Avaliação da British Airways

Redação 5 · julho · 2018
Premium Economy
GRU - LHR
BA-0246
Boeing 777-300
24/01/2018

Embarque

Previsto: 17:25h
Efetivo: 17:51h

Partida

Previsto: 18:15h
Efetivo: 18:30h

Chegada

Previsto: 07:00h
Efetivo: 06:16h

No início deste ano o leitor Luciano Rego viajou para a China. Para chegar lá, a primeira perna da viagem foi de São Paulo para Londres com a British Airways. Nesta avaliação, ele conta como foi voar na Premium Economy da companhia inglesa. Confira!

Sobre a British

A British Airways é uma das maiores companhias aéreas do Reino Unido e tem como hub o aeroporto Londres-Heathrow. Em 2011, a British inciou uma joint-venture com a espanhola Iberia. A empresa é uma das fundadoras da aliança Oneworld.

AVALIAÇÃO DO LEITOR LUCIANO REGO

Esta foi minha segunda viagem à China em menos de dois anos. Na primeira vez
conhecemos Pequim e Xangai no verão. Desta vez, decidimos ir à China no inverno e conhecer mais cidades chinesas, como Xi’na e Chengdu. Este relato é sobre o voo de São Paulo a Londres pela British Airways, a primeira perna da viagem, que seria completada em outro voo da British de Londres para Xangai.

Resumo do review
British Airways BA-0246
Data: 24/01/2018
São Paulo (GRU) – Londres (LHR)
Aeronave: B77W G-STBD

Eu não era para ter voado de British na verdade. A passagem de ida para a China era pela LATAM de São Paulo para o México e de lá para Xangai pela Aeroméxico.
Entretanto, na hora do embarque em Guarulhos, a LATAM cancelou o voo por
“problemas técnicos”. Tal fato prejudicou toda a sequência da viagem. Fomos para um hotel e embarcaríamos num voo extra na manhã do dia seguinte. Ao chegar no hotel, percebi que o aplicativo da LATAM já continha o novo voo, só que pela British Airways.

Achei legal num primeiro momento pela rapidez da realocação, mas, no hotel, a
empresa reafirmava que o que valia era a informação do pessoal em terra, ou seja, o voo extra pela LATAM na manhã seguinte.

Sendo assim, saímos do hotel às 7h para um voo extra às 10h25. No check-in a
atendente não achou meu nome na lista de passageiros. Resolvi falar do aplicativo e da informação que lá estava. Resultado, o aplicativo sempre esteve certo, e eu não voaria 10h25 da manhã e sim às 17h e não mais trataria nada com a LATAM e sim diretamente com a British Airways. Saí cedo do hotel à toa. Poderia ter descansado um pouco mais para a longa viagem pela frente. Segue o jogo.

Check-in

9

Fiquei boas horas esperando abrir o check-in da BA, o que aconteceu três horas antes do embarque. A atendente foi extremamente simpática e educada. Excelente profissional. Perguntei sobre upgrades de categoria e me interessei pela Premium Economy, que eles chamam de World Traveller Plus. O valor do upgrade era algo em torno de 200 dólares. Para a Business Class o valor era superior a 800 dólares. Vamos de Premium mesmo. Decisão tomada, foi só ir à lojinha da empresa, pagar a diferença e os tickets já estavam na mão.

Chegada a hora do embarque, tivemos prioridade em relação à econômica normal e embarcamos junto do pessoal da Business Class.

Cabine

9

O voo foi feito em um Boeing 777-300. O avião tinha apenas 6 anos de uso e estava muito bem conservado. A configuração deste avião era de quatro classes. A First, com 14 “open suítes”, A Club World (Business) com 56 poltronas no esquema 2- 4-2, a Premium Economy, com 44 poltronas no esquema 2-4-2 e a econômica no esquema 3-3-3 com 185 assentos.

O assento da Premium Economy reclina 50% a mais do que a econômica normal e há mais espaço na largura da poltrona. O espaço para as pernas era muito bom. Tenho 1,76 e nas fotos percebe-se como as pernas ficaram folgadas. Outro ponto que me chamou a atenção era que a Premium Economy estava muito vazia. Apenas uns 20% dos assentos ocupados.

Entretenimento

8

Ao chegar a poltrona havia um cobertor (que eu achei bem curto), um travesseiro um pouco maior que o da classe econômica e fone com abafador de ruídos. A tela tinha um tamanho bom e o touch funcionou sem problemas. Gostei bastante também do sistema de entretenimento. Várias opções e alguns com legenda em português.

Serviço de bordo

8

Logo que nos acomodamos, foi servido um vinho com snacks e entregue o menu. Nele, as informações da entrada, apenas duas opções de prato principal, frango ou carne, e a sobremesa. Escolhi carne e não me arrependi. O medalhão estava muito bom, bem temperado, temperatura ideal e me satisfez muito bem. Não fiquei com fome por um bom período. Já no café da manhã, o sanduíche estava muito bom também. Tamanho ideal.

Comissários e equipe de solo

9

A equipe da British era experiente. A todo momento estavam dispostos a nos ajudar e sempre perguntavam se tudo estava bem. Gostei da atenção prestada. Não houve desdém ou mau atendimento que eu tenha presenciado. No solo, em São Paulo, desde o check-in, só elogios também. Muito educados e prestativos. Gostei bastante.

Programa de fidelidade

8

O programa de milhas da British Airways é o Executive Club. Após a fusão com a Iberia, foi criado o programa Avios, que integra o Executive da British ao Iberia Plus. Em cada voo ou ao contratar serviços é possível acumular avios e trocá-los por passagens. O Executive tem quatro categorias: BlueBronzeSilver Gold. A British Airways é membro fundadora da aliança Oneworld, o que permite o acúmulo e emissão de passagens com avios nas empresas parceiras.

Nota final

8,5

Chegamos em Londres adiantados e com tempo de sobra para a conexão. Passamos pela segurança, várias etapas de raio X e nos dirigimos à área do embarque para o voo seguinte. Como estávamos em conexão, em nenhum momento passamos por imigração ou algo parecido. O aeroporto de Heathrow é muito bem sinalizado e deu tudo certo.

Posso afirmar que dei sorte, no fim das contas, da troca de empresa em última hora. Gostei bastante de voar pela British. Não tive do que reclamar.


Agradecemos ao Luciano pelo relato! Quer ver a sua avaliação publicada no Melhores Destinos? Capriche no texto e nas fotos e mande para a gente. Temos um roteiro que pode ajudar também. Vamos publicar avaliações com maior frequência agora!