Como é voar com a Volaris

Marcel Bruzadin 16 · fevereiro · 2016

O Melhores Destinos publica hoje uma nova avaliação da companhia aérea mexicana Volaris, que opera entre mais de 60 destinos no México e nos Estados Unidos.

Apesar de sua operação ter se iniciado há somente 10 anos, em 2006, e com o objetivo de oferecer a melhor experiência de viagem aos seus passageiros, a Volaris atua hoje com uma frota de 50 aeronaves Airbus em mais de 200 voos diários entre os dois países da América do Norte.

como-e-voar-volaris-report

A avaliação de hoje nos foi encaminhada pelo leitor Gustavo de Sousa Silva, que estava de férias na Cidade do México, capital do país, e voou até Cancún com a Volaris. Confira o relato completo e veja se vale a pena voar com a companhia low cost mexicana.

Boa leitura!

Nossa viagem ao México seria a princípio somente para Cidade do México. Desta forma, já tínhamos bilhetes de ida e volta entre São Paulo e a Cidade do México, emitidos pela companhia aérea colombiana Avianca, mas ao pesquisarmos mais sobre o país, começamos a ter vontade de dar um mergulho no mar azul do Caribe.

Cotamos pela própria Avianca (que tem a Aeroméxico como parceira), diretamente com a Aeroméxico e buscamos também outras opções em sites que unem todas as companhias numa única busca, mas, os resultados nunca eram animadores, os preços estavam muito além do que estávamos dispostos a pagar. Importante ressaltar também que, até então, nenhum dos sites que utilizamos para buscar passagens aéreas mais baratas, retornou as companhias Volaris, Interjet e Viva Aerobus.

Sendo assim, tive a ideia de buscar “low cost Mexico” no Google e então as coisas coisas começaram a melhorar, afinal, conseguimos mais informações a respeito das companhias que operavam da Cidade do México até Cancún, o destino desejado por nós.

Escolhemos a Volaris pois a maior parte das pessoas falam dos atrasos constantes da Viva Aerobus (que era a empresa com os bilhetes mais baratos) e não poderíamos correr o risco de perder o voo de volta para o Brasil. Já a Interjet era a companhia que oferecia os preços mais caros.

Compra

Compramos as passagens direto pelo site da Volaris com o cartão brasileiro, sem nenhum tipo de problema e sem necessidade de avisar o banco sobre compra internacional. No momento da compra do bilhete, é possível incluir uma série de itens (com custo) em seu ticket, tais como: marcação de assento, impressão do cartão de embarque no guichê da Volaris, viagem com animais, aluguel de carro, etc.

como-e-voar-volaris-website

Optamos por não adicionar nada acreditando que o e-ticket viria para o e-mail e seria só imprimir como, até então, tínhamos feito em nossas outras viagens.

Nosso e-ticket não veio para o e-mail e só poderia ser impresso quando fizéssemos o check-in no aeroporto. Como precisamos ir até o aeroporto para trocar moedas na casa de câmbio, aproveitamos a oportunidade para ir até a Volaris para imprimir o bilhete. A funcionária nos entregou um pequeno ticket com o número de nossa reserva e disse que poderíamos embarcar com esse documento.

Check-in

Para o voo de ida, no trecho da Cidade do México (MEX) até Cancún (CUN) nós chegamos com cerca de uma hora de antecedência ao aeroporto – o que já é tarde, considerando que eles solicitam 2h de antecedência – pois tivemos problemas com o nosso transporte do hotel até o aeroporto.

Havia vários funcionários à disposição dos clientes para auxilio sobre o que deveria ser feito, e computadores disponíveis para impressão dos tickets, tudo isto em um espaço da Volaris. Deu tudo certo e foi muito tranquilo para despachar a bagagem e seguir para sala de embarque. Entretanto, nosso voo que estava marcado para sair às 10:00 da manhã só decolou às 11:00.

como-e-voar-volaris-02

No check-in do voo de volta foi um pouco diferente. O Aeroporto de Cancún não possui a mesma infraestrutura da Volaris que no Aeroporto de Cidade do México, então não conseguimos utilizar os totens automáticos do aeroporto para imprimir nossos bilhetes de embarque.

Alguns funcionários disseram que eu não conseguiria imprimir o ticket, mas, como eu nunca me conformo com o que não me agrada, fui lá no balcão contar “minhas histórias compridas”, dizer que os funcionários da companhia aérea da Cidade do México me garantiram que eu viajaria somente com aquele número de reserva. Com isso, deu tudo certo e embarcamos tranquilamente para o voo que saiu no horário em direção à Cidade do México.

Aeronave

Era um Airbus A320 de configuração 3-3 somente com classe econômica e alguns daqueles assentos “comfort” nas saídas de emergência.

como-e-voar-volaris-01

Tenho somente 1,80 de altura e tive que viajar com as pernas meio abertas ou teria de ficar extremamente ereto. Além disso, não havia nenhum entretenimento a bordo a não ser a revista do Free Shop, não havia bolsão para algum pertence menor que quiséssemos ter a disposição (havia somente o espaço onde estava a revista do Free Shop, instruções de emergência e cardápio, com aviso que não colocasse nada naquele compartimento – até porque não daria para tirar depois) .

como-e-voar-volaris-05

Na ida, todos os avisos foram feitos em espanhol e inglês através de uma gravação. Na volta, os avisos eram feitos pela própria tripulação e quase todos eram em espanhol e inglês, alguns somente em espanhol.

A solução para o entretenimento foi jogar no celular mesmo!

como-e-voar-volaris-04

Serviço de Bordo

O atendimento das comissárias de bordo era “ok”, não tinham cara feia, mas também não eram as mais simpáticas, cumpriam com suas funções com bastante educação! Inclusive, na ida havia muitas crianças no avião, que levantavam quando não era permitido, ficaram em pé durante decolagem/pouso, no colo dos pais, sem cinto de segurança e os comissários “não viram” ou fizeram vista grossa, pois passaram por essas pessoas nas situações mencionadas e nada foi dito.

Tínhamos à nossa disposição um cardápio com água, refrigerantes, sucos e bebidas alcoólicas, sanduíches, salgadinhos, nachos etc. Tudo era cobrado, inclusive a água.

como-e-voar-volaris-03

Na mensagem da empresa quando o avião pousa e eles agradecem por voar com a Volaris eles sempre mencionam que “para oferecer a menor tarifa, itens como alimentação, que não são fundamentais para todos, são cobrados a parte”.

Para nós, foi ok, por se tratar de um voo curto e porque na volta trouxemos uns hambúrgueres do hotel. Comprei só suco para acompanhar o hambúrguer, pois, não é permitido embarcar com líquido.

Retirada das bagagens

Extremamente rápido. Em Cancún, por exemplo, fui comprando as passagens para Playa del Carmen enquanto meu namorado retirava as bagagens. Retirar as bagagens foi mais rápido que comprar os bilhetes para Playa del Carmen.

Conclusão

Voltaríamos a voar com a Volaris para voos curtos como este (por causa do conforto a bordo) caso o preço seja mais competitivo, pois, consideramos que ela cumpre o que promete. Adicionaríamos somente o item de impressão do ticket no balcão do aeroporto, que custa cerca de US$ 1 ou 2 dólares e evita preocupações ou possíveis transtornos.

Publicado por

Marcel Bruzadin

Marcel

  • Henry

    Cobrando água? ???Não sabia que a Gool tinha filial no México..rsrs

    • Jota Vê

      Kkkkkk RI horrores ahugua
      A gol já chegou a esse ponto?
      Aliás, fiz um trecho ultimamente em que não foi oferecido os novos biscoitos + refrigerante. Ate onde li e sei, eles seriam distribuídos em TODOS os vôos…

      • R.F.

        Mês passado voei na Gol de Maringá-PR para Curitiba (voo de 40 minutos) e as comissárias só levantaram do assento delas pra conferir as poltronas na hora do pouso… aí me lembrei disso que falaram, que serviriam refeições em TODOS os voos, independente da duração…

        • Gustavo

          hahaha pior do que a experiência que já tive com a GOL, só com a extinta BRA mesmo hahaha

  • rodrigo Resende

    Bom dia, Gustavo. Excelente relato!
    Me responda uma coisa, por favor: qual foi o preço dos bilhetes ida e volta com bagagem incluída? Obrigado.

    • Gustavo

      Olá, Rodrigo!

      Muito obrigado!

      Pagamos o total de 244 dólares pelos bilhetes de ida e volta dos dois adultos (122 dólares por pessoa).

    • Gustavo Sousa

      Desculpe. Uma mala de 25 kg para cada um é o que estava incluso.

    • Gustavo Sousa

      Desculpe. Uma mala de 25 kg para cada um é o que estava incluso.

  • lorenabbotelho

    Viajei com ela este mesmo percurso no final do ano e realmente o preço era imbatível em relação as outras. Para voos curtos vale a pena pois o espaço realmente é minúsculo. No que tange a impressão do ticket eu fiz o check in online e depois imprimir o tag da mala la e o cartão mas não teve nenhum custo tanto em DF como em Cancun.

    • Gustavo

      Oi Lorena!
      Concordo com vc!
      Em relação ao check-in, só não fizemos pela internet pois não teríamos como imprimir no hotel o passe de embarque e, como havíamos sido informados que com aquele localizador impresso na loja da Volaris conseguiriamos fazer o check-in, ficamos tranquilos… Numa próxima, irei adicionar a impressao no ato do check-in para evitar possíveis transtornos rs

  • João Berredo

    Muito legal, Gustavo!
    Estou indo em Maio com meu noivo para a Cidade do México e também para Playa del Carmen. Queremos comprar passagens Cidade do México X Cancún (18 a 23 de Maio), já fiz algumas pesquisas e a Viva Aerobús (mais barata) e a Volaris (segunda mais barata, porém já cara em relação a anterior), mas estou com dificuldades na hora de entender qual os bilhetes que devo comprar.

    Realmente o preço dos impostos e taxas são mais caros que as próprias passagens?

    Você comprou o transporte Cancún x Playa del Carmen lá em Cancún mesmo?

    Poderíamos usar alguma rede social para trocar experiências sobre isso? Obrigado! 🙂

    João Berrêdo

    • Gustavo

      Oi João!!

      Muito obrigado… Vocês farão uma viagem maravilhosa, irão amar!

      Em relação aos impostos, não foram tão absurdos assim não… vc está vendo diretamente pelo site da empresa?
      O Transporte de Cancún para Playa comprei no momento do desembarque em Cancún… em frente as esteiras onde vcs irão retirar suas bagagens há um guichê da ADO. Sai ônibus para Playa a todo instante!! Não recomendo comprar antecipadamente para nao correr o risco de perder. Eu por exemplo, tive atraso no voo, caso tivesse comprado bilhete antecipadamente, talvez tivesse perdido.

      Podemos falar por rede social sim, você tem facebook? há um comentário e um compartilhamento meu no post deste relato lá no FB do Melhores Destinos, estou como Gustavo Sousa.

      abs

    • Gustavo Sousa

      João, minha resposta ainda não foi aprovada. Mas pode me adicionar no facebook!

    • Daniela oliveira

      Joao,

      Eu e meu marido estamos indo para Playa dia 17/5. Você ja comprou o trecho Cidade do Mexico x Cancun?

  • Samuel Cardoso

    Fiz o trajeto Cancún – Cidade do México pela Volaris em 2014. Foi mais ou menos como descrito. Eu voaria novamente, sem problemas.

  • Jota Vê

    Muito bom o relato. Vlw.
    Pretendo fazer no final do ano a América do Norte e este relato me deve ser útil.

    • Gustavo

      Obrigado!

      Fico feliz em poder ajuda-lo compartilhando minha experiência!

  • Bruno Franceschini

    Voei pela Volaris em 2013, fiz PBC (Puebla) – Cancún (CUN) e, pelo seu relato, o atendimento passou a ser cobrado. Lembro-me de ter tomado um coquetel, que eram liberados durante todo o vôo, feito pela comissária com tequila e refrigerante, além de salgadinhos. De fato, é uma amenidade para um vôo de cerca de 1h30/1h45. Quanto ao entretenimento, havia um filme disponibilizado pelo sistema de entretenimento coletivo. No que diz respeito às tarifas, a Volaris oferecia o melhor preço mesmo, melhor até que a Viva.

    • Gustavo

      Bruno,

      Uma pena que não é mais assim, acho que, no momento de uma decisão, caso os preços estejam semelhantes a maior parte das pessoas optam pela empresa com serviço de bordo!

  • Salvatore Carrozzo

    Parabéns pelo relato

    • Gustavo

      Salvatore,

      Muito obrigado!

  • Gustavo

    Fico muito feliz em poder compartilhar minha experiência e poder ajudar outras pessoas, assim como, tudo que li, me ajudou!

  • Marcos Oliveira

    Eu viajei com a Volaris agora em janeiro (Cidade do México – Oaxaca e Oaxaca – Cancun), e portanto faço os seguintes adendos ao ótimo relato do Gustavo:

    – o lema da companhia (que pode ser visto em outdoors por toda a Cidade do México) é algo como “pague uma tarifa básica barata e adicione só o que você precisa”. Assim, é necessário prestar muito mais atenção no processo de compra do que em uma cia aérea “normal”. Algumas dicas: 1) a tarifa inclui uma mala de 25 kg, se você não precisa dela (estávamos em três mas só com duas malas) pode selecionar essa opção e ganhar desconto; 2) se você precisa de excesso de bagagem compre antes porque no aeroporto é beeeeem mais caro; 3) a bagagem de mão incluída é apenas uma bolsa ou mochila, para levar mala de mão tem que pagar extra; 4) se for para marcar assentos, pode valer a pena já pegar os melhores (na frente do avião), já que a diferença de preço é pequena.
    – eu recebi os bilhetes eletrônicos normalmente por e-mail. Além disso, fiz o check in online e imprimi os cartões de embarque no hotel. Um fato curioso é que, saindo da Cidade do México, até as etiquetas de bagagem são impressas pelo próprio cliente. Chegando no aeroporto eles dão uma sacolinha plástica para colocá-las. Um ponto positivo é que é impressa também uma folha com o código da bagagem para ser colocada dentro da mala, o que pode ajudar no caso de um extravio.
    – para quem vai da Cidade do México a Oaxaca vale a pena comparar os preços do aéreo com o rodoviário, que costuma ser a opção “tradicional” entre esses dois destinos. Como os brasileiros não conseguem comprar passagem de ônibus pela Internet com desconto (precisa de cartão mexicano), no meu caso a diferença entre o avião e o ônibus (para 3 pessoas) era menos de 50 dólares. O que vai pesar mais no aéreo é o táxi em Oaxaca – na Cidade do México depende de onde você estiver hospedado. Para a gente, as horas ganhas com a viagem de avião permitiram fazer mais coisas em Oaxaca, já que tínhamos apenas dois dias inteiros lá.
    – embora não tenha nada a ver com a Volaris, uma dica para a Cidade do México: use Uber!!! Para se ter uma ideia, o trajeto do hotel ao aeroporto na ida custou 215 pesos (táxi pre-pago), e na volta 114 (Uber). Para a estação de ônibus o Uber teria custado mais ou menos a mesma coisa de onde estávamos, o que foi mais um motivo para optar pelo avião ao invés do ônibus para Oaxaca.
    – o voo até Oaxaca foi absolutamente pontual; o voo até Cancun atrasou uns 15 minutos mais ou menos, nada catastrófico.
    – os nomes nos cartões de embarque devem estar exatamente iguais aos dos documentos de identificação, ou ao menos era isso que estava escrito quando fui fazer o check-in online. Como eu havia colocado só o primeiro e ultimo nomes, liguei no call center da Volaris e fiz a alteração sem custo. Por sinal, fui muito bem atendido em inglês (não arrisquei o espanhol metralhadora deles pelo telefone não rsrsrs).

    Ressalto que, apesar de ter ficado um pouco “com o pé atrás” com a Volaris antes da viagem, viajaria nela novamente sem problemas.

    • Aline Correa

      obrigada por compartilhar! vou ao México em junho e estava em dúvida na hora que vi no site da Volaris sobre as tarifas. Entao, pelo que entendi no site e no seu depoimento, se eu nao selecionar nada na hora da compra eu posso levar uma bagagem de mao pequena e despachar uma de 24 kg né?

  • André Felipe

    Oi, uma dúvida que sempre tenho sobre LC. Essa empresa cobra por bagagem? As outras que você pesquisou o preço cobravam?

    • Gustavo Sousa

      André, desculpe a demora. Nao tinha visto sua pergunta. Cada bilhete permite uma mala de até 25 kg. Em relação as outras, não me lembro bem, mas ACHO que não cobram!

  • Gustavo Sousa

    Exato! Cada bilhete da direito a uma bagagem de até 25 KG. Tome cuidado com o tamanho da sua bagagem de mão, pois, ouvi diversos rumores que eles são um pouco criteriosos em relação a isto.

  • Tata

    Olá, obrigada por compartilhar sua experiencia. Estou pensando em comprar um voo da Volaris mas estou um pouco receosa em relação a bagagem de mão (se coloco ou não o valor extra) pq tão dizendo que até bolsa feminina cobram. Vc tem noção do peso máximo desta? Por exemplo uma mochila masculina de costas será que cobrarão?

  • Juliana Brito

    excelente relato vou a cancun em dezembro e estava achando muito absurdo os precos da aeromexico … obrigada pela dica.. meu medo é so da bagagem to pensando ate em deixar a mala maior no aeroporto isso existe? …