Como é voar na Ethiopian Airlines

Redação 8 · maio · 2014

A Ethiopian Airlines – ou የኢትዮጵያ አየር መንገድ se preferirem – é a companhia aérea oficial da Etiópia e mais nova ligação entre o Brasil e a África. A companhia opera desde o ano passado um voo de São Paulo e Rio de Janeiro a Lomé e Addis Abeba, que a partir deste mês deixará de fazer escala no Galeão. O grande diferencial do voo é o Boeing 787 Dreamliner, o avião mais moderno do mundo – a Ethiopian é a única companhia a operar no Brasil com o jato. Como muitos, nosso leitor Felipe Silva aproveitou os bons preços da companhia para destinos no Oriente e Ásia embarcou com destino a Tel Aviv. Veja como foi a experiência:

Uma viagem até então inesperada. Nunca tinha viajado para fora do Brasil e pensava que a primeira vez seria Estados Unidos ou até mesmo Europa, mas fui parar em Israel. Um grande amigo me convidou para o seu casamento, em Tel Aviv, então eu e mais um amigo decidimos encarar a aventura.

avaliacao-ethiopian

A escolha da Ethiopian Airlines foi simplesmente pelo preço mesmo. Havia pesquisado por passagens da KLM, Lufthansa, Turkish e algumas outras, mas as conexões pela Europa estavam bem caras. Então descobri que a Ethiopian estava começando a voar para o Brasil e estava com uns preços bacanas. Nessa pesquisa, descobri que o voo seria no belo Boeing 787 Dreamliner.

Compra

Fiz as pesquisas pelo site, que até então só vendiam em dólar. Continuando a pesquisar e definindo as datas, fiquei sabendo que primeiro seria feita uma reserva e depois seria confirmado pela empresa para pagamento. Porém, acabei fazendo a compra com uma agência de viagens que foi indicada.

Os voos da ida:

Confins > Galeão (Boeing 737-700)
Galeão > Guarulhos
Guarulhos > Lomé – Togo
Lomé – Togo > Addis Abeba – Etiópia
Addis Ababa – Etiópia > Tel Aviv (Boeing 737-800)

Ufa! Isso mesmo, passamos por 6 aeroportos.
Em Lomé, no Togo, foi apenas escala. Já em Addis Abeba, a conexão.
A volta foi pelos mesmos aeroportos, com exceção de Guarulhos.

Tempos de voo

GIG > GRU – 1 hora + 1h30 para limpeza, troca da tripulação e embarque
GRU > FLW – Aproximadamente 7 horas + 2 horas no aeroporto
FLW > ADD – Aproximadamente 4 horas e meia + 2 horas de conexão
ADD > TLV – Aproximadamente 4 horas

Check-in e embarque

Boeing 787 Dreamliner no aeroporto Galeão
Boeing 787 Dreamliner no aeroporto Galeão

Bem tranquilo e rápido o check-in. Atendimento organizado e no momento que cheguei, poucas pessoas na fila. O voo saiu bem vazio do Rio, lotando mesmo em São Paulo.

O embarque no Rio também foi tranquilo, mas em Addis Abeba o pessoal não tenta organizar a fila, daí gera uma confusão que fica mais desorganizado que no Brasil.

Na volta, a checagem de malas em Tel Aviv é muito rigorosa, inclusive para as bagagens despachadas, mas o check-in foi bem rápido.

avaliacao-ethiopian

O 787 Dreamliner

Após alguns meses de ansiedade para viajar no Dreamliner, chegou o dia! O avião é bem grande, mas impressiona mesmo por dentro. Bagageiro grande, as mudanças de luz conforme horário do dia e teto alto, dando uma boa impressão de espaço.

Ele é realmente bem silencioso. Tenho dificuldade de dormir em avião, principalmente pelo barulho, mas consegui dormir muito bem.

avaliacao-ethiopian-

Outra coisa bacana são as janelas que escurecem eletronicamente. Após o amanhecer, todas já foram escurecidas para maior conforto dos passageiros. Quanto ao espaço na poltrona, achei confortável, mas eu sou baixo, então facilita. Para quem é mais alto, fica bem apertado.

A Ethiopian

Para sair do Rio, houve um atraso e com isso bateu uma fome ao chegar em São Paulo. Com a tripulação trocada em São Paulo, conseguimos um pão com manteiga para segurar.

Por volta de uma hora após a decolagem, foi servido o jantar. Bem gostoso por sinal.
Carne com purê de batata e cenoura. Salada simples e uma tortinha de limão. A outra opção era peixe.

avaliacao-ethiopian-refeicoes

Para o café da manhã, serviram omelete com tomate e batata, uma salada de frutas, pão com manteiga e croissant com geleia.

Entre Lome e Addis, foi servido almoço. Frango ou peixe, entre outros itens e sobremesa. Já no trecho até Tel Aviv foi servido arroz temperado e frango. Após cada refeição, ainda serviram café e chá. Na volta, não mudou muito o cardápio.

avaliacao-ethiopian-addis-abeba

Na conexão em Addis, na volta, esperamos 6 horas pelo voo. Então nos ofereceram um descanso em um espaço com sofá, wifi e café da manhã. O aeroporto não é confortável e bem simples. As comissárias são bem simpáticas. O inglês do pessoal que é meio complicado, mas o básico vai tranquilo.

18

Bem variado as opções de filmes, séries e músicas. Tem alguns jogos que dá pra jogar “em rede” com outro passageiro. Deu pra curtir muita coisa enquanto estava acordado.

avaliacao-ethiopian-entretenimento

Conclusão

Como disse no início, não tenho experiência com viagem internacional, então fico sem referências. Mas a avaliação é boa. Uma coisa bem chata, é que alguns passageiros esquecem de usar desodorante antes de viajar e fica um pouco desconfortável. Em Addis também, pouco conforto e pouco confuso, mas nada demais. Algumas pessoas no voo comentaram de outras companhias, com alguns luxos a mais, porém mais caras. Mas também não reclamaram da Ethiopian.

Agradecemos ao Felipe por essa ótima avaliação, que com certeza vai tirar muitas dúvidas dos leitores sobre os serviços da Ethiopian. Vale dar uma olhada também na nossa avaliação do primeiro voo da Ethiopian no Brasil e nas avaliações do nosso Guia de Companhias Aéreas, onde vocês também podem dar sua opinião sobre a companhia etíope! 

 

Publicado por

Redação

redacao

  • Eu prefiro የኢትዮጵያ አየር መንገድ.

  • Viajei no final do ano para Bangkok pela Ethiopian. Paguei 1300 dólares. A viagem até Addis Abeba com o Boeing 787 é muito boa, mesmo com a parada em Lome, no Togo. Entretanto, é triste ver que, conforme relatos, algumas aeromoças comiam os restos das comidas dos passageiros, durante a viagem. O Aeroporto de Addis Abeba consegue ser pior que os aeroportos brasileiros. Incrível! Desorganizado e permite que as pessoas fumem no interior do Aeroporto. Em alguns lugares, fui mal atendido por funcionários da Companhia Aérea. A Aeronave que fazia o vôo Addis Abeba – Bangkok parecia mal cuidada (Boeing 767 antigo, com carpetes soltos, etc.) No retorno ao Brasil, como mencionou o colega, percebi que muitos passageiros precisavam de um desodorante…

    • Bem lembrado Emerson, o pessoal fuma no aeroporto. Tem uma área de fumantes mas não é fechada, é apenas um cercadinho que não adianta.
      O Voo entre Addis e Tel Aviv o avião não tava muito legal também. E tem esse pessoal faltando usar um desodorante né?
      Abraços

    • Tomas

      Cara fiz a mesma viagem neste ano em janeiro, porém só de ida, depois na volta voltei por outro lugar.
      Dentro da Ethiopian existe 2 mundos, o super moderno com o Dreamliner e o antigo com as aeronaves antigas e mal cuidadas, como esse 767.
      Quando entrei nesse 767 vou te dizer que me deu uma agonia, com aquelas TV's de tubo nas fileiras do meio.. hehehe mas só de pensar que esse avião faz essa viagem todos os dias de ida e volta e ainda vai para kuala lumpur e nunca se ouviu falar de problemas, isso me deixou mais tranquilo.
      Eu voltaria a viajar pela Ethiopian sem pensar se for pelo Dreamliner, nos outros aviões somente se não tiver outra opção ou se tiver com uma promoção muito boa.

      • Fernanda

        Verdade! O vôo GRU-ADD foi ótimo! Nada a reclamar! Já o vôo até Bangkok foi terrível! Avião velho e mal cuidado!

    • Gustavo

      gente, COMO ASSIM as comissárias comem os restos da comida dos passageiros? =O

      • Isso foi o relato de uma passageira que se sentou nas cadeiras próximas à saída de emergência.

      • Duvido que seja verdade

        • Gustavo

          tomara né hahaha

      • Gabriel Previato

        Etiópia, né?

    • Manuela

      Voltei de Dubai pela Ethiopian em janeiro, a principio iriamos também de Ethiopian mas graças ao bom Deus 2 dias antes mudamos a ida e fomos pela Turkish. A experiência não foi péssima, mas de fato se tiver outra opção vou preferir. Os voos estavam cheios até pelo preço que estava bem abaixo das outras, o serviço é bom, porém tem muitos passageiros que assim como já foi comentado tem uma cultura que não inclui banho diário e o cuidados diários que a maioria dos brasileiros tem. A experiência no aeroporto de Addis Ababa é um "show" a parte, tentamos comprar no freeshop quase fomos postos para fora, as funcionárias todas mal vestidas e desarrumadas (o que já chama atenção por si só) estavam conversando e dando risadas altas e assim ficaram, quando pedimos uma informação sobre o produto que queríamos comprar, quase fomos expulsos de lá por interromper o papo, o que me deu um acesso de riso pela situação, gerou mais revolta ainda das funcionárias, mas não tinha como conter o riso diante de fato tão fora da realidade. Visitamos as 2 salas VIPs da Ethiopian no aeroporto, ambas sujas, o tapete dá nojo sujo de comida que já está grudada, de fato pode fumar e eles jogam a cinza muitas vezes no chão. De volta ao avião nos surpreendemos com a parada no Togo que a principio seria só uma parada técnica, mas na realidade existe embarque e desembarque de passageiros. De volta ao Brasil já não achei Guarulhos tão ruim assim. Não é horrível voar pela companhia, mas se a diferença de preço não for muito grande eu optaria por um voo com menos paradas e que as paradas sejam em lugares mais estruturados.

    • Roberta

      Realmente o aeroporto é deprimente…

    • marfrise

      Ola vou viajar p/ Roma, com a companhia Ethiopian; Vou fazer parada em Lome, e Addis Abeba,vc q ja viajou e fez essas paradas pode me informar se preciso tirar visto/transito, e qual valor, ou tem alguns outros requisitos q precisamos ter?
      desde ja obrigada!

      • ROberto Jefferson

        Acabei de voltar de Roma pela Ethiopian. Preco bom, tempo em Addis Ababa curto de espera, escala em Lomé, sem descer do avião.
        Achei interessante quando comprei, mas não repetiria a maratona. Dez horas de viagem que um voo direto. Apesar dos aviões serem bons e o serviço de bordo não ser ruim no que se diz respeito a bebidas, a comida tem um tempero típico local que eh dificil de engolir, a viagem acaba sendo cansativa demais. O sistema de entretenimento a bordo deixa a desejar, a população local que pega o voo de modo geral é bem suja e mal educada, furam a fila do banheiro sem a menor cerimonia pra falar o mais simples. Por sorte viajamos sem ninguém sentado ao lado, mas logo pra trás tinham dois locais com cheiro de quem não tomava banho ha pelo menos 15 dias.
        No aeroporto o banheiro eh extremamente sujo. Furar fila costuma ser extremamente de rotina. Eram 3 pias para lavar o rosto e escovar os dentes. Enquanto vc escova o dente, nas pias ao lado as pessoas colocam o pé dentro delas para lava-los antes de ir para sala de oração. Saia tanta terra pra td q eh lado da pia, eu escovando o dente não conseguia conter o nojo daquela agua suja vindo na minha direção. E isso eh rotina. A sala de oracao era ao lado e 100% dos locais entravam no banheiro minúsculo para lavarem os pés. Acredito que se a religião exige tal coisa, poderia ter uma área própria so pra esse fim, mas não dentro da pia.
        Comer no aeroporto tb eh um problema. Td eh ruim e caro, mais caro que aeroporto do Brasil.
        Em resumo, no voo de ida aprendemos a licao, no voo de volta usamos so o banheiro do avião que ainda conseguia ser melhor que o do aeroporto, e compramos lanche pra não passar fome durante a viagem.
        Se vc realmente nao tiver condição de esperar uma promoção de outra companhia, ou se não tem dinheiro pra completar a viagem, não deixe de conhecer a Europa so pelo voo ser da Ethiopian, pois pelo menos o voo foi tranquilo.

        • Chrystian Bisi

          A mala é 32kg ou 23 liguei pro service desk americano e me informaram ser 23 na economica

      • Talita Morais

        Tenho a mesma dúvida que vc. Precisa de visto? Vc conseguiu essa resposta?

        • Rejane

          Preciso de visto para conexao de 3 horas em Addis? Alguem sabe me infornar se preciso passar pela imigracao em Addis em conexao para Nova Delhi?

        • Carlos Henrique Rostock

          Não precisa de visto para passageiros em transito.

    • Eloy C Neto

      gostaria de saber se preciso de visto para ir para lome sei que para ethipioa nao precisa visto de transito

  • MTorres

    Cara, essa parada do desodorante é tenso. De fato rola mesmo. Cultural.

  • Fiz uma viagem do Rio para Roma pela Ethiopian no ano passado, logo no início das operações da companhia no Brasil. A exemplo da experiência do Felipe o embarque foi bem tranquilo mas o check-in tanto no Rio quanto em Roma foram complicados. O sistema deles não conseguia emitir o bilhete do trecho seguinte (Addis Abeba – Roma na ida e Addis Abeba – Rio) na volta. E o aeroporto de Addis Abeba, como bem colocado, não é um exemplo de modernidade. Mas avalio como boa a experiência de voar com a Ethiopian e voaria novamente. As comissárias são bem simpáticas e o serviço de bordo é razoável. Julgo uma boa opção custo-benefício.

    • Nesse ponto de emissão dos bilhetes, não tive problema. Devem ter corrigido esses problemas de início.

  • evandro

    Faltou mencionar o valor pago pela passagem… Ficou essa curiosidade no ar

  • DESODORANTE hahahahahah

    • É tenso amigo. Sabe aquela galera que trabalha o dia inteiro na obra e sai naquela maré?

      • André

        Pelo menos o avião é grande e quase sempre sobra lugar e dá pra trocar. Você precisa pegar um American Airlines entre Port.-au-Prince e Miami. São duas horinhas de voo cheirosas.

  • Everton Lopes

    O cheiro no vôo realmente incomoda. Tive esse desprazer, as pessoas não usam desodorante

  • THIAGO

    Gente, não é que as pessoas não usem desodorante, é que o cheiro delas é diferente do nosso cheiro. Galera da África também tem uma percepção de que nós somos bem fedorentos.
    Quando estive no Quênia e na África do Sul, conversando com algumas pessoas, chegamos a essa conclusão.

    • Perfeito Thiago, que isso fique bem frisado. Viajei com a Ethiopian uma vez e umas 8 ou 9 vezes com South African. A SA, quem já viajou sabe, costuma (pelo menos fazia isso pois faz mais de dois anos que viajei pela última vez com a companhia) no início, antes da decolagem passar com um spray espirrando por todo o avião, para amenizar o efeito acima citado.

      • Gilberto P Filho

        Isso nada tem com odor das pessoas, esse spray é para doenças transmitidas através de insetos, tipo mosquito, febre amarela, dengue e outras.

        • Adriana

          Kkkkk, e o cara e viajado, imagina se nao fosse, pra achar q e perfume!!!! Kkkkkkkk cada uma!!!!!

        • Até hoje só presenciei esse tipo de spray em um voo da Tam para BsAs, achei bastante desagradável pois foram apontados quase que para a cara dos passageiros… De qualquer forma, foi informado pelo sistema de som, que seria realizada a desinfecção e descontaminação da aeronave antes da abertura de portas.

          • Giovana Marqueze

            Sou comissária de bordo e chamamos isso de “Fumigação”. É exigido por determinados países que isso seja feito pouco antes da decolagem justamente para controle de pragas. O cheiro é ruim, mas nao é prejudicial à saúde. Não é como Baygon, por exemplo. Isso não é invenção da TAM ou coisa de brasileiro. É exigência dos países para onde aquele determinado voo está indo.

          • Obrigado por compartilhar conosco, Giovana.

        • Henrique

          Sim… já fui do Rio para Paris duas vezes com a AirFrance e nas duas rolou o sprayzinho antes da decolagem.

      • André

        Vim de Dubai e até na Emirates colocam esse spray. Por favor, não pense que é perfume.

        • JA340

          No voo da Tam de São Paulo-New York só no voo de ida rolou sprayzinho. Deviam estar com medo do Brazil ser cheio de doença e o EUA n”ao ser

    • Manuela

      Na realidade é cultural, algumas pessoas vem de outras regiões da Africa, Asia e até Europa que não tem costume de tomar banho diariamente então eles tem um cheiro muito forte e que não estamos acostumados. Tem que rezar para não estar perto dos Indianos, mtos mesmo na Executiva quando tiram o sapato o "bicho pega".

      • Brunno

        isso tem a ver um pouco com a alimentação, Habitos alimentares diferentes provocam odores diferentes nas pessoas, porém já convivi com indianos e eles não escovam o dente, ao invés disso mascavam semente de cardamomo para o hálito, mais n adiantava mto, mesmo pq o cardamomo tem um cheiro forte tmb.

  • Edgar

    Parabéns pelo relato Felipe!
    Daqui um mês pegarei esse voo. Gostaria se saber se devemos sair do avião em Lomé. Ou essas 2 horas de espera passa-se dentro do avião? Muito obrigado!

    • É só escala em Lomé. Fica dentro do avião. E a partir do dia 26 de Maio ela não mais estará passando pelo Rio de Janeiro. Ruim para o pessoal do Rio. Bom para o pessoal de SP, pois o voo que chegava por volta da meia noite, vai chegar por volta das 20 horas.

  • jose

    Grande e útil dica. Pretendo , se Deus quiser , ir a Israel em breve e vou checar esta cia. Aérea. Obgd Felipe

  • Helio

    Por isso optei viajar pro Líbano pela Qatar, suspeitava que nessa haveria reclamações de mau cheiro. O barato sai de péssima qualidade.

    • Pegue os Qatar que vem e vão pra India… deixa Ethiopian cheiroso perto deles.

  • Jonathan

    Aparentemente, a melhor forma de ir ao continente africano continua sendo a South African já que, pelo menos, o aeroporto de Johanesburgo é um local agradável.
    A questão do cheiro realmente é um ponto muito relevante. Concordo com o ponto de que as pessoas tem cheiros difeferentes mas acredito que desodorante faz efeito para todas.

    • Tomas

      Não concordo, eu voltaria a viajar pela Ethiopian com certeza. O Dreamliner da Ethiopian foi um dos melhores aviões que já viajei na vida, com preço mais em conta que South Africa não tem nem o que pensar e ir de Ethiopian

    • Viajei pelas 2 companhias. Duas vezes pela South African. Quanto ao vôo para a África, achei a aeronave da Ethiopian (Boeing 787) muito superior à da South African. Nos vôos para o Brasil, sequer havia entretenimento individual. Isso num vôo diurno de 10 horas de Joanesburgo para São Paulo é terrível.

  • Voei com a Ethiopian até Hong Kong, no vôo inaugural da companhia no Brasil. Emiti com pontuação, então o custo foi irrisório. Lembro de ter achado poucas as opções de entretenimento GRU-ADD, mas infelizmente a aeronave no vôo ADD-HKG não tinha tela individual – o ponto positivo era o baixo número de passageiros, o que possibilitou que vários pudessem se acomodar em fileiras inteiras.

    • Eu farei Essa viagem parando em Addis Abeba, você sabe me dizer se passageiros em transito precisam de visto? de lá eu vou pra Hong Kong, obrigado!

      • Thiago.
        Não é necessário visto para quem está em trânsito em Adis Abeba.
        Como irei ao Egito, com escala na Etiópia, tinha a mesma dúvida e localizei a resposta num tópico da mochileiros.com.
        &lt ;http://www.mochileiros.com/europa-pela-ethiopian-com-conexao-em-addis-abeba-t95149.html#p951049>

        Abraço

        • victor

          Ola a moça da agencia de viagem ñ soube me informar se precisa de visto/transito ou alguma vacina, cartão de credito ou algum requisito pois vou p/ Roma e faço parada em Addis Ababa e Lome. Alguém pode tirar minhas duvidas porfavor.
          Obrigado!

  • Fernanda

    Também achei bem positiva a experiência na Ethiopian, ainda mais considerando o preço! Gostei das refeições e do entretenimento a bordo (muitas opções de filmes, música, jogos e entrada usb para carregar o celular).

  • Meu Deussss do céu, você pensa que está no Reino da Subaqueira, o avião inteiro numa catinga de subaco, eu olhava para o meu amigo e ele pra mim e começamos a cheirar debaixo dos nossos braços pra ver ser era a gente, kkkkkkkk, se perguntar sobre desodorante pra eles, eles vão dizer: desodo o que? As aeromoças são simpáticas, mas de todas as companhias que já viajei, essa foi a pior. As luzes não se apagaram para se tentar dormir, a poltrona descia pouco, o rango até que estava bom mas, a subaqueira, mermão, junte o metrô das seis com um ônibus lotado, estilo "Irmãos Gêmeos, ativar!" que você vai ter uma idéia do que estou falando!!!

    • Kkkkkkkk, pq todo mundo está falando isso? O preço da passagem é muito bom. Entrei pra saber se era um avião seguro,e tal .

  • Andre

    Pessoal, pra qual email envio a minha descricao de voos em companhias aereas menos conhecidas?

  • Clodorencio

    Falando em subaqueira, lembro que uma vez conversando com um camarada que trabalha atendendo os aviões no Galeão, ele me contou que o avião da TAAG (de Angola) é conhecido como "bode cheiroso", em alusão também ao logotipo da empresa. E ambos (bode e cheiro desagradável) miseravelmente combinam…
    Creio que este voo da Ethiopian deva ter lá seus apelidos.

  • fernando

    Viajamos para Guangzhou na China no ano passado pela Ethiopian, não por opção, mas porque as outras companhias já estavam com os voos lotados! Nunca mais pretendo viajar por essa companhia! O avião é muito bom, moderno, mas o serviço de bordo é médio para razoável no máximo. Pularam uma refeição, muitas pessoas ficaram com fome. O aeroporto de Addis Abada é um caos! Pouquíssimas opções de alimentação, ingles 0, pessoas fumando, vc se sente muito inseguro lá dentro! Além do mais, como o amigo comentou, muitas pessoas se esquecem de tomar banho e passar desodorante, depois de 4, 5 horas de voo,a vontade de vomitar é imensa! E pra piorar, no em embarque da china pro Brasil, a companhia fez uma confusão com as nossas malas, resumindo, chegamos em São paulo as 11:30 da noite, nossa conexão era somente no outro dia e tivemos que passar uma noite e sampa sem nada, sem roupas, produtos de higienie, enfim, porque nossas malas não embarcaram com a gente. Fomos pedir um auxilio para a Ethiopian, e depois de muita discussão, escutamos a funcionária dizer que a culpa era nossa por termos despachado as malas! Bom, além de tudo isso, depois de 2 dias as malas chegaram no Brasil, mas como já é de praxe, em São Paulo nossas malas foram depenadas pelos funcionários, roubaram quase tudo! Quando chegou em Floripa, nosso destino final, estavam quase vazias e todas destruídas! E o que a Etiopian fez, nada! Não recomendo pra ninguém, pior companhia que já viajei em toda a minha vida!

    • Gabriel

      Fernando neste caso que tu falou vai facilmente um processo contra a compania e isso ai e' caso ganho certo. Ja ganhei processo por menos coisa de compania aerea. Se informe com o advogado.

  • Fiz esse trecho no dia da inauguração, acho que julho/2014 (GRU>ADDIS). Ganhei upgrade pra execuriva, estavam dando pros 20 primeiros que fizessem check-in. Teve também um cocktail no portão de embarque, minutos antes. TOP

  • MTorres

    Quem fala que o cheiro é diferente deve ter problemas. É fedor de quem fica sem desodorante o dia todo. Isso não é cheirar diferente. Visite a India e perceba “cheiro” diferente. Emirados arabes a mesma coisa. Agora la é fedor. Quem ja ficou sem desodorante e transpirou reconhece na hora. FEDOR DEMAIS.

    Ainda não fui pela TAAG, mas imagino. Ethiopian tb não. Mas ja tive varios africanos ao meu lado em voos internacionais e eles curtem não usar desodorante mesmo.

  • dolores

    Não é só essa aeroline; Ja viajei 4 vezes pela Emirates e as aeromoças estão pedindo demissão. O tal odor cultural no voo pra Indonesia os surfistas quase agrediram pessoas. Não justifica mas é insuportavel e a Catar tb

    • André Marinho

      Nossa trabalhei na Europa com um Indonesiano e quase morria com o cheiro dele, mas tinha outros que cheiravam normal!

  • As aeromoças não eram nem um pouco simpáticas, aliás, como não são os funcionários do aeroporto de Addis Abeba. Com certeza para se firmar como hub na África, a Ethiopian vai ter que investir na infraestrutura do aeroporto. As lojas bem capengas e o free shop nem se fala. Passar 7 horas esperando o vôo para Bangkok foi bem demorado e bagunçado.

  • Tatiana Wolff

    Minha experiência não foi muito boa não. A começar pelo precário atendimento no momento do pós-compra, caso você precise fazer alguma modificação. Depois de vários emails não respondidos, meu marido mandou um email bem grosseiro e sarcástico e aí eles se dignaram a responder.
    O avião é legal, mas deu problema em algumas TVs, que ficaram sem funcionar. Isso no voo GIG-ADD, porque o avião que foi pra BKK era uó! Ainda mais apertado e bem velho! Muito desconfortável para uma viagem longa e noturna.
    A comida achei mais ou menos, e tinha um arroz apimentado que Deus me livre! Eu gosto de pimenta, meu marido tolera mais que eu, e mesmo ele achou ruim de comer!
    Também pegamos umas comissárias bem grossinhas, não gostei não.
    Outro problema, não limparam os banheiros na escala em Lomé, vocês imaginem o estado depois de um voo tão longo… Sem falar que tinha banheiro interditado (já saiu assim) na ida e na volta, na volta eram dois!!! E fora os interditados, tinha um sem água. Foi bem trash…
    O check-in em Bangkok foi o caos! Só abriram faltando muito pouco tempo, horrível! E aí ficou aquela fila enoooorme, todo mundo esperando pra despachar as bagagens! Péssimo pra quem quer usar as salas vip na área do embarque! E vi uma grosseria da atendente que nunca vi na vida! Sério, deu vontade até de me meter pra dar uma boa resposta! Francamente, eles têm que investir MUITO em treinamento de pessoal pra conquistar público…
    O aeroporto de ADD é horrível! Velho, pobre, com pessoas estranhas… Não tem UM lugar decente pra comer, levem um lanche! E tudo caro! Conseguir uma tomada é um martírio. Na volta, não tinha água nos banheiros!!!! Tive que usar álcool gel e água de beber para escovar os dentes! É meio desorganizado também, ficamos meio perdidos na hora do embarque. Quando fui em um banheiro mais distante pra ver se lá tinha água, foi só o tempo de entrar e virar pra sair e tinha um homem na porta olhando pra dentro, como se fosse entrar atrás de mim! E eu estava de calça jeans, camiseta e um lenço por cima, porque estava frio! Sem falar no outro do Sudão que não parava de olhar e meu marido tem quase certeza que me fotografou… Mulheres, muito cuidado, procurem não andar sozinhas…
    No desembarque do Rio, com todo mundo já pronto pra sair, resolveram pedir que as pessoas apresentassem o cartão de embarque! Imagina se àquela altura eu ia achar cartão de embarque! Não preciso dizer que isso atrasou muito o desembarque, né? Quando chegou nossa vez, discuti com a funcionária e no final saí tirando tudo que é papel da bolsa e tudo voando pelos ares! kkkk E ela lá catando no chão, até encontrar! rsrs Ela mentiu falando que era ordem da polícia federal, achei estranho mas não falei nada. Depois descobri que era pq tem gente comprando voo pra SP e descendo no Rio, porque é mais barato…
    E pra finalizar, não poderia deixar de mencionar o cheirinho! Caraca, é bizarro!!! Quando embarcamos no Rio não acreditamos! Mas engraçado que na volta não estava fedendo não, vai entender…
    Em suma, até viajaria novamente com a cia., mas só com uma promoção MUITO boa…

  • Sem sombra de dúvidas os comentários mais hilários de todos os tempos!

  • Voei com a Ethiopian em janeiro para Paris e em abril de Bruxelas para o Rio, os comentários são reais! Achei inclusive uma mosca na minha comida! Mas eu sou mochileira encaro qualquer parada por um bom preço! Voaria de novo, mas ciente do padrão de qualidade 🙂

    • Pakineusa

      Diana, quero fazer o mesmo trecho pra paris em setembro. To com receio pela conexão em ADD, vc viajou sozinha? Se sentiu segura? Tanto em solo quanto nos vôos?

  • Ethiopian Airlines em uma palavra: coragem! hahaha

  • Indyara

    Em 2012 fui pra ADD com alguns amigos para um congresso, fomos pra Roma de TAP e depois com a Ethiopian Airlines pra ADD, achei que fosse o pior aeroporto do mundo! Parecia aquelas rodoviárias da década de 60, fede, é lotada e desorganizada. Além do que a moça comentou antes, mega perigoso para mulheres! Nunca me senti tão mal por ser mulher antes, mesmo viajando sozinha pelo mundo.
    Nunca mais ADD pra mim.

    • Julia

      Indyara vou fazer uma viagem para israel em janeiro sozinha pela ethiopian, lendo seu comentário sobre o aeroporto de ADD ser perigoso me deixou preocupada. Pq vc achou lá perigoso para mulheres? E qual dica vc daria pra eu ter mais segurança? Obrigada!

  • Italo

    Minha nossa !!! Ri ,muito com esses comentários. Não entro num voo desse nem de graça, tenho horror a subaqueira, minha esposa até me chama de zé do desodorante !!! Fator cultural não usar desodorante !!! Por favor , eu tenho outro nome pra isso !!!

  • Gustavo Henrique

    Estou chocado com os comentários, pensei que seria uma companhia mais elevada, mas pelo visto, quem vê cara não vê coração mesmo!!

  • João

    Parabéns pelo seu primeiro relato de um voo internacional, bem detalhado!

  • Marco Dias

    Não é à toa que é uma das piores aéreas avaliadas em sites de viagem.

  • Luiz Paulo

    Galera fui do Rio para Tailandia em outubro passado. ao entrar no aviao no Rio,como ele estava chegando da Ethiopia,estava imundo,eles so limparam em Sao Paulo e com os passageiros que entraram no Rio dentro da aeronave. O voo ate Togo foi vazio e tranquilo,a aeronave e muito boa,moderna.No Togo o aviao lotou.Ao chegar na Ethiopia,estava uma confusao danada,nossa escala seria de apenas 01:30h,mas depois de muita informaçao desencontrada,descobrimos que nosso voo para Tailandia estava atrasado em 08h, teriamos que pegar um voucher para o hotel,mas ninguem fala ingles direito e tinham filas enormes para conseguir o voucher.Depois de 02:30h consegui achar uma funcionaria que me ajudou e consegui ir ao hotel. O voo para Tailandia, o embarque foi bem confuso,o pessoal nao respeita fila,o aeroporto e muito ruim e o aviao antigo.Na volta ao Brasil,ao chegar no aeroporto da Tailandia,tinha apenas um papel dizendo que o voo estava cancelado,mas nao tinha niguem para dar uma informaçao. Ja imaginando como conseguiria voltar,bem perto do horario do voo,chegou uma funcionaria com um voucher e fui colocado num voo para o Rio,via Dubai pela Emirates.Depois de voar pela Emirates,voce percebe o tamanho da diferença entre as duas cias. Resumindo,se a diferença financeira nao for muito grande,de preferencia para qualquer outra grande cia.Eu ja viajei por muitas cias,e posso dizer,se puder,evite aEtiopian,é uma cia que precisa melhorar muito.

  • Luiz Felipe Favieri

    Em Outubro passado fui para Hong Kong de Ethiopian. Escolhi pelo preço, em média 40% mais baixo do que a passagem mais baixa, e confesso que voar no 787 era um “Q” à mais. De fato, 2 viagens. Até ADD, apesar do serviço de bordo fraco (apenas 1 opção de comida, e sem gelo para as bebidas), a tripulação foi muito simpática e o avião novo ajuda e muito! Na conexão, e 2 horas, esperava algo pior. Mas deu tudo certo, sem desencontros, desinformações. Só tudo muito lotado, desorganizado e vi muitas mulheres sendo maltratadas pelos seguranças. UM ABSURDO!!! Agora, o vôo para HKG foi o pior da minha vida. Um 767 branco, sem as cores da Ethiopian, muito velho, cheirando mofo e com poltronas rasgadas e ainda cinzeiro no braço da poltrona. Serviço de bordo igual. Na volta, o 767 estava um pouco mais novo, pintado nas cores da Star Alliance, já com tvs individuais. Escala de 6 horas em ADD, tranquila. Aeroporto vazio, juntamos alguns brasileiros naquele bar, e ficamos tomando a deliciosa cerveja deles (grande surpresa). Segundo vôo também conforme a ida, mas as escalas em Lomé e RJ matam. Voaria de novo, caso a diferença de preço seja novamente na casa de 40%/50%. Menos que isso, não vale a pena! E quem começar a vender desodorante na África ficará rico!

  • Danielle Lima

    Rolei de rir com os comentários.

  • Camila

    Dúvida: É preciso visto para conexão em Addis Ababa? Quero comprar um voo pra Roma que está na promoção e tem uma conexão lá por 4h30.

    • Regina

      Camila, visto, se não me engano, só se a pessoa for ficar lá na Etiópia mesmo. Também vou viajar para Roma pela Ethiopian, dia 19 deste mês. e a agência de viagens não me falou nada sobre visto. Que dia você vai?

  • Gabriel L.

    Pessoal, visto de turista na Ethopia pode ser comprado na hora no aeroporto por 20 dolares. Estou indo com minha namorada dia 17 de junho agora com a promocao que teve. Vamos la que depois relatarei todo caso, espero com o menor numero de problemas possiveis. Boa sorte a todos!

    • À espera do seu relato, estou pensando em fazer a mesma viagem.

  • Kelly

    Alguém sabe se é preciso tomar vacina para fazer conexão em Lome e Addis Ababa? Meu destino é europa

  • Luca

    Rolando de rir,…e desisti de viajar pela cia aérea após os relatos! Tenho "nariz sensível""

  • Pessoal, tenho uma dúvida para quem já viajou pela ethiopian. É sobre a bagagem. O site deles informa apenas que são 2 peças de 23kg cada, e não da mais informações. Existe a regulamentação da ANAC para voos internacionais com a obrigação de ser 2x32kg quando a partida ou destino final é no brasil, exceto em viagens para a america do sul. Eles criam caso pra levar 2 malas de 32kg? Estou de mudança para europa pra estudos e isso fará muita diferença pra mim.

  • Vinicius Monção

    Hahahahahahaah!!! Sem dúvida, o melhor tópico de avaliação da MD!
    Tenho uma dúvida. Como vocês compraram os bilhetes? Pelo site da companhia? Pergunto isso pois, mesmo sabendo dos perrengues – vou me aventurar em ir ao Cairo com a Ethiopian já que o preço está convidativo – não consigo utilizar a forma de pagamento com cartão de crédito. Aparece uma mensagem dizendo que tenho que realizá-lo com um agente da companhia. Sendo que, moro no Rio e "posto" de atendimento é em Sampa…
    Alguém pode me ajudar?

    • Giza

      Descobriu? Tb quero saber…

      • Giza, infelizmente para pagamento com cartão de crédito é necessário entrar em contato com a agência oficial da Ethiopian Airlines no Brasil. O escritório fica em São Paulo. Entrei em contato com eles e para a realização da compra foi solicitado a copia do cartão, uma declação autorizando a compra e cópia do documento de identidade. Como o cartão não era meu e sim do meu pai, ele não autorizou esse procedimento por medo dos golpes que todos conhecemos (Não estou dizendo que a empresa seja golpista!).
        Pra comprar, utilizei a Decolar.com que foi feito tudo on-line, sem a necessidade de mandar docs. para outro local.
        Espero ter ajudado 🙂

  • wagner

    Eu que estou querendo viajar a Asia e depois de ler a maioria dos comentários, Ethiopia neverrrrrr!!!
    Alguem já viajou pela Qatar airline? Está entre as 10 melhores Cia do mundo e o preço costuma ser bons !

  • Luis Eduardo

    Essa questão do desodorante para os povos africanos é cultural. Há muitos anos estive na Nigéria a serviço de uma construtora brasileira, e o pessoal de lá me explicou que para eles o "CC" é o cheiro da vida, e quem usa desodorante para eles tem cheiro de morto. E não é incomum que eles prendam a respiração quando chegam perto de você para não sentir o teu cheiro de "morto". Enfim, é cultural e vai levar muito tempo para mudar essa percepção, se é que vai mudar.

  • daniel

    Pessoal, alguém sabe se é necessário visto de transito em Adis Abeba.. minha conexão em Roma será apenas de 2 horas e meia.

    • Olá, Daniel.
      Tinha a mesma dúvida. Segundo informação encontrada, não é necessário visto para quem está em trânsito.
      Localizei a informação em um tópico da Mochileiros.com

  • BRIANA

    Pessoal, tenho uma dúvida para quem já viajou pela ethiopian. É sobre a bagagem. O site deles informa apenas que são 2 peças de 23kg cada, e não da mais informações. Existe a regulamentação da ANAC para voos internacionais com a obrigação de ser 2x32kg quando a partida ou destino final é no brasil, exceto em viagens para a america do sul. Eles criam caso pra levar 2 malas de 32kg? Estou de mudança para europa pra estudos e isso fará muita diferença pra mim.

    • Carlos Alberto

      São 2x32kg. Viajei com a Ethiopian não faz mais de 1 mês p/a Europa, e trouxe parte da mudança de minha noiva de volta.

      • Giza

        Carlos, vc precisou apresentar certificado de vacinação na escala que fez na Ethiopia? Me falaram que precisa de apresentar certificado de vacinação contra a febre amarela…

        • Carlos Alberto

          Não precisei.

  • Gui

    O pior momento é quando a rapaziada levanta os braços para pegar as bagagens de mão do compartimento superior depois do avião pousar. Dá um desespero danado. Chega a escorrer lágrima do olho.

  • Larissa

    Ola. Gostaria de saber se os voos da Ethiopian Airlines com destino à Roma, porém com conexão em países africanos, é obrigatória a apresentação do certificado internacional de vacinação da febre amarela?

    • Carlos Alberto

      Não me exigiram. Fiz essa viagem até Milão.

  • Giza

    Comprar as passagens pelo site da companhia não me pareceu tão simples como nas demais cia. aéreas. Alguém comprou com cartão de DÉBITO ou fez o depósito na conta do escritório representante (AVIAREPS que fica em SP)? Queria saber se é seguro, se tiveram problemas, etc…. Mandei email pro escritória e demoraram dois dias só para responder, fiquei receosa…

    • Vinicius Monção

      Giza, eu optei por comprar pela Decolar.com.
      Paguei uma pequena taxa de serviço e foi mais fácil que o trâmite proposto pelo escritório representante

  • Eu irei para Israel em Janeiro de 2015. Estou com um pouco de medo sobre a questão das paradas para conexão em Togo e na Etiópia por causa do vírus Ebola. Alguém sabe me dizer algo sobre a segurança disso atualmente? Pois de Togo para a Etiópia eu creio que irão entrar pessoas próximas das regiões afetadas. Ou então é neura minha..rsrs

    A rota será de GRU-LFW -> LFW-ADD e finalmente ADD-TLV.

  • Roger Heit

    Não embarquem nesta roubada, eles cancelam os voos por falta de procura. Estou indo pra China dia 26/10 e tive que comprar um ticket pela Etihad, ontem (21/10), pois ontem cancelaram a segunda data que havia comprado. Primeiro 28/10 e depois 26/10. Uma vergonha que uma empresa desta tenha licença pra atuar entre países / continentes.

  • Roger Heit

    Terei que pagar a diferença por outra cia e depois correr atrás dos MEUS direitos. Vergonhoso!

  • helder jean

    Alguém tem o telefone do contato deles no Brasil?

    Estou querendo viajar para Frankfurt com a Ethiopian porém não tenho cartão de crédito com limite suficiente e gostaria de saber se tem a opção boleto ou transferência, mas não acho o telefone deles em lugar nenhum.

    Alguém?

    • Fabrício Carvalho

      Helder, estou cotando com eles SP/Madri e Roma/SP. Segue abaixo os telefones e e-mail. Estou na mesma situação que você, não tenho cartão de crédito com limite suficiente, no entanto, eles me deram a opção de realizar o pagamento através de transferência bancária. Lembrando que este é o telefone deles no escritório de SP:

      (11) 4063-5199
      e-mail: jcarvalho@aviareps.com

  • helder jean

    Valeu amigo, agradeço sua resposta, porém eu já havia conseguindo o contato com eles e efetuei o depósito na conta da Aviarps. Estou muito apreensivo pois é minha primeira viagem de avião e logo internacional.

    Não sei como vai ser nos aeroportos, na imigração em Frankfurt e também como será o tempo de espera na Etiópia.

    Mas, enfim, vamos ver o que dá.

    Abraço

    • Fabricio

      Helder, também estou apreensivo, principalmente pela parte da imigração na Europa, visto que estamos vindo de um voo saído do continente africano. Sei lá, medo dos caras pegarem mais pesado por conta disso. Ainda mais que o meu destino final é Barajas que é conhecido por seu um local “no muy amigo” dos brasileiros.

      • Fernando

        Como foi a sua viagem?

      • André França

        É só não dar confiança, cheguei em um voo da Jordânia (vizinha da Síria) e a agente de imigração da Suíça tentou frescar, nem dei confiança, “vim a turismo, estou com tudo pago e é isso aí”…. pronto….

    • Fernando

      Como foi a viagem de vocês?

  • Maria

    Odiei voar com a Ethiopian, tenho outras experiências com outras cias aéreas e a ET Airlines deixa demais a desejar. Primeiro porque a parada em Addis Ababa é completamente desconfortável, o aeroporto é péssimo e infelizmente alguns africanos tem como cultura o cheiro natural de suor, que pode ser muito desconfortável durante o vôo e fora dele, os banheiros do aeroporto não tinham nem papel higiênico nas cabines, sorte que eu levei alguns pacotes de lencinho e alcool gel. A aeronave entre SP e ADD foi boa, nova… OK. Mas a aeronave entre ADD e Bangkok foi de chorar, péssima qualidade, não tinha nem apoio para o pé, quanto menos filmes ou séries de tv para assistir durante as 9horas de viagem, o que para um voô internacional está bem longe de ser um bom padrão. O Serviço certamente reflete o valor barato da passagem. O banheiro completamente nojento, a aeronave sem higienização, logo que entrei já vi as marcas de testa no vidro da janela e papeis usados no bolsinho da frente da poltrona e isso que o avião para em lugares próximos dos lugares infectados pelo vírus ebola, (Lomé no Togo) o que deveria ser considerado pela Staff mas não vi nenhum cuidado especial. Certamente eu não voaria de novo com a cia aérea.

  • Giovanni

    Ethiopian Airlines nunca mais ! Voo saindo na quarta-feira de Dubai, 17/12/14, emitidos os tickets Dubai>Addis, Addis>São Paulo. Quando cheguei no aeroporto para conexão, busquei informações a respeito do voo, inúmeras informações desencontradas, o voo não constava na tela de embarque. Em diversas tentativas de informações através do customer service da cia aerea no próprio terminal de embarque, alguns infelizes funcionarios me dizia que o embarque seria no gate 4, depois gate 6, depois 8, depois 6. No final das contas o voo não existia. Solicitei no escritório da cia aerea, para meu espanto o único dentro do terminal de embarque, o próximo voo sairia sábado. Para me embarcarem no próximo voo imediato, Luftansa ou Turkish, teria que pagar a diferença do valor do endoço do trecho que seria US$ 1.500,00. Fiquei das 10:00 ás 02:00 da manhã tentando a troca da passagem para imediato embarque, sem sucesso. O tempo todo os funcionários da cia aerea praticamente me obrigaram a pagar pelo reagendamento da passagem, US$100,00, reserva do hotel, US$ 150,00, visto de transito, US$ 20,00. Essa seria a única maneira para conversar com as demais cia aereas que fazem o trecho Addis>São Paulo. Em momento nenhum, mesmo estando com as obrigações da cia aéreas explanadas, a cia aérea admitiu equivoco dizendo que eu havia perdido o voo. Resumo da bagunça, fui alocado pela cia aerea para hotel em Addis, embarcando no sábado, sem bagagens, somente com a mochila nas costas. Desembarquei no Brasil, peguei as malas, para minha surpresa estavam realmente em São Paulo. Chegando em casa, abrindo as malas, minhas bagagens haviam sido violadas. Duas garrafas de bebidas, 2 relógios, lente de câmera digital, capinha de iphone 6+, frequencímetro, alguns cosméticos, foram roubados das minhas malas. Pelo menos foi o que notei até o momento.
    Estou tentando entrar em contato com o escritório da cia aerea do Brasil, até o momento sem sucesso.
    Recomendo, não voe pela Ethiopian Airlines. Hakuna Matata.
    GVL

  • Roberto JEfferson

    Acabei de voltar de Roma pela Ethiopian. Preco bom, tempo em Addis Ababa curto de espera, escala em Lomé, sem descer do avião.
    Achei interessante quando comprei, mas não repetiria a maratona. Dez horas de viagem que um voo direto. Apesar dos aviões serem bons e o serviço de bordo não ser ruim no que se diz respeito a bebidas, a comida tem um tempero típico local que eh dificil de engolir, a viagem acaba sendo cansativa demais. O sistema de entretenimento a bordo deixa a desejar, a população local que pega o voo de modo geral é bem suja e mal educada, furam a fila do banheiro sem a menor cerimonia pra falar o mais simples. Por sorte viajamos sem ninguém sentado ao lado, mas logo pra trás tinham dois locais com cheiro de quem não tomava banho ha pelo menos 15 dias.
    No aeroporto o banheiro eh extremamente sujo. Furar fila costuma ser extremamente de rotina. Eram 3 pias para lavar o rosto e escovar os dentes. Enquanto vc escova o dente, nas pias ao lado as pessoas colocam o pé dentro delas para lava-los antes de ir para sala de oração. Saia tanta terra pra td q eh lado da pia, eu escovando o dente não conseguia conter o nojo daquela agua suja vindo na minha direção. E isso eh rotina. A sala de oracao era ao lado e 100% dos locais entravam no banheiro minúsculo para lavarem os pés. Acredito que se a religião exige tal coisa, poderia ter uma área própria so pra esse fim, mas não dentro da pia.
    Comer no aeroporto tb eh um problema. Td eh ruim e caro, mais caro que aeroporto do Brasil.
    Em resumo, no voo de ida aprendemos a licao, no voo de volta usamos so o banheiro do avião que ainda conseguia ser melhor que o do aeroporto, e compramos lanche pra não passar fome durante a viagem.
    Se vc realmente nao tiver condição de esperar uma promoção de outra companhia, ou se não tem dinheiro pra completar a viagem, não deixe de conhecer a Europa so pelo voo ser da Ethiopian, pois pelo menos o voo foi tranquilo. Mas se vc tiver oportunidade de fazer qualquer coisa diferente, recomendo que faça.

  • helder jean

    Foi tranquilo. Não tivemos nenhum problema graças a Deus.

    Mas sinceramente só vou novamente se a diferença de preço for muito grande, pois é muito cansativo. Muito mesmo.

    Eu demorei quase 48hs pois precisei ir de Curitiba para Guarulhos e vice-versa. Se eu pegasse direto de Curitiba para a Alemanha seria umas 14 hs.

  • Gustavo

    estou comprando passagens para ir a Ramallah e vi que a ethiopian tem bons precos,mas eu vi que brasileiro precisa de visto para a etiopia, precisa de visto se for fazer so conexao?

    • André França

      Não!

  • Letícia

    Preciso de visto para fazer ESCALA em Addis Abeba?

    • André França

      Não

  • Paulo Ricardo

    Eu voei de Ethiopian Airlines em março 2015, Guarulhos – Lomé – Addis Ababa – Londres. Adorei o serviço de bordo, e adorei esse Boeing 787

  • Jaqueline Kleemann

    Estou pesquisando uma passagem Sp – Frankfurt pela Ethiopian. Na pesquisa aparece ida: Flight: ET507 | ET706 e volta:ET707 | ET506. Estou confusa com o tipo de vôo que irei encarar. Alguem conhece de aeronaves ou pegou esses vôos? Queria tanto ir num 787 mas não achei.

  • Tatiana Tiemi

    É verdade que pela classe econômica da Ethiopian só pode levar 2 malas de 23k? Alguem sabe quanto paga pelo excesso de bagagem?

  • Tatiana Tiemi

    Qual vacina tenho que tomar? Vou para o Japão, mas vou fazer escala na Etiopia e Xangai.

  • Fabrício Carvalho

    Nunca mais voarei por esta companhia aérea, cancela voos sem avisar os passageiros, tem colaboradores em terra extremamente despreparados para lidar com o público e não dá nenhum suporte ao cliente

    Os 150 dólares de economia que inicialmente a Ethiopian apresentou em relação aos seus concorrentes para o trecho GRU/Roma e Madrid/GRU, no final das contas me representou uma tremenda por de cabeça, o típico barato que sai caro.

    No final do mês de dezembro, comprei a minha passagem através da agência deles Aviareps com ida para o dia 27/04 para Roma e retorno para o dia 25/05 de Madrid para São Paulo. Passarem-se quatro meses, até que finalmente o dia de embarcar chegou, ao consultar a minha reserva, verifiquei que o meu voo de retorno havia sido transferida para 29/5 e data da minha conexão em Adis Adeba, continuava a mesma. Liguei imediatamente para a loja deles no aeroporto de Guarulhos e fui informado que deveria resolver esta situação na hora do embarque. Pois bem, cheguei ao aeroporto bem antes das três horas recomendadas, dirigi-me ao balcão de check-in onde expliquei ao atendente que não poderia retornar no dia 29/5, visto que a minha programação era até o dia 24/5 e no dia 27/5 precisaria retornar ao trabalho. Ele disse que chamaria a Sra Fabíola (anotem este nome) que iria verificar como seria resolvida a minha situação. Esta colaboradora (que é uma terceirizada da empresa ProAir) Sra Fabíola, disse que não poderia fazer nada por mim, que a única opção era eu ir no voo do dia 29/5 ou antecipar minha volta para o dia 22/5. Após muita argumentação, explicar a minha programação, que perderia as atividades que eu havia programado para o final de semana em Madrid, a tal colaboradora informou que Não podia fazer nada, que para o meu bem eu aceitasse a condição que ela estava oferecendo, pois todos os dias ela recebia passageiros na mesma situação que eu e para ela não faria a menor diferença.Ainda argumentei que pela legislação eles teriam que me embarcar em um voo de uma companhia na mesma data, mas a Sra Fabiola disse que a Ethiopian não realiza endosso de passagens.

    O meu relato acima é apenas para ilustrar a situação de estresse pela qual eu passei. A agência Aviareps adotou a mesma postura e me informou que não poderia fazer nada. No final das contas, tive que voltar no dia 22/5, tendo um prejuízo financeiro, mas sobretudo moral, já que tive que diminuir a minha estada em Barcelona e perdi o final de semana em Madrid.

    O voo foi tranquilo e o atendimento de bordo é bom. Porém, o inglês falado pelo pessoal de bordo é de difícil compreensão (na maioria das vezes), o aeroporto de Adis Adeba tem uma infraestrutura precária: não há wiifi (ou pelo menos não funciona), não há banheiro na área de embarque (após passar pela segurança, esqueça banheiro), cadeiras desconfortáveis, não há local para fazer uma refeição e no único banheiro antes da área de embarque, há filas, pois as pessoas usam as pias do banheiro para fazer a oblação antes das orações (procedimento de limpeza do corpo antes de realizar a oração, conforme manda o alcorão).

    Não há necessidade de visto para realizar apenas conexão e nem necessidade da vacina contra febre amarela. Mas, caso você tenha que pernoitar em Adis Adeba, serão necessários os dois. O visto é concedido no próprio aeroporto, mediante o pagamento de uma taxa de USD 25.00.

    Para quem estiver indo para o Egito, Oriente Médio e Extremo Oriente, acredito que seja interessante voar pela Ethiopian, mas para quem vai à Europa, não vale a pena. O voo é extremamente longo, a conexão desconfortável e se você for paciente e sempre pesquisar, pode conseguir um preço muito parecido ao da Ethiopian Airlines, por companhias como a KLM, Iberia ou Air Europa. Os 100 dólares não vale a pena o cansaço, o estresse e o descaso ao qual você é submetido.

    • André França

      É…. justiça neles, a Air france fez isso comigo, botei no pequenas causas ganhei o equivalente a 4 passagens brasil-europa de indenização!

  • Manuela Alves

    Alguém pode me dizer se é necessário algum tipo de visto para brasileiros em Addis Abeba? Só vou fazer conexao no aeroporto. Obrigada

  • lucia

    quero saber to indo de são paulo para toquio via etiopia eu tempo que tomar a vacina contra a febre amarela

  • Eliana da Silva

    Viajei duas vezes para o Egito com essa Companhia, não tenho do que reclamar, o preço é bom, as comissarias de bordo são simpáticas, a comida não é lá essas coisas, mas não passei fome. Recomendo

  • Denise Dias

    Voei com a Ethiopian no fim de 2014 para Paris. Sim, foi uma viagem bem cansativa mas escolhi a companhia pelo preço das passagens (muito mais barata que a Airfrance, por exemplo). De GRU a ADD fui morrendo de arrependimento por ter escolhido esta rota (que ainda teve uma parada em Lomé). O aeroporto em ADD é horrível mesmo, mas dentro do que eu esperava, pois já tinha me informado por aqui rs. Mudaram o portão de embarque do meu voo umas 3 vezes e se eu não estivesse atenta com certeza iria perdê-lo. A aeronave do trecho GRU-ADD era das mais antigas, minha poltrona não reclinava, a tv não funcionava e mesmo sendo pequena me senti muito apertada. Os demais voos foram mais tranquilos. Na volta, o checkin e o embarque em Paris (CDG) foram bem organizados e sem atrasos (considerando que a aeronave veio de Bruxelas). Já novamente em ADD, cheguei de manhã e o aeroporto estava mais cheio e bagunçado. O voo atrasou quase uma hora devido às trocas de portões de embarque. O serviço é bom e seguro, as comissárias são educadas, mas não simpáticas. A comida é feita com alguns temperos diferentes dos nossos mas em geral boa também. Não tive problemas com bagagem (era o que eu mais temia). Voaria novamente com a Ethiopian para um destino da África e/ou Ásia, mas para a Europa somente se for muito necessário.

  • Jorge Filipe Takeda

    No último mês, fui e voltei do Japão pela Ethiopian Airlines.

    Pontos positivos:
    – Preço
    – Aviões modernos, com boas opções de entretenimento, ótimo serviço de bordo e boas opções de comidas e bebidas.

    Pontos negativos:
    – O aeroporto de Addis Abeba é super desorganizado. Antes da viagem, me foi recomendado ter cuidado com as bagagens de mão, pois há pessoas (incluindo empregados do aeroporto) dispostas a colocar substâncias ilícitas nas malas de passageiros. Quando entrei no banheiro, vi três homens traficando algo. Claro que dei meia volta e corri pro meu portão de embarque.
    – Alguns atendentes foram muito mal educados com as pessoas que buscavam informações para a conexão.
    – Infelizmente, alguns passageiros pareciam não tomar banho há uns bons dias. Não sei se é algo cultural ou o que quer que seja, mas, sem preconceitos, a higiene não é o forte do pessoal nativo. Torça para que nenhum sente ao seu lado na longa viagem!

    • Ma Rodrigues

      Jorge estou com viagem marcada, pro japão Pela Ethiopian e to com muito medo pelos comentario,e a coneçao em Adis Abeba e de 1 hora da tempo de trocar de avião,os comentario e de muita desorganizaçao, da pra fazer a viagem de mascara numa boa

      • Jorge Filipe Takeda

        Recomendo que você não vá nos banheiros do aeroporto e fique ligada nas informações da conexão, especialmente quanto ao portão de embarque (eles sempre trocam). Fique atenta à sua bagagem de mão enquanto estiver em Addis Abeba. De resto, é só torcer para o tempo de conexão passar bem rápido e chegar logo no Japão, que sem dúvidas é o melhor país do mundo.

        • Diego

          Esses avioes antigos, relatados por pessoas que fizeram rota GRU-BKK, sao tao ruins mesmo a ponto de você ficar com medo de voar neles?
          Queremos ir para tailandia e os preços estao muito bons, mas esses relatos dos aviões serem ruins me preocuoa no diz respeito à segurança.

  • Jorge Filipe Takeda

    Dos 4 aviões que peguei em minha última viagem pela Ethiopian, apenas um era antigo. Confesso que não senti medo.

    • Giuliano Peccilli

      Rapaz. Vc pegou essa viagem que para Addis e Hong Kong? E teve problema com as malas?

      O preço está muito convidativo (e também por não precisar de vistos), mas estou com medo ao ler os comentários das pessoas aqui.

      O cheiro pra mim é de boa, meu maior problema é violarem as malas como eu estou lendo aqui.

      • Jorge Filipe Takeda

        Não tive problemas com malas, tanto na ida como na volta.

        Minha rota foi Guarulhos > Addis Abeba > Hong Kong > Narita e vice-versa. Na volta, trouxe eletrônicos, incluindo um PS4 na mala e não houve violação alguma, graças a Deus!

  • Vitor Valente

    ShebaMiles é muito ruim, ñ dá pra trocar os pontos nem por uma miçanga. P/ usá-los em voos, não se pode emitir nada que não tenha Adis como cidade de origem.

  • Noé Santos

    Estou com uma passagem pela Ethiopiopin para Japão de São Paulo por 2.860 reais já com taxas, mas fiquei meio tenso em voar nessa CIA…depois digo aqui como foi..Vou dia 03 de maio de 2016.

  • Marcos Viecceli Cosmil

    Após ler os diversos comentaram me pareceu que a maioria das pessoas que viajou esta acostumada a ir de primeira classe.
    Viajei agora em janeiro para Bangkok com minha namorada. Minhas únicas reclamações sobre a viagem é que ela é longa demais, em torno de 30 horas entre o começo e o fim (mas isso não é culpa da companhia e sim da distância). A outra reclamação diz respeito a falta de telas no avião que vai de Addis Ababa para Bangkok. Como o vôo dura em torno de 9 horas a falta de ter o que fazer incomoda um pouco. Fora isso a companhia é bem confiável.
    O avião de que faz o trecho entre São paulo e Addis Ababa um Boeing 787, o top de linha da aviação. A comida é de boa qualidade mas nada excepcional. assim como o serviço de bordo. Realmente o aeroporto de Addis Ababa é meio desorganizado mas nada que nós brasileiros não estejamos acostumados. É só prestar atenção nos portões de embarque e tudo fica tranquilo. Sobre a insegurança relatada em alguns posts também acho exageradas. em nenhum momento eu ou minha namorada nos sentimos inseguros e cuidar da bagagem de mão é algo natural quanto em qualquer outro aeroporto. Sobre o cheiro nos aviões e aeroporto realmente não senti nada pra tanta badalação quanto ao assunto. (ou dei sorte).
    Concluindo a Ethiopian Airlines é segura e confiável e tem os preços bastante competitivos. Apenas sugiro que se olhe atentamente o tempo total de viagem pois as vezes com a escala a viagem se torna muito cansativa.

  • Carol Sorriso

    Olá, provavelmente vou voar pra Israel com eles pelo preço e as paradas são as mesmas. Minha dúvida é se precisa de algum visto pra passar no país de conexão? Encontrei passagem com preço bom pela Canadian mas fiquei com medo de não conseguir o visto a tempo.

    • Lucas.bahai Lucas

      Bom dia !
      Ja voei pela Ethiopian Airlines 2 vezes para israel, não e necessário o visto para fazer conexão na Etiópia , o aeroporto e meio desorganizado , mas nada que nos não estamos acostumados ( visto os aeroportos do Brasil ) , digo o mesmo para a segurança , acredito que aeroportos do Brazil são mais perigosos que o deles.
      o voo de ADD para Tel aviv e cansativo dado a aeronave antiga, porem o valor e muito bom , ja fiz este trajeto israel – Brasil pela Suiss Air , Alitalia e Turkish Airlines. sem duvida a melhor CIA e a Turkish.

      Boa viagem.

  • Denis Gabriel

    O valor da passagem ainda ocorre cobrança de iof no cartão ??

  • Denis Gabriel

    Gostaria de saber sobre iof a mais no preço das passagens ??

  • Paulo Kobayashi

    Já viajei duas vezes de Air France e nas duas vezes o cheiro estava de matar, porém não devido a inhaca, mas sim pelos vários tipos de perfumes em meio ao tempo de viagem, depois disso só viajei de Aie Canadá, ANA e JAL.