Governo aumenta imposto para compras no exterior

Denis Carvalho 28 · março · 2011

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Viajar para o exterior ficou um pouco mais caro. O Governo Federal publicou hoje no Diário Oficial da União decreto que eleva o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para as compras com cartão de crédito no exterior.

A nova norma eleva de 2,38% para 6,38% o imposto sobre as compras com cartão fora do Brasil e tem como justificativa conter a queda do dólar ao desestimular o uso do cartão de crédito na importação.

O aumento do imposto também atende à pressão do empresariado brasileiro, descontente com o aumento de importações. De quebra, o governo espera compensar parte da perda de arrecadação verificada com a correção da tabela do Imposto de Renda.

E assim, com uma canetada, o imposto quase triplica: os empresários, os economistas e o governo se alegram. A conta? Esta fica para nós, que vemos nossos sonhos de viagem cada vez mais comprometidos pela ineficácia do nosso país em fazer frente às demais economias.

Também ficam mais distantes a compra de aparelhos e produtos que no Exterior têm preço acessível e em terras tupiniquins custam uma pequena fortuna. Seria até engraçado: no Brasil os produtos são cara pela pesada carga tributária. Qual o remédio? Aumentar ainda mais os impostos! Vela lembrar que em janeiro de 2008 essa mesma aliquota já havia subido do 2% para 2,38%.

Certamente é muito mais fácil punir a população do que incentivar o setor produtivo, modernizar o Estado, reduzir as regalias e fechar as torneiras da corrupção que jorram o dinheiro público dia e noite…

Diante deste novo decreto,  qual é a melhor forma de levar dinheiro para o exterior? Nos próximos dias o Melhores Destinos irá publicar uma série de posts com as opções mais vantajosas para quem vai fazer uma viagem internacional.

Com informações da Agência Brasil

 

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe