Avaliação da Alitalia

Redação 28 · julho · 2017
Executiva
GIG - FCO
AZ 673
Airbus A330
Janeiro 2017

Embarque

Previsto: 16:10h
Efetivo: 16:10h

Partida

Previsto: 17:00h
Efetivo: 17:00h

Chegada

Previsto: 08:05h
Efetivo: 08:05h

Você já teve a oportunidade de voar com a maior companhia aérea italiana? A Alitalia conta com uma frota total de 120 aeronaves, distribuídas entre Airbus, Boeing e os brasileiros Embraer. Atualmente a companhia voa para 80 destinos, 26 deles na Itália e 54 em outros países pelo mundo, em mais de 3.600 voos semanais.

A avaliação de voo de hoje é super especial e foi enviada pelo leitor Rafael Raiol, blogueiro do Criança Também Viaja, que voou acompanhado da esposa e do pequeno Joaquim, de apenas 7 meses de idade, do Rio de Janeiro até Genebra, com conexão em Roma.

Curioso para saber como foi essa viagem? Boa leitura!

A Alitalia surpreendeu na sua classe executiva, a Magnífica. Efetuamos a compra pelo site do Smiles, que é bastante prático e intuitivo. Tivemos um problema pois tentamos reservar um berço para o bebê de colo, mas no primeiro momento fomos informados que não tinha berço disponível. Fizemos diversas reclamações no SAC e enfim conseguimos reservar o berço. Mas posteriormente, no check-in fomos informados que a classe executiva não possui berço devido a configuração da cabine, que de fato, após conhecer não tem como colocar mesmo. Mas teriam que ter avisado desde o início.

Check-in

6,0

Chegamos ao aeroporto do Galeão faltando 4 horas para o embarque. As malas já haviam sido despachadas em Brasília na Gol para o destino final Genebra, mas era necessário novo check-in na Alitalia no Galeão para pegar os cartões de embarque dos outros trechos. Ao chegar, não havia nenhum funcionário da Alitalia, só foi aparecer alguém depois de 1 hora de espera, pois, segundo eles, estavam em reunião geral. Como precisávamos realizar o check-in para acesso à Sala VIP foi um pouco chato a espera.

No check-in não respeitaram a nossa prioridade por estar com bebê de colo, apenas a prioridade pela classe premium. Nesse momento ficamos sabendo que não teria direito a berço, o que é um desespero para quem vai enfrentar 10 horas de voo. Mesmo na executiva é muito difícil dormir com um bebê na mesma poltrona. Reclamamos, falamos com o supervisor e não tinha solução. De fato tinha uma anotação de berço na reserva, mas não tinham como atender, o erro foi do atendente da reserva. A orientação dada foi formalizar a reclamação depois do voo e iam tentar disponibilizar um assento para o bebê se não ocupasse uma poltrona que estava disponível até aquele momento.

Ainda estavam com problema em manter a nossa poltrona reservada previamente, as duas primeiras juntas, mas disseram que iam resolver isso até o embarque, o que ocorreu posteriormente conforme informado.

Cabine

10

Após realizar o check-in fomos para a nova Sala VIP do Smiles que é utilizada pela Alitalia. Estava bem vazia, e possui um ótimo serviço. A comida era diversificada e saborosa, as bebidas oferecidas não eram de excelente qualidade, vinhos e espumantes Rio Sol e alguns franceses mas de média qualidade, mas OK.

O nosso portão de embarque era bem próximo então optamos por entrar depois do início do embarque para não ter que ficar esperando na fila e Joaquim estava bem a vontade na sala. O embarque foi tranquilo e ao entrar na aeronave o chefe da comissária já sabia do nosso problema no check-in referente ao berço e logo informou que haviam disponibilizado uma poltrona adicional para o bebê. Nota dez para o atendimento e cortesia da equipe nesse momento.

Tentamos fazer uma cama de casal para ele dormir no meio da gente, até ficou bom, mas como tínhamos uma outra poltrona cedida, eu fui para outra poltrona e Joaquim dormiu na poltrona ao lado da minha esposa. O melhor mesmo é quando tem berço, pois ficamos mais tranquilos para dormir. A poltrona é muito boa, possui um sistema de massagem e ela inclina 180 graus no estilo flat-bed o que realmente é ótimo, o espaço individual é bom, bastante confortável.

Dormimos o voo inteiro, inclusive Joaquim acordando só para o café da manhã que foi servido faltando 1h ou 1h 30m para a chegada.

Entretenimento

8,0

A tela individual é de 15 polegadas e o fone de ouvido Bose, mas não tem legenda em português e não entregaram nada para o Joaquim como entretenimento. Acredito que faltou um pouco de preocupação com as crianças afinal são 10 horas de voo e é difícil conter o tédio da espera.

Joaquim se comportou super bem, todos arrepiam quando nos vêem chegando no voo, mas depois comentam que viajar com um bebê assim é fácil, pois ele se comporta muito bem, sem chorar nem gritar nem uma vez. Já se sente em casa no avião!

Serviço de bordo

8,0

Na chegada à aeronave foi nos oferecido água, suco de laranja e champagne Ferrari. A aeronave, um Airbus A 330, era nova e com a nova configuração da executiva da Alitalia, a Magnifíca, 1-2-1, o que traz bastante privacidade aos passageiros com acesso ao corredor para todos. Na chegada já foram entregues o kit noturno com edredom e travesseiro de boa qualidade e pantufas.

Logo em seguida entregaram os kits de amenidades da Bulgari, muito bom com hidratante, perfume, escova e creme dental, hidratante labial, protetor auricular, meias, e máscara de sono.

No início do serviço de refeição foi servido Amuse Buche que era um canapé com salmão defumado e uma salada caprese no palito. Pedi de bebida uma cerveja italiana para acompanhar.

De entrada para o jantar (o voo foi saiu do Galeão às 17h) foi servido uma salada fria de legumes com frios. Estava saborosa, mas nada demais. O pão oferecido estava em temperatura ambiente (gosto quando vem quentinho!). Acompanhei com o champagne Ferrari e segui a harmonização sugerida pelo chef no cardápio. Minha esposa pediu a outra opção do cardápio que era uma salada fria de camarão, peixe e cogumelos, que estava saborosa.

De primeiro prato, pedimos o macarrão a pomodoro com parmesão ralado na hora pela comissária. Estava mediano, não tinha muita suculência, mas estava OK.

De segundo prato pedi um frango com legumes. Estava bastante saboroso, só os aspargos que estavam com textura de conserva, o que faz perder sua crocância. Acompanhei o segundo prato com vinho tinto sugerido, muito bom por sinal, não me recordo o rótulo. Minha esposa pediu um peixe com cogumelos salteados que estava muito bom também

De sobremesa não ofereceram opção, era a sobremesa do dia. Estava ok, mas nada de excepcional.

Para comer com o Joaquim no colo foi uma luta, pois ele estava acordado, então íamos revesando e comendo. Não ofereceram em nenhum momento comida ou papinha para o Joaquim. Ele não estava comendo mesmo, mas deveriam ter oferecido. Tivemos que trocar a fralda dele no meio da refeição, o banheiro tinha trocador e logo depois da refeição ele dormiu.

Resumindo, o serviço de alimentação da Alitalia não surpreendeu, tendo em vista que ganhou o prêmio Best Airline Cuisine, achei um pouco fraco.

Comissários e equipe de solo

8,5

Os comissários não foram muito simpáticos, normal para os italianos, parece que são mal educados mas é apenas uma questão cultural mesmo. Ainda assim brincaram com o Joaquim e foram bastante atenciosos.

Programa de fidelidade

7,0

Emitimos a passagem com milhas Smiles em um preço que valeu muito a pena devido as promoções que tínhamos aproveitado anteriormente de conversão com 100% de bônus, e a emissão por 85 mil milhas o trecho BSB-GIG-FCO-GVA. Lembrando sempre que o problema de emitir com milhas para viajar com bebê de colo é depois.

Para emitir o bilhete do bebê entramos em contato com a central de atendimento da Alitalia e fomos muito bem atendidos, pagamos 1.200 reais pela emissão (10% do valor da executiva) pois estava com uma promoção vigente de 15% de desconto. Quando for emitir com milhas para viajar com bebês o melhor é ir e voltar com a mesma companhia, pois fica mais barato. Como voltaríamos pela TAP, tivemos que pagar os 10% em cima de apenas um trecho na companhia.

Nota final

7,9

O voo transcorreu sem nenhum incidente. O desembarque foi bom, com o carrinho disponibilizado na saída da aeronave.


Agradecemos muito ao Rafael pelo relato mais “fofinho” que já tivemos! Quer ver a sua avaliação publicada no Melhores Destinos? Solicite as instruções, capriche no texto e nas fotos e mande para a gente: avaliacao@melhoresdestinos.com.br

Veja também a avaliação da nossa equipe sobre a classe executiva da Alitalia.

  • Gustavo

    Por que sumiram os trechos em executiva da Alitalia do Smiles?

    • Vitor Loyola

      Tô com a mesma dúvida!

      • Max

        Não foi apenas com a Smiles. Foi com todos os outros parceiros!

  • Alitalia não decretou falência? Soube que vai cumprir as passagens já vendidas… mas não recomendo ninguém comprar passagens ainda vendidas.

    • Rafael Raiol

      Paulo, a Alitalia tinha decretado falência, mas sofreu intervenção do governo italiano e apresentou um plano de recuperação que inclui aumento de 85% dos voos para o Brasil.

  • Silvio Carneiro

    Fiz a mesma viagem, só que sem bebê. Muito bom o relato.

  • Diego

    Tenho o cartão diamante do Smiles e emiti minhas passagens da Alitalia com milhas. Verifiquei que o terminal da sala VIP Da Gol é diferente do terminal da Alitalia. Como foi o procedimento pra acessar a sala voando Alitalia?

    • Rafael Raiol

      Diego, sinceramente não me lembro do terminal, mas era bem longe do check-in, entramos com a apresentação do cartão de embarque e logo perguntei se era muito longe o nosso portão, foi 10 minutos caminhando para o embarque!

  • Max

    O atendimento em solo da Alitalia é uma lastima…
    Minha família (4pax) estavam voltando da Europa (BRU-FCO-GIG), quando, “por motivos técnicos”, trocaram o B777 pelo A330, quando a Alitalia cancelou compulsoriamente algumas executivas (a capacidade do A330 é menor!). O 1o trecho BRU-FCO havia transcorrido sem nenhum problema, o problema foi na volta FCO-GIG, um dia antes da abertura das Olimpíadas… Os passageiros que eram Smiles foram cancelados (bem no estilo SE VIREM), informando que “A Smiles havia cancelado os bilhetes”. Nada surpreendentemente, ficou um joga joga entre Alitalia e Smiles, mais de 10 protocolos de atendimento anotados e 4 pessoas largadas por 3 dias em Roma sem nenhuma assistência Smiles ou Alitalia (todos os custos foram arcados pelos paxs). No 3o dia a Smiles comprou 4 trechos “em cash” com outra Cia aérea, pagando mais de 50mil por isso…
    Ainda hoje esperando a decisão do juiz (que não foi pequenas causas…) para ver quanto será o ressarcimento da Smiles.

    Outro caso: comprei há 10 meses ida + volta para Istambul em business com a Alitalia (usando Smiles + Money). Ha 5 meses a Alitalia deixou de operar Istambul (descobri ao tentar marcar assento, pq ninguém me avisou de nada…). Quando entrei em contato com a Alitalia, ela diz que só quem pode tratar do assunto é a emissora do bilhete (Smiles). Quando entrei em contato com a Smiles, a resposta da empresa foi: se quiser seguir somente até Roma, ok. Não tem como vc chegar até Istambul. Ou vc pega suas milhas + dinheiro de volta ou vai SOMENTE até Roma. Abri queixas no SAC, Reclame aqui… e o posicionamento da empresa é sempre “estamos verificando…”. Já fui no pequenas causas e temos audiência marcada para o fim de outubro (depois da viagem já ter acontecido). Pelo menos não preciso de nenhum adiantamento da Smiles para fazer com que a viagem aconteça até o destino final…

    • Mi Imperatore

      Max, pelo visto esse tipo de “joga joga” então é comum à todas as companhias e programas de fidelidade. Tive o mesmo problema con a Latam e Multiplus. Comprei passagens para o México com pontos. Por dois dias não pude embarcar (ou melhor, fui impedida por um funcionário da Latam do aeroporto, que queria que eu comprasse outro bilhete. Nas duas vezes eu tinha check in feito e tempo de antecedência, ou seja, não havia motivos para eu não viajar! Numa das vezes eu estava no portão para entrar no avião, 20 minutos para decolagem e eu e mais 2 fomos impedidos de entrar!) Eu estava em outro país, sem nenhuma assistência, liguei pra Latam que me jogou pra Multiplus, que me jogou de volta pra Latam, pra Multiplus… E assim foi. 3 horas no telefone passando por vários atendentes até que nada foi resolvido. Comprei a passagem por outra companhia e não adiantou nada reclamar quando voltei. A funcionária da Latam ou não entende ou se faz de imbecil pra não ajudar!

  • Voei há dois dias de Alitalia, dias vezes, dentro da Europa e me assustei com o estado da cabine do A321. Muito velha, amarelada, peças quebradas-como os bagageiros.

  • Legal essa informação dos berços. Estou viajando em breve com meu filho e estou um pouco preocupado pois ele não tem mais idade de ficar no colo, mas não sabe a importância do cinto. Não sei como ele vai se comportar tendo que usar um. Um berço talvez fosse a solução.

  • Vanessa Moreira Barossi Panitz

    A ultima vez que comprei passagem de executiva pela Alitália, tive que cancelar pois me informaram que não podia levar meu bebê comigo na executiva. Que bom que conseguisse.

  • J.

    Eu não tenho nenhuma boa lembraça da Alitalia. haha. Realizei voos internos (dentro da Itália) e retornando ao Brasil e foram todos péssimos. A única coisa boa dos voos são as refeições. Sei que muita gente pode ter tido experiências agradáveis com a companhia, mas na minha humilde opinião ela foi, de longe, a pior companhia internacional que já voei. É claro, se tiver promoção eu viajo em qualquer uma, mas evito essa companhia.

  • Rubens Argento

    Há dois meses fui para a Itália pela Alitalia, e foi uma porcaria, excetuando o atendimento de terra aqui no Brasil que foi muito bom (naturalmente isso ocorreu porque foram brasileiros os atendentes).
    Avião com acomodação horrível, apertado, bancos quase não reclinavam (era um Boeing cujo modelo viajei recentemente pela United com muito conforto).
    Serviço de bordo horrível, com os atendentes de uma má vontade e má educação absurdos, lembrando que todos italianos.
    E aqui desejo fazer uma colocação mais ampla: essa má educação e má vontade dos italianos é inadmissível, uma vez que o país vive do turismo e ir lá gastar o nosso dinheiro com eles, não justifica essa argumentação de que “é cultural deles” serem mal-educados, nos tratarem mal, e acrescento, serem sectários. Nós, brasileiros, temos esta mania de nos colocarmos numa situação de inferioridade perante outros povos, e que depois do que vi na Itália e dos italianos conclui que nosso povo é nosso País são maravilhosos.
    Voltando à Alitalia, não recomendo utilizá-la.

  • Thiago Nascimento

    Tentei ligar lá tb só liberam um, quanto tento comprar duas nem aparece o voo

    • Thiago Nascimento

      Falam q não tem disponibilidade. Vou fazer este mesmo trechi