Como é voar no novo Boeing 777-300 da American Airlines

Redação 27 · maio · 2014

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

A fusão entre a American Airlines e a US Airways está dando origem à New American, a maior companhia aérea do mundo. Para marcar o nascimento da companhia, foi criada uma nova identidade visual e a empresa promete um novo padrão de serviços. O símbolo maior desta nova fase é o novo Boeing 777-300ER e foi nesta aeronave que nosso leitor Álisson Juliani embarcou de São Paulo a Nova York. Será que a American está mesmo se renovando ou tudo não passa de uma jogada de marketing para aproveitar a fusão e melhorar a imagem da companhia? Confira a opinião do leitor nesta excelente avaliação! 

Desde 2012, viajo com um grupo para participarmos de um evento realizado por alunos de Harvard em Boston. Para o primeiro ano, a Delta foi a escolhida para operar esse mesmo trecho, mas no ano passado, assim como nesse ano, voamos para Nova York pela American Airlines, mais precisamente no voo AA950. Entretanto, a novidade do 777-300ER da empresa, marco do que seria a “Nova American”, fez a última dessas viagens ainda mais especial. 

avaliacao-american-airlines-novo-777

Quando entramos na aeronave e tomamos nossos assentos, muitos me agradeceram por ter pedido ao agente de viagens para que voássemos naquele equipamento, já que faríamos o maçante voo BSBxMIA, também pela American.

Avaliacao-american-airlines

Compra

Não utilizei dessa vez o site da empresa para mais que acompanhar a reserva, mas já utilizei para outras viagens e ele sempre atendeu muito bem às minhas necessidades. A compra e emissão dos bilhetes desse voo foram todos feitos por agente de viagens.

Check-in e embarque

Meu voo de Brasília a Guarulhos teve um atraso grande na chegada, por conta do clima e de falta de autorização para pousarmos, então acabamos ficando por mais de uma hora dando voltas no ar até que finalmente pousamos. Perdendo muito tempo com isso, então o pouco tempo restante em São Paulo foi dedicado a correr para os balcões da American para finalizarmos os procedimentos para embarcar.

Lá nos foi perguntado sobre aquelas coisas de sempre quando o destino são os Estados Unidos, a respeito de quem preparou as malas e etc. Não precisamos retirar bagagens, elas foram transferidas da TAM diretamente à AA, apenas recebemos novos cartões de embarque.

O embarque aconteceu pouco depois, com o uso dos comuns ônibus de GRU. As prioridades foram respeitadas e, apesar de confuso, ocorreu tudo bem e sem mais problemas no embarque.

Avião

Assim que entrei no avião notei um clima perfeito para uma viagem de dez horas. O novo interior, mais moderno e com cara e cheiro de novo me impressionaram. A limpeza era impecável. A configuração 3-4-3 com certeza é uma melhora em relação aos antigos 777-200 cuja configuração é de 2-5-2.

1546156_10151980230146078_772722110_n

IMG_7688Os assentos são bem mais confortáveis, apesar de ainda estreitos. O espaço entre as poltronas é bem agradável e meus joelhos (tenho 1,80 m) não chegaram nem perto de encostar no banco da frente.

O reclino é daqueles que muda inclusive o assento e não apenas o encosto, o que torna a viagem mais confortável, assim como os encostos ajustáveis para a cabeça, que ajudam na hora de dormir (não que eu tenha conseguido, mas não culpo o avião). A mesinha podia ser aberta pela metade, para apoiar copos sem tirar muito do seu espaço.

Serviço
Um dos pontos fracos da American pra mim sempre foi a má seleção de comissários. Ao meu ver, quando escalados para voos mais importantes, como esse, eles acabam perdendo a humildade e esquecendo que a passagem paga pelo cliente também paga os seus salários, o que não acontece em voos menores, como o entupido e estressante voo de Brasília, no qual os comissários aparentam ser bem mais simpáticos.

Mas enfim, voltando ao AA950: o comissário responsável pelas refeições do meu lado do corredor era simplesmente deplorável. Extremamente mal educado e rude, chegou a dizer a uma das pessoas que viajava comigo, enquanto tomávamos nossos lugares, que a cara deveria estar baixa e o traseiro no assento. Foi, para mim, a prova de que a “Nova American” se resume a alguns aviões novos e pinturas mais modernas.

A outra comissária, que procuramos para reclamar do tal senhor mal educado, entretanto, era mais que gentil, nos oferecendo ajuda e trazendo, finalmente, a água que pedimos e que foi recusada pelo outro funcionário. À outra pessoa foi pedido um fone de ouvido, já que o recebido não funcionava, e a resposta foi que não havia mais, mas encontramos na galley mais tarde uma cesta cheia deles.

Refeições

As refeições servidas foram outra evidência da minha posição a respeito do que a American está construindo. Não vi melhora alguma do que foi servido em qualquer outro voo da AA que já voei. Para o jantar, escolhi o frango, que era servido com um molho um pouco doce demais, acompanhado de cenouras em diferentes estágios de cozimento (desmanchando ou crocantes) e arroz branco.

IMG_8096

 

Também vinha uma garrafa pequena de água, que cumpriu sua função de matar a sede do meio da noite, um pãozinho de anteontem, dois biscoitos, um pedaço de queijo processado, um brownie e uma salada de alface com cenoura e queijo. Foram servidas muitas opções de bebidas, incluindo refrigerantes, sucos, vinhos e água. Café e chá foram servidos depois.

Já o café da manhã foi outro problema. Infelizmente não lembrei de tirar fotos, na ansiedade de chegar logo, mas consistia no de sempre: um pãozinho com creme, cinco ou seis pedaços de frutas (a melancia estava a um passo de apodrecer) e suco de laranja de caixinha. Foram servidos ainda café, chá, sucos e água.

Entretenimento

IMG_7690Agora vem a maravilha desses novos aviões da American. O entretenimento on-demand, por si só, já faz valer a pena insistir nesse equipamento especialmente para quem, assim como eu, não dorme durante o voo.

Havia uma vasta seleção de filmes, alguns muito novos, séries, documentários e jogos multijogador, para interagir com outros passageiros. Não tenho certeza se todos tinham a opção do português, mas a vi em vários programas. Até chat entre os assentos existia.

A tela tinha um tamanho agradável e qualidade excelente. Além disso, era possível conectar o iPhone ou iPod à porta USB e assistir ao conteúdo trazido de casa. Havia também tomadas em cada assento, uma maravilha para recarregar ferramentas como o computador. Foram distribuídos fones de ouvido para todos os passageiros, mas a qualidade era péssima.

IMG_7689

Chegada

Chegamos antes do horário e precisamos esperar no avião para que a imigração do JFK abrisse. O comandante foi legal o suficiente para nos avisar que um voo do Japão havia acabado de chegar e que por isso seria prudente que andássemos rápido, para evitar filas. Assim que passamos pelos balcões, nossas malas já se encontravam no chão, fora das esteiras, nos esperando.

Avaliacao-american-airlines-777

Conclusão

Ter voado no mesmo voo operado com aeronaves mais antigas antes de experimentar a sensação de voar com o novo 777 com certeza me ajudou a fazer uma avaliação justa sobre o que realmente mudou nessa que seria a nova American. O fato é que ela oferece ao passageiro de classe econômica o que todas as americanas oferecem, ou seja, muito pouco. Entretanto, esse novo voo com certeza é um avanço em relação à frota desgastada e antiga da empresa. O entretenimento, que eu considero como ponto crucial e principal de um voo, é excepcional e faz valer a pena esforçar-se para voar nos 777-300ER. Entretanto, a propaganda de que a empresa está se remodelando, pelo menos nessa experiência, se resumiu a uma mudança de equipamento, já que as refeições e o serviço oferecidos ainda tinham qualidade muito baixa. Sem dúvidas, quero sempre que possível encaixar esse voo nos meus itinerários para os Estados Unidos, apesar do problema que é passar por GRU.

Agradecemos ao Álisson por essa brilhante avaliação, que certamente estava sendo aguardada por muitos leitores, curiosos com essa nova fase da American Airlines! E você? Já o que achou do novo 777 da companhia? Deixe sua opinião nos comentários e participe! Quer conferir mais de 130 avaliações da companhia? Acesse a página de avaliações da American Airlines no nosso Guia de Companhias Aéreas!

Autor

Redação - Equipe Melhores Destinos