Azul oferece na justiça R$ 570 milhões para ficar com parte dos horários da Avianca Brasil, incluindo a rota SP-RJ!

Por Leonardo Cassol

A Azul requereu ao Juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo, responsável pela recuperação judicial da Avianca Brasil, uma proposta para alienação judicial de uma nova Unidade Produtiva Isolada (“Nova UPI”) contemplando certos horários de chegada e partida operados pela Avianca Brasil, incluindo os da Ponte Aérea Congonhas (SP) – Santos Dumont (RJ), pelo valor mínimo de US$ 145 milhões, aproximadamente R$ 570 milhões.

No comunicado, a Azul destaca que acredita que o pedido confere à Avianca Brasil, seus empregados, consumidores, credores e demais interessados uma alternativa legal e legítima para viabilizar a monetização, uso continuado de bens e preservação de atividades que atualmente correm grave risco de paralisação e perecimento à luz da rápida deterioração das atividades da companhia, no melhor interesse do mercado de aviação e todos os envolvidos. Além disso, segundo a empresa, a Nova UPI oferece uma real alternativa para aumentar a competitividade na ponte aérea entre Rio-SP.

Ainda de acordo com o comunicado, o pedido da Azul não invalida o procedimento de alienação judicial das 7 unidades produtivas isoladas, na forma do leilão estabelecido no Plano de Recuperação Judicial da Avianca Brasil, recentemente suspenso por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. Mas na visão da Azul, a alienação judicial da Nova UPI oferece uma alternativa compreensiva, viável e verdadeiramente implementável, inclusive do ponto de vista operacional, regulatório e concorrencial.

Vamos aguardar os próximos capítulos.