Dicas e cuidados para a viagem de fim de ano

Denis Carvalho 7 · dezembro · 2012

Chegamos finalmente a dezembro e muitos já contam com ansiedade os dias para as merecidas férias de fim de ano ou para o descanso em janeiro. Se você está nesta turma, já comprou as passagens e reservou o hotel para a tão esperada viagem, é hora de ler algumas dicas para evitar problemas durante a viagem. São dicas simples, mas que podem ser a diferença entre férias maravilhosas ou uma viagem frustrada!

A primeira consideração é que você vai viajar na alta temporada, período em que todo mundo quer viajar. Isso significa que os aeroportos estarão cheios e os aviões, idem. Hotéis, restaurantes, pontos turísticos, enfim… tudo estará lotado e os preços mais caros. Mas nem por isso sua viagem precisa ser ruim. Com pesquisa e planejamento dá para aproveitar bastante sem se estressar!

1. Cheque as reservas

Reservou o hotel pela internet? Acertou o transfer por e-mail? Alguns dias antes da viagem perca alguns minutos e dê uma telefonada para confirmar se está tudo ok. Isso evita muitas dores de cabeça!

2. Acerte na bagagem

As malas que levamos no avião seguem algumas limitações de peso e volume. Além disso, é proibido levar alguns itens, como objetos cortantes, nas malas de mão. Para não ter problemas, fala as malas alguns dias antes, use um check-list para não esquecer nada e siga as dicas desse post para não ter problema

3. Check-in

Nessa época do ano é comum as companhias cancelarem alguns voos antecipadamente e lançarem alguns outros. Isso implica na mudança de horário do seu voo. Nesses casos, elas entram em contato para sugerir outras possibilidades. Faça o check-in pela Internet, no dia anterior à sua viagem e confira bem o horário do seu voo.

4. Chegue cedo

Se a sua viagem for dentro do Brasil, chegue de 1h a 1h30 antes do horário da partida do voo. Não precisa chegar mais de duas horas antes, mas também não deixe para chegar 30 minutos antes do voo! Vários leitores já contaram que chegaram 35 ou 40 minutos antes do voo e perderam o check-in. Depois que o voo lota, é muito fácil pra companhia dar uma enroladinha até faltar 30 minutos para o avião decolar e falar que o check-in foi encerrado faltando 30 minutos. No caso de viagens internacionais, o melhor é chegar com 2 horas de antecedência.

5. Documentos

Para os voos nacionais, é bem tranquilo: carteira de identidade (RG), carteira de habilitação,  passaporte, carteira de trabalho e até carteiras profissionais são aceitas. Se for viajar com crianças a coisa complica um pouco, veja aqui mais informações.

No caso dos voos internacionais, a coisa é bem mais complicada. Se for para um país que precisa de visto/passaporte é muito importante verificar se a validade deles é suficiente para todo o período da viagem. Nos países do Mercosul, você pode viajar apenas com o RG. Mas preste atenção: apenas o RG original ou o passaporte são aceitos! Carteira de habilitação e carteiras profissionais não têm qualquer valor. É importante levar um RG em boas condições.

6. Vacinas

Muitos países exigem de seus visitantes vacinas. É importante entrar com contato com o consulado/embaixada do país e se informar. Você pode ter que voltar do aeroporto, se não tiver com as vacinas em dia. Saiba mais aqui

7. Cuidado com as malas

Você já sabe que nos aeroportos arrombam as malas e roubam o que tem dentro delas? Sim, isso acontece no Brasil e em muitos outros países. Veja aqui dezenas de relatos. Evite colocar na mala objetos de valor. Além disso, fique atento às malas e bolsas nos aeroportos e jamais as deixe sozinhas, nem por alguns instantes.

8. Guia do passageiro da Infraero

A Infraero tem um Guia do Passageiro que é distribuído nos aeroportos, ele também pode ser consultado clicando aqui. Vale a pena dar uma boa lida pois lá tem algumas dicas importantes!

9. Direitos do passageiro (resolução 141)

A Anac tem no seu site uma seção com dicas para os passageiros. Lá tem uma versão em PDF da resolução 141, que detalha todos os direitos dos passageiros em caso de cancelamento ou atraso de voos, clique aqui para baixar.

10. Onde reclamar?

Se você tiver problemas com a companhia aérea e não conseguir a solução desejada terá 4 opções:

– Procurar o juizado especial que tem nos seguintes aeroportos: Brasília, São Paulo (Guarulhos e Congonhas) e Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão)
– Ligar no 0800 da Anac 0800 725 4445 (atendimento durante 24 horas)
– Procurar o post de atendimento nos aeroporto de Brasília (DF) e Guarulhos (SP).
– Formalizar a reclamação em www.anac.gov.br/faleanac

Esquecemos de algo importante? Deixe a sua dica nos comentários para que atualizemos esse post com mais informações importantes!

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Fernanda Beser

    Ótimo post! Sugiro ainda levar a "farmacinha", com os medicamentos mais usados e itens para pequenos curativos, e adaptador de tomada se for viajar para outro país! Ainda, que levem todas as informações importantes (endereço e telefone do hotel, contato do transfer, etc) impressos. O celular é muito prático para manter essas informações, mas é sempre bom ter um back-up físico e é importante lembrar que geralmente é proibido o uso de telefones na área onde se faz o trâmite de imigração e esses dados podem ser solicitados pelo agente que está te entrevistando.

    • Luciandro

      Olá, realmente ótimo post. Tenho uma dica de promoção, a partir de 19h Hotéis Intercity vão lançar ótimas condições, sendo que já recebi no meu e-mail, basta só confirmar.

  • Adriel Junior

    Sugiro também bater foto da bagagem despachada e do seu conteúdo para os casos de extravio. É importante também identificar bem as malas com o seu endereço fixo e declarar o valor do seu conteúdo. Se não me engano até $1500 não precisa pagar.

    Os itens mais importantes/caros, além das notas fiscais dos produtos, é melhor carregar na bagagem de mão.

  • Paulo Gottardi

    Ótimas dicas, apenas acrescentaria para redobrar a atenção com bilhetes comprados na Azul/ Trip pois e mesma vem cancelando muitos vôos e prejudicando muitos passageiros, eu mesmo iria p/ BH este final de semana correr a Volta da Pampulha e a cia cancelou a minha viagem de forma unilateral e impositiva!

    Pesquisando já vi relatos de pessoas que estão com problemas sérios nas festas de fim de ano!

  • Rodrigo Fraxino Arau

    Outra dica é levar algumas coisas essenciais na mala de mão, para o caso de extravio ou atraso na conexão.

  • Silvia Cristina

    Sugiro aida, tirar cópia do passaporte e mante- la em arquivo de fácil acesso.

    • Adriel Junior

      Mandar por email para si mesmo a cópia.

  • paulo roberto da sil

    Em grandes aeroportos, ficar de olho nos quadros de embarque, pois as empresas mudam o portão de embarque e o passageiro desligado perde o vôo.

    • Caio Alex

      Bem lembrado! Nesse ano, viajei com um grupo de amigos e na conexão em Brasilia por muito pouco não perdemos o outro voo. Estava no nosso cartão de embarque o portão 7. Ficamos na fila brincando e conversando quando alguém se dá conta que nossos nomes estavam sendo chamados diversas vezes para embarque imediato no portão 6 "devido ao reposicionamento da aeronave". Foi por muito pouco mesmo!

  • RABUGENTO

    Muito importante o alerta 4:

    Chegue cedo!

    As empresas estão cada vez mais lucrando com os passageiros que não fazem o check-in antecipado e tem bagagens para expedir.

    Os que chegam com menos de uma hora para o voo são impedidos de embarcar tendo que arcar com multas e valores de novas passagens.

  • Robson Dombrosky

    Eu ainda acrescentaria: faça um esforço para reduzir o volume da sua bagagem a ponto de não precisar despachar nada. Assim você pode fazer check-in no conforto do lar e ainda chegar no aeroporto em cima da hora do voo sem pegar nenhuma fila. De quebra não precisa ficar esperando a mala na chegada. Mas aí só precisa tomar cuidado para não levar nada que seja proibido na bagagem de mão.

  • Renan

    Acho que isso pode valer como dica tambem:

    1 – minha irma tinha recem casado e comprou a passagem com o sobrenome do marido mas nao tinha trocado no RG ainda. Resultado: teve que comprar uma passagem de balcao e gastar uma fortuna pra poder viajar no mesmo voo do marido e da turma que estava com eles

    2 – esses tempos atras peguei um onibus pra minha cidade mas que tinha destino internacional (paraguai). Quase nao me deixaram embarcar porque meu RG tinha mais de 10 anos. Creio que isso deva valer para todo o Mercosul também.

    • Carolina Lannes

      Renan, nesse caso há opções. Sempre que se muda o nome e não se emitiu um novo documento, basta viajar com comprovante de mudança. Sua irmã poderia viajar com a passagem comprada e o RG antigo, desde que levasse também a certidão de casamento. Isso também vale pra viagens internacionais. Claro que a companhia aérea não ia dar essa dica pra ela…

      • Renan

        Sim, apenas esqueci de mencionar que eles não levaram a certidão.

  • José Pedro Al

    O texto do Melhores Destinos é sobre "cuidados ao viajar". Então, vamos lá:

    AMIGOS BRASILEIROS QUE IRÃO A BUENOS AIRES: fiquem atentos com os taxistas de lá. Antes de irem procuren no Google por histórias dos taxistas de lá.

    Buenos Aires é excelente pra passear, andar, comer nos bons restaurantes de lá … Mas, cuidado com os taxistas.

    Adicionem-me ao Facebook e contarei o que aconteceu com nós.

    Buenos Aires es muy hermoso. La gente es buena y hospitalaria, pero fueron robados.

    Localización de robo: En frente del Hard Rock Café, Pueyrredón y Av. Libertador – Buenos Aires Design – 1119.

    Ladrón (conductor del táxi): Walter Emilio Hoyos

    Nacimiento ladrón: 10/04/1964 (EDAD: 49 años)

    Filiación ladrón: Belindo Enerio Hoyos y María Manuela Saban

    DNI 17.260.237 – CUIT 20-17260237-2

    Dirección del ladrón: 4934 Formosa, Bernal, Provincia de Buenos Aires

    Empresa que trabaja ladrón: RATAX S.R.L (Eiffel) – Taxi 17105

    Vehículo ladrón: Chevrolet Meriva 2010 – JDM 784

  • Orlando Junior

    Gostaria de contribuir com o site Melhores Destinos deixando esta dica que aprendi com meu amigo, que trabalha em uma agência de peregrinações.

    MALAS – Se for possível ter uma mala com segredo (aquela presilha que trava o zíper) é a melhor opção. Segundo o meu amigo, se alguém abrir a mala forçando o zíper, é possível retirar o que tem dentro, e fazer a volta toda no zíper da mala, dando a impressão de que ninguém mexeu em nada. Este "segredo" na mala impede que o infrator volte com o zíper em cima do lugar onde ele abriu, deixando-o aberto. Ladrão que é ladrão, não quer ser notado, e geralmente evite este tipo de mala.

    BAGAGEM DO CASAL – Outra dica do meu amigo é que, se um casal está viajando para o exterior, é interessante dividir as roupas de cada um na bagagem do outro, Metade da roupa dele fica na mala dela, e vice-versa. Se a mala de um dos esposos for extraviada, dá pra "se virar" com uma só, até que a outra chegue.
    Abraços!

  • Erick de Andrade

    Bom dia a todos!

    A dica mais importante, se você tem certeza que irá naquele voo, SEMPRE FAÇA O CHECK-IN! Muito mais garantido, você não precisa pegar fila, e viaja tranquilo.

    Faça um seguro viagem! Viagens nacionais é super barato, e você fica coberto! Tive dor de dente no ultimo feriado, gastei R$ 250,00 com consulta e remedios, graças ao seguro viagem fui reembolsado!

    Boas fetas!

  • Carolina Lannes

    Deixo aqui uma dica sobre viagens internacionais: antes de sair, mande para o seu próprio email cópias escaneadas do seu passaporte, RG, CPF, título de eleitor e certidão de nascimento/casamento. Com isso, caso seu passaporte seja perdido ou roubado você pode emitir um passaporte novo em qualquer consulado brasileiro, podendo continuar a viagem.

    Além disso, NUNCA saia na rua com seu passaporte, a não ser que estritamente necessário. Deixe o passaporte no cofre do hotel ou no cofre da recepção, se houver, e saia apenas com cópia do passaporte e outro documento de identidade. Na enorme maioria dos lugares aceita-se isso para pagar com cartão de crédito. Onde não se aceita? Bom, compre em outros lugares 😉

  • Denise Campos

    Quem comprou passagem da Gol usando cartão Visa também é bom conferir. Várias passagens foram canceladas por um problema de comunicação entre as empresas. Aconteceu com meu amigo e companheiro para uma viagem para Buenos Aires em janeiro. O Visa cobrou o valor (duas parcelas) mas por algum problema não consta o pagamento para a Gol. Para não perder a viagem meu amigo teve que comprar a passagem novamente (com outra bandeira) por mais que o dobro do valor da original (tinha pago R$750 e agora teve que desembolsar R$ 1600) e depois correr atrás do reembolso. No balcão de atendimento da gol tinha várias pessoas (com destinos diferentes)desesperadas com este mesmo problema, inclusive gente que viajaria no dia seguinte. Meu amigo ainda conseguiu marcar a ida junto com nosso grupo, mas a volta ficou diferente.

  • Felipe Augusto

    Detalhe!

    Para embarques para os países do Mercosul usando o RG, o documento com data de emissão com mais de 10 anos não é válido.

    Minha amiga do serviço perdeu seu voo que partiria em um sábado, ela não possuia o passaporte, pensa no trabalho que deu. Ela teve que dar entrada em um novo RG e esperar ficar pronto, perdeu quase uma semana.

    Eu particularmente nunca ouvi falar isso, mas por via das dúvidas é bom se prevenir.

    • Renan

      É… Foi o que mencionei no meu comentário anterior… Imaginei que o mesmo se aplicasse à qualquer outro tipo de transporte também.