Como é voar na Classe Executiva da Singapore Airlines

Denis Carvalho 13 · maio · 2013

A Singapore Airlines está sempre nas primeiras colocações em qualquer ranking de companhias aéreas do mundo. A qualidade da companhia, que voa de São Paulo a Cingapura com escala em Barcelona, também tem encantando os brasileiros, tanto que hoje ela lidera o Ranking Melhores Destinos de Companhias Aéreas, empatada com a Qatar Airways. Agora, se voar na classe econômica da Singapore já é uma experiência agradável imagine então fazer a viagem na Business Class? Pois foi o que fez nosso leitor Leonardo Cassol, que embarcou para Cingapura na executiva da companhia em sua viagem para a Tailândia. Essa mesma viagem rendeu avaliações da Thai Airways e da Bangkok Airways, já publicadas aqui no MD, mas certamente essa é a cereja do bolo! Acompanhe como uma companhia aérea consegue transformar uma longa viagem em uma experiência fantástica! 

Singapore-airlines-capa

Fiz uma viagem de ida e volta para a Tailândia, decolando de São Paulo para Cingapura, com escala em Barcelona, seguida de conexão para Bangkok. A seguir descrevo a melhor viagem de avião da minha vida.

Check-in

Não havia fila no check-in da classe executiva em Guarulhos. Fui atendido prontamente e encaminhado para as salas VIP da United ou da TAM, à minha escolha. A reserva de assentos foi honrada e o atendimento foi rápido e eficiente. Houve apenas um erro por parte da atendente na digitação de meu programa de fidelidade, o que me obrigou a fazer o pedido após o voo.

 Embarque e atendimento a bordo

O embarque ocorreu com um pequeno atraso, mas a aeronave decolou pontualmente. Os passageiros da executiva embarcam logo após o embarque da 1ª classe. No embarque você já nota que o serviço da Singapore é diferenciado. A comissária se aproximou de mim, e disse em inglês: “Sr. Cassol, bem vindo a bordo!” “É um prazer tê-lo a bordo em nossa aeronave.” “Meu nome é Fulana, e eu sou uma das comissárias da executiva”. “Terei o prazer de atende-lo”.

19-AviaoSingapore-fotoCassol

Em seguida, sai do speach padrão e emenda: “O senhor vai para Tailândia, certo?” “Primeira vez?” “A passeio?” “Que ótimo! Temos algumas digas da Tailândia em nosso sistema de entretenimento. E, se desejar, eu posso pesquisar com as comissárias quem conhece bem seu destino para vir conversar com o senhor.” “O senhor aceita um champanhe ou alguma outra bebida antes da decolagem?”…

Enfim, o que parecia um início de atendimento dos sonhos se mostrou algo consistente e não restrito à comissária que me deu as boas-vindas. Todos os comissários me chamaram pelo nome durante todo o voo. Como não tinham papel nas mãos, presumo que liam antes de vir, ou então, decoravam… Todos foram extremamente simpáticos, prestativos e muito eficientes. Impressionante! E os poucos pedidos que precisei fazer foram prontamente atendidos.

Singapore-business

Aliás, é possível identificar a hierarquia dos comissários pela cor do uniforme. Nas mulheres, a supervisora veste roxo, a chefe de cabine vermelho, a líder verde e as demais azul. Nos homens a distinção é feita pela cor da gravata. Detalhe: em ambas as etapas do voo havia pelo menos 2 comissários fluentes em Português, mas nenhum deles na executiva.

A aeronave

A aeronave que voa para o Brasil é o Boeing 777-300ER, com capacidade para 278 passageiros, sendo 228 na econômica, 42 na executiva e 8 na primeira classe. A configuração da executiva da Singapore é um dos seus principais diferenciais: 1-2-1. Isso permite que todos os assentos da executiva tenham acesso ao corredor, o que não acontece em quase nenhuma outra empresa. Para efeito de comparação, na TAM a configuração da mesma aeronave é 2-3-2, ou seja, enquanto na Singapore há quatro assentos por fileira na executiva, na TAM há sete. É quase o dobro de espaço, o que demonstra o valor que a Singapore dá à classe executiva.

 
3-pontrona-fotoCassol

Poltrona

As poltronas são um show à parte. Todas viram camas, mas não reclinando a cadeira, como a maior parte das executivas com poltronas-cama que existem. Na Singapore, a poltrona parece um “transformer”. Você levanta, aciona uma alavanca e empurra o encosto para frente, descendo a cama. É semelhante a um sofá-cama. Ao reclinar, o passageiro descobre um travesseiro e um edredom dignos de um hotel de alto padrão, macios, cheirosos e muito confortáveis. Para assegurar um sono sem transtornos, há um cinto de segurança especial posicionado para a posição de dormir, bem como um botão de não perturbe, caso você não queira ser chamado para o serviço de bordo.

 Entretenimento

O KrisWorld oferece uma oferta inimaginável de 100 filmes, 180 episódios de séries de TV, documentários, músicas, jogos etc. tudo on demand. Muitos filmes recentes, alguns deles ainda em exibição no cinema. A TV da executiva é individual e possui 20 polegadas. São oferecidos fones especiais, com tecnologia antirruído, o que permite um completo isolamento acústico. A maior parte do conteúdo está em inglês e vários outros idiomas (menos em português). Tem até curso de inglês e guia de turismo nesse sistema. Acho que se passasse um mês no avião não conseguiria assistir a tudo que estava disponível. Excepcional!

5-SistemaEntretenimento
 

Serviço de Bordo

Os voos de São Paulo para Barcelona e de Barcelona para Cingapura oferecem três refeições cada: um jantar ou Almoço, um lanche opcional e um café da manhã. Há um cardápio completo das opções em português, espanhol e inglês. Tudo é servido com talheres personalizados de aço escovado, bem como pratos de louça e copos ou taças de vidro. Antes de cada refeição eles oferecem toalhas de pano quentes para a assepsia das mãos.

Cardápio
Foto do cardápio

O primeiro destaque é para a qualidade das refeições. O cardápio é muito bem elaborado, equilibrando sofisticação com praticidade. A comida é muito boa. No nível de restaurantes de alto padrão, apesar de estarmos a 10 mil metros de altura. O segundo destaque vai para a quantidade. Como as refeições são servidas em várias fases, somando tudo você acaba empanturrado de tanta comida. É preciso ser seletivo, pois dificilmente se consegue comer tudo que é oferecido. O lanche entre a refeição principal e o café da manhã é complemente dispensável.

 

O jantar

O jantar é servido em cinco fases. Inicialmente, é oferecida uma entrada única, acompanhada de pães quentes variados. Em seguida, uma salada com opção de escolha pelo cardápio. Depois, o prato principal, também com opção de escolha pelo cardápio. Em seguida, a sobremesa. Para terminar, café expresso e uma variedade de queijos, licores e frutas. Disponibilizam ainda uma impressionante variedade de bebidas (praticamente tudo o que você imaginar), com oito opções de vinhos, além de uísque, licores e outras bebidas alcoólicas de diferentes marcas.

7-Jantar-voo1-fotoCassol8-sobremesa-voo1-fotoCassol
 

Café da manhã

O café da manhã é servido em três fases. Começam com suco de laranja ou de maça frescos, feitos na hora. Isso é um diferencial muito interessante, pois o sabor do suco é impressionante. Depois, oferecem uma entrada com pães quentes, manteiga, geleia e frutas. Em seguida, a opção de escolha do prato principal. Acompanham diversas opções de bebida, como café expresso, sucos e refrigerantes diversos, chá etc.

9-Cafedamanha-voo1-fotoCassol
 

Banheiros

Um benefício da executiva que muitas vezes passa despercebido é a quantidade de banheiros por passageiro. Aqui outro diferencial do 777-300ER da Singapore: a aeronave possui três banheiros exclusivos para a executiva e mais dois exclusivos para a primeira classe. E não é um banheiro de avião comum. É mais espaçoso e muito bem decorado. Há um espelho grande e uma iluminação diferenciada. E, outro diferencial, tem sabonete, creme hidratante e perfume da L’Occitane para uso dos passageiros, além de toalhas de rosto e mãos de algodão, para uso individual. Muito bom!

Aqui talvez o único ponto negativo desse voo: a ausência de necessaire  Isso mesmo. Eles disponibilizam escova e pasta de dentes e tudo mais no banheiro e, talvez por isso, não entregam a bolsinha com as tranqueiras para os clientes. Entregam apenas uma pequena bolsa de pano com o tapa olhos e uma sapatilha de pano e ponto! Uma pena, pois essa é uma prática das cias aéreas e, em geral, os necessaires da executiva costuma ser bem vistosos.

 

Silver Kris Business Class Lounge – Sala VIP da Executiva no Aeroporto de Changi / Cingapura

A Singapore possui inúmeros lounges no espetacular aeroporto de Changi (aliás, o aeroporto em Cingapura merece um post à parte). Mas a maior, restrita a passageiros da classe executiva, fica no Terminal 3. É impressionante o tamanho, a decoração, e a variedade do buffet, com 25 pratos quentes, 12 pratos frios, além sobremesas e uma imensa diversidade de bebidas, tudo servido em talheres de aço escovado e pratos de louça. Tem até chopeira com canecas geladas a zero grau…

14-SilverKrisLounge2-fotoCassol

Oferece ainda chuveiros e toalhas de banho, sala de TV, wifi de alta velocidade (dá pra baixar filmes) e um ambiente acolhedor e muito calmo. É o melhor lounge em que já estive, superando de longe as famosas salas da Lufthansa no Aeroporto de Frankfurt e da TAP, em Lisboa. A Singapore possui um lounge ao lado do Silver Kris Businesss, dedicado aos passageiros da 1ª classe. Não entrei, obviamente, mas vi que havia serviço de jantar com garçom. Enfim…

17-SilverKrisLounge5-fotoCassol
 

Chegada e desembarque

O voo decolou e pousou pontualmente. As bagagens foram entregues com agilidade e antes das dos demais passageiros. O aeroporto de Changi, em Singapura, é algo de outro planeta. Fantástico. Não é a toa que foi eleito dezenas de vezes o melhor do mundo.

20-AeroportoChangi-fotoCassol
 

Programa de fidelidade

A Singapore Airlines é membro da Star Alliance. Ela permite pontuar milhas em todas as companhias parceiras, sendo que a classe executiva oferece 50% de bônus no total de milhas voadas. Além disso, possui seu próprio programa de fidelidade, o KrisFlyer. Os clientes Star Alliance Gold possuem os benefícios de utilizar os lounges diferenciados da Singapore, além do check-in e embarque prioritários, franquia adicional de bagagem e entrega prioritária de bagagens.

 

Considerações finais

Viajo com frequência e já pude conhecer os serviços de inúmeras companhias. Porém, nenhuma superou a experiência que tive na classe executiva da Singapore Airlines. Certamente algumas primeiras classes podem superar esse serviço, mas a Singapore está de parabéns pelo que oferece aos seus passageiros. O melhor, os seus preços não costumam ser muito acima da concorrência. Muitas vezes, menores. Impecável!!! Nota 10!

 

Singapore_Airlines_B777-300(9V-SWS)_(3476076865)

Ao final, se eu pudesse escolher uma dentre as muitas qualidades que diferenciam a Singapore, eu escolheria o atendimento. Isso não custa quase nada para a companhia e certamente é o maior ativo da Singapore, e muito difícil de ser copiado. Eles selecionam e treinam muito bem seus funcionários. Não vi um sorriso forçado ou aquela cara de nojo comum em comissários desmotivados. Mostram que é possível atender bem o cliente, mesmo sendo uma empresa de porte mundial. Parabéns!

 

Agradecemos ao leitor  Leonardo Cassol por compartilhar conosco esse relato rico em detalhes e imagens – não deixe de ver todas na galeria abaixo! Se você fez ou vai fazer uma viagem e quer fazer uma avaliação para o Melhores Destinos entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br. Você também pode ler todas as nossas avaliações nesse post ou dar sua opinião no Ranking MD de Companhias Aéreas, o primeiro feito só por viajantes brasileiros!

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Beni Kana

    Muito bom!! sao esses pequenos detalhes que deixam a nossa TAM pra tras.

  • Emanuella Silveira M

    Gente que luxo essas refeições. Muito legal o serviço.

    Perguntinha tem alguma dessas reviews da Air china, e nada de executiva, econômica mesmo. Troquei milhas e não tinha volta pela Tam, só pela Air China, mas pelo que andei lendo é péssima, até pior que a Ibéria.

    Obrigada

  • Filipe Diego Rodrigu

    Ja voei pela Singapore na classe econômica e devo dizer que o atendimento e a educação dos comissários é coisa de outro mundo, realmente quando lembro disso, sinto vergonha de viajar aqui dentro do Brasil , quando somos olhados de cima aos pés por comissários totalmente despreparados e mal educados.. Singapore é um show a parte, recomendo a todos..

    • André Santos

      Concordo contigo, Filipe. Contudo, o problema aqui no Brasil é a grande maioria dos Brasileiros que não sabem se portar! Haja vista a briga ocorrida no voo da AA de Miami para São Paulo.

    • Diogenes Fonseca

      Se voces acham que o atendimento no Brasil é ruim, voem com as cias americanas, ou com a Ibéria para verem. Nossos atendentes de serviços em geral (a exceção de telemarketings) estão entre os mais simpáticos do mundo. Claro que há exceções mas fico triste quando vejo comentários depreciativos a coisas de nossa terra que são boas. Tenho muitos amigos estrangeiros que vem ao Brasil e ficam impressionados com o bom atendimento em lojas, restaurantes e serviços em geral. Dos países em que estive, posso dizer que só os Italianos e os Irlandeses são simpáticos de maneira geral. Quanto à Singapore, voei 4 vezes com eles para Barcelona, e todas foram fantásticas mesmo sendo todas na econômica. Mesmo na econômica vc não dá conta de comer tudo que te oferecem. Lá também são servidas bebidas (inclusive cervejas, vinho e licores) sem "controle". A noite inteira, mesmo com as luzes apagadas passa um comissário com uma bandeja com refrigerantes, suco e água, frequentemente, e no meio da madrugada pelo menos umas 3 vezes passa, "na ponta dos pés", uma comissária com uma cesta com chocolates, biscoitos, frutas frescas, sanduiches, batatas chips, e algo mais que posso ter esquecido, rs… Uma vez, após o jantar com vinho e água, me perguntaram se eu queria mais vinho, eu perguntei se havia licor me ofereceram baileys, eu aceitei, fiquei jogando xadrez no sistema de entretenimento, e quando vi, sem que eu pedisse, já veio a comissária com mais uma tacinha (plástica), para substituir a vazia, mais alguns minutos, vieram recolher a segunda, e me perguntaram se eu queria mais. Friso, isso foi na econômica, pagando R$1.400,00 ida e volta GRU x BCN. É minha predileta.

  • João Rodrigue

    Opa, pequena correção, pessoal: "Agora, se voar na classe ECONÔMICA da Singapore já é uma experiência agradável, imagine então fazer a viagem na Business Class?"

    Acho que era isso, né? 😉

  • Tito Bosco

    Um dos melhores report que já lí aqui no MD. Muito bom! Parabens ao Sr. Cassol pela gentileza de compartilhar tal experiencia.

    Mesmo que a TAM nao tenha a estrutura ou o conforto das grandes cias, poderia pelo menos copiar a cordialidade no atendimento ao cliente.

  • Felipe Vieira

    Fiz esse mês uma viagem pra Miami de executiva na Tam no 777. Na volta tinha uma comissária tão mal humorada. Não dava um sorriso, não passava simpatia nem cordialidade. Isso na dedutiva, heim!!

    Excelente relato sobre a Singapore! Viajei aqui lendo o post!

    • Felipe Vieira

      "Isso na executiva, heim!" Esses corretores ortográficos!!! Hehehe

  • MARCIO SANTOS DAVID

    Denis, quanto custa(em média)um vôo na executiva de GRU a BCN, pela Singapore?

    • Luiz

      Na Economica, vive aparecendo promoções, inclusive com preços mais baixos do que a Ibéria e TAP.

      Pra Espanha, pra mim a Singapure é uma das melhores opçoes inclusive de custo, fora o resto…

    • Depende da época, mas o preço é competitivo. Geralmente está sempre entre os melhores da rota!

  • Marcia

    O complicado é que as empresas brasileiras pagam salários de fome (e cobram passagens caríssimas). Quase impossível achar um bom funcionário E sorridente com salário ridículo. É aquela coisa, você recebe pelo que paga. Isso também ocorre com a relação empregador/empregado. Funcionário experiente e feliz não vai aceitar salário Gol ou Tam. Então, só sobra aquilo que a gente já sabe em razão do egoísmo dos empresários brasileiros (que prezam por lucro fácil e rápido pagando o menor salário possível). Just saying…

  • Diogenes Fonseca

    Ah, parabéns ao Sr. Cassol, realmente muito bem feito e ilustrado o comentário.

  • Gilberto Maluf

    Realmente a executiva da Singapore é imbativel, viajei pra Barcelona no ano passado e foi uma das melhores experiências com cias aéreas que já tive. O relato esta 100% fiel. Apenas um ponto, quanto ao programa de fidelidade. Solicitei no embarque em GRU o credito no programa de fidelidade da TAM, o que não ocorreu. Na volta solicitei o credito pelo site da TAM e só tive o trecho de ida computado, mandei inúmeros emails para a TAM e a ultima informação que tive foi que a Singapore não reconhecia o meu embarque no vôo de volta, enviei o cartão de embarque com carimbo do free shop e mesmo assim nada…. Já faz quase um ano que realizei minha viagem e nada dos meus pontos.

  • Carlos

    Sabe por que a TAM não tem nenhum bom atendimento comparado com Cingapura?Porque a TAM tem os comissários e funcionários péssimos no Brasil.

  • Melissa B

    delicioso o seu relato..em todos os sentidos..da ate par sentir um pouco deste conforto e atençao que vc recebeu.e o que nos merecemos nao e.pena que nao e acessivel a todos mas com certeza e uma experiencia unica.

  • Josenilton Pereira d

    Concordo plenamente, além disso os comissários dessas empresas não são obrigados a venderem lanches nos voos como estão sendo na Gol onde podemos perceber o constrangimento expresso no rosto de cada um dos profissionais dessa empresa que foi responsável por implantar essa modalidade de gerenciamento em nosso país.