Como é voar na executiva da Qatar Airways para Buenos Aires

Redação 13 · novembro · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Você já teve a oportunidade de voar para algum destino em classe executiva? Esse é um dos sonhos de muitos viajantes pelo mundo e hoje o Melhores Destinos publica a avaliação de voo em classe executiva da Qatar Airways, uma das melhores companhias aéreas do mundo.

O review de hoje foi enviado pelo Thales Matzkeit, que fez o voo entre São Paulo (Aeroporto de Guarulhos) e Buenos Aires (Aeroporto de Ezeiza) com a Qatar. Embora o voo seja de curta duração, aproximadamente três horas, é muito legal poder compartilhar com os demais leitores toda a experiência em voar na classe executiva de uma companhia aérea de renome como a Qatar.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-report

Confira a avaliação na íntegra e veja como foi o voo do Thales, incluindo a sala VIP da LATAM no Aeroporto de Guarulhos. Como já sabem, se já tiveram a oportunidade de voar com a Qatar em classe executiva, contribua para a avaliação com seus comentários ao final do post.

Boa leitura!

Como muitos de vocês sabem, a executiva da Qatar recentemente foi eleita a melhor do mundo, portanto, poder voar – nem que seja por apenas algumas horas – é algo realmente fantástico. Felizmente, esta companhia se juntou à Oneworld, tornando-se uma opção muito interessante para voos no mundo todo.

Meus amigos e eu havíamos planejado uma viagem a Santiago do Chile havia muito tempo e tínhamos a possibilidade de usar milhas em vôos TAM direto de Guarulhos para a capital chilena ou fazer esta escala no Aeroporto Internacional de Buenos Aires (Ezeiza) se voássemos pela Qatar. Sendo assim, decidi pela última opção. Na ocasião, realizei o voo exatamente no Natal, dia 25/12/2014.

Buenos Aires foi apenas uma escala para meu destino final que era Santiago de Chile. O voo que ocorreria com o 787 da LAN se transformou em uma magnífica viagem no 777 da Qatar. A volta foi no 777 da TAM, com a conhecida executiva “tobogã” (que não reclina 180º) – e que me surpreendeu bastante por sinal.

Check-in

Cheguei cedo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, vindo de Curitiba com a companhia aérea brasileira Azul. O Terminal 4 (onde esta opera) é tão distante que tive que tomar um ônibus até o novíssimo terminal 3, de onde partiria o voo da Qatar.

Estava com aproximadamente 6 horas de antecedência para o voo, no entanto, a surpresa foi que os totens de autoatendimento para check-in mostravam todas as companhias aéreas operantes no Terminal 3, com exceção de uma única companhia, a Qatar, claro. Mas isso não foi problema, baixei o aplicativo para celular e através dele fiz o check-in.

A sala VIP disponibilizada pela Qatar para este voo foi a maravilhosa sala da Latam no Terminal 3, naquela época certamente a melhor deles em toda a América latina. As opções de comida são as mesmas em todas as salas de Guarulhos que já visitei: opções de frios, frutas, cafés e salgados quentes somados às bebidas alcoólicas. Havia também alguns doces, mas comida mesmo, não havia. As instalações para o banho também eram muito boas, mas infelizmente as fotos não ficaram tão boas.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-salavip-comida

 

como-e-voar-executiva-qatar-airways-salavip-t3

Chamou-me atenção a área para descanso, perfeita para quem chegou muito antes ao aeroporto, exatamente como eu estava. A sala é muito ampla, sendo a maior da América Latina até março de 2015, quando inaugurada a nova sala VIP da Latam em Santiago do Chile.

Foi chegando o horário do voo e então me dirigi até o portão em que estava o 777 – Long Range da Qatar.

Embarque

O embarque foi feito de forma tranquila, respeitando-se as prioridades tanto de status na linha aérea, quanto classe de serviço e os mandatórios, como os idosos, por exemplo.

Ao chegar na minha poltrona, a surpresa foi a vista de 4 janelas por poltrona, além de um ernome espaço, que infelizmente falta na executiva de outras companhias aéreas como a LAN, por exemplo. Tenho 1,81m e a cabine estava com espaço de sobra.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-aeronave-qatar

O ponto negativo é que se alguma pessoa viesse sentada do meu lado, eu teria que incomodá-la para acessar o corredor, já que a disposição de assentos é 2-2-2, o que não ocorre no 787 da Qatar em que todos os passageiros têm acesso ao corredor.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-poltrona-fully-flat

O espaço é tanto que vários amigos me perguntaram, ao ver as fotos, se não viajei em primeira classe. Não, essa realmente é a executiva da Qatar. Além do tamanho da poltrona, que vira cama fully-flat, o tamanho do monitor é também muito bom, além de ter uma resposta extremamente rápida aos comandos.

Logo após nos acomodarmos nas confortáveis poltronas, foi servido um champagne e toalhas quentes para higiene das mãos.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-champagne-voo

Serviço de bordo

Após a decolagem o avião subiu muito rapidamente. Foi entregue o menu aos passageiros, o serviço de bordo tinha apenas uma opção de entrada, uma de prato principal e outra de sobremesa, acredito que pelo fato de se tratar de um voo de curta duração. Também por este fato não são entregues os amenities, embora no banheiro existam embalagens disponíveis aos passageiros, tanto de pasta de dente e escova quanto de aparelho e creme de barbear.

O cardápio apresentado foi:

como-e-voar-executiva-qatar-airways-cardapio

 

Acompanhei o prato principal, que era vegetariano, com um dos melhores vinhos brancos que já tomei na minha vida, este Sauvignon Blanc da Nova Zelândia.

como-e-voar-executiva-qatar-airways-vinho-voo

A todo momento, as comissárias passavam servindo pão quentinho. E o melhor foi deixado para o final, as três sobremesas perfeitamente apresentadas:

como-e-voar-executiva-qatar-airways-sobremesa

Findada a refeição, pedi um vinho do Porto e relaxei na poltrona, que acreditem, faz até massagem nas costa. Cerca de 2:45m após a decolagem chegamos ao Aeroporto de Ezeiza (EZE) em Buenos Aires. Me despedi das muito competentes e simpáticas comissárias de bordo, em especial a Andreia e me dirigi à imigração.

Conclusão

A Qatar é certamente uma excelente escolha para voos de qualquer qualquer duração e em qualquer uma de suas classes. Recomendo e indico a companhia, sendo de longe a minha favorita.

Autor

Redação - redacao