Azul anuncia desconto para passageiros que não despacharem bagagem

Denis Carvalho 9 · março · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Azul anunciou hoje as mudanças decorrentes da revisão das Condições Gerais de Transporte (CGT), que entra em vigor para passagens compradas a partir da próxima terça-feira (14/03/2017). A companhia informou que manterá os preços atuais para os passageiros que optarem por despachar a bagagem, mas criará uma nova opção de tarifa mais barata, para os que viajarem apenas com a mala de mão, que passará a permitir até 10 kg.

“A Azul continuará oferecendo normalmente a franquia de bagagens de 23 kg em seus voos domésticos e manterá os preços das passagens aéreas praticados atualmente. No entanto, a companhia terá uma nova opção de tarifa – que será introduzida gradativamente para os mercados onde a empresa opera no Brasil, a partir da próxima terça-feira (14/3) – com preços reduzidos para quem não despacha bagagens”, destacou a companhia em comunicado à Imprensa.

Com a mudança, as passagens da Azul estarão classificadas em duas categorias: a “MaisAzul” e a “Azul”. A categoria MaisAzul mantém a prática tarifária atual, incluindo franquia de 23 kg de bagagem e sempre estará disponível para compra.

Ao optar pela nova categoria Azul, a companhia informou que o cliente pagará mais barato pela passagem na comparação com a tarifa MaisAzul e poderá escolher pela compra ou não do serviço de bagagem despachada. Nessa modalidade, se o passageiro mudar de ideia, poderá incluir os 23 kg de bagagem, a qualquer momento, pagando uma taxa de R$ 30. Caso ultrapasse a cota de 23 kg, será mantida a atual cobrança por quilo excedente.

A partir da próxima terça (14/03), a nova tarifa estará disponível para voos de Campinas ao Rio de Janeiro (SDU), Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Vitória, Florianópolis, Jaguaruna, Lages, Londrina, Maringá, Navegantes, Passo Fundo, Chapecó, Cascavel, Divinópolis e Ponta Grossa.

A companhia informou ainda que o perfil de tarifa mais barato terá acesso gratuito aos demais serviços, como sistema de TV SKY ao vivo, Snacks e bebidas gratuitas à vontade, marcação de assento sem custo adicional, antecipação de voo e acumulo de pontos no TudoAzul.

“Continuaremos com os mesmos serviços, a mesma franquia de 23kg de bagagem e as mesmas facilidades que temos hoje. Nosso diferencial é que, em alguns voos, nossos clientes poderão optar por uma tarifa mais barata ao não despachar suas bagagens” reforçou o presidente da Azul, Antonoaldo Neves, presidente da Azul.

Voos  internacionais

A Azul também anunciou redução na bagagem dos voos internacionais, que passarão a contar com franquia de uma ou duas malas com até 23 kg (hoje são 32 kg). “Os clientes com bilhetes adquiridos para Estados Unidos e Europa nas classes Econonomy e Economy Extra terão direito ao despacho de dois volumes de 23 kg cada e, os Clientes da Azul Business, poderão despachar três volumes de 23 kg cada. O número de volumes não muda em relação ao que a Azul já praticava. A diferença está no peso máximo permitido para cada volume, que agora se enquadra nos padrões internacionais”.

Caso o cliente queira despachar um ou mais volumes extras, a companhia reduzirá o valor do volume extra de US$ 150 para US$ 100 por volume.

Para os voos na América do Sul, a companhia terá por regra o despacho de um volume de até 23 kg de bagagem por cliente. Caso queira levar um ou mais volumes extras, a companhia passará a cobrar o valor de US$ 50 por volume, o que representa uma redução no valor pago atualmente na forma de quilogramas.

Programa de vantagens TudoAzul

Clientes Diamante e Safira mo programa TusoAzul que compram a Tarifa Azul poderão despachar 23 kg de bagagem gratuitamente. E, como hoje, Clientes TudoAzul Topázio, Safira e Diamante contam com 5 kg, 10 kg e 15 kg de bagagem extra, respectivamente.

Nos voos internacionais, os clientes Diamante terão direito a um volume extra de 23 kg quando comprarem as classes Economy e Economy Extra.

Outras mudanças
A Azul informou ainda que já se adequou a todas as demais regras da Resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e que já praticava algumas delas antes mesmo de se tornarem comuns a todas as companhias aéreas:

– Reembolso por desistência em até 24 horas após a compra;
– Não cancelamento do trecho de volta em caso não comparecimento ou aviso do Cliente sobre a não utilização do trecho de ida;
– Correções na grafia de nomes sem custos pelo Azulcenter (central de atendimento da Azul).

Conclusão

A postura da Azul é a ideal para os passageiros: manter os preços atuais para quem voar despachando bagagem e oferecer descontos para quem optar por voar apenas com a mala de mão. Todavia, só o tempo vai dizer se essa política de preços será adotada na prática ou se a companhia cederá à tentação de manter os preços atuais mesmo após a mudança.

O que achou das mudanças anunciadas pela Azul? Dê seu comentário e participe!

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe