Exclusivo! Banco do Brasil vai dar fim ao bônus acelerador em todos os cartões Ourocard!

Denis Carvalho 12 · novembro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Vocês sabem que estamos sempre dando notícias em primeira mão, mas essa é uma dessas vezes em que isso não nos alegra em nada. O Banco do Brasil vai cancelar o bônus acelerador de seus cartões, o que na prática significará uma dura redução na quantidade de pontos que cada cliente terá por seus gastos com todos os segmentos do Ourocard.

O fim do bônus é a medida mais dura do pacote de ajustes que o banco vai anunciar até o fim do mês, que inclui a possibilidade de compra de pontos, que já noticiamos no início da semana. Também haverá o cancelamento da possibilidade de antecipar pontos e o aumento no limite mínimo para mil pontos nas transferências para o programa Dotz. 

Nós recebemos a informação do nosso leitor Maicon Toledo e há dias aguardávamos a confirmação oficial do Banco do Brasil, que nos enviada ontem à noite pela assessoria do banco. Reproduzimos a seguir a mensagem recebida na íntegra:

O Banco do Brasil informa que está promovendo alguns ajustes no programa de relacionamento Ponto pra Você, para torná-lo ainda mais atrativo e inclusivo. A primeira ação implementada é a possibilidade de os clientes comprarem pacotes de 1.000 pontos por R$ 45,00, preço promocional até 31/12/2014. Essa é uma inovação do BB, o primeiro banco nacional a oferecer a compra de pontos no seu programa de relacionamento.

A compra de pontos contribuirá para a satisfação dos clientes, que poderão completar o saldo necessário para troca por produtos e serviços dos parceiros do Ponto pra Você. Esse é mais um benefício do Ponto pra Você, programa de relacionamento que se destaca frente aos demais, tendo com diferenciais a pontuação das compras a débito, investimentos e crédito. E também a facilidade de resgate, considerando os canais disponíveis, o tempo de crédito dos pontos nos parceiros e a transferência de pontos entre clientes.

Cabe ressaltar que o Banco manterá a proporção de 1 milha para 1 ponto na aquisição de passagens aéreas junto aos parceiros do Ponto pra Você. Não estão previstas mudanças nessa proporção.

O acelerador de pontos, que permite uma maior aquisição de pontos em decorrência de um valor diferenciado de gastos no cartão de crédito, passará a ser utilizado de forma promocional pelo Banco do Brasil. Ou seja, em momentos específicos, o Banco concederá pontuação promocional para os clientes em virtude do consumo no cartão.”

Com o fim do acelerador, serão afetados os cartões Platinum, Infinite e Black. Os cartões Platinum Visa e Master, de clientes que tenham gasto acima de 4 mil pontos, oferecerão 1,2 ponto por dólar em vez de 1,5 ponto. Os cartões Estilo Platinum terão a maior redução: de 1,75 para 1,5 ponto, mesmo com gastos acima de R$ 5 mil.

Os cartões Platinum American Express passarão a ter pontuação fixa de 1,6 ponto, enquanto os Infinite e Black oferecerão sempre 2 pontos por dólar gasto. Nos dois casos o acelerador aumentava 0,2 ponto por dólar. Confira a tabela no site do Banco do Brasil

Para quem não alcançava os gastos indicados, nada vai mudar, mas sabemos que muitos leitores usavam os cartões justamente por conta dos aceleradores e ficarão desapontados com a notícia. A notícia também vai custar algumas posições aos cartões do BB no Ranking de Cartões de Crédito do Melhores Destinos – hoje os Ourocard Black e Infinite ocupam a sétima posição.

Por fim, o cancelamento da antecipação de pontos deve ser comunicada no dia 17. “Os clientes não mais poderão antecipar pontos que viriam a adquirir. Como alternativa  para  aumentar seus  saldos, será  ofertada a  compra  de pontos”, afirma o comunicado aos funcionários.

O Banco do Brasil ainda oferece vantagens como pontos por compras no crédito e pagamento de contas e uma das melhores taxas de câmbio nos cartões. Mas será que são o suficiente para que os clientes mantenham seus cartões e não partam para concorrentes? Dê a sua opinião nos comentários e participe!

Dica dos leitores Maicon Toledo, Leandro e Guilherme

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe