Como é voar na classe executiva do Boeing 747-8 da Lufthansa, o segundo maior avião do mundo!

Denis Carvalho 10 · outubro · 2014

Dando sequência à nossa série de avaliações de classes executivas, hoje trazemos uma das maiores e mais queridas empresas aéreas do mundo: a Lufthansa! Mas não qualquer voo, caro leitor, mas sim da business class do novo Boeing 747-8, o segundo maior avião de passageiros do mundo e o maior entre todos os que voam para o Brasil! Nosso leitor Alan Vargas esteve entre o seleto grupo que teve a oportunidade de fazer o primeiro voo do gigante de São Paulo a Frankfurt e nos conta como foi nessa avaliação imperdível! 

Há algum tempo fiquei sabendo que a Lufthansa iria desembarcar o novíssimo 747-8 em terras brasileiras e dali em diante não via o momento de ter a data certa em que começariam a operar no Brasil para comprar os bilhetes. Assim que divulgaram a data, 29 de março, (creio que fomos um dos primeiros a comprar os bilhetes com o voo desta aeronave) já ligamos para nosso agente de viagens e pedimos que fizesse a reserva na Business da Lufthansa. 

avaliacao-lufthansa-747

Esta seria nossa primeira viagem com a alemã e estávamos bastante ansiosos tanto pelo avião novo, nova configuração da Business, quanto pela curiosidade em saber como seria o serviço de bordo da empresa. Marcamos então nossa viagem para dia 30 de março. Este seria a primeira viagem GRU-FRA desta aeronave (na noite anterior havia sido o voo inaugural FRA-GRU).

lufthansa-executiva-001

Nosso itinerário era São Paulo (GRU) para Bolonha (BLQ) na Itália com stopover em Frankfurt (FRA). Estávamos indo fazer um passeio na terra da pizza e poderíamos ter ido direto por outras companhias que operam diretamente para Itália, mas a reserva com a Lufthansa foi proposital.

Chegamos com bastante antecedência a GRU e fomos para a sala VIP da TAM, que mesmo com a mudança da Star Alliance para a Oneworld manteve a parceria de share da sala VIP com a Lufthansa para clientes viajando em Business. Importante salientar que há uma Sala VIP exclusiva para Gold Card Star Alliance e Membros Senator da Lufthansa, mas como ninguém de nossa família é portador destes cartões, optamos por nos contentar com a sala VIP da TAM mesmo.

Não vou entrar em detalhes sobre a sala VIP, mas apenas para constar ela é bastante ampla, com assentos confortáveis e vive cheia. A opção de lanches é bastante limitada, mas você pode beber refrigerantes, águas e sucos à vontade. A única coisa que eu não entendo é por qual motivo toda decoração é verde, se a identidade da marca da TAM é vermelha (os novos assentos da First também são no mesmo tom), mas enfim, voltando à Lufthansa.

Nosso voo estava marcado para partir às 18:40, com chegada prevista a Frankfurt às 11:15 (horário local). Na foto do check-in dá pra ver que chegamos com um pouco mais de 2 horas de antecedência. A fila da econômica estava consideravelmente grande (esqueci da foto!) mas a fila da First e Business estavam vazias. Fomos atendidos assim que chegamos, despachamos as malas e recebemos nosso bilhete de embarque – não levamos nem 10 minutos para finalizar todo o procedimento. Achei muito rápido.

lufthansa-executiva-012

Hora de embarcar e conhecer a classe executiva à bordo do Boeing 747-8. Aliás, em breve toda a frota de 747-400 da Lufthansa (que já completa mais de 20 anos) será substituída pela de 747-8.

lufthansa-executiva-020

O layout das poltronas é configurado no modelo 2-2-2 no deck principal e 2-2 no deck superior, que não dá acesso ao corredor aos passageiros sentados nas laterais tanto do deck principal quanto do deck superior. Embarcamos e já estavam servindo champagne, suco de laranja ou água nas taças de vidro com a logo da Lufthansa.

lufthansa-executiva-021

O meu assento no voo da ida era o 88K, portanto no deck superior, e na volta 86A também no deck superior. Particularmente em 747s o deck superior é menos “agitado” que o deck principal, tendo em vista a menor quantidade de assentos e circulação, então para mim é a parte ideal do avião pra descansar.

7029

 

O 747-8 da Lufthansa possui cerca de 80 assentos na Business Class e apenas 8 na First. Nenhum assento da First se encontra no deck superior mas sim na ponta do deck principal, bem lá na frente (outras companhias que conheço o deck superior é exclusivo da First). Ponto pra Lufthansa.

6976

Vale lembrar que todos os assentos da nova Business da Lufthansa são flat bed, ou seja, viram camas completamente por reclinarem 180 graus. Uma característica marcante desta nova Business é a configuração angulada das poltronas. Cada par de assentos converte para o meio, os pés de quem está deitado nas poltronas. Há separadores de plástico rígido de cerca de 30 cm de altura, mas o espaço é limitado e cada vez que o seu “vizinho” bate o pé nesta peça, você acaba sendo incomodado. No meu caso, meu “vizinho” era minha irmã, então estávamos em casa, do contrário, seria bastante perturbador.

lufthansa-executiva-022

Nas laterais há dois compartimentos grandes para guardar bolsas, mochilas, notebooks, tablets, etc. É bastante útil durante a viagem para organizar seus pertences.

lufthansa-executiva-023

Decolamos no horário previsto de saída de GRU e como já estava escuro, a cabine estava decorada com estes LEDs na cor azul. Pelo que eu pude perceber, é a única cor utilizada por eles. Vale lembrar que azul e amarelo são as cores da Lufthansa, deve ser por este motivo que esta foi a única cor da mood light usada durante todo o voo da ida e da volta. Algumas companhias usam a mood light para simular as cores externas conforme o horário do dia – não é o que acontece na Lufthansa.

lufthansa-executiva-024

Poucos minutos após a decolagem já iniciaram o serviço de bordo para a janta, com a distribuição de toalhas quentes, sucos, mais champagne ou água e castanhas bávaras. Na foto, é possível notar que as mesas já estavam sendo preparadas com as toalhas para o jantar.

Na ida iniciamos a janta como uma entrada de pão, salada e filé de frango com salada de pimentão vermelho e cogumelos shitake. Havia manteiga e molho para acompanhar o pão. O sabor era impecável.

lufthansa-executiva-004

Na volta pedimos pão alemão (extremamente delicioso) e peito de frango com lentilhas para a entrada.

lufthansa-executiva-005

Na ida, optamos pelo filé grelhado com vagens e batata sauté ao molho de cassis. Carne bem apresentada, cozida sob medida, muito macia e saborosa. Havia ainda a opção de pedir peixe ou um prato vegetariano também.

lufthansa-executiva-006

Na volta, escolhemos como prato principal, vitelo com molho de carne acompanhado com gnochi, cenouras e vagem. O prato era saboroso, mas nosso voto vai para o filé da ida. O vitelo, apesar de bem cozido e macio, não tinha um sabor marcante.

lufthansa-executiva-007

Na ida, para finalizar, pedimos uma torta de banana com mousse de leite. Uma delícia. Ganhamos ainda chocolates Lindt.

lufthansa-executiva-008

Na volta, a sobremesa era uma torta de chocolate preto e branco com um creme de morango acompanhado e um chocolate Guylian.

lufthansa-executiva-009

Há algum tempo já tinha ouvido falar que voar pela Lufthansa era uma experiência única graças à equipe de comissários (eles são realmente muito abertos, simpáticos e solícitos) mas não sabia que as delícias à bordo iriam me fisgar para me tornar fã da empresa. Em outras resenhas que li mundo afora, vejo muitos relatos de porções pouco generosas sendo servidas nas classes First e Business e você pode pensar que as fotos se resumem ao serviço de janta em si. Pode acreditar, não é: se você quiser repetir a janta ou a sobremesa é só chamar a equipe que eles terão o prazer em te servir novamente.

lufthansa-executiva-010

 

Quando eu vi isto acontecendo fiquei pasmo e não acreditei! Nunca tinha experimentado algo parecido. Eu mesmo repeti a sobremesa umas três vezes por insistência do próprio comissário. (Não sou guloso, mas é que não dava pra resistir). Para exemplificar o que estou dizendo, além do caso da sobremesa, a poucos assentos de nós, havia um executivo japonês (acredito eu) que cerca de duas horas após servirem a janta, pediu alguns outros pratos e foi atendido. A equipe se mobilizou, arrumou a mesa para o jantar novamente e serviu o passageiro com o que ele havia pedido. Simplesmente fantástico!

lufthansa-executiva-011

Depois de algumas horas de voo, após recolherem todo o jantar, decidi partir para a avaliação do sistema de entretenimento. Cada poltrona possui sua própria tela de LCD com acesso full ao sistema AVOD da Lufthansa, que inclui além do mapa de voo, filmes, músicas, rádio e ainda duas câmeras para acompanhar o voo, sendo uma na parte frontal do avião (próximo ao bico) e outra na parte do dorso do 747 (uma visão do tipo Google Maps).

Uma curiosidade que verifiquei tanto no voo da ida como na volta é que nenhum mapa de voo exibe altitude e nem velocidade da aeronave em relação ao solo. Não há qualquer indicação sobre a aeronave a não ser a posição no mapa. No AVOD, há também vídeos explicativos sobre como utilizar a poltrona, o sistema de internet rápida FlyNet, entre outros.

lufthansa-executiva-013

O controle remoto fica no centro da poltrona, basta abrir e retirar para começar a usar o sistema. No mesmo compartimento há os fones de ouvido, entrada para seu próprio fone de ouvido e uma entrada de cabo de rede caso você não queira usar a Wifi do seu laptop. A tomada está localizada fora deste compartimento.

lufthansa-executiva-014

Os controles das poltronas oferecem posições pré-definidas ou opções para você ajustar conforme sua necessidade. Me lembrou bastante da old Business Class da American Airlines.

Visão da câmera 1 durante a decolagem.
Visão da câmera 1 durante a decolagem

Recebemos um amenity kit de plástico (antiquado) com tapa-olhos, creme de rosto, uma escova de dente, pasta de dente, hidratante labial, meias e tapa ouvidos.

lufthansa-executiva-018

Internet

Uma das novidades mais empolgantes deste novo 747-8 é a possibilidade de você navegar pelo sistema Flynet da Lufthansa em parceria com a T-Mobile. É um serviço de internet de alta velocidade via satélite que já está disponível em 98% da frota da Lufthansa para voos internacionais e que é disponibilizada igualmente para os passageiros das 3 classes (First, Business e Economy) de forma paga.

lufthansa-executiva-016

Pelo que pude perceber, o serviço é excepcional. Durante nossa ida/volta e passagem pelo Oceano Atlântico (cerca de 4 horas de voo) o sinal da internet só foi perdido durante 20 minutos. O restante da viagem era possível carregar de forma rápida, vídeos do Youtube, chats via Skype, Facetime e rádios online. Segundo o chefe de cabine, o único lugar onde o serviço da Lufthansa não funciona é em voos que cruzam o espaço aéreo da China, por questões legais. Neste caso, mesmo que o voo ainda não esteja em espaço aéreo chinês, o sistema não funcionará. (Rotas da Europa para Ásia).

Visão do Upper Deck logo após a janta
Visão do Upper Deck logo após a janta

A comodidade, no entanto, tem um custo um pouco salgado. São 10,95 euros (cerca de R$ 34 reais) para navegar 2 horas ou 19,95 euros (cerca de R$ 63 reais) para navegar 24 horas (útil para quem precisa pegar voos em conexão da Lufthansa dentro da Europa nas horas seguintes ao desembarque internacional). O pagamento pode ser feito via cartão de crédito direto pela página da Flynet (que é liberada para você efetuar o pagamento) ou com milhas do programa Miles & More.

7049

Conclusão
Posso afirmar que me tornei fã da Lufthansa. Já estou prestes a comprar outros bilhetes para a Europa e mesmo sendo um preço, em média, superior às outras companhias, toda a comodidade, conforto e profissionalismo da equipe me convencem a optar por esta empresa. Em nosso voo não houve nenhum imprevisto ou incidente. Como somos viajantes frequentes, temos ciência que diversas coisas geralmente não ocorrem conforme o esperado, mas neste caso nossa viagem de ida e volta com a Lufthansa foi impecável. Uma dica para quem quer voar de Lufthansa e aproveitar o melhor preço é usar a ferramenta da ITA Software, que é gratuita e de fácil manuseio. Através desta ferramenta é possível pesquisar os melhores preços (de verdade) de trechos voando diversas companhias ao redor do mundo, incluíndo a Lufthansa sem a inclusão de taxas nem comissões.

Agradecemos ao Alan por essa fantástica avaliação e por compartilhar conosco suas impressões a respeito da Lufthansa! E você, já voou com a companhia alemã na business class? Conte como foi a experiência nos comentários! Na semana que vem continuamos com nossa série especial de avaliações de classes executivas mundo a fora! Não perca!

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe
  • Cersei Depiladora de opiniões

    Achei chique a página da T-Mobile no computador.

  • Marcio C

    Putz sou fã desse chocolate guyliam! Lá na nova Zelândia onde morava era super barato! Aqui no Brasil é impossível de encontrar 🙁 , pelo menos em Brasília, espero que tenham se divertido! ABS e excelente avaliação!

    • Felipe

      No duty free de Brasília tem.

    • Jorge

      Eu sempre compro algumas caixas no Duty Free, seja pra mim ou pra dar de presente. Não tem quem não goste.

    • Denise

      No Sam’s club vende, mas é item sazonal

  • Tião

    Luftthansa … até hoje foi a melhor companhia que fui a Europa de Economica claro…rs

  • Ernesto Lippmann

    Excelente FR, parabens!!!

  • André Kraemer Góes

    Voei uma vez de LH e também fiquei fã! No meu vôo, serviram cerveja Warsteiner na Econômica, e com direito a repeteco!

    • Luis

      André. No BR você sabé como é. Depende do voo não dá pra servir mais de uma cerveja, pois as pessoas acabam perdendo a compostura no voo, infelizmente. Não vá confundir o povo europeu com o brasileiro. Desculpa a sinceridade, mas é a realidade.

      • Agnaldo

        Que ridículo, cara! Logo se vê que você não tem o hábito nem de viajar, nem de pensar antes de falar!
        O povo brasileiro nem tem costume de exagerar na bebida! Visite a Alemanha e a Escócia para você ver.
        Pare com acusações preconceituosas e descabidas! Complexo de vira-latas!

  • Tony Coelho

    Parabéns, belo relato, bem redigido, tirou todas nossas dúvidas e se atentou a detalhes.
    Belas fotos, até parecem fotos de divulgação da Lufthansa.

    Obrigado!

  • Nelson

    Voei na Business nesse avião de Frankurt para Delhi em Abril desse ano. Acho a melhor Business que ja voei.

  • Tony, obrigado! A maioria das fotos são do Alan e algumas são minhas, mas de divulgação só a primeira, do avião.

    • Francisco Stonis

      Denis, quando quiser posso enviar um relato da Frist deles saindo do Rio!! Da ultima vez utilizei o serviço da FRAPORT em frankfur e foi excelente!!!

  • Tito Bosco

    Belo review, so pulei as partes das refeições por saber que minha janta seria muito a la Francisco de Assis logo mais. rsrrss

  • Sergio Reys

    Luis, acho petulante de sua parte falar assim de brasileiros. Beber e perder a compostura não é perfil exclusivo de brasileiro. Já peguei um voo rápido de Helsinki a Milão em que o cara bebeu muito e ficou dando chilique dentro do avião. E tantos outros vôos tambem vi passageiros alterados. Detalhe, em nenhum deles era um brasileiro…

  • Vinicius Rocinski

    A parte da comida foi o que mais chamou atenção… A unica executiva que tinha voado com comida farta foi a da Alitalia. Acho um absurdo companhias como a TAM onde frequentemente não tem determinado prato do cardápio simplesmente porque acabou, principalmente quando está sentado nas ultimas fileiras da executiva. Na Air France tive o mesmo problema.

    • Alan Vargas

      Vinicius, geralmente as opções são limitadas mesmo. Eles não podem colocar toda comida a bordo porque seria um desperdício, entende? Imagina se existe 3 opções de pratos no cardápio, ou 5 ou 7… Teria que multiplicar pelo número de passageiros para garantir que “todos” recebam o que prato que desejar… A melhor forma de evitar isto (e que eu sempre faço) é reservar seu prato via internet. Muitas companhias como a American Airlines (EUA), United (EUA), Lufthansa (Alemanha), Swiss (Suiça) só pra citar as que tem vinculo mais forte com o Brasil, oferecem este tipo de serviço. Ao fazer sua reserva eles disponibilizam já no site com 30 dias de antecedencia o voo a possibilidade de você escolher o prato. Desta forma, eles gravam isto e repassam para o pessoal de solo embarcar o prato escolhido. Sempre funcionou comigo. 😉

  • Luiz Jorge Bolognesi

    Show!! Parabéns

  • OrderandProgress

    Aqui no Brasil poucos seres mortais temos dinheiro para voar na Business de qualquer empresa!! Estes posts só criam inveja.

  • Rodrigo

    E sobre a estabilidade da aeronave? Tenho muita curiosidade por voar nessa aeronave e saber como ela se comporta na travessia do Atlântico.

    • Alan Vargas

      Ele é um mega avião mas mesmo assim a natureza é maior que qualquer avião. Você sente as turbulências, etc mas nada muito diferente dos grandes 777, por exemplo. É bastante confortável.

  • Matheus

    Lufthansa 7 x 1. Brincadeiras a parte, realmente a companhia Alemã é de se invejar, serve de exemplo para as outras companhias.

  • Alan Vargas

    É a T-Mobile que oferece o serviço de conexão via internet a bordo. Por isso tava aberta…rs

    • Cersei Depiladora de opiniões

      Me diz uma coisa, como é a conexão WIFI no avião?? Tenho muita curiosidade.

      É um “3G” da vida? Ou parece um WIFI/Cable mesmo? É possível uma conversa por vídeo no Skype, por exemplo?

      Bom dia.

      • ronald

        você não leu o texto não?

        “Pelo que pude perceber, o serviço é excepcional. Durante nossa ida/volta e passagem pelo Oceano Atlântico (cerca de 4 horas de voo) o sinal da internet só foi perdido durante 20 minutos. O restante da viagem era possível carregar de forma rápida, vídeos do Youtube, chats via Skype, Facetime e rádios online”.

        • Cersei Depiladora de opiniões

          Fiz leitura dinâmica e perdi essa parte. Desculpa 🙁

  • Cristina

    Belo relato, Alan. Eu ainda não voei na executiva deste avião, mas voar de executiva da Lufthansa é uma experiência à parte. Minha rota preferida é Munique-São Paulo. Eles são muito profissionais em tudo, principalmente se houver algum imprevisto (atraso, cancelamento). A comida é boa e o atendimento sempre gentil. A seleção de vinhos é excelente. Por isso acho que vale a pena pagar um pouco mais e voar Lufthansa. Como moro na Alemanha, sempre dou preferência pra Lufthansa, que também às vezes tem preços excelentes, inclusive para o Brasil.

  • vitor

    Excelente relato!! Eu fiz esse voo em julho para vir para a Ásia e peguei a nova business da Lufthansa do Brasil pra Frankfurt e depois para Shangai no novo A380(eu ia mandar esse relato mas acabei esquecendo haha). Excelente companhia. Dei sorte pois conseguir ida Brasil-China de Business por apenas 75k no lifemiles(pagando metade do preço com as promoções que aparecem!)