Como é voar na Air Canada – segunda avaliação

Marcel Bruzadin 14 · outubro · 2015

Hoje o Melhores Destinos publica a segunda avaliação da companhia aérea canadense Air Canadá. Nossa primeira avaliação foi publicada em 2011, portanto, este é um review atualizado da companhia.

Fundada em 1936, a Air Canada é hoje a maior companhia aérea do Canadá e chega a transportar mais de 15 milhões de passageiros por ano em uma frota total de pouco mais de 400 aeronaves, em modelos Boeing, Airbus, Bombardier e nossa Embraer.

A avaliação que postamos hoje foi encaminhada pelo leitor Guilherme Barros Duarte, que voou com a companhia ao fazer intercâmbio no Canadá. Confira o relato na íntegra, com todos os detalhes e fotos do voo entre São Paulo e Toronto. Caso você também já tenha voado com a Air Canada, não deixe de deixar suas opiniões nos comentários ao final do post.

como-e-voar-aircanada-report

Boa leitura!

Fui para o Canadá para realizar meu sonho, fazer intercâmbio no país! Comprei tudo com a agência de intercâmbio e venho escrever para vocês um pouco mais sobre essa experiência.

Check-in

Tanto o check-in em São Paulo e Toronto foram bons e rápidos, sem nenhum problema. Em São Paulo foi bastante tranquilo, mas acredito que o fato de estarmos no novo Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos ajudou um pouco, a fila era grande, mas fomos totalmente atendidos bem rapidamente.

Na volta em Toronto aconteceu de forma semelhante, com a exceção de eu ter sido atendido por um italiano muito divertido, que inclusive nos questionou do porquê de nós brasileiros termos sobrenomes tão grandes e qual eu preferia usar no meu cartão de embarque.

como-e-voar-aircanada-ticket

Aeronave

Tanto na ida como na volta usamos um Boeing 767-300 ER que pertenceu a antiga Canadian Airlines. Mesmo se tratando de uma aeronave um pouco antiga, estava bem cuidado e não havia do que reclamar, no entanto, seria ótimo se tivéssemos voado no Boeing 777-200 que a companhia opera no final do ano para os voos em São Paulo.

como-e-voar-aircanada-aeronave

O clima dentro do avião durante a ida era bastante quente, até chegarmos perto do Caribe onde houve uma queda drástica de temperatura no interior da aeronave e onde enfrentei também a pior turbulência da minha vida . Na volta, tudo estava da mesma maneira que o voo da ida, tirando a turbulência e os banheiros, que estavam um pouco mais sujos em relação ao outro voo.

Atendimento

O atendimento é o padrão de todas as companhias aéreas, tinham aeromoças com um grande sorriso no rosto e outras que nem olhavam na sua cara, mas por sorte fui atendido todas as vezes pelas comissárias mais simpáticas. Uma coisa legal que me chamou bastante atenção, é que mesmo no momento de turbulência elas continuaram servindo água e outras bebidas, assim como o café, que ficava a disposição caso fosse solicitado por algum passageiro.

Refeições

Tanto no voo da ida como no voo de retorno a comida era boa, não sou muito exigente para comida, mas reparei que ninguém reclamou. Como o voo é noturno, uma hora depois da decolagem nos serviram a janta. As opções de refeição eram as mesmas de outras companhias que conhecemos: ”Carne ou macarrão?”. Eu escolhi o prato com carne e achei bastante apetitoso. A garota que estava sentada ao meu lado pediu macarrão e ela me disse que estava muito bom também, o pecado cometido por eles foi ter servido a comida com talheres de plástico, mas o que não interfere muito na avaliação da comida em si.

como-e-voar-aircanada-refeicao

Já no café da manhã, tanto na ida quanto na volta tivemos a opção panqueca ou omelete. Escolhi panqueca nos dois voos e não me arrependi, pois estavam maravilhosas e não deixaram a desejar em nada, mesmo em comparação com as que comi no solo.

Entretenimento de bordo

A Air Canada tem o serviço on demand com uma boa variedade de filmes e músicas. Caso já esteja com alguma viagem programada com a companhia, o site oficial disponibiliza o conteúdo para que seja conferido pelos passageiros antes do voo.

No voo de ida assisti a quatro filmes e escutei vários CD’s e rádios. Na minha opinião, acho que a Air Canada deveria investir mais no seu sistema de entretenimento, que apesar de ter uma boa variedade, já está um pouco antigo e que deveria contar com mais jogos. Pelo o que pesquisei, esse problema está resolvido no seu novo jato (Boeing 787-8), mas mesmo assim a companhia deveria fazer uma atualização do sistema, pois as telas touch screen não respondem muito bem ao toque e é bem demorado.

como-e-voar-aircanada-mapa

Tirando esses pontos, o resto estava ok, principalmente por conter uma grande gama de filmes, séries, desenhos animados, CD’s e rádios.

como-e-voar-aircanada-janela

Aeroporto

Tive bastante sorte, pois pude experimentar o novo Terminal 3 em Guarulhos. O Terminal é muito moderno e realmente um dos melhores do Brasil, mas faltavam, pelo menos naquela época, energia elétrica na saída de energia das cadeiras. Ainda assim, nada que atrapalhasse alguma coisa, pois no avião pude carregar os meus aparelhos em uma saída que havia ao lado do sistema de entretenimento. Em Toronto o terminal é melhor ainda, mesmo sendo grande e mais movimentado que o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Dica

No horário que o voo chega em Toronto, vários voos chegam quase que simultaneamente e no mesmo terminal (Terminal 1), portanto, se você tem uma conexão curta, não perca tempo, pois os voos que chegam de Buenos Aires/Santiago e Frankfurt, costumam ser bem cheios e também, como em qualquer lugar, há bastante pessoas mal-educadas e que adoram furar a fila.

 

No geral, diante todos esses pontos acima citados e pela minha experiência, dou nota 8 para a Air Canada.

Agradecemos muito ao Guilherme Barros Duarte, que encaminhou para o Melhores Destinos a sua avaliação de voo com a Air Canada. Como dissemos no começo do post, caso você também tenha voado com a companhia, não esqueça de deixar seus comentários abaixo.

Autor

Marcel Bruzadin - Marcel
  • Jorge

    Ótima avaliação, minha experiência foi bem parecida na perna GRU – YYZ, como voei pra Vancouver e Calgary deixo algumas dicas:

    Quem for fazer conexão doméstica com a Air Canada e precisar dos fones de ouvido do avião, levem os do voo internacional, no voo doméstico tudo é cobrado.

    O menu dos voos domésticos é a la carte e cobrado, mas a comida é razoavelmente boa e não tão cara comparada com a comida de dentro do aeroporto. Só aceitam cartão.

    Se você estiver indo fazer snowboard ou esquiar (ou qualquer outro esporte), a Air Canada não cobra para levar o equipamento, no site eles possuem algumas regras bem rígidas quanto a isso mas no check-in eles são bem maleáveis. Eu levei minha prancha de snowboard, as botas e algumas roupas dentro da bolsa e não tive problemas.

  • Diógenes

    Voei com a Air Canada, em março deste ano, rumo a Toronto para um intercâmbio de um mês. Meu voo foi GIG-YYZ. A aeronave tinha configuração 2-4-2. Estava limpa. Tinha uma aeromoça não muito amigável. Ao pedir o “apple juice” durante a refeição, ela me corrigiu de maneira grosseira e falou que eu tinha dito errado o nome “apple”. Bom, achando era ruim ou não, sei que tomei aquela gostosura duas vezes. Comparando com as outras companhias aéreas internacionais com as quais também voei (KLM e Air France), o serviço de bordo da Air Canada fica a desejar. Naquelas companhias, houve lanches entre as refeições, enquanto na Air Canada foram servidos apenas o jantar e o café da manhã. O check-in no aeroporto de Toronto foi self check-in. Eles não permitiam que a pessoa se dirigisse ao balcão para despachar a bagagem e fazer o check-in. íamos ao totem, saíamos de lá com as etiquetas das bagagens impressas, colávamos nas malas e as entregávamos no balcão.

    • Robert Smith Wolf

      Grossa ela… não tinha nada que corrigir… a cada post que leio vejo qiue esses caras não tão nem aí com o passageiro. O esquema é meio boiada.

  • natalia

    Tive uma experiência ótima ano passado. Peguei um voo JFK/Toronto – Toronto/Quebec – Montreal/JFK. Tenho só uma observação a fazer. Eles não consideram JFK / Toronto ou vice/versa como voo internacional e sim domestico portanto tive que pagar bagagem de porão. O único voo interno de Toronto / Quebec por acaso não precisei pagar a mala de porão e foi num teco teco nada agradável, Avião super pequeno. Nenhuma refeição é oferecida nesses voos que são curtos, apenas bebida é oferecido. No geral gostei da CIA aérea e voaria novamente.

  • Carolina

    Viajei com a Air Canadá em 2013 e não foi uma experiência boa. Fiz Guarulhos-Toronto mas com destino final NYC.
    O que mais me espantou foi o ângulo (?) de (pseudo) reclinação da poltrona. Não vou lembrar agora qual era a aeronave, mas eu que não tenho nem 1,60m, passei mal para dormir.
    Na tentativa de simplificar a imigração para os EUA, que já é feita no Canadá, carimbaram meu visto no cartão de embarque já utilizado (e eu, logicamente, não vi que o carimbo foi aposto ali). Quase não consigo voltar depois da estadia nos EUA, porque eu entreguei o passaporte sem nada carimbado e para eles eu não tinha visto… Fui achar só no Brasil, acidentalmente, porque podia ter jogado fora.

    Também vivenciei uma hostilidade de uma comissária, pedi red wine e ela me deu suco de tomate… Como eu considero meu inglês razoável, interpretei que ela me achou menor de idade, rs…

    • Robert Smith Wolf

      Mais um cliente reclamando. Tenho ouvido de tudo de serviço ruim, aeronaves velhas, mal tratamento a consumidores, pessoal do chão indiferente….. não vou por eles não.

  • Uma das coisas que mais gosto na Air Canada é a configuração dos assentos. Enquanto a Tam coloca uma fileira com 10 poltronas num 777, a Air Canada coloca só 9. O espaço para as pernas também é um pouquinho maior e os assentos mais estofados.
    É mais confortável um voo de 10h pra Toronto na Air Canada do que um de 8h pra Miami na Tam.
    Também gosto dos foninhos de ouvido marotos que não são recolhidos ao contrário de outras cias!

    • Robert Smith Wolf

      a Gol também não recolhe os foninhos, nem por isso será fator determinante na compra de uma passagem, mas será o mal atendimento, sujeira falta de cortesia.

      • Então, mas meu comentário foi principalmente a respeito de conforto e eu acho isso determinante. Os fones são um detalhe.

  • Mas também vale lembrar que os comissários brasileiros são MUITO mais atenciosos. O atendimento não é dos melhores!

  • Raquel de Moraes

    Eu comi panqueca no voo de ida e passei muito mal, maple syrup é doce demais!!! Fiquei traumatizada, maple syrup nunca mais hauahuahauh
    Não gostei do sistema de entretenimento, pouquíssimas opções em português (se você está indo fazer intercâmbio não necessariamente entende inglês né), e quando eram em português, era dublado….
    A música, se você trocava de estação a playlist começava do início de novo, e não dava pra pular músicas. Tanto na ida quanto na volta preferi ler um livro.

  • Jonatas Elias

    Comparando com a avaliação de 2011, piorou.

    • Robert Smith Wolf

      ta de mal a pior e parecem não estar nem aí!

  • jorge moraes

    A tal comissária mal humorada, deve ser americana.

  • Cassio Campos

    Confesso que seu relato me deixou aliviado ao optar pela Delta em voar pra Toronto no meu intercâmbio, mesmo com preços similares. Não simpatizo com 767 e aparentemente não houve progresso na qualidade das aeronaves. Talvez se fosse B777 eu optaria, mas preferi voar no A330 que a Delta irá disponibilizar na rota GRU x ATL em Dezembro. Bom relato.

    • Depende da época do seu voo, na alta temporada era 777. E agora então, é 787.

  • Victor

    Diferente da grande maioria que realiza voos longos pela empresa, há dois anos tive a oportunidade de fazer um voo curto de aproximadamente 2h entre Santiago e Buenos Aires pela Air Canada num B767!! Posso lhes dizer que fora a beleza dos andes na minha janela, foi a pior experiência que já tive num voo!! A começar pelo check in, com atendentes antipáticos e aparentemente irritados (provavelmente diante das reclamações, haja vista que o voo estava atrasado em quase 1h) e posteriormente dentro da aeronave, quando percebi que simpatia definitivamente não é o forte da empresa!! Ainda em solo, antes da decolagem, o banheiro mais próximo da minha poltrona fedia mais que sanitário de posto de gasolina!! Minha esposa não teve coragem de utilizar e se dirigiu a outro sanitário, onde a situação, apesar de mais branda, também não era das melhores!! Outra coisa muito ruim foi o serviço de bordo, que por se tratar de um voo curto é compreensível que não seja dos mais completos, mas o pão que nos serviram, além de gelado – literalmente, como se estivesse na geladeira – estava tão duro quanto um taco de hóquei!! O sistema de entretenimento, uma piada!! Tentamos assistir a um filme que, sem nenhuma explicação, foi reiniciado quando já havia mais de 1h de iniciado (aparentemente todo o sistema de entretenimento a bordo foi reiniciado durante o voo). Não sei se o motivo desses problemas foi o fato de que o voo era uma continuação até Buenos Aires, já que partiu de Toronto e Santiago foi apenas uma escala, mas isso não justifica, principalmente a imundice que estavam os sanitários!! Ja tive oportunidade de viajar por grandes cias aéreas tais como TAP, Iberia, Copa, Lan, American, etc… E todas elas, até mesmo a Air Europa, onde se cobra por tudo, foram muitíssimo melhores!!! Air Canada nunca mais!!!

    • Robert Smith Wolf

      impressionante essa empresa onde voce le só tem coisa negativa!

  • Robert Smith Wolf

    Pelo jeito ninguem fica realmente feliz de viajar nessa Air Canadá, tem um indice alto de rejeição no Reclame Aqui de pessoa que não voltariam a fazer negócio com eles. Eu tinha uma imagem mas depois que fui atrás percebi que de bom mesmo é só imagem… pode esquecer. Não vou voar com eles.