Avaliação da Jet Star

Redação 20 · novembro · 2018
Econômica
MEL - SYD
JQ502
Airbus A320neo
21/09/2018

Embarque

Previsto: 7:05h
Efetivo: 7:15h

Partida

Previsto: 7:20h
Efetivo: 7:20h

Chegada

Previsto: 8:45h
Efetivo: 8:35h

A Jetstar Airways é uma cia aérea low cost da Austrália controlada pela Qantas e baseada em Melbourne. Possui uma frota de 79 aeronaves que voam em sua maioria para destinos domésticos mas também alguns destinos internacionais. O leitor Anderson Tonnera voou com a companhia em sua rota mais movimentada, de Melbourne para Sydney, e conta nesse relato como foi a experiência:

Como é voar com a Jet Star

Por Anderson Tonnera

Aproveitando uma promoção noticiada no Melhores Destinos em fevereiro emiti o trecho Guarulhos / Melbourne / Auckland / Guarulhos voando Qantas operados pela Latam.

Contudo, como queria explorar a Austrália resolvi ir de avião de Melbourne até Sydney (são mais de 800km) e acabei optando pela Jet Star baseado nas boas avaliações que li. Os preços são parecidos com outras low cost, como a Tiger, mas a qualidade da frota e dos serviços me fizeram optar pela Jet Star, que é uma subsidiária da Qantas.

Compra

O site da Jet Star é bem simples para emissão de passagem e o pagamento pode ser feito com qualquer cartão internacional (sem opção de parcelamento). Se você buscar no site da Qantas os voos também aparecem, mas optei por emitir da companhia mesmo que iria voar. Os preços são bem parecidos e mesmo pesquisando com 3 meses de antecedência o preço não mudou até o dia que efetuei a emissão, com 15 dias de antecedência à viagem.

Check-in

7

A empresa opera no Terminal 4 do organizado aeroporto de Tullamarine em Melbourne. É o terminal utilizado para voos domésticos e conta com quase todos os serviços automatizados.

Não haviam filas, principalmente por ser muito cedo e ser um dos primeiros voos da ponte aérea Melbourne/Sydney do dia.

Pra nós brasileiros isso pode parecer um pouco assustador, pois você mesmo faz o seu check-in e despacha sua bagagem. Contudo, existe uma validação para que você não cometa algum erro neste processo. Por duas vezes tentei por a mala em posição errada e ela retornava ao ponto de partida. Havia alguns funcionários da Jet Star no local, mas ninguém estava utilizando esse tipo de suporte.

Existem instruções em inglês de como proceder em relação e etiquetagem da bagagem, bem como o seu despacho

Detalhe: em nenhum momento alguém confere o seu passaporte. Nem no check-in, nem na vistoria e nem no embarque, isso me chamou atenção mesmo sendo um voo doméstico curto.

Cabine

10

Para minha surpresa o avião era um Airbus A320neo cheirando a novo. A qualidade deste aparelho para voos curtos é muito interessante e torna a viagem muito mais agradável.

O avião estava limpo e bem organizado numa disposição tradicional de fileiras 3-3. O espaço entre as poltronas para quem tem mais de 1,80 m é ruim, mas não foge muito do padrão que temos nos voos domésticos no Brasil.

A limpeza da cabine foi um ponto muito positivo considerando que a tripulação teve apenas 20 minutos em solo considerando o pouso do voo anterior e o embarque deste voo.

Entretenimento

3

O entretenimento foi o ponto crítico neste voo: esqueça tela individual, monitor compartilhado ou aplicativo para celular. Não tem nada disso disponível, apenas uma revista de bordo. A bem da verdade esse é o padrão de companhias de baixo custo.

Serviço de bordo

0

Nem o tradicional biscoito da GOL ou o lanche da Avianca. Todo o serviço de bordo é pago. Contudo os preços não são assustadores. São valores similares aos praticados no aeroporto. Havia opções de sanduíches, snacks e refeições quentes.

 

Comissários e equipe de solo

6

Nenhum contato com a equipe de solo no check-in e no ato do embarque apenas um “bom dia” e nada mais. As comissárias são cordiais apenas e nada mais que isso. Sem muitos sorrisos ou conversa. Mas atendem aquilo que lhes é demandado.

 

Programa de fidelidade

5

A Jet Star não está filiada a nenhuma aliança, mas possui seu próprio programa de milhagem (que deve ser interessante apenas para quem mora naquela região e utiliza com frequência estes voos).

Nota final

5,1

O voo foi muito tranquilo, sem turbulências ou instabilidades. A chegada a Sydney ocorreu 10 minutos antes do previsto e o comandante fez uma inserção na decolagem e outra no início da descida, informando sobre estimado de pouso e condições meteorológicas.

Dicas finais

Como qualquer low cost eles vão tentar te “empurrar” tudo no processo de compra, desde a notificação de reserva por SMS até bagagem extra. Selecione apenas o que irá de fato precisar. Lembrando que o preço que aparece na tela de pesquisa é apenas pelo bilhete aéreo (tarifa básica).

Conclusão

A Jet Star cumpre o que promete: transportar o passageiro. Tem uma frota moderna (possuem inclusive 787 Dreamliner, utilizado nos voos internacionais), são pontuais e contam com um serviço de atendimento apenas cordial. Para voos de até duas horas é uma excelente opção na Oceania e algumas regiões da Ásia que ela passou a atender de uns anos pra cá.

Agradecemos ao Anderson por essa avaliação da Jet Star! Quer enviar o relato de seu voo para o Melhores Destinos? Entre em contato com a gente pelo e-mail avaliacao@melhoresdestinos.com.br!