American cancela voos de Porto Alegre a Miami e Delta deixa de voar de Brasília a Orlando

Denis Carvalho 3 · fevereiro · 2016

As companhias aéreas Delta Air Lines e a American Airlines vão deixar de operar em importantes capitais brasileiras nos próximos dias. A American Airlines, que já havia cancelado seu voo saindo de Curitiba, vai deixar de voar de Porto Alegre a Miami a partir do dia 3 de março. Antes disso, no dia 19 de fevereiro, a Delta Air Lines deixa de operar seus voos de Brasília a Orlando, ponde fim a suas operações na capital brasileira.

Em seu comunicado oficial, a American disse que a decisão foi tomada com base em estudos aprofundados de mercado e cenário competitivo, para “garantir o melhor aproveitamento de sua frota e tripulação em toda a sua rede de voos e maximizar a sua rentabilidade”. “Como resultado dessa avaliação, a American não irá mais operar voos para Curitiba, a partir de 11 de fevereiro de 2016. No início de março de 2016, a American não irá mais operar voos entre Miami e Porto Alegre. O último voo entre Miami e Porto Alegre será realizado em 2 de março e o último voo entre Porto Alegre e Miami será realizado em 3 de março”.

A American continua a ter voos dos Estados Unidos para Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Recife, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro.

Delta

Conforme o MD antecipou em setembro, a Delta não vai mais operar voos para Brasília. O fim da rota para Orlando está marcado para 19 de fevereiro. Segundo informou a companhia na ocasião, a decisão é fruto da “pequena demanda e a redução na economia da cidade”.

No ano passado a companhia alterou o destino do voo de Atlanta para Orlando como tentativa de aumentar sua lotação, mas ao que parece os esforços foram em vão.

Agradecemos a dica dos leitores Maurício Martins, Raoni Duarte e Wólnei Franco.

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • Daniel Bisetto

    Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Brasilia, além do cancelamento dos voos da Azul em Confins… quem será a próxima vítima?

    • Saulo Roberto Stoniard

      O ÚLTIMO QUE SAIR APAGA A LUZ ! A BANÂNIA VAI QUEBRAR… 13 e confirma |/

      • André Franco

        A força de um país não é medida pelo quantidade de voos internacionais.

        • Mateus

          hahahahahah
          Boa resposta para uma pobre mente colonizada!!!!!

        • Saulo Roberto Stoniard

          Opa ! Sentindo cheiro de mortadela no ar… Diz aí então – quer medir em saneamento básicos, infraestrutura rodoviária, ferroviária, saúde pública, educação… ? Claro que voos internacionais só servem pra balizar se economicamente o país está bem ou não – o que é o caso. Mas se quiser ainda somar a prosperidade econômica do ramo da construção civil, indústria, comércio, fique à vontade !

          • André Franco

            Mortadela do mercado municipal de SP é ótimo mas prefiro ela frita com queijo.
            Amigo, sem discurssões ideológicas aqui. O assunto é voos e não política. Esta conversa , se quiser, teremos em qualquer lugar que tenha cerveja.
            Abraços.

      • Beto Karioca

        Claro que voos internacionais, assim como a quantidade de lojas do McDonalds, e outra coisas “aparentemente estranhas” PODEM servir sim p balizar o poder econômico de uma nação, por motivos muito óbvios de mercado consumidor e etc, etc, etc Nao adianta querer defender certas coisas que aqui na nossa republiqueta ficam sim muito a desejar… Fica obvio q nao tem mais voos pq nao tem mais consumidores com poder de compra suficiente p manter um simples voo diario q encheria facil facil com apenas 180 pessoas…

  • xinshon

    Agora a Copa aumenta os preços =/

  • Leandro Melo

    Brasil indo de mal a pior…

  • Bruno Caporalini

    A manchete não corresponde à notícia.

  • Eduardo Resende 

    Poxa adorava o vôo BSB-ATL, dava pra ir pra qq lugar dos EUA mais rapidamente, agora só sobrou American e Copa. 🙁

  • Rafael Augusto

    É o fim mesmo. Eu aposto que a próxima vítima será CNF. TAM e Azul já deixarão de operar suas rotas para os EUA, American é questão de tempo. Lamentável.

    • André Franco

      Aquela rota nova da Azul, saindo de CNF já acabou ?

      • Wellington Sousa

        Já 🙁
        Último voo eh no incio de março agora.

        • André Franco

          Poise. O problema de confins é que tem GRU e Galeão a menos de uma hora. Já é concentrado demais.
          Se a azul trouxer esta rota pro Norte ou Nordeste é sucesso garantido.

          • Rafael Augusto

            E quem perde é que é do interior de MG, porque chegar até CNF é uma viagem, e ainda tem que aquentar sobe e desce de avião, ou passar horas em GRU ou no GIG esperando a conexão.

  • Alan

    Não seria mIA interessante essas companhias criarem voos triangulares para somar a demanda de duas capitais brasileiras? Exemplo: Miami-Porto Alegre-Curitiba-Miami? A TAP faz assim.

    • Mateus

      A Tap já cancelou sua escala em Manaus e ficou voo direto de Belém para Lisboa!

    • Beto Karioca

      Antes era assim, eles faziam voos triangulares na rota P.Alegre/Curitiba/Miami e ai separam em 2 voos e agora não vão voltar mais a esse modelo, vão cancelar as 2 cidades… Recife/Salvador/Miami tmb era triangular, mas continuam separados e não vão mudar nem tão cedo, pois mesmo com a crise os voos la estão cheios, pois no NE há pouquíssimas opções de voos p os EUA, ao contrario do sul/sudeste que tem muita concorrência !

  • Fernando

    Ano passado eu comentei que os cancelamentos de rotas internacionais se tornariam frequentes em função da crise / alta do dólar, muitos discordaram me chamaram de pessimista, outros concordaram e me chamaram de realista. Obs: Torço a favor de meu país apesar de tudo que acontece por aqui.

    • Marcello

      O último a sair apague a luz.

    • Rodrigo eugenio

      Decerto que quem te chamou de pessimista é algum petralha militante virtual defendendo o desgoverno da Presidanta.

      • Neto

        Fala para mim quem seria o Governo bom? Aquele que vai salvar o Brasil? Honesto, eficiente e milagroso! Que o PT está ruim todos já sabemos, mas quem é o santo milagroso? Aecio?rsrsrs

        • Hélio

          Estou apostando no Partido Novo. Vale a pena conhecer a proposta deles!

  • Ronaldo Adriano

    A Tap não desce em Curitiba.

  • André Luís

    Acredito que vai se concentrar em GRU. Se começar a perder os vôos de GRU o negócio complica. Adeus concorrência.

  • Mateus

    Muito interessante perceber que na maioria das vezes o empresário é sempre vítima de governos do PT, de esquerdas, de comunistas e etc.
    Porém, se esquecem que eles também têm culpa (às vezes total) de um cancelamento desses!!!
    Olhem por exemplo o caso do voo da AA pra Curitiba e Porto Alegre. Nunca fiz, mas é recorrente as reclamações das condições das aeronaves colocadas pra servir esse destino. Nesse caso, se a redução na demanda for por causa do serviço prestado, o cancelamento dos voos não tem nada a ver com a alta do dólar e muito menos culpa do governo!!
    Porém, a visão do empreendedor iluminado que é tolhido pelo estado tirânico incutida no ideário nacional na época da Guerra Fria parou e ficou por aqui!!

    • Saulo Roberto Stoniard

      Meu amigo – se baixar o valor em R$ 200,00 lota o avião. Creio que já estejam trabalhando num limite de valor e na taxa de assentos desocupados que não valha mais a pena estes destinos. O problema é o empobrecimento mesmo deste nosso país. Está tudo acabando… e a culpa ? 13 e confirma |/

      • Roberto Tavares

        Fala para mim quem seria o Governo bom? Aquele que vai salvar o Brasil? Honesto, eficiente e milagroso! Que o PT está ruim todos já sabemos, mas quem é o santo milagroso? Aecio?rsrsrs

  • jorge moraes

    Próximos cancelamentos da AA: Brasília, Manaus, Recife e Salvador. Quem viver verá.

    • André Franco

      Manaus eles já viajam a anos e em um a319. Aparentemente os manauenses gostam muito de voar pra lá e os preços são mais baixos do que das regiões afetadas.
      E manaus faz parte da Amazônia, o que é um grande atrativo turístico. BH e RS não são tão grandes pros estrangeiros.

      • Deyvisson F. R. Almeida

        Sem falar que na nova tabela da AA, apena manaus vai ser atrativo para voar daqui para os EUA: 17.5k milhas.

      • Mateus

        Sempre tive curiosidade em saber como é uma viagem longa num avião desses. Será que alguém pode mandar um relato aqui pro MD?

      • Caco Nogueira

        eles usam o A319 pq a rota é mais curta… não só o atrativo turístico, a zona franca de Manaus sempre trás muita gente para MAO.

    • Raw

      Recentemente peguei o voo da AA Recife ~ Miami e estava lotado!

      • Fernando Ribeiro

        Às vezes um voo está cheio ou lotado mas não significa necessariamente que esteja rentável.

        • Jonatas Elias

          Estar lotado um dia não significa que esteja lotado todos os dias.

  • Régis

    A American fazia exatamente isso, só cancelou a perna de Curitiba há poucos dias atrás. Mas pelo visto nem assim a demanda é suficiente.

  • Totalmente de acordo. Os empresários sempre são os mocinhos e o Estado malvadão é o culpado de todas as mazelas econômicas.

  • Fabricio Reis

    Eu não deixo de concordar, em partes, com você. Mas não acho que nesse caso específico da diminuição da procura por voos internacionais seja por conta das aeronaves ruins. Aqui de Salvador mesmo, a única cia que voa direto para Miami é a AA. As aeronaves são ruins, o refugo do que não usam mais nos EUA, e mesmo assim os voos sempre estavam cheios, por falta de opção. Mas agora temos a mesma falta de opção e os voos estão vazios, o que aponta mais para uma consequência da alta do dolar, do que pelas condições ruins das aeronaves.

    • Mateus

      Não, pensa comigo uma coisa, que na verdade eu já ia falar no comentário inicial…
      Colocar uma aeronave ruim num voo para Salvador não tem o mesmo impacto do que colocar num trecho para Curitiba ou Porto Alegre…
      Por quê?
      Muito simples (na minha opinião), Porto Alegre e Curitiba sofre a concorrência de São Paulo e Rio de Janeiro, onde as aeronaves são melhores. Em Salvador a viagem deveria retornar às altas latitudes (SAO/RIO) para pegar um novo voo. Isso pra mim não é interessante!!!
      Ou seja, quem mora em nas cidades próximas a Salvador, ou em Salvador mesmo, vai preferir pegar um voo na sua cidade do que “descer” até São Paulo, por exemplo.
      Um exemplo prático, na minha opinião, é seu eu fosse viajar para o EUA. Moro em Belém e daqui tem duas frequências semanais para Miami com a Tam, quarta e domingo. O dia que eu for viajar para lá eu nunca vou pegar um voo para São Paulo e depois “passar por cima da minha cidade”!!! Logo, prefiro pegar um avião velho aqui mesmo, que não é o caso do 767 da Tam que faz essa rota, do que fazer todo esse périplo para chegar aos EUA.
      Outro exemplo prático disso é o TAP direto pra Lisboa, que hoje está com taxa de ocupação acima de 80%!!!!
      Entre fazer um trecho de 7h num avião velho (que também não é o caso do A330 da TAP) e dois: um de 3:30h e outro de 10h num avião zerado, qual você prefere????
      Porém, isso é apenas uma justificativa para esse seu caso. Lógico que em alguns casos outros fatores estão envolvidos.

  • Leonardo MGO

    Não entendi a decisão da AA pois os voos estão sempre cheios. Uma coisa é certa, o avião que estava voando essa rota vai ser aposentado.
    Então, não faz mais sentido voar AA.

  • ChargerBR

    O voo direto Brasília – Orlando da Delta era excelente! E na oportunidade em que fui estava abarrotado… É realmente uma pena.

  • Karl

    Não há heróis nem vilãos, é a lógica econômica que dita as decisões das coompanhias aéreas.
    Mas é evidente que a American nunca se dedicou ao mercado brasileiro. Meu voo para Miami com a American foi um dos piores da minha vida – uma aeronave caindo aos pedaços e um serviço péssimo, na ida e na volta. Em compensação, o avião do voo doméstico nos EUA era zero km 😐
    Depois disso, passei a escolher qualquer companhia para voos internacionais, menos a American.

  • Caco Nogueira

    que argumento mais linear esse seu. todos os dois tem culpa, existe toda uma conjuntura de fatores…

  • Jonatas Elias

    MAO-MIA não é uma viagem longa. Guardadas as devidas proporções, é mais fácil ir de Manaus para Miami do que para São Paulo.

    • Mateus

      Bem furadinha essa sua comparação!
      Primeiro: Manaus-Miami são 5:30h, Manaus-São 4h…
      Segundo: Tem voos de Manaus à São Paulo toda hora com três companhias diferentes! Coisa que não tem para Miami!!
      E se 5:30h num caixotinho como o A319 pra ti não é longo… Então temos percepções de tempo e espaço diferentes!!! Desculpe-me…

  • Gaiato

    A verdade sobre o vôo POA-MIA-POA é a seguinte: o avião era uma sucata! Os vôos viviam lotados no começo e a demanda foi diminuindo muito mais por conta dos atrasos e cancelamentos constantes, causados pelo péssimo estado da aeronave, do que por qualquer outra razão.
    A crise foi a cereja do bolo.
    Quem já pegou esse vôo uma vez, não pega de novo.
    Agora, nem querendo abreviar a existência (ou a paciência)…

  • Fabricio Reis

    Então, Mateus, continuo concordando, em partes, com você. Isso porque a escolha do voo para o destino tem outras variáveis importantes. Eu tenho 1,95m e tenho extrema dificuldades de dormir durante um voo, por mais logo que seja. No meu caso, em 2014, escolhi descer para Brasília e de lá partir para Orlando, do que pegar um voo direto, SSA x Orlando, com escala em Miami. E essa escolha se deu por causa da aeronave. Preferi gastar mais tempo na viagem do que passar 8h diretas de sofrimento dentro de uma aeronave apertada e sem sistema de entretenimento.

  • Jonatas Elias

    Acho que você não entendeu a parte “guardadas as devidas proporções”. Lembre-se que tem B757 atravessando o Atlântico. Ademais, 5 ou 6 horas de voo não é nada absurdo.