Compras em Buenos Aires: lojas, shoppings, supermercados, feiras e livrarias para a sua viagem

Por Leila Aisen

Confira nesse Guia de Compras em Buenos Aires as principais opções de shoppings, outlets, supermercados, feiras e lojas para a sua viagem.

Uma das coisas que gosto de fazer quando viajo é aproveitar para fazer compras. Eu sempre trago na mala de volta alguma delícia local, além de aproveitar as ofertas de roupas, decoração e coisas para bebês. Isso também acontece com vocês?

Quando vierem a Buenos Aires, podem aproveitar para comprar coisas típicas da Argentina para levar para casa, ou comer por aqui: vinhos, doce de leite, alfajores, chocolates, marmelada, doce de batata-doce e erva mate, além de artigos em couro. Mas também podem comprar coisas mais gerais, como roupas, perfumes, maquiagem, acessórios, livros em espanhol, CDs e vinis.

Uma boa dica para quem quer ir às compras por aqui é o Tax Free. Os estrangeiros que compram nas lojas vinculadas ao programa podem solicitar um formulário de devolução do Imposto sobre Valor Agregado (IVA), equivalente a 21% da compra total. Nada mal! Os formulários devem ser apresentados nos guichês Global Refund Tax Free dos aeroportos ao deixar o país.

Leia também:
O que fazer em Buenos Aires: 43 dicas para a sua primeira viagem 
25 passeios grátis em Buenos Aires – como economizar em sua viagem
Transporte em Buenos Aires: dicas para usar táxi, metrô, ônibus, Uber e bicicleta!
Bairro a bairro de Buenos Aires: onde é melhor se hospedar!

Onde fazer compras em Buenos Aires?

Mas quais são os melhores lugares para se fazer compras em Buenos Aires? Neste post eu te conto algumas coisas legais que você pode comprar por aqui e as melhores opções de lugares para suas comprinhas, ao ar livre, em lojas, shoppings, baratos, caros, de tudo! Para facilitar o processo de compra durante a turnê pela cidade, além das descrições dessa postagem, eu montei um mapa com todos os lugares que menciono. Confira:

Comprar de tudo muito barato em Buenos Aires:

Once: Se você realmente quer economizar e não tem problema em comprar em lugares que não são tão bonitos e geralmente estão cheios de pessoas, você pode percorrer o comércio da Avenida Corrientes do cruzamento da Callao até a Pueyrredón. Você vai encontrar de tudo, desde roupas, sapatos, acessórios e malas até tecidos, berços e tudo o que vier à sua mente, vendido por atacado e varejo – meio que nossa versão da rua 25 de Março em São Paulo. Não é uma área turística, nem é uma das mais belas ou seguras da cidade, por isso recomenda-se levar poucas coisas e ter cuidado com os batedores de carteira. A maioria das lojas só aceita dinheiro.

Avenida Avellaneda: Quer comprar roupas baratas sem se importar que não sejam de marca e está disposto a andar entre muitas pessoas? Visite a região das avenidas Avellaneda e Nazca, no bairro das Flores. Os preços são incríveis e geralmente não há turistas. Tenha em mente que nem todas as lojas vendem no varejo durante a semana, mas sim nas manhãs de sábado, quando há mais pessoas. Aqui também é recomendado ter cuidado com batedores de carteira. A maioria das lojas também só aceita dinheiro.

Murillo: Aqueles que procuram couro a um bom preço, devem visitar a rua Murillo, entre os números 500 e 800. Por lá encontrarão jaquetas, carteiras, sapatos, poltronas e muito mais. Normalmente há desconto para pagamento em dinheiro em pesos argentinos, embora também sejam aceitos cartões.

Shoppings de Buenos Aires

Há bons shoppings em Buenos Aires e aqui os chamamos assim mesmo, como no Brasil. São a opção ideal para quem procura um passeio de compras em local coberto, com um mix de cinema, comida e brinquedos para crianças. Vale destacar que temos vários, com estilos diferentes.

As lojas dos shoppings de Buenos Aires abrem das 10h às 22h todos os dias da semana e a praça de alimentação e os cinemas ficam abertos até mais tarde. De qualquer forma, recomendo que você consulte os horários de cada um deles.

Em todos você encontrará muitas marcas de roupas, e em alguns também eletrônicos, livrarias, lojas de discos, presentes e supermercados.

Dica: diversos shoppings oferecem descontos através do aplicativo Pareto. Vale a pena baixar e dar uma olhada durante sua viagem. 

  • DOT Baires Shopping:  É o meu favorito e um dos maiores e novos. É na ponta da capital, na fronteira com Vicente López. Tem muitas marcas de todos os tipos, cinemas, playground Neverland para os mais pequenos e uma grande praça de alimentação. Fica na Vedia, 3626.

Abasto Shopping: Neste imponente edifício antigamente funcionava o mercado central da cidade. Tem muitas empresas, uma grande praça de alimentação, 12 cinemas e duas atrações para os pequenos: o Museo de los Niños e os brinquedos de Neverland. Os preços aqui são convenientes, embora não seja nenhum outlet. Estando no bairro do Abasto, geralmente há muitos turistas. Fica na Av. Corrientes, 3200 e a linha de metrô B os deixa dentro do shopping.

Galerías Pacífico: É um clássico de Buenos Aires e sua cúpula cheia de pinturas chama a atenção dos visitantes. Aqui você pode encontrar marcas famosas nacionais e internacionais, mas não é para quem procura bons preços. Aqueles que visitam as Galerías Pacífico podem aproveitar a oportunidade para consultar a programação do Centro Cultural Borges que fica no local e comer deliciosos chocolates na Abuela Goye ou um alfajor no Café Cachafaz. É na esquina da Calle Florida com Av. Córdoba.

Patio Bullrich: O mais elegante de todos os shoppings portenhos oferece lojas de marcas de luxo nacionais e internacionais. Fica na rua Posadas, 1245, no Retiro.

Recoleta Mall: Este pequeno shopping foi inaugurado em 2011 e oferece algumas lojas de roupa, restaurantes e cinema em plena zona turística da Recoleta. Fica na rua Vicente López, 2015.

Alcorta Shopping: O Alcorta é um dos maiores shoppings de Buenos Aires e fica próximo ao museu MALBA e do Jardim Japonês. Fica no cruzamento da rua Jerónimo Salguero com a avenida Figueroa Alcorta.

Alto Palermo: Apesar de ser pequeno, é um dos shoppings mais conhecidos de Buenos Aires e tem foco na moda feminina. Fica na Avenida Santa Fé, 3200 e a linha D do metrô te deixa na porta.

  • El Solar de la Abadía: O Solar é um pequeno e exclusivo shopping no barrio de Las Cañitas, no limite entre Belgrano e Palermo, mais precisamente en Av. Luis María Campos 940. Antigamente o edifício abrigava uma fábrica.

Quem procura roupas, encontrará essas marcas em shoppings e em diferentes pontos da cidade:

Marcas internacionais:

Marcas argentinas:

Outlets em Buenos Aires

Em vários pontos da cidade há outlets de marcas conhecidas, onde é possível encontrar peças a preços de fábrica.

Avenida Córdoba e Aguirre: na avenida Córdoba do número 4.300 ao 5.000 e nas proximidades das ruas Aguirre e Gurruchaga você pode encontrar outlets de muitas marcas de roupas femininas, masculinas e infantis, com modelos de temporadas anteriores ou com defeitos mínimos de fabricação a preços reduzidos.

Distrito Arcos: na rua Paraguay 4979, perto da Plaza Italia, em Palermo, fica este shopping premium outlet a céu aberto, com marcas locais e internacionais, além de algumas lanchonetes e restaurantes. Foi construído a partir de edifícios existentes ao longo de uma linha de trens desativada, o que dá um charme especial ao lugar:

The Palace – Luxury Outlet: Três vezes por ano, é realizado esse elegante shopping outlet ao ar livre. Antes o evento ocorria na Tribuna Plaza do Hipódromo de Palermo, mas as última edições têm sido no Campo Argentino de Polo (Av. do Libertador). São mais de 60 marcas premium nacionais e internacionais que oferecem seus itens com descontos nem legais. Cada evento dura uma semana e se coincidir com sua viagem, vale uma visita!

Soleil Premium Outlet: Fora da Capital Federal, mas muito próximo na Zona Norte se encontra este shopping que oferece muitas lojas de marcas com preços especiais. Fica na rua Olazabal, 2650, em San Isidro e há várias linhas de ônibus que levam ao local.

Ruas comerciais

Quem prefere caminhar pela cidade pode encontrar o que imaginar em diferentes corredores comerciais.

As lojas de rua geralmente funcionam de segunda a sábado, das 9h às 20h. De qualquer forma, recomendo consultar o horário caso haja alguma em especial que te interesse.

Florida: É a rua de pedestres por excelência de Buenos Aires, sempre cheia de moradores e turistas. Pode ser percorrida da Plaza San Martín até quase chegar à Plaza de Mayo. Aqui se pode encontrar de tudo, mas os preços nem sempre são os melhores, especialmente quando nos referimos a lembrancinhas tradicionais. Destaque para as instalações da loja de departamentos Falabella.

A famosa Calle Florida em Buenos Aires

Avenida Alvear: Se está procurando por coisas sofisticadas, as avenidas Alvear e Quintana, na Recoleta, marcam a melhor área de compras de Buenos Aires, concentrando boutiques e joalherias. De passagem, você pode passar pela porta do exclusivo Alvear Palace Hotel.

Avenida Santa Fe: Uma área comercial bem diversificada, especialmente nas proximidades com a avenida Callao, onde há muitas lojas de roupas e decoração.

Palermo Soho: nas imediações da rua Honduras e da avenida Scalabrini Ortiz é possível encontrar estilistas independentes de moda e decoração. Também há muitos bares e restaurantes.

Avenida Cabildo: No bairro de Belgrano, a avenida Cabildo é uma das principais áreas comerciais da cidade, especialmente no entroncamento com a avenida do Juramento. Existem empresas de todos os tipos, além de cafés e restaurantes. E é muito perto de Chinatown.

Feiras e mercados

Buenos Aires se caracteriza por ter feiras e mercados para todos os gostos em diversos bairros.

Feria de San Telmo: Funciona na Plaza Dorrego, em San Telmo, aos domingos, das 10h às 18h. É a maior feira de antiguidades de Buenos Aires, que tem desde bijuterias e roupas de época até objetos antigos. Geralmente há artistas de rua pintando ou dançando tango. Há lojas de antiguidades e alguns cafés ao redor da feira.

Caminito: Todos os dias das 10 às 18 horas, perto do Caminito funcionam muitas lojas de souvenirs e produtos regionais típicos da Argentina. Há também artistas locais que vendem pinturas e até pintam no momento. Os preços não são os mais econômicos, mas é um passeio típico, entre as ruas Lamadrid e Magallanes, no bairro La Boca.

Plaza Francia: É parte do circuito turístico da Recoleta, na Avenida del Libertador e Avenida Pueyrredón, e funciona aos sábados, domingos e feriados, das 11 às 18 horas. Aqui se encontram peças de prata, cerâmica, couro e artesanato. É uma caminhada ideal em uma área linda da cidade.

Plaza Serrano: Esta pequena praça está localizada entre as ruas Honduras, Serrano e Borges e aos sábados e domingos das 12h às 19h há uma feira que vende principalmente roupas e tecidos de moda feitos por artesãos. Além disso, nas proximidades da oficialmente chamada Plaza Cortázar, os locais gastronômicos tornam-se durante o dia feiras de roupas de designers independentes.

Mercado de San Telmo: Na rua Defensa, 963 todos os dias, das 10 às 18 horas funciona este mercado onde se pode comprar antiguidades e lembrancinhas turísticas. Também há carnes, fiambres, peixes, frutas, verduras, flores e pães.

Mercado de Pulgas: Na Avenida Dorrego, 1650, em Colegiales, de quarta a domingo das 10 às 19 horas se encontra esta grande feira coberta onde você pode comprar móveis, acessórios, antiguidades e vinis.

Chinatown: O bairro chinês de Buenos Aires fica em Belgrano e é similar às Chinatown de outras cidades do mundo, onde se pode encontrar todo tipo de guloseimas e coisinhas baratas e comida importada.

Puerto de frutos: Nos arredores de Buenos Aires, na cidade de Tigre, você pode visitar este grande mercado nas proximidades do rio. Objetos de decoração e móveis, assim como comida, são obtidos aqui a um bom preço. É uma boa caminhada para fazer e conhecer o Delta ou visitar o Cassino ou o Parque de la Costa, que é o maior parque de diversões.

Buenos Aires MarketÉ um mercado de rua itinerante com produtos gourmet, orgânicos e saudáveis em geral. Você pode comer lá e comprar coisas para levar. É preciso verificar o local, dia e a hora do próximo encontro no site.

Buenos Aires Celebra: Eventualmente, o governo da cidade de Buenos Aires organiza feiras gastronômicas relacionadas a alguma cultura particular, onde se pode comer e comprar coisas para levar. Recomendamos consultar a agenda online.

Feria Masticar: Uma vez por ano é realizada essa importante feira gastronômica, na qual participam destacados restaurantes da cidade. A entrada é paga e costuma atrair muita gente.

Supermercados de Buenos Aires

Para mim, em nenhuma viagem pode faltar o turismo de supermercado, seja para ver o que é consumido localmente, para comprar e consumir durante a estadia, se ficar em um apartamento, ou para levar uma lembrança para casa. Além disso, às vezes, boas oportunidades são encontradas em outras coisas além de comida e bebida.

Jumbo: Nesta cadeia você encontra produtos de qualidade nacionais e importados, móveis e eletro, além de roupas e decoração de sua própria marca. Geralmente é mais caro que outros supermercados. Alguns têm confeitaria.

Carrefour: Tem lojas de três tamanhos e em cada uma há produtos diferentes. As maiores possuem roupas, móveis e eletros, enquanto as pequenas são como lojinhas de conveniência.

Coto: É um supermercado muito popular porque a maioria das lojas são grandes e geralmente há ofertas. Dependendo do tamanho você pode encontrar decoração e eletro, incluindo a sua própria marca, a Top House. Além disso, alguns têm praça de alimentação e playground para as crianças.

DIA: É um supermercado de preços baixos. As lojas não são as mais bonitas, mas existem por toda a cidade e costumam ter bons preços tanto nas marcas nacionais quanto na própria marca de alimentos e eletro, que se chama Bixler.

Supermercados locais: Em toda a cidade há muitos supermercados e lojas de médio a pequeno porte com uma variedade de produtos a preços médios. Destaque para os vinhos que tendem a ser mais baratos do que em outras lojas.

Perfumarias: Quem procura perfumes, maquiagem e itens de higiene pessoal pode visitar uma das muitas filiais da Farmacity em qualquer canto da cidade. Produtos mais específicos estão disponíveis nas lojas Pigmento, Las Margaritas e Tomassa.

Kioscos – Em cada quarteirão de Buenos Aires, você encontrará pequenos comércios chamados “kioscos” (quiosques). São clássicos da cidade. Neles você pode comprar doces, bebidas, alfajores, chocolates e muitas outras coisas. Existem kioscos de redes e independentes, e muitos ficam abertos 24 horas! Vale destacar que os preços costumam ser mais altos do que os do supermercado e a maioria não aceita pagamento com cartões, mas podem ser um bom quebra-galho sobretudo para uma compra rápida ou à noite.

Doce de leite, alfajores e chocolates

Três doces argentinos clássicos para os mais gulosos que podem ser encontrados, literalmente, em cada esquina em supermercados ou kioskos, mas também há lojas específicas que valem a pena conhecer.

Havanna: Todo mundo conhece os clássicos alfajores Havanna, originários do balneário de Mar del Plata. Além dos alfajores, não deixe de provar o doce de leite, os Havannets e os biscoitos de limão. Se você ficar para um café, você pode até mesmo pedir os croissants clássicos.

Cachafaz Café: Nos últimos anos, surgiu um grande competidor para a Havanna: Cachafaz. Alguns dizem que é ainda mais gostoso do que seu rival de Mar del Plata, por isso você tem que experimentar esses alfajores argentinos! Eu também recomendo o seu doce de leite.

Guolis: É outro clássico de Mar del Plata escolhido por muitos e recentemente chegou ao centro de Buenos Aires com seus deliciosos alfajores.

Rapanui: É uma das clássicas chocolaterias de Bariloche e em Buenos Aires tem vários lojas onde além de saborear os requintados chocolates, você pode tomar o melhor sorvete ou saborear o delicioso FraNui, que são framboesas congeladas da Patagônia mergulhadas em chocolate.

Abuela Goye: Com algumas filiais nas Galerias Pacifico e outras no microcentro, incluindo nas proximidades da Casa Rosada e do Obelisco, esta loja de chocolates de Bariloche tem opções deliciosas para todos os gostos.

Mamushka: No Recoleta Mall está a filial da chocolateria mais distinta de Bariloche, que sempre surpreende com os seus desenhos, bem como o delicioso sabor dos seus chocolates.

Maison Lion D’or: É a chocolateria mais clássica e chique de Buenos Aires, o que faz você se apaixonar pela vitrine e pelo sabor do chocolate. É bastante cara, mas ideal para fazer um presente.

El viejo oso: Com três lojas na cidade e uma no Norte, esta chocolateria é a minha preferida em Buenos Aires e é conhecida por fazer chocolates com formatos especiais, que podem ser escolhidos entre os de cada loja ou encomendados.

Bombonella: Outro clássico porteño com o melhor chocolate, também em formas especiais. Por exemplo, em sua vitrine você pode ver o estádio do Boca Juniors feito de chocolate. Além disso, traz o clássico pão doce da ilha Martín García, uma delícia que poucos podem desfrutar.


Arcor: Embora seja uma marca mundialmente conhecida, na Argentina há alguns produtos que não estão em outros lugares. Golosinas, os amados caramelos Butter Toffies, chocolates e alfajores! Existem em todos os supermercados, mas vale uma visita às lojas Arcor Center na avenida Corrientes ou na rua Florida.

Dulce de leche: O doce de leite é uma das delícias argentinas e, por sorte, é facilmente obtido em supermercados, a menos que queira uma marca especial. Meus favoritos são Chimbote, Cachafaz e Havana. Mas você pode comprar em qualquer supermercado doces ótimos como San Ignacio, La Serenísima ou Sancor. Dica: há dois tipos de doce de leite, o colonial é o ideal para se comer puro ou com pães, enquanto repostero é próprio para cozinhar.

Alfajores argentinos: Além de Havana e Cachafaz, existem outros alfajores que eu recomendo, que você encontra facilmente em quiosques e supermercados. São o Suchard (um popular alfajor dos anos 80 que voltou a pedido do público), Milka mouse, Shot, Terrabusi e Recoleta, entre outros. Alguns clássicos mas menores e básicos são o Jorgito, o Guaymallén e o Capitán del espacio.

Vinhos

O tipo de vinho argentino por excelência é o Malbec, embora existam muitos outros. Alguns vinhos recomendados são fáceis de obter: Álamo, Andeluna 1300, Fin da Bodega del Fin de Mundo, Bianchi, Benjamín de Nieto Senetiner, Emilia de Nieto Senetiner, Don David, Mascota, Putruele e Aimé, entre muitos outros. Meu favorito de sempre, que não é tão barato, é o Rutini.

Os vinhos podem ser comprados em supermercados ou vinerías como Ligier, Tonel Privado y Winery.

Livrarias e lojas de música

Uma pesquisa do Fórum Mundial de Cidades Culturais feita em 2015 indica que, com 734 locais, Buenos Aires é a cidade do mundo com o maior número de livrarias. São 25 livrarias por 100.000 habitantes.

A cada ano há dois grandes eventos relacionados aos livros. Uma delas é a grande Feria del Libro (que também tem a versão para crianças) e a outra La Noche de las Librerías, onde você pode conseguir bons descontos.

Quanto à música, a cidade tem muitas lojas de CDs e discos de vinil, algumas das quais são cadeias, embora cada vez haja menos dessas e mais independentes. Todo ano se realiza La noche de las disquerías, com alguns descontos.

Avenida Corrientes: Na Av. Corrientes, do Obelisco ao número 1.700, há muitas livrarias e lojas de música, onde você encontrará tudo novo e usado a bons preços.

Plaza Italia: No cruzamento das avenidas Santa Fé e Sarmiento, em Palermo, sábados, domingos e feriados, do meio dia às 20h30, é possível visitar uma pequena feira de livros e revistas novos e usados.

Parque Rivadavia: Todos os dias, das 11 às 19 horas há uma grande feira de livros, CDs, discos de vinil e coisas afins na praça central do distrito de Caballito. Aqui se encontra de tudo, novo e usado.

Parque Centenário: Ainda maior do que a feira do Parque Rivadavia, nesta grande praça de Villa Crespo que faz fronteira com o Museu de Ciências Naturais, você pode comprar livros, CDs, vinis e muito mais. Funciona aos sábados, domingos e feriados das 11h às 20h.

Yenny e El AteneoEssas duas livrarias e lojas de discos são membros da mesma cadeia e têm muitas filiais espalhadas pela cidade, algumas até com uma confeitaria. De todas, se destaca El Ateneo Grand Splendid, que é para mim (e para a revista National Geographic) a livraria mais bonita do mundo, e uma das maiores, com 2 mil metros quadrados.

O prédio foi inaugurado em 1919 como um teatro, onde cantaram nomes como Roberto Firpo e Carlos Gardel. A cúpula foi feita por Nazareno Orlandi em 1919, celebrando a paz após a Primeira Guerra Mundial. A construção já foi sede da Radio Splendid e da gravadora El Nacional Odeón e depois um dos cinemas mais importantes da cidade. Além de ter uma confeitaria, há um piano de cauda e às vezes você pode ver shows gratuitos enquanto visita as instalações.

Zivals: Com apenas uma loja no centro, é um dos melhores lugares para comprar discos e livros, a julgar por sua variedade e preços.

Outras livrarias: Outras cadeias de livrarias são Cúspide, Galerna e Distal. No bairro de Palermo se pode visitar a bonita livraria Eterna Cadencia, que conta com uma deli. Outras para visitar são Hernández e Ghandi.

Otras lojas de discos: Em Palermo se pode visitar Exiles y Miles, que fica dentro de um bar chamado Sheldon. Em Barrio Norte, Notorius tem restaurante e jazz e bossa ao vivo, além de vender discos.

Artigos para bebês e crianças

Buenos Aires pode ter comprar interessantes também para quem tem filhos, não deixem de comparar preços e procure produtos originais em uma das lojas especializadas que estão pela cidade.

Coisas de todos os tipos: Alguns dos lugares onde há mais variedade e melhores preços são Creciendo, Baby Móvil, Planeta BB, República Bebé, Punto Bebé, Children’s, Baby Company e Maternelle.


Brinquedos: Por toda a cidade há várias lojas das redes Cebra, El mundo del juguete, Imaginarium, Citykids e Apio Verde.

E você? Gosta de fazer compras quando está viajando? Já visitou algum dos lugares deste post? Você tem outros para recomendar? Conte nos comentários! Não deixe de ler nosso Guia de Buenos Aires e as 43 dicas imperdíveis para visitar Buenos Aires.