infelizmente os cartões CAIXA não tem só coisa boa, eu também já tive muitos desabores com eles, inclusive de clonagem. Mas quando o assunto é compra internacional, eles são imbatíveis mesmo.

    • Aloisio

      Estou na Caixa ha pouco tempo.. e já indignado…
      Entre login e senhas foram 5 para operar em terminais e internet… E o problema é a constituiçao dessas senhas!!
      Quantidade de caracteres.. náo pode sequencia, nao pode duas repetiçoes… náo pode…só falta nao poder número par e muito menos impar! putz, extrapola o seu universo de possibilidades, ou seja, algo com que voce tenha alguma vinculaçao (a cor da cadeira da vovó…a trinca no pé da cama…etc). Tanta proteçao (para a Caixa) e voce tem que andar com a lista de senhas no bolso!
      E mais…, para uma transferencia tem antes que cadastar o beneficiário…acha pouco? é… através seu gerente! só falta ser pessoalmente! é o fim!!!
      Agora, ache um canal de reclamaçao, ouvidoria…tem?

      • Iva

        Só precisa cadastrar a conta beneficiaria se for para transferências acima de 1500,00. No site tem os fones para tirar duvidas, ouvidoria, etc.

        • Denise Campos

          Infelizmente essa ouvidoria deles está muitas vezes fora do ar. Nem site dela nem telefone funcionaram quando precisei reclamar sobre demora no atendimento qdo suspeitei de clonagem (levei 6 dias para conseguir ser atendida no atendimento do cartão após perceber uma transação não efetuada por mim, tentando ligar 4 a 7 vezes por dia,só dava sistema fora do ar qdo antendida ), ouvidoria estava fora do ar, passei o mês seguinte todo tentando registrar essa reclamação ate que desisti. Mandei no facebook da CEF demoraram uma semana para dizer que “lamentamos muito” e ponto.

          Meu Cartão é black, pontua bem, mas unificaram o atendimento dos cartões e agora é horrível, demorado, cheio de pessoas que não sabem de nada e não resolvem “não posso fazer nada, é o sistema”. Nessa denúncia de clonagem que eu percebi e denunciei, pois por eles continuava igual, a atendente disse pra mim que eu ficaria sem cartão, com ele bloqueado enquanto durasse a investigação e que não havia previsão de quanto tempo duraria, poderia durar 15 dias ou meses. Absurdo.

  • Thiago

    Fala ae Yuri, tudo beleza?

    Você tem razão, infelizmente os cartões CAIXA não tem só coisa boa, eu
    também já tive muitos desabores com eles. Mas
    quando o assunto é compra internacional, eles são imbatíveis mesmo.

  • Fabricio Reis

    Para quem tem Nubank e tiver dúvidas sobre como funciona, mandei um e-mail perguntando e me responderam o seguinte:

    …”quando você realiza uma compra internacional, irá aparecer, na sua lista
    de compras, o valor total em reais. Nesse valor está incluso a
    conversão do dólar (baseado na cotação do dia do dólar PTAX – Banco
    Central – em que a compra foi processada) mais o IOF mais spread cambial
    (4%).
    Com isso, quando a sua fatura vencer, comparamos a cotação
    do dólar do dia do vencimento com a cotação do dia do processamento da
    compra, se houver diferença para mais ou para menos, nós debitamos ou
    creditamos o ajuste na fatura seguinte, essa diferença constará como
    Variação Cambial na sua fatura”…

    • Hugo Leonardo

      Engraçado que no menu Dúvidas Frequentes não fala desse spread cambial de 4%, fala simplesmente da cotação PTAX da data de vencimento, é só pesquisar lá.

  • Diogo Avila

    Excelente matéria, se não desse tanto trabalho fazer todo mês, bem que seria um belo post recorrente. PARABÉNS MD!!!!

  • Diogo Avila

    Excelente matéria, se não desse tanto trabalho fazer todo mês, bem que seria um belo post recorrente. PARABÉNS MD!!!!

  • Guibro

    Será que essa conversão é a mesma utilizada na hora de computar os pontos, já que são calculados em milhas por dólar, mesmo nas compras em reais?

  • Jose

    Parabéns pela excelente matéria que deveria ter sido feita por um site de economia, conforme comentário. O MD superou-se, para quem não sabe, foi referência em matéria de página inteira sobre preço de passagens para região norte do país no Jornal do Senado e, agora, esta excelente matéria pioneira que deixou para trás as ditas publicações econômicas especializadas. Pelo que entendi, o melhor cartão de crédito é o Cartão Caixa Mastercard Black, no quesito valor e metodologia do dólar cobrado na fatura, nestes tempos de dólar ascendente. Para saque no exterior com cartão de débito, fica a sugestão do comparativo da cotação do dólar para um próximo artigo.

  • vandersilva

    Alguém sabe a cotação do dolar do cartão NU Bank?

    • Hugo Leonardo

      Eles alegam ser o PTAX (a cotação oficial do Banco central) correspondente ao dia do vencimento da fatura, está lá no menu Dúvidas Frequentes > Compras e Saques > Qual a cotação utilizada para compras em dólar.

      Mas o valor não bate, o de um amigo deu 4% de ágio dois meses atrás, a minha fatura desse mês deu 7,1% sobre a cotação oficial do BC e o valor que eles me cobraram.

      E ainda pior, eles não deixam você fazer antecipação de pagamento do valor em dólar, se você antecipar, eles ainda vão cobrar o valor na data de vencimento. Até onde sei, eles deveriam cobrar o valor do dia que foi paga a fatura, se houve antecipação, o valor tem que ser o desse dia. BB também não gosta de fazer isso, você tem que exigir, o Bradesco só faz enquanto a fatura está aberta, se fechou, eles alegam que não pode mais.

      • critico poa

        NU Bank ainda tem muitos problemas e ainda espero que de outros problemas, porque é difícil acreditar numa instituição que já não te cobra nada pelo cartão, algum lugar eles vão te tirar extra.

  • Fabio Monteiro

    Se vocês quiserem adicionar a cotação do nubank, fiz uma compra dia 5/1, minha fatura vence dia 20/1, e a diferença foi bem grande até. a cotação na fatura veio u$1-2,80, e a cotação do dia 20 foi 2,613

  • Daniel

    Comparei com minha fatura da Porto seguro Infinite e não bate essa diferença de 7,3%, a cotação do dólar comercial em 11/09/15 foi de 3,87, e na fatura fechou a 4,06, ou seja 5% como sempre venho calculando.

  • Bruno Santos

    Show! Parabéns pela ótima matéria, MD!!
    Soh tem uma coisa, eu nunca vi eles creditarem a variação cambial, jah o contrário eh certo.
    Alguém jah recebeu algum crédito com a baixa do dólar entre o fechamento e o vencimento?

  • Ricardo

    Pessoal,
    1- abaixo vi as discussões sobre conversão cambial entre outras moedas e dólar. Isso pode ser visto na própria fatura, quanto foi gasto na terceira moeda aparece junto do produto, ao lado o lançamento em dólares. Assim sabe-se qual câmbio intermediário foi utilizado, e consultando o banco central do País onde o gasto foi feito, poder-se saber o spread cambial, assim como foi calculado entre dólares e reais. Quem sabe o MD se aventura a fazer isto para as principais terceiras moedas e confirma se o spread aí é por Bandeira e não por emissor? 🙂
    2- sobre esta história do banco perder ou não, eu não sei, mas não imagino que a Caixa não faça exatamente como todos, geram a fatura com um dólar e cobrem ou devolvem a variação cambial na fatura seguinte, conforme a data de pagamento da fatura anterior. Fora isso os Bancos fazem, isto é base para fundos cambiais, operações no mercado cambial para ganhar (ou perder) em cima da oscilação cambial. Existem diversas formas de operar em moeda estrangeira, desde compra da moeda em si, até compra de títulos atrelados ao dólar, como temos tanto ouvido falar neste período de turbulência cambial onde o governo vende títulos com promessa de recompra pagando o valor do câmbio futuro (swaps cambiais). Mas todo este jogo acredito que está totalmente separado do compromisso de nós clientes em moeda estrangeira. O banco não precisa jogar no mercado cambial porque o risco é todo nosso – nós que pagamos a variação cambial. O spread cambial já é lucro do banco – ou ao menos custeia a operação em moeda estrangeira. E não acho que as lojas no exterior recebam antes da gente pagar os cartões, deve ser que nem aqui no Brasil, a loja recebe depois ainda de que pagamos a fatura (e o banco ganha com mais este spread temporal – circula com o dinheiro neste meio tempo).
    3- MD, outra sugestão seria colocarem na tabela dados dos cartões considerados (Segmento, Bandeira, Cartão). No meu caso Bradesco, Prime, Mastercard, Black fechou exatamente a cotação listada por vocês. A Central de Atendimento do cartão (pelo menos do meu) informa a cotação usada na data que tu perguntar. Então os contribuintes ao post (e eu me candidato a entrar na lista) podem ajudá-los buscando cotações de outras datas até para ver tendência entre os cartões de diferentes bancos e ver se há diferença entre segmentos, bandeiras e cartões. Se houver política comercial envolvida certamente terá!
    4- Por fim, alguém falou do HSBC. Será que eles já não estão usando o spread do Bradesco? Ou manterão spread independente, como é o caso da Amex? No caso da Amex é meio estranho, a operação é meio híbrida, alguns cartões novos são Bradesco Amex, outros são só Amex. Tanto que alguns migraram de programa de fidelidade (sairam do Amex Rewards). Vamos ver como será a migração dos clientes HSBC para Bradesco Prime/Private.

    • Ricardo

      Pessoal,

      Agora que li o post do Thiago com calma. O que a CEF fez então no crédito é igual ao que todos bancos fazem no débito. Fazem a operação de câmbio no dia do gasto. Mesmo assim acho que a loja não recebe no exterior como no débito, deve receber mais adiante. E a CEF não perde nada, porque cobra na fatura do cartão o valor em reais equivalente ao valor gasto na operação de câmbio (com seu spread).

      Sobre isto ser bom ou ruim, para o cliente em geral é bom porque fixa o dólar e faz a média durante a viagem. Para clientes mais interessados nisso e em viagens mais longas pode ser ruim porque tira a opção do cliente preferir aguardar o câmbio final – ele pode estar em queda. Se ele estiver subindo, como o post indica o próprio cliente pode decidir e solicitar pagamento antecipado para travar o dólar.

      Abraços,

      • maria lucia

        Trava no Santander não é aceita. Se pagar antes e o dolar tiver subido entre o dia do pgto e o do vencimento da fatura, no més seguinte virá o débito referente à variação cambial.

    • Obrigado pelas contribuições, Ricardo. Vamos definir a metodologia da atualização da pesquisa e faremos contato!

  • Edu

    A intenção foi boa mas a matéria foi incompleta.
    Sem dúvidas, o maior “ladrão” de câmbio é o HSBC… Possuo o Porto Seguro Platinum e o HSBC Premier. Enquanto a taxa do Porto Seguro é de 4,20, do HSBC chega a 4,40… Banco ladrão para quem usa-o para compras internacionais.

    Fujam do HSBC na parte de câmbio!!

  • Vanessa

    Boa tarde, galera!
    Queria só fazer uma pequena observação. O Banco do Brasil (meu banco) possui uma política de reajuste cambial, então não se pode avaliar apenas a cotação do dia, porque no mês seguinte eles fazem o cálculo da variação cambial do dia da compra até o fechamento da fatura e nos cobram ou devolvem a diferença. Claro que todos sabem que SEMPRE cobram. E estou falando de valores altos de, por exemplo, numa compra de USD385, no mês seguinte me foi cobrado um valor de R$100,12 de ajuste cambial.
    Muito legal a matéria MD, mas sempre tem umas pegadinhas no final do mês ou no meu caso, no outro mês.

  • Geovani

    Onde tu conseguiste a cotação do cartão?

  • Leandro Alves

    Legal essa do cambio do dia na caixa, eu nem tinha notado, mas fui ver a fatura, e ai vao exemplos do que esta escrito nela, valor e dolar do dia, tudo muito explicado, ta entrando no eixo depois do caos da saida da terceirizada do itau.

    3-8 compra US$349.99- dolar 3.47 – R$1214,46
    4-8 compra US$2000.00 – dolar 3.49 – R$ 6980,00

    • Guilherme Strapasson

      Cara, onde viu seu extrato detalhado assim da caixa? eu olho no meu IB e não mostra nada da cotação.

      • Leandro Alves

        Fatura impressa recebida pelos correios.

  • thalesac

    Faltou o cartão com a melhor cotacao do Brasil, que cobra simplesmente o dólar comercial. Sicoob. Cotação do dia anterior

    • Thales o Sicoob é apenas para cooperados e não para o cliente comum. Por isso não incluimos ele. Abs

      • thalesac

        Obrigado pela resposta.
        Existem cooperativas de livre admissão, portanto todos podem ter acesso a conta.
        Seria interessante divulgar isso, talvez os bancos diminuam o abuso com uma melhor concorrência.
        Abraços

        • Netto

          exatamente. Eu tinha até comentado isso aqui, mas não sei porque foi apagado. Eu mesmo abri uma conta mês passado numa cooperativa do sicoob que tem livre admissão (adeus black do BB, Bem-vindo Black do sicoob, que detalhe, tem acesso GRATUITO a todas as salas do lounge key). Sei que em Brasília é fácil encontrar uma cooperativa de livre admissão…nos outros estados eu não sei.

  • Lana Paris Rocha

    Realmente no cartão da caixa a cotação do dólar é do dia da compra.

  • Felipe de Oliveira

    Faltou do Banco BonsucessoVisa…

  • IVANA

    Mas o dolar na casa de cambio não é o turismo? Comprei dolares nestas datas acima nas casas de cambio e bancos publicos e paguei bem mais. Aliás pq não colocaram o dolar turismo ao inves do comercial na pesquisa?
    Acho mais vantajoso usar o cartao nas viagens, o meu é da Caixa e ganho 2,1 milhas por dolar gasto, sem falar na segurança e prazo pra pagar a fatura chega a 40 dias…

  • IVANA

    Vc ligou pra central pra informar a viagem? Eu uso em todas as viagens internacionais, pra comprar e pra sacar. Bem melhor que o Visa. Seguro viagem, seguro do carro alugado, seguro de bagagem extraviada/atrasada, etc.

  • Dom America

    Didaticamente corretos os dados apresentados! Bom deixar claro que, no caso do American Express Card, The Platinum; que é um clube fechado, deve-se observar que a anuidade é indiscutível e ortodoxa: R$ 1.300,00; e o dólar operado pela AMEX (autorizado pelo Bacen), é o mais caro de todos. Hoje, o U$ fechou em R$ 4,97; já a Amex praticou R$ 4,15 – Sou cliente The Platinum; vou para a Itália em Outubro, participar de uma expedição Rally; e usarei, acaso precise, meus outros cartões, Visa Infinite e Master Black. Outra coisa importantíssima que todos precisam saber: a AMEX cobra + 5% para despesas em outras moedas que não sejam o dólar USA; eles chamam isso de MARKUP! Se puderem, leiam meu blog http://www.irregular.com.br

  • Dom America

    Fato, Yuri! A CEF é a pior entre as piores em atendimento! Mas também, cuidando da dinheirama que eles cuidam, que praticamente não pertence a ninguém, não precisam atender bem! Lamentável!

  • Henrique Taranto

    Tem um detalhe nisso tudo, as vezes vem esses valores só que no mês seguinte vem a diferença alegando que esse valor de dólar foi fechado do fechamento da fatura!!!!

  • Víkingr Hamarr

    Como já comentaram, o Banrisul pratica o Dólar Comercial. Não sei porque não colocam aqui, lembro de uma reportagem há um ou dois anos atrás falando sobre o dólar nos cartões e também não citava o Banrisul, que teria a melhor taxa entre os apresentados. De qualquer maneira, eu tenho dois cartões, o meu do HSBC que tem 1,5 por dólar e que eu uso pra todas as minhas compras no geral aqui no Brasil e um cartão baratinho internacional da Banrisul, que uso quando vou fazer compras no exterior, ele faz só 1 por dólar mas pago o dólar comercial.

  • Thiago

    Temos sim. Basta ir atrás das melhores opções, e não ficar se lamentando em cima das piores. O comparativo está aí, basta utilizá-lo.

  • Thiago

    Dólar de casa de câmbio é turismo, muito mais alto!! E tem as milhas acumuladas (milhas = dinheiro).

    Fiz uma simulação uma vez. Percebi que usando o cartão Black da Caixa, considerando as milhas acumuladas, a cotação final era apenas 0,02 acima da cotação de uma boa casa de câmbio.

  • Marcelo

    Marcelo

    Só acho que não tem como fechar a fatura antes do prazo , caso ocorra alto do valor no período a operadora cobra a diferença próxima fatura …

  • Obrigado, Kako!

  • Vanessa, obrigado! Não é só o BB que faz isso. Todos os bancos adotam essa mesma prática. Como a comparação foi feita igualmente para todos, não muda o resultado do ranking.

  • Obrigado pela sugestão e comentários , José!

  • Rogerio

    Ótimo! Gostaria de ver o cartão do Nubank neste ranking. No material dele diz que o dólar cobrado é o da cotação do banco central!!! Alguém confirma??

  • albertobarros

    Isso vale apenas para o Black ou qualquer cartão internacional CAIXA?

    • Lili

      Qualquer cartão internacional o dólar tem a mesma cotação.

      • albertobarros

        Vc não entendeu a minha pergunta. O Thiago postou dizendo que a CAIXA converte o dólar no dia da compra, o que quero saber se isso aplica somente ao cartão Black deles ou qualquer outro, como o Internacional, Gold, etc.

    • Thiago

      Qualquer cartão internacional CAIXA.

      • albertobarros

        Muito obrigado Thiago! Vou agora mesmo solicitar o desbloqueio do cartão internacional da caixa, meu cartão da porto esta me esfolando.

  • Kadu

    Tenho um Caixa MC Black e também acho a cotação excelente. Só tem um problema: mesmo ligando pra Central e autorizando seu uso no exterior, em várias viagens o cartão me deixou na mão, só dando mensagem de ‘Transação Negada’. É uma loteria, em algumas viagens ele funciona OK e em outras nada. Nessas ocasiões acabo tendo que usar um outro cartão com cotação bem pior…..
    Alguém mais já passou por isso?

  • Fernando Ribeiro

    Um cartão que tem um diferencial interessante é o do Bancoob e cooperativas afiliadas. Este cartão converte pelo valor do dólar comercial do dia anterior ao da compra, assim, você não leva nem um susto quando chega a fatura.

  • Fernando Ribeiro

    mas a maioria dos cartões já tem um sistema que envia um SMS imediatamente após cada transação com o cartão internacional, facilitando em muito o bloqueio imediato. Veja se no de seu banco este serviço não está ativo.

  • LÉSIUS LENHADUS

    Banco do Brasil, VISA Infinite, fechamento da fatura em 25/09/2015: Dólar Oficial R$3,9472; Dólar Fechamento da Fatura R$4,3207. Ágio de 9,46%.

  • Hugo

    O comparativo so seria mais justo e mais valido se todas as datas de fechamento fossem iguais, Dos meus cartoes o Santander foi a cotação mais cara e o BB o mais barato para uso no exterior. A listagem que é chronologie nao achei apropriada fazendo o leitor ir buscar outras fontes de comparaçao e pesquisa.

    • Hugo, não há necessidade de serem todos na mesma data porque há uma constante que serve como padrão: a cotação do dólar oficial

  • LÉSIUS LENHADUS

    Banco do Brasil, VISA Infinite, fechamento da fatura em 25/09/2015: Dólar Oficial R$3,9472; Dólar Fechamento da Fatura R$4,3207. Ágio de 9,46%.

  • thalesac

    Também uso e recomendo o Sicoob. Inclusive já tive problemas de saque do exterior e restituiram dentro de alguns dias.

  • Denise Campos

    Estamos passando por um período de muita flutuação no dolar, só subindo, por isso ando achando arriscado usar o cartão no exterior neste momento. Mas em momentos mais estáveis eu prefiro usar o meu caixa black, pois acaba ficando muito próximo do alto dolar turismo cobrado efetivamente nas casas de câmbio, mesmo pagando IOF nas viagens que fiz em 2013 e 2014 foram mais vantajosas as compras/gastos que fiz no black do que em espécie

  • Pedro

    O meu cartão é o Visa Santander Select Elite, a atualmente está colocando 6,65% de taxa em cima do Dolar Comercial!! Confere se a conta ta certa: Cotação do dia 6/11/2015 para dolar comercial foi de 3,76, só que o do cartão está em 4,01. Um absurdo de caro!!

  • asdfgqwerty

    Duas coisas:
    – não adianta dizer qual a cotação cobrada por cada banco sem dizer qual é o cartão (duvido que a cotação seja a mesma pra Visa universitário ou MasterCard platinum)
    – minha contribuição: o nubank não cobra nenhuma taxa, mensalidade, anuidade, nada. Mas cobram cotação PTAX + 4% de spread.

  • Sergio

    Comparar com o dólar comercial não tem valor, uma vez que o valor de referência que os bancos usam é o dólar PTAX. Além disso, se aumentassem o número de datas avaliadas veriam que vários bancos, como o Santander e a Porto Seguro, usam o PTAX da véspera e não o do dia. Para avaliar corretamente, deveriam pegar uma série de datas e comparar com a cotação PTAX. Essa lista da forma como foi feita não tem valor nenhum.

  • Gabriel Hauer

    Prezados, gostaria de informar que a metodologia da CAIXA mudou, e estão cobrando um spreado MUITO alto. Pra se ter ideia, a cotação do dia 26/11 foi fechado em 3,76 e na fatura, a conta veio com cotação de 4,02 !!! Um valor de 6,9% maior que a cotação comercial ! E pior, na contestação ninguém sabe explicar o por quê, até desligaram na minha cara no atendimento.

    • Márcio Y Patricia

      Bom dia Gabriel. Você viu isso na sua fatura? Nas minhas faturas não aparece mais a cotação do dólar!
      Coincidência?

  • Bya Amorim

    Poderia haver um UPDATE dessa matéria incluindo o cartão NUBANK.

  • Bya Amorim

    Lendo agora o site do NUBANK, parece que o valor cobrado por eles não é um dos mais vantajosos em comparação com a tabela acima: Dólar PTAX + 4% sobre o valor. Em outras palavras: dolar oficial mais 4%. Fica abaixo do valor praticado pelo CREDICARD em diante. https://www.nubank.com.br/perguntas/#about-international….Pensava em usar ele agora na viagem na Europa, mas vejo que o cartao do BB (que é o que tenho) ainda é melhor que ele….

  • Anderson Morais

    E ainda tem o IOF… comprar no cartão é fria, o negócio é dinheiro na mão ou pré-pago. Acaba-se enriquecendo esses pilantras…

    • Danielle Gonçalves

      O pré pago tem o mesmo IOF do cartão de crédito e tu tbm tem que aceitar as cotações absurdas que eles impõe. São todos pilantras.

  • Kely Michel

    Alguém sabe de alguma alteração nas regras da Caixa?
    Recebi minha fatura esse mês com cotações diferenciadas para cada compra.

  • GBC

    Afinal de contas, estão ou não cobrando spread maior na Caixa?

  • Jaison Rubens Voltolini

    eu tambem tenho o banrisul e confirmo o que o João disse acima, depois da Caixa é o cartão que mais recomendo.

  • Bruno Gomes

    Excelente matéria, muito precisa também.

    Um cartão não listado e que possui uma cotação melhor é o cartão do SICOOB, ele faz cotação do dólar comercial e com uma vantagem a mais, cotação do dia anterior à compra, ou seja, o associado não precisa esperar o fechamento da fatura para saber o quanto vai pagar.

  • Marcos

    Faltou comentar o cartão Sicoobcard que é o dolar comercial do dia anterior à compra realizada e não do fechamento da fatura.

  • Mauricio Vieira

    Correção: a cotação de 3,79 que eu estava calculando era com base no totalizador da seção “compras internacionais”, o qual mostra o total em dólar dessa seção e o total em reais. Me esqueci do glorioso IOF, o que faz esse cálculo ficar distorcido. Na fatura oficial consta cotação diferente pra cada gasto, fazendo crer que eles praticam o dólar da data da compra mesmo. Mas há um acréscimo maior agora. Nos meus calculo ta girando em torno de 1,7 % da cotação oficial. Alguém tem mais detalhes ?

  • Danielle Gonçalves

    Eu tenho o Nubank e eles explicam direitinho como funciona pra eles. É utilizado o dólar do dia da compra e se no dia do vencimento da fatura a cotação for diferente vai ser lançado o débito ou crédito na próxima fatura. Eles também já avisam que o spread deles é 4%. É um percentual alto mas gostei da transparência deles de já divulgar esse dado.

  • Lucas Pavan Barros

    Recentemente fiz umas compras em dólar utilizando o cartão de crédito da Caixa e a cotação não estava nada boa. A diferença para a cotação do dólar comercial ficou próxima a 5%. Acho que deveria ser feita uma atualização no ranking da matéria.

  • João Marcos

    É necessário atualizar este ranking urgentemente!
    Fiz um cartão da Caixa para compras internacionais justamente por conta deste artigo.
    Acontece que fiz uma compra em que a cotação do dia estava R$ 3,17. Me cobraram R$ 3,29. Uma diferença de 3,78%, o que colocaria a Caixa na terceira posição do Ranking.
    Ao questionar o banco com relação a esta diferença, tive como resposta um MONTE de embromações, passei por todas as centrais, até chegar à Ouvidoria.
    Hoje recebi um email do Banco que em suma informa que eles são livres para praticar a cotação desejada, e inclusive citam este artigo para afirmar que a cotação da Caixa é a melhor.
    Ou seja, desde a publicação deste artigo, eles mudaram a forma como calculam o valor cobrado e ainda usaram dados ultrapassados (obtidos aqui) como base para argumentação
    Agradeço ao Melhores Destinos pela publicação deste artigo, mas ele está desatualizado. A sua atualização ajudaria as pessoas a não ir atrás de um servico que no final das contas não corresponde em nada às expectativas.

  • Daniel

    Essa diferença cobrada por cada banco, constante da tabela da matéria, é fixa ou ela varia de acordo com o mês?

  • Ana Isabel

    Bom, parece que as coisas mudaram. Eu sempre utilizei os cartões da CAIXA e uma das melhores vantagens era a cotação do dolar q não era muito diferente da cotação oficial, como demonstrado nesse post. Acontece que eu fiquei um tempo sem viajar ou sem gastar em sites internacionais e agora fiz várias compras de passagens e passeios de uma viagem que farei. Qual não foi minha surpresa quando recebi minha fatura e me deparei com uma diferença maior que o costume, cotação oficial 3,21 e dolar cobrado 3,31.
    E no caso levantado pelo Thiago, me dei mal. Desde o dia da compra até hoje, o dolar ja caiu 0,10 e a tendência de queda continua. Mas aí é leite derramado.

  • Andros Maldaner

    Dólar na CEF já era…..o black deles morreu agora. Atendimento péssimo e cartão rejeitado em vários estabelecimentos no exterior.

  • Andros Maldaner

    Dólar na CEF já era…..o black deles morreu agora. Atendimento péssimo e cartão rejeitado em vários estabelecimentos no exterior.

  • Andros Maldaner

    Bora atualizar o ranking pessoal do MD!!!!
    Os bancos usam o dólar PTAX +x% na hora da conversão, então seria legal se vocês descobrissem a porcentagem do ágil em cada instituição. Eu sei que a Porto Seguro é PTAX + 5%.

  • Andros Maldaner

    Bora atualizar o ranking pessoal do MD!!!!
    Os bancos usam o dólar PTAX +x% na hora da conversão, então seria legal se vocês descobrissem a porcentagem do ágil em cada instituição. Eu sei que a Porto Seguro é PTAX + 5%.

  • Ana Isabel

    Tudo q é bom dura pouco. Recebi minha fatura do mes passado, cartão da Caixa e no dia da compra o dolar fechou em 3,21 e o valor cobrado foi de 3,31 (sim, a caixa agora fecha no valor do dia da compra e não no fechamento da fatura). Liguei la e pedi explicações. Só disseram q o fechamento é definido pela mesa de operações de cambio da caixa. Perguntei sobre hj e tb fechou 10 centavos a mais que o cambio comercial oficial.
    Lamentável!

  • Demetrio

    Não é mais assim. Hoje a CEF cobra em média 3% a 4% de ágio

  • Rodrigo

    Uso o ELO Banco do Brasil Grafite e é muito bom!!!

  • J. Abreu

    Fiz uma compra ontem 08/03/2017 no valor de 132,00 dolares no Cartao Ouro Master do Banco do Brasil.. O dolar ontem esta a 3.16 mais fui cobrado pelo banco o dolar a 3.47. Esta correto isso? Liguei varias vezes no Banco mais NINGUEM resolveu ou ajudou a solucionar o problema. O Banco esta correto cobrando o dolar 3.47?
    Aonde pedir ajuda?

  • mauricius

    Acho que este post poderia ser atualizado tendo em vista a informação do comentário do Sr. Tiago.