Como é voar na Wizz Air

Denis Carvalho 11 · dezembro · 2012

As companhias aéreas de baixo custo e baixa tarifa (low cost, low fare) há um bom tempo vem dominando os voos e curta e  média distância ao redor do mundo. Na Europa essa tendência é sentida de uma forma especial, com diversas companhias como Ryanair e Easyjet disputando a preferência dos passageiros com tarifas excelentes e várias promoções. Mas nem só delas vive a aviação low cost europeia e hoje trazemos mais uma opção para sua próxima viagem à Europa: a simpática companhia húngara Wizz Air. Nosso leitor Michel Silva voos de Londres a Praga com a companhia e nos mostra os prós e contras de seus serviços, sem muitas regalias, como convém a uma legítima empresa de baixo custo. Acompanhe: 

Introdução

                A Wizz Air é uma companhia aérea húngara low cost fundada em 2004 que possui mais de 250 rotas entre diversas cidades e países da Europa. Possui 39 aeronaves do modelo Airbus 320 e tem como concorrente outras companhias low cost como a Ryanair e a Easyjet. Como no caso de Londres e em outras grandes cidades europeias, ela utiliza aeroportos secundários a fim de reduzir custos. O foco da companhia está em voos na região do leste europeu. Optei por essa empresa por apresentar a tarifa mais baixa no trecho que eu desejava viajar.

Voos:

Londres (Luton Airport) – Praga – Voo W6 2610 – 24/11/12

Praga – Londres (Luton Airport) – Voo W6 2609 – 27/11/12

Compra

                A compra foi efetuada no site da Wizz Air. Você pode optar por navegar no site em diversas línguas, principalmente em línguas do leste europeu. Escolhi o inglês e não tive qualquer problema para navegar no site, ele é bem claro e objetivo. Assim como em outras companhias low cost no momento da compra o site sempre sugere outros serviços como bagagem extra, marcação de poltrona ou embarque prioritário, porém não utilizei nenhum serviço adicional.

Check-in

                O cartão de embarque tem que ser impresso pelo cliente, caso contrário o passageiro terá que pagar uma taxa no aeroporto pelo cartão de embarque. O processo novamente é bem simples e eficiente no site.  Cada passageiro só tem direito a uma bagagem de mão. Qualquer bagagem despachada é paga, o passageiro pode optar por pagar ainda no momento da compra da passagem ou no aeroporto.

Embarque

Meu voo de ida teve um atraso de 2 horas e meia que só fui informado ao tentar entrar na sala de embarque, no aeroporto Luton, em Londres. Em nenhum momento a informação de que o voo estava atrasado apareceu nos televisores do terminal, não sei se isso é uma responsabilidade de companhia aérea ou da administração do aeroporto.

Já no voo fomos informados pelo comandante que o atraso ocorreu devido ao mal tempo ainda durante a manhã, o que ocasionou atrasos em todos os voos restantes do dia. ( Meu voo estava marcado para as 21h05). O voo da volta saiu no horário marcado. Em ambos os embarques foram feitos rapidamente após a presença da aeronave.
Avião

O A320 utilizava uma configuração com duas fileiras de três poltronas (3×3) e aparentava estar novo. Porém, eu achei um pouco apertado o espaço entre as poltronas. A título de comparação, achei mais apertado do que as outras empresas low cost na qual viajei (Ryanair ou na Easyjet). Além disso, as poltronas não eram reclináveis.

Havia uma revista de bordo toda em inglês que incluía algumas reportagens interessantes além dos preços dos serviços de bordo.

Serviço

Todos os comissários falavam em inglês e mostraram ser bastante atenciosos. Os avisos do comandante eram passados em inglês assim como o dos comissários, que também falavam em uma outra língua que não consegui reconhecer. O serviço de bordo era totalmente pago e incluía sanduíches, chocolates, biscoitos e bebidas. Comparando com outras empresas low cost europeias eu não achei os preços tão caros.

Conclusão

Apesar de um atraso no voo de ida e de um pouco de desconforto, eu recomendo a Wizz Air principalmente para aqueles que desejam conhecer o Leste Europeu. A quantidade de cidades atendidas pela empresa nessa região é vasta e além disso se você procurar com antecedência sua passagem  pode achar preços muito bons.

Agradecemos ao Michel por esta ótima avaliação, que certamente ajudará muitos leitores que poderão optar pela Wizz em suas viagens pela Europa. E você? Já voou pela companhia? Deixe suas impressões nos comentários!  Se você fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste post.

Não esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Carlos Montefusco

    ólá, quanto custou a passagem?

  • Andre Luis Braz Henr

    Se o funcionamento do aeroporto for como Congonhas, só vá até o portão de embarque depois que o voo estiver confirmado no painel. 🙂

  • Maicon Falavigna

    Olá, parabéns pelo relato.

    Viajei de Wizzair em 2010: Bruxelas – Bucareste e Timisoara – Paris. Realmente, os preços são bem convidativos, em especial quando as compras são feitas com antecedência; naquele tempo cada trecho custou cerca de 20 euros, com uma mala sendo despachada. Digno de nota, num dos voos, um passageiro que estava no meu lado tirou da mochila um canivete e começou a cortar as unhas (como entrou com um canivete? não sei!)…

    Um detalhe importante: os aeroportos que essas empresas operam geralmente são aeroportos secundários (ex: Beauveais em vez de CDG em Paris; Luton em vez de Heathrow em Londres) que geralmente são mais longes, com tempo de transfer e custo mais alto. Quem precisa trocar de vôo ou está voltando para o Brasil em seguida, precisa estar atento se é necessário deslocamento e o tempo disso.

    De interessante:

    – Diferente das companhias nacionais, que cobram 15 reais por um sanduiche pela conveniência de estar em um avião, os preços dos produtos vendidos a bordo dessas low cost são baixos, e o pessoal consome / compra produtos por ser mais barato do que no aeroporto ou no free shop.

    – Os assentos frequentemente não são numerados, então é uma corrida pra sentar quando abre (não, ninguem fica em pé, mas vale apertar o passo pra não sentar separado, ou se sozinho, não ficar na poltrona do meio)

    – A parte divertida fica pelo check-in… pessoas vestindo casacos um sobre o outro, jogando fora da bagagem de mão pacotes de bolacha e livros para não pagar excesso de bagagem. Aconselho a chegar uns minutos antes, pegar um café e ficar observando as cenas.

    – Viajei já de Ryanair, Easyjet e com a extinta Myair… bem, todas me deixaram impressão semelhante. Financeiramente, vale muito a pena essas low-cost companies, te possibilita viagens mais rápidas e baratas do que aqueles passes de trem que teu agente de viagem insiste em te empurrar.

  • beto

    tb peguei wizzair uma vez, acho que era a única companhia que fazia sem escalas a rota que eu queria. sobrevivi; achei tipo easyjet, mas algo melhor que ryanair.

    acho importante ressaltar para quem viaja pela primeira vez nesse tipo de companhia que, como é comum nas low-cost, o preço anunciado do bilhete raramente é o preço final, há taxas para tudo. cheque tudo antes para ver se a diferença para uma companhia "tradicional" é tão grande assim no fim no seu caso específico.

    e, em geral, sai mais barato vc pagar todas essas taxas no momento da COMPRA do bilhete (por exemplo, a taxa para despachar bagagem). tudo que precisar interagir com alguém no aeroporto será mais caro do que feito antecipadamente pela internet.

    outro ponto já ressaltado é o uso de aeroportos secundários, alguns bem distantes da cidade que aparece como destino. eu tb fui para Beauvais (que aparece como Paris). bom, Beauvais não é nem parte da região metropolitana de Paris, são uns 85km. então há que pensar bem se o tempo + custo + transtorno disso tudo vale a pena. isso é da circunstância e natureza de cada um. nessa viagem específica, valia a pena ir até Beauvais (depois pegar um ônibus até a estação de trem em Beauvais e dali um trem até a gare onde eu precisava estar em Paris), pois as outras conexões eram péssimas.

    • Thaíx

      Beto, tudo bem? Tbm estou viajando por essa empresa e fazendo o mesmo circuito que você.
      O aeroporto de Beauvais fica mesmo longe do centro, e descobri que sai um ônibus para a cidade que custa uns 16 euros. Você pode me ajudar dizendo se há alguma outra informação, até mais barata?
      Obrigada. É a minha única solução no momento esse aeroporto!

  • Pedro Kormann

    saudades das aeromoças da wizzair….

  • David Fernando Gomes

    Se a Wizz Air for igual a Ryanair eu nunca vou viajar por ela, eu fiz 4 voos com a Ryanair e como foram os primeiros voos LowCost eu tive problemas, no meu Voo de Dublin X Londres que foi o primeiro, por falta de experiência não imprimi o Cartão de Embarque e foi cobrada uma taxa de "60,00 Euros" lembrando que paguei 23,90 Euros na passagem, e depois minha namorada teve uma mala Extra de Paris X Roma e tivemos que pagar no balcão a bagatela de "105,00 Euros"… O Serviço deles é muito ruim, as Taxas extras são absurdas, e os Aeroportos que eles utilizam sempre tem que se pegar transporte a custos altos para o centro da cidade!!! Lembrando que a Lufthansa tem este tipo de serviço LowCost com um preço melhor que as outras companhias mas um pouco longe da Ryanair, Wizz Air, Easyjet e AirLingus no preço mas a Qualidade no serviço muito superior e ainda podemos resgatar milhas na Tam!!! Já utilizei o serviço da Ryanair e AirLingus e não volto mais!!!

  • Vanessa Magalh&atild

    Quando estive em Praga comprei uma passagem pela Wizz Air para ir para Roma. Adorei o aeroporto de Praga, mas senti a mesma desorganização dos avisos para o atraso. Meu voo atrasou 6 horas e foi muito ruim ficar no aeroporto sem saber que hora iríamos voar, ninguém da companhia vinha nos dar notícias…isso eu achei péssimo. Em contrapartida no voo realmente os preços são mais em conta e as tarifas de voos valem muito a pena – preço bom para chegar mais rápido.

  • Fabiano Nunes

    Também viajei pela WizzAir e fiquei com boa impressão. Foi um vôo entre Kiev e Simferopol. O atraso foi mínimo, avião com conforto superior ao que a Webjet oferecia aqui, funcionários cordiais e que falavam inglês sem problemas, além de um preço muito bom para o trecho (e nem tinha comprado com grande antecedência). Recomendo!

  • Walter Leite

    Esperando a resposta da pergunta de Carlos Montefusco!!o 1º da lista dos comentários..

    • beto

      amigo veja la preço e 80 libras ta certo?

  • Tito Bosco

    Imagino uma dessas aqui no Brasil: São Paulo saindo de Caconde – chegando em Salvador (Feira de Santana). 60 reais.

    Olha que pode valer a pena em alguns casos. kkkkkkkkk

    • Vilton Andrade de Ol

      Ei, breve vai acontecer mesmo, o Aeroporto de Feira fica pronto no meio do ano que vem. E vai valer a pena sim.

  • Michel Silva

    80£ comprada com menos de 1 mês de antecedência.

  • beto

    amigo o michel ja faloupreço e 80 libras ta certo?

  • Daniel Bazetto

    Eu fico pensando como viajar pela Europa durante uns 20 dias só carregando uma bagagem de mão. Tem como?

  • Victor Klein

    Bom eu fiz um trecho Milão (Bergamo) para Katowice na Polônia, que custo inscríveis 10 euros, era mais caro despachar a bagagem (30 euros).

    Situação ruim apenas foi o atendimento no guiches, funcionários mal preparados e a limitação dos tamanhos das malas, mas quem viaja por essas companhias low cost já deve estar acostumado. Foi um sufuco para a mala entrar e sair.

    Fora isso o vôo foi super tranquilo, o atendimento na aeronave foi bom, como falaram os lanches são mais em conta.

    Pelo preço foi bom demais.

  • Dorivan Arcangelo

    Olá amigos essas experiências com vôos low cost é fenomenal!

    Já viajei diversas vezes nas principais empresas da europa nesse metodo:

    Easy Jet, RyanAir e Transavia.. ainda não viajei na Wizz Air e na Web2Jet.

    Os preços são incríveis, no meu caso chegou ao limite de eu conseguir comprar um vôo entre Maastricht (HOL) para Gatwick (UK) pela bagatela de 0,99£, um preço inimaginável. Inclusive no momento da imigração em Londres fiquei preso no aeroporto durante 8 horas porque os fiscais da imigração achavam q eu estava falsificando meus vôos kkkkkkkkkkk

  • Sergio Ribeiro

    Daniel, até dá para viajar só com uma bagagem de mão. Mas se prepare, vc terá de ser extremamente eficiente nas escolhas do que levar. E se vc costuma se hospedar em hostel, é uma vantagem: nos hostels vc geralmente consegue lavar sua roupa pagando pouco. E isso é essencial, pq roupa é o que te detona no volume carregado.

    Mas esqueça os souvenirs!

  • Juliana Guimar&atild

    Qual a franquia de peso permitida para mala despachada? Obrigada.

  • Paulo A C Guimaraes

    Também andei de Wizz Air.

    Os trechos foram Milão-Budapeste e Budapeste-Milão.

    A compra foi muito tranquila e não tive problemas para viajar.
    O voo não atrasou, tanto na ida quanto na volta.

    Para quem nunca voou de Wizzair – as outras low costs devem ser assim também.

    1 – É bom comprar tudo pela internet, caso de mala extra e bagagem de mão maior, pois na hora é muito – muito – mais caro!!!
    2 – Se não pagar para reservar o assento ou ter prioridade no embarque, é bom ficar atento a fila. Perto do horário do embarque, cerca de 15 minutos antes, as pessoas – rapidamente – fazem fila para pegar um lugar bom no avião. Quando o avião vai lotado, é bom correr!!
    3 – Para chegar até o avião, é necessário pegar aqueles ônibus (Milão) ou dar uma pequena pernada (Budapeste), nada de anormal – caso você não esteja no inverno. No meu caso, não foi muito bom, pois viajei em janeiro, a sorte era que não estava nevando!

    Mas pelo preço, vale muito a pena!

  • Andressa

    a língua que você não conseguiu identificar imagino que seja húngaro, pois a cia. é húngara!