Boeing recomenda a suspensão de todos os voos com os aviões 737 MAX

Por João Goldmeier

A Boeing, maior fabricante de aviões comerciais do mundo, recomendou hoje a suspensão temporária dos voos de todos os 371 aviões 737 MAX em operação no mundo. Em nota, a empresa americana reafirma sua confiança no modelo, e diz  que a medida é uma precaução para reafirmar às autoridades de aviação civil e ao público em geral a segurança da aeronave.

Antes mesmo do anúncio, diversas empresas aéreas, entre elas a GOL, já haviam suspendido suas operações com os 737 MAX. A suspensão também havia sido determinada pelas autoridades de aviação civil da China, Europa e outros países.

O anúncio veio em conjunto com a determinação da FAA (órgão que controla a aviação civil nos Estados Unidos) de suspender todos os voos de cias americanas com o novo modelo de avião.

Leia a nota na íntegra clicando aqui (em inglês).