Como é voar do Brasil à Austrália com a LAN

Denis Carvalho 24 · julho · 2012

A LAN é uma velha conhecida dos leitores do Melhores Destinos e goza de uma ótima reputação entre os membros da comunidade. Basta ver os comentários na primeira avaliação que postamos da companhia ou nos posts de promoções da LAN que publicamos. Foi justamente um destes posts que chamou a atenção de nosso leitor Felipe Boff para uma ótima promoção para Sydney. Resultado: alguns meses depois ele embarcava com a esposa em um voo com a LAN para o outro lado do mundo, experiência que ele relata a seguir com detalhes para os demais leitores. Embarque com ele nessa longa jornada e confira os prós e contras de voar para a Oceania com a companhia chilena:

Essa viagem começou aqui mesmo pelo Melhores Destinos, em novembro do ano passado. Durante um sábado à tarde, verifiquei através do site que a LAN estava com promoções de passagens para vários lugares saindo de São Paulo. Dentre esses lugares estava Sydney e após conversar com minha esposa resolvemos reservar o mês de junho para essa viagem. Como a Austrália é quase tão grande quanto o Brasil e quase tão longe quanto a lua (para nós, que somos de Porto Alegre, a viagem de volta demorou 31h30  desde de o momento que saímos do hotel em Sydney até nossa casa em Porto Alegre),reservamos quase 30 dias para ficarmos por lá.

Compra

Bom, mas vamos ao que interessa. Comprei as passagens diretamente no site da LAN, foi fácil e sem grandes problemas para a compra em si, tive problemas apenas com o stopover na Nova Zelândia que era permitido por mais USD 75. Não consegui reservar pelo site durante a compra, assim, liguei para a central de atendimento um minuto após ter o código da reserva. A atendente me falou que o stopover era permitido pelo valor que estava no site desde que houvesse assentos na mesma classe tarifária, o que em meu caso não havia.

Outra situação que não chega a ser um problema mas é chata: a LAN mudou três vezes o meu voo que saía de São Paulo para Santiago. Na última mudança o horário de conexão ficou tão apertado que liguei para a LAN e pedi para mudarem mais uma vez o voo, o que foi feito sem custo adicional e nos proporcionou um dia muito prazeroso em Santiago. Esse é um dos problemas quando se compra passagem com muita antecedência, vai saber se até a data do voo não haverão alterações nas malhas aéreas das companhias.

Realizei quatro voos com a LAN (o trecho Porto Alegre-São Paulo foi com a TAM): São Paulo-Santiago (ida e volta) nos dias 05/06/2012 e 03/07/2012 e Santiago-Auckland-Sydney nos dias 05/06/2012 e 03/07/2012 (ida e volta).

Check-in

O check-in em São Paulo foi tranquilo, tentei fazer nos totens de auto atendimento mas não consegui, sendo assim fui para a fila. Como o nosso voo era o primeiro da LAN naquele dia, a fila estava tranquila – também pudera nosso voo era às 07h10min e chegamos ao aeroporto às 4h30. Chegamos cedo pois nossos lugares não estavam marcados, a classe de nossa tarifa não permitia, queríamos garantir que pudéssemos fazer todos os voos juntos e que, principalmente no voo para a Austrália, pudéssemos sentar no corredor do canto onde há somente dois assentos, como chegamos cedo conseguimos ficar bem posicionados em todos os voos de ida.

São Paulo a Santiago

O voo para Santiago foi com um Airbus 319 relativamente novo. Poltronas revestidas em couro e um bom espaço entre as poltronas (tenho 1,80 de altura), mas sem entretenimento individual. Havia as telas coletivas anexas aos bagageiros superiores. Já na entrada do avião você pode pegar jornais chilenos para dar uma lida durante o trajeto. O voo saiu sem atraso sendo bem tranquilo e o atendimento foi muito bom. Nos serviram um ótimo café da manhã, com talheres de metal e copo de vidro, algo que me impressionou, assim como a toalha que vem junto, na realidade é apenas um guardanapo que vem junto com a refeição, mas que mais parece uma toalha (tirei uma foto para mostrar o tamanho).

Chegando a Santiago foi distribuído um tipo de pasta bem legal com o que era preciso para entrar no Chile, assim como informações sobre Santiago, achei muito bacana isso. Como teríamos o dia todo livre – nosso voo para Austrália seria apenas às 23h3 –  já estava decidido que iriamos a Santiago dar uma volta. Ai enfrentamos mais alguns problemas, pedimos informações para o pessoal de terra da LAN se o nosso check-in feito no Brasil já valeria para o Chile, já que tínhamos os cartões de embarque impressos. O pessoal não sabia dizer, falaram que teríamos que pagar a taxa de embarque novamente para poder entrar na sala de embarque.

Mesmo sem as informações, fomos passear e voltamos à noite, quando resolvemos que iríamos tentar entrar na sala de embarque e passar pela imigração com o cartão emitido no Brasil. Para a nossa sorte, conseguimos passar sem nenhum pagamento extra, apenas tivemos que suportar a agente de imigração chilena mal humorada. Detalhe, eu não achei nada bom o aeroporto de Santiago, havia estado lá há bastante tempo mas não tinha ficado nem uma hora, agora que fiquei um pouco mais pude constatar que o mesmo não é bom.

Santiago – Sydney

Os voos para a Austrália são realizados em um Airbus 340-300, o qual não é um primor de novo mas estava em boas condições. Esse voo Santiago-Sydney é a grande razão de eu escrever algo tão detalhado para o MD, pois procurei muito um relato sobre esse voo e não pude encontrar nenhum, fiquei meio frustrado e prometi que seria detalhista quando o fizesse.

Antes de mais nada, preciso dizer que o voo é MUITO longo! Imaginem ficar mais de 14 horas trancado no avião! Pois é, isso acontece nesse voo. Porém, não é um martírio – o avião não é novo, mas estava em boas condições, conforme mencionei acima, tinha entretenimento individual (o qual chama-se “In”) com muitas opções de música, filmes e seriados. Os assentos já estão meio que para lá da vida útil, alguns bem sujos, mas possuem bom espaço entre as poltronas e também era o que menos importava depois do dia exaustivo que tivemos em Santiago.

Como fizemos um voo em junho e outro em julho conseguimos pegar lançamentos diferentes nos filmes, algo que eu achei bem legal. Também há uma revista de bordo bem interessante, só que ela está em espanhol e inglês apenas, esta também foi diferente nos voos de ida e volta, sendo que no voo de volta a mesma comentava muito sobre a LATAM – há uma reportagem muito parecido na revista de bordo da TAM

desse mês. O voo de ida ocorre praticamente todo à noite, são muitas horas sem ver a luz do sol. Sem contar que tu perde um dia da tua vida devido ao voo ser westbond: saímos daqui dia 5 e chegamos lá dia 7. Durante o voo foi servido três refeições (uma janta que pode ser classificada como almoço devido ao fuso maluco) e dois cafés da manhã. Tudo com talheres de metal e copo de vidro.

Auckland

Explico o porquê de dois cafés da manhã. O voo que sai de Santiago para Sydney faz uma escala em Auckland. Essa escala é um ponto ruim e bom ao mesmo tempo: ruim porque quebra o voo, fazendo com que não seja direto e também porque a Nova Zelândia obriga que os voos que passam em conexão por lá desembarque TODOS os passageiros. Assim, desembarcamos do avião e fomos para uma sala de espera para reembarcarmos (todo o procedimento demora entre 45 minutos e uma hora).

Ai é que a coisa fica boa: o aeroporto de Auckland é ÓTIMO, tem muitas opções e os preços são muito melhores que na Austrália, logo o tempo passa tão rápido que você não sente. Assim, um café da manhã é servido antes de pousarmos na Nova Zelândia e outro depois de decolarmos de lá. Após a refeição principal e antes do primeiro café há no fundo do avião ótimos sanduiches para dar uma enganada na fome, assim como várias opções de bebidas não alcoólicas. Da Nova Zelândia à Austrália são três horas de viagem e depois de tantas horas que se está dentro do avião nem sente-se mais, passa rápido. A chegada ao aeroporto de Sydney é tranquila, o processo de imigração é mais ou menos moroso, porém as filas não chegam perto das dos EUA, eles tem um GRANDE controle com a questão de alimentos levados para lá (DICA: não leve alimentos).

Austrália e retorno

Uma pequeno parênteses sobre a Austrália: é um país maravilhoso! Se você quer viajar e não pensa e gastar grana comprando durante a viagem a Austrália deve estar na sua lista de destinos antes dos Estados Unidos. Viajamos muito dentro da Austrália, usamos as três maiores companhias de lá, Virgin Australia, Qantas e Jetstar (que é a afiliada de baixo custo da Qantas), todas foram boas, porém a Jetstar é a legítima baixo custo europeia, mas a avaliação dessas viagens é para outro comentário.

O Check-in em Sydney é realizado em estandes com a marca da LAN, porém por funcionários da Qantas – como as duas fazem parte da aliança OneWorld acredito que haja essa troca. O processo foi bem tranquilo e rápido, assim como no voo de ida não tínhamos lugares marcados, logo chegamos cedo ao aeroporto para garantir bons lugares. Os voos de volta foram basicamente iguais aos da ida, com conexão na Nova Zelândia. Há três refeições no voo e entre o intervalo entre a segunda refeição (que seria uma janta) e o café da manhã perto de Santiago há lanches no fundo do avião -nesse voo além dos sanduíches havia um bolo de cenoura com gosto de canela, muito estranho mas muito bom também.

Um fato interessante é que o voo saiu da Nova Zelândia às 15 horas do dia 3 de julho de 2012 e pousou em Santiago às 11h30 da manhã do dia 3 de julho –  considerando que o voo decolou de Sydney às 9h30 do mesmo dia 03 de julho “perdemos” apenas duas horas na volta!

Eu tenho uma filha de seis anos, a qual não estava viajando conosco, logo o que vou falar não é culpa das crianças, mas certamente é um problema nesses voos longos: nas duas fileiras de poltronas em frente à nossa no voo Sydney-Santiago havia crianças de colo, as quais nos deram o prazer de uma serenata de choro em forma de revezamento por mais de seis horas. Realmente foi algo complexo de gerir, as mães já não sabiam mais o que fazer, porém não há o que se possa fazer a não ser tentar dormir ou aumentar o volume dos fones, a qual foi minha opção.

O voo de Santiago para São Paulo foi realizado em um Boeing 767 pau velho… ops, meio antigo e bem gasto, mas tinha entretenimento individual que funcionava em algumas poltronas. Acreditem: nem as luzes do corredor funcionavam direito, na hora do serviço de bordo eles ligaram as luzes de leitura de todas as poltronas para servir a refeição, porém como o voo estava relativamente vazio deu para aproveitar. Na chegada a São Paulo ficamos mais de meia hora dentro do avião esperando um gate para o desembarque, claro que isso não é culpa da LAN.

Conclusão

Em resumo, gostei muito do atendimento do staff da LAN, o pessoal é simpático e se esforçou em ajudar dentro das possibilidades da classe econômica. Não houve atrasos consideráveis e nenhum incidente durante os voos, na realidade só uma passageira pedindo atendimento médico durante um dos voos, como havia um médico a bordo a situação foi tranquilamente contornada pela tripulação. O voo é looongo, mas vale apena. Os destinos (Austrália e Nova Zelândia) são lindos, tendo um povo muito hospitaleiro. Agradeço ao Melhores Destinos por permitir-me compartilhar essa experiência!

Agradecemos ao Felipe pelo ótimo relato de sua viagem com a LAN, que certamente será importante para outros leitores que pretendem voar com a empresa. E você? Já viajou com a LAN para a Austrália ou outro destino? Deixe sua impressão nos comentários abaixo! Se fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato com a gente pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você  pode conferir todas as avaliações publicadas neste post.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Guilherme Ortale

    Muito Legal o post. Tenho curiosidade de voar pela LAN, espero que a LAN mude a TAM e não o contrário.

    • Marlos Sousa

      Olha, eu também espero que isso ocorra. Já voei com a LAN em trechos internacionais e domésticos. Mesmo na LAN Argentina o serviço doméstico é bem acima da média da TAM. Fiz AEP-USH-AEP em 2009 e simplesmente adorei !

  • Marlos Sousa

    Legal o relato da viagem ! Parabéns. Já fui à Austrália com a United via EUA e nesses vôos (LAX-SYD e SYD-SFO, ambos com cerca de 14 horas) também serviram três refeições. Pelo menos fome acho que não dá para passar nesses vôos mais longos !!!!

  • Helena

    No meu caso, o vôo em si pela LAN para Sydney foi tranquilo. Porém, ao chegar em SP após 30h de viagem e tentar vir para casa (Recife), a TAM (responsável pelo vôo doméstico) disse que eu só teria direito a uma bagagem de 23kg. Mostrei bilhete internacional, norma da ANAC e tudo o que vocês imaginarem para exigir meu direito. O funcionário da TAM disse que só faria o que estava permitido na tela do sistema dele, que eram os 23kg e jogou a culpa na LAN. Perdi meu vôo com a confusão e tive que pagar excesso (320 reais), senão teria que esperar o guichê da LAN abrir no dia seguinte. No dia seguinte, liguei pra LAN dizendo basicamente: vão me reembolsar hoje ou preferem o processo judicial? De tarde o dinheiro tava na minha conta. Stress desnecessário por causa, mais uma vez, dos serviços pessimamente prestados nesse país.

    • Marlos Sousa

      Sinceramente eu já não me surpreendo mais com as bizarrices da TAM… No dia a dia vivencio ou ouço coisas piores. Pelo menos a LAN foi eficiente em ressarci-la do "desconforto financeiro", já que o estresse moral só mesmo na esfera judicial.

  • Daniel Matos

    Bom relato mas acho q ja tinha outro Santiago-Sydney no MD, nao?

    • Já, mas era pela Qantas.

      • Daniel Matos

        "Esse voo Santiago-Sydney é a grande razão de eu escrever algo tão detalhado para o MD, pois procurei muito um relato sobre esse voo e não pude encontrar nenhum, fiquei meio frustrado e prometi que seria detalhista quando o fizesse."

        Acho que ele não procurou direito esse da Qantas mas foi legal tb. hehe

        • Guilherme Ortale

          O relato da Qantas saiu dia 05/07 e ele voltou da Austrália dia 03/07… por isso não achou nada sobre esse vôo.

        • Felipe POA

          Olá, na realidade eu procurei, porém na epoca da procura não havia o post, lembrando que viagei em junho deste ano e o post foi publicado após isso.

  • José Eduardo

    Viajei para o Chile pela LAN e gostei muito. Ida em volta os voos foram tranquilos e sem atrasos. Bom serviço de bordo com entretenimento individual nos dois voos. Recomendo.

    • Daniel Belini

      No meu caso o avião era menor na ida e só tinha aquelas telas no bagageiro, na volta era maior e tinha telas atrás dos bancos.

      Até hoje lembro do lanche servido, apesar de ser um simples pão com presunto e queijo, estava DELICIOSO e fico com água na boca de lembrar

  • Dan

    Pra quem estiver em duvidas sobre voos com destino a oceania direto da america do sul, ou tiver duvidas em relacao ao voo da LAN, eu aconselho nunca experimentarem o da Aerolíneas… Fiz o BsAs (EZE) – Auckland e foi a pior experiência aérea da minha vida…

  • Gustavo

    Também fiz voos para outros países via LAN. Em abril deste ano fui para Miami com minha esposa via Santiago, pois o preço da Lan era imbatível.

    Assim como o colega do relato acima também tinha o "dia livre" em Santiago, e o pessoal da Lan me falou sobre a tal taxa de US$ 60 por pessoa pensamos: melhor pagar US$ 120 e conhecer a cidade do que passar o dia mofando na sala de embarque. Fomos, nos divertimos muito, conhecemos diversos pontos turísticos e voltamos para o aeroporto, entramos direto no embarque e sequer nos cobraram essa taxa.

    Deu a impressão de ser uma taxa da Lan, e não da administração do aeroporto de Santiago.

    Uma dica para quem for passar o dia lá e quiser sair, peguem o ônibus Centropuerto para ir ao centro e desçam na estação "LOS HEROES", que é o ponto final dele. De lá, dá para andar por todo o centro histórico de Santiago e dar uma esticada a pé mesmo até o Cerro San Cristóbal e a Recoleta. Na volta, é só pegar o mesmo ônibus.

  • Rodrigo-GIG

    Gostei do flight report! No dia 20/08 realizarei o mesmo trecho descrito (GRU-SCL) e depois SCL-SYD em um voo direto pela Qantas! 🙂

  • Ricardo

    Que saudade da NZ :~

    Aeroporto de Auckland é realmente muito bom.. Recomendo a todos um passeio na Oceania, como dito, o pessoal é hospitaleiro e os paises sao lindos..

  • Tássio

    Eu tb sou da mesma opinião. Já voei LAN Chile, LAN Peru e LAN Equador. TODAS apresentaram serviço MUUITO melhor que o da TAM (que anda um lixo). Aquele voo Lima-São Paulo da TAM num A320, por exemplo, é pior que pau de arara. Da última vez a janela interna do meu assento estava destruída (solta). Fone de ouvido: 1 em cada 10 funciona. Agora só quero saber dos confortáveis 767 da LAN Peru nesse trajeto. Estou farto da TAM. Voos de quatro horas (Guarulhos-Manaus) e oferecem um polenguinho. Café? Só se algum comissário fizer escondido na galley e vc implorar um golinho. Desse jeito era melhor vender refeição, assim eu não teria passado fome no voo.

    • José Moreira

      Vi diversos comentários execrando a TAM nesse relato; voarei pela TAM pela primeira vez em duas semanas, será tão ruim assim?! Pelo visto ninguém teve o (des)prazer de voar Webjet… rs

      Gostei bastante do serviço da Avianca, se for tão bom quanto já fico satisfeito.

      • Brum

        Só q na webjet vc voa (voava) pagando 9 reais o trecho (como eu paguei GIG-SSA) ou 29,00 (GIG-RAO)…diferente da TAM q vc paga uma fortuna pra receber tratamento igual ou pior.

      • Eduardo Galvã

        Nunca tive problemas com a Webjet. A TAM, na minha opinião, é uma empresa regular, nada demais como alguns colocam.

  • Adão Ferri

    Eu já imaginava que essas aeronaves da Lan eram bem usadas, agora o "pau velho" foi o melhor! Kkkk! Precisamos de concorrência nesse trajeto e não é a toa que a Aerolineas esta entrando, agora vamos ver como vai ser a qualidade das aeronaves, e também ver se a própria Lan vai colocar seus 787 que estão chegando nesse trajeto!

  • Brum

    é impressionante como uma empresa brasileira consegue estragar tudo no final…país de mer##

  • Jose

    Bem detalhado o seu post. Só queria comentar dois detalhes. Primeiro a westbond chama-se Linha Internacional de Mudança de Data já que você estava viajando de um fuso negativo e passou para um positivo. O segundo ponto é sobre o aeroporto de Santiago. Estive agora em JUL2012 e gostei muito e achei bem melhor que os nossos, infelizmente.

    • Ivan

      Também gostei do aeroporto de Santiago, não é nenhum Charles de Gaule, mas comparado com os aeroportos brasileiros está bem melhor.

      Sem contar que tem Starbucks na área de embarque internacional mais barato que os Starbucks de shopping do Brasil. hehe

  • Ninguem voa pela Aerolineas depois de voar pela LAN. Não compensa economizar nesse caso.

    Argentinos grossos e mal educados

  • Alex

    Também sou fã da Lan! Já fui para Sydney pela Aerolineas e também foi uma péssima experiência. Os comissários são extremamente mal-educados. No ano passado fiz o mesmo trecho pela Lan e achei muito bom! Comparando com outros trechos internacionais, para mim a Lan bateu a AirCanada, United e TAM! Quando voltar para Australia pretendo voar Qantas em um dos trechos pois eles também são muito bons!

  • Marcus Mor

    Tenho uma dúvida: Alguem comentou que foi para a Australia pela United com conexão nos EUA, pois gostaria de saber se nesses casos é necessário o visto dos EUA?

  • Diego Nascimento

    Torço muito para um dia conseguir pegar uma promoção para a Austrália em férias.

    Um dos meus maiores desejos é surfar em águas australianas. A minha primeira experiência foi na África do Sul e já foi incrível, na Austrália então…

    #vem ni mim promoção o/

  • m.

    so faltou vc detalhar qual foi a configuração usada nas poltronas?,ótimo post…

  • Fernando Leite

    Felipe Boff, parabéns pelo belo relato. Foi uma excelente avaliação e nos dá a perfeita noção de como é essa viagem. Realmente a MD tem nos brindado com ótimas oportunidades, daí ser o blog de viagem mais visto no mundo. Né mole não. :-)))

  • Danillo Magalh&atild

    Já voei com a Lan para Lima e realmente o serviço é muito bom.

  • Erica

    Fui 2x para Austrália com a LAN. Sempre que posso recomendo e utilizo. Já fui também para Buenos Aire e Cancun. Sempre com a LAN! Minha próxima viagem programa com certeza será de LAN.

    Na minha ultima viagem para Cancun, fiz uma conexão no Peru, tive um problema com a autorização eletronica de entrada no México, quem me ajudou a resolver foram os funcionários da LAN que como sempre foram super solícitos.

    RECOMENDO!! OTIMA CIA!!!!

  • Marcus Simões

    Sobre essa parada na Nova Zelândia, tem uma loja da Adidas lá com muito material de rugby, mas não achei os preços tão em conta assim.

  • Gabriela

    Quando vai ser a próxima promoção BR-AU pela LAN?? Aguardo uma resposta para comprar minha passagem!!

  • Mari

    Voei recentemente pela TAM, voo rápido de 1h, o voo saia as 14:00 eles ofereceram pão quente com frango eu achei bem sem gosto. e na volta o voo era as 6:20 tinha o kit café da manhã vinha torrada+ polenguinho e mini waffer, tinha opção de café preto ou com leite.

  • André Castro

    Uma amiga acabou de voltar da Australia pela LAN e passou maus bocados na conexão em Buenos Aires. Não tinham incluido ela no vôo para o RJ. Só conseguiu o vôo no dia seguinte tarde da noite, sendo que a LAN só pagou 1 diária com checkout as 11 da manhã e não forneceu comida. Vai tomar processo, claro.

  • Rodrigo

    A Aerolíneas está "entrando"? Pelo estado das aeronaves, ela já "entrou" há muito tempo!rsrs

  • carla borges

    Eu morei na Austrália e viajei pela Lan Chile e Aerolineas Argentina.

    A Aerolineas (vulgo aerolixo, chamada assim inclusive por argentinos) é horrível!! Serviço de bordo péssimo: não tem refeições quentes, só serviram sanduíches frios.. imagine isso num vôo tão longo? Alem disso o staff é super grosso, nada comparado ao gentil staff da Lan.

    O avião é velho e não tem entreterimento individual, uma porcaria mesmo. E desconfortável.

    Nçao indico a ninguém mesmo. Inclusive na parte menor da viagem, entre SP-Buenos Aires, o vôo foi remacado várias vezes e acabei penando 12 hrs no aeroporto de SP; dps dessa maratona ainda encarei um vôo desconfortável.

    E uma economia de poucos dólares que não vale à pena de jeito nenhum!!!

    Fica a dica: além da Austrália ser um país maravilhoso, vc pode fazer rotas para conhecer outros países próximos como a Nova Zelândia como já foi mencionado, ou voar pela South Africa ou Emirates e fazer paradas na Cingapura (de lá para Tailândia, Malásia, Bali, Vietnã.. é mt perto e barato), Dubai ou Joanesburgo.

    Bjs e aproveitem

    :))

  • armando cruz

    Fiz recentemente(junho/2012)uma viagem para os Estados Unidos pela Lan Peru.O que me impressionou bastante foi o serviço de bordo excelente e principalmente a pontualidade. Na volta conseguimos a proeza de sairmos adiantados 5 minutos.Recomendo!

  • Felipe POA

    GRU->Santiago 3-3

    Santiago->Sydney 2-4-2

    Sydney->Santiago 2-4-2

    Santiago->GRU 2-3-2

  • Felipe POA

    Esse tipo de avaliação relativa a aeroporto e qualidade do voo acaba considerando as nuances de cada um. Não acho os nossos aeroportos bons, mas certamente tambem não acho o aeroporto de Santiago bom, melhor que os nossos, sim, isso eu acho.

    Apenas a cargo de comparação eu gostei muito do aeroporto da Cidade do Panama, mas que o de Santiago.

  • Felipe POA

    Minha esposa tirou otimas fotos do surf em Gold Coast, para ser mais preciso a praia era Coolangatta.

    Realmente otimas correntes com um bom nivel de ondas e arrebentação linear, a onda era muito mais cumprida que as que estou acostumado.

    Certamente você ira gostar.

  • Marlos Sousa

    Sim, eu fui para Australia com a United via EUA. É necessário visto. A tarifa que peguei permitia stopover nos EUA… Caso contrário, acho que ficaria muito cansativo, pois a viagem é bem longa. LAX-SYD = 14 horas e SYD-SFO = quase 14 horas, fora que tanto LAX quanto SFO ficam na costa oeste dos EUA, o que torna a ida/volta do/para Brasil ainda mais cansativa.

  • Amanda

    A Aerolinias ja entrou e ja saiu! Pelo menos do trecho para Auckland, Nova Zelandia.

    Eu e meu marido viemos pela Aerolinias para ca (NZ) ha cerca de 1 ano e meio atras, o atendimento foi bom, mas o conforto e a qualidade da aeronave foram os piores que ja vi! Nem falo no do entretenimento, porque simplesmente nao havia! hehehehe

    Mas a diferenca de valores entre os precos da Aerolineas e da segunda cia. mais barata eram muito gritantes! Nao nos arrependemos de forma alguma em vir pela Aerolineas. Pena que eles nao fazem esse trecho mais…

    A unica dica que deixo e a de proteger as bagagens despachadas pois eles destruiram as nossas!

    🙂

  • Tássio

    Mari, em que trecho isso?! Tenho voado com frquencia pela TAM e não vejo nada disso! Sobre café: parece que servem entre 6:00 e 9:00, coisa assim.

  • Tássio

    O problema, José Moreira, é que os que estavam acostumados com "red carpet" e um atendimento diferenciado na TAM, se deparam hoje com uma realidade muito diferente. A TAM não é ruim, mas certamente já foi muito melhor (leve sua refeição ou embarque bem alimentado. É a única recomendação que faço).

    Voei Avianca faz um mês. O serviço de bordo é melhor, mas sou cliente Fidelidade e aquele programa Amigo da Avianca é um lixo, então prefiro a TAM ainda. Aliás, alguém sabe dizer pq a Avianca Brasil não vaz parte do Lifemiles?

  • Tássio

    Bom, já que é pra descer a lenha… Acabo de lembrar que há duas semanas viajei de Salvador a São Paulo com tarifa TOP na Tam, que oferece o privilégio de entrega prioritária da bagagem (de acordo com o site da empresa)… aham (senta lá Claudia): EXTRAVIARAM!!! Puro luxo! Fiquei 1 hora na esteira + 30 min. registrando o extravio. Perdi uma reunião por conta disso… Dia seguinte ela apareceu: todinha arrebentada…

  • Danilo Fernando

    Putz, que raiva!

  • Nilda

    Gostei muito deste post principalmente porque no proximo ano preciso ir até Sydney. Perguntei em outro post sobre ofertas e os preços praticados pela Aerolineas para este trecho e agora vejo estes comentarios, o que irá influenciar muito na escolha da empresa. E vou ficar esperando que alguma promocao apareça por aqui. Ótimo post

  • Erica

    Carla concordo com você. Aerolixo! Também morei lá e vim pro Brasil com Lan e Aerolixo. Nem tem comparação!!!! Vale a pena pagar um pouco mais e voar LAN

  • Mariana

    Muito legal esse post. Eu fiz essa viagem pela LAN em 2008 e não tive nenhum problema com absolutamente nada. Eu praticamente passei as 14 horas de Santiago à Auckland dormindo. E chegando em Sydney ainda peguei um voo doméstico para Brisbane.

    Recomendo a LAN também e parabéns pelo post.

  • Guilherme

    Interessante reporte! Fiz um vôo para Austrália mas foi pela Emirates, uma volta ao mundo praticamente, já que o meu destino era a NZ, mas com o serviço de bordo by Emirates é sensacional tenho a melhor das impressões apesar de perder horas preso em um avião. Da próxima vez vou pela Lan, esse reporte ajudou bastante a ter uma noção de como funciona indo pelo Chile.

  • Henrique Bezerra

    Muito bom o relato, irei fazer agora o mesmo trecho só que vou ficar na Nova Zelandia, os horarios dos voos são iguais o de vc!

    A mala foi despachada direto pro destino final correto? Porque quero dar uma volta em Santiago, alguma dica? Vou de Airbus a343 sera que é melhor? Abraços..

  • Lucinha Morais

    Boa noite, preciso de uma ajuda. Meu voo para Australia faz escala na Nova Zelandia. Eu preciso de um visto para Nova Zelandia? Pois, só tenho visto da Australia.Obrigada pela ajuda.Abs

  • Gisele Benedicto

    Em Junho fui para Lima em um voo da Lan, em uma aeronave boeing 767. Aeronave nova, serviço de bordo excelente, tripulação gentil, educada e bonita (mais pareciam modelos, tantos os rapazes quanto as meninas). Assentos confortáveis e espaçosos, entretenimento on-demand, comida de primeira, bem melhor do que a de muitos restaurantes aqui no RJ, enfim, recomendo, e voarei novamente quando puder.

  • Thiago

    Já fiz esse trecho e sinceramente, não repetiria. A LAN é muito desorganizada. A ida é só coisa boa, mas na volto, 18hrs de atraso, filas e mais filas, nada de explicação, o call center nao funciona, eles te dao o voucher do taxi mas nao te dao o do hotel… uma bagunça. Entao se fosse repetir a viagem, com certeza pagaria mais caro pra ir de QANTAS ou Emirates.

  • mercedes

    e se perder o voo da lan quanto devo pagar

  • TANIA MARIA CINTRA

    Alguém sabe me responder se preciso de visto da Nova Zelândia ao desembarcar em Auckland em conexão para Sydney (Australia)?

    • Felipe Dille

      Tenho a mesma dúvida

  • Oi Thalita, eu não fiz a avaliação foi o leitor Felipe Boff . Mas te adianto que não tem burocracia para entrar no Chile não