Florença, Siena e Pisa: estão no ar os nossos guias da Toscana, uma das mais belas regiões da Itália!

Camille Panzera 13 · outubro · 2015

Está procurando um lugar romântico, calmo e muito charmoso para curtir as férias? A gente te ajuda a desbravar a região ideal para tomar um bom vinho, apreciar arte antiga, se deslumbrar com monumentos históricos e provar uma culinária de primeira. Estão no ar nossas dicas sobre a Toscana, região italiana que atrai milhares de turistas por ano – e com muuuuita razão. Para facilitar, dividimos as dicas em três guias:

No Guia de Florença, vocês conferem dicas sobre a cidade que une a arquitetura antiga à moderna agitação cosmopolita. Se você gosta de arte e cultura, não deixe de ler a seção Museus. Entre os principais, estão a famosa Galleria degli Uffizi, que reúne obras de Michelangelo, Leonardo da Vinci e Botticelli, entre muitos outros; e a Galleria dell’Accademia, que guarda uma das principais esculturas já feitas no mundo, o impressionante David de Michelangelo. Até quem não gosta de museus se apaixona pelas obras da cidade! Além das dicas culturais, a gente tem sugestões de restaurantes deliciosos e que servem pratos de dar água na boca; e sugestões de passeios lindos, como a Piazzale Michelangelo, que oferece uma vista deslumbrante da cidade – com um pôr do sol inesquecível. Impossível resistir ao charme de Florença!

florenca3

Seguindo nosso roteiro, você pode conferir o Guia de Siena, uma das cidades medievais mais charmosas da Itália. A milenar Siena é um prato cheio para quem gosta de cidades pequeninas e cheias de história. Todo cercado por muros (herança da época medieval), o município é um museu a céu aberto. Estreitas ruelas foram um labirinto. O mais legal é se perder por elas! A gente garante: em cada uma, haverá uma surpresa agradável. Igrejas, museus, campos, enotecas… O descanso é garantido! Tudo com muito charme.

siena

Os mais aventureiros podem – e devem – alugar um carro e percorrer a rota do vinho Chianti. A estrada cinematográfica liga Florença a Siena e tem paradas estratégicas. São muitas vinícolas e pequenos vilarejos para apreciar! Alguns deles têm apenas uma praça, sempre com uma igreja ou torre medievais. Pitoresco e aconchegante. Na seção Rota do Chianti, você pode conferir nossas dicas sobre o passeio. A mais importante delas é: curta o caminho! Vá no seu ritmo, apreciando cada pedacinho dos campos toscanos.

Para fechar o roteiro da Toscana, não poderíamos deixar de fora a cidade da torre mais famosa do mundo. Mas Pisa vai muito além da torre e diversas atrações, é só conferir na seção O que fazer. Museus, cafés, praças históricas… A cidade é ideal para relaxar e curtir o ritmo toscano: sempre lento, sem preocupações. Subir na torre é uma atração para lá de especial: a construção é tão inclinada que parece que vamos cair das escadas. Ao chegar no alto, a recompensa: uma linda vista da cidade, dos campos toscanos e das montanhas.

DCIM100GOPRO

Se quiser ir além do triângulo mais importante da Toscana (Florença, Siena e Pisa), basta conferir nossas dicas sobre as cidades San Gimignano, Lucca e Volterra (seção Atrações próximas), três preciosidades pouco visitadas por turistas (por enquanto!). As pequeninas cidades medievais reservam belas atrações. Nós visitamos as três e garantimos: vale a pena passar pelo menos um dia em cada uma! As distâncias na região são curtas e os deslocamentos são fáceis, já que trens e ônibus conectam várias cidades.

Quer descansar, tomar bons vinhos, conferir paisagens de tirar o fôlego e tomar um banho de cultura? A Toscana é o local perfeito! Reserve suas passagens, confira nossas dicas, monte o seu roteiro e se jogue nas terras mais românticas da Itália!

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos
  • Gabriel Domingues

    Queridos amigos do MD, se alguém tiver milhas no Smiles e se interessar em trocar por milhas na TAM, me comunique pois tenho milhas na TAM e estou querendo realizar a troca. Email: gabriellgad@hotmail.com
    Obrigado

    • Renato Monteiro Barbosa

      Ta ai uma boa oportunidade!!!!

    • Yeda Lins

      É possível fazer isso?

      • Marcio

        Acho que é só um emitir no nome do outro…

  • Ellem Mozer

    Que saudade desse lugar meu Deus… 🙁

  • Jose

    A Toscana não é um estado. Toscana é uma região. Os estados ( que lá são chamados de províncias) são, por exemplo: Firenze, Pisa, Siena, etc..

  • Kátia Chiaradia

    Um adendo: quem não quiser alugar carro para ir a Chianti, pode escolher alguma das muitas excursões que partem do lado de fora da estação de trem. Meu marido e eu gostamos bastante, porque o preço era muito bom, considerando que incluía traslado, refeição, degustação de vinho.. E a Guia (Valentina Luli) instruía muito bem (sabe português, para quem não fala italiano).

  • Fernando

    Dica: não deixem de alugar um carro e reservem, no mínimo, uma semana para a Toscana. Para ir até Florença, vá de carro até uma cidade próxima e pegue um ônibus. Dirigir em Florença não é recomendado. Fiquei em San Gimignano que fica numa posição estratégica para conhecer a Toscana. E para finalizar, cuidado com as placas “Zona de Trafico Limitado”, na nossa língua quer dizer “Proibido ….”. Gera multa que chega na sua casa, além de uma taxa que a locadora cobra sobre essas multas, pesquisem sobre essa taxa ao alugar um carro. Senti na pele, ou melhor, no bolso. Toscana, recomendo muito.

    • Moacir F

      Eu fiquei hospedado em Fiesole, de onde se tem uma vista (a cidade fica acima de Florença) muito bonita da região. Deixei o carro estacionado e saí para caminhar, mas isso faz muitos anos, não posso dizer que hoje seja viável. Acho a dica do Fernando bem apropriada, mas Fiesole pode ser uma opção também.

  • Leandro D.

    Caros jornalistas do MD.. alguma dica de onde e como alugar quitinetes, aptos, etc em Florenca para passar 30 dias?

    • Thabata

      Airbnb. Já usei algumas vezes e é super confiável.

  • Moacir F

    Endosso a informação. Para quem já é uma referência em prestar boas informações, o cuidado é mais que necessário, pessoal do MD. Vocês se refeririam à Espanha ou Argentina como divididas em estados (não, lá são províncias), ou à França (não, são departamentos)? Estado é a denominação de divisão de alguns países (Alemanha, Brasil, Estados Unidos, México), mas não a da Itália, que tem suas unidades chamadas de regione.

  • Juliana Silvério

    @coisasdejuh e @carlarochaguiaflorença no Instagram. Dicas, roteiros e muito mais. Visitem-nos!!!!!