Atrasos ou cancelamentos de voos: conheça seus direitos e viaje tranquilo!

Denis Carvalho 17 · junho · 2014

Há algum tempo nosso leitor Leonardo Cassol fez um post espetacular sobre como conseguir upgrades em voos internacionais. Hoje trazemos mais uma colaboração fantástica dele: o Guia Melhores Destinos para viajar tranquilo. Serão três posts com assuntos vitais que todo viajante deve conhecer para evitar problemas exigir seus direitos! Acompanhe:

Selecionamos nesse Guia, especial para os leitores do Melhores Destinos, orientações práticas e detalhadas para você viajar tranquilo e evitar os três problemas mais comuns aos viajantes de avião (de acordo com a Anac – Agência Nacional de Aviação Civil). São eles:

  1. Atrasos ou cancelamentos de voos;
  2. Overbooking e preterição de embarque
  3. Extravio de bagagem.

Serão 3 posts exclusivos para que os nossos leitores entendam melhor esses problemas e saibam como evitar e o que fazer no caso de haver uma dessas ocorrências em suas viagens. Boa leitura!

Guia Melhores Destinos – Especial viaje tranquilo

Atrasos ou cancelamentos de voos

Quase todas as viagens de avião envolvem algum tipo de ansiedade. Saímos de casa querendo chegar o quanto antes no destino, seja por motivos profissionais, familiares ou pessoais. É por isso que atrasos e cancelamentos são tão frustrantes. Eles são a principal causa de transtornos aos passageiros, no Brasil e no mundo.

Cancelamento de um voo que tive pela United
Cancelamento de um voo que tive pela United

Cinco causas mais frequentes de atrasos e cancelamentos de voos:

1. Condições climáticas (névoa baixa, chuva ou vento forte, neve etc.): tais condições podem restringir o uso das pistas, exigir maior distanciamento entre decolagens e pousos ou até fechar o aeroporto. Como é difícil saber de onde vem a aeronave que fará o nosso voo, o fechamento do aeroporto de Porto Alegre pode afetar um voo que decolaria de Brasília, por rexemplo,  caso a aeronave for a mesma;

2. Manutenção não programada na aeronave: equipamentos complexos como aviões, por mais seguros que sejam, podem apresentar problemas inesperados, como necessidade de troca de pneus, problemas elétricos etc. Muitas vezes as empresas não dispõem de aeronaves reservas no aeroporto, o que certamente implicará no atrasou ou cancelamento do voo.

3. Excesso de tráfego aéreo: muito comum no Brasil, pode estar associado aos gargalos na infraestrutura aeroportuária (ex: falta de posições para estacionamento ou taxiamento das aeronaves), condições climáticas nas proximidades do aeroporto (obrigando as aeronaves a desviarem) ou em outros aeroportos (quando o aeroporto recebe aeronaves não programadas oriundas de aeroportos fechados). Como no Brasil a maioria das aeronaves operam trilhos cujas escalas demoram em média 40 minutos, um atraso numa fase do voo vai ocasionar um efeito em cascata em todos os voos seguintes;

4. Problemas com a tripulação ou falta de tripulação: um piloto ou comissário que faltou ao serviço ou que chegaria num voo atrasado ou cancelado. Por mais que as empresas disponham de equipes reservas que ficam em stand by, às vezes o acionamento dessas equipes falha ou demanda mais tempo que o previsto;

5. Volume de ocupação no voo
: Uma ocupação muito baixa (inferior a 30%) pode levar a empresa aérea a juntar o voo com outro que sairia mais tarde ou a cancelar e reacomodar os passageiros; por outro lado, quando o avião está completamente lotado, o embarque e desembarque é mais lento e pode demorar muito mais que o previsto.

Fila para remarcação de uma passagem, que demorou 3 horas
Fila para remarcação de uma passagem, que demorou 3 horas

Como evitar esses problemas:

1. Consulte o histórico de atrasos e cancelamentos do seu voo, disponível no site da Cia. Aérea. Voos a noite costumam atrasar mais que os voos da manhã. Alguns aeroportos são mais suscetíveis a problemas climáticos que outros: Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP), Porto Alegre (RS), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Joinville (SC) seja por limitações de infraestrutura ou pelas condições dos locais aonde foram construídos. Se tiver um compromisso importante, considere voar na véspera, bem como escolher aeroportos alternativos, quando houver: Galeão (RJ) e Guarulhos (SP);

2. Prefira as empresas que possuem o maior número de voos na rota que você vai voar, pois em caso de problemas a maior disponibilidade de voos vai facilitar a reacomodação. Aeronaves mais novas demandam menos manutenção (a idade média das aeronaves no Brasil é baixa e não há grande diferença entre as empresas);

3. O tráfego aéreo é mais comum em períodos de alta demanda, como vésperas de feriados prolongados, datas festivas (ex: dia das mães), ou quando ocorrem problemas climáticos. Atente para aeroportos que não operam 24 horas, como Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ), que fecham 23 horas e operam com restrições após as 22h30. Após esse horário o voo será desviado para um aeroporto próximo;

4. O problema de falta de comissários é menos frequente nos chamados hubs, ou seja, em locais onde a empresa área opera muitos voos (Hubs Nacionais: TAM – Congonhas, Guarulhos, Santos Dumont e Brasília; GOL – Congonhas, Guarulhos, Galeão e Brasília; AZUL – Campinas, Belo Horizonte e Santos Dumont; AVIANCA – Congonhas, Galeão e Brasília. Consulte o histórico de atrasos e cancelamento do seu voo;

5. Esteja preparado para o excesso de passageiros nas vésperas de feriado prolongado e nos meses de julho, janeiro e fevereiro, quando a demanda aumenta muito. A baixa ocupação é mais comuns nas tardes e noites de sábados, no meio de feriados prolongados ou entre 14h e 16h;

atrasos-cancelamentos-voos1

Outras dicas importantes:

6. Na véspera da viagem consulte sua reserva pela internet, no site da companhia aérea ou pelo telefone; seu voo pode ter sido alterado sem que a empresa tenha conseguido avisá-lo. A reacomodação prevista pode ser em um horário diferente, ocasionando muitos transtornos;

7. Ao chegar ao aeroporto, até a hora do seu embarque, fique atento ao painel de informações e aos avisos sonoros. Se seu voo for cancelado ou se aparecer a informação “Procure a Cia. Aérea”, seja rápido e procure um funcionário no balcão, pois a ordem de chegada é determinante para a reacomodação, na maioria dos casos;

8. Fique atento à troca de portões de embarque, muito comum nos aeroportos brasileiros. A distância entre os portões pode demandar muito tempo de deslocamento e ocasionar a perda do voo; a troca de portões é quase certa no caso de atraso;

9. Em caso de problemas climáticos, longas filas de espera se formam nos aeroportos na espera de reacomodação nos voos. Se desistir de voar e não tiver despachado bagagem, lembre-se que você pode pedir o reembolso ou solicitar alteração do voo pelo telefone. Fuja das filas;

10. Seja educado, porém muito firme na hora de exigir seus direitos. Os funcionários são treinados e orientados para dizer que a opção oferecida é a única disponível, o que em quase 100% dos casos não é verdade. Conhecer os seus direitos é fundamental. Por isso leia a parte seguinte desse post.

atraso

O que fazer? Quais os meus direitos?

Voos dompesticos ou internacionais em território brasileiro (Resolução 141 Anac):

Atraso superior a 2 horas:

  • Alimentação (voucher para almoço, jantar ou lanche);
  • Comunicação (telefone­ma).

Cancelamento ou  atraso superior a 4 horas (ou se já houver estimativa desse atraso):

Nesse caso, o cliente tem o direito de decidir a melhor opção de acomodação. O passageiro não é obrigado a aceitar a proposta da empresa aérea. No caso de cancelamentos, é muito comum as empresas ocultarem o direito do passageiro de escolher voos de outras empresas. Isso porque elas pagam caro para reacomodar os passageiros nas concorrentes. Mas é um direito seu! Exija se precisar.

Conheça aqui os seus direitos:

  • Reembolso integral, incluindo a taxa de embarque. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
  • Remarcar o voo para data e horário de sua conveniência, sem custo. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
  • Embarcar no próximo voo da mesma empresa, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino. A empresa deverá oferecer assistência material;
  • Embarcar no próximo voo de outra empresa aérea, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino, através do endosso;
  • Acomodação ou hospedagem e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se você estiver no local de seu domicílio, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto;
  • Concluir a viagem por outra modalidade de transporte (ônibus, van, táxi etc), quando em trânsito ou próximo ao aeroporto de destino.

Importante: no Brasil não importa o motivo que ocasionou o atraso ou cancelamento. A responsabilidade é da companhia aérea e cabe a ela prover as opções de acomodação ou assistência. Mesmo no caso de problemas climáticos, a empresa área é solidária. No entanto, apesar da lei estar do lado dos passageiros, as empresas aéreas nacionais insistem em descumpri-la.

Caso seu voo seja cancelado ou atrase mais de 4 horas, siga esse passo a passo:

  1. Procure o atendente da empresa aérea no check-in ou em qualquer portão de embarque. Informe o ocorrido e solicite assistência;
  2. Verifique no painel o aeroporto ou pela internet se a solução oferecida é a que melhor lhe atende, considerando os voos disponíveis. Caso contrário, exija a melhor solução. As empresas tem cópias do Guia do Passageiro com um resumo dos seus direitos em caso de atrasos ou cancelamentos;
  3. Caso o atendente se negue a resolver o problema peça para falar com o supervisor de plantão. Toda empresa é obrigada a designar um agente líder ou supervisor para o check in ou o embarque. Explique a ele o problema, diga que conhece e exige seus direitos e ameace procurar a Anac. Seja firme. Eles costumam negar o primeiro pedido, mas acabam cedendo quando percebem que o passageiro não vai desistir (infelizmente, quase 100% dos casos funciona assim);
  4. Se não resolver o problema com a supervisão procure o escritório da Anac e/ou do Juizado Especial Cível do aeroporto. Se não conseguir, ligue para Anac e registre a reclamação;
  5. Tire foto do painel, do cartão de embarque e registre tudo o que puder como prova, pois a justiça deve ser o caminho caso seus direitos não sejam respeitados. As empresas aéreas são rés assíduas dos tribunais e costumam perder suas causas quando o direito dos passageiros é violado. A forma mais fácil e econômica de ingressar é através do Juizado Especial Cível.

Voos nos Estados Unidos:

  • O motivo do atraso ou do cancelamento é que define se haverá ou não alguma compensação;
  • Em caso de problemas técnicos ou operacionais, a empresa oferecerá estadia, transporte, alimentação e reacomodação, bem como alguma compensação em crédito, dinheiro ou milhas. Nos EUA, em geral, não há resistência para acomodar os passageiros em voos de outras companhias;
  • Em caso de condições climáticas, ou eventos que não sejam de responsabilidade das empresas aéreas, não há compensação. Nesse caso o passageiro tem que arcar com estadia, alimentação e transporte, recebendo apenas um voucher de desconto. Apenas a remarcação do voo é feita, mesmo assim priorizando os voos da própria empresa. Portanto, esteja preparado para essa contingência, especialmente se viajar nos meses de frio (novembro, janeiro, fevereiro e março).
  • Nos Estados Unidos, por ser mais comum a ocorrência de eventos climáticos, há protocolos bem definidos quanto à acomodação de passageiros. Não adianta insistir, pois eles seguirão estritamente os protocolos. A vantagem é que eles avisam desses eventos com antecedência e permitem que o passageiro escolha a opção de reacomodação pela internet ou pelo telefone. Mesmo assim filas enormes se forma nos aeroportos e é comum passageiros dormirem no terminal aguardando uma nova oportunidade de embarque.

  Voos na Europa:

  • O motivo do atraso ou do cancelamento é que define se haverá ou não alguma compensação;
  • Em caso de problemas técnicos ou operacionais, a empresa oferecerá estadia, transporte, alimentação e reacomodação, bem como alguma compensação em dinheiro;
  • na Europa, em geral, não há resistência para acomodar os passageiros em voos de outras companhias;
  • Em caso de preterição de embarque, cancelamento ou de chegada ao destino final especificado no seu bilhete com mais de três horas de atraso, os passageiros podem receber uma indenização, que varia entre 250 e 600 euros, de acordo com a distância do voo;
  • Se o voo tiver um atraso superior a cinco horas, há direito ao reembolso integral ou assistência da empresa área, semelhante ao que temos no Brasil;
  • Em caso de condições climáticas, ou eventos que não sejam de responsabilidade das empresas aéreas, não há compensação. Nesse caso o passageiro tem que arcar com estadia, alimentação e transporte, recebendo apenas um voucher de desconto. Apenas a remarcação do voo é feita, mesmo assim priorizando os voos da própria empresa. Isso se aplica também quando o passageiro é avisado com pelo menos duas semanas de antecedência do voo ou se lhe for proposto um voo alternativo com o mesmo trajeto num horário semelhante ao do voo inicial.  Portanto, esteja preparado para essa contingência, especialmente se viajar nos meses de frio (novembro, janeiro, fevereiro e março).

Tem alguma dúvida não respondida nesse post? Deixe seu comentário, pois teremos prazer em respondê-lo!

Agradecemos ao Leandro pelo brilhante artigo. Na semana que vem traremos o segundo da série, sobre overbooking. Não perca!

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Oi Pessoal, não vi nada sobre o extravio de bagagem. Minha mãe teve um problema de extravio de bagagem do voo de SP-GUA p/ BH-CNF, a mala de 32 kg da samsonite foi extraviada no dia 26 de maio e ate hoje não tenho uma posição da empresa. O telefone de CNF não atende, eles não respondem email e o contato com a GOL fala que é o aeroporto. Nesse caso, o que vocês me recomendam? PReciso de ajuda, obrigada!

    • Daniel

      Oi. Você chegou a ligar para a ouvidoria da Gol? Quando tive problemas com bagagem eles que ajudaram. Outra coisa, você pode procurar o juizado especial da sua cidade. Pode pedir indenização pelo que tinha dentro e mais outra mala.

    • Rodrigo

      Com 30 dias vence o prazo para eles buscarem a mala. A partir daí, eles têm de te fazer uma proposta de indenização, que será ridícula, pode escrever. Algo em torno de 200 dólares ou reais. Vá preparando a ação judicial para ajuizar no juizado especial de BH, de modo que você pode ajuizar um dia depois de eles te proporem a indenização pelo valor miserável. Ou até mesmo, pois comigo isso já aconteceu diversas vezes e em todas ganhei. Apresente o máximo de documentos possível, pois sua ação deve ter pedidos de indenização pelos danos materiais e morais sofridos. Boa sorte!

    • blogdisneyfriends

      Eles tem que te indenizar, mas apenas pagam o valor que você declarou quando chegou ao brasil – ou seja, não adianta falar que na mala tinha um notebook, uma camera, 5 relogios e muitas roupas novas se nada disso você declarou.

  • henrique

    Se a chegada ao destino final ocorrer acima de 4 hs do horário programado é dever da empresa arcar com translado terrestre (taxi) até o destino final do passageiro.

  • sjr

    Poderiam esclarecer os meus direitos nesse caso?
    Tinha um voo santos dumont para Curitiba so que o mesmo voo seguiria para porto alegre. Depois de todos entrarem na aeronave . pediram para os passageiros com destino.a porto alegre sairem. Ja com a aeronave.no ar informaram q nao poderiam descer.em Curitiba e desceriamos em floripa.
    E de.la seguiríamos de onibus e assim foi. O meu onibus no caminhos quebrou e fiquei. Uma hora na est rada esperando outro. Resumindo um.voo de uma hora virou uma viagem de 8 horas e acredito q cia aerea ja agiu de caso pensado que iria descer em florianopolis. Se tivessem avisado antes de decolar eu nao teria ido. Nesse caso qual seria me u direito. Foi um voo de 2012 na extinta webjet.

  • Tenho uma dúvida, caso o meu vôo seja para SAntos dumont -RJ, e por condições climáticas, o aeroporto e fechado e meu avião seja desviado para pouso no galeão. Tenho direito algum voucher d taxi que me leve par próximo a santos dumont? Faço essa pergunta pq santos dumont e próximo ao meu destino final, quando me desviaram para o galeão, tive q pegar um taxi que me custou 100 reais, se o avião tivesse pousado no destino que comprei santos dumont, não teria gasto isso de taxi! Alguém poderia me ajudar tirando essa dúvida, em caso de desvio de aeroporto, eles pagam taxi??

    • Hermes

      Paloma,

      Na AVIANCA, já aconteceu algo semelhanete, não com bagagens mas com uma remarcação de voo da minha mãe onde eles informavam que aguardavam uma posição do aeroporto. Sendo a posição pendente do aeroporto, do call center, do departamento financeiro, enfim seja lá qual for a área a empresa é uma só e seu canal de atendimento é o SAC ou ouvidoria para resolver seu problema. Demorei umas 2hs e 30 entre chamadas desligadas até a resolução, mas consegui, pois eles informaram que agurdavam o aeroporto posicioná-los. Como a reclamação no SAC tem por lei 5 dias úteis para ser respondidade E SOLUCIONADA, passando este prazo, eu exigi que eles entrassem em contato com o aeroporto (salientando que não era minha responsabilidade e da empresa, independente da área em que estava a pendência), fiquei muito tempo na linha mas deu certo. Fui extremamente insistente! Eles falam que vai demorar mais 24 horas etv… eu falo que tenho todo o tempo do mundo para aguardar e que espero em linha junto com o atendente por 24 horas sem problemas! (é meio louco mas dá certo) Se passou o prazo você pode exigir facilmente isso!

      Não se espante se algum atendente desligar na sua cara etc… Com a GOL já cheguei a ficar numa linha por 1 hora na espera muda (a atendente me deixou de propósito) e só retornou o atendimento porque eu liguei de outro telefone na mesma central de atendimento e pedi para falar com o supervisor solicitando que a atendente retornasse o atendimento! Enfim, coisas de call center que são comuns (infelizmente). Espero que tenha ajudado! Em último caso, se não conseguir, resta abrir reclamação na ANAC ou JEC – "Pequenas Causas".

    • Kaique

      Uma ótima pergunta, também fico na dúvida com relação.

    • Geralmente eles oferecem transporte em ônibus fretado quando são muitos passageiros. Poucos eles pagam taxi sim, mas tem que pedir e pegar voulcher. Não existe reembolso posterior.

    • Sábia decisão. A justiça pode ser o
      caminho para alguma compensação. Infelizmente algumas empresas aéreas tem
      um histórico de desrespeito e descaso com o consumidor. Por isso recomendo que consultem a avaliação das empresas aqui no site do Melhores Destinos e avaliem o risco antes de
      Comprar.

    • Adriana Manhães

      Oi Manu! Sim, eles são obrigados a oferecer transporte para o destino original (no seu caso, para o Santos Dumont). Normalmente, eles disponibilizam ônibus/vans de um aeroporto para o outro. Também já vi colocarem os passageiros do mesmo voo para dividirem um táxi pago pela cia aérea, mas nunca vi darem vouchers individuais. Bjs

  • Rony

    Bom dia pessoal!
    Também não achei sobre overbooking e preterição de embarque. O que seria isto exatamente e quais meus direitos?
    Abraço.

    • Kleber

      um post por vez, gente!

    • É o post da semana que vem! Não perca!

    • Semana que vem novo post sobre overbooking e depois sobre extravio de bagagens! Já esta escrito. Aguardem!

  • Carlos Alberto

    Há um pequeno erro no texto. Diz-se Curitiba (RS) quando na verdade a cidade é capital do Paraná (PR).

    • Vamos corrigir. Era pra mencionar Porto Alegre (RS). Curitiba, aliás, cidade que muito aprecio!

    • Olindo

      Carlos Alberto, não se preocupe, todo mundo sabe onde fica Curitiba, é aquela cidade, onde houve a confusão no jogo de futebol, entre Fluminense x Curitiba. Aliás a torcida do Curitiba, naquele jogo, tornou inesquecível essa linda cidade

  • juliana

    Bom dia !!
    Tenho uma duvida em relação a vôo que sofrem alteração e são avisados antecipadamente , eu tenho o direito de escolher outro vôo sem custo algum ? A ultima vez teve uma alteração de 15 minutos e a atendente da TAM disse que ate 15 min de alteração eu não tenho essa opção de solicitar a troca de vôo .
    Obrigada

    • MTorres

      PUTZ. 15 minutos e vc queria trocar de voo? 15 minutos nem pego a fila pra me informar.

    • Juliana, a política varja conforme a empresa. A Lei não obriga as empresas a remarcar em qualquer data quando eles avisam antecipadamente. A TAM permite remarcar em um intervalo de 15 dias antes ou depois da viagem quado a viagem sofre uma alteração maior que 15 minutos. Menos que isso eles entendem que não houve prejuízo ao passageiro, e estão respaldados pela Lei

      • ivan

        Oi Leonardo, comprei uma passagem TAM (salvador – Miami) em fevereiro. Em abril alteraram o horário em 12min. Liguei e descobri esta regra (queria aproveitar o inconveniente para encurtar minha estada nos EUA). Não aceitei a regra dos 15 min, vi que nao existe legislação e é regra interna, registrei na ANAC mas nao deu em nada. Agora em Agosto nova mensagem de alteração em mais 10 min. Liguei e comentei das duas. A atendente disse que como "aceitei" a primeira alteração (algo que nao fiz mas não mantem registro disso), não somariam os horários e novamente nao tenho direito a alteração. Estou tão chateado por serem inflexíveis (ja tive que me adaptar a várias mudanças e sempre levei de boa a companhia, sempre priorizei a TAM) que estou pensando em cancelar a viagem. Sei que estou sendo meio dramático, mas estou bem chateado com o atendimento. Quais minhas opções, baseado no teu conhecimento?

  • Giselle

    E quando a cia muda o voo de aeroporto? Por exemplo estávamos na argentina, voltando para o Brasil e mudaram nosso voo de Aeroparque para Ezeiza, sendo que nossa conexão para o Brasil estava no Aeroparque, chegando em Ezeiza depois de muito explicar a cia nos colocou em um onibus para o traslado, porém com o tráfego de Buenos AIres jamais chegariamos a tempo para a conexao, tivemos que pagar um taxi, desembolsando aí quase 200 reais. O que fazer nesse caso?

    • Entre em contato com o serviço de atendimento ao cliente. Explique seu caso e peca alguma compensação. Você tem direito, mas o tempo e energia para ir a justiça talvez não compense nesse caso. O ideal era ter resolvido em Buenos Aires mesmo, mas sei como isso é complicado!

      • Cristiane Morais Miotte

        Comprei passagens para Aruba saindo de VCP. A Copa a partir de janeiro/16 deixou de operar em VCP e mudou o voo pra GRU. Fica muito longe de casa e eu perderia o voo. Avisei q seria inviavel pra mim. Mas estao me cobrando mais q o valor da passagem p cancelar ou trocar a data. Tenho algum direito? Falta uma semana pro voo. Me ajuda aí👍

  • ivan

    Gisele, a GOL já fez isso comigo em BsAs. O voo deveria partir de Ezeiza mas, quando cheguei lá, me disseram que tina mudado para Aeroparque. Pedi a eles que me levasse para o Aeroparque e, depois de fazer uma breve cara feia,a funcionária da GOL disse que "ia ver se tinha disponibilidade". Instates depois estva tudo povidencido e me levaram de táxi até la. Por sorte ea cedo e o trânsito não estava ruim. Acho que a moral da história aqui é: tem que pedir.

    • Giselle

      Ah pois então, a gente reclama da Gol mas comparada com a Aerolíneas Argentina a Gol é luxo!! Nós pedimos! E Pedimos e Pedimos de novo! A atendente só fazia caras e bocas sorria e dizia que iriam resolver, depois de quase 20min nos deram o voucher do onibus, que fomos descobrir ficava do oooooutro lado do aeroporto, ao chegar la, com malas e mais malas, descobrimos que o tal anibus sairia só dali 30min, entre voltar la e contestar, ou pegar o onibus resolvemos optar pelo taxi, que nos deixou com 15min antes de encerrar o checkin, ou seja, de onibus jamais daria tempo. Poderiamos ter arriscado, mas e a incomodação de perder a conexao e td o mais? Fiquei revoltadissima!

  • Breno

    Gostaria de saber sobre cancelamento de passagens aéreas, pois cancelei uma passagem que paguei o valor de R$ 464,00 e só vão me reembolsar R$ 154,00, está correto ?

    • MTorres

      Voce leu os termos antes de comprar a passagem? Por isso existe uns 4 preços sobre a mesma passagem. A TOP te da reembolso integral, ja as promos as vezes nem dão nada. É o risco quando se compra a tarifa mais baixa. Tem vezes que pra cancelar vc ainda tem que pagar.

      • Para cancelar tem que pagar? Isso não existe! =)

        • Cleiton

          Denis, hoje ainda em contato com a Gol, tentei cancelar uma passagem promocional e a atendente falou que teria uma multa de R$ 100,00 reais caso fosse feito o cancelamento, ou, seria R$ 150,00 em caso de "no show". Isso procede?
          Obs.: Não foi feito o check-in ainda.

          Muito obrigado.

          • Esse é o valor que você paga para cancelar e mudar a data ou receber o dinheiro de volta. Se a multa é maior ou igual ao valor que pagou na passagem não faz sentido pagar. Apenas não apareça no dia do voo e pronto. =)

          • Ananda

            Olá Denis, tive o mesmo problema em um vôo recentemente. A situação é que a Gol cobra uma taxa de "no show" de R$150,00, ou seja, se você não aparecer no dia do vôo eles te cobram esse valor, mesmo que não estejas pedindo reembolso. Perguntei para a atendente se era isso mesmo, caso eu não usufruísse do voo eles iriam me cobrar, ela confirmou. Queria saber se é isso mesmo ou se a atendente fez confusão.

          • Diogo

            Não é assim não Amanda. Você só paga taxa de remarcação/”no show” se pedir reembolso/crédito. Já perdi ou desisti de vôo e como não teria reembolso, simplesmente ignorei o vôo. Não tem que pagar a mais não!

    • Varia conforme as regras de cada tarifa. Vou escrever um post sobre isso. Provavelmente o cálculo esta correto, infelizmente

  • claudia

    Excelente assunto. Como sugestão, poderiam tratar sobre reembolso de bilhetes… assunto que tenho muitas dúvidas. Obrigada

  • Leticia

    Pessoal, em fevereiro vi uma promoção por aqui, de voos para Europa no periodo do reveillon… Essa promoção foi pela Iberia, e agora, eles mudaram o voo, e disseram que cancelaram a passagem, caso eu queira voar nas datas, preciso pagar a multa e diferença! Absurdo total o que a Iberia faz com os consumidores brasileiros!!!

    • Hermes

      Eles tem que reacomodá-lo sem custo nenhum em outro voo! Eles tem voos diários e podem e devem fazer este procedimento. CAso não consiga através da central de relacionamento com muita insistência, acredito que deva consiguir pessoalmente na loja de passagens da Ibéria! Se morar em alguma capital que tenha loja indo pessoalmente para resolver acredito que seja melhor, apesar de todo o aborrecimento, talvez, fazer isso para manter os planos de viagem possa ser compensador.

      • Leticia

        Obrigada pela resposta Hermes… mas comprei a passagem através da Expedia… Ai eles dizem que a Iberia só da essa opção… e quando tento falar com a Iberia, eles dizem que preciso resolver com a agência… Assim fica fácil a Expedia vender uma passagem promocional, agora eu tenho que pagar a diferença! rsrs
        Eu ainda não aceitei o cancelamento, estou procurando meus direitos…. Mas fica a dica de não fazer negócios através da Expedia!

        • Olindo

          Pelo que entendo, o responsável é a Ibéria. Mas sei que é difícil resolver o problema no jogo de empurra, se você pagar a diferença, vale apena , dar entrada na justiça. Entendo que vão te devolver a diferença, mas uma parcela de danos morais.Segundo informações que tenho, a base principal da Expedia, é em Seattle (?) nos Estados Unidos.

          • Leticia

            Pelos últimos atendimentos, tive a impressão que a expedia vendeu algo que não pode cumprir… e a Iberia não esta nem ai, tentamos contato de diversas formas, inclusive por redes sociais e nada!
            Fiz um post no reclame aqui e a expedia nem se preocupou em responder! rs.. eh mto descaso, amigo!
            Vou dar entrada na justiça sim… Obrigada pela resposta!

    • Procure a justiça. A empresa está errada.

  • Danielsson

    Muito bom o post. Mas o problema maior quanto a cancelamentos continua sendo quando o passageiro precisa cancelar mas sempre toma o cano. rs

    • Olindo

      Pelo pouco que entendo, todo cancelamento tem uma multa, mas se você comprar uma passagem promocional de R$.49,00 ou 89,00, não é interessante pagar a multa que geralmente fica em torno de R$.100,00

  • José

    Denis, qual a fundamentação legal desses direitos? Pergunto isso pois saber a fonte desses direitos dá mto mais firmeza aos argumentos na hora de "brigar" no balcão da cia.

      • Hilda

        Denis, estou com uma dúvida sobre essa resolução. Esse artigo publicado aqui no Melhores Destinos, pelo que entendi trata apenas de cancelamentos quando o passageiro já está no aeroporto. E quando o cancelamento é com bastante antecedência? Veja se pode me ajudar nesse caso: Comprei uma passagem no Smiles, um trecho, em agosto de 2015 para usar em Outubro, tudo correto e finalizado. Agora em setembro, recebi email de comunicacaovoegol informando de alteração/cancelamento de vôo, onde descrevem que “por motivos de ajustes em malha aérea, houve necessidade de alteração do vôo e, para facilitar, já efetuaram a minha remarcação.” Detalhe é que no vôo original o número era G3-1290 e o remarcado por eles ficou G3-1292, o que, no meu entendimento e após ouvir orientação da ANAC para verificar se houve esse tipo de mudança, configura cancelamento e não alteração de vôo e faz toda a diferença, porque das opções que me ofereceram de outros horários dentro da mesma companhia aérea eu me sentirei prejudicada; o cancelamento também não vale a pena pois uma nova compra sairá bem mais cara e colocar para outra data também não seria vantajoso pra mim. Questionei a atendente sobre a possibilidade de a Gol arcar com uma passagem em outra companhia aérea que ofereça um horário mais compatível(li essa opção no artigo 8 dessa resolução) com a compra que eu havia realizado e após verificação eu fui informada que não é possível porque a Gol tem como ofertar vôo em menos de 4 horas do horário original, de acordo com o artigo 14 da resolução! A questão é que eles estão tratando o caso como uma alteração de vôo e enquadrando no artigo 14 dessa resolução da ANAC, quando eu interpreto que é caso de cancelamento de vôo e entra no artigo 8 dessa mesma resolução, que aí sim, oferece opção de vôo em outra companhia aérea. Pode me esclarecer algo a respeito ou indicar onde posso tirar essa dúvida?

      • Hilda

        Só informando mais um detalhe importante: o Vôo original comprado era com saída às 20:05 e chegada às 23:20… Alteração feita automaticamente pela empresa como nova opção é com saída às 23:30 e chegada às 02:35, ambos vôos diretos.

  • Pessoal, qual o amparo legal dessas resoluções?

  • re178

    Uma vez viajando de Paris para SP o meu voo da Air France atrasou 16 horas porque as pessoas que faziam a manutenção da aeronave estavam em greve, e o nosso avião tinha um problema no rádio comunicador dele, e por isso esperamos uma outra aeronave decolar de Hong Kong, pousar em Paris para depois decolarmos para SP. Como o voo era pra ter saído as 23:20 e acabamos saindo as 15:30, pensei que eles entregariam um voucher para dormir em um hotel. O único voucher que entregaram foi o de almoço, e também um hotel em Guarulhos, já que chegamos as 22:30 e eu tinha perdido minha conexão(Ainda bem que eles pagaram minha remarcação aqui no Brasil.) dormimos no CDG naquelas "camas" de soldado de exército, bem no saguão do aeroporto, e me disseram que as 06:30 da manhã um pessoal retirou a força quem ainda estava dormindo. Quanto a remarcação para outro voo, me disseram que eu tinha que pagar 550 euros para voar em uma cia. parceira. Agora, lendo esse post, parece que eles desrespeitaram uns 80% das regras, e depois meu amigo dizendo que é só no Brasil que isso acontece…

    • Prezado, o prazo para reinvindicar teus direitos encerra 3 anos após os fatos. Sugiro busque teus direitos. Qualquer necessidade, estou a disposição.

  • Nada constou sobre overbooking….

  • Excelente matéria!!
    Passei por esses atrasos e cancelamentos nas minhas 2 ultimas viagens aos EUA.
    Pela AA avião velho quebrado fomos prontamente acomodados em excelentes hoteis e voucher alimentação e transporte.
    Pela United foi aquele problema de tripulação que expirou tempo de voo, mas eles queriam usar a desculpa clima para não pagar nada. 1 hora de discussão e conseguimos tudo tb.
    A dica é sempre ficar esperto com o que esta escrito nos avisos sobre voos e se possivel fotografar a justificativa!!

  • Cecilia

    American airlines nunca mais! Estava voltando de Los Angeles, 3hrs e 45 min de atraso devido problemas técnicos , antes de completar 4hrs nos embarcaram. Ficamos quase 2 hrs em solo, dentro do avião, sem comida e água, aguardando resolverem o problema até que o pessoal começou a reclamar pesado, exigindo colocação em outros vôos ou hotel. Nada. Diziam que naum tinham hotel no raio possível de LA disponível e não haviam outros vôos. Olhei passagens através do app, achei uma companhia, e eles comentaram que se eu quisesse mudar, iria sem minha bagagem, e teria que fazer um pedido assim que chegasse ao Brasil solicitando o envio para tal endereço, pois pela lei, não poderiam abrir o compartimento de bagagem, uma vez que foi fechado.
    Resumindo, fizemos escala em Dallas, porque os comissários de bordo não podiam voar mais que 12 hrs e tinham que trocar o Crew, para depois embarcamos ao Brasil SEM comida, pois naum reabasteceram.
    Será que essa lei internacional se aplica a todos?

    • José

      A lei não é internacional, os direitos elencados no texto são de alguma norma/portaria da ANAC.
      No seu caso, se vc comprou a passagem aqui no Brasil, vc pode acionar a AA na justiça brasileira, aplicando CDC, que é extramamente protetivo.

      Quanto a retirar sua mala do avião, salvo engano, as normas americanas exigem que a abagagem seja retirada do avião caso o passageiro resolva desembarcar.

  • leo

    acho que faltou falar sobre pequenas alterações por parte da companhia. o passageiro tem direito a remarcar ou pedir de volta? mesmo que seja um minuto, ele deve ter direito já que houve quebra de contrato. como proceder?

    • Acima de 15 minutos o reembolso é gratuito e a remarcação também.

      • Ricardo

        Boa noite Leonardo Pereira. Onde está a legislação que fala dos 15 minutos. Estou nesta situação e caso você saiba qual legislação trata deste assunto (15min) ajudaria muito. Obrigado.

        • Ana

          Gente, nao existe nos contratos daTam esse limite de 15 minutos. A resolucao da ANAC nao fixa tempo de 15 minutos p deferir ao consumidor o direito de alterar o bilhete sem custo. O q significa q o passageiro, legalmente , tem o direito de alterar o bilhete mesmo q a mudanca de horario seja inferior a 15 min.

  • Felipe Rocha

    Estive recentemente em Buenos Aires e nosso voo de retorno foi cancelado e avisado pela Decolar via email. Eles pediram para irmos até a Aerolineas Argentinas. O motivo do cancelamento era de greve geral na cidade, inclusive de controladores. Eu tinha compromisso no Brasil no dia, e fomos obrigados a ficar mais um dia lá. Brigamos o quanto pudemos mas não houve jeito: não ofereceram nenhuma assistência exceto a troca de passagens. Questionei a atendente caso eu não tivesse dinheiro disponível para mais uma estadia ou se o hotel não tivesse vagas e ela simplesmente respondeu que isto eu deveria tratar com o Consulado Brasileiro porque eles (Aerolineas) não fariam nada. Achei um absurdo!

    • Em caso de eventos climáticos, greves ou acidentes, dado o volume de problemas o atendimento das empresas aéreas entram em colapso e as alternativas de atendimento ficam menos viáveis. Você pode tentar acioná-los na justiça.

  • Isamara

    Olá!
    Em primeiro lugar quero parabenizar o site, adoro as dicas.
    Quero relatar um ocorrido comigo e saber os meus direitos ( se houver).
    Quarta -feira,11/06/14, perdí meu vôo p Miami-Fl. Cheguei 40 min antes da hora marcada p decolagem que era ás 21:45. O chek in havia encerrrado uma hora antes do vôo , ou seja 20 min antes da minha chegada.Ok! levando em conta q eles pedem que se chegue 2h antes ( internacionais) eu estou errada ,pois cheguei apenas 40 min.Mas eu me sentí injustiçada pelo seguinte, não tinha bagagem p despachar , apenas de mão e tentei fazer o chek in online, o q me possibilitaria subir direto p sala de embarque ( já q não tinha bagagem p despachar ) e os passageiros ainda estavam embarcando, segundo a própria coordenadora q estava no balcão na hora que cheguei e foi totalmente intolerante e insensível ao me ver alí faltando ainda 40 min p o avião decolar . Diante disto , gostaria de saber se tenho algum "direito" a ser exigido , já que não me foi dado o direito de fazer chek in online( não estava disponível) p que eu ganhasse tempo e assim quem sabe hje estaria em Miami. Aguardo resposta. Grata.

    • Luis

      Cuidado quando você confunde ''direito'' de fazer check in online. Você tem o direito de fazer o check in, mas para isso tem muitas opções (Mobile, Web, Balcão, Totem). Se não conseguiu fazer online, tinha o dever de estar em até 1h antes do voo no aeroporto.
      Abraços.

    • Christian

      Isamara,

      já fiz alguns voos internacionais e também nunca consegui fazer check-in on-line. Nas companhias que voei, o site dizia que o check-in nesse caso só era possível de ser feito no aeroporto.

      Acredito que eles façam isso para poder conferir os documentos do passageiro (passaporte, visto), mesmo para aqueles que não tenham bagagem a despachar.

    • Leonardo

      Perdi um voo para Buenos Aires uma vez por ter chegado com 57 minutos de antecedência… por 3 minutos… Menos mal que a passagem tinha sido adquirida com milhas Smiles e a tarifa de no show é bem camarada…

      • Eduardo

        Bom, você chegou então 3 minutos atrasado, é isso?

      • Atenção pois agora o no show em bilhetes Smiles acarreta perda do bilhete!

    • Já vi isso acontecer algumas vezes. O check in online muitas vezes não fica disponível para voos de/para os Estados Unidos. Infelizmente, no seu caso, a empresa está amparada pela Lei, já que o check in online não é um direito, mas uma alternativa disponibilizada pela cia com regras específicas. As empresas encerram o check in antes para que haja tempo de acomodar bagagens e para procedimentos de imigratórios e emigratórios e de segurança (raio x), Para não pagar a diferença de tarifa, tente embarcar sem reserva confirmada com o bilhete físico (eles costumam cobrar 75 dólares pra isso). Ai você fica em lista e embarca sem pagar as demais multas. Eles não são obrigados a fazer isso mas costuma dar certo.

  • Danielle

    Eu tenho uma duvida. Certa vez, numa viagem de Natal a Guarulhos, conferi o horário do voo no site da Infraero e este indicou que havia um atraso de cerca de 2,5h. Liguei na Infraero e foi confirmado pela funcionária o atraso e questionei se poderia então levar em consideração este novo horário para chegar no aeroporto e ela disse que sim, desde que eu chegasse com pelo menos 01h antes. OK. Não fui para o aeroporto no horário "antigo". Para resumir, cheguei no aeroporto, imprimi meu check in no totem, entrei na fila onde só havia um guiche disponível para dois voos, bem tranqüila, pq nas TVs constava como despacho aberto. E na minha vez da fila enfim a funcionária disse que o check in já havia fechado e eu havia perdido meu voo pq deveria estar no aeroporto no horário original requisitado pelo voo mesmo ele estando no final das contas atrasado e eu esperaria 03h por ele. Dai comentei sobre a informação do site da Infraero e sobre a ligação e ela disse que então eu resolvesse na Infraero pq essa informação nao foi passada pela cia. Achei um absurdo. No final, só embarquei pq fiz muita pressão e nem despachei a mala (a mesma atendente disse que para eu embarcar siderando a mala!). Ainda esperamos horrores na sala de embarque… Enfim, o que fazer? Nao confiar na Infraero? Quem passa as informações a Infraero nao seria a própria cia aérea??? E como as TVs do aeroporto falam uma coisa e no balcão eles informam outra?

    • Danielle, infelizmente as cias aéreas e a Infraero nunca se entendem e não se responsabilizam pelas informações prestadas por terceiros aos clientes. Muitas vezes a empresa aérea não tem como calcular exatamente o tempo de atraso, ou ainda, esse tempo pode ser maior ou menor que o previsto. Assim, como passageiros, o mais seguro é estar no aeroporto no horário marcado e exigir nossos direitos. Insistir sempre ajuda, mas a decisão de esperar em casa é sempre muito arriscada. Eu não recomendo!

  • ken

    caso estejamos voando em cia brasileira (retorno dos eua ou europa para o brasil// Ticket comprado no Brasil em cia brasileira) Prevalece a lei brasileira ou estrangeira?

    • George

      Se a Cia é brasileira, vale a lei brasileira. Se você está em solo Brasileiro, aplica-se a lei imediatamente, e você pode (e deve) exigir seus direitos. Mas se você está fora, poderá não receber a assistência correta e nem mesmo exigi-la no momento, mas poderá ingressar na justiça ao voltar.

  • ken

    Em caso de alteracao de horário pela cia de um ticket já comprado. antigamente qualquer alteracao por minimo que fosse dava direito a troca/cancelamento sem ônus. Hoje a regra mudou para alterações a partir de 15min do horario antigo para o novo. A lei nos ampara de alguma forma ou prevalece a regra da cia?

    • Se a mudança for avisada com antecedência ou menor que 4 horas, prevalece a regra da empresa. Do contrário a Lei nos ampara.

  • ana barreto

    No caso de um voo da Delta, que saiu de GRU e após conexão em Los Angeles teve a perna para o Japão e Bangkok cancelada? Fui reacomodada em voo de outras empresas, mas fiquei desde 10 da manha até as 9 da noite no aeroporto, com muitas info desencontradas e bagagem extraviada ate que consegui recupera-la nos últimos minutos antes do novo embarque. Voos internacionais saindo do BR a legislação valida é a brasileira?

    • Bilhete comprado no Brasil sim. Isso pode ocorrer. A empresa te deu alimentação? Prestou assistência?

  • Luciana

    Obrigada pelas informações. Se eu as tivesse antes, teria minimizado o estresse e a frustração que a TAM me gerou no dia da festa de 1 aninho da minha filha, no qual nós estavamos em 9 passageiros, entre eles a bebe de 1 ano, indo para a festa e não chegamos a tempo. A TAM não nos deu atenção, propondo somente o que foi conveniente a empresa, ignorando nossas necessidades como passageiro. Já escrevi para a TAM, mas ate o momento não obtive resposta. Vou buscar tambem meus direitos no Juizado Especial Cível, conforme orientação acima.
    Novamente, muito obrigada!

    • Caso não tenha registrado sua reclamação no Fale com a Gente recomendo que faça por lá, pois a equipe é diferença da do Call Center que não resolve nada.

  • William Wazlawik

    Por mais que seja a favor do consumidor, a lei no Brasil é absurda. Que culpa tem a empresa aérea se o aeroporto fechou por condições climáticas adversas? Ou pior ainda, que culpa tem uma agência de viagens se ela vendeu a passagem e naquele dia o aeroporto fechou por tempo ruim? No Brasil sim a culpa do tempo ruim é da agência de viagens e da cia aérea. Pior é que se alguém entrar na justiça, ganha!

  • Carlos paiva

    Que tal se o MD encabeçasse uma campanha para que a multa por cancelamento de passagem ou mudança de hirario ou data fosse restrita a digamos 5% di valor da passagem para mudança ou desistencia de voo com 30 dias de antecedencia 10% do valor da passagem para menos de 39 dias. Acredito que essa seria a melhor forma de se resolver muitos problemas sem causar grandes prejuizos tanto oara as cia como para os passageiros. Alias a American Airlines mudou o calor da multa. Passou de 200 oara 300 dolores para tricar data ou horarios de passagens, um ABSURDO toral e completo, duvido que lá seja sesse valor.

    • Thiago

      Código Civil:
      Art. 740. O passageiro tem direito a rescindir o contrato de transporte antes de iniciada a viagem, sendo-lhe devida a restituição do valor da passagem, desde que feita a comunicação ao transportador em tempo de ser renegociada.

      § 1o Ao passageiro é facultado desistir do transporte, mesmo depois de iniciada a viagem, sendo-lhe devida a restituição do valor correspondente ao trecho não utilizado, desde que provado que outra pessoa haja sido transportada em seu lugar.

      § 2o Não terá direito ao reembolso do valor da passagem o usuário que deixar de embarcar, salvo se provado que outra pessoa foi transportada em seu lugar, caso em que lhe será restituído o valor do bilhete não utilizado.

      § 3o Nas hipóteses previstas neste artigo, o transportador terá direito de reter até cinco por cento da importância a ser restituída ao passageiro, a título de multa compensatória.

  • Alexandre

    UMA DICA!!!! Não procure o Juizado Especial Cível do Aeroporto, pois já tive problemas com companhias aéreas e constatei que um Juizado Especial como o da Vergueiro funciona, mas o Juizado do Aeroporto parece ser comprado pelos agentes das companhias aéreas, pois da outra vez tive um problema com a Gol , recorri ao Juizado de lá por orientação do próprio pessoal da Companhia, que mandou eu ir lá procurar meu os direitos e me dei mal……não deu em nada!!!

  • Pauline

    Olá. No último sábado tive um problema com a TAP Portugal… comprei uma passagem de Amsterdam para Madrid (AMS – LIS – MAD). No caso, o voo que saiu de Amsterdam com destino a Lisboa sofreu um atraso (uma hora e meia) e a cia aérea liberou o voo Lisboa – Madri 2 minutos antes da minha chegada. Chegando ao aeroporto, fui informada pela Ground force que não haviam mais voos para Madri naquele dia, que eu seria acomodada em um hotel e pegaria o primeiro voo, que sairia às 06:50hrs. Ocorre que, na oportunidade, informei que isso não atendia as minhas necessidades, na medida em que às 08:05hrs do dia seguinte eu tinha um voo para o Brasil, por uma cia aérea que não operava voos diários. Solicitei uma ação que realmente suprisse as minhas necessidades… ou um transporte até Madri ou que me fosse disponibilizado um voo direto para o Brasil… enfim, alguma solução que efetivamente funcionasse no meu caso! Obtive como resposta que ambas eram impossíveis e que nem se quisessem conseguiriam nos colocar em voos para o Brasil, haja vista todos estarem lotados por conta da copa. Em uma tentativa desesperada, decidimos pegar um taxi de Lisboa a Madri, o que nos custou 700 euros! Um absurdo! Nesse caso, o que me dizem? Como proceder? Obrigada, desde já.

    • Olá Pauline, o melhor é procurar um advogado especializado em direito do consumidor, que pooderá te orientar quanto ao que pode ser feito nesse caso, pois é bem específico!

    • Isso é mais comum do que imaginamos. A sua solução foi desesperada e muito custosa. Certamente vale a tentativa de um acordo ou então o questionamento judicial. Ressalto que quando existem bilhetes diferentes uma empresa não honra o atraso da outra. Então se você perdesse o voo seu prejuízo poderia ser ainda maior. Porém, para os demais leitores, nesse caso tentem voos de outras empresas ou então viagem de trem, pois a TAP certamente vai questionar o uso do táxi ao invés de outro meio de transporte mais econômico. E ao comprar bilhetes diferentes para conexões internacionais, muito cuidado. Qualquer imprevisto os custos serão muito altos.

  • Ótimo texto, só adicionaria, como conselho, o pedido de uma Carta de Cancelamento no balcão da Cia Aérea. Com carimbo e assinatura do supervisor.

  • Thiago

    Gostaria de ter informação sobre a taxa de embarque. Varia de aeroporto pra aeroporto? Caso precise cancelar o vôo a companhia aérea pode descontar algo sobre essa tarifa? Se compro um vôo para um destino específico e existem escalas, pode ser cobrada tantas taxas de embarque quantos forem as escalas?

    • A tx de embarque é devolvida integralmente em caso de reembolso, a não ser quando a multa é maior que o valor da tarifa, quando não vai valer a pena pedir o reembolso. Voos com conexão e escala podem ter taxas adicionais. No Brasil o valor é fixo dependendo do padrão do aeroporto de origem e conexão, e está disponível no site da ANAC. As empresas costumam embutir nas taxas os valores pagos as agências ou lojas de emissão, chamada de DU. Nesse caso essa taxa pode ser evitada comprando pelo site da empresa área.

  • Karoline

    Ótimo post. Chegou em hora exata. Acabo de receber um email da agência de viagens pedindo que eu entrasse em contato com eles referente ao meu pedido de passagem (ida 26/06 Curitiba-Santiago e volta 02/07 Santiago-Curitiba pela BQB ambos com escala em Montevideu). Via telefone eles me informaram que o vôo de Curitiba do dia 26 havia sido cancelado e que me ofertavam como opção o vôo do dia 27 no mesmo horário, porem que o trecho Montevideu-Santiago não tinha previsão. Logo não teria idéia de que dia e horário chegaria em Santiago. É claro que não aceitei, mas o pior é que eles me falaram que tem 72 horas úteis para responder sobre esta situação, o que me deixa a 48h do meu vôo marcado inicialmente. Neste caso de quem é responsabilidade de resolver o problema, da agência (americanas viagens) ou da companhia aérea? A legislação aplicável é a mesma? Quanto tempo eles tem para resolver a situação?

    • Geralmente a agência que faz a alteração, mas dependendo da qualidade do atendimento você pode tentar direto com a empresa áerea, se foi ela que cancelou o voo. Dicas: veja os voos da mesma empresa que melhor te atendem ou outras datas se for de seu desejo. Ligue para agência e faça a proposta de alteração. A legislação é a mesma, mas como eles avisaram com antecedência, é melhor negociar. Se não ficar satisfeita pode pedir o reembolso integral ou ir a justiça.

    • A Legislação é a mesma. O ideal é mudar via agência. Mas se não conseguir tente direto com a empresa área. Reúna provas caso precise ir a justiça e avise ambos que vai fazer isso, pois pode ajudar. Tente opções de voos da mesma empresa aérea pois é a solução mais fácil pra todos. Se não houver, veja em outras empresas e se prepare pra briga, pois eles não vão aceitar facilmente.

    • Gleydson

      Olá Karoline, estou numa situação bem parecia com a BQB para santiago tb. Eles cancelaram meu voo e ainda nao me deram uma posição definitiva. O que ficou resolvido no seu caso afinal?

  • João Linhares

    Gostaria de saber como faço para ter certeza se um voo foi mesmo cancelado. Explico: tenho tido muitos problemas com a TAM. Meu ultimo voo para Recife foi alterado 5 vezes e as opções que restaram foram tão absurdas que desisti da viagem. Agora estou com tickets comprado para NY em outubro e a TAM já cancelou o voo diurno de ida. Tive que optar pelos voos noturnos que sobraram. Poucos dias depois me enviaram uma mensagem dizendo que o meu voo de volta tinha sido alterado. Dessa vez por conta da conexão final para minha cidade (voo Teresina-Fortaleza) Ocorre que este voo só foi "cancelado" no dia da minha chegada, tendo sido mantido todos os outros dias (conferi pelo site a disponibilidade). Isso me faz pensar que pode não ter ocorrido mesmo um cancelamento, mas alguma contingência da empresa, alegando cancelamento sem de fato ser isso. Como já estou com hotel marcado, adiar em 1 dia a viagem é um transtorno. Daí minha pergunta: como posso ter certeza que um voo foi mesmo cancelado? Fui ao site da ANAC e não encontrei qualquer informação nesse sentido. Como o voo ocorrerá daqui a quase 4 meses acho estranho que tenha sido cancelado somente naquele dia… fica aqui o pedido de ajuda aos mais experientes.

    • Algumas dicas para saber se o voo foi mesmo cancelado, João: 1- Simule uma compra no voo e data que você tinha comprado. Se a empresa estiver vendendo o voo não foi cancelado; 2 – Consulte sua reserva no site da empresa aérea. Se o voo estiver no sistema como cancelado ele foi mesmo cancelado; 3 – No dia do voo, consulte o painel do aeroporto ou o site voos online da infraero. No seu caso, o voo diruno de Nova Iorque foi mesmo descontinuado pela TAM (agora serão 2 voos noturnos). O cancelamento de um voo futuro com muita antecedência em apenas 1 dia é possível e normalmente ocorre para possibilitar um voo fretado para outro destino ou ainda manutenção programada de aeronave (mais provável pelo que você mencionou). Lembrando que você tem direito de remarcar suas passagens 15 dias antes ou após a data original. Se seu hotel for reembolsável faça uma nova reserva ou corrija as datas. Se não for chegar no dia correto, avise o hotel pois sua reserva pode ser cancelada. Dica útil para seu caso: quando comprar sua passagem internacional com muita antecedência deixe para comprar seu voo doméstico e reservar seu hotel 4-5 semanas antes do voo, pois alterações acontecem com uma frequencia grande. Se sua conexão for no mesmo bilhete, aproveite e escolha os melhores voos para você.

      • Joao Linhares

        Obrigado pelas informações.

      • Gabriele

        Boa noite Leonardo! Tenho uma dúvida semelhante: tenho passagens compradas para final de outubro de Joinville – Orlando. Há 1 semana a TAM me informou da troca de horário da minha conexão Guarulhos – Orlando e me deu a opção de remarcar o bilhete para outro dia. Decidi manter no dia original e somente pegar um vôo mais tarde Joinville – Congonhas, já que no bilhete original eu ficaria mais de 12h esperando em SP. Neste caso gostaria de saber se eu poderia ter escolhido outra cidade para embarcar, por exemplo Navegantes, ao invés de Joinville (já que moro mais perto de NVG) ou somente tenho direito a remarcar datas / horários. Agradeço sua atenção!!

    • Leo

      A TAm tb cancelou um voo Vitória-Rio e se recusou a me alocar em voo de outra companhia. Fiquei quase 1 hora coma a atendente no telefone e só descobri o cancelamento pq fiz check-in no hotel. A TAM cancelou o meu voo das 19h e o seguinte, das 21h, me alocando no das 16:30. detalhe: meu trabalho em Vitória era até as 17h!! Com isso, não pude participar da reunião da tarde, me aborreci e nada foi feito. Recentemente, dois amigos tiveram problemas semelhantes de cancelamento de voo, sem motivo algum (!!!!!!), com a TAM e GOL. Nesses casos, que aconteceram há cerca de 4 meses, ainda dá pra entrar na justiça?

      • Aline

        Sim, vc tem 5 anos para entrar na Justica!

      • Claro! Causa quase ganha. Registre uma reclamação no Fale com a Gente e peça compensação ou via juizado especial civil do aeroporto. Se não houver proposta da TAM, você deve aciona a empresa. Peça indenização adicional por danos morais. Não precisa de advogado.

  • Tatiana

    Ótimas dicas! Adorei! Obrigada

  • Jose Antonio Criado

    Ao comprar uma passagem INTERNACIONAL pela CVC ( 02 meses anterior ao embarque), a empresa AVIANCA não disponibiliza o ASSENTO de imediato, alegando somente 24 horas antes do vôo. É correto o procedimento?

    • Sim. Mas tente utilizar o localizador do bilhete e reservar direto com a Avianca pelo site ou call center.

  • Leo Melo

    Olá ! Ótimo post. Tenho uma dúvida: Tenho voo marcado de Recife para Brasília para o dia 13 de julho, às 16h (mesmo horário do jogo da final da Copa do Mundo). Você acha que este voo tem grande probabilidade de ser cancelado? Tem alguma dica?

    • É possível. Vai depender da demanda da ida, mas também dos trechos seguintes que essa aeronave vai fazer. Então não dá pra contar 100% de chance. Se não quiser viajar é melhor ter um plano B. Se for pedir reembolso, espere até o dia para ver se o voo foi cancelado, pois aí você pede integral ou remarca sem custo. Boa sorte!

  • Em caso de atrasos de menos de 4 horas se tem direito de pedir para embarcar em um voo de outra companhia ou só depois de 4 horas esperando se tem esse direito?

    • se o atraso confirmado for igual ou superior a 4 horas você já tem o direito, não precisa esperar passar as 4 horas. Consulte de tem vaga em voos de outras empresas e peça o endosso.

  • Paulo Sanmartin

    Amigo: Há poucas semanas perdi um voo de Guarulhos para Porto Alegre, havia encerrado o embarque há cinco minutos. Tive de comprar uma nova passagem no próximo voo da mesma Tam, pagando bem mais caro e fiquei com haver do trecho perdido, o que não me vale praticamente nada. Ocorreu que o novo voo atrasou uns 50 minutos. Estou pensando pedir ressarcimento da nova passagem alegando o atraso mútuo, meu e deles. O que você acha, posso ter sucesso?

    • Paulo, na justiça tudo é possível. Mas como cada bilhete envolve um contrato diferente, recomendo consultar um advogado de sua confiança antes de entrar com o processo, pois o tempo e o esforço demandados são altos e as chances não são tão grandes, tendo em vista que você reconhece que perdeu o horário para o primeiro. Serão pelo menos 2 audiências e etc. Boa sorte!

  • Joao

    Ótima matéria!

  • Leonardo

    bacana!

  • Leonor

    Às vezes vale brigar. Há dois anos compramos passagens da Azul SJCampos-Brasília. Dois dias antes da volta nos avisaram que o voo de volta havia sido cancelado e ofereceram a opção de voar no dia seguinte ao marcado ou ter o dinheiro de volta. (o que não resolveria, pois teríamos que comprar outra passagem com certeza mais cara em cima da hora). Pedimos estadia e alimentação o que foi negado. Concordamos em voar no dia seguinte, guardamos todos os comprovantes e procuramos o Procon em nossa cidade. Foi oferecido pela companhia como compensação 5 vouchers de R$ 100,00 para serem usados só pelo meu marido, um por viagem no prazo de um ano. Não aceitamos, pois consideramos isso fidelização do cliente, uma vez que meu marido teria de voar mês sim, mês não para utilizá-los. Sem acordo, o Procon nos encaminhou para o Juizado de Pequenas Causas e ali a companhia ofereceu 5 vouchers para qualquer local do país onde ela operasse e para serem usados por qualquer pessoa que meu marido indicasse. Aí sim, aceitamos e utilizamos todos em família dentro do prazo estipulado de um ano. Valeu a persistência. Precisamos aprender a brigar pelos nosso direitos para que as companhias aprendam a respeitá-los.

  • pwa tjioe kok tjin

    smiles ,voo com parceiros nao funciona!!!!!! porque desde outubro de 2013, tentando passagem para asia (indonesia), tentei quase tudos os dia e nao consigo nem ligando por telefone ,no dia 29/05/2014 consegui falar com funcionario disse que vai me ligar, ate hoje, estou esperando, ate hoje e resolvi ligar novamente,nao consigo,eu tenho 198mil e meu marido 275mil smiles.nao consigo emitir os bilhetes,como resolve? e para que tenho tantos smiles e nao posso usalo?????

  • Leonor

    Olá leitores do MD,
    Apenas uma correção ao meu comentário de um dia atrás. No Juizado de Pequenas Causas foi oferecido ao meu marido não vouchers como escrevi, mas sim 5 passagens de ida e volta para qualquer lugar do Brasil onde a Azul operasse. Ficou patente que a companhia reconhecia seu erro.
    Boa sorte a todos que se encontrem na mesma situação.
    Leonor.

  • Boa tarde.
    Vou deixar a minha experiencia que passei HOJE com a Azul. Meu voo de Porto Alegre para Campinas teve uma alteração de horário (antecipação) de 30 minutos. Não conseguiria chegar a tempo no aeroporto (faltam 20 dias para voo), e, ao tentar cancelar, a Azul me informou que existia uma multa de R$120,00 reais por passageiro. Entrei em contato com a Anac que me CONFIRMOU que QUALQUER alteração de horário pela companhia dá ao usuário direito de reembolso integral, sem cobrança de taxas. Ao entrar novamente em contato com a AZUL, foi EXPRESSAMENTE dito por três atendentes diferentes: "A ANAC e TODOS OS ÓRGÃOS REGULADORES somente autorizam o reembolso integral com alteração ACIMA de 2 HORAS no horário". É um POUCA VERGONHA, isso é ESTELIONATO. Ao solicitar o contato com o supervisor, e informar do meu contato prévio com a ANAC, o Sr. Supervisor, em (mal) carácter de exceção, autorizou o reembolso integral. Ou seja, uma empresa gigante como a Azul, precisa ROUBAR R$240,00 de um cliente Safira. Grande abraço

  • Mileide

    Pessoal, estou com uma dúvida, se alguém puder ajudar agradeço.
    Comprei uma passagem para Bariloche, com milhas smiles, vôo operado pela Aerolíneas Argentinas. O vôo sairia no dia 06/08/2014 às 01:55h, faria conexão em Bs. As. (Ezeiza) e chegaria em Bariloche às 10:25h. Porém o meu vôo foi modificado e a Gol não me comunicou. Só descobri a alteração pq sempre consulto minhas reservas antes de viajar. Agora o vôo sai às 06:10 e chega 10:00h em Bs. As., o problema é que perderei a conexão para Bariloche que sai de Ezeiza às 08:05h. O vôo de volta também foi alterado. O que faço? Quais são os meus direitos nesse caso?

  • Mário Adriano

    Estou numa situação muito análoga que a sua Mileide. Se alguém souber o que fazer, favor, nos ajudar.
    Mário Adriano

  • Marcelo Fernandes

    Vou de SP para Lisboa, entretanto no dia do meu voo pode haver uma greve de pilotos da Air France. Hoje me mandaram um email para oferecer a antecipação para dois dias antes da minha viagem, para garantir o embarque. Porém, por questões pessoais e profissionais não posso alterar a data. O que faço? Arrisco e vou na data da viagem ao aeroporto e exijo que me coloquem em outra companhia aérea (visto que muitas partem do mesmo aeroporto, no mesmo dia, para Lisboa)? Ou em casos como esse, isso costuma dar muita dor de cabeça? Obrigado

  • milena

    Boa noite. Tenho duas reservas pra Paris no próximo dia 15 pela Air France. Hoje verifiquei que essa companhia entrará em greve dos dias 15 a 22. Quais são os meus direitos com relação as despesas que ja tive com hotel que está pago lá em Paris? Perco o dinheiro que gastei?

  • Antonio Luiz

    Minha filha tem passagem para frança mas a agencia ligou dizendo que haverá uma greve dos pilotos e se ela pode mudar a data para outro dia. As alternativas de datas não atende pois o compromisso dela fica comprometido. Devido a greve não existe vagas em outras companhia aéreas que atenda no prazo necessário da viagem, o que devo fazer? alguem tem alguma sugestão?

  • Leandro Mendonça de Oliveira

    Ola! Em relação a alteração de horário de voo para os EUA superior a 15 minutos, é possível cancelar a passagem sem o pagamento de multas?

  • Nicole

    Ontem meu vôo pela Lan (comprado no site da TAM) de Lima (Peru) para Guarulhos atrasou pouco mais de 3 horas por conta de problemas técnicos na aeronave. Ainda em Lima, já taxiando, tivemos que trocar de avião e tals. Chegando em Guarulhos, por conta do atraso, perdi o voo que tinha até o Galeão em outra cia (Avianca). Quem já tinha outros vôos com a TAM foi automaticamente reacomodado. Comigo, que tinha vôo de outra cia, o máximo que a Lan fez foi me dar uma “carta” informando o atraso. O problema foi que o vôo que eu tinha na Avianca era o ULTIMO do dia para o Rio de Janeiro, ou seja, eles não tinham outro vôo para me reacomodar. A Lan lavou as mãos (disse que, por contrato, o compromisso deles comigo terminava em Guarulhos, apesar do atraso e mesmo havendo vagas para o Rio em outros vôos da TAM), a Anac disse que não poderia fazer nada, a Avianca também (a não ser me colocar num vôo no dia seguinte – mas para isso eu precisaria dormir no aeroporto). Resultado: por conta do problema na aeronave da Lan, tive um prejuízo de quase 400 reais pra ter que comprar um OUTRO VÔO, na Gol. Só assim para conseguir chegar ao Rio no mesmo dia. Isso está certo? Quais são meus direitos nesse caso? Alguém poderia me ajudar? Obrigada.

  • Laísla

    Olá, hj tive um vôo cancelado, era Fortaleza-Recife as 6:30h da manhã. Não havia mais vagas em vôos de outras companhias então fui realocada para 17:35h. Dessa forma perdi um dia de trabalho, uma reunião enfim, foi super estressante. Fora que eu passei 12 horas naquelas cadeiras horrorosas de aeroporto e a unica coisa que me ofereceram foi um voucher pro almoço. Alguém sabe me informar se eu consigo entrar c uma ação de danos morais e materiais (ou algo do tipo)? Eu registrei a queixa na ANAC já, mas foi realmente mto desgastante e não sei se eles eram obrigados a me oferecer hospedagem por ser no msm dia o vôo…

  • Acredito que consiga sim! Consulte um advogado para ter mais detalhes

  • Denis Godoy

    Viajo para o Chile e retorno em janeiro. No retorno, meu voo tem uma escala no Paraguai, e a TAM cancelou o voo do trecho ASU-GRU. Acredito que por baixa ocupação, por ser um voo as 3:50 da manhã e me reacomodaram em outro mais cedo ainda, 4:20. Serão muitas horas no aeroporto, já que chego às 23h…
    Posso exigir que remarquem meu voo SCL-ASU, para que eu consiga outro voo ASU-GRU? Ou ainda, um voo direto SCL-GRU? Obrigado!

  • nespoli brandao

    Comprei uma passagem
    ida e volta em torno de 194,00,00 bsb rio, com antecedência de quase dois 02
    meses.. A empresa recebeu o dinheiro, porém, quatro dias, antes do embarque,
    desisti da viagem por estar doente. A atendente da gol disse que o cancelamento
    seria 100 ,00 da ida e 100 da volta. Preferi deixar pra lá, melhor que perder
    mais. Perdi o dinheiro e a empresa venderá para outro cliente.Assim, ganhará
    duas vezes. Muito bonito!!! Como é uma concessão, por que não há uma norma(
    deputados não estão nem aí, não pagam passagem) que passagens compradas, há
    mais de um mês de antecedência(do embarque) o cancelamento será gratuito, ou
    10% da passagem, só pra não adoecer mais…Agora, o cancelamento ser mais caro
    que o valor da passagem é enriquecimento ilícito, roubo. Não viajei e a empresa
    recebeu meu dinheiro. Paguei por um serviço não prestado. Culpa de quem? Dos
    nossos deputados, da Anac,etc, eu acho são omissos.”Por fim”!!, acho que a culpa foi minha que comprei
    a passagem antecipada.Era pra comprar no dia do voo por uns 2000,00. Seria mais
    justo, pois pagava e viajava.Imaginem quanto não ganham essas empresas com
    passagens promocionais compradas com meses de antecedência. imprevistos é o que
    as empresas desejam(até que a gente morra) para ganhar sem prestar serviços. A
    quem recorrer? Ora, vão dizer que está no bilhete as regras de
    cancelamento.Tudo bem. Mas passagem não poderia ser vendida com mais de um mês
    de antecedência. Caso venda, a desistência não seria apenada devido os acasos,
    que não raro, acontecem. Essa jogada de passagens muito antecipadas, baratinhas
    é exatamente para isso. Vem a desistência e quando houver devolução ou
    remarcação o consumidor se ferra ou chora ou desiste, além de pagar uma taxa
    pela volta que nem foi, kkk. Fica só com o desejo de praga. Francamente se
    desiste antes de viajar em 48 horas pra que pagar. Cadê os deputados, pessoal
    da anac, código de defesa do consumidor etcnespoli brandao

  • Isaac Medeiros

    Estou com uma duvida, pois vou para NY em dezembro e o meu vôo de ida faz escala em Chicago, uma escala de 1h53. Estou preocupado porque nessa 1h53 terei que descer do avião, pegar minha bagagem, fazer imigração e correr pro terminal do próximo vôo, que fica do outro lado do aeroporto. Nesse caso, eu teria algum direito caso eu perdesse meu vôo da escala? Vale salientar que todos os vôos são operados pela mesma empresa aérea e que essa escala de 1h53 não foi escolhida por mim durante a compra da passagem.

  • Juliana Paulino

    O que acontece quando o avião quebra, você fica 6 horas dentro da aeronave sem noticias do que está acontecendo, apenas que não podemos voar por que os problemas foram sérios e você está na Africa.

    decidem que você vai pernoitar nesse país sem bagagem, eles não aceitavam euro no hotel, ficamos sem nada, no aeroporto a imigração pega o seu passaporte e devolve horas depois!

    no dia seguinte você viaja na mesma aeronave que nem saiu do lugar, por mais 9 horas! resumindo você perdeu um dia e meio da sua estadia no seu destino final, pagou hotel, planejou todo o itinerário contando com esse dia perdido, sendo uma viagem de 4 dias e você perdeu um e meio e não tem a opção de adiar a volta por virtude de um contrato de trabalho. como fica… Me sinto lesada! o que vocês recomendam?

  • Gonçalo Machado

    Bom dia! Na Europa, quando há cancelamentos/atrasos em alturas de greve, tambem há direito a indemizações?

  • Katia Mendonca

    Estou com viagem marcada para o dia 19/11/2014 para Lisboa. De la vou direto para Paris. Dia 26/11 vou lara Lisboa e la ficarei ate 30/11, quando retorno para Recife. pois bem, dia 14/11, fui contactada por telfone pela TAP, que me informou que meu voo Lisboa/Recife, seria cancelado e que eu estava em lkst d espera para o dia 01/12/2014, por conta de uma greve. Ao chegar em casa entrei na internet e verifiquei que haveria de fato uma greve nos dias 30/11 e 02/12. Ate hoje dia 16/11/2014, minha situacao continua em espera. Marquei esta viagem desde julho/2014, comprei passeios e transfers e tenho uma cirurgia marcada para o dia 03/12. Quando entro no mapa de assentos do aviao do dia 01/12, tem pouqissimos lugares nesta data. Nao sei o que fazer, passei email e nao tive resposta conclusiva, disseram que teria que passar para o Tap Victoria, ja que utilizei milhas numa parte do trecho. Ente do que a greve eh da TAP e nao das milhas. Alguem sabe me ajudar do que tneho direito, em termos de prolongar minha permanencia em Lisboa (falo hotel, transporte e alimentacao) ou se cancelar TODA VIAGEM e perder tudo que ja paguei, uma larte das diarkas do hotel etc. alguem sabe???

  • Helouise

    Onde entra por exemplo a questão de greve dos operadores de voo? Se o voo for cancelado e a pessoa perder diária de hotel já pago e não tiver onde ficar, ninguem se responsabiliza?

  • ALEKSSANDRA

    POR GENTILEZA UMA DUVIDA,O PRAZO PARA A SOLICITAÇÃO DO REEMBOLSO E 30 DIAS APARTIR DA DATA SOLICITADA? OU DA DATA DO VOO, MEU CASO FOI PERDI MEU VOO CONFUNDI O HORARIO, ACABEI TENDO QUE PEGAR E PAGAR OUTRA VIAGEM, ISSO FAZ 5 MESES, AINDA NAO SOLICITEI REEMBOLSO ESTAVA TENTANDO REMARCAR A PASSAGEM MAS VEJO QUE MAIS VALE A PENA O REEMBOLSO E TENTAR UMA PASSAGEM PROMOCIONAL GOSTARIA DE SOLICITAR O REEMBOLSO AGORA.
    ,

  • Thiago Cunha

    Bom dia, peguei um voo agora dia 05/12/14 Mao-Las pela copa com escala no Panamá, chegando no Panamá o voo foi cancelado e só me embarcaram 11h depois do horário marcado e sem assistência nenhuma, gostaria de saber se posso entrar com processo??? Quais são os meus direitos???

  • Philippe

    Bom dia
    Comprei via internet um voo casado gol / air france para minha filha menor de idade não acompanhada. O vol Gol Porto Alegre / São Paulo atrasou de tal jeito que quando ela chegou no balcão Air France, 1/2 hora antes do voo para Paris, os funcionarios disseram que o checkin jà havia fechado e que o atraso da Gol não era o problema deles. Então que ela devia se virar para comprar uma outra passagem.
    Independente do absurdo de abandonar um menor de idade no meio de São Paulo sem opção de moradia ou de transporte, sera que a companhia pode se isentar de responsabilidade do atraso do terceiro quando o bilhete foi integralemente comprado com Air France?

  • Stephany

    Olá Pessoal , vou contar meu problema e se alguém já tiver passado por isso ou souber me responder vou ficar agradecida .
    Bom eu tinha um voo marcado pela TAM de Cuiabá á Guarulhos do dia 25/03/15 saída ás 3:55 Hrs ,chegada em Guarulhos ás 7:05 hrs da manhã do dia 25/03/15 , vou para um Cruzeiro partindo de Santos , então se eu chegasse as 7 Hrs da manhã em Guarulhos daria tranquilamente para chegar em Santos com horas de antecedência e esperar para fazer o check-in no navio e seguir viagem . Porem a TAM cancelou esse horário do voo que eu havia comprado , e mudou o voo para sair de Cuiabá as 9:47 da manhã e chegar em Guarulhos as 13 hrs da tarde 25/03/15, podendo ocorrer de eu vir a perder o Navio sendo que ele sai na parte da tarde . Entrei em contato com o SAC da TAM e eles me disseram que o outro voo antes desse horário seria no dia 24/03/15 , teria que ficar um dia e meio em Garulhos esperando . Alguem sabe me informar se pelo fato de eu sair prejudicada nessa questão dos horários .Se eu escolher ir um dia antes , eles tem que me oferecer a hospedagem ? por eu estar sendo prejudicada por uma decisão da TAM !

  • Monica Tieppo

    Olá pessoal, No caso de passagem obtida com milhagem, tendo sido cancelado o voo Sp/Lisboa pela TAP e realocado passageiro para outro, sem aviso, os direitos permanecem? O voo ainda não aconteceu.Obrigada

  • Marina

    Olá!!! Ótimas as dicas!
    Gostaria de saber em relação a problemas da Cia Delta, que saiu de Guarulhos, destino São Francisco, escala em Atlanta.
    Em Atlanta houve problemas na aeronave e fiquei 4h dentro dela, no gate de embarque, mas com a aeronave fechada, sem muitas explicações, comida e água.
    Gostaria de saber se nesse caso cabe algum tipo de indenização??
    Obrigadaaa

  • Janaina

    Olá
    Voltei essa semana de Orlando, meu vôo foi cancelado e só consegui embarcar 18h depois. A aeronave apresentou problema e só disponibilizaram outra para o dia seguinte. Ficamos por 4h no aeroporto sem assistência e depois de 6h25 que nos levaram para um hotel e forneceram janta.
    No dia seguinte só foi disponibilizado um ticket de $10 para o café após o checkin. Isso por volta das 10h do dia seguinte.
    Cabe ação de danos materiais e morais. Pois estava com 2 crianças e meu marido perdeu 1 dia de trabalho e as crianças o retorno da escola.
    Obrigado
    Janaina

  • PP

    Oi, pessoal!
    Reservei um hotel em Montevidéu e paguei antecipadamente, tarifa sem direito a reembolso. O meu voo teve um atraso de 20 minutos e desembarquei em SP faltando 38 min para o voo para Montevídeu sair.Assim que desci do avião, havia uma funcionária da Gol me aguardando. Ela informou que não seria possível pegar o voo para Montevidéu pq o terminal para embarque era distante e me entregou um papel já com a passagem remarcada para o dia seguinte e com o nome de um hotel. Quando questionei sobre o reembolso da diária que já estava paga em Montevidéu e que seria perdida, ela falou que a Gol não iria reembolsar. Nesse caso, o que vcs acham? A Gol tem que fazer o reembolso? Como devo proceder? Tenho toda a documentação: cartão de embarque/carta da Gol informando que o voo atrasou / recibo de cobrança da diária pelo hotel.Obrigada!

  • Bruno Pereira

    Olá Pessoal, em recente viagem para Buenos Aires meu voo foi cancelado em virtude de greve dos aeroviários da Argentina e fiquei 15 horas no aeroporto de Buenos Aires esperando o próximo voo disponível da empresa GOL para retornar ao Brasil. Existe alguma direito para isso? Nesse período todo só foram fornecidos 2 refrigerantes e 2 sanduiches!

  • Lina

    Oi, comprei uma passagem com duas empresas azul e tam, azul seria de Imperatriz para Belém e tam seria Belém para Curitiba, porém, a azul cancelou e perdi a passagem da tam. O pessoal da azul explicaram que eles não seriam responsáveis por eu ter perdido a da tam, então a atendente propôs que eu pagasse mais 650,00 para poder chegar ao destino de Curitiba somente no dia seguinte. Alguém pode me ajudar?

  • Davi Carvalho

    Vou viajar em breve e comprei passagens de THE -POA pela Tam e de POA – RIA pela Azul com uma janela de 3 horas nessa escala, caso o voo da Tam tenha algum atraso que comprometa o proximo embarque, eles têm que assumir alguma responsabilidade?

  • Munique

    Eu gostaria de saber quanto tempo eu deveria colocar de intervalo entre uma chegada em Amsterdam (de um voo que parte do Brasil) e o trem partindo da estação do aeroporto. Ha um trem 2h 30min após o horário previsto de chegada, mas caso o avião atrase eu não sei como ficariam meus direitos. Não sei quanto tempo depois eh mais seguro.

  • Gabriel

    Olá. Tive minha mala extraviada em um voo pela AirFrance para Europa. Duas das três malas foram enviadas ao meu hotel no mesmo dia mas apenas no final do dia, sendo que cheguei meio-dia. A terceira mala, informaram que chegaria junto das duas, mas chegou apenas durante a tarde do dia seguinte! Alguém poderia me ajudar se tenho direito a alguma indenização?

  • Fábio Luiz

    Ola,
    Alguem poderia me ajudar,
    Por exemplo, tenho um voo da AZUL
    de OPS/CGB saindo de OPS as 08:10 e chegada em CGB as 09:10 edepois um
    segundo voo, esse pela TAM de CGB/BPS com escala em GRU saindo de CGB as
    09:47, mas se o voo da AZUL atrasar ou for cancelado e eu perder o voo
    da TAM, o que devo fazer? e a que direitos eu tenho?

    • Fábio, se forem bilhetes distintos, não há o que fazer. Se for o mesmo bilhete, a empresa tem que honrar.

      • Ana

        Se forem distintos, não há o que fazer mesmo se forem da mesma cia?

  • Juliano

    Olá Pessoal! Tenho um voo de Amsterdã para Brasília com conexão em Lisboa em maio, mas agora vi que a TAP alterou a data do voo de retorno de Lisboa à Brasília. Ou seja, saio de Amsterdã na manhã do dia 05 e a conexão que era de menos de 2h mudou para o dia seguinte no mesmo horário. Fiz uma pesquisa e parece que a TAP cancelou os voo diretos de Lisboa a Brasilia nas terça-feiras. Alguém pode me dar uma ajuda? como devo proceder? Comprei em uma promoção sem reembolso e valor atual só da volta é mais que o dobro que paguei, além disso já tenho reservas de hotel e trem pagas para o período. Obrigado!

  • Nícolas Miranda

    E se caso eu perca outro voo pelo o cancelamento de um outro?

  • Gisele

    No caso de cancelamento por mau tempo, podemos exigir o ressarcimento, além do reembolso integral da passagem, da diária de hotel em função do No-Show*?
    * No-Show do hotel com cancelamento com 24 horas de antecedência.

  • Hellen

    Oi, pessoal! Estou em Paris e entre hoje e amanhã estará acontecendo uma greve dos controladores aéreos. Eu tinha um vôo para Londres amanhã que foi comprado com milhas e acabei de ver que foi cancelado. Neste caso, será que vou conseguir remarcar o vôo por ter comprado com milhas? Além disso, alguém sabe se greve na Europa seria algo que daria direito à indenização? Obrigada! abraço! !

  • anonimals

    não embarquei em um voo para europa, a passagem foi comprada por um amigo na Agencia de viagens na Alemanha, nesse caso o meu amigo teria como saber atravez do agente de viagens que eu não embarquei? Se ele for tentar recuperar pelo menos a passagem de volta ele descobrira que eu perdi pelo motivo de ñ ter embarcado na ida? Me arrependi de ñ ter embarcado ai queria inventar uma história para esse meu amigo, assim ele ñ ficaria brabo comigo, e eu ñ perseiri a oportunidade de poder voltar pra lá um dia!

  • Leomax Paulino de Azevedo

    Preciso de ajuda, pois a tap divulgou greve dos pilotos entre 1 a 10 de maio e tenho reserva para o dia 4 de maio! Meu bilhete ainda está válido, indicando que dia 4 de maio embarcarei normalmente, mas já está circulando na mídia uma lista de serviços mínimos a serem prestados durante a greve que inclui apenas 30 voos dos 300 que deveriam ocorrer e o meu não se encontra na lista! O call center não está funcionando, eles retornam e-mails dizendo que tem que resolver no call center, comprei essa passagem através do site e não de agência e não sei como exigir meu direito! Eu quero ser reacomodado em outra companhia aérea, mas eles só deram como alternativa marcar uma nova data de vôo após a greve ou a devolução integral do valor da passagem! Mas não quero nada disso, e sim, chegar ao meu destino na data planejada! O que devo fazer?

  • Raissa

    Olá! A tap estará de greve do dia 01 a 10 de Maio, provavelmente. Estou viajando em 3 pessoas, 1 delas tirou por milhas. A tap está disponibilizando outro vôo para o Brasil para os dois que pagaram, porém saindo com mais de 8 hrs de diferença do vôo original. E nada para a pessoa que tirou por milhas. A opção q deram seria ao invés de sair dia 02.05, sair dia 06.05. Ou seja, para voltarmos todos juntos, a pessoa q tirou por milhas terá que pagar mais de 5000 reais p voltar. Neste caso, como proceder? Obrigada!

  • Elizabeth Fernandez

    Tive um problema com a Tam no sabado, meu voo era as 15:45 mais quando cheguei no guiché falaram que era as 16:45 eu pensei que tinha olhado errado meu ticket, mais abri na hora o email de compra e vi que realmente era as 15:45, quando pedi explicaçoes a mulher falo que não sabia que tinha acontecido. Aí eu falei que tipo eles deveriam ter avisado da mudança do horario, a mulher só fez cara feia. Eu tentei achar alguma informação para saber como recl
    amar mais não achei. Alguem sabe que fazer nesse caso.

    • Eles devem ter alterado o voo e essa comunicação não chegou pra você. Agora não há muito o que fazer. Você pode reclamar no SAC, mas acredito que eles não vão oferecer nada como compensação.

      • Elizabeth Fernandez

        A verdade que todos os pasajeiros tivemos o mesmo problema.

  • Mara

    Voltei de NY no final de abril em um voo com Delta Airlines e na conexão em Atlanta fui informada que o voo havia sido cancelado devido ao vulcão em erupção no Chile. Não tinha sido informada anteriormente e o que mais me surpreendeu e aos demais passageiros do mesmo voo foi o fato de nenhuma outra companhia aérea ter cancelado os voos nesta data devido este evento, ja que o voo era para Sao Paulo e não tínhamos nenhuma informação do vulcão ter afetado o trafego aéreo do destino. Não tive assistência da companhia, passei a noite toda no aeroporto (11h) sozinha com uma criança pequena, achei muito descaso… Tem algo que ainda posso fazer? grata.

    • Mara, o cancelamento do voo depende de onde ele teve origem. É possível que tenha sido em decorrência do problema no Chile sim, mas difícil de comprovar. Infelizmente, nos Estados Unidos, problemas decorridos de questões ambientais, como questões climáticas e esse do vulcão não entram na responsabilidade das empresas aéreas. Eles geralmente oferecem desconto para hotéis e restaurantes e acomodação gratuita no próximo voo disponível. De qualquer maneira, procure o serviço de atendimento ao cliente da Delta e registre uma reclamação. É o primeiro passo. Eles podem te oferecer alguma compensação em milhas ou em cupons, mas não será nada muito significativo. Você pode também estudar uma ação no juizado especial cível alegando que comprou a passagem no Brasil e que prevalece a legislação brasileira, mas isso não é garantia de indenização, afinal a Delta te acomodou em outro voo sem custo.

      • Mara

        Leonardo, muito grata pela atenção e pela informação!

  • Jinyi

    Quais são os meus direitos nesse caso?
    No domingo dia das maes, meu voo de Auckland para Santiago foi cancelado e fomos acomodados no voo seguinte que decolou depois de 5,5 horas. Por causa disso, perdi a conexão para Sao Paulo em Santiago. Deveria ter chego em SP as 17:00 de domingo para o jantar do dia das maes, acabei chegando segunda feira meio dia. A LAN deu voucher de refeição e acomodação em Santiago. Mas eu perdi jantar/encontro com mae e familia e um dia de trabalho (meu chefe não ficou feliz). Posso socilitar indenização pelos danos causados? Qual é o procedimento?
    Obrigada!

    • Jinyi, geralmente você procura a empresa aérea pelo SAC. Provavelmente eles não vão te oferecer nada. Consulte um advogado e avalie uma ação no juizado especial cível.

  • Faça uma reclamação formal por escrito para a TAP. Ela não pode dar tratamento diferenciado para passagem com milhas e pagante nesse caso. Não havendo acordo, você deve procurar o juizado especial cível e registrar uma reclamação na ANAC.

  • Se forem bilhetes distintos, não há o que fazer. Se for o mesmo bilhete, a empresa tem que honrar.

  • Difícil situação. Nesses casos, eles só oferecem alternativa se o voo for cancelado.

  • Se ele for atrás da informação, sim. Mas a agência geralmente não manda nenhuma comunicação sobre no show.

  • A passagem com milhas oferece os mesmos direitos da passagem paga nesse caso.

  • No Brasil, nesse caso, a empresa aérea é obrigada a ressarcir a parte dela. apenas. Você pode negociar com o hotel o ressarcimento da parte deles, comprovando que não embarcou pelo problema meteorológico.

  • Não

  • Não tem, pois a mala foi entregue em menos de 72h

  • Edineusa Nunes de Magalhães

    Ola ! Em caso de voo cancelado na Europa, Eu deveria sair de Roma no dia 13 de junho as 18.45 via Londres, chegando em São Paulo as 5h (manhã) o que me causou grandes transtornos emocionais. O voo Roma-Londres foi cancelado. Tivemos que pernoitar em Madri e sair de la no dia 14 as 11.30, chegando em São Paulo as 21h.35. Tenho algum direito da Cia Aerea ou do Seguro ?

    Com este transtorno perdi o reembolso que estaria solicitando o qual pretendia solicitar no exterior, pois a passagem foi paga em Euro. Em São Paulo não tive tempo habil, pois desembarquei em Guarulhos e meu voo sairia as 20h.50 de Sao Paulo Congonhas.
    Como passaria o dia em São Paulo, teria o dia todo para solicitar o reembolso.
    Grata,

  • Adriano Maia

    Oi pessoal, alguém poderia me esclarecer uma dúvida?
    A Gol alterou meu voo de volta de Santiago – Guarulhos, agora estou com previsão de chegada para 11:40.
    Porém tenho um voo para Belo Horizonte pela Tam no mesmo dia às 12:55.
    Caso o voo da Gol atrase, eles são responsáveis pela diferença tarifária de um possível realocamento na TAM?
    E nessa dúvida se eu conseguirei chegar no horário ou não, devo fazer o web checkin da TAM ou fazê-lo somente no aeroporto?

  • Dandara

    Oi pessoal, tenho pesquisado mas quase não encontro informações. Tive um problema com a Gol referente a demora de despacho de bagagem. Estava retornando de uma viagem ao exterior, e a gol não vende conexão até a minha cidade. Logo, comprei uma passagem em voo com horário próximo ao meu desembarque, tendo um tempo hábil de intervalo até o embarque propriamente dito no próximo voo. Ao descer do avião, avisei aos funcionário da companhia aérea que só me informavam para “correr”. Infelizmente a companhia demorou cerca de 30 minutos para começar a colocar as bagagens na esteira. Ao chegar para despachar as bagagens, a atendente me informou que o embarque já estava fechado. Se negaram a oferecer uma declaração, a me colocar em outro voo, enviar as bagagens em um outro voo, ou dar qualquer assistência. Diante da necessidade, comprei outra passagem em outra companhia antes mesmo do avião da gol sair do pátio de embarque. Nesse caso, o que vocês me recomendam?

  • Rodrigo M. Lima

    Olá pessoal.. vou realizar uma viagem em outubro para Viena com a Alitalia (comprei pelo submarino viagens). Liguei para o SAC da Alitalia, e me foi informado que eles não realizam mais esse trecho de Roma para Viena.
    Como fica essa questão de mudança, sendo que o submarino ainda não me informou desse cancelamento e nem de como ficaria a substituição do voo.

    Obrigado!

  • Camila Oliveira

    Olá, se o meu voo cancelado era direto e no mesmo dia só tem voos com escala, tenho direito de escolher um voo direto mais próximo (no caso, no outro dia), e exigir que a CIA GOL pague minha diária no hotel?

  • Mel

    Boa tarde. Já passei por várias situações em que a TAM e/ou LAN fizeram alterações (inclusive de minutos, mais que 15 nesse caso)/cancelamentos em vôos que eu havia comprado, e em todas essas situações me proporcionaram o reembolso integral ou remarcação da passagem por um período específico (se não me engano 7 dias antes e 7 dias depois do vôo original), sem dificuldades.
    Tenho uma passagem de ida e volta para a Europa pela TAP, a houve uma alteração no vôo de volta, que foi adiantado em uma hora. Eu gostaria de optar pela alteração da data da volta (adiantaria em alguns dias a viagem), porém a companhia me informou que desconhece que tenha que alterar sem cobrança das taxas de remarcação. A resolução 141 da ANAC, realmente, não é clara sobre esse tipo de situação, e a atendente da ANAC não soube me informar nada.
    Gostaria de saber se alguém possui alguma informação sobre esses casos e se já conseguiu alterar o dia da passagem após alteração de horário pela companhia.

  • Ticyana

    Em caso de preterição de embarque, cancelamento ou de chegada ao destino final especificado no seu bilhete com mais de três horas de atraso, os passageiros podem receber uma indenização, que varia entre 250 e 600 euros, de acordo com a distância do voo;
    eu recebi esse voucher, mas a companhia aérea disse que se não for pegar o valor em passagem, eles pagam somente uma parte do valor em dinehiro.. está certo isso??

  • Hilda, nesse caso todas as empresas nacionais agem dessa mesma forma, o que é lamentável. É difícil negociar com elas. Eu pessoalmente já tive um caso semelhante com a TAM, onde queriam que eu viajasse no meio do Natal e na noite de Réveillon. E eu só consegui resolver no juizado especial. Demorou mais de 2 anos, mas resolveu. Pela via da negociação, o ideal é você tentar encontrar uma alternativa dentro da malha da GOL que melhor te atenda, lembrando que você pode alterar a data se precisar.

  • Lulu Entre Amigas (Morando no

    Tenha uma dúvida.
    Vou embarcar de Guarulhos para o Japão. o voo sai na madrugada de terça feira.
    Compro passagem para um voo doméstico saindo do interior de São Paulo, na segunda feira de manhã 9 :30. Lembrando-lhe o chek começa na segunda as 21:30. Caso o aeroporto feche por mal tempo e eu não consigo embarcar, o que eu faço?
    Quais os menus direitos?

  • gilberto elias

    Comprei passagens aéreas de Liege-Belgica para Munique-Alemanha no dia 14/09/15 às 11:55, ao chegar ao aeroporto às 11:05 o avião havia saído às 10:35. Não recebemos nenhum tipo de aviso, embora aleguem ter enviado email (que não recebemos). As passagens foram compradas diretamente da cia aérea BM BRUSSELS BRUSSELS. Como conseguir reembolso?

  • Ticyana Banzato

    gostaria de saber se a empresa aérea pode descontar 50% do valor do voucher, recebido pelo cancelamento de voo na europa, caso o cliente opte por receber o valor em dinheiro e não em passagem???

  • Nivea Pinheiro

    Olá, esse post era realmente o que eu estava procurando para sanar minhas dúvidas. Porém ficaria grata em ter uma resposta mais específica.
    Viajei pela TAP Portugal dia 13 de outubro. O voo atrasou por 1 hora e uns minutos chegando com esses mesmo tempo de atraso em Lisboa, ocorre que eu tinha uma conexão para fazer, meu destino final Veneza . Depois de correr aquele imenso aeroporto, eu tive meu embarque negado pela tap porque já tinha encerrado o embarque do meu voo, minha conexão foi cancelada e me reacomodaram no próximo voo que se deu 12 horas após, a única assistência que recebi foi três vouchers no valor de 6 euros cada para ser usado dentro do aeroporto (imagino uma alimentação de 6 euros em 12 horas), então chegando ao meu destino final escrevi um email para a tap questionando o meu reembolso ou indenização que teria direito, me ofereceram 300 dólares em créditos para futura viagem, não aceitei e questionei o reembols, fui informada de que só teria tal direito se eu desistisse da minha viagem…
    Aí eu pergunto , por eu sei brasileira mas está voando com cia aérea européia, eu teria direito a indenizar de até 600 euros? Ou somente a regulamentação da ANAC é que rege sobre mim?

  • Nivea, se o seu bilhete foi comprado no Brasil, é regido pelas regras brasileiras. De qualquer maneira, você pode recorrer ao juizado especial cívil se não se sentir atendida pela proposta da TAP

  • F.

    A Gol cancelou meu voo e o proximo disponivel seria em 3 dias
    Com isso perco reservas em dois hoteis e boa parte das minhas ferias.
    como proceder?

  • Patricia Wong

    Olá eu e meu namorado fechamos esse ano uma viagem de fim de ano para Buenos Aires por uma agencia de viagens e tivemos nosso voo de retorno direto cancelado em outubro, a agencia nos enviou um e-mail passando algumas opções de retorno com escalas absurdas e não nos dizeram que podiamos solicitar o retorno por outra empresa aérea e fomos obrigados a aceitar uma das opções que nos apresentaram. Sabem me dizer se mesmo assim posso entrar no Juizado especial cível???

  • Robson Muniz

    Comprei para maio de 2016 3 passagens promocionais para Israel. Vi aqui mesmo nos melhores destinos pelo Viajanet.Devido aos conflitos em Israel liguei pra perguntar quanto sairia pra cancelar as passagens. Queriam me cobrar 300 USD por passageiro. Eu tinha pago 550 USD, achei um absurdo. Entrei no RECLAME AQUI e fiz a reclamação. Recebi contato 2 dias depois para esclarecer o ocorrido. Tive a sorte de que a Lan havia alterado o Horario do 1 voo em 30 minutos. Esses 30 minutos me deram o direito de pedir restituição total da passagem. Tudo isso foi a atendente que me passou por email( deixei tudo documentado)Não cancelei a passagem , mas tenho até 72 horas antes do voo para fazê-lo .É isto

  • tereza

    perdi um voo no aeroporto santos dumont por atraso para o check in. Porem esse voo foi cancelado devido ao mau tempo. quais são os meus direitos?

  • Rickardo Moura

    Uma dúvida; um amigo precisou com urgência ir de sp para Teresina. Consegui um voo DIRETO pela gol, pagando, obviamente, um valor maior, saindo as 00:45, de uma segunda-feira. Ocorre que o rapaz só foi embarcado as 07:00, do mesmo dia, e em um voo com escala em brasília! A justificativa foi que o “passageiro perdeu o voo”. O que não procede, pois o mesmo fez o “check in” cerca de uma antes do embarque. Qual o direito do passageiro nesse caso? Obrigado.

  • Augusto

    Tenho uma passagem TAM comprada para o dia 24/03/2016 SLZ-GRU. Pela segunda vez o voo foi cancelado. Eles me ofereceram outras opções de viagem mas todas elas são enormes. Comprei um voo direto de 3:30 de duração e a opção menos inconveniente é um voo de quase 8h de duração com 5h de conexão no GIG. Tem voos diretos na Gol no mesmo horário original. Posso obriga-los a me transferir pra Gol? Tenho idosos comigo e horarios marcados.

  • Rodrigo

    Boa Noite
    Vou viajar dia 03/07/16 de Curitiba para Maceió pela TAM e comprei os trechos separadamente. Recebi recentemente que o trecho entre o Rio de Janeiro e Maceió para o dia 03/07/16 que sairia ás 10:52 do Rio e chegando ás 13:38 em Maceió foram cancelado e adiado para o dia seguinte .
    Entrei em contato com a TAM e os horários oferecidos fazem com que eu tenha que ficar mais de 6 horas aguardando conexão chegando ao meu destino no outro dia de madrugada . Já estou com o hotel pago para a data que comprei a passagem e vou viajar com uma criança de poucos meses de idade . Gostaria de saber quais seriam as opções que a empresa deveria me oferecer ?
    Encontrei um voo na GOL em um outro horário não tão ruim mas com tempo longo de espera , tenho o direito de obter uma passagem em outra companhia aérea ?
    A outra opção seria eu posar no Rio e pegar o voo no outro dia , arcando com a hospedagem no Rio e perdendo uma diária em Maceio .
    Gostaria de orientações …

  • Arthur Riani

    Pois é, mas faltou dizer o passo a passo quando isso acontece fora do Brasil. Que atitude tomar quando seu voo atrasa por mais de três horas? Como se faz para se valer do direito à indenização?

  • Rodrigo Rpo

    Ola pessoal
    Me chamo Rodrigo
    Essa semana minha esposa estaria voltando de viajem . Porem chegando no chekin para despachar a bagagem e etc notaram algo de errado pois não estava constando o nome dela no vôo.
    Pediram que ela se dirigisse a loja da Avianca ( companhia que ela comprou a passagem )

    Chegando lá ela ficou sabendo que foi feito o estorno da compra dela e que havia sido enviado um email pra ela 4 horas antes do vôo partir .
    Cancelando a sua passagem ,da filha dela de 8 anos , meu filho de 3 meses e a tia dela que é cadeirante ( com uma perna amputada e diabetes )

    O atendente da Avianca disse que não podia fazer nada e que não poderia estar remarcando o vôo delas e não poderia fazer mais nada por ela .
    Minha esposa passou mal desesperada que não poderia vir pra cá na data prevista e teve que voltar pra casa dos pais dela onde ela estava .
    Tivemos que comprar novamente as passagens.

    O que podemos fazer ? Cabe processo por danos morais ou algum tipo de indenização ?

  • Flavia

    Boa tarde, tive meu vôo de Zurich para São Paulo no sábado cancelado por problemas técnicos. Todos os passageiros foram realocados para o vôo seguinte, 10 horas depois e no dia seguinte. Gostaria de saber como proceder para pedir uma indenização. Obrigada!

  • Janine DAquino

    Comprei passagens ída e volta para 2 passageiros na TAP com 7 meses de antecedencia,mas com 30 dias antes,qdo fui verificar minhas reservas,vi que eles alteraram legal os meus horários,de forma a ter que esperar 8 horas em uma conexão que comprei com intervalo de menos de 3 horas e a volta tb alteraram,de maneira a não conseguir pegar a conexão. Quais os meus direitos? Tenho o direito a cancelar e receber integralmente minhas passagens? Não recebi nenhuma mensagem deles me avisando dessa alteração!

    • Você pode receber o reembolso integral ou escolher outros voos e datas na companhia aérea. Caso se sinta prejudicada pode pedir danos morais na justiça.

  • lorrana

    Você sabia que em caso de perca de vôo por atraso, a companhia aerea é obrigada a te colocar em um outro vôo no máximo em 3 ou 4 horas? E ainda se não cumprirem isso, você tem direito a um reembolso com porcentagem inferior ao valor da passagem.

    E o Brasil não cresce por causa disso; Roubos, Pilantragens, sacanagens, falta de respeito e consideração pelo trabalho do próximo.

  • Zé De Almeida Junior

    Meu voo foi alterado para mais 10 horas, e depois houve um atraso de 2 horas. Em resumo, atrasou umas 13 horas. Eles deram acomodação e alimentação. Mesmo assim posso exigir alguma indenização? Lembrando que tudo ocorreu por falha da cia.

  • Carina

    O embarque do meu vôo de Varsóvia para Paris foi aberto (em Paris eu faria conexão para São Paulo). A fila de embarque estava formada e, no horário previsto para a saída do vôo, a AirFrance informou que o piloto tinha sido hospitalizado e portanto deveríamos retirar as bagagens e procurar a cia para realocação. O caso é que perdi minha conexão e portanto minha chegada em SP foi 13hs após o previsto inicialmente.
    Neste meio tempo tive que pagar uma multa em Varsóvia (equivaliente a 150 euros) pois esqueci uma mala no corredor (natural, eu estava exausta!!!!). Nenhuma assistência espontânea me foi oferecida. Somente um voucher (equivalente a 7 euros) para um lanche depois que exigi, mas ainda assim tive outra despesa com alimentação, visto que ainda fiquei mais de 10 horas aguardando em Paris.
    A AirFrance deve compensar minhas despesas, inclusive a multa a qual fui submetida? A AirFrance me deve a indenização (600 euros), ainda que tenha alegando doença de um tripulante na hora do vôo?

  • Gabriela Casadei da Cruz

    tenho uma dúviida. ocorreu na europa. HAMBURGO-MADRID e o motivo parece ter sido o strike/greve no aeroporto de PARIS!! a Ryanair não tinha mais voos próprios para os últimos passageiros da fila (eu nesse caso), e eles apenas devolveram o dinheiro, 25 euros sendo que o novo voo que eu precsei comprar no dia seguinte foi 10x mais. posso pedir reembolso desses 200 euros será?

  • RITA ELISA

    E SE O VOO NÃO FOI CANCELADO , E O VOUCH ESTA COM DATA DE VOLTA MARCADA E OS PASSAGEIROS NÃO TEM SEU NOME NA LISTA DO VOO NESTA DATA, ISTO É 8 PESSOAS FORAM VIAJAR , NA HORA DA VOLTAR SO 3 EMBARCARAM DE VOLTA NO DIA ESTIPULADO OS RESTANTES TIVERAM DE EMBARCAR EM OUTRO DIA PQ SEUS NOME NÃO CONSTAVAM NA LISTA DE EMBARQUE, INCLUSIVE UMA DAS 5 PESSOAS QUE FICOU PARA EMBARCAR NO DIA SEGUINTE , FICOU SEM SUA BAGAGEM POIS A MESMA JA TINHA SIDO EMBARCADA A RESPONSABILIDADE É DE QUEM DA EMPRESA AEREA OU DA EMPRESA QUE VENDEU OS PACOTES OU DAS DUAS ?

  • Doris Moreira

    Em Novembro de 2015 comprei pela Submarino viagens um voo Rio – Sydney – Rio com data de ida 26/05/2016 e retorno em 10/06. Hoje resolvi conferir o voo e descobri que a passagem foi alterada para Rio – Sydney – Santiago, sendo que não recebi nenhum aviso da agência Submarino e nem da Qantas airlines. Já tentei contato com a Submarino sem sucesso. Não sei como proceder. Como devo proceder?

  • Bruno Correia

    Acrescentando uma informação importante: se a cia aérea alterou o horário da sua passagem, mesmo que em menos de 15 minutos com relação ao horário original, você pode exigir o cancelamento e o reembolso integral do valor ou das milhas.
    Perdi um bom tempo falando com a GOL e eles finalmente cederam, devolvendo minhas milhas sem a multa. Pesquisei a fundo e não existe qualquer tipo de previsão por parte da ANAC e a GOL, ao menos, não previa os tais 15 minutos no contrato.
    O que existe é uma proposta para reformular as Condições Gerais de Transporte, instituindo essa previsão dos 15 minutos. Nada, portanto, em vigor.

  • Agnaldo Franco

    Olá, meu namorado perdeu o voo de conexão em Londres por atraso da cia aerea no primeiro voo (Dublin – Londres). A empresa estava informando todos os passageiros que perderam o voo que ele deveriam procurar um hotel e pagar e depois pedir reembolso. O problema é que meu namorado não tinha dinheiro para pagar tudo e depois pedir reembolso. Assim passou 24 longas horas no aeroporto. Gostaria de saber se o passageiro tem mesmo obrigação de ter dinheiro para pagar estadia pois achei um absurdo meu namorado passar tanto tempo no aeroporto.

    Obrigada

  • Graziella Kazue Tanaka

    Boa noite ! Comprei 4 passagens para NYC previstas para dezembro de 2016 e junto com as passagens comprei o espaço + , por necessidade de saúde mesmo ( dos meus pais e minha também pois tenho lombalgia crônica) . Acontece que a LATAM cancelou o vôo, fomos reagendar e não há mais o ” espaço + ” disponivel. Você sabe se eu tenho algum direito fora o reembolso ? Eu nao quero reembolso, minha viagem foi comprada com antecedência pra podermos ter tranquilidade e conforto! Simplesmente me enviaram um email dizendo em outras palavras que se nao tava bom desse jeito ( ir na cadeira apertada e ter o reembolso – dúvido que a devolução seria corrigida ) então que eles iriam me devolver o valor total da passagem e eu que ficasse sem viajar ! Achei um absurdo isso !!! Obrigada

  • Andrea Guillen

    Caso o cancelamento do vôo seja com 2 meses de antecedência os direitos são os mesmos?

  • Eles devem te reacomodar no próximo voo disponível, sem custo. Você pode pedir alimentação e hotel se o atraso for grande

  • Com antecedência de aviso não. Mas você pode escolher outras opções de acomodamento, inclusive mudando a data, sem custo.

  • angelo cardoso

    tive um atraso de 12 horas de paris para o rio de janeiro, dia 27 de outubro, a empresa era a britsh airway, ele me informaram que o voo tria sido cancelado por motivos tecnicos de londres para o rio , pois iria fazer esta escala, me mandaram para o charles de gaule e me deram uma refeicao de 24 euros que deu para comer um sanduiche no aeroporto e mais nada, fui ao chekin e me falaram que nao tinha nimguem da british para resolver. fui pela latam para sao pauol e depois rio, cheguei 12 horas depois em meu destino. tenho direiro a indenizacao ?