Como é voar na Ethiopian Airlines

Redação 8 · maio · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A Ethiopian Airlines – ou የኢትዮጵያ አየር መንገድ se preferirem – é a companhia aérea oficial da Etiópia e mais nova ligação entre o Brasil e a África. A companhia opera desde o ano passado um voo de São Paulo e Rio de Janeiro a Lomé e Addis Abeba, que a partir deste mês deixará de fazer escala no Galeão. O grande diferencial do voo é o Boeing 787 Dreamliner, o avião mais moderno do mundo – a Ethiopian é a única companhia a operar no Brasil com o jato. Como muitos, nosso leitor Felipe Silva aproveitou os bons preços da companhia para destinos no Oriente e Ásia embarcou com destino a Tel Aviv. Veja como foi a experiência:

Uma viagem até então inesperada. Nunca tinha viajado para fora do Brasil e pensava que a primeira vez seria Estados Unidos ou até mesmo Europa, mas fui parar em Israel. Um grande amigo me convidou para o seu casamento, em Tel Aviv, então eu e mais um amigo decidimos encarar a aventura.

avaliacao-ethiopian

A escolha da Ethiopian Airlines foi simplesmente pelo preço mesmo. Havia pesquisado por passagens da KLM, Lufthansa, Turkish e algumas outras, mas as conexões pela Europa estavam bem caras. Então descobri que a Ethiopian estava começando a voar para o Brasil e estava com uns preços bacanas. Nessa pesquisa, descobri que o voo seria no belo Boeing 787 Dreamliner.

Compra

Fiz as pesquisas pelo site, que até então só vendiam em dólar. Continuando a pesquisar e definindo as datas, fiquei sabendo que primeiro seria feita uma reserva e depois seria confirmado pela empresa para pagamento. Porém, acabei fazendo a compra com uma agência de viagens que foi indicada.

Os voos da ida:

Confins > Galeão (Boeing 737-700)
Galeão > Guarulhos
Guarulhos > Lomé – Togo
Lomé – Togo > Addis Abeba – Etiópia
Addis Ababa – Etiópia > Tel Aviv (Boeing 737-800)

Ufa! Isso mesmo, passamos por 6 aeroportos.
Em Lomé, no Togo, foi apenas escala. Já em Addis Abeba, a conexão.
A volta foi pelos mesmos aeroportos, com exceção de Guarulhos.

Tempos de voo

GIG > GRU – 1 hora + 1h30 para limpeza, troca da tripulação e embarque
GRU > FLW – Aproximadamente 7 horas + 2 horas no aeroporto
FLW > ADD – Aproximadamente 4 horas e meia + 2 horas de conexão
ADD > TLV – Aproximadamente 4 horas

Check-in e embarque

Boeing 787 Dreamliner no aeroporto Galeão
Boeing 787 Dreamliner no aeroporto Galeão

Bem tranquilo e rápido o check-in. Atendimento organizado e no momento que cheguei, poucas pessoas na fila. O voo saiu bem vazio do Rio, lotando mesmo em São Paulo.

O embarque no Rio também foi tranquilo, mas em Addis Abeba o pessoal não tenta organizar a fila, daí gera uma confusão que fica mais desorganizado que no Brasil.

Na volta, a checagem de malas em Tel Aviv é muito rigorosa, inclusive para as bagagens despachadas, mas o check-in foi bem rápido.

avaliacao-ethiopian

O 787 Dreamliner

Após alguns meses de ansiedade para viajar no Dreamliner, chegou o dia! O avião é bem grande, mas impressiona mesmo por dentro. Bagageiro grande, as mudanças de luz conforme horário do dia e teto alto, dando uma boa impressão de espaço.

Ele é realmente bem silencioso. Tenho dificuldade de dormir em avião, principalmente pelo barulho, mas consegui dormir muito bem.

avaliacao-ethiopian-

Outra coisa bacana são as janelas que escurecem eletronicamente. Após o amanhecer, todas já foram escurecidas para maior conforto dos passageiros. Quanto ao espaço na poltrona, achei confortável, mas eu sou baixo, então facilita. Para quem é mais alto, fica bem apertado.

A Ethiopian

Para sair do Rio, houve um atraso e com isso bateu uma fome ao chegar em São Paulo. Com a tripulação trocada em São Paulo, conseguimos um pão com manteiga para segurar.

Por volta de uma hora após a decolagem, foi servido o jantar. Bem gostoso por sinal.
Carne com purê de batata e cenoura. Salada simples e uma tortinha de limão. A outra opção era peixe.

avaliacao-ethiopian-refeicoes

Para o café da manhã, serviram omelete com tomate e batata, uma salada de frutas, pão com manteiga e croissant com geleia.

Entre Lome e Addis, foi servido almoço. Frango ou peixe, entre outros itens e sobremesa. Já no trecho até Tel Aviv foi servido arroz temperado e frango. Após cada refeição, ainda serviram café e chá. Na volta, não mudou muito o cardápio.

avaliacao-ethiopian-addis-abeba

Na conexão em Addis, na volta, esperamos 6 horas pelo voo. Então nos ofereceram um descanso em um espaço com sofá, wifi e café da manhã. O aeroporto não é confortável e bem simples. As comissárias são bem simpáticas. O inglês do pessoal que é meio complicado, mas o básico vai tranquilo.

18

Bem variado as opções de filmes, séries e músicas. Tem alguns jogos que dá pra jogar “em rede” com outro passageiro. Deu pra curtir muita coisa enquanto estava acordado.

avaliacao-ethiopian-entretenimento

Conclusão

Como disse no início, não tenho experiência com viagem internacional, então fico sem referências. Mas a avaliação é boa. Uma coisa bem chata, é que alguns passageiros esquecem de usar desodorante antes de viajar e fica um pouco desconfortável. Em Addis também, pouco conforto e pouco confuso, mas nada demais. Algumas pessoas no voo comentaram de outras companhias, com alguns luxos a mais, porém mais caras. Mas também não reclamaram da Ethiopian.

Agradecemos ao Felipe por essa ótima avaliação, que com certeza vai tirar muitas dúvidas dos leitores sobre os serviços da Ethiopian. Vale dar uma olhada também na nossa avaliação do primeiro voo da Ethiopian no Brasil e nas avaliações do nosso Guia de Companhias Aéreas, onde vocês também podem dar sua opinião sobre a companhia etíope! 

 

Autor

Redação - redacao