Como é voar na Peruvian

Denis Carvalho 27 · novembro · 2012

A Peruvian Airlines é uma companhia aérea peruana fundada em 2009. Com base no moderno Aeroporto Internacional Jorge Chávez, em Lima, ela voa para seis destinos domésticos no país. Além de ser uma opção econômica para voar no país, é bom ficar de olho na empresa porque neste ano ela recebeu uma autorização do governo peruano para operar voos internacionais e o Brasil estaria nos planos para os próximos quatro anos. A publicitária Fernanda Souza, autora do blog Preciso Viajar, voou com a companhia de Lima a Cusco, e escreveu uma avaliação da Peruvian para o Melhores Destinos. Aliás, vale a pena conhecer o blog Preciso Viajar, a Fernanda já viajou para mais de 40 destinos e posta tudo lá no blog.

Acompanhe o relato: 

Fui ao Peru recentemente e consegui emitir uma passagem com milhas para Lima. Mas como eu queria visitar Machu Picchu, tive que comprar um trecho separado de Lima para Cusco. Para quem quer realmente economizar, existem ônibus que fazem o trajeto. As passagens custam em média US$50 e a viagem dura 22 horas. Eu particularmente achei que a economia não valia a pena e fui procurar passagens aéreas. Pesquisei na Taca, Star Peru e Peruvian Airlines e acabei comprando uma passagem com a última, pois era a mais barata. Comprei a passagem com apenas dez dias de antecedência e paguei US$110 com as taxas de embarque. Mas é possível encontrar passagens por até U$75 em dias de semana e nas tarifas promocionais.

Compra

Comprei a passagem pela internet. O site é bem fácil de navegar e você pode escolher se prefere em espanhol ou inglês. O único problema que eu tive (e não é culpa do site) é que o Peru tem um sistema meio estranho de compras pelas internet. Eles exigem uns códigos extras de segurança chamados “Verified by Visa” e “Secure Code” MasterCard. Eu liguei para o meu banco (Itaú) e eles disseram que meu cartão MasterCard não tinha esse código. Mesmo assim, decidi arriscar e o Itaú bloqueou minha compra.

Eles me ligaram cinco minutos depois e perguntaram se eu estava tentando comprar algo no Peru. Eu confirmei, meu cartão foi liberado e eu consegui comprar a passagem. Recebi meu e-ticket por e-mail. Dias depois, eu recebi um e-mail da Peruvian pedindo para eu confirmar os últimos quatro dígitos do meu cartão. Achei estranho, mas confirmei e deu tudo certo.

Check-in

Peguei o voo P9220 no aeroporto Jorge Chávez em Lima. A duração total é de 1 hora e 10 minutos e o check-in estava bem tranquilo. Aliás, o aeroporto é super moderno. Apesar do caos da chegada (eles só deixam entrar na área do check-in quem já tem uma passagem comprada), achei que o aeroporto é muito organizado.

Não peguei fila no check-in e a funcionária foi super prestativa. Quando eu disse que preferia ir sentada no corredor, ela recomendou que eu abrisse uma exceção e voasse na janela. Concordei e realmente fiquei impressionada com a paisagem, principalmente quando você está chegando a Cusco e passa muito próximo às montanhas.

Nunca tinha visto algo similar e olha que já voei muito. Parece realmente que o avião vai encostar nas montanhas. Minha única ressalva é que eles podiam limpar melhor os vidros. A paisagem era linda, mas as fotos ficaram horríveis por causa da sujeira das janelas.

Voo

Voei num Boeing 737 com configuração padrão 3×3. O avião não era novo, mas achei que estava limpo e bem conservado. As poltronas eram bem confortáveis (e de couro) e foi servido um lanche bem gostoso a bordo. Um sanduíche frio de queijo e presunto e um muffin dentro de uma caixinha. Os dois estavam bem gostosos e achei que eram super bem servidos (para vocês terem ideia, no voo internacional da TAM de São Paulo para Lima o lanche não estava tão gostoso e eu passei fome). Não serviram bebidas alcoólicas, mas tinha bastante variedade de sucos e refrigerantes. Ah, o único entretenimento a bordo era a revista da companhia.

Chegada

O voo saiu e chegou no horário. Como o aeroporto de Cusco é muito pequeno, não demorou muito para as bagagens chegarem na esteira. Minha experiência com a Peruvian foi super agradável e voltaria a voar com eles.

Agradecemos à Fernanda por esta ótima avaliação, que certamente ajudará muitos leitores que poderão optar pela Peruvian em suas viagens ao Peru. E você? Já voou pela companhia? Deixe suas impressões nos comentários!  Se você fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste post.

Não esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Thiago Gonzalez

    Achei que na parte de entretenimento eles iriam dar uma flauta peuana, com um livrinho,como tocar flauta peruana em 60 minutos.

  • Luiz Campos

    Oi!

    Com relação ao sistema "Verified by Visa" citado na reportagem eu tive uma experiência péssima…Na Peruvian mesmo por meio desse sistema tentava a todo custo comprar e não conseguia…tentei por meio de mais de um banco, dentre eles BB e Santander e nada…Liguei com eles na central, na central internacional da Visa e ninguém sabia dizer que código Verified é esse…resultado: deixei pra comprar as passagens no aeroporto de Lima (foram os mesmos trechos relatados LIMA-CUSCO-LIMA) pagando O DOBRO do preço…

    Enfim, acho que fui uma das primeiras cobaias quebrando a cabeça sobre essa senha Verified…alguem têm experiências quanto a esse código em outros países??? Não quero passar por isso de novo…

    Acho q agora as companhias peruanas como PERUVIAN E STARPERU abriram o olho para nós brasileiros como consumidores…vale a pena comprar nelas até pq as tradicionais TACA e LAN praticam um preço desleal, diferenciado para estrangeiros!! Sério encontrava diferenças na base de 5x mais caro nessas tradicionais…então pra quem vai ao Peru fica a dica: STARPERU E PERUVIAN na cabeça!!

    Ainda nbem q a colega recebeu a ligação retornando! Eles devem estar considerando essa nossa dificuldade em fazer compras no site deles com esse codigo "Verified". No mais, estarei voltando ao Peru novamente agora em Janeiro, então gostaria de definitivamente conseguir comprar essas passagens pelo site!!!

    Abraço a todos!!

    • Fernanda Souza

      Depois da minha experiência comprando a passagem da Peruvian, as passagens de trem e o ingresso de Machu Picchu, tudo de forma online, percebi que os bancos não sabem nem o que é esse código. O Itaú chegou a me falar que eram os 3 dígitos atrás do cartão. Esse sistema foi implementado por lá devido as fraudes, mas nem sempre funciona. No meu caso, eu nem tinha o código da MasterCard e minha compra foi aprovada. Ah, e é importantíssimo avisar o banco que está indo para o Peru para eles liberarem o uso do cartão de débito e crédito durante o período da viagem.

    • Tatyane Palitot

      Olá Luís, eu já comprei passagens para a Europa, EUA e Argentina e nunca me pediram tal código, sempre compro pela internet no site da própria companhia. Nessa caso a exigência desses códigos deve ser política da companhia ou alguma legislação especifica do Peru.

    • Thiago Castro

      Outro dia tentei comprar tickets pra Broadway e pediram o tal "verified by visa". Me enrolei todo e não consegui comprar, ou seja, deixei pra lá. Mas como essa foi a única vez q isso aconteceu eu ainda não me animei pra pesquisar sobre. Se alguém souber como funciona, ajudaria bastante.

  • Ranerio Vieira

    Os códigos Verified by Visa e Secure code da Mastercard são ambos para compras online, que aí vc cai no próprio site da VISA ou Mastercard e aí tem uma segunda verificação (além do número do cartão e o tal código de segurança nas costas).

    Eu tenho alguns cartões emitidos no exterior (Australia e se não me engano EUA tb) que você vai no site do banco emissor do cartão e ativa o "Secure Code", e então vai criar tipo uma autenticação no próprio site do Banco, e quando vocë colocar os dados do cartão em um site, vai ter uma outra tela que vai te pedir essa verificação do banco.

    É muito útil para evitar fraudes online, e quando fui ao Peru, como de sempre avisei aos bancos que tenho conta que iria viajar e utilizar o cartão no exterior, o Banco do Brasil libera em separado o Peru de todas as outras transações internacionais, e somente pelo período da viagem mesmo, pois a quantidade de fraude é muito alta.

    No Peru eu não comprei nada online, então não usei os códigos, mas na Austrália usei diversas vezes com o cartão emitido pelo Commonwealth Bank of Australia (um dos bancão de lá, tipo um Itau, BB) e tinha feito esse cadastro (era opcional) e aí aparecia sempre quando o site tinha o Secure Code, a tela do banco para confirmar a transação.

    Acho que se tiver banco que emita usando isso aqui é muito bom para quem usa bastante cartão via Internet, embora ironicamente a única fraude com cartão que já sofri até hoje foi em um posto de gasolina, que o frentista clonou o cartão na minha frente, sem eu perceber.

    • Ranerio Vieira

      Confirmando, o HSBC estados unidos aceita cadastrar o Secure Code para o Mastercard

    • Thiago Castro

      Obrigado pelas explicações Ranerio.

  • Wagner

    Voei recentemente com a Star Peru, achei razoável também. Agora esse sistema de Verified by Visa é sacanagem. Pelo que li, o único banco que emite com esse sistema é o Bradesco. Fui recentemente ao Peru e tive que comprar na IDA para Cusco através de uma empresa de turismo, chamada Morais Tour, depositei o dinheiro e depois compraram minha passagem imediatamente. E na volta, voltei por Juliaca, tive que comprar um absurdo via LAN, paguei muito, mas muito caro um único trecho. E olha que não foi Cusco, pq se fosse cusco seria quase 600 reais com a tarifa desleal que eles praticam.

    • Fernanda Souza

      É Wagner, eu tive problema com o Verified by Visa e com o MasterCard Secure Code na compra de ingressos para Machu Picchu. Não consegui e também tive que comprar via agência de turismo do Peru pagando via paypal. Entendo que esse sistema foi feito para em teoria aumentar nossa segurança e nos previnir de possíveis fraudes, mas realmente nos prejudica, pois se nosso cartão não é aceito, temos que pagar preços muito mais altos nos aeroportos.

  • Aline R.

    Muito bom saber que há mais essa opção para se chegar mais rápido em Cusco. Parabéns pelo seu relato e pelo se blog. 😀

    • Fernanda Souza

      Oi Aline! Vale a pena voar esse trecho com certeza. Pesquisando com antecedência, você paga só um pouco a mais do que pagaria no ônibus e leva apenas 1 hora em vez de 23 horas indo de ônibus.

  • FABRICIO P ALMEIDA

    Também tive esse mesmo problema com a STAR PERU, no mesmo trecho comentado. Após a compra pela internet meu banco (Itau) me ligou perguntando se eu estava comprando algo do Peru, após confirmação com o banco a compra foi liberada. Esse bloqueio ja havia ocorrido quando estava comprando passagem do trem Paris/Londres, portanto não é uma exclusividade do Peru. Temos que levar em consideração que o verified by visa acaba sendo um item de segurança para os nossos cartões de crédito.

    Quando estive no Peru a empresa STAR PERU vendeu bilhetes a mais no meu vôo e no momento do check in (proximo ao horario do embarque) fomos informados que tinhamos mudado para classe executiva sem custo adicional, ou seja, nessas empresas além de preço mais baixo existe respeito com o consumidor, mesmo ele sendo estrangeiro. Bem provável que em outras companhias aéreas de outros países (tipo Argentina) não teríamos esse tratamento.

  • Daniel

    Viajei na Peruvian no ano passado e não tive problema para confirmar a compra com o cartão de crédito. Lembro que após a compra recebi uma ligação de um funcionário da companhia aérea para confirmar os meus dados. Foi um pouco estranho pq tive que desenferrujar o espanhol na hora, mas tudo deu certo.

    O check-in foi tranquilo e a funcionária perguntou se eu poderia sentar na saída de emergência tanto na ida quanto na volta. O assento era ótimo, de forma que eu (com 1,75m) não conseguia encostar os pés esticados na cadeira da frente!

    O pouso em Cusco que foi um pouco complicado, pq ventava muito e os avião fazia muitas curvas fortes pra pousar em um aeroporto entre montanhas.

    O único problema que tive, foi no retorno. A companhia atrasou para sair de Cusco e a bagagem demorou a passar nas esteiras. E esses atrasos me fizeram perder o check-in do vôo da TAM para o Brasil. Tive que ficar mais 4 dias em Lima esperando o próximo vôo com vaga. Foi um stress na hora, mas depois até que gostei bastante de ter ficado mais esses dias em Lima.

    • Fernanda Souza

      É, eles não me ligaram, mas me mandaram um e-mail pedindo para confirmar os últimos números do cartão. Também achei estranho, mas deu tudo certo.

  • Wallace Pinto

    Voei este ano na Peruvian fazendo o mesmo trajeto, pode-se COMPRAR a passagem tambem na agência de Miraflores em Lima, comprei na véspera do vôo e paguei U$D 93,00, paguei no cartão de crédito e lá não precisa do verified by visa, más pode-se pagar com dinheiro tambem

  • guillermo prosopio

    Queridos irmãos brasileiros, eu sou peruano, meu nome é William e eu vivo em Lima, Peru … Eu quero que você saiba o meu país e ter a melhor experiência de viagem aqui, eu posso ajudar: questões e / ou comentários e / ou sugestões para passagens, passeios, transporte, hotéis, etc … porque eu faço isso? porque eu quero aproveitar a sua viagem para o meu país, levou a melhor impressão … meu telefone e e-mail são 51-1-993500641 e gprmes@hotmail.com .. obrigado … 🙂

  • Fernanda Souza

    Oi Thiago, ri demais. No avião não tem isso, mas peguei um ônibus por lá que tinha algo parecido.

  • Junior Cesar

    Thiago, seu comentário é inoportuno, racista e não contribui em nada para esta comunidade. Seguindo o seu raciocínio, nas empresas brasileiras o entretenimento de bordo seria então com mulatas seminuas e negros desdentados tocando pandeiro, ou quem sabe um bando de miquinhos correndo pelo avião, ou um bando de meninos de rua vestindo uma camisa rasgada da seleção brasileira e fazendo malabarismos com uma bola, talvez alguns bandidos armados ritando "perdeu playboy", ou melhor ainda, vários políticos com as cuecas cheias de dinheiro metendo a mão no nosso bolso e nós rindo como idiotas batendo palmas para eles … deveria ser assim por aqui então, não é?

    Cada país tem sua cultura, sua tradição, suas qualidades e seus defeitos, e é isso que torna nossas viagens muito mais interessantes do que simplismente fazer compras. O mesmo respeito que queremos que os estrangeiros tenham com o nosso país e com a nossa cultura devemos ter com os demais.

    • Mariana Ribeiro

      Tambem achei inoportuno o comentario do Thiago

    • Danilo Fernando

      Achei sem graça o comentário também! Respeitemos ao menos a cultura alheia, mesmo que não concordemos!

  • Daniel Fernando Gon&

    Quando você compra no ticketmaster dos EUA, também pede esse sistema de verificação. No caso do Bradesco, é o mesmo cartão númerico que você recebe em casa e usa pra acessar a conta no homebanking. Acredito que nos outros bancos, deve ser algo do gênero.

  • Fabian martins

    Reforçando a resposta do Julio Cesar para o sr Tiago: pois saiba que o aeroporto de Lima da um banho nos aeroportos de SP/RJ ou da sua cidade qualquer que seja ela. Lá tem muuuuito mais que flauta. As coisas funcionam melhor que aqui.

  • Danilo Fernando

    Excelente relato! Parabéns pela experiência. Quais são as Cias que voam para Cusco? Somente LAN, Taca, Aerolineas Argentinas, Aerosur (finada!), Peruvian e Starperu?

  • Fred K. Chagas

    Surpreende que um sujeito faça um cadastro em um site de turismo e "perca" (entre aspas porque o tempo desse boneco decerto não tem maior valor) seu tempo a escrever supostas gracinhas. Que pena, camarada, aqui não surtiu o efeito desejado. Quem sabe na sua turminha de desajustados preconceituosos, não é? (imagina se fosse do "primeiro mundo". Metia um chapéu triangular branco na cabeça escondendo-lhe o rosto, uma tocha em uma das mãos… tsk tsk…)

  • Thiago Castro

    Achei a piada engraçada e válida. Não entendi pq tamanha revolta com o comentário do Thiago. Vamos ter senso de humor galera. Nem o peruano ali em cima (Guillermo) se ofendeu. 🙂

  • CJ Ramone

    Não achei inoportuno, foi apenas uma brincadeira. Cadê o senso de humor galera!

    Eu peguei um avião no Brasil e tava uma escola de samba tocando e macacos me servindo!!!!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Diones Reis

    Se depender das companias aéreas brasileiras, tá quase nesse ponto.

    Certa vez fiz ponte aérea Rio-Sao pela Gol, e após a subida, a aeromoça anuncio o seguinte pelo interfone.

    "Senhores passageiros, dentro de instantes o Baianinho, mascote das Casas Bahia, irá entregar folhetos com as ofertas das Casas Bahia".

    E nisto aparece um cara, fantasiado de mascote das Casas Bahia, entregando o jornalzinho para cada um dos passageiros.

    Pra quem já viajou de Varig e Transbrasil, e teve a sorte de voar na época dos ótimos serviços de bordo destas falecidas empresas, ver aquilo foi muito bizarro. :-/

  • Thiago Castro

    Nossa, quanto exagero!!!!

  • Waldinei Braga

    Estou pensando seriamente em reduzir as 6h de ônibus para apenas uma de avião entre Tacna e Arequipa. Tô vendo q a Peruvian não pratica tarifas diferentes entre peruanos e estrangeiros e a passagem de ida fica do mesmo valor (óbvio q a metade) que se comprar ida e volta.

  • Waldinei Braga

    Acabei por fazer mesmo o voo entre Tacna e Arequipa no último dia 15/05. Comprei a passagem cerca de 6 horas antes do voo no próprio escritório da Peruvian em Tacna, onde deixamos nossa bagaem para conhecer um pouco da cidade; vindo a pegá-las mais tarde para ir ao aeroporto. A passagem, já com as taxas, custou $53,00. Observei que não há diferença de preços entre comprar antecipadamente ou no próprio dia da viagem.

    O voo foi feito num 737 fabricado em 1991 e adquirido pela Peruvian no início do ano. Apesar de antigo, estava aparentando zelo.

    O voo partiu com cerca de 25 minutos de atraso por conta de um passageiro cadeirante que pareceu ter desistido da viagem, não sei bem ao certo, só o vi descendo do avião. Não houve serviço de bordo, creio que pela duração do voo ser de apenas 20 minutos.

    Tanto o aeroporto de Tacna quanto o de Arequipa, apesar de serem internacionais, são bastante pequenos e tem poucos voos durante o dia, sendo que este último está passando por uma ampliação.

    Eu recomendo e voaria novamente pela Peruvian!

  • Carolina

    Pessoal, estou indo ao Peru dia 23/08. Consegui comprar as passagens na Starperu e os ingressos para Machu Picchu com o cartão da minha mãe que é Itaú Personalitté. Nos meus cartões da caixa e Santander nenhuma compra foi aprovada. A amiga que está indo comigo tbm tentou e nada. Acho que a solução seria cartão do Itaú (que tem a política de confirmar as compras antes de negar) ou um cartão Bradesco com as opções de segurança habilitadas.

  • Ana Carolina

    Alguém saberia informar se a Peruvian e a Star Peru parcelam no cartão? Não encontro a informação nos sites das cias.

  • Acabei de comprar uma passagem com o meu VTM do Banco Rendimento. Tinha tentado comprar na LAN, mas deu esse mesmo problema do Verified by Visa. Na Peruvian passou sem problemas nenhum.