Dicas e truques para melhorar as fotos de suas viagens

Camille Panzera 16 · dezembro · 2011

Fotografia é um assunto fundamental quando você está viajando. Nada melhor  que uma foto para registrar bons momentos e guardar como lembrança. Apesar da facilidade que as câmeras digitais trouxeram, muitas pessoas não sabem como lidar com seus equipamentos. Pensando nisso, elaboramos o este pequeno manual de fotografia do Melhores Destinos – uma lista de passos simples e fundamentais para que mesmo os mais leigos possam tirar fotografias mais bonitas para registrar os momentos maravilhosos de suas viagens. Confiram:

1 – Meio clique: Um erro comum de muitas pessoas é pressionar o botão de disparo das fotos de uma só vez. Isso muitas vezes gera fotografias desfocadas, sem nitidez nem definição. Para solucionar este problema, na hora de fazer a foto aperte o botão de disparo somente até a metade. Em seguida, você normalmente ouve um aviso sonoro ou percebe uma luz indicando que a câmera focalizou o assunto. Prossiga pressionando o botão completamente e pronto! Dessa maneira suas fotos estarão nítidas e o assunto terá sido focalizado, evitando perder um bom momento com fotos borradas e sem definição.

2 – Enquadramento: Evite tirar fotos sempre da mesma maneira, varie! Tire fotos na horizontal e vertical e nada de fotos sempre centralizadas. Uma boa regra que auxilia na questão do enquadramento é a regra dos terços. Imagine que no tema que você está tratando há um jogo da velha. Nesse jogo, as linhas se encontram em quatro pontos, e o ideal é colocar o objeto principal da foto num desses pontos de intercessão. Algumas máquinas inclusive oferecem o recurso de mostrar as linhas, para facilitar o enquadramento.

 

 

Nessa imagem, o ponto de interesse principal está centralizado.

 

 

 

 

 

No segundo exemplo, usamos a regra dos terços. Assim você foge do habitual e deixa sua fotografia mais original. Para isso procure usar os pontos em que as linhas se encontram.

 

3 – Luz: É sempre recomendável observar onde o sol (ou a fonte de luz artificial) está no momento da sua fotografia. Faça fotos a favor da luz do sol, para evitar que o rosto de uma pessoa apareça com sombra. A melhor luz para fotografia é a luz natural, do sol, mas se não há jeito e você precisa tirar uma foto contra a luz, use o flash. Para fotos em que você quer apenas obter a silhueta de uma pessoa, por exemplo, experimente desligar o flash e alterar o valor de EV, a compensação de exposição (valores mais altos clareiam o motivo e valores mais baixos escurecem) se sua máquina contar com este recurso.

4 – Macro: A macro é uma funcionalidade que existe na maior parte das câmeras. Ela é, muitas vezes, representada por uma flor e serve para fazer close up, tirar fotos de perto. Um bom momento para usá-la é quando você pretende tirar fotografias de flores. Ative essa função e não se esqueça de desativá-la quando o assunto tratado for uma paisagem distante.

 5 – Cenas: Assim como a macro, as câmeras digitais possuem diferentes tipos de cena, que se enquadram em diversas situações. Procure pelo modo que mais se ajusta ao seu tema na hora de fazer uma fotografia. Se é uma paisagem, procure pelo modo de paisagem e as fotos sairão com cores mais vibrantes, se você quer tirar uma foto de um objeto em velocidade, procure pelo modo em que a velocidade do obturador está mais rápida, e assim vai… Essa configuração é automática e ajuda para quem é leigo e quer capturar fotos melhores e mais adaptadas a cada cena que está sendo fotografada.

6 – Fotografando pessoas: Se a ideia é tirar foto de uma pessoa, por que não aproximar a câmera? Concentre-se e tenha como objetivo os olhos, que compõem uma área bem expressiva. Procure também estar na mesma altura de quem está sendo fotografado.

7 – Use a resolução máxima da câmera: Muita gente não sabe o que são megapixels. Eles nada mais são do que a menor unidade de uma imagem digital,  pontos de cores ou luz que o sensor da câmera pode captar. Logo, se você tira fotos em um valor baixo de megapixels e pretende revelar num tamanho grande, ela sairá com uma qualidade ruim e você poderá perceber os pixels. Se você tirar fotos numa qualidade alta, a chance disso ocorrer será bem menor.

8 – Fotos Noturnas: Quando a luz do sol não pode dar uma ajudinha na hora de iluminar seu tema, experimente aumentar o ISO. Ele é uma das variantes importantes para os fotógrafos e diz respeito à sensibilidade do sensor. Quanto mais alto o ISO, maior a sensibilidade, fotos mais claras e com mais granulação – assim se usa a noite. Quanto mais baixo o ISO, menor a sensibilidade e menor a geração de granulação, configuração perfeita para dias ensolarados.

 9 – Pontos turísticos: Toda viagem acaba tendo uma foto de uma pessoa em frente a um ponto turístico. Isso é um problema no caso de motivos grandes, como a imensa fachada de uma igreja ou uma torre. A dica nesse caso é não deixar o fotografado perto do ponto turístico, mas sim a uma distância média de você, de modo que ele pareça maior na imagem. Isso vale até para aquelas famosas fotos divertidas, com a pessoa parecendo um gigante ou tendo a torre Eiffel ma palma da mão!


10 –  Praia e Neve: Situações adversas exigem uma atenção especial com as fotografias. Você deve alterar a cena nessas situações para poder balancear a quantidade de luz que a câmera capta, que é bem grande por causa do reflexo. Se está na praia, use o modo praia e a cor do céu, por exemplo, sairá mais azul. Ainda é importante tomar cuidado com a água e o vento que trazem consigo areia e podem danificar seu equipamento. Na neve, é bom se lembrar de que a bateria pode durar menos, por isso certifique-se de sair de casa com carga suficiente para as fotos.

11 – Leia o manual: Parece pouco importante mas algo que todo mundo deveria fazer ao comprar uma câmera é ler atentamente ao seu manual. Ele dá dicas de uso específicas sobre o modelo de sua câmera e ensina o funcionamento de suas funções. Procure também por vídeos ou relatos na internet de quem já possui um modelo como o seu ou semelhante.

12 – Treino: Para tirar fotografias melhores é fundamental treinar em diferentes ambientes e usar sua imaginação. Use e abuse de novas ideias, desprenda-se de regras, tire a mesma foto de diferentes ângulos. Experimente colocar a câmera mais para cima, mais para baixo… enfim, em se tratando de fotografia não há limites. Procure um bom motivo para fotografar e bons cliques!

 

Por fim, uma dica final: por mais interessante que seja fotografar a viagem toda, deixe a câmera de lado para viver alguns momentos da viagem, conhecer as pessoas, cheiros, sabores, sons e sensações do lugar que está visitando. Muitas vezes essas impressões são gravadas em nossa mente de tal maneira que nenhuma fotografia poderia captar!

Boa viagem e boas imagens!

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos
  • Henrique

    Parabéns!

    Ótimo post.

  • Roteiro de Viagens

    Excelente post. A dica do jogo da velha é espetacular. Adorei.

    ps.: Alguém tem sugestao de cameras semi profissionais? Pensei entre a nikon l120 ou a canon Sx30

    • sanches

      A canon sx30 é superior a l 120, porém, melhor que as duas é a canon sx40 com processador CMOS, que promete corrigir alguns poblemas da sx 30.

    • Camille Panzera

      Bom, as duas câmeras me parecem interessantes. Uma é bem mais cara do que que a outra, né? Leve isso em conta. Acho que para fazer esse investimento é bom pensar no seu objetivo e como será o uso da câmera.

      É, importante, pelo menos ter a vontade de conhecer o modo manual, etc.

      Mas se quer uma indicação, tenho ouvido falar bem da Canon G12. 😉

    • Marcos

      Nenhuma dessas máquinas é semi-profissional. São consideradas "bridges" ou superzoom.

      A linha FZ da Panasonic (a última FZ150) e a HX100V da Sony são bem superiores às citadas.

      A vantagem dessas máquinas é o alcance do zoom, mas no geral são bem inferiores às DSRL's, que se enquadram na característica de semi profissional (as máquinas de entradas, não uma fullframe, lógico).

    • Tarcísio

      Acho incorreto esse termo "semiprofissional", isso para mim nada mais é do que puro marketing. Na minha opinião profissional é quem ganha a vida da fotografia, todos os demais são amadores, mesmo que tirem suas fotos com cameras reflex. Em relação as duas câmeras que vc citou eu descartaria de cara a SX30IS (uma das piores cameras fabricadas pela canon), é cara pelo que oferece, produz imagens com muito "ruído", principalmente a noite, a outra opção é mais barata e vc terá melhores resultados finais.

      No seguimento das superzoons ficaria primeiro com a Panasonic FZ150 e depois com a Canon SX40HS.

      Uma pergunta que deve ser feita: o ultrazoom é importante para vc? porque se não for a G12 citada acima produz imagens bem melhores que os modelos acima citados. As canon S90, S95 e S100, também são muito boas nesse seguimento.

      Se quer qualidade de imagem, parta logo para uma DSLR de entrada como a canon T3 ou a nikon D3100, essas certamente irão oferecer imagens de qualidade muito superior, principalmente em condições de baixa luminosidade. Caso não queira uma camera muito grande como as DSLR recomendo a sony nex-c3, que possui o mesmo sensor das DSLR pruduzindo imagens superiores a qualquer compacta ou superzoom.

      Fica aí a minha dica.

      • Rogério Marqu

        Concordo com o Tarcísio com relação ao termo "semiprofissional" – um termo que virou febre nos últimos tempos mas que não faz qualquer sentido.

        E a Sony NEX-3, dentre as compactas, é realmente uma ótima pedida!

        E para os mais leigos, por favor esqueçam que existe essa coisa do zoom digital em suas câmeras. O único zoom que presta é o da lente.

        Saudações!

      • Rodrigoclt

        A pouco tempo estive nos USA e dei uma pesquisada nas cameras, minha humilde opinião:

        Achei a T3 da Canon muito chatinha para usar, é um pouco complexa, mas faz excelentes fotos;

        Não gostei das fotos da Sony Nex c3, achei bem fraca; Aliás acho a sony fraca em cameras.

        Achei o custo benefício da Nikkon L120 muito bom, faz boas fotos e estava por 250 dólares, acabei comprando essa e estou bem satisfeito para o uso diario e em viagens.

        Achei a Nikkon d3100 a melhor delas que pude experimentar, simples de usar e as fotos realmente ficavam fantasticas, principalmente as fotos no escuro quando não se esta perto do objeto. No entanto era o dobro do preço da L120.

  • Alberto

    Excelente post! Parabéns pela ótima qualidade dos textos que sempre encontro por aqui!

  • Shayne

    Gostei do post, você tá escrevendo bem, em! Nossa que vergonha aquela foto minha ali haha. Mais ficoui legal. Parabéns!

  • Thyago Pereira

    Alto nível.

  • Alessandra

    Ótimas dicas mesmo! Excelente post!

  • Ferbrasilia

    Caramba, muito legal.. Adorei as dicas!

  • Thiago Castro

    Tb gostei do post, bem instrutivo e interessante. De todos os itens o mais difícil de fazer é o de ler o manual. 😀

    • Sem dúvida!

    • Camille Panzera

      Não é muito divertido mesmo, Thiago. Mas sempre tem alguma coisa no manual que facilita nossa vida…

  • Débora

    De todas, a mais importante é a dica final… As vezes as pessoas estão tão preocupadas em tirar mil fotos que esquecem de viver o lugar… ai foram até lá, mas não conheceram de verdade…

  • Huguenote

    Muito boas essas dicas. De agora em diante certamente tirarei melhores fotos, Vlw!

  • Camila

    Vou tirar minhas primeiras férias no próximo mês. Comprei as passagens com as dicas do MD e vou poder eternizar algumas memórias também com as dicas que vocês oferecem! Muito obrigada, vocês são demais!

    • Camille Panzera

      Que bom, Camila. A gente fica feliz com isso. 😉

  • Marline Freire

    Muito boas as dicas!

    Sempre aprendo alguma coisa nesses posts.

    Obrigada!

  • Fernanda

    Lembre-se: toda Nikon é superior às Cannons

    • renreis

      na sua opinião né?

      Anyway, ótimo post!

  • Marcos Dell Antonio

    Mandou bem! 🙂

  • Arthur Scholz

    Muito bacana o post, muitas dicas interessantes. Sugiro também, depois de algum treino, pesquisar outros tipos de enquadramento. Aproveitem a internet, que facilita muito nossa vida. E façam muitas experimentações. Lembrando que o mais importante na fotografia é o olhar do fotografo. Usem seus instintos.

  • Sandra Costa

    Fantásticas dicas. Adorei essa sobre o gelo, nunca estive na neve, então não sabia que as baterias duram menos nessas condições.

  • Cristina Lima

    Ótimas dicas que, com certeza, me auxiliarão muito. Parabéns e obrigada.

  • Fernanda

    Adorei! Dicas preciosas antes de sair de férias!

  • Jose Luiz

    Achei muito interessante as dicas , irei aplica las

  • Camila M Lima

    Eu comprei uma L120 e devolvi. é uma exelente câmera, mas ela é completamente automática, ou seja, não te dá mtas opções pra "fuçar" e escolher os controles que vc quer para sua foto. é só apontar e pronto. por isso, acabei trocando para a nikon p500 e estou bem satisfeita, os controles manuais dela são vastos… faço lindas fotos com ela, todos elogiam.

  • José Verli To

    Muito instrutivo e bem feito, parabéns Milla… Eis que me deparo com o nome da autora no fim "Camille Panzera" e uma satisfação percorre minha mente! Fico feliz em saber que está fazendo algo que curte! um Beijo

  • Dayana

    Para evitar fotos noturnas borradas os desfocadas, sugiro também comprar um mini tripé (daqueles de mesa). Eles são do tamanho de uma caneta, cabem em qualquer bolsa sem pesar. Basta encontrar uma muretinha para usar como apoio.

  • Vivi Otero

    Excelente Post!!! MD se superando a cada dia!!! Parabéns!!!

  • Aline Oliveira

    Ótimo post! Adorei as dicas!! Muitas coisas eu não sabia!!!

    Parabéns!!! Adoro o MD!

  • beto

    concordo 100%!!!! hoje em dia, com a facilidade e custo zero para se tirar fotos numa digital, vejo gente que passa o tempo todo fotografando e filmando viagens, concertos etc. A pessoa acaba vendo tudo pelo olho da digital e não com os seus próprios olhos!

    Além disso, muita gente fica na paranoia de carregar fotos imediatamente em redes sociais e aproveita muito pouco da experiência real ali na sua frente.

    Eu me policio. Tiro fotos suficientes para me trazerem boas recordações no futuro, mas dedico muito mais tempo a realmente viver a viagem com meus próprios olhos.

  • Carol

    Comprei uma Sony Nex C3, testei na loja da Sony e foi amor a primeira vista. Porém, comprei no Submarino por ser mais em conta. Quanso ele chegar darei uma opnião mais completa…

  • Fábio

    De fato, as dicas são bem válidas para pessoas bem iniciantes em fotografia.

    No entanto, existe um erro extremamente grave no tópico 3, que fala sobre a Luz: "Faça fotos a favor da luz do sol, para evitar que o rosto de uma pessoa apareça com sombra."

    Bem, em 90% dos casos, o máximo que se irá conseguir será ficar com o olho serrilhado, igual um japonês, na foto. Recomendo que a foto seja feita contra a luz do sol (se possível, exclua o sol do enquadramento) e o uso do flash para preenchimento na foto, o que não compromoterá a luz natural e não deixará sombras no rosto.

    • Camille Panzera

      Fábio, em se tratando de fotografia acho que não existe 'certo' ou 'errado'. Toda situação é singular, basta ter bom senso para analisar.
      Dependendo do caso, o flash não vai nem fazer efeito. Como pode também fazer tanto efeito a ponto de deixar o rosto de uma pessoa muito claro, estourado, e com o olho igual ao de um japonês, como você disse (sempre acontece comigo). 😉

  • Fábio

    Sim, Camille! Concordo com você.. Não existe o certo e errado, afinal, cada caso é um caso e cada luz é uma luz. Eu peguei como referência um sol forte e em pleno Rio de Janeiro.. é impossível olhar na direção dele e não ficar com o olho serrilhado.. Lógico que se o sol estiver mais fraco, é uma excelente fonte de luz natural.

    Também depende do equipamento que está sendo utilizado!

  • Nanda

    Excelente post! Ótimas dicas 😉 Parabéns!

  • Daniella

    Muito bom! Parabéns pelo post!

    😀

  • MKRS

    Ótimo post! Nada como dicas de um profissional para aprimorar nossa técnica leiga de "batedores de fotos" 😛

    Uma dúvida: aquela técnica do "meio clique" funciona também para máquinas digitais ou apenas para as analógicas?

    Teria como explicar qual a função do meio clique?

    Por fim, seria muuuuuuito interessante um post com dicas de como escolher uma camera digital.

    Parabéns novamente!

    • Funciona para digitais, sim. Sobretudo as semiprofissionais e profissionais

  • Tópico bastante interessante e de grande utilidade. Muitas vezes vemos fotos de lugares deslumbrantes que acabam ficando sem graça por mero detalhe, onde um pouquinho mais de atenção na hora de clicar faria toda a diferença. A propósito, escrevi recentemente um artigo entitulado "como tirar boas fotos sem curso de fotografia", (http://www.viajenaimagem.com/2012/10/como-tirar-boas-fotografias.html)onde abordei temas que complementam os tópicos abordados aqui.

  • Cristina

    Parabéns por seu blogue. Essas dicas são mesmo indicativas, especialmente a última: são para iniciantes e amadores e vale a pena algum curso de especialização.

    Valeu, irei regressar por aqui.