Amaszonas anuncia voos de Brasília, Campo Grande e Cuiabá para a Bolívia

Denis Carvalho 10 · março · 2014

A companhia aérea boliviana Amaszonas está preparando sua chegada ao Brasil. A empresa anunciou que pretende iniciar voos de Brasília, Campo Grande e Cuiabá a Santa Cruz de la Sierra, a maior cidade boliviana.

De acordo com o jornal Opinion, executivos da empresa visitaram as cidades brasileiras para apresentar os planos dos novos voos e tiveram encontros com o diretor da Anac, Marcelo Guaranys, e com os governadores do Mato Grosso, Silval Barbosa, e do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli. 

amaszonas-crj

Os encontros, aliás, foram registrados pelos governos dos dos estados no sites oficiais. Segundo o site do Governo do Mato Grosso, a companhia chega a Cuiabá no dia 22 de maio, com três voos semanais. Durante a Copa, contudo, as operações serão diárias. No site do governo do Mato Grosso do Sul não há detalhes da operação, mas destaque para a importância do novo voo, que vai ligar as cidades em uma hora e meia.

Os voos deverão ser operados em jatos Bombardier CRJ200, com capacidade para 50 passageiros. Apesar dos governadores anunciarem que os voos estão autorizados, eles não constam ainda nos relatórios da Anac.

Quer saber mais sobre a Amaszonas? Leia nossa avaliação sobre a companhia!

Publicado por

Denis Carvalho

Editor chefe

  • lordello

    Mato Grosso do Sul, no segundo link…

  • Wagner Brito

    Bom dia pessoal do MD. Acompanho todas as promoções aéreas e os relatos de companhias aéreas pelo mundão afora. Moro aqui e precisei comentar esse post. Depois de muitos anos sem vôos internacionais, teremos um vôo internacional em CGB. Venhamos e convenhamos que as obras de mobilidade urbana (as quais não estarão prontas a tempo do Mundial) realizadas em Cuiabá e em Várzea Grande (município onde localiza-se o aeroporto internacional, o qual encontra-se em processo de ampliação) não agrada aos “nativos”, tampouco os em trânsito. Quiçá os visitantes da Bolívia… Mas viva o crescimento e espero que essa nova rota tenha procura.

    • Fabiano

      Oi Wagner Brito, vamos deixar claro que esta é a sua opinião, pq também sou de Cuiabá e ouço muita gente reclamando sim das obras, pq o trânsito está difícil demais, mas todo mundo que converso está otimista com o futuro de Cuiabá, alguns dizem que a única coisa que a copa trouxe de bom foi as mudanças como o VLT, o viaduto em frente o atacadão na saída para Rondonópolis, as reformas do contorno do Santa Rosa, UFMT, miguel sutil,…enfim estamos otimistas e cuiabá está melhorando, enquanto ao aeroporto que está sendo literalmente sendo duplicado de tamanho e um pouquinho mais, acho muito bem vinda a Amaszonas, que venha para somar, chega de depender sempre de GRU, SBS, GIG para ir para fora do país. Claro essa é minha visão do que vejo e esculto por aí ! Abs

      • Fabiano

        eu quis dizer Brasília=BSB(dislexia)rsrsrs e "foram as mudanças como VLT,…" e não "foi as mudanças como o VLT,…" desculpem por favor

      • Antônio

        Caro Fabiano, tem certeza que esta falando da mesma Cuiaba que o Wagner?! Pq sou de Cuiaba e posso dizer que não conheço nenhuma pessoa otimista com as obras da copa. As obras seriam boas se fossem ficar prontas e tivessem um mínimo de qualidade, mas o que se vê sao atrasos, obras q não vão ficar nem perto de prontas para o mundial e de péssima, terrível qualidade, sem falar nos desvios de dinheiro. Cuiaba de fato tem um grande futuro, mas a copa não ajudou em nada.

  • Tem um erro de digitação no tí…Oh, wait….

    • Hehehe, esse nome é muito engraçado! É uma mistura de Amazonas com “a mas zonas”, no sentido de que ela chegaria a mais lugares! Mas como zona em português tem um sentido um pouco diferente…

  • Alexandre

    Não vai durar nem um ano…

  • david mazza

    O link do segundo Mato Grosso é Mato Grosso DO SUL… rs

  • Gabriel Figueiredo

    Será que vale a pena com um jato para 50 pessoas???

  • re178

    Cuiabá e Campo Grande tudo bem, mas será que estes jatos tem autonomia para ir até Brasília?

  • Eu já tinha lindo isso no site da Amaszonas, fiquei realmente muito feliz. Seria importante se tivesse codeshare com alguma empresa nacional com voos domésticos. Essa realmente pode ser uma boa opção, por exemplo, para quem é do Paraná, porque quem mora no norte do estado, como Maringá e Londrina, está praticamente o mesmo preço voar para Campo Grande ou pra São Paulo, espero que os preços das passagens não estejam exorbitantes!

  • Cristiano Oliveira

    Deveriam ter um voo diário, saindo de GRU ou VCP e outro de BSB. Já basta! Os outros são totalmente desnecessários. FATO!

    • re178

      Desnecessário é essa empresa voar para GRU e BSB pois elas já tem voos internacionais, enquanto que CGB e CGR não.

      • Lourdes Alves

        Concordo plenamente!
        Pena que essa empresa é uma das que tem passagens mais caras na Bolívia. ( pelo menos nos trechos que precisei voar dentro da Bolívia e do Peru para a Bolívia)

  • Cliff Stewart

    Chega de ter que ir a GRU, BSB, GIG para ir para os EUA, Europa e até América do Sul. Além de muito mais econômicos, os vôos via Santa Cruz terão tempo reduzido em pelo menos 4-5 horas via estes lugares.
    BEM-VINDA, AMASZONAS! Tomara que em breve Cuiabá e Campo Grande possam ser HUBS que interliguem toda a América do Sul. FATO!

  • cristiane ribeiro

    usei duas vezes na Bolívia essa companhia aérea agora em dezembro, quando estive lá e fui super bem servida, são bem pontuais…

  • jorge krug

    Todo produto, mesmo que não agrade a todos, será vendido para alguém. Então seja bem vinda Amaszonas!

  • Silvana Campos

    Fiz um voo com a Amaszonas entre La Paz e Uyuni, na Bolívia. Excelente! Foi uma viagem tranquila e rápida. Muito bom saber que ela estará presente também no Brasil.

  • jorge moraes

    Tô pagando pra ver.

  • Cliff stewart

    Espero que esteja pagando muito bem pra ver. Voos estão lotados pra Cuiabá.

  • Tuta

    Uma pena que a facilidade de voar entre Santa Cruz e Cuiabá DUROU MUITO POUCO (de maio a julho/2014). A empresa Amaszonas alega que os vôos entre essas cidades foram cancelados porque a Polícia Federal não tem um espaço adequado para poder trabalhar no Aerporto Marechal Rondon (Várzea Grande). Já é setembro/2014: ainda não arrumaram o espaço adequado ou acabou o interesse (empresa/governo) por esses vôos?