Delta vai cortar 15% de seus voos para o Brasil devido à alta do dólar

Denis Carvalho 15 · abril · 2015

Á alta do dólar começou a fazer seus estragos. A Delta Air Lines, maior companhia aérea americana em número de passageiros, anunciou hoje que vai cortar 3% de seus voos internacionais no quarto trimestre. Entre os países afetados está o Brasil, que terá o serviço reduzido em 15%. A companhia também vai cortar voos para o Oriente Médio, África, Índia e Japão – todos mercados afetados pela alta da moeda americana.

A Delta opera hoje seis voos diários saindo do Brasil, quatro deles saindo de Guarulhos: dois para Atlanta, além de Detroit e Nova York. A companhia tem ainda voos saindo do Rio de Janeiro e de Brasília para Atlanta. O corte de 15% pode significar o fim de um desses voos ou a redução de datas.

A Delta teve lucro líquido de US$ 746 milhões no primeiro trimestre de 2015. Mas o resultado poderia ter sido ainda melhor não fosse a queda de moedas importantes, como o real, diante do dólar. A companhia é acionista minoritária da GOL, sua maior parceira no Brasil.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Rafael Lima

    Inevitável a decisão…

    • Mendonça Júnior

      Inevitável e já esperada, Rafael Lima. Era somente questão de tempo, infelizmente.

    • FabioPalmeiras

      Não creio que fosse inevitável, no caso do Brasil. A frequência de gastos e viagens para os EUA ainda é grande. E o dólar vem caindo (chegou a bater 3,20, mas já namora a casa dos 3,00 reais). E acho que o dólar a 3 reais não vai impedir ninguém de viajar para o Tio Sam (um aumento de 20% em relação a meados de 2014). Mas a Delta, como a maior dos EUA, deve saber o que faz para não perder receitas. Acho que o voo para Detroit é desnecessário, pois fica apenas a 1 hora de voo de NY.

      • Wilian Lima

        Detroit e um dos maiores hub da delta, investiram pesado por la.

      • Sacal

        Em Brasília os vôos continuam lotados, mas pode ser que o impacto do dólar só agora começou a aparecer. Mas este vôo para Detroit realmente deve ser um candidato a ser suspenso.

      • Diogo-SP

        Em 2013 viajeis duas vezes para os E.U.A, a primeira sem conexão para JFK. Sem problemas. Na segunda vez para Filadélfia, com conexão em Detroit. Tive uma péssima experiência com a imigração em Detroit. Nunca mais quero pisar naquele aeroporto para entrar nos Estados Unidos. Se tiver que tirar um vôo, que seja esse!

      • Raphael Luiz Campos

        claro que você cidadão brasileiro usuário de facebook, obviamente é mais inteligente do que as pessoas que comandam a delta…. só faltou uma calculadora pra você fazer um contas e ver como ir pro tio sam tá caro.

      • Thatiana Fernandes

        Pode não impedir, mas com dólar a R$ 3 e euro a R$ 3,25 para muitos brasileiros começa a ter mais apelo visitar a Europa, em vez de continuar a repetição Orlando/Miami/NY.

  • Luiz Jorge Bolognesi

    Inevitável levando em conta o momento.

  • Daniel

    Uma pena…

  • Marcelo Melo

    Voo diário de Brasília já não existe no mês que vem. :/

    • adrianogarcia

      Para setembro é possível encontrar.

  • Guilherme Ricca

    Que tristeza, é muito ruim ver as coisas regredirem…

    • Thais Vaz

      Cruel, de fato! A tendência é regredir muito mais, infelizmente.

      • Alex

        Dê uma cesta de 21 moedas, apenas uma não desvalorizou frente ao dólar. É fato que o Real teve uma oscilação negativa, mas foi o dólar que valorizou mundialmente e esse é um dado que os americanos terão de cuidar. Quanto aos voos, dólar a R$ 3,00 não impede turistas, talvez sacoleiros para Miami, mas isso é bom e não ruim para o Brasil

  • Cidadão

    Se o Brasil não fosse tão assustador e desconhecido para turistas, essa alta do dólar não seria tão prejudicial para as companhias aéreas. Isso porque essa alta desestimularia os brasileiros a viajar pra fora, mas estimularia estrangeiros a vir pra cá, já que seria mais barato. Percebe-se que esses voos internacionais do Brasil são utilizados basicamente por brasileiros indo e voltando

    • adrianogarcia

      Infelizmente o turismo não é exatamente uma prioridade por aqui. Falta estrutura, atendimento e segurança… Nem falo de preço, porque isto – para o estrangeiro – é corrigido pela alta do dólar.

      • Mauricio

        Sabemos qual é a prioridade do nosso governo…

      • Hugo Leonardo

        Quando vou lá fora, as duas coisas que mais perguntam é sobre o Rio e sobre a Amazônia, você já viu o preço de uma diária em um desses hoteis suspensos em árvores lá perto de Manaus? Passa de R$1000 a diária, fora o que o povo extorque das pessoas nos demais serviços.
        Comprei uma passagem pela Delta para Bangcoc nessa promoção que saiu esses dias e ter a mesma experiência na floresta tropical lá naquela parte do mundo custa só US$25 a diária, uma refeição em torno de US$2 e por aí vai, ou seja, é mais barato eu sair daqui e ir para lá e passar uma semana.
        Adoro de coração viajar pelo país, mas decidi parar de deixar me extorquirem e morrer de medo de ser morto e conhecer outras partes do mundo até, vai saber, melhorar as coisas por aqui.

        • Márcio Sampaio

          Perfeito! Eu sempre penso nisso, por exemplo, quando vejo o preço de hotéis no RJ. Só para ilustrar, a cidade alguns dos hotéis Ibis mais caros do mundo (e não estou comparando com outras bandeiras da Accor).

          Alguns podem dizer “ah, New York e Londres também são caríssimas”, mas são cidades que naturalmente recebem mais visitantes por ano que o Brasil inteiro… e olha que possuem muita oferta de quartos.

          Ainda temos MUITO, mas muito mesmo, a investir no turismo, porém já começamos errado sobre o preço dos hotéis. É mais barato, mesmo com dólar alto, pagar um resort em Punta Cana do que em Sauípe, fora que o americano ou o europeu gasta muito menos tempo para chegar na Rep. Dominicana do que no Brasil.

  • Vana Paris

    Uma pena! Por duas vezes fizemos o trajeto Brasília/Atlanta/Orlando. Voo ótimo, excelente horário e atendimento. Estamos andando pra trás!

    • Hugo Leonardo

      Acredito ser algo temporário, se não tem passageiro agora, não justifica mandar aviões com lugares vazios se dá para otimizar os passageiros em menos voos e manter os preços atuais, assim que o dólar voltar para o patamar de antes e as pessoas voltarem a viajar, eles voltam com os voos que foram suspensos.

  • Moraes

    Uma pena! Delta é uma boa cia. Brasília com ctz será afetada. Tomara que não cancele o voo. É a melhor opção pros EUA sem dúvidas, a escala em atlanta é excelente pra vários destinos.

  • philip

    O que faria sentido é diminuir o numero de voos Sao Paulo – Atlanta pq os voos diários saem com 1 hora e meia de diferença. Além disso, deve sobrar para Brasília como menor mercado, apesar de bem localizada.

  • Gui

    Brasilia não sera afetada,pois os voos sainda daqui,vive cheios…(viajo muito para os EUA,e sempre a Delta esta com voo lotado saindo de BSB-ATL),SP deve ser afetada !!

  • GUSTAVO

    E APENAS O INICIO OUTRAS CIAS QUE VOAM PARA EUA, COM CERTEZA TAMBEM VAO CORTAR VOOS

  • Marcos

    Já havia comentado sobre isso aqui – http://www.melhoresdestinos.com.br/passagens-feriadao-tiradentes.html – pelo visto, as aéreas estão cortando vôos mais rápido do que eu esperava.

  • Ademir Lourenço

    Deus me livre …1$ dólares por 3 Dilma to fora
    … sem chance

  • Thiago Pereira

    Lucro de 700 milhões em 3 meses? Eu costumo ler que as companhias operam com margens baixas e tem até prejuízo. Esse dado significa isso mesmo?

    • MTorres

      O lucro pode ter sido 700 milhoes, mais qual foi a venda???

      Se foi de 10 bilhoes a margem nao é tao grande assim ne?

  • MTorres

    A Delta não deve cortar o Voo pra detroit. Varios voos com conexao pro Canada e Asia saem de la.

    Infelizmente acho que vão matar o Galeão.

    Sobre demanda, semana passa fui pra Orlando e voltei de Copa. Na ida tinhamos 7 pessoas a bordo. Na volt estava lotado…20 pessoas a bordo. Os Outlets de Orlando semana passada não tinham brasileiros. Se vi dois foi muito.

    Meu pai foi pra Atlanta essa semana e viu o avião com 25% da capacidade apenas.

    Infelizmente as viagens a turismo morreram. As de negocio diminuiram bastante. Tinhamos algumas feiras inportantes e só vamos mandar 50% das pessoas nas comitiivas.

    Triste!

    • Daniel

      Estive em Orlando 2 semana atrás e os outlets estavam cheios de brasileiro. Não só estes como também todo o comercio e restaurantes. Nas Disney é só o que se vê.
      Não estou dizendo que a coisa ta fácil mas não é essa miséria toda que falam.
      E os vôos da gol estavam entre 80-90% da capacidade.

  • Thiago barreto

    Galera, não sejam inocentes, MUITA GENTE VIAJA, mas muita gente mesmo, a empresa não ta levando prejuízo nem nada do tipo, como já falaram os voos de brasília por exemplo saem LOTADOS, o que aconteceu é que o lucro foi menor que o esperado creio eu, mas mesmo assim não justifica. Como diz no texto: “A Delta teve lucro líquido de US$ 746 milhões no primeiro trimestre de 2015” não é pouco, não é pouco MESMO!

  • Guilherme

    Mesmo com um lucro desse tamanho vão cortar voos… Parece até piada

  • MARCOS SOBRAL

    Enquanto isso, os voos da American Airlines, que saem do Nordeste, estão lotados. Os mercados de São Paulo e Rio estão saturados com tantos voos internacionais. A causa do esvaziamento dos voos nestas cidade, além evidentemente da alta do dólar, também tem relação com a abertura de novas rotas saindo do Nordeste. Estas novas rotas evitam que estes passageiros tenham de enfrentar um alongamento de mais de 6 horas em sua viagem.

  • Matheus Rocha

    Infelizmente inevitável. Acho que não é caso de ter prejuízo gente, mas sim o fato de que a demanda diminuiu, e tem aviões partindo pra lá mais vazios.. Passagens em promoção, mas pra quem sai daqui, tudo lá fica muito caro convertido para o câmbio do dólar turismo… E outra, considerando as opções diretas e as conexões mais utilizadas, olha quantas possibilidades temos hoje para ir aos EUA do Brasil … TAM, GOL, AZUL, Avianca, Copa, American, Delta, United, U.S, Korean, Taca, Tame, Aeromexico,AirCanada, ou seja, é muito avião saindo do Brasil… é muito claro que com essa crise, alguém ia ter que diminuir as frequências ou cortar voos ! É ruim, mas é a real situação !