Como é voar na classe executiva do Boeing 767 da LAN

Camille Panzera 22 · outubro · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Quem acompanha o Instagram do Melhores Destinos (@melhoresdestinos) sabe que nossa equipe esteve recentemente no sul do Chile, visitando as cidades de Pucón e Valdivia, além da Reserva Biológica Huilo Huilo. A viagem aconteceu por um convite da Latam e nos permitiu voar na classe executiva da LAN, no Boeing 767-300 e agora trazemos a avaliação desse voo para vocês, encerrando o nosso especial de avaliações de classes executivas!

O voo em questão foi o LA 750, no dia 19 de outubro, programado para sair de Santiago (SCL) às 7h05 e chegar a Guarulhos (GRU) às 12h. Como a viagem foi a convite da companhia, não houve compra de passagens. Já fiz esse trecho algumas outras vezes, tanto com a LAN, como com a TAM e a GOL. As viagens anteriores, foram em classe econômica e na classe executiva da TAM. 

avaliacao-767-lan-executiva

Check-In
Cheguei ao aeroporto com mais ou menos duas horas de antecedência e as filas nos guichês da LAN já estavam bem cheias. Não consegui fazer o check-in nas máquinas de auto-atendimento, mas isso não foi de todo ruim, porque nesse momento fui encaminhada para o local onde é feito o check-in na executiva. O atendimento é feito em uma área especial, mais reservada, no andar superior ao check-in e embarque convencional da área internacional do Aeroporto Arturo Merino Benitez. No check-in também descobri que o voo sairia uma hora mais tarde porque o Brasil tinha adotado o horário de verão naquele dia.

Na área dedicada à Business, nada de filas. O check-in foi bem fácil, durou apenas alguns instantes e foi feito por uma funcionária atenciosa. Próximo a essa área, fica a dedicada à imigração dos passageiros que viajam na executiva e mais uma vez o trâmite foi muito fácil, também não havia ninguém na fila. Isso é uma mão na roda porque as filas de imigração em Santiago às vezes são grandes.

avaliacao-executiva-lan-20

Embora eu não tenha usado, passageiros da executiva têm direito de utilizar a sala VIP Neruda. A sala estava bem vazia, tinha apenas duas pessoas, e dispunha de poltronas confortáveis para descansar ou tirar um cochilo, computadores, wifi, jornais, televisão, além de uma boa variedade de bebidas e lanchinhos.

avaliacao-executiva-lan-21

Após a espera para o embarque, que passou rápido enquanto eu me entretia com Kenzo, filho de um leitor do MD, pude fazer o embarque e como passageira da executiva, estava disponível o embarque prioritário. Ainda no finger, perto da porta do avião, estavam expostos jornais e revistas chilenos e brasileiros para que os passageiros pudessem ler durante o voo.

Avião
O avião utilizado no voo foi o 767-300, estava limpo e tinha aparência de novo. Os assentos estavam dispostos em três fileiras, cada uma com duas poltronas – 2-2-2. O teto tinha aquele visual sky, mais moderninho. Na poltrona estavam disponíveis fones de ouvido, a revista de bordo, a revista de vendas do free shop da LAN e o menu da refeição do voo.

As poltronas eram muito confortáveis, com um enorme espaço para as pernas e para que o assento se inclinasse completamente. O assento tinha botões para inclinar por completo (180°) ou ajustá-lo em três áreas diferentes; cabeça, tronco e pernas. Nas poltronas, de tecido e couro avermelhado, havia ainda lâmpadas individuais, suporte para casacos, tomada universal para recarregar dispositivos, entrada USB, divisória para ter mais privacidade em relação ao passageiro vizinho e controle remoto com botões para controlar o serviço de entretenimento, acender a luz ou chamar um comissário.

Avaliação Executiva - LAN

Serviço de bordo
Logo após o embarque e acomodação dos passageiros e das bagagens, uma aeromoça passou servindo suco de laranja ou água. Em seguida, outra aeromoça passou oferecendo jornais e revistas e distribuindo um kit conforto com meias, protetor de ouvido, máscara de dormir, caneta e sacola. Mesmo sendo um voo curto, com duração de menos de quatro horas, achei interessante que esse kit fosse dado aos passageiros. A qualidade não era lá grandes coisas, mas achei bacana que pelo menos estava disponível.

A permissão para retirar os cintos durou um pouquinho mais do que o normal, pois assim que avião decolou entramos em uma área de turbulência. Após isso, os passageiros já trocaram suas poltronas por “camas” e as aeromoças começaram a cobrir os passageiros com mantas e a distribuir travesseiros. Há que se mencionar que a qualidade das mantas e dos travesseiros era boa, a manta esquentava de verdade e era muitíssimo superior ao tecido que é oferecido na classe econômica, que pelo menos para quem sente frio, não é suficiente.

executiva-lan3

Refeição
Pouco tempo após a decolagem e todos devidamente acomodados com suas mantas, uma comissária passou entregando toalhas de pano quentes para higienização das mãos. Depois, outra passou cobrindo as mesas com um guardanapo de pano para a bandeja de comida que viria a seguir. Como era um voo curto, estava disponível somente uma refeição, que era o café da manhã.

No bolsão à frente da poltrona estava o cardápio com o menu do dia: os pratos disponíveis para o café eram omelete ou prato com um mix de frios e queijos. Escolhi a segunda opção e não me parece ter sido muito acertada. Achei o prato sem graça e com pouca variedade de queijos ou frios; o que salvou mesmo foram as torradas e as frutas que acompanhavam a refeição.
Para beber havia sucos, chás, refrigerante, café, água, vinho, whisky, cerveja e outras bebidas que foram servidas duas vezes.

Durante o voo, os talheres utilizados eram de metal, os guardanapos de pano, os copos de vidro, os pratos e outros recipientes, como o saleiro e pimenteiro, eram de porcelana. Disso não há o que se reclamar.

Avaliação Executiva - LAN

Entretenimento
Essa é uma área da LAN que eu sempre gosto e que não me decepciona. Em outra oportunidade já assisti a um filme brasileiro antes de estar disponível em nossos cinemas. O televisor à frente da poltrona era grande e tinha funções disponíveis em inglês, espanhol e português.

Na tela, que funcionava com um controle remoto fixado na poltrona, estavam disponíveis uma enorme variedade de álbuns musicais, de artistas de diversos gêneros; jogos, o mapa do voo com trajeto e duração até o destino, temporadas inteiras de seriados e filmes – muitos filmes. Havia títulos lançados há pouco no cinema, como 300 A Ascensão do Império, Hotel Budapeste, Godzilla e A Culpa é das Estrelas (que eu não recomendo se você não quiser chorar durante o voo).

Outro ponto positivo do sistema de entretenimento é que os fones de ouvido isolavam bastante os ruídos externos, o que permitia que você escutasse o que estava passando na TV sem precisar colocar o volume no máximo.

executiva-lan

Chegada
A chegada ao Aeroporto de Guarulhos foi pontual e o desembarque foi feito no novo Terminal 3. Como os passageiros da executiva saem antes do avião e o aeroporto estava vazio, não houve muita fila na imigração brasileira. Não demorou muito, as malas já estavam passando na esteira para que os passageiros a retirassem.

Para quem ainda não passou pelo Terminal 3 de Guarulhos, a primeira chegada é impactante. O terminal está bem moderno e espaçoso quando comparado ao utilizado anteriormente. Agora o free shop fica depois da Receita Federal e está bem maior e com mais opções de produtos.

Conclusão
Achei o conforto e serviços oferecidos pela LAN ótimos. O entretenimento a bordo é excelente e as poltronas que viram cama são sensacionais para quem quer descansar. Não gostei tanto da minha escolha para o café da manhã, acho que eu teria sido mais feliz com o omelete, mas de qualquer forma, o atendimento das comissárias e as regalias de um voo na executiva são ímpares. O voo podia até durar mais algumas horinhas que eu não ia me importar. Quem viaja nessa classe não deve deixar de averiguar a possibilidade de utilizar alguma sala VIP nos aeroportos por onde passar. Não deixe de ler também nossa avaliação da classe executiva da LAN no Boeing 787 Dreamliner!

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos