Como é voar na Aerocon – segunda avaliação

Denis Carvalho 17 · abril · 2014

A companhia boliviana Aerocon, que já teve uma avaliação publicada aqui, volta a ser destaque hoje no Melhores Destinos. Dessa vez com pelo olhar atento do nosso leitor Daniel Rennó, que registrou com riqueza de detalhes e imagens a experiência de voar com a companhia de Santa Criz de la Sierra a Puerto Suárez. Veja como foi:

Meu nome é Daniel Rennó, tenho 34 anos, sou publicitário, moro em Campinas (SP) e assim como os demais leitores do Melhores Destinos, adoro viajar. Na minha última viagem, em novembro de 2013, passei por locais no norte e centro-oeste brasileiro, Peru e Bolívia. Neste último país, voei pela primeira vez na companhia aérea local chamada Aerocon de Santa Cruz de la Sierra até Puerto Suárez, próximo à divisa com Corumbá (MS). Gostaria de expor a minha experiência para ajudar outros viajantes a escolherem (ou não) essa companhia. 

Avaliacao-aerocon

A Aero Comercial Oriente Norte Ltda., conhecida por Aerocon, faz apenas voos domésticos na Bolívia e tem como principal base de operação a cidade de Trinidad, no norte do país. Ele voa com nove aeronaves Fairchild Aerospace Metro, produzidas nos Estados Unidos e com capacidade para 19 passageiros.

COMPRA DA PASSAGEM

Realizei a compra da passagem pelo site http://www.aerocon.bo usando cartão de crédito internacional expedido no Brasil após ter feito pesquisa de preço. A passagem do trecho estava alguns reais mais baratos que o mesmo trecho da Transporte Aérea Militar, outra companhia local e quase o dobro de um dos tickets do “trem da morte”, que também liga essas cidades. Outras companhias não operam nessa rota.

Não tive problema nenhum com a compra pelo site, seja por meu cartão ser expedido fora da Bolívia, inclusive com cobranças de taxas surpresas. Apesar de o site dizer que oferece opção em português, não consegui fazer essa opção funcionar e realizei a compra em espanhol. O limite de bagagem despachada é de 20 kg por pessoa e é permitido uma bagagem de mão.

ANTES DO VOO

Um dia após a compra da passagem, li na imprensa boliviana que um avião da Aerocon sofreu um acidente na aterrissagem no aeroporto de Sucre, machucando os passageiros. Já no dia 3 de novembro, outra aeronave da companhia sofreu um acidente em Riberalta, matando oito passageiros. Devido aos incidentes, perguntei para amigos meus no Brasil e na Bolívia sobre a segurança dos aviões da companhia. Tive apenas respostas negativas e escutei muito sobre atrasos.

avaliacao-aerocon

Alguns dias antes do voo, houve antecipação de uma hora do horário de embargue. Fui avisado com antecedência por e-mail e pude me programar. Aproveitei para tirar algumas dúvidas por e-mail mesmo, que foram respondidas com rapidez. A empresa não oferecia respostas em português, a conversa precisou ser em espanhol. Não sei se a Aerocon oferece atendimento ao cliente em inglês.

AEROPORTO EL TROMPILLO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA

Aeroporto-trompillo

Cheguei ao aeroporto El Trompillo com uma hora de antecedência e fiz o check-in sem fila. Os atendentes também não falavam português e foram muito simpáticos. Meia hora antes do voo tive que pagar os BOL 11,00, menos de R$ 4,00, que é a taxa de aeroporto para voos domésticos, que deve ser paga diretamente em um guichê específico do aeroporto. Não há como pagar com antecedência e não sei se é possível realizar a operação com moeda diferente da moeda local.

aeroporto-santa-cruz-la-sierra

O aeroporto El Trompillo se localiza na zona sul de Santa Cruz de la Sierra, entre o terceiro e o quarto “anillo”, avenidas em forma de anel que circundam toda a cidade. Ele está mais próximo do centro do que o Aeroporto Internacional de Viru-Viru. El Trompillo é um aeroporto pequeno, aparentemente com pouco movimento e no andar superior há visão da pista.

aeroporto-santa-cruz-de-la-sierra

Nele há guichês das companhias locais, balcão de informações, um restaurante, cadeiras, sanitários, telefones públicos e o guichê para pagamento da taxa de aeroporto. Alguns cartazes dizem que ele possui sinal wi-fi, porém é necessário cadastro antecipado e somente o primeiro dia do serviço é gratuito.

aeroporto-santa-cruz-la-sierra

A entrada na sala de embargue foi feito com rapidez, sem filas e meia hora antes do voo. Não dava para entrar na sala com antecedência. Nela havia apenas sanitários, cadeiras, televisão e sistema de ar condicionado.

O VOO

O embarque foi feito direto pela pista. Leve um guarda-chuva em caso de dias chuvosos, como em muitos aeroportos do Brasil. Houve um pequeno atraso de 10 minutos. Na entrada da aeronave foi dada a cada um dos oito passageiros do voo uma garrafa d’água.

como-voar-aerocon

A avião tinha capacidade para 19 passageiros, não tinha banheiro e nem serviço de bordo. Além dos oito passageiros havia o piloto e o co-piloto. Não havia divisão entre nós e a cabine.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

As poltronas eram confortáveis e como não havia poltrona ao lado, havia bastante espaço. Não há marcação de assentos, quem chega primeiro, pega o lugar que quiser. As fotos mostram os materiais de divulgação e de segurança.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A decolagem aconteceu sem problemas, porém eu senti o desconforto da decolagem mais forte dessa vez em comparação com aeronaves maiores da Boeing, Airbus ou mesmo E-Jets da Embraer e ATRs. Quando digo desconforto, digo os balanços e aquela sensação de sair da cadeira quando aeronave faz um movimento mais brusco. A sensação foi mais forte e pode assustar quem tem medo de voar, porém, nada de anormal. Não sei se a causa dessa sensação seja o tamanho e condições da aeronave ou a experiência de quem estava pilotando.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O voo durou aproximadamente uma hora e como não havia entretenimento a bordo eu fui curtindo a paisagem e usando meu laptop para ver um pedaço de um filme e me dedicar a projetos pessoais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Durante o voo não aconteceu nada de anormal, apenas dois ou três movimentos mais bruscos que chamaram a atenção dos passageiros. Coisa normal em outras aeronaves e em outras companhias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A aterrissagem também aconteceu sem problema, apenas com o desconforto mais forte, como da decolagem. Chegamos com 10 minutos de atraso e desembarcamos com rapidez.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

AEROPORTO DE PUERTO SUAREZ

O aeroporto de Puerto Suarez também é bem simples e pequeno. A sala de retirada das malas não possuí esteiras e o acesso não é restrito aos passageiros. Quando cheguei lá, ela estava cheio de taxistas que pedem o seu comprovante para pegar a mala para você e levar até o taxi.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A sala possui algumas portas de ferro , semelhantes àquelas as usadas para proteção de lojas de rua no Brasil. Subindo essas portas de ferro, aparece um funcionário do aeroporto que entrega as malas para quem tiver os comprovantes.O aeroporto possuí um restaurante e até um free shop, porém, não tive a curiosidade de entrar nele.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para sair do aeroporto não há ônibus, apenas taxis. Uma corrida até a fronteira com Corumbá (MS) sai por BOL 50,00, menos de R$ 17,00 e você pode negociar ou dividir a corrida com mais pessoas. Após realizar o rápido procedimento de saída da Bolívia e entrada no Brasil, você deve pegar um táxi no lado brasileiro.

 OLYMPUS DIGITAL CAMERA

CONCLUSÃO

Quando perguntei para algumas pessoas sobre a Aerocon, sempre tive opiniões negativas sobre a segurança e atrasos. Pelo menos no voo que fiz, não vi nada de diferente do que já vi em outras companhias aéreas. A única diferença que percebi foram os desconfortos mais fortes na decolagem e aterrissagem, mas como disse anteriormente, nada de anormal. Porém, pode assustar quem tem medo de voar. A ausência de serviço de bordo, entretenimento e banheiros nas aeronaves não me fizeram falta. Caso haja uma concorrente que ofereça essas três coisas que acabei de citar por um preço semelhante, aconselho a pegar o concorrente devido à comodidade. Mas caso a Aerocon seja a única opção, ou a opção bem mais barata, pode voar tranquilo com ela. Bons voos a todos!

Agradecemos ao Daniel por este excelente relato sobre sua viagem com a Aerocon, que com certeza ajudará muitos leitores a optar ou não pela companhia em suas viagens pela Bolívia. E você? Já voou com a companhia? Conte como foi a experiência nos comentários e participe! Veja todas as companhias avaliadas pelo Melhores Destinos neste post.

 

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • João C

    Um breve comentário

    "Puerto Suárez, próximo à divisa com Corumbá (MS)."

    No Brasil diz-se assim
    Entre países – Fronteira
    Entre estados – Divisa
    Entre municípios – Limite

    • -11 hauahuahuahauhauhua. Achei interessante a informação…

  • EDUARDOPGALVAO

    Ótimo relato. Parabéns.
    Sempre que o fator 'segurança' e 'organização' é citado, me pergunto: será que estas empresas conseguem ser piores que as nossas? Pela minha experiência, não.

    • Kal_Center

      Conseguem sim, o nível de segurança na Bolivia é bem baixo, nem dá pra comparar com o Brasil. Digo q este voo no relato acima é uma exceção a regra e teve sorte do voo sair no dia e horário marcados. O desconforto que ele sentiu não é nem por inexperiência do piloto e nem por causa da aeronave, é a alta umidade e alta temperatura que geram este tipo de turbulência na região.

  • Eliane

    Muito bom seu relato…fiz um vôo de Aruba ate Curacao num desses aviões pequenos …. morri de medo mas cheguei…acho que é o q importa.

  • Aryanne

    Parabéns pelo relato.
    Referente que mencionou sobre "desconforto, digo os balanços e aquela sensação de sair da cadeira quando aeronave faz um movimento mais brusco" eu senti a mesma coisa quando fiz uma viagem com a Azul

  • Rafael Lima

    Muito bom o relato, só uma observação: que aeroportos feios na Bolívia hein, parecem algumas rodoviárias do Brasil.

  • Stefanie Ferraz

    De fato, o Aeroporto El Trompillo de Santa Cruz de La Sierra TEM MUITA CARA DE RODOVIÁRIA! É impressionante! Mas há outro aeroporto internacional na cidade que é bem ajeitadinho e tem cara de aeroporto mesmo!

    • Diego

      Ou, mudando o ponto de vista, podemos dizer que nossas rodoviárias têm muito cara de aeroportos.

    • Binsk

      Não vi nada de diferente desse aeroporto para os de Manaus, São Luís e Foz do Iguaçu. É claro que você não vai querer comparar com os aeroportos de grande porte do Brasil, né?

  • Muita coragem!

    Toda semana tem um acidente difrente com os aviões da A4.
    Eu não recomendo MESMO!

    O aeroporto onde ela opera (El Trompillo, SRZ) é super perigoso com muitos roubos, e não tem área de desembarque, as malas ficam num salão, que as pessos da rua tem acesso. Podem roubar sua mala com ja aconteceu com muita gente.

    Enfim. Evitem!

    • Eu fico impressionado como nos EUA é assim e não tem problema nenhum… Mas na Bolívia eles sempre conferem o adesivo da mala com seu ticket, pelo visto não é o caso desse aeroporto…

  • Irla Lopes

    Eu tive uma péssima experiência com a aerocon no mês passado. Comprei uma passagem para as 10h15 de La Paz a Sta Cruz de la Sierra e o voo atrasou uma hora e meia. Resultado: perdi o meu voo para o Brasil que sairia as 13h50. A empresa aerocon é desorganizada e não ofereceu qualquer apoio. Expliquei que tinha um voo internacional e não se dispuseram a contatar outras companhias bolivianas para viabilizar o meu deslocamento. Os aviões são antigos e o serviço é bastante precário. Em resumo: se puder evite se deslocar em voos desta companhia aérea, pois não ha qualquer garantia de que vc chegará ao seu destino como previsto.

    • Vc assumiu o risco. Não pode ser uma desculpa mas sempre tem essa possibilidade de atrasos… O melhor é fazer o trecho com muita, muita antecedência.

    • Rubens Ferreira

      Quando se viaja em companhias diferentes, compradas separadas, é arriscar na sorte… Não da pra reclamar quando algo acontece, num caso pontual como esse!

    • Orem Dreyfus

      Você iria fazer uma conexão ou em Santa Cruz iria pegar um vôo de uma outra companhia? No primeiro caso, realmente a Aerocon falhou contigo. No segundo, desculpe informar, mas o erro foi teu. Considerando que num vôo internacional você tem que se apresentar com 2 horas de antecedência, seria razoável chegar 4 horas antes, como margem de segurança. Já vi muita gente que adota 6 horas como margem, mas creio que 4 seja suficiente. No caso, você deveria estar em Santa Cruz às 9h50, mas neste horário nem mesmo tinha saído de La Paz.

  • Daniel você é corajoso! Não faria um voo desse, já é uma aventura viajar de PVH-MAO no ATR da Azul imagina esse boliviano.
    Conheço Puerto Suarez (a pé) pois estava em Corumbá, a cidade boliviana é bem pobre e acanhada, não diferente de algumas cidades interiorana do Brasil.
    Com dollar mais em conta vale a visita para comprar os importados (perfumes, tênis etc…)
    foto da fronteira (Brasil – Bolívia): http://www.4shared.com/photo/H9My-F74ba/20120927_

  • Wendel

    Pessoal do MD, achei que é uma boa dica falar aqui!!
    O clube Smiles está com uma promoção para quem o assinar até dia 30/04, que oferece 3000 milhas a mais pelo mesmo valor mensal, totalizando 15000 milhas por R$360,00 ao ano. Mas, mesmo assim acho bobeira assinar 12 meses, por achar que não oferece tantas vantagens como ele faz propaganda. Porém, eu perguntei a duas atendentes do Smiles e elas confirmaram que é possível assinar somente os 3 primeiros meses e receber as outras 3000 milhas extras, já que o bônus são referentes estes meses. Logo, serão 6000 milhas por R$90,00 reais. Acho que vale muito a pena, já que as vezes o programa da Gol tem boas promoções (no inicio do ano vi GIG-EZE-GIG por 8000 milhas). Nem comprando milhas pela metade do preço dá esse valor!!! Abraços

  • marcelo

    Meu filho veis Medicina em Santa Cruz viajei várias vezes de guayara Mirim para Santa Cruz. Tanto de barroco como pela tal e nunca tive problemas e mais achei Santa Cruz uma cidade maravilhosa com muitas opções!

  • 50 bolivianos pra ir até a fronteira com o Brasil, e depois de cruzar, 50 reais nos táxis pra ir até Rodoviária de Corumbá…

    • Meu hotel ficava a 8 quadras da entrada do aeroporto em Corumbá. Menos de 5 minutos de carro. Os taxistas queriam cobrar entre R$ 15,00 e R$ 20,00. O valor não mata ninguém, mas pagar 20 dilmas para andar 8 quadras é dose.

  • Fabio

    Quais são as opções de salas Vips em Puerto Suarez para quem é Star Alliance Gold? rs

    • Márcio

      kkkkkkkk Esto non ecziste!!! : )

  • Karina

    Minha nossa Senhora, vc é corajoso hein!! O aviao mal cabe o piloto e o co-piloto imagina mais 8 pessoas! rsrs Nao voaria numa lata de sardinha dessa nem de graça, mto menos na Bolivia!

  • Fabio

    É um lugar bem trash mesmo. Reparem que na faixa está escrito DUTTY FREE e não DUTY FREE kkkkkkkkkkkk

  • Edu

    Gostaria de colocar uma sugestão de uma Matéria ao Leonardo e ao Denis: Uma matéria muito importante e pouco explorada. Não vi em nenhum site. Uma matéria sobre custos de Diálise (Para pacientes com problemas renais crônicos) em locais Turísticos dos Estados Unidos(Las Vegas, Orlando, Miami, New York, e outras cidades) e Europa. Temos hoje no Brasil mais de 100.000 pacientes, e alguns que podem ajudar pois já viajaram e usaram este tipo de tratamento em trânsito). É absolutamente necessário, os preços, consulta a clínicas que fazem. Obrigado

  • Adoro viajar , ainda mais de avião…mas sinceramente , estou dispensando um voo pela Aerocon…kkkk
    Viajar sem conforto, sem serviço de bordo, avião não tão moderno….ok
    Agora voar sem segurança, não dá…não importa o quão barato seja…

  • Ernesto Gonzales

    Daniel excelente relatorio, muy veraz y detallado