Dicas da Ilha de Páscoa: saiba tudo sobre esse destino único!

Redação 18 · fevereiro · 2013

Como você viu em primeira mão aqui no Melhores Destinos, a TAM e a LAN estão com promoções arrasadoras para diversos destinos da América do Sul. Entre eles, é possível encontrar passagens para a lendária Ilha de Páscoa com preços a partir de R$ 588. Como muitos leitores estão aproveitando a promoção e querem mais informações sobre o destino, trazemos hoje um post especial que nossa leitora Thaísa Magalhães, autora do blog Janela ou Corredor, fez com dicas sobre lá após aproveitar uma promo aqui no MD. Certamente vai servir de ajuda para quem está se planejando ou mesmo de incentivo para os que estão indecisos sobre o destino. Acompanhe:

Chegar à Ilha de Páscoa é fácil, mas é demorado. Enquanto o grupo LATAM não define se haverá ou não voos diretos de Guarulhos, resta ao povo Rapanui espalhar este boato pela ilha, e a nós, brasileiros, escolhermos entre Lima ou Santiago para chegarmos lá.

Fui por Lima. Fui de LAN. Comprei a passagem na super promoção da TAM, publicada no site do Melhores Destinos. Paguei uma pechincha se comparado aos preços normais para lá.

Tive muita dificuldade de achar dicas atualizadas na internet e por isso deixo aqui informações que serão úteis para quem planeja conhecer este remoto paraíso na Terra.

Chegando ao aeroporto

Aeroporto Mataveri (IPC): um galpão com uma esteira de 20 metros, um caixa do Santander, três agentes de imigração e uma pista de pouso gigante, do tamanho da ilha de Leste a Oeste. Não tem sala VIP nem duty free, mas tem um café que aceita cartão de crédito e algumas lojinhas de souvenir. Os voos chegam e saem para Santiago, Lima e Papeete. Há rumores de que em 2014 haverá voos diretos de Guarulhos para a Ilha de Páscoa, pela LAN.

A companhia chilena é a única que opera na Ilha de Páscoa e seu escritório fica na rua principal. Recomendo que verifique o status do voo de retorno na véspera, no próprio escritório ou pelo site. Como a Ilha de Páscoa é a mais próxima de muitas ilhas do Pacífico, qualquer abalo sísmico por lá gera uma rota de emergência que atrasa a todos os voos, porque só permitem que saia um voo da ilha quando há certeza que haverá um voo escape para o continente.

O episódio do tremor nas Ilhas Salomão, em especial, gerou um atraso de 7 horas no meu voo e atrasos de até 30 horas para os voos de Santiago. O aeroporto está localizado a 2 km do centro da cidade, e próximo a todas as pousadas e hotéis da ilha e tem wi-fi grátis e sem senha!

Hospedagem

É muito provável que o transfer ao hotel já esteja incluso no valor da diária, assim como café da manhã. Os preços variam de 25 mil pesos nas pousadas mais simples (sempre identificadas como Chez, Residencial ou Cabaña), a 300 mil pesos nos mais luxuosos hotéis.

Eis alguns: Puku Vai, Hangaroa Hotel e Iorana Hotel

Transporte

Táxis dentro de Hanga Roa custam 2 mil pesos chilenos e devem ser pagos somente em dinheiro. Muitos circulam pela ruas e todos os lugares têm o contato do rádio táxi para chamá-los a qualquer momento.

Conhecendo a cidade

A Ilha de Páscoa é uma ilha de 160 km² localizada a muitas milhas daqui. É o lugar mais remoto do mundo, e um pontinho de terra no meio do Oceano Pacífico. A ilha é formada por três vulcões inativos (Rano Raraku, Rano Kau e Po Ike), mais de 900 moais em diversas fases de construção, duas únicas praias de areia (Anakena e Ovahe) e restaurantes muito bons.

Para conhecer a região recomendo o passeio de um dia inteiro na empresa Kia Koe, que disponibiliza guia rapanui fluente em espanhol, inglês e francês. O passeio custa 20 mil pesos incluindo transporte, mais 12 mil pesos caso queira almoçar com o pessoal, além das visitas a Rano Raraku, Ahu Te Pito Kura (o umbigo do mundo), Ahu Tongariki, e outros Ahus importantes.

O almoço é opcional, e logo após visita-se a praia de Anakena, que tem duas barracas que também oferecem almoço. Recomendo segurar a fome para comer na praia.

A mesma empresa oferece passeios de meio dia que completam a visita à ilha. Acho válido, mas prefiro conhecer à minha maneira. No caso, alugando um carro. Basicamente só há duas estradas na ilha, então você nunca vai se perder. E com raríssimas exceções de alguns trechos elas são bem pavimentadas e sinalizadas, e você pode parar a hora que quiser, aonde quiser.

Aluguei na Oceanic Rent a Car um Jimny da Suzuki por dois dias (70 mil pesos para dois dias e aceita todos os cartões). O carro é entregue com 1/4 de tanque e deve ser devolvido desta maneira, logo, em dois dias com o carro andando por toda a ilha gasta-se 17 mil pesos de combustível. Só há um posto de gasolina na cidade, e que não aceita cartão.

Mas se você não quiser alugar um carro, há outras maneiras de chegar a alguns dos lugares distantes, como Anakena, que está localizada a 18 km de Hanga Roa. Taxis custam 15 mil pesos ida e volta e ônibus, 5 mil pesos, também pagos somente em dinheiro.

Passeios imperdíveis (além dos básicos)

Museu Antropológico Padre Sebastián Englert: reúne peças arqueológicas e elementos de diversas fases da existência da ilha, incluindo uma estátua de moai mulher. Fecha às 17h30 e às segundas. Custa 1000 pesos chilenos.

Mergulho: Mergulhei com o pessoal do Mike Rapu. O centro abre todos os dias e oferece cursos de iniciação, avançados e batismo. Valores a partir de 20 mil pesos, dependendo do número de mergulhos. Há um moai submerso a 18 metros e as saídas de mergulho são próximas à cidade, a 3 minutos de barco.

Caverna: próxima ao Ahu Tahai, a pequena caverna é formada de lava vulcânica e tem uma linda vista para o mar.

Cemitério: Sério, ele é bonito.

Por do sol no Aku Tahai: Vá caminhando do centro de Hanga Roa até lá, às 21 horas.

Nascer do sol do Ahu Tongariki: Vá de carro alugado ou de táxi, agendado na noite anterior.

Estação da Nasa: por muito tempo a Nasa manteve uma estação na Ilha de Páscoa para controle espacial. A enorme pista de pouso do aeroporto é feita para pousos emergenciais de naves espaciais. Hoje a estação está desativada, e se parece com uma das estações do Projeto Dharma de Lost.

Observar o céu: O número de estrelas é impressionante. Mesmo que você tenha o costume de visitar o interior de cidades do Brasil e se fascina com o céu estrelado, adianto: nada é igual à Ilha de Páscoa.

Restaurantes

Estes são os meus favoritos:

Kaloa: no hotel Hanga Roa, tem um imperdível por do sol! O hotel é o melhor da cidade e o restaurante não deixa a desejar. Ótimo atendimento e ambiente. Comi o risoto de camarão, polvo e vieiras inesquecível. O primeiro pisco sour é cortesia da casa.

Makona: neste comi o melhor peixe da cidade, chamado Mata Huira, no prato Pescado de Salsa Exótica: Mata Huira com molho de leite de coco, manga e abacaxi. A atração à parte é a cantoria do Roberto Pakomio, um rapanui figura bastante talentoso, no estilo Jack Johnson local. Esta música, cantada ao vivo, me fez comprar o CD.

La Kaleta: minha relação com este restaurante é sentimental. Gosto porque o ceviche é honesto e o cardápio é escrito em quadro de giz, e já me ganha por isso. Atendimento e vista pro mar sensacionais.

Mana Gallery: o melhor ceviche é deste restaurante, localizado atrás do cemitério. É servido com abacaxi e camotes, que são batatas do Chile, roxas e amarelas.

Haka Honu: localizado ao lado do Banco Santander, este tem uma excelente torta de caranguejo, conhecida como Pastel de Jaiba.

Os abacaxis-picolé, vendidos nas ruas, são maravilhosos!

Informações gerais

A voltagem da cidade é 220V.

O melhor supermercado da cidade fica na rua principal e se chama Supermercado. Aceita todos os cartões e tem uma ótima loja de bebidas, com cervejas artesanais do Chile, piscos e vinhos. Logo ao lado há uma farmácia Cruz Verde, que também aceita cartão e vende água e algumas comidinhas tipo barra de cereal. A água da Ilha de Páscoa é potável em 90% dos locais, mas recomendo ingerir apenas água mineral que já digo logo: tem preço de ouro.

Tickets para o Parque Nacional Rapa Nui custam 30 mil pesos ou 60 dólares e podem ser adquiridos somente em dinheiro em Orongo ou Rano Raraku. A entrada vale para os dois parques por cinco dias, mas apenas uma vez por lugar. É possível comprar os tickets com 15% de desconto no aeroporto, antes da imigração, mas o quiosque só abre depois das 9 da manhã. Quem chega no voo de Lima não consegue comprá-lo, a não ser que o voo atrase.

Além do caixa automático do aeroporto, há outros dois: no Banco do Estado e no Banco Santander, ambos no centro da cidade.

O melhor lugar para comprar souvenirs é na cidade e não nos pontos turísticos. Há uma feirinha no centro e algumas boas lojinhas também.

Orongo era o ponto de partida da competição do Homem-Pássaro e está localizado ao lado do vulcão mais próximo da cidade, o Rano Kau, e há trilha para subi-lo. Leva-se 1 hora de muito sol na cabeça. Chapéu e protetor solar FPS 80 são essenciais. Só na hora que embarquei de volta para Lima que vi a placa no aeroporto dizendo que em uma escala de 1 a 10 em radiação solar, a Ilha tem 11! Passei protetor FPS 50 todos os dias e descasquei 2 vezes.

O Supermercado e a vendinha do posto de gasolina vendem a cerveja Hinanu, do Tahiti. Custa uns 1000 pesos. O Supermercado fecha tarde e a loja do posto fecha no horário do almoço até às 15h00.

Minha ênfase em apontar quem aceita ou não cartão de crédito foi porque deixei para comprar os pesos chilenos no último dia e muitas casas de câmbio não dispõem de estoque da moeda como em dólar e euro. Me surpreendi com a quantidade de lugares que aceitam cartão e mesmo com o IOF alto, ainda prefiro usá-los. Se você também é assim, fica a dica que não precisa limpar o estoque da casa de câmbio antes de viajar. Dá para comprar só o básico e contar com o seu dinheiro de plástico.

E você, já foi à Ilha de Páscoa? Deixe suas dicas nos comentários e ajude outros leitores!

O Michel do blog Rodando Pelo Mundo tem um post bem legal sobre a Ilha de Páscoa.

Publicado por

Redação

redacao

  • Marcelo Faria

    Post sensacional! Estou pensando em aproveitar a promoção atual e ir para lá, e estava com as mesmas dificuldades de encontrar informações. Muito obrigado à Thaísa Magalhães e ao MD. 🙂

    • Thaisa Magalhaes

      Oi Marcelo! Obrigada! Acompanhe mais posts no blog!

  • Bruno Willames

    Gostaria muito de ver as fotos das praias de lá!

    Aproveitando, Azul está vendendo passagens para Noronha apartir de R$197,90! São Paulo/sudeste apartir de R$335,00 o trecho.

    • Mauro Sérgio

      Em quais datas viu isso?

      E partindo de onde?

    • André L

      Noronha por R$200 o trecho?? Saindo da onde e quando??

      • Bruno Willames

        Meus caros, 197 eh o trecho partindo de Aracaju. De Sao Paulo/Rio esta 335. Achei pro mes de junho. Tem saindo de varias cidades mas tem que coferir la o preco.

        • Diego

          Qual melhor epoca para ir a Noronha ?

          Estou perdido pra onde eu vou… Ilha de pascoa em Março… Agosto para Noronha… dezembro para Orlando e janeiro Aconcagua…vou ter que ter varios atestados medicos, pq meu chefe vai me mandar embora..Rsss..

          Valeu

          Abbraços

  • Mauro Sérgio

    Aproveitei a promocão e comprei para 28/04 a 06/05.

    Se tiver alguém indo por ai…

    E foram ótimas as dicas.

    Obrigado!

    • Thaisa Magalhaes

      Oi Mauro! Obrigada!

      Aproveite a viagem! O lugar é mágico!

  • Tales Gomes Costa

    Também gostaria de ver mais fotos e saber de mais detalhes. Como posso te localizar no facebook ?

    Obrigado

    • Thaisa Magalhaes

      Oi Tales! Vou publicar mais fotos e posts sobre a Ilha de Páscoa no meu blog, na semana que vem! Acompanhe lá! Abraços.

  • André L

    Thaisa, adorei o seu relato, li inteiro! Consegui comprar minha passagem nessa promoção de agora e vou em junho. Posso fazer algumas perguntas?

    1) Você tem certificação de mergulho ou esse que você fez pode ser feito por qualquer pessoa mesmo sem certificação PADI ou NAUI?

    2) Sobre o câmbio, vc não chegou a pensar na possibilidade de fazer saque internacional em moeda local com seu cartão de débito da conta corrente aqui do Brasil? Imagino que seja possível, vc chegou a tentar? Pergunto isso porque essa é minha opção de câmbio em todas as viagens, pra evitar a cotação desfavorável das casas de câmbio e pra evitar o IOF de 6,38%. Se isso não funcionar na Ilha de Páscoa, preciso pensar em outra alternativa…

    3) Que época você foi e como estava o clima? Choveu muito na ilha?

    4) Ah, e quantos dias vc ficou lá?? Eu ficarei 5 dias. Em alguns relatos eu li que 5 dias é tempo demais, outros disseram que é tempo de menos… Enfim, não consegui ter uma conclusão a respeito!

    Obrigado e mais uma vez parabéns pelo relato!

    • wesley ribeiro de ol

      Thaisa tb adorei seu relato. Estou indo dia 12 de junho e as duvidas do Andre L são as mesmas minhas, Se puder nos ajudar… ficaremos muito agradecidos.

      • Thaisa Magalhaes

        Olá André e Wesley,

        Que bom que conseguiram encontrar passagens baratas. Até eu, que acabei de chegar de lá, estou pensando em voltar.

        Bom, vamos às respostas:

        1) Eu tenho certificação básica NAUI, que equivale a Openwater PADI. Os dois centros de mergulho de lá operam com PADI e oferecem cursos e batismos, e tem que ter curso para mergulhar. Lembrando que o moai fica a 18 metros, logo, o certificação inicial já permite este mergulho.

        2) quanto ao câmbio, não cogitei sacar da minha conta porque nem tenho cartão do meu banco, só de crédito mesmo. E mesmo com o IOF ainda saía mais barato que comprar pesos chilenos nas casas de câmbio. Infelizmente não sei dizer se é possível sacar direto da conta. Talvez seja no Banco Santander. No outro caixa, do banco chileno, não sei dizer. Outra opção é levar dólar ou euro.

        3) visitei a Ilha de Páscoa em fevereiro e o clima estava bom exceto nos dois primeiros dias, que peguei uma chuva bíblica! Mas daquelas que passa 1 hora depois de alagar tudo. Uma dica: compre saco impermeável para guardar celular, carteira e passaporte. O meu é da Sea to Summit, de 5L, e quebra um galhão!

        4) Eu fiquei 7 dias e achei suficiente, mas porque gosto de conhecer a cidade no meu tempo, sem correria. Acho que 4 a 5 dias são suficientes para conhecer tudo, mas se você decidir mergulhar, leve em consideração que só poderá fazê-lo a partir do segundo dia até o penúltimo, já que não se deve pegar avião antes e depois de mergulhos abaixo de 10 metros.

        Outra dica legal que não disse no post: quem visita a Ilha de Páscoa pode carimbar o passaporte no correio local, em frente ao cinema. Depois veja lá no Instagram do Janela ou Corredor.

        Espero ter ajudado.

        Quando voltarem, compartilhem seus relatos.

        Tenho certeza que vão adorar o local!

      • Thaisa Magalhaes

        Olá André e Wesley,

        Que bom que conseguiram encontrar passagens baratas. Até eu, que acabei de chegar de lá, estou pensando em voltar.

        Bom, vamos às respostas:

        1) Eu tenho certificação básica NAUI, que equivale a Openwater PADI. Os dois centros de mergulho de lá operam com PADI e oferecem cursos e batismos, e tem que ter curso para mergulhar. Lembrando que o moai fica a 18 metros, logo, o certificação inicial já permite este mergulho.

        • Thaisa Magalhaes

          2) quanto ao câmbio, não cogitei sacar da minha conta porque nem tenho cartão do meu banco, só de crédito mesmo. E mesmo com o IOF ainda saía mais barato que comprar pesos chilenos nas casas de câmbio. Infelizmente não sei dizer se é possível sacar direto da conta. Talvez seja no Banco Santander. No outro caixa, do banco chileno, não sei dizer. Outra opção é levar dólar ou euro.

          • Paulo bernardes

            Atencao com os rapanuis

          • Renato

            Ótimo guia Thaisa. Parabéns.

            Acabei de voltar de lá também e vou tentar complementar suas dicas, se é que é possível. 🙂

            Primeiro, a dúvida sobre saque em moeda nacional: É possível tanto no Santander, quanto no Banco do Estado (no Aeroporto eu não saquei). O câmbio é muito mais vantajoso que comprar Pesos aqui no Brasil ou no Chile.

            Hospedagem: Fiquei no Cabañas Christophe. É limpo, bem localizado, tem todo o conforto necessário e possível na ilha e, o principal, o próprio Christophe e sua esposa cuidam para que tudo seja perfeito. Ele é um francês que tem uma história muito interessante de como chegou à ilha e como por lá ficou e ela é Rapa Nui.

            Forneceram guias (A Companion To Easter Island), dicas e tudo o que precisamos. Chegamos de madrugada no vôo que parte de Lima, o Christophe nos buscou no aeroporto, antecipou o checkin, forneceu café da manhã extra e ainda fez um mini-tour no centro, explicando como se locomover na ilha.

            A propósito, com relação à entrada para o parque, também peguei o guichê do aeroporto fechado. Contudo, como a gente acaba passando pelo aeroporto para ir a várias atrações da ilha, em uma das vezes havia um vôo desembarcando, passei a conversa no guardinha, expliquei que não pude comprar quando cheguei e ele me deixou entrar para comprar.

            Transporte: Aluguei um Jimmy com o Christophe, era novinho (tinha 6.000 rodados), saiu mais barato que na Oceanic ou na Insular, sem burocracia e estava na minha porta na hora combinada.

            Conhecendo a ilha: Com o guia, as dicas e o jipinho, não é necessário fazer nenhum passeio. É possível conhecer cada local em ritmo próprio, dedicando mais tempo ao que vale mais a pena e não correndo o risco de ter que aturar aquele personagem que tem em qualquer passeio fechado, que não para nunca de tirar fotos e não cede a vez.

            Restaurantes: Confesso que não fui muito feliz em minhas escolhas Hetu u e Te Moana. O belga Au bout du Monde é uma boa para curtir o por do sol e a comida, apesar de ter sido melhor em relação aos outros, foi apenas boa. Sendo assim, fiquem com as dicas da Thaísa.

            Supermercados: Tem uma espécie de loja de materiais de construção / supermercado (é isso mesmo) na rua do aeroporto indo em direção à Anakena que vende bebidas e enlatados a preços bem mais razoáveis. Me parece que pertence a uma empresa de transporte marítimo.

            Passeios: Todos os Ahus (Plataformas) e Moais são muito interessantes, mas considero imperdíveis:

            1) a "fábrica de moais" Rano Raraku, em cuja cratera se realizaram algumas das competições da Tapati deste ano (espécie de olipíada – festa Rapa Nui);

            2) Ranu Kau, a cratera do vulcão Orongo, o lugar mais bonito e fascinate da ilha, pura energia. Pode ser acessada de carro ou a pé a partir da trilha que começa na caverna Ana Kai Tangata (que, por sinal, fica a alguns metros da Pousada).

            Mergulho: Essa é a minha praia, sou especialista em projetos por profissão e mergulhador por opção. Para se ter ideia, fiz uma viagem de vinte dias por Lima, Ilha de Páscoa, Mendoza e Patagônia (argentina e chilena), mas o objetivo era mergulhar em Rapa Nui.

            É necessária a certificação para mergulhar, não aconselho a ninguém fazer batismo em qualquer lugar que seja. Quer fazer mergulho autônomo (com cilindro), procure uma escola e faça o curso, ao menos o básico.

            Para ir ao melhor ponto de mergulho conhecido e mapeado da ilha (Los Motu), é indicado ter nível de certificação avançado. Digo mapeado porque estamos falando de uma ilha pouquíssimo explorada em termos de mergulho. Aliás, considero o mergulho na ilha muito amador (quem conhece Bonaire, Roatan, Bahamas ou até Noronha vai concordar), os barcos são ruins, a manutenção do equipamento também e acredito que há muito ainda a se desenvolver. Mergulhei com a Orca, mas pelo que observei, as duas operações são similares.

            Apesar da operação, a visibilidade é absurda e a paisagem submarina é incrível.

            Espero que tenha ajudado aos próximos viajantes.

            []'s,

            Renato

    • Paulo bernardes

      Prezados, estive na Ilha em 2011 por 7 dias, comprei pelo melhores destinos.

      5 dias dá pra fazer muita coisa mas na verdade acho pouco, isso ainda sem mergulhar. O lugar é bem interessante, apesar dos rapanui serem bem estressados.(não aceitam o domínio chileno e todos se encontram, parece um BBB sem fim, tem video no youtube de brigas por lá). Tem varias e varias cavernas, visuais incríveis, moais até cansar. So tem uma praia com areia e é bem longe da vila. Conhecer a historia da ilha, dos moais e rapanuis é muito interessante tb. Os preços são caros, exploram mesmo, fiquei num albergue, muito agradável tb. Pode-se alugar carro ou bike. O que curti muito foi apreciar o nascer e por do sol, o silencio qdo se afasta da vila e as cavernas. O cemitério iluminado de frente ao mar, cavalos galopando livremente. Única parte ruim foi que abriram minha mala e levaram meu relogio no aeroporto da ilha. O guardapark do vulcão Ranu Kau chamado Carlos chileno divirtidíssimo, adora futebol brasileiro. Curti muito essa viagem, depois fui pra Lima e Machupichu. Tudo comprado através do MD. Dica: carimbe o passaporte no correio, é muito legal.

  • Samir Camilo

    Fora a passagem aérea, quanto se gasta no total (em reais) pra fazer um roteiro parecido?

    • Thaisa Magalhaes

      Samir, sugiro que considere 120 dólares de hospedagem, 40 de alimentação e 20 de passeios, por dia, para o básico na Ilha, sem muita extravagância e compras.

      • André L

        Olha gente, ainda dá pra gastar bem menos com hospedagem se vc quiser abrir mão de luxo mas sem abrir mão de conforto. Eu fiz minha reserva no hostel Kona Tau. Vou pagar na faixa de 31 dólares a diária. O quarto é compartilhado entre 4 pessoas, mas como vou com um amigo, já temos "metade" do quarto. Além disso esse hostel é associado a rede HI o que já dá alguma credibilidade. E por último, existem dezenas de reviews na internet de hóspedes que ficaram por lá, e praticamente todos recomendam o lugar como excelente. Pra quem tem o espírito de aventureiro/mochileiro, esse é o canal! Eu já fiquei em Hostel no Rio de Janeiro, no Alaska, no Hawaii, em Amsterdam, em Los Angeles, Nova York… Nunca tive um único problema! Muito pelo contrário, as pessoas que vc conhece no hostel, e as dicas que vc obtém com outros viajantes são impagáveis!

        Agora se vc é mais reservado, gosta de privacidade e não faz questão do convívio social que o hostel propõe, aí um hotel normal realmente é a melhor opção!

  • Júlio C&eacut

    Pessoal, só corrigindo uma informação errônea que está no texto: o lugar habitado mais remoto é Tristan da Cunha, e não Páscoa.

    No mais, ótimo relato!

    • Thaisa Magalhaes

      Valeu, Júlio César!

      • Rodrigo Milhomens

        Páscoa é mais remota sim…

  • Thomas H.

    Mto bom o relato, parabéns!

    • Thaisa Magalhaes

      Obrigada, Thomas.

  • Paulo Sérgio

    Gente.. também estou pensando em ir.. mas vale lembrar que maio é o mais que mais chove.. dêem uma checada no período de chuvas para poderem aproveitar mais…

  • Carolina

    Toda vez que vou ao Chile as passagens pra Ilha de Páscoa estão um horror! Estou indo passar 10 dias em Santiago e olhei voos de Santiago pra lá, meu Deus… tá mais barato ir à Europa de Santiago do que ir até a Ilha de Páscoa no período em que eu gostaria (05-15/03).. Sair de São Paulo está barato mesmo como vocês anunciaram, agora sair de Manaus é que o lance.. Mas não vou desistir, adorei o relato da moça e só me fez ter mais vontade de ir até lá.

    • Thaisa Magalhaes

      Oi Carolina! Espero que consiga achar uma passagem barata. Esta é uma viagem que vale muito a pena fazer.

  • Carolina

    E até agora, o mais perto que cheguei da Ilha de Páscoa foi vendo um Moai lá no museu Fonck, em Viña del Mar.

    • João Guilherm

      Rs, tb vi la! Mas com essa promoção, estou indo em junho pra lá! Tem td pra ser uma viagem marcante! Ficarei 6 dias! 🙂

      • Thaisa Magalhaes

        Também há outro moai de verdade em Londres!

    • Rodrigo Milhomens

      Curti demais esse museu!!

  • Paulo bernardes

    Adorei Pascoa vale super ir pra la

  • Paulo bernardes

    estive na Ilha em 2011 por 7 dias, comprei pelo melhores destinos.

    5 dias dá pra fazer muita coisa mas na verdade acho pouco, isso ainda sem mergulhar. O lugar é bem interessante, apesar dos rapanui serem bem estressados.(não aceitam o domínio chileno e todos se encontram, parece um big brod sem fim, tem video na net). Tem varias e varias cavernas, visuais incríveis, moais até cansar. So tem uma praia com areia e é bem longe da vila. Conhecer a historia da ilha, dos moais e rapanuis é muito interessante tb. Os preços são caros, exploram mesmo, fiquei num albergue, muito agradável tb. Pode-se alugar carro ou bike. O que curti muito foi apreciar o nascer e por do sol, o silencio qdo se afasta da vila e as cavernas. O cemitério iluminado de frente ao mar, cavalos galopando livremente. Única parte ruim foi que abriram minha mala e levaram meu relogio no aeroporto da ilha. O guardapark do vulcão Ranu Kau chamado Carlos chileno divirtidíssimo, adora futebol brasileiro. Curti muito essa viagem, depois fui pra Lima e Machupichu. Tudo comprado através do MD. Dica: carimbe o passaporte no correio, é muito legal.

  • Paulo bernardes

    Lugar bastante tenso

    • Leandro Grassmann

      Paulo, o que achou tenso lá?

      O que quer dizer com "cuidado com os rapanuis"?

      Por favor, seja mais específico nas suas postagens, afim de contribuir para melhor informar quem quer ir.

      • Paulo bernardes

        Ola Leandro, tenso pois estão numa ilha muito isolada, vários nunca saíram de lá…além de os Rapanuis não aceitarem os chilenos comandando a ilha. Vira e mexe tem confronto, tem videos na net. Não posso generalizar, mas numa noite ao retornar para o albergue com uma chilena um Rapanui insistiu para dar carona inclusive segurando no braço dela…foi tenso. Eles bebem bem,pois eles nao tem o que fazer. A cultura e historia do Rapanui foi sempre na demonstração de força física. Não existe mais árvores na ilha, sao raras, devastaram para fazer fogo e transportar moais. Tudo faz desta ilha um lugar único no mundo que vale conferir.

  • Leandro Grassmann

    Bom relato, mas…

    Faltou citar os preços das refeições.

    Tudo em Páscoa é caríssimo!

    Já vi relatos de pratos individuais a US$20~40. Seria bem interessante citar os preços dos pratos que consumiu em cada restaurante. Assim a gente já pode se preparar e até escolher como se alimentar.

    Para contribuir, existem boas pousadas (baseado em avaliações de hóspedes) por um preço razoável. Procurem no booking, decolar ou hoteis.com

    • Paulo bernardes

      Leandro, o preço varia bem, pois existem restaurantes que fazem pratos bem elaborados pra mais de 50us, mas certamente indo a restaurante não gastará menos de 20~30us. Não são muitos assim. Baixa temporada varios fecham. O cevice mais barato que encontrei foi uma porçaozinha de 15us no restaurante de um alemão próximo às escolas de mergulho. Uma brasileira tem um restaurante por lá, cobra 100us refeição com show rapanui. É interessante e bem decorado porém um pouco escondido na vila. DICA: Não deixe de carimbar seu passaporte no correio, é bem legal

  • Michel Passos Zylber

    Olá galera, muito legal!

    Estou passando pra divulgar algumas dicas da Ilha de Pascoa lá no meu blog:
    http://www.rodandopelomundo.com/2009/09/27/rodand
    Grande abraço e muita paz! Michel

  • Eduardo Paci Galv&at

    Pessoal,

    Alguém conseguia comprar na promoção com um PERNOITE em Santiago na ida?

    • paula

      Oi, Eduardo!

      Pelo que pesquisei tem que dormir em Santiago na ida e na volta.

      Abç

    • André L

      Gente, eu consegui comprar passando o dia na ida em Santiago (chego lá de manhã e saio a tarde) e na volta tem que pernoitar em Santiago e vai embora no dia seguinte as 15hs. Então acho que vai dar pra dar uma passeadinha tanto na ida quanto na volta!

      • rodrigo lopes de sou

        andré deixei meu contato para conversarmos, estou indo sozinho na mesma data, nao consegui achar esse voo que sai a tarde para ilha, apenas o de 8h15

        deixo meu contato aqui para trocarmos uma ideia, pelo email, ou facebook ok

        abraços

        rodrigolopesdesousa@hotmail.com

  • Gilson de Azevedo

    Em geral quem acompanha o Melhores Destinos procura menores preços de passagens… Muitos compram passagens baratas e depois acabam não apreciando as condições do voo, tendo muitas vezes em mente que o barato pode sair caro.

    Mesmo pagando menos na passagem, muitos preferem hospedar-se em hotéis com diária de mais de US$ 600,00, ou até consomem refeições de mais de US$ 30,00. Eu fico imaginando qual poderia ser o preço da água na Ilha da Páscoa…

    • André L

      Gilson, achei seu comentário interessante, mas fiquei curioso pra entender o que exatamente você quis dizer com:

      "Muitos compram passagens baratas e depois acabam não apreciando as condições do voo, tendo muitas vezes em mente que o barato pode sair caro."

  • LEONARDO MEDEIROS DE

    André esse hostel é semelhante a um albergue? qual a data q vcs vão, pretendo conhecer esse local.

    Leonardo Luna

    • Gilson de Azevedo

      Esse hostel/albergue parece ser o Kona Tau, próximo ao aeroporto (tire os espaços dos links a seguir):

      goo . gl / Y1wYM

      goo . gl / Ta5Xw

      No Google Maps também é possível encontrá-lo, mas não sei como identificar o link diretamente para ele.

    • André L

      Sim Leonardo, hostel = albergue. No mundo inteiro se fala hostel, só aqui no Brasil que começou como albergue, mas ficou um termo meio "queimado" porque aqui tem duplo sentido. Muitas pessoas ainda acham que quando você se hospeda num albergue você está se hospedando com pessoas que não tem moradia, etc…

      Estão tentando mudar o termo aqui no Brasil e popularizar o nome hostel ao invés de albergue, pra ficar no mesmo padrão do resto do mundo!

  • Jé Romanciuc

    Poxa, nao prestei atenção a previsao do tempo e acabei comprando em MAIO!periodo de chuvas né … mas tudo bem.

    Assim que comprei comecei a checar hospedagem e achei tudo bem caro mas levando em consideração que é ilha de pascoa da pra entender os preços; to indo sozinha e tudo fica mais caro :S

    Quem ja foi pode comentar sobre a segurança e tals?Tranquilo andar sozinha a noite, e coisas do tipo.

    • André L

      Jé, veja meus comentários aqui nessa página… Existem opções bem baratas de hospedagem em hostel! Pra vc que tá viajando sozinha, melhor ainda, pois poderá conhecer outras pessoas que também viajam sozinhas!

  • Bruno Willames

    Diego, o melhor mês não sei te precisar, mas a melhor época sem dúvida é de agosto a outubro. É o período que o mar de dentro fica sem ondas e as praias se tornam uma imensa piscina. Já fui duas vezes, uma em setembro e outra em abril e te garanto que é muita diferença de visual.

  • paula

    Valeu MD, aproveitei a promo e vou em Maio!!!!

    Quanto ao hotel, meio carinho mesmo, mas o lugar é no meio do nada! As melhores opções encontrei no booking.com

    Ansiosa por maio!!!

    Adorei a dica de carimbar o passaporte no correio.

    Alguém vai fazer os passeios de bike?

  • Cristiano Alencastro

    Muito bom o Post. Fiquei com vontade de ir.

    Só atualizando, técnicamente o lugar mais remoto do planeta é o arquipelado do Hawaii.

    abs

    • André L

      Negativo Cristiano, o lugar habitado mais remoto do planeta não é o Hawaii e nem a Ilha de Páscoa, mas sim o arquipélago de Tristão da Cunha como outro amigo já reportou ali em cima.

      A Ilha de Páscoa ganha o título de ter o aeroporto mais distante de qualquer outro aeroporto no mundo!

  • Vicente Cassepp Borg

    Pelo jeito vai ter uma brasileirada lá na Ilha. Com esse preço, também…. Foi mais barato sair do Rio do que seria sair de Santiago do Chile. Eu estou indo em maio e serei mais um por lá.

    Bom, só para ter publicada por aqui esta informação, para ninguém precisar ir a outros sites:

    1 Real = mais ou menos 250 Pesos Chilenos (241 para ser exato, no cambio de hoje).

    Eu queria fazer uma pergunta ingênua, mas como não vi ninguém falar disso, a dúvida permanece. É possível tomar banho de mar lá? Não é frio? Os mergulhos são feitos com roupas que deixam a temperatura mais adequada?

  • Vicente Cassepp Borg

    Só para esclarecer, para sacar em moeda local, o seu cartão de crédito deve ser internacional, desbloqueado internacionalmente, e deve ter um símbolo da Rede Plus. O saque com cartões internacionais só é possíveis em caixas eletrônicos também identificados com a logo Plus. Mas isso também tem taxas, se eu não me engano são 5 dólares por saque e o máximo que pode ser sacado são 200 dólares.

  • Eduardo Paci Galv&at

    Passagem na mão!!! BH – "Rapa Nui" ida e volta, de 15 a 21 de junho.

  • André L

    Oi Vicente, na verdade estamos falando em saque internacional direto da sua conta corrente no Brasil, não saque internacional do seu limite de cartão de crédito!

    Eu tenho um Santander Free por exemplo que é vinculado a minha conta do Santander, então além de crédito, ele também é débito. Esse cartão especificamente não cobra taxa nenhuma para saque internacional, então sempre que viajo uso ele. Nos EUA por exemplo, saco em qualquer caixa eletrônico em dólar e o dinheiro sai automaticamente da minha conta corrente no Brasil (convertido em real, claro). A vantagem é que não tem IOF e o câmbio é muito próximo do oficial. E lá consigo sacar até 800 dólares por saque!

    O saque na função do cartão de crédito, aí realmente tem taxas maiores e limites menores.

  • André L

    Obrigado Thaisa pelas respostas e ao Renato pelo complemento excelente!

  • Gilson de Azevedo

    Um pequeno artigo recente sobre a agência do correio na ilha, com fotos:

    The World's Loneliest Post Office Still Loves Postcards

    goo . gl / 0wDW0 (tirar os espaços)

  • André L

    Paulo, valeu pela dica. Mas isso não me assusta muito, eu sou brasileiro, nascido e criado em São Paulo, acho que a gente aprende a viver com esse tipo de coisa no nosso dia a dia, né? Infelizmente! rs.

  • André Fernand

    Thaisa, gostei muito das dicas! Vão ajudar bastante!

    E quanto a festas, tem por lá?

  • paula

    Oi, Vicente!!!

    Pelo que eu pesquisei são 2 praias na ilha, uma cheia de coral boa para mergulho, mas ruim para banho e outra para banho. O mar lá é beeeem gelado, então banho de mar vai depender da temperatura do dia e a tua disposição de encarar a água.

    Mergulho acho q tem q ser de roupa, vai depender tb da temperatura da água!

    Ótima viagem!

    • Vicente Cassepp Borg

      Muito obrigado!

  • Gilson de Azevedo

    É que eu acho um pouco contraditório querer pagar uma passagem barata correndo o risco de não gostar do voo, e depois ficar reclamando que não houve conforto, que faltou entretenimento e que a comida não era boa.

    Se a pessoa "escolhe" ficar num hotel de luxo e ter refeições caras, por que não ir num voo mais confortável, que geralmente é mais caro?

    Como se diz por aí, é como economizar palito em banquete.

    Quer viajar barato? Que viaje! Mas que também tenha em mente alguns poréns. Viagem pinga-pinga, horários nem sempre legais, aviões sem as melhores qualidades…

    O que eu acho estranho é ficar reclamando de ninharias depois.

  • rodrigo lopes de sou

    Renato se puder entrar em contato comigo por e-mail, gostaria de tirar umas dúvidas sobre o mergulho ok

    grato

    rodrigolopesdesousa@hotmail.com

  • Renata

    Pessoal, vamos colocar as datas pra ver se nos encontramos por lá. Vou sair do Rio dia 9 de maio e volto dia 14.

    Consegui achar vários hostels legais, com quarto privativo, tranfer e café da manhã por volta dos R$70 a diária.

    Tenho uma duvida: Na ida meu voo pousa em Santiago as 23:40 e o voo para IPC só sai as 8 da manhã. Dá pra dormir no aeroporto, ou ele é feito o Santos Dumont que fecha de madrugada?

    • rodrigo lopes de sou

      Ola Renata,

      Vou em julho

      quais vc consegui nesse valor com quarto privativo?

      Grato

      • Renata

        Oi Rodrigo, achei no Petero Atamu, no Vaianny e no Atariki, procurando pelo hostelbookers, hostelworld e pelo proprio site desses hostels

        • rodrigo lopes de sou

          Valeu Renata, vou dar uma olhada

          abs

  • rodrigo lopes de sou

    Ola amigos,

    gostaria de saber qual programa de milhagem informar na hora da compra? LAN ou TAM?

    se comprar no site da LAN teria diferença?

  • Marcia Cordelia

    tem pra agosto tmb por 335 o trecho saindo do RJ. Tá bem barato.

  • Thaisa Magalhaes

    André, este albergue é muito bem localizado! Fica do lado de onde me hospedei.

  • Richard Venturin

    oa tarde!

    Fiz um grupo lá no facebook pro pessoal trocar informações. Já que muita gente esta aproveitando essa promoção.

    Quem quiser participar fique a vontade.

    www facebook com/groups/559301104089303/

    Abraços.

  • André L

    Agora eu entendi Gilson! Concordo, se é passagem barata, vc tem que se sujeitar as regras da passagem. Não adianta querer pagar barato e depois reclamar que serviram barra de cereal. Nesse ponto eu concordo com o método adotado pelas cias americanas nos vôos domésticos: comida é zero, quer, pague a parte. E a população americana aceita sem reclamar porque sabe que isso com certeza barateia o custo da passagem pra todo mundo!

  • Caio Medeiros

    Fala, Eduardo!! Acho q nos encontraremos na ilha o/! Chegarei lá dia 17/jun e volto no dia 22/jun para santiago. Já reservou hotel? abraço

  • Mauro Sérgio

    Ola!!!

    Vou dia 27/04 e volto 06/05.

    Se tiver alguém indo nessas datas, podemos traçar algumas coisas juntos.

    Abraços!!!

  • Jé Romanciuc

    Entao,Andre eu vi onde vc vai ficar mas eu tenho azar de quarto compartilhado (nego entra e sai,faz barulho,acende luz e eu sou pessima pra dormir,acordo,fico de mal humor;super CHATA)

    Adoro hostel pq vc sempre consegue umas dicas otimas e conhece gente mas na parte de quartos eu fico com os privativos; viajando sozinha acabam custando o mesmo que um quarto de hotel entao ainda nao decidi qto a isso.

    A unica certeza que tenho é que vou alugar um quadriciclo ou moto, andei lendo que as distancias sao puxadas pra fazer de bike e meu preparo não é suficiente pra subir/descer montanha 5 dias seguidos, entao to pensando se vale a pena ficar num lugar mais afastado do 'centro' ou se fico no que parece ser mais agitado e vou jantar a pé,por exemplo.

    Meu voo:

    04/5 GRU – SCL

    05/5 SCL – ICP

    11/5 ICP -SCL

    12/5 SCL- GRU

  • André L

    Pessoal, agora me surgiu uma dúvida que ninguém comentou aqui! Eu tenho passaporte e vou levar, mas caso alguém não tenha, pra ir pra Ilha de Páscoa precisa de passaporte ou pode usar o RG como se fosse pro Chile normal?

  • Fábio Felix

    Boa Tarde galera!

    Alguém aí tá indo pra Ilha de Páscoa lá pelo dia 11/06?

  • Vicente Cassepp Borg

    Eu informaria o da tam… Depois as milhas podem ser aproveitadas no Brasil mais fácil…

  • Sandra

    Mesmo que tarde, começo agradecendo a dica do MD e o post ótimo da Thaísa. Rapa Nui aí vamos nós. Vamos eu, marido e filho, no final de abril, para seis dias de descobertas. Essa viagem estava no capítulo dos "sonhos" de consumo.

    Entrei para deixar uma dica para quem não vai só, quer diminuir a despesa com alimentação e tem disposição pra encarar um macarrão noturno.

    Li uma dica de pousada no "Pelo Mundo" da Mari Campos e entrei em contato com a Anamaria da Pousada Aukara. Eles têm um apartamento com cozinha por 105 dólares a diária para três pessoas. A Ana disse que podemos levar frutas e perecíveis de Santiago…

    Vamos conferir.

    Mais uma vez, valeu MD.

  • Gilson de Azevedo

    Imagem do carimbo que a agência local dos correios estampa no passaporte:

    goo . gl / Uhv2i (sem os espaços)

  • Danilo Barbieri

    Olá pessoal , alguem sabe como fazer para morar láh ??

  • Mauro Sérgio

    Estou indo dia 27/04 e volto dia 06/05.

    Gostaria de 3 informações:

    1) Quem mergulhou, necessita de roupa? Qual a temperatura da água?

    Levei para o Caribe e só mergulhei de sunga. eheheehe!!!!

    Minha roupa ocupa muito espaço na bagagem, por isso, se a água for quente não vou levar.

    2) Me falaram que não é interessante reservar hotel, pois os donos de pousada vão até o aeroporto a procura de turistas e fazem uma certa concorrência baixando os preços.

    Reservei o Hostal Atariki, mas não tem uma cara boa não.

    3) Terei que fazer pernoite em Santiago, na ida e na volta, alguém indica alguma coisa?

    Tem algum contato de taxista de confiança por lá?

    Obrigado!!!

  • Frank

    Dá pra ir pra só com o RG?

  • Marisa

    Muito obrigada pelas dicas preciosas !!!!
    serão mto uteis
    um abraço Marisa

  • Alef38

    Ótimas dicas, agora to esperando que apareça uma promoção para 2014, pretendo ir em outubro passar uma semana lá !!!! Rezando aqui pra LAN/TAM fazer outra promo.

  • Amigos(as) Viajantes,

    Em março de 2014 estive na Ilha de Páscoa, adorei e recomendo muito este destino.
    Então, contribuindo com este ótimo post e as excelentes dicas da viajante Thaísa Magalhães compartilho com todos(as) dois pequenos vídeos que fiz desta viagem:
    Um mostrando uma apresentação de dança e folclore Rapa Nui. http://youtu.be/YogKPk6VBac
    E outro mostrando as belezas submersas de Rapa Nui. http://youtu.be/xcRbResOqPk
    Um grande abraço,
    Edson Cunha https://www.youtube.com/user/edsoncunhaviagens/fe

  • Adriana

    Obrigado todos pelas dicas! Estou pensando em ir em janeiro/15 com meu marido e as crianças (4 e 2 anos). Somos bem aventureiros, mas com as crianças precisamos de uma infra que não seja cara. Alguma dica?