Ryanair vai restringir a franquia de bagagem de mão em todos seus voos!

João Goldmeier 6 · setembro · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Ryanair, uma das maiores low cost do mundo, vai mudar a sua política relativa à bagagem de mão permitida a bordo. A partir de 1º de novembro todos os passageiros que não comprarem o passe de embarque prioritário não poderão embarcar com suas malas de mão (carry on), somente um item pessoal pequeno, como bolsa, mochila ou sacola de compras (limitado a 35 cm x 20 cm x 20 cm), que caibam embaixo do assento da poltrona.

Os passageiros com bilhetes sem embarque prioritário continuam podendo despachar uma bagagem de até 10 kg no portão de embarque.

A medida, segundo a cia irlandesa, serve para agilizar o procedimento de embarque e evitar o atraso dos voos, já que os bagageiros de seus aviões não estão sendo suficientes para acomodar todas as bagagens de mão e o número de bagagens despachadas no portão de embarque chega a 50 a cada voo.

Para incentivar o despacho antecipado a Ryanair baixou o custo da bagagem despachada de 35 para 25 euros e aumentou a franquia de bagagem de 15kg para 20kg.

Quem viaja em cias low cost tem sempre que prestar muita atenção nas regras, sob o risco do barato sair caro. Então vamos ao comparativo:

Até 30 de outubro: uma carry on (10kg, 55cm de altura x 40 cm de largura x 20 cm de espessura) + um item pessoal adicional (5kg, 35 cm de altura x 20 cm de largura x 20 cm de espessura).

A partir de 1º  de novembro: passageiros com embarque prioritário (pago) continuam com a mesma franquia mas os demais podem levar a bordo somente um item pessoal (5kg, 35 cm de altura x 20 cm de largura x 20 cm de espessura). A bagagem de mão até 10kg poderá ser despachada sem custo no portão de embarque.

Como o embarque prioritário custa 5 euros se comprado na hora da reserva, deve valer a pena adicionar, caso você queira levar uma mala de mão na cabine.

Será que essa moda chega por aqui? Na opinião de vocês, a medida é válida para evitar atrasos, ou é só uma desculpa da empresa para aumentar as receitas?

Com informações do Independent!

Atualizado com a dica do leitor Alexandre Gromboni.

Autor

João Goldmeier - Editor