Como é voar na All Nippon Airways

Denis Carvalho 11 · janeiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Dezembro de 2012 ficará marcado na história japonesa pela invasão de torcedores corintianos, que acompanharam e incentivaram o time rumo ao bicampeonato mundial. No meio dessa multidão, muitos leitores do Melhores Destinos, que voaram com promoções e dicas que postamos ao longo do ano. Nosso leitor Dirceu Gonçalves Pereira Júnior foi um deles e na volta, além da faixa de campeão, trouxe uma avaliação quentinha da All Nippon Airways, a famosa ANA, a maior empresa aérea do Japão e uma das maiores companhias do mundo. Enquanto a companhia não inclui alguma cidade brasileira na longa lista de 81 destinos que opera, veja como é voar com ela dos Estados Unidos ao Japão:

Em meados de 2012, o Melhores Destinos  anunciou uma promoção da United para Japão. Como pretendíamos ir para lá para acompanhar o Corinthians no Mundial de Clubes FIFA, aproveitamos imediatamente a ocasião e fizemos a compra por telefone no Submarino Viagens. Tudo certo, assentos reservados, voo com 2 conexões nos Estados Unidos, mas documentação em ordem e não tivemos nenhum problema nos embarques.  Após conexão em Los Angeles embarcamos em um 777 da All Nippon Airways (ANA).

Check-in

Nosso check in foi previamente realizado pelo site da United sem nenhum problema e após o despacho de bagagens no aeroporto do Galeão (RJ) embarcamos no horário para Houston, depois para Los Angeles e lá após mudança de Terminal (muito corrida por sinal) pegamos nosso ultimo voo com destino a Tokyo.

Uma dica importante: como o Aeroporto de Los Angeles é muito grande. é importante realizar todos os procedimentos o mais breve possível, pois o tempo perdido no deslocamento de um terminal para o outro é grande, além de toda rotina para embarque nos aeroportos americanos.

Avião

Tanto no voo de ida quanto no de volta o modelo da aeronave era o 777 300 ER, novo por sinal. Viajamos na classe econômica. Minha surpresa foi o espaço destinado à primeira classe: mais da metade do avião. Mesmo na classe econômica me senti confortável. Aeronave impecavelmente limpa. A configuração interna era 3-4-2, depois de umas garrafinhas de vinho dormi tranquilamente.

Serviço

Todas as comissárias apresentavam um lindo sorriso e prazer em atender além de toda a educação japonesa.  Os avisos eram dados em japonês e inglês. Não se falava português durante o voo. Recebemos cobertores, travesseiros e fones de ouvido. Kit de higiene foi fornecido somente quando solicitado.

 

Refeições

Esse ponto foi nosso grande apreço pela cia ANA, ótimo serviço de bordo, com opções de vinho, duas opções para café da manhã e  jantar, chás, além das entradas e sopas. Também experimentamos as cervejas japonesas que eram servidas a bordo gratuitamente (Na United custavam US$ 7,00 cada).

As refeições foram servidas em talheres de metal e recipientes de cerâmica. Muito bem organizado e delicadamente servido pelas comissárias, que recomendavam os melhores pratos. Não se passa fome nestes voos: a todo instante aparece uma comissária oferecendo algo. Inclusive toalhas aquecidas para higiene das mãos nos foram dadas.

Após a decolagem  foi oferecido uma bebida (água, suco, refrigerante, cerveja ou vinho) e um salgadinho de arroz. Durante o voo serviram jantar e café da manha. Inclusive uma surpresa, principalmente para quem voa muito no Brasil: uma deliciosa sobremesa de sorvete Häagen-Dazs. As companhias aéreas brasileiras poderiam ver isso!!!

Entretenimento

Nossa maior dificuldade durante os voos com a ANA  foi com relação ao sistema de entretenimento. pois não falávamos muito bem o inglês e muito menos o japonês. Fizemos a  viagem vendo o mapa de voo. Cada poltrona possuía seu monitor, com controle remoto ou touch screen.

Estavam disponíveis diversos filmes e seriados, além de canais de música e jogos. Também havia a bordo revistas japonesas, mas como disse não entendíamos a língua, então de nada adiantou.

Chegada

Desembarcamos no aeroporto de Narita, após procedimentos de imigração nossas bagagens já estavam disponíveis e em perfeitas condições

Conclusão

Recomendo a ANA para quem tem o Japão como destino. Podem voar e usufruir de um excelente serviço. Sem restrições somente recomendações, aproveitem! Com certeza quero repetir essa experiência…

Agradecemos ao Dirceu pela excelente avaliação e por ele homenageamos a todos os nossos leitores corintianos que cruzaram o mundo para acompanhar o Timão ou vibraram daqui do Brasil mesmo com o Mundial. E você, já voou pela ANA? Deixe suas impressões nos comentários!  Se você fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste post.

Não esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.



Autor

Denis Carvalho - Editor chefe