Como tirar o visto para Cuba passo a passo

Camille Panzera 23/07/2012 às 11:01h 82 Comentários

Cuba é um país ímpar, formado por um povo super acolhedor e apaixonado pelo Brasil. Viajar a La Habana, a capital do país, é como voltar algumas décadas no tempo e poder admirar de perto um modo de vida que diverge do nosso em diversos aspectos. Cuba exala história e facilmente cativa aos visitantes que tem a oportunidade de ver carros antigos e iguarias que só um país tão singular poderia proporcionar.

Nossa leitora Mirian Martins vai viajar para Havana e queria informações sobre como tirar o visto para Cuba. Resolvemos, então, responder não apenas à Mirian, como também trazer essa informação à todos que leem o MD. Tirar o visto para Cuba é bastante fácil e pouco burocrático, afinal, o turismo impulsiona uma parte significativa da economia do país. Melhor para nós, que podemos viajar sem dor de cabeça. :)

Você pode fazer o procedimento para ter o cartão de turista através do serviço consular (que é o mais indicado) ou comprar o visto com agências de turismo credenciadas pelo governo cubano. Há, ainda, a possibilidade de solicitá-lo através da companhia aérea, mas a única que oferece esse serviço entre as empresas que voam para Cuba a partir do Brasil é a Copa, e ainda assim, o faz em caráter emergencial.

O visto é, na verdade, um cartão de turista que exige documentos simples. É importante  comprar suas passagens e fazer a reserva num hotel (ou casa particular) antes de pedir o visto, porque essas informações são exigidas. Ele é válido por 30 dias, prorrogáveis por mais 30 mediante aprovação das autoridades cubanas. Vale lembrar que além da exigência do visto é necessário fazer um seguro-saúde e altamente recomendado ter uma carteirinha de vacinação internacional comprovando que foi tomada a vacina contra febre amarela.

Confira aqui como proceder para pedir seu visto:
Documentos necessários:
1 – Passaporte válido
2 – Formulário de Solicitação preenchido – clique aqui para ver o formulário
3 – Cópia da passagem aérea (ida+volta)
4 – Cópia da reserva da hospedagem

Procedimento: Há apenas dois consulados cubanos no Brasil, um em Brasília e  outro em São Paulo. Quem estiver longe dessas cidades e não puder se apresentar pessoalmente poderá fazer a transação através dos Correios.

Pedido de visto não-presencial:
A taxa para o visto é de R$45, mas quem o pede por correspondência precisa paga mais: Trâmite R$75 + Sedex R$50 + visto R$45, totalizando R$170. Caso você peça o visto com outras pessoas na mesma correspondência, o valor do Sedex é o único que se mantém inalterado.

Em seguida, será o momento de juntar a documentação para enviar ao consulado. Basta acessar o site http://www.cubadiplomatica.cu/ imprimir o formulário requerido para a emissão do cartão, respondê-lo e assinar . Anexe ao formulário a uma cópia legível das reservas do hotel e passagem aérea, juntamente com a cópia das páginas 1,2 e 3 do passaporte e comprovante de depósito (R$170). Eles irão emitir a “tarjeta turistica” e enviar por Sedex em três dias úteis. Confira abaixo os dados do consulado.

Pedido de visto pessoalmente:
Fazendo o requerimento pessoalmente, além de ser mais barato (R$45), o visto sai na mesma hora.  Você só precisa levar os mesmos documentos citados acima – cópia das passagens, hospedagem e formulário de solicitação – não esquecendo de trocar a cópia do passaporte pelo original.

 

Para maiores informações, acesse o site: http://www.cubadiplomatica.cu/ ou entre em contato com os consulados através dos dados abaixo:

Setor Consular da Embaixada – Brasília – DF

SHIS – QI 05, Conj. 18, Casa 01 Brasília, Distrito Federal
71615-180
(0xx61) 3248-4710 / 4215
Atendimento: Segunda a sexta-feira, de 10 às 13h.
consulcubabsb@uol.com.br
Banco do Brasil, Agencia 1606-3, Conta 301.014-7

 

Consulado Geral da República de Cuba – São Paulo – SP

Rua Cardoso de Almeida, 2115  São Paulo, São Paulo
01251-001
xx11) 3873-2800 (0xx11) 3864-5052
Atendimento: segunda a quinta-feira, das 9:30 às 12:30
oficonsular@uol.com.br 

82 comentários para “Como tirar o visto para Cuba passo a passo

  1. Daniel Matos

    Pode sair mais barato ir pra SP ou Brasília numa dessas promoções divulgadas aqui no MD que fazer a solitação via Sedex. rsrs

    Responder
    1. Antonio Donizeti

      João, estive em Cuba no final de 2010 e foi a melhor viagem que fiz. È importante, antes de embarcar para lá, ficar conhecendo bastante da história sobre a Ilha, além de ler artigos dos que criticam e dos que elogiam a Revolução Cubana. Tudo isto é para se criar uma crítica própria sobre o fato. Voltei com outra impressão de lá. Descobri que sempre fomos enganado pela imprensa.Acho que se tem que conhecer aquele país antes que Fidel morra, pois após sua morte, os americanos devem voltar a comandá-lo outra vez.

      Responder
      1. wellington

        Concordo totalmente, mas espero que após a morte de Fidel não ocorra a americanalhação do país. E sobre o visto, tirei só na viagem, tudo é muito simples para ir a Cuba, e quando eles sabem que somos brasileiros, aí vira festa, até desconto nos táxis do aeroporto tivemos. É um país extraordinário!

        Responder
      2. Jaqueline Verdam Retameiro

        "Acho que se tem que conhecer aquele país antes que Fidel morra, pois após sua morte, os americanos devem voltar a comandá-lo outra vez."

        Isso me deu até um frio na barriga e um medo de não conseguir visitar Cuba antes da partida de Fidel!
        Estou me organizando.

        Responder
      3. Bruno c ds

        Perfeita visão sobre Cuba, realmente Cuba é um país socialista de grandes valores por sua história e cultura!
        Estamos se preparando com uma Galera pra visitar Cuba e suas provincias na metade desse ano de 2014! Estamos na espectativa !

        Responder
      4. Itamar Japa

        concordo plenamente, felizmente eu já estava preparado pra conhecer cuba… a mídia não conseguiu me enganar, mesmo com toda a propaganda "demonizando" Cuba, já sabia que ia encontrar um país maravilhoso, li muito e vi muitos documentários, além de relatos de amigos… Cuba foi a melhor das minhas viagens planejo voltar em 2015 para conhecer um pouco mais…

        Responder
    1. Camille Panzera Autor do post

      Valnice, como a procura não é grande, você pode apenas chegar com a documentação. Mas não posso afirmar que será sempre assim.
      É recomendável ligar antes de ir e confirmar se o consulado estará aberto.
      No meu caso, fiz em Brasília e não demorou mais do que 10 minutos.

      Responder
  2. Leandro Maia

    Fui a Cuba no ano passado e emiti o visto no guichê da Copa Airlines. Não tive nenhum problema, foi só chegar e pedir. Acho que paguei US$20 ou US$25. A Cubana também vende mas ela sai de Caracas ou Buenos Aires apenas. O papel tem duas vias e a imigração não carimba o passaporte para evitar problema com os EUA no futuro. Uma via fica na entrada e a outra deve entregar na saída do país. Para saída ainda deve-se pagar uma taxa no aeroporto de 25 CUC (cerca de US$25). Não chegue no aeroporto com menos de 3 horas antes do voo de volta. É tudo muito demorado, do checkin ao pagamento da taxa até a imigração novamente.

    Responder
      1. Mariana

        Comigo foi o mesmo. No aeroporto, momentos antes do voo, fui até um guiche da Copa e pedi o visto. O atendente nem largou o telefone, só me entregou o cartão em branco e disse que eram $20. Eu cheguei a fazer o seguro de saúde, mas não pediram nada, me vendeu o visto como quem vende um cartão telefonico. Em Cuba não tive nenhum problema.

        Responder
        1. Fernando

          Olá, pessoal. Os comentários da Mariana e do Leandro fazem total sentido. No meu caso, saí do Galeão e parei na Cidade do Panamá para pegar a conexão para Havana. No balcão da Copa no Galeão não tinha o visto cubano. Me disseram para comprar por 20 dólares quando chegasse no Panamá, no balcão da Copa tb. Assim fiz e não tive qualquer problema! Não foi necessário tirar no Brasil! Abraços!

          Responder
        2. vera teresinha

          é verdade é barbada comprar o visto, e o seguro saude eu fiz pela internet um por ter comprado a passagem om cartao visa, so pagaria se usasse o seguro , mas como graças nao precisei nao paguei nada, mas tem q ter seguro caso aconteça algo voce nao desembolsara nada.

          Responder
        1. Camille Panzera Autor do post

          Pessoal, vocês puderam comprar no balcão porque voaram com a Copa, as outras companhias não fazem o mesmo.
          De toda forma, a própria Copa aconselha obter o cartão de turista através do consulado, porque a companhia pode não ter disponível.

          Responder
      2. lucia

        Todas as vezes que fui a Cuba a propia agencia de viaje fez tudo e mandou o visto na minha casa para pagar pra Cuba não Burocracia nem humilhação para adquirir o visto, só que é assim toda vez que for a cuba tem que tirá novo visto, é muito fáci viajar a Cuba a única coisa é o atrazo dos vôo tanto na ida como na volta. Cuba é linda o povo desceptível, eu adoro Cuba, amo povos cubano.

        Responder
    1. Givaldo Lima

      Não precisa comprovar reservas de hotéis nem nada??? Gostaria de referências de hotéis e locais pra se hospedar em Havana… (Imagino que a facilidade seja porque ninguém vai querer ficar vivendo no pais mesmo né? rsrs)

      Responder
  3. Thiago Castro

    Muito legal esse tópicos sobre como tirar o visto para diversos países. São super úteis e de fácil compreensão. Espero que a série continue e, se puder dar um pitaco, poderia ser a Austrália a próxima. :)

    Responder
  4. Marcia

    Só uma observação, o visto é em uma folha e não deve ser anexado ao passaporte, inclusive na imigração eles carimbam essa folha, uma vez que devido aos problemas com os EUA, não é de bom tom, você ter um carimbo de Cuba quando for entrar nos EUA, uma amiga que foi a Varadero fez assim.

    Responder
    1. Roberto

      Coitado do povo cubano! Essa história de não ser de "bom tom" ter o carimbo de Cuba no seu passaporte é um absurdo. Não me interessa o que pensa a imigração americana nesse sentido (ou vocês, que estão viajando "na maionese" com essas especulações). Todo brasileiro é livre para escolher os seus destinos. Inclusive, o turista americano não é proibido de viajar para Cuba (então por que eu seria?). Vou colocar o visto de Cuba no meu passaporte. Inclusive, pedirei para carimbarem na folha mais próxima do visto americano.

      Responder
  5. vera teresinha

    ola fomos para cuba eu e meu marido agora em junho, compramos o visto no aeroporto em poa na hora de fazer o chek- ink , so preenchemos visto com num de passaporte , hotel que ficariamos e nada mais , pagamos ali mesmo, barbada e o valor nao era nada exorbitante. tdo tranqulo.

    Responder
  6. Ana Cecília D

    Quando fui a Cuba tirei o visto em Brasília e foi muito tranquilo. Como meu voo saia de Caracas, no aeroporto de lá o pessoal (venezuelano)da cia aérea implicou com meu visto pois disse que teria que ter um carimbo no verso. Não me deixaram fazer o checkin até que eu comprasse outro na própria cia aérea.

    Chegando em Cuba, utilizei o visto de Brasília (só pra ver se dava algum problema) e deu tudo certo! Então é isso. Cuidado com os golpes das cias aéreas.

    Responder
  7. Jackie

    Eu fui à Cuba ano passado. O visto foi tranquilo de tirar.

    O que me deixou indignada é ter que pagar 25 dólares cubanos para SAIR! Eu não tinha essa informação à época e achei que era mutreta. Mas é isso mesmo. E não adianta antecipar esse gasto com agente de viagem na ida.

    Esse valor só é pago na hora do check in da volta. Ao invés de ir direto para a fila do check in (deixe alguma pessoa lá por você), se dirija ao guichê de pagamento da taxa de saída (só aceitam CASH e pode pagar em dólar americano no câmbio deles) que fica logo à esquerda.

    Se você fizer o check in sem a comprovação do pagamento da taxa de saída, vão tirar você da fila.

    Responder
    1. Tais

      Eles não carimbam o passaporte em Cuba não, o visto é um cartãozinho, eles carimbam ele, e qdo vc vai embora eles pegam ele de volta. n fica nenhum registro q vc foi la no seu passaporte… eu n gostei disso n… heheeh

      E é msm lá vc tem q pagar pra sair… tb achei um absurdo, mas absurdo pior, foi q eles viram no raio X q eu tava lenvendo uns presentes pruns amigos meus de la ( roupas, sapatos e artigos de higiene) e me cobraram taxas disso tb.

      Responder
      1. Thiago Castro

        Na Venezuela tb tem q pagar pra ir embora. Acho isso um absurdo total. Eu nem tinha mais dinheiro e tive q me virar com uns dólares que sobraram (ainda bem). Mas mesmo assim, tenho vontade de conhecer Cuba.

        Responder
    2. Dimas

      Os $25.00 são a taxa de embarque. Em outros lugares já é paga junto com o bilhete, mas não em Cuba. Todas as vezes que saí de lá fiz primeiro o check-in e depois paguei a taxa de embarque, até porque eles colam o comprovante no cartão de embarque.

      Responder
  8. marcia

    pagar p ir a cuba..ta doido com tantas ilhas lindas…e capitalista com hoteis de primeira….cassinos restaurantes e compras…to fora p cuba..onde reina a miseria…..

    Responder
    1. Joseph

      E nós, interessados, agradecemos sua escolha.

      Continuo achando que a pior miséria, é a da alma.

      Mas de qualquer forma, cada um faz valer sua existência de uma forma específica.

      Responder
      1. CACÁ PEIXOTO

        MUITO BOA A RESPOSTA PARA ESSA MARCIA "PATRICINHA" , QUE VIVE NUM MUNDO IRREAL.PARECE QUE ELA É ETERNA,MAS VAI FICAR CORROIDA COMO TODOS OS MORTAIS, COM MISÉRIA OU SEM MISÉRIA. ABRAÇOS JOSEPH.

        Responder
  9. Maria Emília

    Leo, você que sabe tudo, gostaria que me informasse o seguinte: sou portuguesa, vou viajar para Miami e não preciso visto no passaporte. Me informaram que preciso de um documento e pagar uma taxa. Sabe algo a respeito? Obrigada.

    Responder
  10. Claudia

    Fui a Cuba (Havana e Varadero) em nov/2011 e foi uma das melhores viagens q fiz na vida! O visto foi simple e direto no balcão da Copa. Fica a dica de não marcar viagem no período de furacões…

    Responder
  11. Wilton

    A Copa Airlines e a Cubana vendem o visto, com a Copa Airlines, caso nao tenha aqui no Brasil, com certeza eles tem no Panamá, mas existem agencias que vendem o visto também, não é OBRIGATORIO, nem NECESSARIO tirar o visto na consulado, É RECOMENDÁVEL e mais BUROCRATICO, então, escolha o que for mais conveniente pra voce! :) Boa Viagem!

    Responder
  12. M@rcelo

    Assim como o Roberto, que se EXPLODAM os americanos, quando eu for a Cuba também colocarei o mais próximo possível do visto do tio sam, afinal, eles estão numa pindaíba danada e não vão ficar querendo perder BONS turistas como os Brasileiros. :D

    Responder
    1. Thiago Oliveira

      Já fui a Cuba duas vezes e também não me importaria de ter o carimbo cubano no meu passaporte.}

      Mas é a política de Cuba não carimbar. Eles nem perguntam se você quer ou não. Simplesmente não carimbam. É a política de Estado, para poder atrair mais turistas.

      Responder
  13. Thiago Oliveira

    Galera, não é que você tenha que "pagar pra sair". É uma taxa de embarque, como pagamos em todo e qualquer aeroporto do mundo!

    A diferença é que a administração do aeroporto (no caso, o governo cubano), não tem acordo com as cias aéreas, então elas não fazem a intermediação da cobrança, como na maioria dos países.

    Responder
  14. Priscila

    Pessoal, estou pensando em ir para Cuba passar Natal e Ano Novo. Não gosto de viajar nessa época (tudo lotado!!), mas quero aproveitar as férias coletivas do trabalho. Alguma opinião se é bom ou ruim viajar para lá nesta época do ano?

    Responder
    1. Camille Panzera Autor do post

      Priscilla, como você disse, encontrará a cidade cheia… Isso implicará em mais turistas onde você for, voos mais caros, e hotéis também. Pessoalmente, achei Havana tão espetacular que iria em qualquer época. A cidade é incrível. :)

      Responder
  15. Thiago Castro

    Entendemos isso, mas, na prática, temos que pagar pra sair não é? Pra gente, é muito mais prático pagar as taxas já com a passagem. É difícil gerenciar o dinheiro numa viagem, imagina lembrar de deixar um din din pra pagar pra ir embora…

    Responder
  16. Alexandre Ramos

    No Peru também tem que "pagar" pra ir embora; infelizmente essa é uma pratica de vários países; bobeira pois isso já podia estar embutido na taxa de embarque e evitaria vários problemas.

    Responder
  17. itamar japa

    na Venezuela, Bolivia e no Peru (estes que eu ja fui) cobram pra sair, na verdade pelo que sei todos os aeroportos cobram, só que alguns ja cobram antes, ou seja pagamos para a companhia aérea nas taxas… (pelo menos é o que eu to sabendo)…

    Responder
  18. itamar japa

    Mais uma prova de o quanto são [editado], estes estadunidenses, como são magoados por Cuba ter obtido sucesso em 59, com a revolução Pobre Cuba que sofre embargo dos EUA desde 62 e mesmo assim se mantem firme e forte – e desafiadora – para o desespero dos EUA… Uma prova deste boicote é o decolar. com procurem Cuba nos destinos e não encontraram, tbm a CVC (que agora é do mesmo grupo dos caras que invadiram o Iraque) tbm não faz mais turismo pra CUBA… uma pena…

    Responder
    1. Camille Panzera Autor do post

      De acordo com a Lan e o consulado de Cuba não tem como. Sobra a possibilidade de comprar com uma agência, mas não sei se eles venderiam o cartão se você viajar por conta própria, ou através do consulado mesmo.

      Responder
        1. Camille Panzera Autor do post

          Itamar, Taca e Avianca não vendem. Quem vende, entre as empresas que saem do Brasil, é apenas a Copa. E, pelo que sei, a Copa vende apenas na hora do embarque (aqui no Brasil ou no Panamá).

          Responder
  19. Marcelo Roseo

    Boa tarde Pessoal,

    Li aqui muitos comentários a respeito de Cuba. Estive lá em 2010 e não volto mais. Foi uma das piores experiências que já tive. Só recomendo para quem gosta muito de história e de nenhum conforto. Atendentes, taxistas, garçons… com raríssimos exceções, todos foram grosseiros e antipáticos, para não falar desonestos! Nunca passam um troco corretamente, sempre tentam enrolar. CUIDADO quando for fazer o câmbio, conte e reconte o dinheiro, eles costuma dar dinheiro a menos. No câmbio, o CUC se equipara ao euro, logo tudo fica muito caro. Se pretende mesmo ir, como hospedagem, sugiro conversa com os taxistas e pedi para te levar para casas que alugam quartos. A família que lhe hospedar, poderá lhe dicas valiosas para sobreviver aos dias que estive em Cuba. E quanto ao visto, compramos no guichê da Copa airlines no RJ e não tivemos problema. Qualquer dúvida!

    Responder
  20. ITAMAR JAPA

    Pois é, hj entrei em contato com diversas companhias aéreas, e o que informaram foi o seguinte, que é o aeroporto que vende este papel, a lan, tem um atendimento horrível e nas 4 vezes que liguei eles não souberam explicar, na verdade nem sabiam de nada…

    o pessoal da taca e da Avianca, me informaram sobre isso, q no aeroporto é que tem disponível o cartão pra venda.. me deram certeza que em Lima (onde vou fazer escala) tem disponível, mas mesmo assim, ainda estou com muitas dúvidas… se alguem souber mais por favor…

    Responder
  21. ITAMAR JAPA

    exatamente, não da pra arriscar não, rs…o problema é que pelo que fiquei sabendo, só os aeroportos que tem voo direto pra Cuba que tem este visto disponível, to tentando contato e buscando informações, qualquer coisa coloco aqui, valew pela ajuda…

    Responder
  22. Itamar Japa

    Eu acho que o minimo que alguém deve saber é o básico sobre o país onde se vai viajar. O encanto de Cuba está justamente em sua história e a maneira como vivem, eu acho que se alguém quer conforto, deve ir pra Aruba, Punta Cana, etc… Cuba foi a melhor viagem que fiz em minha vida, sem dúvidas…

    Fantástico, outro mundo!

    Responder
  23. Itamar Japa

    Só pra constar, fiz pelo consulado mesmo, chegando em Lima tinha para vender na LAN, mas o cara me disse que não era sempre…não arrisquei, paguei mais caro… mas garanti…

    Responder
  24. Luiz Carlos Estevão

    Gostaria de ficar 40 dias em Cuba. Meu desejo é conhecer o país na íntegra.
    Gostaria de saber se é possível locar um veículo em cuba e deslocar-me livre por todo o país.

    Responder
  25. Roberto Lima

    meu maior sonho é conhecer cuba. tenho 67 anos de idade, e estou juntando dinheiro para esta viagem.

    conhecer cuba é conhecer a história de um povo que lutou contra o imperialismo americano.

    Responder
  26. claudia

    Bom dia amigos. Vou para Cuba em março, mas não ficarei em hotel e sim na casa de amigos. Preciso de carta convite para entrar no país? Se a resposta for positiva, como deve ser essa carta?

    Responder
  27. sara

    Me falaram que pode comprar o visto quando chega em cuba, alguem sabe se eh verdade? Eu to fora do brasil e acabei de comprar uma viagem to meio perdida

    Responder
  28. Marcelo

    Obrigado pelas dicas, vou para Cuba dia primeiro de maio próximo e vou solicitar o visto no guichê da Copa mesmo. Inclusive liguei num 0800, que caiu no Panamá e eles me informaram que pode tirar lá mesmo… Não vou viajar até SP só para fazer isso, já que é tão fácil assim.

    Responder
  29. Beatriz Mendonça

    Estive em Cuba em março/2014 e gostei muito! Gostei tanto que pedi para carimbarem meu passaporte na saída. :) Mas agora surgiu uma oportunidade ir aos EUA e percebi que isso pode ser (ou foi antigamente) um problema para conseguir o visto americano. Só encontro informações desencontradas. Alguém sabe se vou ter problema?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>