Como é voar na Hawaiian Airlines

Denis Carvalho 23 · janeiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Aloha! O Melhores Destinos traz hoje uma avaliação da principal companhia aérea do Havaí: a Hawaiian Airlines. Com base em Honolulu, ela opera voos para 26 destinos com uma frota de 44 aeronaves e certamente estará na rota de quem visitar as paradisíacas ilhas norte-americanas, seja para chegar até lá ou em um voo entre as ilhas. Foi esse o caso do nosso leitor Thiago S. Cavalcante, que fez o percurso entre Honolulu e o aeroporto de Hilo, na Big Island. Acompanhe seu relato e saiba um pouco mais sobre a companhia havaiana:

Decidimos conhecer o Havaí e tivemos poucos meses pra decidir o que fazer e o que visitar, mas era certo que eu queria conhecer um vulcão ativo e ver a lava. Porém, isso não entrou no planejamento. Chegamos a Honolulu e, após alguns dias, percebi que só veria um vulcão ativo na Grande Ilha do Havaí, mais conhecida como Big Island. Lá está localizado o Parque Nacional dos Vulcões, onde poderia ver o vulcão Kilauea, que está ativo desde 2008.

 

Após muita pesquisa, a forma mais rápida de chegar até a ilha seria por avião. A Grande Ilha possui dois aeroportos. Como foi apenas um day trip, escolhi o aeroporto de Hilo. Quanto à aérea, escolhi direto a Hawaiian Airlines, pois já sabia de sua existência. Não pesquisei no dia em que comprei as passagens, mas existem outras empresas que fazem a mesma rota.

Para comprar o bilhete acessei o site da empresa. O processo foi muito simples, achei o preço justo para um voo de 50 minutos e comprei sem nenhuma complicação.

Embarque

Ao chegar no aeroporto, percebi que o processo do check-in era um pouco diferente do padrão adotado pela United ou American Airlines, por exemplo. Primero passo: usar um dos computadores disponíveis para informar seus dados, pesar sua bagagem e imprimir seu cartão de embarque e as etiquetas de bagagem. Mais uma vez tudo foi bem simples e sem dificuldades. O segundo passo é despachar suas malas com o auxílio de um dos funcionários da empresa. Como não tínhamos nada pra despachar, fomos direto para o portão de embarque.

Após passar pela inspeção de segurança da TSA, aguardamos nosso embarque e então puder ver em qual avião faríamos o voo. Foi em um Boeing 717-200 com capacidade para 115 passageiros (informação da comissária). Não sei o motivo, mas fiquei com certo receio em voar nessa aeronave. O voo, porém, foi tranquilo e sem incidentes.

Avião

O avião estava configurado para oito lugares em primeira classe (2+2 por fila) e o restante em classe econômica (2+3 por fila). O embarque foi rápido e o push back ocorreu no horário previsto.

Achei o assento confortável e o espaço para as pernas muito bom. O avião não tinha entretenimento de bordo, a não ser pela revista Hana Hou. Eu sempre leio os cartões de segurança quando viajo, e foi com o que estava na minha poltrona que percebi que o avião tinha cinco saídas de emergência, sendo uma delas no fundo do 717, embaixo do conjunto de estabilizadores.

Atendimento

Três comissárias trabalharam naquele voo. Era parte do uniforme elas usar uma flor em suas cabeças como adorno. Quando o comandante autorizou, elas iniciaram o serviço de bordo, que foi muito simples. Para começar, não utilizaram trolleys. As comissárias estavam segurando uma caixa de papelão (!) com água, suco, copos e queijo (!!).

O passageiro que optava por café recebia um copo e, alguns minutos depois, elas voltavam com um bule e serviam a bebida. Eu pedi um suco e uma água apenas para tirar a foto, e fiquei muito surpreso com o que recebi. Após recolherem o lixo foi distribuído um mapa da Grande Ilha.

Chegada

O pouso em Hilo foi suave, dentro do horário previsto, e o desembarque também foi rápido e sem complicações. Se for apenas fazer um day trip para conhecer os vulcões, escolha este aeroporto pois fica a 45 minutos do Parque Nacional. O outro aeroporto, Kona, fica a mais de três horas. A experiência foi boa e recomendo os serviços da Hawaiian Airlines caso decida fazer um voo entre as ilhas no Hawaii.

Agradecemos ao Thiago pela ótima avaliação, que certamente será útil a muitos leitores. E você, já voou pela Hawaiian? Deixe suas impressões nos comentários!  Fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos? Ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br. Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste postNão esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe