Aeroportos de Porto Alegre, Salvador, Fortaleza e Florianópolis passarão a ser administrados por empresas privadas

Denis Carvalho 9 · junho · 2015

Os aeroportos de Porto Alegre, Salvador, Fortaleza e Florianópolis deixarão de ser administrados pela Infraero e serão concedidos à iniciativa privada por meio de leilão. As concessões fazem parte da nova etapa do Plano de Investimentos em Logística, anunciado hoje pelo governo. No total, o pacote prevê R$ 198,4 bilhões em investimentos e também inclui leilões de rodovias, ferrovias e portos.

A previsão é que os leilões dos aeroportos sejam realizados a partir do primeiro trimestre de 2016. O governo prevê investimentos de R$ 8,5 bilhões nos quatro terminais. A Infraero será sócia das empresas vencedoras dos leilões na administração dos aeroportos. 

Na primeira fase do programa de concessões, o governo entregou à iniciativa privada, por meio de leilão, a administração dos aeroportos de Guarulhos e Campinas, em São Paulo; Juscelino Kubitschek, em Brasília; de Confins, em Belo Horizonte, e Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro.

Dos quatro, o aeroporto de Salvador teve a maior movimentação de passageiros no ano passado (9,2 milhões) e receberá investimentos de R$ 3 bilhões, seguido por Porto Alegre (R$ 2,5 bilhões), Fortaleza (R$ 1,8 bilhão) e Florianópolis (R$ 1,1 bilhão).

CONCESSAO AEROPORTOS

Aeroportos regionais

Além dos leilões dos quatro aeroportos, o pacote também prevê a concessão, pelo modelo de outorga, de sete aeroportos regionais: o de Araras, Jundiaí, Bragança Paulista, Itanhaem, Ubatuba e de Campinas (Amarais), em São Paulo, e de Caldas Novas, em Goiás, somando um total de R$ 78 milhões.

Com informações da Agência Brasil e Portal Brasil.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Alex Lag

    A única coisa certa é que o PT vai encher os bolsos…

  • JR

    No governo demoníaco do PSDB isso chamava-se privatização e era um absurdo, no governo bem aventurado-honesto-superavitario do PT chama-se concessão e é um avanço num estado democrático de direito! kkkk

  • Nada pra Vitória, para variar!
    Nosso aeroporto é uma completa vergonha!

    • Pablo Hawson

      Adoro Vitória e vou constantemente a ela. Mas realmente você tem muita razão, o aeroporto é de fazer vergonha, não combina em nada com a cidade que é fantástica.

    • Pedro Cerqueira

      Vitória deveria ter sido incluída no pacote da concessão do Galeão. Para levar uma das joias da coroa deveria ter levado, também, a bijuteria.

  • amadeu carvalho

    Infraero como sócia ? será que haverão interessados ? A Infraero com sua incompetencia ninguem vai querer como socia.

    • Thiago Castro

      O percentual da Infraero nas primeiras concessões era de 49%. Agora deve ser de 15% (mínimo para que se tenha uma cadeira no conselho). O governo nunca vai zerar essa participação. Essa redução já é um avanço.

      Ah, o verbo haver no sentido de existir não varia em número, logo, nesse caso, haverão não existe.

    • Eduardo

      Não é a Infraero que é incompetente. Ela operou dezenas de aeroportos durante mais de 40 anos. A qualidade deles sempre foi muito boa até 15 anos atrás. E eram muito lucrativos.

      Nos últimos anos, o governo manipulou a empresa para interesses políticos e parou totalmente de investir. Sucateou os aeroportos e a Infraero ficou de mãos atadas. Os novos aeroportos ficaram bons porque foi injetado dinheiro grosso (do BNDES).

  • Daniel Moura

    Nada disso significa que necessariamente os aeroportos terão qualidade na prestação de serviços… Mas eu prefiro torcer para que dê certo, quero o país melhor, independente de partido no governo. Não privatizando a saúde e a educação…

    • Pedro Cerqueira

      Daniel, você já utilizou os aeroportos que foram privatizados (Guarulhos, Galeão, Brasília etc)? Ainda existe um bom caminho para chegarem ao nível de alguns dos melhores do mundo, mas estão muito melhor do que na época em que eram gerenciados somente pela Infraero.

      • Daniel Moura

        Brasília e Guarulhos estão melhores? Rapaz, eu tenho q discordar e muito contigo viu? O de Brasília até a instalação elétrica fica exposta aos usuários…O único aeroporto que melhorou BASTANTE com a concessão foi o de Belo Horizonte.

        • PG

          Você não deve ter conhecido o aeroporto de BSB antigo pra falar isso.

  • jorge moraes

    Inclui o aeroporto de Floripa, e deixar o de Curitiba fora, é mais uma bizarrice da Dilma.
    CWB tem mais movimento, portanto potencial maior pra gerar lucros.

    • Eriston

      Certamente é porque Florianópolis deve ter demandas mais urgentes que Curitiba.

      • Alex Lag

        Ou certamente pq q propina em Floripa será maior

        Esse governo só se move por propina

        • Wagner

          A ampliação do aeroporto de Florianópolis (Hercílio Luz) está com a obras paralizadas há 1 ano (construção da pista Taxi-way e ampliação de terminal). O movimento em 2014 foi de aproximadamente 4 milhões de passageiros (14º do Brasil), lembrando que nas cidades de SP e RJ há 4 aeroportos dentro destes 14, portanto FLN é o 12º em movimento no país. Não é pouco.

    • Joao Victor

      Acontece que o Paraná é administrado pelo PSDB, e o jeito PT de governar é assim, favorecendo os estados “aliados” e punindo o povo por escolher outro partido para governar. Acontece algo parecido com o aeroporto de Belo Horizonte, que deveria ter entrado na primeira rodada de concessões e, sem motivos técnicos, foi deixado de fora, por falta de sintonia com o governo estadual, que já tinha projetos de expansão prontos.

  • Junior Juninho

    AEROPORTO MARECHAL RONDON EM VARZEA GRANDE (CUIABA) FICOU FORA DA PRIVATIZAÇÃO EU VI UMAS PUBLICACOES DE POLITICOS SOLICITANDO A PRIVATIZACAO, TINHAMOS A ESPERANCA DISSO ACONTECER MAIS PELO QUE VEJO NADA SERA FEITO E O AEROPORTO A DERIVA E SO DINHEIRO PUBLICO SENDO GASTO E NADA DE OBRAS UMA PENA…

  • Diego Batista Vieira

    Isso é uma Vergonha ! Apesar de ser solução ( Privatização para os PSDB) e (Concessão para os PT) da vida, vejo como a melhor solução, o que me preocupa é onde vai parar toda essa dinheirama que vai entrar nesta concessões .
    fora que os investimentos serão pesados pois FORTALEZA está a ser eleita com HUB da Tam para Europa e Eua talvez entre mais uns trocados para os Amigos da Dilma

    • Antonio Silva

      Fortaleza compete com Recife e Natal para ser HUB do Grupo Latam não se esqueça.

      • Marcelo

        O Governo aguardava a decisão da TAM para incluir ou Fortaleza ou Recife nas concessões. Uma vez que Fortaleza foi incluída, parece-me que a TAM já se decidiu por Fortaleza, porém isto ainda não veio a público.

        • Antonio Silva

          Bom,só nos resta sentar e aguardar…

    • jorge moraes

      Este HUB da Tam no nordeste é outra história mal contada. A Tam já tem HUBs em GRU e BSB e no Brasil não há espaço para mais um. A Tam deve estar pensando que estamos nos Estados Unidos.

      • Pedro Cerqueira

        Jorge, Fortaleza e Natal reúnem a qualidade de serem aeroportos próximos tanto dos EUA quanto da Europa. De ambos chega-se a esses destinos em cerca de 7 horas. De São Paulo ou do Rio demanda cerca de 9 horas. Além disso, o governo do Ceará aplica atualmente a menor alíquota de ICMS entre todos os estados do país para o querosene de aviação. Enquanto a maioria dos estados aplica 30%, no Ceará aplica-se 12%. Também, foi aprovada a redução da alíquota de ICMS de 19% para 4% para peças e instrumentos aeronáuticos. Essas duas reduções fazem grande diferença.

      • Marcelo

        Não Jorge…acho que ela está pensando NOS EUA (e na Europa). è simplesmente absurdo qualquer um que queira ir a (americano ou europeu) ou voltar para (nordestinos) a regiao ‘de cima’ do Brasil, terem de vir até SP, RJ ou na melhor das opções BSB para depois voltarem a subir. É, na verdade, muito lógico que se faça um HUB no nordeste brasileiro (antes que me considerem bairrista ou algo assim, quero esclarecer que sou de Curitiba).

      • PG

        O HUB do Nordeste será internacional, diferentemente do HUB de BSB.
        E é óbvio que há espaço para mais um HUB, não fosse assim, a LATAM não estaria realizando tal planejamento.
        Até a AVIANCA quer instalar um HUB no NE.

  • Rodrigo Dourado

    O aeroporto de Salvador não é um aeroporto super lotado, tem fluxo abaixo da capacidade e várias obras já estão sendo tocadas, não tenho dúvidas que isso é unicamente para por dinheiro no bolso do governo e de seus filhotes. Apenas espero que uma concessionária competente assuma e torne o aeroporto mais bonito, pq apesar de funcional tem uma arquitetura defasada, isso aliado ao metrô que chegará ao aeroporto em 2017, vai ser um grande upgrade no terminal de Salvador que já tem diversos destinos internacionais!

  • Tito Bosco

    Tomara que esse aeroporto de Salvador deixe de ser uma vergonhosa porta de entrada do Estado da Bahia. Em obras há mais de 2 anos e o que se fez foram apenas ampliar os balcoes e uma torre de controle nova. Banheiros, estacionamento (que vira cachoeira quando chove), insegurança, iluminacao e bom atendimento, são itens básicos que devem ser sanados o quanto antes…

  • Coelho

    Sou a favor da privatização, pois tudo na mão da máquina pública não funciona, por vários motivos, desvios e super faturamento e etc, uma prova disso é o VCP, o aeroporto em 2 anos apos privatizado já se tornou referencia no país com uma infraestrutura impecável, quem passou por lá na época que era publico sabe era pior que rodoviária, hoje tudo funciona, parece um Shopping.

    • Paulo Pagotto

      Queria ser tão otimista assim… Ainda acho que é uma rodoviária, no máximo uma rodoviário de luxo! Ter que embarcar e desembarcar caminhando pela pista, principalmente quando está chovendo, já tira a maioria das vantagens das melhorias no terminal velho.
      Para piorar, não vejo nenhuma notícia de multa ou penalização ao concessionário por causa do atraso de mais de 1 ano nas obras do novo terminal! Deveria estar totalmente pronto em Abril/2014 mas até agora não há previsão de entrega. Já a taxa de embarque não para de aumentar!

      • Coelho

        Nunca embarquei ou desembarquei na chuva, foi disponibilizado ônibus para transporte.

      • jorge moraes

        Bem lembrado Paulo, multa por causa do atraso pra entregar as obras nada. Com a palavra a Anac.

      • Leandro Vale

        também nao vejo nenhum exemplo em VCP! parece uma feira.

    • Bruno Bastos

      Como se os desvios e superfaturamentos não fossem praticados por empresas privadas. A questão é muito simples, quem mantém a corrupção na esfera pública são os grupos empresariais que financiam a eleição dos políticos. O setor público precisa de profissionalização e depender menos do gestor político, não existe nada que uma empresa privada possa fazer que seja melhor que uma pública tratada com seriedade.

      • Coelho

        Nem se compara os desvios praticados pela gestão publica com privada, a um abismo amigo entre as gestões.

  • Natalia Medeiros

    Concessão é (bem) diferente de privatização. Se tivessem concedido a Vale, em poucos anos ela seria publica novamente.

    • Pedro Cerqueira

      Visão míope de esquerdistas saudosistas. Concessão e privatização não diferem em nada. Trata-se apenas de puro marketing. Ambas transferem para a iniciativa privada uma atividade que nunca deveria ter ficado na mão do governo. Se a proposta for realmente efetivada em poucos anos os serviços nesses quatro aeroportos terão um grande incremento de qualidade e nunca mais voltarão ao domínio do poder público. Você sente saudades das antigas concessionárias de telecomunicações? Talvez não, pois sequer deve ter conhecido como funcionavam.

      • Marcelo

        Exatamente Pedro. Fiz ponte aérea Brasília Curitiba por dois anos. O aeroporto de Brasília era um lixo. Hoje, após a privatização / concessão parece outro mundo. Pena que Curitiba e o Paraná não conseguem quase nada desse governinho (afinal o estado é majoritariamente direitista), pois o aeroporto de Curitiba ficou novamente de fora. Até floripa levou kkkkk ! Mérito deles!!!

      • Natalia Medeiros

        Visão míope de esquerdista? Em uma frase tu conseguiu apreender qual é o minha tendencia politica?! – coisa que nem eu em 28 consegui, visto que considero que os dois ‘lados’ tem prós e contras.
        Realmente, não lembro muito da época da telefonia pública. Na minha cidade era pior ainda pq a companhia era só no município. Mas olha, também não to satisfeita com o serviço oferecido agora..(mas vamos voltar ao foco, aeroportos)

        Tu percebeu que eu não falei nada contra as concessões? Concordo contigo que o serviço deve melhorar.

    • Wesley

      Concessão é (bem) diferente de privatização? hahaha

      Me dê um exemplo de uma concessão que voltou para as mãos do poder público e que se mostrou eficiente. Vai acontecer o mesmo que o pedágio da terceira ponte em Vitória/ES. Processos e processos com a concessionária dizendo que as despesas da concessão não foram pagas e blablablá.. nessa falácia já pagamos pedágio por aqui há mais de 20 anos e sem previsão para término, sendo que essa ponte já foi paga umas 4 ou 5 vezes… Esquerda Caviar manda lembranças!

      • Natalia Medeiros

        Esquerda caviar manda lembranças? Oi?

    • Mauricio

      Em poucos anos? A concessão tem prazo em média de 35 anos, ou seja, iriam levar todos os recursos do país e depois entregar o buraco.

    • Marcelo

      Querida Natalia, você por acaso considera que seria bom se a Vale voltasse a ser pública ? A Petrobrás não está dando $$ suficiente para o pessoal mamar?
      Além disso concessão não se faz para ‘poucos anos’ como você mencionou. São para 20, 30 anos….

      • Natalia Medeiros

        O prazo máximo é 35, tem algumas concessões que são menos de 10.
        Não sei se seria bom a Vale voltar, só usei como exemplo para diferenciar os processos.
        Você acha que seria bom?

    • Henrique M Godinho

      A ÚNICA diferença entre concessão e privatização é que a primeira tem prazo para acabar. Fora isso, é conversa pra boi dormir.
      Agora, Natalia, você realmente acredita que alguma empresa entrará em concessão ou privatização pra perder dinheiro?! No caso da Vale, a visão dos compradores era “teremos a empresa por tempo indeterminado e podemos tirar lucro de forma mais moderada”. E, o assunto Vale só está a tona por conta do patamar de qualidade que a empresa chegou. Se estivesse na mão do governo, tenho certeza ABSOLUTA, de que a Vale estaria num padrão muito parecido ao da época que foi privatizada. O Estado Brasileiro é incapaz de gerir empresas!
      No caso das novas concessões, as empresas tem um prazo X para reaver seu dinheiro e não tem limite de cobrança, já que o governo vai entregar o patrimônio a quem lhe pagar mais (independente das tarifas cobradas ao cidadão).
      Adivinha qual modelo vai doer mais no seu bolso?!

      • Natalia Medeiros

        Oi Henrique, concordo, acho que a Vale estaria como tava ou pior. Justamente pela melhoria de gestão é que concedem (na verdde, é lobby, mas seguimos na teoria). Não entendi teu último parágrafo. (As coisas tão tão violentas na internet que eu to quase agradecendo por não ter me xingado, visto os outros comentarios =))

        • Henrique M Godinho

          Educação vem de berço … não gosto de xingar as pessoas, acho que s perde o foco da discussão.

          • Natalia Medeiros

            Tamo junto =)

  • Pedro Cerqueira

    Nessa nova rodada de “planejamento” do desgoverno do PT se perpetua o mesmo erro das concessões anteriores. O filé deveria estar sendo dado juntamente com o osso, para que o modelo de administração por empresas privadas alcançasse um maior número de usuários. Por exemplo: Como Fortaleza é atrativo, para levar essa concessão deveria ser necessário levar um ou mais aeroportos de menor potencial, como Juazeiro do Norte e Teresina, no mesmo pacote. Vai levar Porto Alegre, leva junto Pelotas e Bagé. Da forma que está sendo conduzido o processo a Infraero perderá mais um bom naco das suas receitas e terá dificuldades para administrar os aeroportos de menor movimento. Eu sou absolutamente contrário ao modelo de aeroportos administrados pelo governo, mas não podemos esquecer que as concessões de Guarulhos, Viracopos, Brasília, Galeão, Natal e Cofins representaram a retirada de 70% do faturamento da estatal, o que tornou inviável a manutenção da empresa e transferiu para nós, contribuintes, o ônus de suportar operações deficitárias.

  • Kratos

    A forma de esse desgoverno privatizar as coisas com um nomezinho bonitinho e “engana trouxa”.

  • Robson

    Deixem de ver a Globo!!!! O movimento nos aeroportos aumentou por causa da inclusão social proporcianada pelos governos Petistas … até à época da privataria Tucana nunca tinha viajado a passeio de avião, somente a trabalho … agora já acumulo mais de 12 viagens dentro do Brasil e 2 ao exterior a passeio … “O pior cego é o que não quer ver!!” Aceita Dilma vez!!! Lula 2018!!

  • Daniel T. Santos

    Em 99% dos casos eu concordo com concessões/privatizações, chamem como quiserem, mas como geralmente o que entra em jogo é a diferença do modo de administração, discordo de 99% das pessoas pois acho que a INFRAERO tem (tinha?) uma boa administração e não havia motivo para tirar de suas mãos os aeroportos. Eu já viajei várias vezes [por GRU] e o que mudou no aeroporto além do novo terminal? Perfumaria. Tá tudo novo e colorido, mas e daí? O que isso influencia realmente no serviço prestado pelo aeroporto? Hoje em dia não precisa ser bom, precisar PARECER bom, e é exatamente o que essas concessionárias privadas estão fazendo. A limpeza dos banheiros, por exemplo, não mudou nada, talvez o logo da empresa de limpeza; continuam sendo limpos regularmente mas sempre faltando papel, inclusive agora sendo administrada pela GRU Airport. Mas o que mudou MESMO depois da concessão foi o aumento das taxas de embarque, ah, isso sim mudou muito. E sem falar na exploração selvagem que fizeram com as empresas que exploram pontos comerciais. Por sinal, é por isso que o paozinho de queijo e o café tiveram aumentos absurdos nos estabelecimentos de GRU, ou vocês acham que pagar 3x mais de aluguel depois da concessão tem empresa que consiga não repassar seus custos aos consumidores? Na minha modesta opinião não valeu a pena conceder o aeroporto à iniciativa privada, uma incrível exceção.

    Antes que me julguem, não trabalho no governo, muito menos na INFRAERO e não tenho nem parentes que trabalhem nela também. É minha análise, e sim, é diferente de 90% das pessoas, pois eu não dou tanto valor à perfumaria quanto os 90% dão.

  • bernard

    Isso e Brasil ! Incompetente pra cuidar de suas infraestructuras, entao, vende todo !!!

  • amadeu carvalho

    Concordo plenamente, de uma forma ou de outra, ou seja por qual causa for, a administradora é a Infraero, mas voce tem razão nas suas colocações.

  • Natalia Medeiros

    O máximo é 35. Não tenho informações de qual é a média. Mas tem concessões de menos de dez anos e pra mim isso é pouco.

  • Daniel Moura

    Conheci o atual e não gostei nada do que vi.