Avaliação da Alaska Airlines

Redação 13 · junho · 2017
Econômica
IAH - SEA
AS 461
Boeing 737-900
Abril 2017

Embarque

Previsto: 17:10h
Efetivo: 17:13h

Partida

Previsto: 17:42h
Efetivo: 18:25h

Chegada

Previsto: 20:45 h
Efetivo: 20:45 h

Ao contrário do que possa parecer, a Alaska Airlines não é uma companhia regional do Alaska, mas sim a quinta maior empresa aérea dos Estados Unidos. Sua extensa malha cobre todo o território americano, além do México, Canadá e Havaí. Ao todo são 134 destinos que obviamente, incluem Anchorage e vários outros aeroportos do Alaska – a companhia é a maior operadora de voos entre o estado e demais partes do país.

Nosso leitor Ricardo Falck voou com a companhia entre Houston e Seattle e vai contar para gente a experiência. Confira o relato que ele enviou para o Melhores Destinos:

Como sou um aficionado por aviação comercial sempre tive vontade de conhecer a fábrica da Boeing em Seattle. Vendo que teria um final de semana livre resolvi fazer a viagem. Comprei a passagem com mais ou menos um mês de antecedência e a escolha natural teria sido a United Airlines, pois moro em Houston que é um dos maiores hubs da United. Acabei escolhendo a Alaska Airlines pois havia uma boa diferença de preço e era a oportunidade de conhecer uma companhia nova. Comprei os trechos de ida e volta, mas hoje vou falar apenas do trecho de ida.

Compra

Acabei fazendo a compra pelo site da empresa e o processo foi bem tranquilo e rápido. Menos de 24 horas após a compra percebi que havia feito uma bobagem: comprei a volta numa segunda e não podia tirar férias nesse dia. Liguei então para a central de atendimento pedindo para trocar para o dia anterior. Como estava fazendo isso com menos de 24 horas, não pagaria taxa, mas poderia pagar pela diferença de tarifa, se houvesse. Assim que liguei, caiu numa gravação informando que estavam com muitas chamadas e que deixando um número ligariam em 13 minutos. Aí aconteceu o mais estranho, ligaram de volta em 13 minutos! A atendente mudou o voo para o dia anterior e continuei na tarifa baratinha que tinha pago.

Check-in

7,0

As voos da Alaska Airlines no George Bush Intercontinental saem do terminal A, que é o terminal usado pelas concorrentes da United: American, Delta e as low cost Spirit e Frontier. A Southwest, que é a segunda maior companhia aérea atuando em Houston opera a partir do Hobby, o outro aeroporto da cidade. Fiz o check in pela internet e fui direto para o embarque pois não iria despachar mala.

O Terminal A talvez seja o mais pobre entre os terminais deste aeroporto, com poucas opções de bares e restaurantes. O embarque acabou atrasando quase quarenta e cinco minutos, mas pelo menos foi organizado, com as prioridades e portadores de cartões preferenciais primeiro e depois entrava-se de acordo com o local do assento.

Cabine

9,0

A viagem foi em um Boeing 737-900 , um dos meus modelos preferidos.

O avião era novo, com o Sky Interior: iluminação de LED no teto do avião e bancos de couro. Destaque também para tomadas de laptop e celular em cada assento.

Entretenimento

8,0

Logo no inicio do voo foram oferecidos tablets com filmes para alugar por oito dólares. Com o aplicativo da Alaska, você consegue assistir a filmes de graça no seu tablet ou smartphone.

O wi-fi pago da Gogo também era oferecido neste voo.

Serviço de bordo

8,0

Na hora do embarque já estava com fome e com o atraso a fome aumentou. Depois da decolagem tranquila apesar do mal tempo que começava a se formar em Houston, logo comecou o serviço de bordo. A parte gratuita incluía refrigerantes, água, suco e amendoím. Haviam opções interessantes no cardápio pago, mas a que mais chamou minha atenção foi a tabua de frios. Pensei nela com uma taca de vinho, mas na minha vez… já tinha acabado.

Então fui no que eles chamam de escolha do chef, um frango com purê e vagem. Estava bom. Acabei mudando a bebida também, fui de Alaskan amber, uma cerveja ruiva bem interessante, que eles fazem questão de divulgar.

 

Comissários e equipe de solo

9,0

O atendimento dos comissários foi muito bom, um dos melhores que já vi voando em uma companhia Norte-americana… a minha lista inclui United, American, Delta, Southwest, Frontier e Air Canada.

Programa de fidelidade

6,0

A Alaska não faz parte de nenhuma das três grande alianças globais mas tem acordos com diversas comapanhias como American Airlines, Air France, LATAM, Korean Air e British Airways. Acabei colocando meu cartão de milhagem da British para pontuar. Passaram-se duas semanas e nada. Entrei então no site da BA e fiquei sabendo que essas milhas podem demorar ate um mês para entrar. O chato é que como a Alaska não faz parte da One World, a solicitação de milhas, caso não entrem, é feita por fax.

Nota final

7,8

A chegada em Seattle foi tranquila e logo ao desembarcar percebi o tamanho da Alaska Airlines nesta cidade. O aeroporto tem um terminal central com três extensões na Ala Norte e três na Sul e a Alaska esta presente em três dessas extensões. Como não despachei mala , saí direto e acabei desistindo do Uber pois vi que tinha trem para o centro de Seattle.

Conclusão e dicas

Recomendo voar pela Alaska. A experiência foi acima do que tenho vivido em voos domésticos aqui nos EUA. Avião novo e moderno, tripulação simpática, boas alternativas de entretenimento e um cardápio interessante. Como a empresa é muito presente nos três estados da Costa Oeste Norte-americana (Califórnia, Oregon e Wahington), além do Alaska, vale a pena usar esta opção se forem voar por essa região. Vale lembrar que recentente a Alaska comprou a Virgin America, portanto vai ficar ainda mais forte na Califórnia, aumentando suas frequências para a Costa Leste. Outra dica é que eles voam da Costa Oeste para quatro destinos no Havaí e diversas cidades no México.

Agradecemos ao Ricardo pelo relato! Quer ver a sua avaliação publicada no Melhores Destinos? Capriche no texto e nas fotos e mande para a gente: avaliacao@melhoresdestinos.com.br

  • Cidadão

    Parabéns pela avaliação! Também tenho muita vontade de conhecer a fábrica da Boeing e o museu do voo.

  • Fabio

    Solicitar pontos via fax? A BA agora me fez voltar a minha infancia

  • Leonardo F J

    Relato foi interessante, mas poderia ser mais rico em fotos como do interior do avião e das poltronas.
    Também não tinha ideia que a Alaska era a 5º maior dos EUA!
    Quanto pagou pela refeição? aceita cartão de crédito?