Pantanal Linhas Aéreas deixa de fazer voos regionais

Leonardo Marques 7 · julho · 2011

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Nos últimos meses não postamos uma única notícia sobre a Pantanal. Nesse período ela lançou voos para vários novos destinos e nós não publicamos uma única notícia. Teria isso algum motivo especial? Sim, a Pantanal, empresa de voos regionais, não existe mais.

Como assim não existe? É isso mesmo: ela está aí apenas para parecer que não foi engolida pela TAM igualzinho ao caso GOL/Varig. A TAM/Pantanal anunciou que seus últimos 3 aviões que faziam rotas regionais não irão mais operar.

Em outras palavras, a Pantanal voa a partir de hoje nos mesmo trechos que a TAM, com os aviões da TAM e usa os espaços da TAM nos aeroportos. Ela não existe: é a Varig da TAM.

A TAM comprou a Pantanal apenas para ficar com seus slots (direitos de voos) em Congonhas e concentrar ainda mais os voos no aeroporto paulistano. O governo certamente sabia disso e deixou. Congonhas segue dominado por TAM e GOL e com meia dúzia de voos da Avianca. Depois você se pergunta porque voar para Congonhas é caro. Azul, Webjet, Passaredo e Trip não podem operar em Congonhas.

Com a notícia,  as cidades de Araçatuba, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, em São Paulo, e Juiz de Fora e Uberaba, em Minas Gerais vão ficar sem as linhas da Pantanal. Assim como Marília, onde a Pantanal deixou de operar há algumas semanas e onde nasceu a TAM (era Táxi Aéreo Marília). Somente Bauru continuará com sua rota, operada com Airbus A319.

Sabe o que mais lamentamos nesta história toda? É que a Pantanal foi fundada em 1993 no Mato Grosso do Sul, para atender especialmente a região Centro-Oeste, que é muito extensa e onde a população sofre muito com a falta de opções aéreas. Basta dar uma olhada nos comentários aqui no Melhores Destinos, sobre a falta de promoções para capitais como Cuiabá, Campo Grande e Goiânia ou mesmo voos para importantes cidades do interior.

Agora, a TAM está prestes a adquirir parte da TRIP, a principal companhia regional do Brasil. Será que vamos ver uma reprise deste triste filme sem que as autoridades do setor tomem nenhuma atitude a respeito?

Autor

Leonardo Marques - Diretor do Melhores Destinos