Azul anuncia parceria com a JetBlue e disponibiliza voos para 90 destinos operados pela empresa norte-americana

Leonardo Cassol 30 · setembro · 2015

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Azul deu mais um importante passo na sua inserção internacional, anunciando hoje um acordo bilateral interline com a JetBlue. Com apenas um bilhete, os clientes podem chegar a mais de 190 destinos operados conjuntamente pela Azul e pela JetBlue. A Azul disponibilizará inicialmente 90 destinos da JetBlue em seus canais de venda, enquanto a empresa norte-americana ofertará as 100 cidades atendidas pela aérea brasileira.

As passagens estão disponíveis por meio de todos os canais de vendas da Azul e da JetBlue. A franquia de bagagem para viagens internacionais será honrada nos voos domésticos operados pela Azul e pela JetBlue.

Para David Neeleman, fundador das duas companhias, “o acordo entre Azul e JetBlue amplia ainda mais as possibilidades de voos e destinos para nossos clientes no Brasil e nos Estados Unidos. As duas empresas contam com expressivas malhas aéreas e são reconhecidas pela excelência em serviços aos Clientes.”
JetBlue

Somadas, Azul e JetBlue contam com aproximadamente dois mil voos diários para mais de 190 destinos, sobretudo no Brasil e Estados Unidos, além da América Central. A JetBlue tem como dois de seus principais hubs o aeroporto de Fort Lauderdale/Miami e John F. Kennedy, em Nova York. A Azul, por sua vez, conta com 100 destinos em sua malha aérea – a mais abrangente do Brasil – e oferece voos sem escalas para Fort Lauderdale/Miami e Orlando, nos Estados Unidos. Os hubs da companhia envolvem São Paulo (Campinas) e Belo Horizonte (Confins), aeroportos onde a empresa oferta a seus Clientes mais de 70 destinos em mais de 200 voos diários.

A parceria entre Azul e JetBlue era aguardada desde o nascimento da companhia brasileira, mas parecia mais distante à medida que ela se aproximava da United, que neste ano anunciou a compra de parte de seu capital. Vamos torcer para que este acordo de interline evolua para um compartilhamento de programas de milhas, permitindo emitir voos da JetBlue com pontos do TudoAzul e vice-versa.

Autor

Leonardo Cassol - Editor Economista, apaixonado por viagens, aviação e milhas! Especialista em programas de fidelidade do Melhores Destinos