Avaliação da JOON

Redação 9 · julho · 2018
Econômica
FCO - CDG
AF1505
Airbus A321
27/03/2018

Embarque

Previsto: 11:50h
Efetivo: 12:15h

Partida

Previsto: 12:20h
Efetivo: 12:50h

Chegada

Previsto: 14:30h
Efetivo: 14:50h

O leitor Thiago Meneghel participou, junto com sua família, do voo inaugural da Joon entre Roma e Paris. Neste relato, ele conta quais foram as impressões sobre a companhia subsidiária da Air France. Confira!

Sobre a Joon

A Joon é uma companhia aérea criada pela Air France para ser um laboratório de inovação, com o objetivo declarado de buscar ser a próxima geração de experiência a bordo da Air France. Iniciou suas atividade em 2017, voando para destinos na Europa. Neste ano começou a operar em destinos intercontinentais, como Terã, Seychelles e Fortaleza.

Confira a avaliação do Melhores Destinos sobre o voo da Joon entre Fortaleza e Paris, na classe econômica premium e também na classe executiva!

AVALIAÇÃO DO LEITOR THIAGO MENEGHEL

A Joon é uma empresa jovem, iniciou suas atividades no final de 2017. É uma subsidiária da Air France – KLM e, apesar de recente no mercado, ela já chama a atenção dos brasileiros, pois iniciou operações também no Brasil, ligando Fortaleza a Paris.

Essa minha avaliação, no entanto, ocorreu em um voo interno na Europa. Eu e a minha família embarcamos no voo inaugural da companhia entre Roma (Fiumicino) e Paris (Charles de Gaulle) com direito a discursos, certificado e “batismo” com jatos de água dos bombeiros (Vigili del Fuoco) do aeroporto italiano.

O trecho Roma – Paris fazia parte de uma viagem a Europa. Eu comprei a passagem de ida e volta para a Europa com a Azul (FLN – VCP – LIS; LIS – VCP – FLN), mas desejávamos aproveitar a viagem e ir também a Roma e Paris. A viagem com a Azul foi muito boa, uma das melhores viagens internacionais que já fiz (poltronas na disposição 2x4x2, bom entretenimento, snacks ao longo da viagem…). Mas como sobre a Azul já existem avaliações aqui no MD, escolhi esse trecho com a Joon para realizar o relato a seguir:

Resumo do voo

Classe: Econômica
Voo: AF1505
Trecho: FCO – CDG
Data: 27 de março de 2018
Aeronave: Airbus A321 (212 passageiros)

Compra da passagem

Comprei a passagem ainda no Brasil, com bastante antecedência (aproximadamente 5 meses antes). Pesquisei nos sites de comparação de preço de passagens com diferentes companhias (Submarino Viagens e Viajanet) por alguns meses e quando apareceu um preço que entendi bacana comprei. Cada passagem saiu por R$ 139,48 mais R$ 119,63 de taxas. A compra foi feita pelo site da Air France e só durante a compra é que verifiquei que o voo seria operado pela Joon (até então eu acreditava estar comprando uma passagem da Air France).

O site da Air France é bom. Todo em português. Logo após a compra recebi o e-mail com as confirmações.

Check-in

8,0

Realizei o check-in com 24h de antecedência pelo aplicativo da Air France. Cartões de embarque adicionados ao Wallet no celular, tudo pronto. O check-in no aeroporto italiano foi realizado nos balcões com os colaboradores da Air France (falamos italiano, mas ainda existia a possibilidade de inglês e francês).  No check-in não existia filas, bom atendimento e rápido despacho da bagagem de porão.

Chegamos ao aeroporto Fiumicino com bastante antecedência (3 horas) e o portão de embarque já estava definido. Quando chegamos ao portão entendemos o por quê. O voo antes operado pela Air France passava naquela ocasião a ser operado pela Joon. Em virtude desse fato, existia no portão de embarque um evento com discurso do presidente da empresa, diretor do aeroporto Fiumicino, entre outras autoridades e jornalistas.

Os discursos atrasaram o embarque, o que levou um passageiro francês a pedir menos palavras bonitas e mais ação. O embarque previsto para 11:50 iniciou às 12:15, cinco minutos antes do horário previsto para a decolagem (12:20).

Terminado o embarque às 12:45, a aeronave iniciou o taxiamento. Após o batismo da primeira aeronave da Joon em solo italiano decolamos.

Minha nota desconsidera a avaliação ruim do embarque, por que considero que o atraso ocorreu em virtude de se tratar de um voo inaugural.

Cabine

9,0

O Airbus 321 com poltronas distribuídas no formato tradicional 3×3 tem um espaço entre as poltronas e uma reclinação comparadas às das aeronaves das companhias brasileiras. Eu que tenho 1,76 de altura viajei com tranquilidade.

O encosto de cabeça oferece um conforto adicional que eu não esperava por se tratar de uma empresa low cost. Nesta mesma viagem pela Europa fomos de Paris para Lisboa com a Vueling. Na Vueling, as poltronas da classe econômica não reclinam, encosto de cabeça então… nem pensar. Parece poltrona de ônibus urbano do Brasil. Logo, a poltrona da Joon, apesar de não ter grande conforto, tem o seu valor.

A idade da aeronave é que me chamou a atenção, apesar de a companhia ser recente a aeronave não era tão nova assim (fiquei com a impressão de uma aeronave de 10 a 15 anos de uso).

Entretenimento

8,0

A Joon oferece a revista Magazine (da Air France) e possui um serviço de streaming à bordo gratuito. Mas eu não havia baixado o aplicativo antes do embarque (eu tinha apenas o aplicativo da Air France) – de toda forma foi possível verificar que o wi-fi estava disponível.

Serviço de bordo

8,0

No que diz respeito ao serviço de bordo, se não se tratasse de uma companhia low cost, a minha nota neste item seria 3 ou 4. No entanto, se tratando de um companhia de baixo custo (que geralmente não serve nada), na Joon você tem gratuitamente bebidas (café, chá, água ou suco de laranja) e a disposição itens para compra a um preço razoável.

Comissários e equipe de solo

8,0

Comissários atenciosos, com uniformes descontraídos (camiseta gola polo e uma calça jeans).

 

 

Programa de fidelidade

8,0

A Joon utiliza do mesmo programa de fidelidade da Air France, o Flying Blue. Além deste programa você pode acumular suas milhas em qualquer outra empresa da aliança Skyteam e também com o Smiles, que é parceiro da Air France.

 

Nota final

8,1

Chegamos a Paris com 20 minutos de atraso. A restituição da bagagem de porão foi feita sem problemas.

De forma geral, o preço que pagamos considero ser o de uma empresa low cost, mas o serviço prestado tem um upgrade em relação às demais companhias desse segmento, especialmente, se considerados o conforto da poltrona e o serviço de bordo mínimo.

Em uma nova oportunidade na Europa vou considerar fortemente voar novamente com a Joon (e talvez, por que não, do Brasil para a Europa. Basta um preço bacana).

A toda comunidade do Melhores Destinos, o meu abraço!


Agradecemos ao Thiago pelo relato! Quer ver a sua avaliação publicada no Melhores Destinos? Peça as instruções, capriche no texto e nas fotos e mande para a gente: avaliacao@melhoresdestinos.com.br