Cartões American Express Credit passam a pontuar no Livelo

Por João Goldmeier

Os clientes dos cartões American Express® Blue, American Express® Platinum Credit, American Express®Gold Credit, American Express®Credit e American Express®Business não estão mais acumulando pontos no Membership Rewards desde o dia 6 de junho, quando o saldo foi transferido para o Livelo.

A política de pontuação dos cartões e o prazo de validade dos pontos (nunca expiram) permanecem os mesmos.

Vale lembrar que os cartões American Express têm duas linhas de produtos: a linha “Credit”, que passou agora a pontuar no Livelo, e a linha “Card”, que continua pontuando no Membership Rewards.

Linha Credit

Portanto os cartões American Express Green, American Express Gold e The Platinum Card continuam com o Membership Rewards.

Como toda mudança há pontos positivos e negativos. Como exemplo de ponto positivo está a emissão de passagens direto do programa utilizando milhas, que pode ser uma boa opção quando o preço da passagem está barato, já que o número de milhas varia de acordo com o preço da passagem. Simulando uma mesma data podemos ver que o custo de emissão no Livelo é menor:

Enquanto a passagem de São Paulo para Madrid, ida e volta, custa 103.300 pontos no Livelo, o mesmo bilhete sai 144.169 pontos no Membership Rewards, uma diferença nada desprezível de 29%:

São também mais constantes as promoções de envio bonificado do Livelo para parceiros aéreos do que no Membership Rewards.

Porém é inegável que é negativa a diminuição no número de parceiros aéreos para o envio de milhas. O Membership Rewards tem 14 parceiros aéreos, alguns com exclusividade no Brasil, como Emirates, British Airways e Singapore Airlines. E o Livelo conta com parceria apenas com as cias nacionais e com a Tap Portugal.

Isso limita a flexibilidade na hora de planejar o uso dos pontos. Algumas dessas parcerias podem ser muito úteis em viagens, como os voos da Singapore intra-ásia ou a emissão de trechos curtos nos parceiros da Oneworld pelo Executive Club, da British Airways.

E aí, foi atingido pela mudança? O que achou? Comente!