Como é voar na Air Asia, a melhor low cost do mundo

Denis Carvalho 25 · fevereiro · 2013

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

As empresas de baixo custo e baixa tarifa (low cost ,low fare) são parte de um conceito que veio para ficar no mundo da aviação: oferecer serviços sem luxo, mas a preços acessíveis. Cada vez mais a época das viagens aéreas glamourosas fica apenas na memória enquanto companhias de baixo custo cortam os céus da Europa, Estados Unidos e do resto do mundo com aeronaves cheias a tarifas baratas. A AirAsia é mais uma dessas companhias, mas com um diferencial a mais: por duas vezes ela foi eleita a melhor low cost do mundo pela conceituada consultoria internacional SkyTrax. Nossa leitora Natália Becattini, uma das autoras autora do blog 360 Meridianos, foi conferir de perto os serviços da companhia e aprovou. Confira nesta avaliação que ela fez para os leitores do Melhores Destinos como é voar com a AirAsia:

Considerada por duas vezes consecutivas a melhor companhia low cost do mundo no “World Airline Awards”,  da SkyTrax,  a AirAsia é uma empresa da Malásia que opera para diversos destinos do sudeste asiático, somando mais de 400 aeroportos em 25 países.

Durante os oito meses que passamos na Ásia, tivemos a oportunidade de voar pela AirAsia algumas vezes. A primeira foi o trecho Índia-Kuala Lumpur, pelo qual pagamos US$245 nas passagens de ida e volta. Compramos em uma promoção no site da companhia com cerca de um mês de antecedência. Na Tailândia, fizemos um voo doméstico Chiang Mai – Phuket (somente ida) que saiu a USD$75, três meses antes do voo. Fizemos esse trecho porque consideramos mais barato, rápido e confortável que fazer o trajeto por terra.

Nossa última experiência com a companhia, que relataremos aqui, foi na Indonésia. Voamos de Cingapura para Bali (US$120) e de Bali para Jacarta (US$74). É importante ressaltar que esses dois trechos foram emergenciais. Por causa de um erro de planejamento, compramos as passagens apenas uma semana antes de embarcarmos. Ainda assim, acreditamos ter conseguido boas tarifas.

O motivo de termos escolhido a AirAsia tantas vezes foi, sem dúvida, os ótimos preços aplicados, quase sempre abaixo da concorrência, além  da grande variedade de aeroportos nos quais ela opera.Também vale dizer que todos os preços indicados já incluem as taxas.

Compra

Todas as passagens foram compradas pelo site da companhia, que é bem fácil de usar, mas exige que a pessoa saiba um pouco de inglês. Ao pesquisar os preços, o sistema te mostra opções de voos em datas próximas  às que você pesquisou. Isso é bom para quem tem flexibilidade para viajar e está à procura da melhor tarifa.

Para comprar, é preciso ficar atento ao que está sendo cobrado. É uma prática comum nas low-costs colocarem serviços adicionais no preço da passagem, como seguro de viagem, taxa para reservar o assento, refeições, bagagens e outros opcionais. Para retirar esses valores, basta desmarcar as opções à medida em que elas aparecem nas telas de compra e checar, antes de colocar os dados do cartão de crédito, se você só está pagando por aquilo que realmente quer.

Também é preciso informar quantas malas e o qual o peso da sua bagagem. Para cada peça, uma taxa é cobrada na hora da compra (exceto para a bagagem de mão). É possível deixar para pagar essa taxa na hora do check-in, mas o valor cobrado é mais alto.

Check-In

Não tivemos nenhum problema ao fazer check-in nesta companhia. Em Cingapura, o check-in era feito nos terminais automáticos e não com um atendente. Isso pode deixar algumas pessoas desconfortáveis, mas sempre havia alguém por perto para ajudar quem tivesse dificuldade. Não enfrentamos filas extensas e os voos sempre saíram no horário.

 

Voo

Os aviões da AirAsia são novos, limpos e confortáveis. As poltronas possuem um bom espaço para pernas e reclinam o suficiente para um cochilo. Os comissários de bordo sempre foram simpáticos e atenciosos. Todos falam inglês muito bem.

As refeições são vendidas dentro da aeronave. As opções variam de culinária local, sanduíches e lanchinhos. Nos voos regionais não são servidos carne de porco e álcool  em respeito às leis islâmicas. Também não estava disponível nenhum serviço de entretenimento de bordo, mas como os nossos voos foram curtos, não vi isso como um problema.Já vi fotos de aeronaves da companhia onde existem TVs individuais para entretenimento a bordo, mas acredito que seja apenas para voos mais longos.

O desembarque sempre foi tranquilo e não tivemos nenhum contratempo na retirada das malas.

 

Conclusão

A AirAsia é, definitivamente, a melhor low-cost com a qual eu já voei. Ela faz muito bem aquilo que se propõe: ser uma opção barata de voos no sudeste asiático. Por isso, tenha em mente que, ao escolher voar com a companhia, você vai pagar menos, mas também não terá refeições gratuitas,  cobertores e outras mordomias. No entanto, considero o serviço da companhia seguro e de qualidade, ideal para quem quer viajar pagando menos.

Agradecemos à Natália e seus colegas do blog pela ótima avaliação que certamente será útil para os leitores que planejam viagens à Ásia. E você, já voou pela AirAsia? Deixe suas impressões nos comentários!  Se você fez ou vai fazer uma viagem com alguma empresa aérea que ainda não foi avaliada aqui no Melhores Destinos ficaremos felizes em publicar sua avaliação: entre em contato pelo e-mail dicas@melhoresdestinos.com.br Você pode conferir todas as avaliações publicadas pelo MD neste postNão esqueça de dar uma passadinha no nosso Guia de Companhias Aéreas, onde você pode avaliar as empresas e ler as opiniões dos demais leitores.

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe