Nova lei obriga comerciantes e taxistas da Argentina a aceitarem pagamento com cartão

Leila Aisen 13 · abril · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Usar o cartão de crédito em viagens internacionais continua a ser a opção de muitos brasileiros que visitam a Argentina. Apesar do IOF adicional de 6,38%, a modalidade oferece praticidade, segurança e milhas, além de economia com deslocamentos até as casas de câmbio. Para que utiliza o cartão, uma boa notícia: o governo argentino aprovou uma nova lei que obriga que comerciantes e taxistas recebam pagamentos com cartão de crédito!

Desde de 1º de abril, é obrigatório na Argentina que todas as empresas e táxis aceitem cartões para compras acima de 10 pesos (cerca de R$ 1,70), conforme estabelecido pela Administración Federal de Ingresos Públicos (Afip – a Receita Federal argentina) por meio da lei 27.253.

Apesar do governo ter fornecido gratuitamente as leitoras de cartões, ainda há muitas empresas que não implementaram a medida. Embora o texto da lei se refira apenas a cartões de débito, na prática, a medida tem valido para débito e crédito, já que as máquinas englobam as duas modalidades.

Há até uma publicidade oficial da Afip, fixada nos estabelecimentos, com um QR code para denunciar caso a medida seja desrespeitada.

Adesivo nos comércios informa sobre a nova lei

E você costuma usar o cartão nas viagens à Argentina e outros países? Ou prefere outra modalidade? Deixe seu comentário e participe!

Autor

Leila Aisen - Editora
  • gilberto

    Depois que eu usei o UBER uma vez, táxi nunca mais.

    • Daniel Santos

      Olha, eu não vou falar NUNCA MAIS, mas com certeza, se tiver UBER funcionando na Cidade, eu não uso táxi. Os próprios taxistas já estão se adaptando ao UBER e muitos deles já trabalham na 2ª opção.

      • F. Junior

        Vdd. Caminho sem volta. Se adaptar às novas tecnologias para não ficar para trás..

      • Rodrigo Rodrigues

        tmb nao posso falar nunca mais
        pois o serviço do uber caiu mtooooooooo, até os carros dos taxis estão bemmmmmmmm melhores

    • F. Junior

      Estou nessa também..

    • Ananda Barros

      O serviço de Uber em Buenos Aires é horrível, pelo menos na época em que eu visitei a cidade (novembro/2017). As vezes era até mais caro que taxi, difícil que encontrar, quando encontrava um, eles cancelavam a corrida. Até pro aeroporto mais perto do centro às 9h da manhã de uma segunda feira não consegui Uber, tive que pedir para o hotel chamar um táxi.

  • Rodrigo Rodrigues

    como falou , praticidade e segurança me faz usar o cartao em algumas compras do dia a dia em viagens internacionais

  • Jorge Bahia Cezar Filho

    Mesmo com o IOF de 6,38%, eu prefiro usar o cartão de crédito nas viagens internacionais, justamente porque gosto de ganhar milhas. Além de ser mais prático e seguro.

    Eu levo dinheiro, mas uso bem pouco, porque prefiro deixar guardado o dinheiro para uma eventual emergência.

    • Lorena

      Nossa eu faço exatamente o contrário. Em todas as minhas viagens eu sempre levo dinheiro suficiente pra dar e sobrar e levo o cartão de emergência, acabo sempre só fazendo uma comprinha idiota no cartão para testar se esta tudo ok e só isso.
      Sei que é errado pq é arriscar muito com dinheiro, mas até hj sempre deu tudo certo! rs
      Me acho muito descontrolada pra pagar tudo no cartão e voltaria com muitas dívidas hehe

      • D’artagnan Villegagnon

        Concordo e faço o mesmo. Sobretudo pq os melhores preços, os locais + baratos, as “pechinchas” ainda são em $$ vivo.

  • Laira Dias Santos

    Usei uber normalmente lá algumas vezes há 2 semanas sem problemas!

  • jorge moraes

    Paisinho atrasado. Não aceitam cartão de crédito.

    • Bruno Souza

      Vale lembrar que essa medida não vinga a tempo influenciada pela máfia das notas falsas que usam os taxis como desova. É de se esperar essa demora

  • Uilson Santos

    O grande problema de usar taxi na argentina e receber troco com dinheiro falsificado, perdi 100 pesos a uns anos atras, infelizmente lá tem muitos taxistas desonestos.