Atenção! Avianca Brasil aumenta o valor cobrado para despachar bagagens em voos nacionais!

Redação 24 · setembro · 2018

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Avianca Brasil atualizou na semana passada, sem muito alarde, o valor cobrado para o despacho de bagagens em voos nacionais operados pela empresa. A taxa subiu para R$ 60 na compra antecipada do primeiro volume, até 6 horas antes do voo, e para R$ 100 no caso de compras realizadas com menos de 6 horas do voo.

É um aumento de 100% em relação ao que a companhia cobrava em setembro do ano passado, quanto instituiu a taxa, no caso da compra antecipada, ou de 66%, no caso da compra no aeroporto. Se comparado aos valores cobrados em maio desse ano, quando houve o último reajuste, o aumento é de 50% e 25%, respectivamente.

As concorrentes Azul, GOL e Latam já tinham aumentando suas taxas nos últimos meses, todas, sem exceção, muito acima da inflação acumulada no período, que foi de apenas 4,2%, segundo o IBGE.

Confira como ficam os preços para despachar bagagens em voos nacionais da Avianca Brasil:

Os voos para os Estados Unidos continuam com a franquia de 2 volumes de até 23kg incluídos na tarifa.

As companhias aéreas nacionais não estão brincando em serviço na cobrança  dessas taxas. Certamente os custos dos serviços de bagagem não aumentaram 100% em 12 meses… Como os órgãos reguladores lavaram as mãos, e as instituições de defesa do consumidor parecem ignorar a questão, resta aos passageiros ter muita atenção na hora da compra, pois as taxas podem custar quase o mesmo valor que a passagem. É importante fazer verificar se é mais vantajoso comprar a tarifa com a bagagem, que custa mais caro, ou deixar para comprar depois. E, viajar apenas com uma bagagem de mão de até 10kg agora parece valer mais do que nunca!

Passageiros frequentes do programa Amigo

Quem tiver status no programa Amigo não vai precisar se preocupar. Clientes Amigo Silver e Gold terão direito a uma peça adicional de até 23kg. Clientes Diamond terão direito a duas peças adicionais de até 23kg.

Clientes Star Alliance Gold também terão uma bagagem adicional de até 23kg. Clientes Star Alliance Silver não terão direito a bagagem adicional.

Em nota, ao Melhores Destinos, a companhia justificou o aumento:

A Avianca Brasil reforça que, desde setembro de 2017, trabalha com três classes tarifárias: ECONOMY, FLEX E PROMO. A Economy e a Flex já incluem a franquia de uma e duas peças de 23Kg cada, respectivamente, sem que o passageiro tenha que pagar nada a mais por isso. 

Já a PROMO, oferecida apenas quando há passagens promocionais, atende àquele viajante que embarca apenas com a mala de mão. Por isso, quando o cliente opta por esta tarifa, mas precisa ou decide despachar bagagem, o serviço é vendido à parte. Assim, a empresa pode manter o preço da passagem em si mais baixo. 

Recentemente, as operações da Avianca Brasil, assim como as das demais aéreas, têm sido impactadas pela oscilação do dólar e, consequentemente, pelo preço do combustível de aviação (QAV). Este último, sofreu uma alta histórica de 30%, entre abril e setembro deste ano, a maior desde 2002. Por isso, o reajuste de 50% na tarifa de bagagens para compras antecipadas e 25% para aquisições com menos de 6 horas de antecedência do voo em relação à ultima correção feita pela empresa em maio deste ano.”

Agradecemos a dica do leitor Marcelo Henrique.

 

Autor

Redação - Equipe Melhores Destinos