Alta do dólar e as viagens internacionais: grandes turbulências à frente!

Leonardo Marques 16 · março · 2015

Na semana que passou o dólar rompeu a casa dos R$ 3 e se firmou acima de de R$ 3,20 – um patamar que não era visto há mais de uma década e bem acima do que muitos estavam esperando. Para quem planeja uma viagem internacional, o impacto da subida é imediato: os preços das passagens aéreas internacionais são cotados em dólar, mesmo para quem vai para a Europa e outros países.

Ainda assim, algumas rotas internacionais, especialmente para os Estados Unidos, têm se mantido estável, com ofertas abaixo de R$ 1.500. Com isso, alguns leitores têm questionado se as companhias não poderiam ter baixado os preços em dólares antes e se estavam abusando dos valores cobrados dos brasileiros.

A resposta, infelizmente, é que não. Em um mercado tão competitivo, é irreal imaginar que as empresas aéreas estivessem mantendo preços elevados para auferir altos ganhos. É mais plausível que neste momento elas estejam operando preços bem abaixo do que considerem o ideal para suas rotas, seja para evitar que aviões partam vazios, seja devido à baixa do combustível, que possibilitou um alívio nos custos do setor.

Ainda assim, pipocam na internet fotos de aviões partindo vazios e caso o cenário de mantenha, a perspectiva não é nada animadora. Hoje mesmo, um voo Guarulhos – Miami da American Airlines decolou com ocupação baixíssima, é uma situação insustentável e as companhias já estão tomando medidas mais fortes. É o caso da American Airlines, que anunciou o corte de uma rota – vai encerrar os voos saindo de Campinas.

Até 2016 há um atrativo adicional para que as companhias se mantenham por aqui, que são as Olimpíadas, Após os jogos – e mesmo antes deles – é possível que vejamos mais e mais voos sendo cancelados e direcionados para outros países, que tenham economias mais sólidas e estejam sofrendo menos com a aceleração da economia americana.

O Brasil é um mercado estratégico e importantíssimo para as companhias aéreas, isso é inegável, mas ele não é indispensável para a maioria delas. Se os brasileiros deixarem de voar e os estrangeiros continuarem a ver o país como um destino turístico caro e perigoso, sofreremos uma retração forte no número de voos, além da elevação dos valores das passagens.

Por fim, vale destacar que boa parte dos custos das companhias nacionais, como o combustível e o leasing de aeronaves, é cotado em dólares e acompanha o crescimento da moeda. Com isso mesmo os voos nacionais podem ser afetados pela desvalorização abrupta do real, dificultando até as viagens pelo Brasil.

Diante de tantas notícias ruins, nos resta destacar a importância de pesquisar os melhores preços das passagens que estão sendo oferecidos e de se aproveitar as atuais promoções, que estão com preços excelentes. Isso e torcer para que surja logo uma luz na tempestade e que nosso país passe pela turbulência econômica, que não afeta apenas a aviação, mas muitos e variados setores – e o dia a dia dos brasileiros.

De nossa parte, vamos continuar acompanhando os preços das passagens aéreas e fazendo de tudo para que você encontre os melhores preços para as suas viagens!

Publicado por

Leonardo Marques

Diretor do Melhores Destinos

  • Rafael

    sem querer ser chato e deselegante, mas tem um erro de concordância no título

    • Henry.

      É mesmo.. com certeza o MD vai corrigir.. senão vai ficar igual reportagem do Yahoo…rsrs…

    • Obrigado, já corrigi

      • sigma7777777

        Denis, sugiro que faça um post sobre compra coletiva nos EUA ou integre esse assunto em algum post sobre como economizar em viagens internacionais. Me ajudou a economizar muito em dezembro/janeiro na Florida. Comprei tickets para shows, patinação no gelo, restaurantes, boliche, Big Bus em Miami, etc.
        Acho que poderia mencionar também as ofertas diárias do Best Buy e Amazon, porque também obtive descontos ao comprar um PS4 por $349 (preço normal $399), uma capa de carregamento para iPhone por $39 (preço normal $79) e jogos de PS4 em promoção na Amazon e que pedi para a Best Buy cobrir.

        • Maikel Galvão

          Fala sigma…isso me interessa muito. Qual site de compra coletivas vc vc fez suas compras?

          • sigma7777777

            Groupon US e Amazon Local.

      • Christian Wong

        Oi Denis, eu comprei passagem de Campinas para Miami pela AA em Maio, sera que vou ter algum problema? Como posso garantir que tudo vai dar certo? Muito obrigado!

  • Henry

    Sexta feira o dólar bateu R$ 3,70 nas casas de câmbio…
    Uma solução para vc blindar o aumento, é, nas despesas com hotéis, usar o voucher Le Club… vc envia para o Multiplus e de lá para o Le Club… tem uma taxa de conversão de 2:1, mas ainda assim, vale a pena.. claro, para quem tiver muitas milhas..

    • luciano

      Exato! OU quem puder comprar milhas multiplus no leclub. Vc compra 200 euros por 520 reais.

      • Observador

        Luciano,
        Não entendi sua conta: cada bloco de 1000 pontos multiplus custam R$ 70,00.
        Sendo assim, 4000 custariam R$ 280,00, e esses 4000 virariam 2000 pontos Le Club (o mínimo para troca por voucher), equivalentes a um desconto de 40 euros.
        Desse modo, cada euro custaria, aí, R$ 7,00.
        Como vc chegou a esses valores?

        • luciano

          Não expliquei direito. Comprando multiplus com Km do ipiranga, a conta é a que eu falei. Mas tem que ter o Km. Ou ter um cartão de credito santander ou hsbc, que transfere para avios 1:1. A avios transfere para le club 1:1.

          • Sabrina

            Me explique isso melhor, por favor. Eu tenho pontos Avios no Executive Club da British Air Ways, posso transferí-los para o Le Club Accor e usá-los p pagar minhas estadias?

          • Amanda

            Boa tarde, agradeço se puder explicar melhor essa questão de hospedagem com pontos multiplus. não tenho muita experiência nessas transações, mas estou com bastante milhas devido a promoção do ano passado de transferência do Santander para multiplus com 100%.
            Pretendo fazer uma viagem em maio, mas estou quase desistindo em função do dólar.
            Obrigada

          • Anna

            Oi Luciano, como funciona essa transferência avios p leclub? Sempre transferi múltiplus p leclub na proporção 2:1. Se eu mandar do santander p avios e depois p leclub tb é 1:1? Achei que era só leclub p avios, e não avios p leclub. Obrigada

          • Diego

            Ah, agora entendi.
            Apenas uma coisa: é certo que dá para mandar Avios para o Le Club? Tive a impressão, no site da Ibéria, que somente a conversão inversa era admitida.

        • filipenadir

          Estou indo para a Austrália em Abril e pretendo pagar boa parte das estadias com pontos Le Club, já que lá há uma grande variedade de hotéis da rede. Eu tinha visto que os vouchers poderiam ser emitidos em dólar também, mas não sei se isso ainda é possível. Alguém comprou pontos por contatos naquele fórum aqui do Melhores Destinos? Os preços são ótimos e permitiriam a troca para LeClub.

          • Fernando Gama

            Não é mais possível, agora só em euros.

          • filipenadir

            Obrigado Fernando! Com os vouchers emitidos em Europa a vantagem é bem menor, mas talvez ainda valha a pena. Abraços!

          • giovana

            Olá, estou indo para Austrália em junho , queria saber por qyal site voce comprou passagem, estou olhando em vários lugares mas todos estão muito caro

  • Eduardo Paci Galvão

    Para quem acha que o preço da passagem vai baixar mais ainda (em dólares, claro), não vai não. Acho que o que foi colocado neste parágrafo pela equipe do MD é, infelizmente, a mais pura verdade:

    “O Brasil é um mercado estratégico e importantíssimo para as companhias
    aéreas, isso é inegável, mas ele não é indispensável para a maioria
    delas. Se os brasileiros deixarem de voar e os estrangeiros continuarem a
    ver o país como um destino turístico caro e perigoso, sofreremos uma
    retração forte no número de voos, além da elevação dos valores das
    passagens.”

    • Márcio Sampaio

      Nos últimos anos, surgiu uma verdadeira ponte aérea entre Brasil e Miami. Em se mantendo os altos valores do dólar, será interessante observar o que as companhias farão. Hoje temos mais assentos diários entre São Paulo e Miami do que para diversas cidades importantes do Brasil.

      Se a AA cancelar um dos voos, não fará diferença para ela (que é gigante), podendo inclusive realocar a aeronave para alguma rota doméstica pois existe demanda. Por outro lado, a Copa possui 4 voos diários de Guarulhos, 3 do Galeão e 2 de Brasília. Se a demanda cair, não é só questão de cancelar voos, mas principalmente como realocar as aeronaves! Abrir uma nova rota ou aumentar a frequência de outra existente não é algo feito da noite para o dia. Assim, uma companhia desse porte já teria um alto impacto, já que o Brasil é o 2º país com mais destinos dela. O mesmo pensamento, para mim, se aplica à TAP.

    • ivan

      há no entanto um erro nesta lógica: se o dólar sobe, o país se torna um destino mais barato para os estrangeiros. No momento, por exemplo, está muito mais acessível.

    • sigma7777777

      Pois é, mas aí tem uma contradição. Se o real está desvalorizando, o Brasil tende a ser um destino mais barato e não caro como está nesse trecho do post.

      • Antonio Carlos Florencio

        Mas não é barato não. A média das diárias no Brasil são muito mais caras que na Europa. Sem falar na exploração de taxistas e outros quando se ver um gringo.

        • sigma7777777

          No caso dos taxistas concordo sobre o Rio, mas não outras capitais. No entanto o taxista de Roma na madrugada me cobrou $88 euros por uma corrida que custa $55 euros. Os gringos não são tão bonzinhos assim, basta lembrar da colonização.
          Já nas diárias acho que custa quase o mesmo na antiga votação do dólar. Minha base de referências é Recife, mas certamente isso varia, pois Rio e São Paulo são destinos mais caros.

          • Julia

            Concordo. A gente tb tem uma visão sempre negativa do Brasil e sempre positiva da gringa, é a verdade é outra. Peguei vários taxis no Rio e nunca fui enganada… fui extorquida em Lisboa!!

          • Eduardo Paci Galvão

            Estive em Roma em janeiro, tudo mais barato que aqui. Transporte, comida, passeios, hotéis!!! E sem contar a qualidade no produto e no atendimento. O Brasil está cada vez mais impossível de se fazer turismo!

          • sigma7777777

            Com planejamento é possível fazer turismo em qualquer lugar do mundo. Só ressalvando que eu não disse que Roma é mais barato e nem mais caro que o Brasil, pois isso depende da cidade. Há um site, cujo nome não lembro agora, que compara os custos entre cidades do mundo e, por exemplo, Porto é mais barato que Miami, Paris e Roma.

          • sigma7777777

            Táxi para o aeroporto de Fiumicino: €55 (tabelado na porta do taxi). Conta simples: 55 x 3,30 = R$ 181,50. Eis aí o transporte tabelado. Bem, eu particularmente nunca paguei esse valor em um táxi no Brasil para chegar em um aeroporto.
            Nos outros aspectos vai depender da localização, serviços inclusos, atrações, etc.

          • Henrique

            Estive em Roma há menos de 1 semana. Ônibus do Fiumicino até Estação Termini €5 (+- R$18) e da Estação Termini para Fiumicino €4 (+- R$14,5). Em BH o ônibus está mais de R$ 21,00 do aeroporto de Confins para a cidade e vice-versa. Acho que tudo é planejamento mesmo. Lá em Roma tinha a opção de pegar taxi (€48) ou um trem da Termini para o Fiumicino (€ 14). Usei 4 vezes o serviço de ônibus e no total me custou € 18, quase o preço de 1 ticket “one way” de metro.

          • Roberto Arantes

            Bom dia Henrique! Realmente, o conexão aeroporto em BH é isso mesmo. Estou planejando ir em Roma em junho. O que você me diz dos preços de alimentação e atrações por lá?? Gostei da sua informação sobre o traslado para o aeroporto. Olhei no mapa, essa estação Termini parece ser bem localizada, estou certo?? Se tiver alguma outra informação esta este destino (Roma), for me passar. Obrigado.

          • Henrique

            Bom Dia Roberto.

            Olha alimentação e atração achei até bem em conta. Se for ficar mais na região central, digo ali perto do Coliseo ou da Fontana de Trevi, dá para fazer grande parte das atrações andando. Mas se optar pela opção de metro, custa € 1,5 ( mas o uso é para apenas uma vez), outros preços são de € 7 ( usar por 24h da validação). Particularmente comprei apenas a primeira opção, pois usei umas 3 vezes no máximo, para ir ao Vaticano. O preço médio para entrar nas atrações é de € 20, mas destaco o ticket do Coliseo/Palatino/Forum Romano, que custa € 12 e te dá acesso a esses 3 lugares.

            Quanto a alimentação Roberto, gastei pouco e te dou uma dica bacana do que fiz. Hospedei-me em um hotel, simples e com preço bom, que me oferecia café da manhã. Então meu roteiro era: levantava cedo, tomava um café da manhã e levava em minha mochila uma barra de cereal e uma fruta, que comprei em um mercado. Quando dava umas 11:30-12:00, comia a barra de cereal; 15:00-16:00 comia uma fruta (banana, maçã ou pêra) e 18:00-19:00 comia um jantar em um restaurante.

            Esse meu esquema variava, quando estava muito faminto, antes da fruta ia até um restaurante mais simples e comprava um pedaço de pizza e comia em pé mesmo.

            Agora vamos aos preços: um pedaço de pizza grande (€2,00-3,00). Comida em um restaurante (uma massa e uma cerveja €12,00-14,00).

            A dica que dou Roberto é para NUNCA pensar em converter euro em real quando o assunto é alimentação. Mesmo parecendo caro, a comida italiana é muito boa!!

          • Henrique

            Quanto a localização da Termini, realmente é muito boa, mas não é o melhor local para se hospedar, pois por se tratar de uma estação de metrô, diversos trens de várias regiões da Itália saem/chegam ali, portanto o fluxo de gente é enorme e tem uma cara, com todo o respeito, de rodoviária, com alguns sujeitos mal encarados, mas nada que gere insegurança/perigo. Você pode optar por ficar em algum hotel que tenha uma estação de metrô perto, assim você pega o shuttle do Fiumicino até a Termini e de lá pega um metrô para o local onde se hospedará, foi o que fiz. Peguei o shuttle, desci na Termini, peguei um metrô e parei na estação Barberini, localizada uns 2 minutos do hotel.

          • Henrique

            Roberto, escrevi um texto sobre a primeira parte da sua pergunta, mas não publicaram aqui. Resumindo: de manhã tomava café da manhã reforçado, 11-12:00 comia uma barra de cereal, 15-16:00 comia uma fruta que comprava no mercado 18-19:00 jantava.
            Jantar: massa e cerveja : 12-14 euros
            Pedaço de Pizza grande : 2-3 euros
            Sugiro essa opção do pedaço de pizza, caso enjoe da barra de cereal, ou também, mescle, um dia pizza outro a barra de cereal. Economizei bastante com isso!

          • Fernando Gama

            Eu paguei 28 euros no trem entre Termini e Fuimicino. Uma facada!

          • PKX

            Enquanto vc ficar convertendo valores nunca vai comparar realidades, não é assim que funciona, dizer que nosso país é mais barato sendo que a moeda vale menos, você teria que comparar que um táxi para aeroporto aqui custa 100 e lá custa 55, o custo de vida lá é menor.
            Quando se é turista sempre se vai pagar mais ou menos em alguma coisa dependendo de quão forte é a moeda do seu país de origem.
            Pra quem mora no Brasil o turismo aqui é carísssimo, pra quem mora nos EUA ou Europa o turismo tem custo menor, ex: aqui um hotel mais ou menos sai por 200, lá um hotel igual sai por 80.

          • Cristiano

            Concordo plenamente. Esse pessoal não entende, que são realidades completamente distintas. Apenas para exemplificar: Quanto é o salário-mínimo, na Itália? Se fosse o caso de converter, para reais…

            Outro exemplo simples: Acredito que com €100,00, seja possível comprar uma camisa do Milan. Talvez corresponda a 10% do salário-mínimo. Aqui no Brasil, uma camisa do Flamengo custa R$ 240,00. Equivalendo a 30% do salário-mínimo.

        • Guest

          Depende do tipo de hospedagem. Como só me hospedo em Hostels, posso dizer que os locais mais caros,no país, que me hospedei foram no Rio de Janeiro e em Balneário Camboriu. Até São Paulo achei local barato.

        • RUm! Aqui nós roubamos a nós mesmos. Carnaval em Jericoacora se alugam taperas por 7mil reais. Com esse valor eu fico em Resort 5 estrelas no caribe.

          • Rundfunk Hörer

            Roubamos nada. Se o preço é esse é porque tem gente que se dispões a pagar. Desculpem, mas isso é a lei da oferta e da procura. Essas pousadas pagam o mínimo de impostos (quando pagam). Digo isso porque minha mãe tem uma bem simplesinha e até ela acha um absurdo os preços, mas ela sempre cobra no piso da concorrência e o local vive lotadaço.

      • Caroline Goncalves

        Fica barato pra quem está vindo de fora, ô cara pálida! As passagens são em dólar! O post é direcionado a nós, brasileiros pobres coitados, que somos assolados por essa alta carga tributária, e se não bastasse isso, ainda somos “controlados” por alguém que não tem a menor condição de entender de economia, e mal assessorada como é, só faz aperfeiçoar nos escândalos de corrupção, e como é típico do pt, nega, nega, e diz que não sabe de nada!

        • sigma7777777

          As passagens são sim em dólar, mas o custo de vida do país quando o gringo desce do voo é em reais. A diária de um hotel de R$ 100 custa apenas 30 euros para eles e isso é muito barato.

          • Caroline Goncalves

            Ô falta de inteligência! O post é direcionado aos BRASILEIROS! Não aos cubanos, venezuelanos ou quem for!

            Se o dólar aumenta, encarece pra nós, pobres coitados vítimas desse desgoverno! Combustível é dolarizado. Peças de reposição são em dólar. Manutenção é em dólar. Tudo gira em torno do dólar. Logo, até viagens nacionais encarecem. Por isso o tópico está dizendo que encarece! Mas encarece pra nós! Não pra eles! Aprenda a interpretar um texto, por favor! Tá difícil!

          • sigma7777777

            Encarece um pouco a passagem, mas não é isso tudo que seu alarmista comentário quer dar a entender. Um pouco de ponderação lhe faria muito bem.

          • Cidadão

            O estrangeiro quando vem ao Brasil não vem para cidades onde a diário custa R$100. Ele vem para hotéis com diária a R$300 ou 90 euros, que é o mesmo preço que se paga na europa

      • Daniel Mansur

        Exploração de extrangeiro é coisa de país latino. Isso inclui França, Itália, Espanha e Portugal. Quero ver alguém ser explorado na Alemanha, Noruega, Suécia, Dinamarca… O Brasil é mal visto no exterior e isso é inegável! Seja pelo comportamento de brasileiros lá fora, pelo que é mostrado nos jornais locais ou por amigos ou parentes que vieram ao Brasl.

        De qualquer forma esse país é a nossa casa, onde a gente se sente mais à vontade, onde conhecemos as leis. Claro que amamos viajar para o exterior e ver as coisas funcionando, ver um povo educado, ver as cidades limpas, mas não devemos jamais “cuspir no prato que comemos”.

  • Jayme Prado

    Pois é, infelizmente a irresponsabilidade de pouco mais da metade dos brasileiros nas urnas vai fazer todo mundo pagar agora, 2015 é um péssimo ano economicamente. Se fosse o outro candidato estaríamos bem? Não, mas teríamos mais atenção à economia. A crise é mundial? Sim, mas o real é a moeda que mais tem se desvalorizado dentre os países de mesmo nível.

    • Cadu

      Ah sim, que passa fome é irresponsável por não pensar nas minhas viagens…

      • Izabel

        Gostei da reflexão, Cadu.

      • roberto

        arrasou!

      • Guilherme

        Excelente cara…

    • wille

      O dólar subiu no mundo todo. O Euro que antes valia muito mais que o dólar agora está apenas 4 centavos mais caro. A cotação Real – Euro pouco se alterou nos últimos meses:
      http://brasil.elpais.com/brasil/2014/12/13/economia/1418487542_536583.html
      http://brasil.elpais.com/brasil/2015/03/11/economia/1426095139_482855.html

    • Candido

      Como pode um indivíduo criticar um governo e a situação econômica mundial, a despeito dos seus berlóquios e balangandães. Vá chupar manga. Como se a oposição fosse o remédio para todas as crises. As medidas anunciadas pelo senhor que deixou uma dívida de 6 Bilhões no Governo Mineiro, que mídia não divulgou, sabemos porque, seriam mais danosas para o país, seu nefelibata.

  • Papel Aluminio

    Valeu Dilma!

    • sigma7777777

      Só não podemos esquecer que nunca se viajou tanto neste país após o governo do PT. Acho fundamental lembrar o antes e o depois para que uma crise momentânea não afeta nosso discernimento político.

      • Daniel Moura

        Pois é. Primeira vez q viajei de avião foi em 2010. Sou classe C/D/E….sei lá qual….Mas isso não impede de eu criticar a atual situação do país, que é preocupante.

        • sigma7777777

          Sim, tem todo o direito e também não estou satisfeito.

      • Gink Labrev

        No governo do PT, também surgiram os smartphones. Uau.
        Não confunda algo que deu certo apesar do governo com algo que deu certo graças ao governo.
        Se as pessoas podem viajar mais, é graças ao esforço do setor empresarial e a concorrência que diminui os preços.

        • Daniel Moura

          Ce acha que o Governo não tem poder na ascensão de pessoas como eu, classe C, em poder viajar? Acho que tem uma relevância sim…

          • Caroline Goncalves

            Você se deu conta de que se hoje tu viaja, é pq o Collor abriu o mercado pras empresas externas e graças à concorrência existem dezenas de cia aérea e com isso baixou o preço? Que graças à moeda estável (Itamar e FHC) e à economia forte (FHC)? Onde o pt entra nisso? O que ele fez, pra que possibilitasse isso a vc? Qual lei ou qual medida econômica o pt fez pra que te possibilitasse isso?

            Pelo visto, tu teve algum ganho de vida, mas ainda falta estudar muito pra ter noção da realidade do país!

        • Josué

          E e agora não pode mais, é graças ao PT?

        • sigma7777777

          Em todo o mundo a aviação civil é subsidiada pelo Estado. Logo, antes de 2002 poucos viajavam e após 2002 ocorreu um boom que também é fruto dos incentivos do governo.

          • Fabricio Reis

            Eu acredito que o boom é consequência da livre concorrência do setor. Mais empresas ofertando um mesmo trecho, preços mais competitivos. Não lembro de nenhum incentivo do governo que permitiu passagens mais baratas. Ainda durante o governo do PT, empresas grandes continuam comprando empresas pequenas a fim de acabar com a concorrência. Difícil é acreditar que essa classe mais miserável que foi realmente beneficiada com o governo do PT, recebendo Bolsa Família, está passeando de avião. Então, para mim, essa coisa de que é graças ao governo que mais brasileiros conseguem viajar de avião, não cola.

          • Caroline Goncalves

            Em todo o mundo a aviação civil é subsidiada pelo Estado? Hein? Onde tu fumou um desses? Que delírio!

            Várias empresas, como a Webjet, Varig, Transbrasil, Vasp, e inúmeras outras, não quebraram, né? O governo subsidiou os prejuízos delas e elas continuam operando! kkkkk

          • Caroline Goncalves

            A GOL cortou o serviço de bordo gratuito depois que o governo aumentou o subsídio a ela, né?

            Inúmeras empresas estrangeiras estão vindo fazer rota no Brasil pra ter subsídio do governo, né? Afinal, se deu pra uma, tem que dar pra todas, senão fere o princípio do tratamento isonômico.

          • sigma7777777

            Você relaciona muito mal fatos diferentes. Incentivar as companhias aéreas não significa interferir em seus modos de operação, no que diz respeito por exemplo ás refeições. Você pode ser uma militante de direita, não há problema algum nisso, mas seja inteligente.

          • Caroline Goncalves

            Fiz perguntas! Vc não respondeu 1 sequer!

            Cite 1 único benefício que o pt deu às cias aéreas? Mostre, com 1 único exemplo, como o Estado subsidia as cias aéreas?

            Demonstre, com algo de concreto, de real! Chega de falácias e discursos vazios e mentirosos!

          • Diego

            Oi? Que subsídios são esses? No Brasil, só o que vimos foi uma pequena desoneração da folha de pagamento, a mesma dos demais setores, nada específico para a aviação.
            Na verdade, o que houve neste século foi um processo mundial de facilitação das viagens aéreas; no mundo inteiro (inteiro) o preço das passagens caiu drasticamente, fruto, basicamente, da maior eficiência e redução de custos da indústria.
            Sei não, camarada, mas vc tá todo jeito de ser um MAV. Quem diria, até por aqui estão dando as caras… Dênis/Leonardo, não seria melhor moderar esse tipo de coisa?

        • sigma7777777

          Há incentivos fiscais do governo para celulares de até R$ 1 mil. Por exemplo, os excelentes celulares Lumia nos EUA e Europa custam o mesmo que aqui. Elogio o Windows Phone, e olha que tenho um iPhone.
          Não se iluda. Até nos EUA as empresas dependem do governo e por isso fazem lobby junto aos políticos. Pena que os comentaristas de política aqui do Brasil não falem nada sobre isso.

      • roberto

        otima observacao

      • André Ribeiro

        Bem antes de 2002 o brasileiro já estava viajando mais de avião, lembro que em 1998 fiz uma viagem de Porto Velho a Curitiba, por um preço idêntico ao da passagem de avião, isso não começou em 2002 não, já era de bem antes… oque ocorreu, foi que a nossa moeda (Real) deu poder de compra aos brasileiros, sendo que isso não foi fruto do governo Lula-PT… Obs.: Não estou defendendo um partido ou atacando outro, apenas sendo coerente.

      • Caroline Goncalves

        E tu acha mesmo que é graças ao PT? Não é graças à abertura do mercado (Collor)? Não é graças à moeda estável (Itamar e FHC) e à estabilização da economia (FHC)?

        Pelo visto, a única coisa que tu não tem é discernimento político ao achar que o PT fez alguma coisa, ah não ser colher (na gestão Lula) e agora estragar a colheira (gestão Dilma).

        • sigma7777777

          Teve início na redemocratização do Brasil, mas ganhou intensidade no governo Lula e agora precisa passar por ajustes, tal como aconteceu no passado. Essa crise é sim uma marolinha perto das crises do passado, mas isso é para quem tem memória.

          • Caroline Goncalves

            Onde o pt entra nisso? Qual lei ou qual medida econômica o pt fez pra que te possibilitasse isso?

            Se vc tivesse memória (o que não parece ter, ou pior, está omitindo a parte principal) saberia que o pt foi contra a criaçao do real, à estabilização da economia e tudo mais o que estamos colhendo hoje.

          • sigma7777777

            Não falei do PT, mas sim do governo Lula. O PT foi contra o real, mas o governo Lula não, tanto que deu continuidade. São coisas diferentes e épocas diferentes. O mundo mudou e, aproveitando, chegou a hora de se atualizar sobre Cuba também, que está se aproximando dos EUA. É preciso se atualizar.

          • Vanessa

            Kkkkkkk comediante demais ou vive no mundo maravilhoso do 9 fingers

          • Caroline Goncalves

            O pt e o Lula são exatamente a mesma coisa! Tudo o que o pt fez, durante a sua existência, foi à mando do Lula. Se vetou tudo aquilo, foi a mando do Lula. Se o Lula quis dar continuidade, isso se deu simplesmente pq ele só fez aproveitar-se da situação! Fundou um partido dos trabalhadores sem nunca ter trabalhado na vida! Só fez ter vida boa, roubar e sacanear com a vida dos outros!

            Aí tu me vem com esse papinho de que o Lula foi bom, já numa campanha pras eleições de 2018? Tua cara não queima não, por ser tão hipócrita?

          • Cassio Tavares

            Caroline, parabéns por dar uma aula para esse povo. Mesmo assim parece que eles querem discutir com você tirando qualquer ideia absurda da cabeça e achando que é verdade.

            Como pode eu não sei, mas que isso explica a situação do país e os nossos políticos, não tenho dúvida que sim.

          • Caroline Goncalves

            Obrigada! Não consigo aturar calada essa campanha política pra esse partido imundo, que só fez destruir a vida dos brasileiros, mas tem alguns que por falta de conhecimento ou por estarem ganhando algum em troca, insistem em defender esse desgoverno.

          • sigma7777777

            Está se debatendo a atual conjuntura do câmbio que é ruim para todos. Analisar isso demanda que a pessoa não pense nesse dualismo PT-PSDB, mas sim que analise o mercado. Há muita especulação em curso, mas quem tiver serenidade poderá se sair muito bem, inclusive em viagens que é o assunto deste blog.

          • César Novaes

            Caroline, não adianta descutir politica com petista…

          • sigma7777777

            Você não tem capacidade de argumentação e adora insultar. Quem aqui está falando sobre 2018? Você precisa se tratar. Espero que o país jamais seja entregue nas mãos de representantes de pessoas como você.

          • Cassio Tavares

            É mesmo. É melhor que o país seja entregue nas mãos de sindicalistas corruptos, ex sequestradores, ladrões de banco…. Opa, foi mal. Já foi entregue desde de 2003. Tá aí o resultado.

          • sigma7777777

            A discussão é sobre viagens e não governo. Corrupção tem que ser investigada, e tem gente do PSDB envolvida também, basta acompanhar atentamente o noticiário nacional.

          • Cassio Tavares

            Foi você que iniciou a discussão política, então não pode reclamar agora.

            Se tem gente do PSDB, que seja preso junto com todos do PT. Eu não vou defender bandido aqui, independente do partido. Essa é a diferença de um cidadão comum e de um petista.

          • Caroline Goncalves

            Exatamente! Mas petista é mau caráter! Segue à risca a cartilha do partido! Defende com unhas e dentes o que tem de pior no país! E não bastasse ser o pior, ainda se alia a pessoas quase tão ruins quanto eles, como Maluf, Collor, Sarney, Renan Calheiros e cia!

          • sigma7777777

            Eu respondi o comentário lá em cima, basta ver o alinhamento dos comentários para constatar quem comentou primeiro sobre política.
            Sou a favor de que todos sejam investigados e que sendo comprovada a corrupção que os responsáveis sejam punidos. Agora sem essa de intervenção militar, ditadura, impeachment, e outras bobagens que não correspondem a realidade.

          • Cassio Tavares

            Tudo bem, você só respondeu o cara, mas mesmo assim, quando fez, entrou numa discussão política também.

            Intervenção militar é o desespero do povo. Não sabe mais o que fazer pra ter um país justo. Ditadura ninguém pediu, e Impeachment o PT também quis do FHC por muito menos, então não podem reclamar agora.

            Brasil cresceu na carona da China e os louros foram todos pro Lula. Você diz que quer cadeia pra corrupto mas tá aí defendendo ele. Agora que não tem ninguém pra puxar o Brasil o pt tá mostrando como ele é “bom” pra governar.

          • sigma7777777

            Não estou defendendo Lula. Se for comprovada a corrupção e ele for um dos corruptos também deverá ser punido. O que ocorre é que ninguém provou isso. Você pode provar? Então envie a denúncia ao Ministério Público.

          • Cassio Tavares

            É, e você acredita em Papai Noel né. Putz.

          • Caroline Goncalves

            Quem aqui tá fazendo campanha pro Lula, querendo atribuir ao mesmo algo que ele nunca fez? Querendo tirar das costas dele, tudo de ruim que ele próprio fez, e continua fazendo, afinal, todos sabemos quem governa e dá as cartas nesse país! Quem não tem argumentação de só repetir falácias, não sou eu! 😉

          • sigma7777777

            Quem governa é Dilma e os partidos aliados, a não ser que você possa provar o contrário.

          • Caroline Goncalves
      • Vanessa

        É tudo culpa do FHC, da elite branca de olhos azuis e da mídia golpista né? Kkkkk

      • JR

        Será que não é fruto do plano real que estabilizou a economia? O PT surfou na onda e não conseguiu manter o ritmo econômico. Desperdiça tanto dinheiro e agora se mostra incompetente para fazer o país crescer e ainda joga para a população a conta.

  • Marcos

    Será que o aumento do dólar e a cotação próxima a do euro (3,23 X 3,42) “sugestionaria” os turistas a dar preferência por destinos europeus, por exemplo?

    • Papel Aluminio

      Estive 2 semanas atrás em Madrid (pelo erro da KLM :D) e te digo: mesmo com o euro alto, ainda valeu a pena a viagem! Os preços no Brasil estão SuRReai$

    • P_bzn

      O problema é q a passagem para europa tb é cotada em $, logo, acaba afetando tb. Mas certamente e mais negócio para para a europa do que EUA nessa condição. Estou esperando uma promo de passagem para Europa para me mandar pra lá. O problema é que minhas férias serão em agosto…difícil conseguir promo nesse período.

      • Estevão Busato

        Se vc conseguir adiantar suas férias uns dois meses, tem passagem para Roma, pela Alitalia, para maio, por R$ 2.291,00.

        • Adriano Garcia Silva

          Paguei para Madri R$1900,00 em maio, voo direto graças a dicada MD.
          Para Roma em outubro, ano passado em agosto encontrei passagens por R$1.500,00,como fomos em julho pagamos R$1800,00.

          Fica a dica.

    • Leonardo Vicentim

      Também estou esperando uma promoção de viagem para a Europa.. viajar para os EUA era mais viável pois o dólar estava quase 1 real a menos (1 ano atrás).. hoje, com eles muitoo próximos, prefiro Europa com certeza..

      é só pensar que o euro está o que sempre foi: 3,20 – 3,50..
      já o dólar… está o que há muito tempo não foi.. rsrs

      melhor ainda: tenho uns dólares adquiridos a 2,50… o pulo do gato: trocar esses dólares por euros, já que agora está praticamente 1 pra 1.. assim, meu euro fica ‘adquirido’ por 2,50.. rsrs

      • PKX

        O Euro só está esse valor porque o real caiu frente ao dólar, o euro estava em 2,90 antes desse escândalo todo da Petrobras, a Europa está injetando dinheiro na economia pra derrubar o euro e tornar os países mais atrativos para o turismo.

        • Werlyson Argolo

          Na verdade a Europa tá querendo derrubar o euro pra estimular a economia e a indústria européia.

          • André Ribeiro

            Isso é verdade, estão trabalhando forte nesse sentido, pois, ha vários lugares que estão com deflação! O problema para nós é que nosso governo não fez a lição de casa e agora não vamos poder aproveitar essa oportunidade de valorizar o Real perante o Euro, lástima!

          • Bruno Bastos

            Se a europa está derrubando o euro pra estimular a economia, pq o Brasil não deveria deveria derrubar o real também pra estimular a economia aqui? O valor do dólar a menos de 2,75 era artificial, agora o governo simplesmente desistiu de bancar isso.

        • Leandro Godinho

          Não exagera, cara. O euro esteve perto de 2,90 por dois dias em fevereiro e por uma semana em agosto de 2014. No mais, sempre acima de 3 reais, e em vários momentos beem acima disso. Vai na xe e olha o gráfico dos últimos dois anos.

        • Leandro Godinho

          E é claro que o euro aumentou junto com o dólar, mas aumentou muito menos, pois o dólar subiu muito em relação ao euro.

    • Estevão Busato

      Acho que sim. Eu mesmo estou achando mais vantagem ir para a Europa que para os EUA. Estive em outubro na Itália e consegui gastar menos que em viagens do mesmo período (2 semanas) na América. O mote de uma viagem para a Europa é outro. Passeios, gastronomia, inspirar os sentidos. Para os EUA o que pesa são as compras. Montanhas de…
      Dia 23 próximo estou indo para lá para uma viagem de 3 semanas e, com o dólar nesse desabalada carreira ladeira acima, estou começando a ficar preocupado.

  • Naldo Turl

    Eu cancelei minha viagem para NY e Miami… Dolar a 3,25 é surreal viajar.

  • Christian

    Oi, vcs tem mais detalhes sobre a American Airlines? Tenho passagem de Campinas até Miami em maio, sera que vou ter algum problema?

    • Jeferson Amend

      Relaxa, se eles cancelarem vão ter que te reacomodar em outra empresa ou devolver teu dinheiro. Aconteceu isso comigo quando a Gol voava pra St Maarten no Caribe e cancelaram o trecho, fomos reacomodados na Copa e foi tudo certo.

      • Gambe_rei

        Devolver o dinheiro não é uma solução, Jeferson, quando toda a viagem já está planejada e comprada.
        O que provavelmente deve acontecer é realocarem a viagem para outra companhia aéra ou até mesmo para Guarulhos, local mais próximo de Campinas, considerando ainda a cobertura total desse trajeto.

        • Renata

          Também fiquei preocupada com um possível cancelamento dos vôos da AA saindo de Campinas, pois tenho viagens marcadas para maio e dezembro e não quero meu dinheiro de volta, quero viajar! Existe algo de concreto no cancelamento dessa rota de Campinas?

    • Bruna

      Ola, eu tive alteracao na passagem…ia de VCP para JFK em NY mas o voo foi cancelado, conforme a noticia acima…porem realocaram com o voo saindo de VCP ainda mas via MIA ou saindo de GRU. Como, ja estava querendo cancelar por conta do dolar, eu acabei cancelando e como teve alteracao no voo, vou conseguir 100% de reembolso.

  • Daniel Moura

    Dá pra segurar o dinheiro e viajar quando a economia estiver melhor. Ou então viaje dentro do país…tem lugares ótimos pra se visitar. Ou ainda em países da América Latina. Opção em viajar sempre tem.

    • Marcos

      Os voos para a América Latina também sofrem com a alta do dólar. Veja lá quanto está uma passagem para Bariloche, para a Patagônia, ou Cartagena. Algumas tão caras quanto para os EUA. Buenos Aires e Santiago são exceções, quem já conheceu fica sem opções. Aqui no Brasil tudo começa a acompanhar a alta do dólar… o que se economiza com passagem, se gasta com hospedagem caríssima e de má qualidade, sem falar no péssimo transporte público, alto valor de aluguel de carros, estradas horríveis e sensação geral de insegurança. Não acho que a economia vá melhorar no curto prazo, o jeito é torcer para aparecerem promoções muito boas para a Europa, pois o euro ainda está com uma cotação razoável.

      • Guest

        Bem, posso falar por mim. Faço cotação diária para Santiago e Buenos Aires e os preços tem se mantido quase o mesmo. Pouca diferença. Eu sou mochileiro,então gastos com hospedagens chiques ou alugueis de carro para mim não contam. Já fui a Buenos Aires e fiquei 4 dias com 300,00 no bolso. Não viajo para comprar muamba,viajo pra fotografar e curtir os lugares…então para quem tem este estilo de viagem não “perde muito” com os aumentos do dolar.

        • Marcos

          Então, foi o que eu falei, Buenos Aires e Santiago são exceções… por enquanto. No mais, viajo da mesma forma que você. Só alugo carro quando a conta sai mais barata do que transporte público. Mesmo para esse perfil a conta está ficando cara…

          • Felippe

            O grande problema de Santiago e Buenos Aires, no meu ver, é que tudo lá é cotado em dolar, desde o hotel até comida. O que encarece a viagem bastante.

        • Flávio

          Também faço esse tipo de viagem. Bolívia e Peru também são otimas opções para viagem e muito barato.

          Quer quizer comprar muamba, vai para La Paz, roupa é o que não falta lá.

      • Daniel Moura

        Marcos, depende do tipo de turismo q vc faça. Eu sou mochileiro,então, minhas viagens são sempre bem simples. Gasto muito pouco e não viajo pra consumir com futilidades. Obviamente que para quem tem esse tipo de estilo os efeitos do dólar x real são pequenos. Agora se vc viaja pra ostentar..realmente é melhor ficar em casa.

        • Marcos

          Faço o mesmo tipo de turismo que você, não sei de onde você tirou que eu viajo para ostentar, é cada uma…

          Não importa se a viagem é mochileira ou o que mais, você continua precisando se alimentar, se hospedar, se deslocar, conhecer algumas atrações pagas… E a passagem custa a mesma coisa para quem é mochileiro e quem não é.

          • Daniel Moura

            Não sei que tipo de turismo você faz. Não to afirmando que vc faz turismo de ostentação apenas comentei que, SE vc o faz o impacto é maior do que quem faz mochilões e economiza em gastos essenciais. Bem, como falei, posso falar de mim e meus gastos….então, vendo a minha situação e o tipo de viagem q faço o impacto ainda é pequeno.

          • Paulo

            É pequeno se a sua viagem mochileira é, no máximo, na América do Sul.

            Vai pra oriente mochilar… as passagens tem comprometido os planos deste mochileiro que vos fala.

        • Ricardo

          “Viaja pra ostentar”, “consumir com futilidades”. Quer dizer então que só porque você não precisa e/ou se sujeita a dormir amontoado e dividir banheiro em um albergue, você não está viajando pelo prazer da viagem em si, mas pra mostrar pros outros que você pode mais que eles???? Quer dizer que jantar num bom restaurante ou ficar num hotel confortável desmerece quem faz essas coisas??? Hahahaha

          Como diz um amigo meu, não sei o que é pior, se é ver uma coisa dessas ou ser cego.

      • Sérgio Phereira

        Esse tipo de noticia é um banho de água fria pra min..
        Pois ainda tenho a esperança de uma promoção para Bariloche em junho. #Deus nos ajude

        • Daniel Moura

          Tente comprar passagem para Buenos Aires e de lá ir de ônibus. Caso eu não consiga ir a Santiago em Setembro estou pensando em fazer isto, ir a Bariloche de busão via Buenos Aires. O ruim da capital argentina é a tal taxa de embarque que é uma facada.

          • Cassio Campos

            Daniel, faz idéia marromenos de quanto morre $ a passagem de ônibus até Bariloche, e quantas horas de viagem por trecho?

          • Observador

            Não cometa essa loucura; a distância é muito grande.

          • Melissa

            Ninguém reclama da distancia, inclusive, dizem ser uma viagem muito tranquila e confortável, com linda vista. O problema é o preço. Veja o site da Via Bariloche.

          • Daniel Moura

            Cara, já vi muitos relatos de quem fez a viagem de ônibus e não reclamaram. Falo isso pq sou mochileiro e não me incomodo em fazer viagens assim.

          • Melissa

            equivalente a 1000 reais ida e volta, veja no site do Via Bariloche

          • Daniel Lammel

            Cassio, sou outro Daniel. De acordo com o Rome2Rio.com são 23h de viagem no busão. Tarifas a partir de 240 reais o trecho. (lembrando que não sabemos o cambio usado e nao conta impostos).
            Um bilhete sp – Bariloche – sp > USD 306,00 com Latam + taxas.

          • Daniel Moura

            Não sei. Só procurando nos roteiros de viagens q leio nos blogs..

          • Juliana

            Já fiz a viagem de ônibus de Buenos aires a Bariloche. A viagem em si é muito tranquila, pois os ônibus leito são extremamente confortáveis e a estrada é linda. Eu faria novamente, apesar das 23 horas de viagem.

          • Fernando Gama

            Já fiz. 1600 km 24 hs de viagem, 250 reais.

          • jorge
          • Melissa

            Cote no site Via Bariloche, está o equivalente a 1000 reais ir e voltar a Bariloche desde Buenos Aires. Compensa?

        • Renata

          Compra por milhas. Consegui para final de agosto 10 mil RJ – BARILOCHE

        • Piriri

          Olá Sérgio, vi no site da TAM agora pra bariloche R$ 881 sem as taxas saindo de sampa, isso é caro ou barato? pra vc q tá acompanhando os preços há um tempo talvez saiba mais do que eu rsrs dps diz aqui! abç!

    • Gentil Meireles

      O ideal é reduzir os custos da viagem, nos “presentes”, e ir!! Em uma rápida pesquisa, pode-se perceber que muitas coisas vão compensar a alta do dólar, como a queda do preço de passagens, hospedagem e locação. E quem gostar mesmo de ‘viajar’, e não de fazer compras, irá conseguir economizar ainda mais com as viagens ao exterior.

      • Renata

        Concordo plenamente, a alta do dólar só atrapalha a viagem de quem ia perder a noção na hora das compras. Para quem viaja pelo prazer de viajar, é só fazer alguns pequenos ajustes de roteiro e nível de conforto que os custos se mantém. Não é o ideal, mas também não é o fim do mundo.

      • Gambe_rei

        Perfeito, Gentil. É exatamente isso que pretendo fazer na minha viagem para NY agora em Abril.
        Não abrirei mão da viagem em si, mas sim dos gastos extras que normalmente fazemos, como compras excessivas e algumas estravagâncias, como restaurantes de renome e hotéis luxuosos.
        Tudo é uma questão de se ajustar à realidade, mas sem deixar de fazer aquilo que você gosta.

        • Sheila

          Concordo. Aliás, sempre viajei pra muitos países e com alta ou baixa do dólar, não trago presentes pra todo mundo. Viajo pra comer bem, dormir em um hotel razoavel e passear mto e mto! Seguindo essa forma, vc tem uma viagem prazerosa e mto aproveitavel.

    • Daniel Lammel

      Então, na América do Sul não ta dando não….

      Viajei para Santiago, Buenos Aires, Lima, Cuzco neste último trimestre e não tem absolutamente nada de barato….

      • Daniel Moura

        Depende do que vc diz barato. Hotel?Alimentação? Etc… E do tipo de viagem.

        • Daniel Lammel

          Tudo meu amigo… tá complicado! Viajo de econômica e fico em hostel, hotel, resort, de acordo com o preço/vantagem. Ultimamente somente hostel mesmo.

          Vou usar Santiago como exemplo:
          Cambio: 1 mil pesos = 4,50 reais
          1 garrafa d’agua 1,500 pesos = R$ 6,75

          • Daniel Moura

            Que garrafa d’água é essa?!

          • Gambe_rei

            Acabei de voltar de Santiago, Daniel, e o cambio está entre BRL 5,00 e BRL 6,00 para cada CLP 1.000.
            Mas é possível achar garrafa de água de 1,5 L da Nestle, por exemplo, nos mercados por CLP 500. Na rua e nos restaurantes o preço aumenta, claro.

  • Andreza M. Queiroz

    MD, SP>LON por R$2,211 é caro? Algum comentário sobre a Royal Air Maroc? O periodo da viagem é de Julho a Agosto. Obrigada!!

    • Karen

      O problema de londres que lá a libra ta mais de 4,70.

    • Daniel Lammel

      Escapa da Air Marroc. Eles não possuem escritório de atendimento no Brasil, se vc precisar alterar ou der problema, ninguém se responsabiliza, amigos cancelaram bilhetes (com direito) e nunca receberam reembolso.

    • jhonatas

      O preço ta muuuito bom, visto que o período da viagem é na altíssima temporada, e o destino é um dos mais caros na Europa, portanto, temos o relato do leitor Daniel, que nao é nada positivo. Eu procuraria outra cia.

      • Fernando Gama

        Fuja.

        • Andreza M. Queiroz

          Já viajou com eles Fernando? Conte-me sua experiêcia por favor.

          • Fernando Gama

            Não, mas um colega de trabalho comprou e achou péssimo. O atendimento em solo foi ruim, teve que fazer conexão na África, sem nenhum tipo de suporte da companhia e, como não poderia deixar de ser, teve problemas com as malas que atrasaram. Mas, cada um tem sua experiência, talvez se você for, nada lhe aconteça. Eu não tenho ouvido falar muito bem dessa companhia, nem daquela outra da Etiópia, tem coisas que não vale a pena economizar tanto. Vou te dar uma sugestão. Procure os comentários de companhias aéreas aqui no MD e veja os relatos lá. E talvez, seja o caso de considerar voar por uma melhor, como Iberia ou KLM fazendo conexão na Europa.

          • Fernando Gama

            Acabei de pesquisar e achei saindo dia 21/7 e voltando dia 4/8 por 2900 na British com voo direto. Acho que compensa a diferença.

          • Andreza M. Queiroz

            Valeu Fernando! Realmente os vôos da RAM para Europa fazem conexão em Casablanca no Morrocos. Eu cotei ida em 29/07 e volta em 17/08 com taxas por R$2211, porém li muitos comentários sobre extravio de bagagem e atrasos. 🙁 Queria esperar uma oferta de outra cia, mas em alta temporada acho que será missão impossível…o mínimo pra esse período que pesquisei é R$3500. Inclusive a pesquisa que você fez abaixo saí R$ 3625.91 com taxas. De qqr forma obrigada pelo retorno.

      • Andreza M. Queiroz

        Estou pesquisando outras mas tá complicado, quase o dobro. Não tenho muita flexibilidade na minha data. 🙁

  • Gentil Meireles

    Eu havia feito observação semelhante em post passado. A questão é a sinuca de bico em que as empresas aéreas encontram-se, entre manter as rotas até a RIO-16, e depois disso, encerrá-las, caso não retomada a demanda, ou encerrá-las imediatamente, e perder o investimento feito, bem como, a demanda da referida época. A outra opção, seria a adequação de rotas regionais, e a criação de HUBs maiores para a América Latina. Porém, o que temos visto é uma evidente crise de confiança, interna e externa, quanto a situação Político-Econômica do Brasil, e o pior, que tal instabilidade não é exclusiva, como se vê na Argentina, Venezuela, etc. Portanto, nas próximas semanas deveremos ver a continuidade deste ‘Dumping’, que irá realizar uma seleção natural nas empresas do ramo.

    • Jose Henrique

      Concordo com o Gentil. Essas empresas aéreas fizeram um investimento milionário com aviões, rotas, tripulações, equipe em solo, etc e o governo puxou o tapete delas. A lição para os empresários é sempre a mesma: quem aposta no Brasil perde.

  • Maurício Redaelli

    O MD sempre faz ótimas matérias, e esta não foge à regra!
    Mas eu gostaria de adicionar um outro fator, apenas para discussão. O nosso Estado é intervencionista em tudo, com suas agências reguladoras e suas leis interesseiras, em quaisquer setores que possam dar lucro. A ANAC regula com rigor os lucros, se não os preços diretamente, com alguma margem. Em 2008 surgiu uma diretriz de desconto máximo de 20%, que foi anulada em 2009 por um juíz, argumentando que a medida causaria efeitos catastróficos para as companhias nacionais. Ou seja, além da ANAC, a própria Justiça Federal controla o setor.
    Em algumas buscas por voos eu encontro disparidades malucas nos preços, como $1000 para fazer GIG – FRA se for comprado aqui, mas cerca $600 para fazer FRA-GIG com a mesma companhia, se comprar lá fora.
    Se os preços parecem estar distorcidos, eu aposto que é porque o governo meteu a mão.

  • Victor

    Bem observado…
    Aguardando agora o Smiles baixar a tabela de resgate para se “adequar à realidade do mercado”, como fizeram todas as vezes em que houve aumento de combustível, de demanda e queda no câmbio.

    • Fernando Gama

      Muito bem observado.

  • charleswilis .

    Calma pessoal. Essa especulação vai passar.

    • Gabriel

      a especulação já passou, isso já é o resultado dela

  • Karen

    Comprei minha passagem quando o dolar ja tava batendo na casa dos 3,00 mas na conversão da american airlines a cotação saiu a 2,60. Comprei pelo site deles.

  • Jayme Prado

    Antes fosse só as viagens.

  • dsralves .

    Certamente as viagens para os E.U.A sofrerão reduções drásticas, mas o turista acaba encontrando outros destinos. Quem viaja com frequência não vai deixar de viajar e quem planejava alguma viagem que foi especificamente afetada pela alta do dólar vai adiar um pouco ou rever os planos apenas.
    Muito se fala da tal dificuldade do nosso momento econômico, mas hoje enxergo uma economia muito mais blindada. O índice de emprego continua em bons patamares e não houve uma redução drástica do poder de compra da população de uma hora pra outra.

    • raffamc

      dsralves, esse país aí que você viu é Wonderland? Desculpa, mas tudo o que você falou, a realidade do Brasil é exatamente o contrário! Vamos olhar os dados reais, minha gente, e não a maquiagem do governo…

    • Elis Serrano

      Nossa, na cidade onde vivo está tudo ao contrato. Desemprego, empresas cortando mão de obra (GM, VSE, Latecore, etc) e quem ainda mantem o emprego está com medo da crise e estão com recesso de gastos, principalmente com supérfulos como viagens.
      Sem contar que o mercado imobiliário da região estagnou.

      • Bruno Bastos

        O mercado imobiliário não estagnou, simplesmente acabaram os bestas que compraram durante a bolha. Quem esperou agora vai comprar imóvel mais barato pq soube se planejar.
        Em quase todo setor da economia é assim, se deixar pra comprar na alta, vai perder dinheiro. Por isso que eu nunca escolho tirar férias na alta estação.

    • Piriri

      tbm compartilho da opinião dos amigos acima, na minha própria empresa está com corte de gastos e mandando gnt embora a rodo! os alugueis e os preços dos imóveis estão baixando, pois não dá demanda… queria mesmo poder viver no país do dsralves

    • Vanessa

      Você realmente acredita no que disse ou falou só de zoação? Meu Deus é por isso que esse país só anda para trás! O circo ta pegando fogo e tem gente que acha que é apenas uma faísca!

  • PKX

    Errado, a crise não é mundial, tanto que EUA e Europa estão recuperados e crescendo, a crise mundial ocorreu em 2008/2009, a moeda se desvaloriza porque o governo não reduz gastos, não aumenta a oferta de energia e afugenta investidores, e também diminuiu o leilão de dólares pra manter a cotação baixa, pois não tem mais dinheiro pra fazer isso. Além da corrupção na maior empresa do país, o que também afugenta investidores.

    • John

      Europa recuperada? Só se for nos seus sonhos…

      • fravio

        Ele ouviu no jornal da globo e ta repassando…..

    • sigma7777777

      Olha, esse crescimento do PIB não condiz com a qualidade de vida. Estive na Florida, Paris e Roma e há muitos mendigos na rua. Já quem está empregado, especialmente aos jovens, claramente não estão satisfeitos com o emprego que possuem. EUA e Europa estão crescendo, mas gerando muito desemprego, acima de dois dígitos. O Brasil está conseguindo manter a maioria empregada e não vemos demissões em massa. Comparar Brasil X EUA X Europa não é simples e a conversão de moedas não nos permite compreender o real nível de qualidade de vida entre os trabalhadores de diferentes países.
      Por fim, o dólar está se valorizando no mundo todo e acho que o Banco Central está certo em não tentar contê-lo de maneira artificial, ou seja, com esses leilões diário, mas o Brasil tem sim amplas reservas internacionais e não falta dinheiro não, mas é uma questão de usá-lo com prudência.

      • vici

        Kkkkk em que mundo vc vive??
        Aonde o brasil tem qualidade de vida entre os trabalhadores?? E ainda comprar isso com EUA e europa?
        Seu comentario esta completamente por fora da realidade

        • sigma7777777

          Já viajou para Flórida, Roma e Paris? Caminhou nas ruas? Viu a quantidade de mendigos? Fiz tudo isso e vi isso e muito mais que a mídia brasileira esconde, como a insatisfação dos jovens americanos com os EUA e o falso lema do “se trabalhar muito vencerá”.

          • Eduardo Paci Galvão

            Mendigo existe em todo lugar do mundo.. Agora, comparar a situação nossa com a de lá, desculpe, não tem como!

          • sigma7777777

            É possível comparar sim, mas não pode ser pela simples conversão do dólar.

          • Renato

            Em todo lugar, não. Vai tentar encontrar um mendigo na Alemanha, ou pior, no Japão.

          • Ricardo

            Eu já fui pra Flórida, NY, California, Maryland, Pensilvania, Washington, Nevada, Texas, França, Espanha, Itália, Alemanha, Suiça, Austria, Reino Unido, Holanda, Emirados Arabes e mais uns 20 países e posso te dizer que, tirando alguns países do sudeste asiático, o Brasil está muito pior que todos eles. Agora, vc querer comparar Sao Paulo a Sao Francisco, por exemplo, e dizer que aqui é melhor que lá só porque talvez tenhamos menos mendigos nas ruas é uma escabrosidade.

          • Cassio Tavares

            Falso lema do “se trabalhar muito vencerá”??? É sério isso? Qual sua proposta. Não trabalhe e receba migalhas do governo? Como você sabe que esses aí que você viu trabalharam?

            Totalmente sem noção esse seu comentário.

          • César Novaes

            Cassio, acredito que ele tenha confudido esse lema com os ideais calvinistas, religião onde a salvação se dava através do trabalho, ideal que deveria ser adotado no Brasil que sustenta uma cambada de vagabundo!

          • Roberta Giordano

            Acabei de desembarcar de Roma e Barcelona, e falando de maneira proporcional , me desculpe ,mas não dá para comparar…e falo ainda mais de Roma e da Itália, onde não digo apenas como uma turista,mas por ter toda a família materna morando lá…

      • Vanessa

        Acho que não vivo no mesmo Brasil que você! Não vemos demissão em massa? Temos grandes reservas?? kkkkkkk grande comediante

      • JR

        Não há demissões em massa? Então os protestos dos sindicatos em SP e Curitiba contra as supostas demissões da indústria automotiva é apenas para descontrair? Não se engane meu caro, a conta está chegando e os ricos tem de onde tirar dinheiro, o problema são os que não tem “um gato para puxar pelo rabo”.

      • PKX

        O desemprego aqui é disfarçado, pessoas que desistem de procurar emprego ou que estão recebendo seguro-desemprego não entram nessa conta. Tem empresas fechando e demitindo aos montes, empresas deixando o Brasil e abrindo fábricas em outros países, pleno emprego aqui é balela, até os fabricantes de automóveis que por tanto tempo foram protegidos pelo governo estão demitindo.
        Converter moeda nunca foi forma de comparar qualidade de vida, porém, na minha área pelo menos o salário em reais é o mesmo salário em dólares, ex: 5.000 aqui e nos EUA, a diferença é que lá o poder de compra de 5.000 é muito maior.
        Sobre os mendigos, tem em todo lugar, principalmente Florida que tem tantos imigrantes, principalmente ilegais que não podem trabalhar em qualquer emprego.

    • Eduardo Paci Galvão

      Não há como comparar a crise do Brasil com a da Europa e EUA. Lá, a crise é puramente econômica, e tem solução. Aqui, é econômica, política, social, de caráter e por aí vai… desde que nasci que ouço (e vejo) falar que o Brasil está em crise…

      • sigma7777777

        Aí você está ignorando os problemas religiosos e étnicos dos últimos meses. Conectado a isso há os problemas de lobby da indústria armamentista. Já a crise econômica afeta a política, por exemplo, a Grécia elegeu um governante de extrema esquerda ou anarquista e, no quesito religioso, rejeitou a Bíblia ao assumir o governo. Protestos de um ou dois anos atrás ocorridos na Europa também não tinham bandeiras de partidos políticos.

    • Cidadão

      Só os EUA estão voltando a crescer bem. A Europa, em geral, continua estagnada, a China está desacelerando e os emergentes estão na …

  • Observador

    Não entendi essa lógica… Se a ANAC “regula os lucros”, como que a mesma passagem comprada no Brasil é mais cara do que comprada no exterior?

    • Daniel Lammel

      São politicas comerciais adotadas pelas empresas. Se o voo esta com baixa frequencia de passageiros eles adotam promoções com limitações especificas de mercado.

    • Maurício Redaelli

      Ela regula tudo, inclusive a entrada de novas companhias no país, os preços mínimos de cada destino as margens das promoções, tudo pra proteger as companhias nacionais. Se o dólar aumentou e os preços não, é porque a ANAC interveio.

      • Diego

        Cara, por favor me aponta uma só regulamentação da anac nesse sentido… Uma só.
        Isso q vc fala acabou nos anos 90. No começo deles.
        Ou, mais fácil: um só pedido de funcionamento de cia estrangeira indeferido nos últimos, sei lá, vinte anos.

        • Maurício Redaelli

          Diego, a resolução 61/2008 dispôs sobre o desconto permitido em voos internacionais, sempe perante as tarifas de referência. Bom, a existência de tarifas de referência já é absurda. Com a 61 a ANAC estipulou descontos progressivos a partir 2009, até culminar no regime da liberdade tarifária em 2010. O problema foi a resolução 72/2009, que revogou a 61. Para voos internacionais, não existe liberdade tarifária. É pouco?
          Vale lembrar que a alocação de slots é sempre confusa e baseada em critérios que não parecem justos. A Agência tem a difícil missão de estimular a livre concorrência e o bem estar econômico, mas parece andar no sentido oposto em algumas decisões.
          Por fim, eu não acompanho os pedidos de cias estrangeiras, e não vou procurar na biblioteca da ANAC se houve indeferições. Também não vi nada sobre intervenções atuais devidas à alta do dolar. Mas como não existe nada claro e transparente nesse país, sobretudo nas agências reguladoras, eu afirmo sem medo que isso aqui não é um livre mercado nem de longe.

  • Fernando Miranda

    Todo mundo só quer levar vantagem….mas a culpa vai cair sempre no governo.

    • raffamc

      É, o governo lulopetista é bem inocente mesmo, e não tem nenhuma responsabilidade no atoleiro que o país se encontra. É coisa da “elite branca” que sempre quer “levar vantagem” e “odeia pobre”, né? Curupaco! Curupaco! Dá o pé, loro!

    • jhonatas

      Quem está querendo levar vantagem? Nao captei o q vc quis dizer nesse ponto.
      Qualquer estudioso de macroeconomia conclui que a culpa é do governa sim. As políticas econômicas equivocadas, acompanhadas da retraçao na economia, a falta de credibilidade internacional, o que afeta a captaçao de investimento externo (FDI), e tantas outras coisas, fizeram o dólar subir. É evidente que a política do FED está contribuindo para o aumento da moeda norte americana, mas a retraçao da nossa economia está potencializando esse aumento. Na Argentina, por exemplo, a cotaçao do dólar está caindo, pois a moeda voltou a ter um pouco mais de força; o Brasil ta no sentido oposto. a culpa é do governo, sim. Essa demonizaçao do capital externo e a varzea que virou a petrobras, só está puxando a bolsa brasileira para o buraco.

      Ah, e como citado acima, se nao tem demanda de voos para ir ao exterior, nao terá voos com destino ai Brasil (logo,logo), o que trará uma crise no turismo, já q não receberemos muitos estrangeiros… aí entra menos dólares, logo nao ajuda o preço a cair.

    • Caroline Goncalves

      Que comentário mais desnecessário e sem fundamento algum!

    • Cassio Tavares

      É, deve ser culpa nossa mesmo. Temos que trabalhar o ano todo e na hora de viajar pro exterior pagar contas altíssimas porque o dólar disparou. Tadinho do governo né?

    • Caroline Goncalves

      Bom, se o governo não tem culpa, que tal investirmos mais em viagens internacionais pra deixar nosso dinheiro lá fora, já que aqui não tem crise, emprego está em alta, não há recessão nem nada!

  • Anderson

    Uma coisa q acho um absurdo é o preço das passagens pra viajar dentro do País…exemplo…quem mora em Ro e quer viajar para o nordeste vai ter q desembolsar mas de R$ 3.000,00 só em passagens enquando uma viajem para a Europa custa muito menos q isso…sinceramente…prefiro viajar pra fora do País do que aqui…gostaria muito de conhecer mais o Brasil que moro…mas assim é impossível!

  • Marcelo

    Façam promoção. Estou esperando melhor preço para comprar 4 passagens pela TAP para Lisboa no Natal e só vou comprar se o preço melhorar. Já reservei o apto. Vou esperar a TAP.

    • Daniel Lammel

      Fica de olho na Air Europa / Iberia e se cadastra no site da KLM que sempre faz a promoação 3D (3 dias de desconto) para determinados destinos em épocas especificas.
      TAP com desconto no periodo de Natal neste ano somente se os voos estiverem bemmmm ruins.

  • Dealins

    Que lástima…é o nosso Brasil voltando à idade da pedra…

  • Renan

    Ao começar a ler o artigo fiquei me perguntando “será que vou ter a insatisfação de ver um artigo com viés político no MD?”
    Novamente, e pela enésima vez, a equipe MD me surpreende positivamente e faz um texto estritamente técnico e que atende a todos e não atinge a ninguém.
    Parabéns pelo excelente texto e meus pêsames aos poucos que deram a tona política em seus comentários.

    • Obrigado Renan, não é nosso papel falar de política, mas colaborar ao máximo para que vocês viagem mais pagando menos!

      • Renan

        Vocês são um exemplo de imparcialidade e respeito às pessoas!
        Quem dera vermos isso em toda imprensa falada, escrita, televisiva e eletrônica.

        • Vanessa

          A imprensa tem que falar a verdade, se pra você falar mal do governo ta errado você é pior do que quem nos governa

      • Marcos

        Pagando muito menos como num voo que em breve farei Guarulhos-Manaus ao preço de R$ 108 na ida e R$ 69 na volta, voo direto e em horário nobre. Obrigado Denis e equipe MD. Totalmente de acordo com o Renan.

    • Cassio Tavares

      Mais um petista sem noção. Quem é que aguenta esse tipo???

  • Ricardo

    Tudo que o governo atual quer: cortar as idas ao Exterior e “incentivar” o turismo interno, na marra. Este, muita vezes, é caro e ruim. Para reflexão…

  • Daniel Moura

    Então a solução é deixarem que as empresas aéreas fiquem a vontade para explorar os preços de passagens aereas? É isso?

    • Roger Lima

      Elas já são livres, Daniel. Faça uma pesquisa no Submarino Viagens ou Decolar e perceberá que as diferenças de tarifas praticadas são as mais diversas possíveis. Isso que foi citado pelo colega acima é regra antiga.

      • Maurício Redaelli

        Não é regra antiga. Existe uma tabela de referência com o valor mínimo pro trecho e um desconto máximo estipulado. Pesquisa na anac.

    • Maurício Redaelli

      É o melhor dos mundos: concorrência leal entre companhias que querem o teu dinheiro. Se uma cia for idiota a ponto de cobrar muito caro, perdem o passageiro para outra cia. Só não pode ter cartel, mas o governo tem que ser util em alguma coisa.

  • Fabricio Reis

    Como diriam meus “companheiros” militantes petistas, “quem faz viagem internacional é elite burguesa e branca”…

  • Julianna Antunes

    Sem querer ser chata e deselegante, a sofrência da nossa economia não é por causa da aceleração da economia americana.

    • Leonam Lima

      Os problemas que o Brasil vive (defcit das contas do setor público, problemas de corrupção, etc…) trazem um descrédito para o país, consequentemente a a fulga de dólares e a alta da moeda.

      • Julianna Antunes

        Então, o problema da nossa sofrência é outro, não o fortalecimento da economia americana. Por esse aspecto, qualquer país com uma economia minimamente decente se torna mais atraente para as áreas que o Brasil.

  • Batista

    Ainda bem que algumas coisas ainda podemos comprar em Real antes de viajar para o exterior. Um esquema é pagar os hotéis com pontos do programa de fidelidade. Outro coisa para quem gosta de alugar carro no exterior é usar portais brasileiros que parcelam e dão desconto no boleto, como o rentcars.com.br . Se reservar direto nos EUA ou com portais de fora se paga em USD e ainda tem o IOF (alguns mostram o preço em Real mas cobram em dólar, cuidado!).

  • sigma7777777

    Gostei dessa informação sobre os jogos. Faz sentido que o atual governo tenha até os jogos olímpicos para fazer o Brasil voltar a crescer e, no que diz respeito às companhias aéreas, a consequência é que fará com que os voos internacionais se mantenham no Brasil. Acho que 2015 será um ano de ajustes, mas em 2016 as coisas devem melhor de mais progressiva, de tal forma que após as olimpíadas o cenário do câmbio volte a um patamar melhor. Por fim, acho que a Europa tende a se tornar um destino tão ou mais atrativo que os EUA, ainda mais devido as oscilações de um ou outro país especifico (exemplo: Grécia e Rússia) que de repente fazem com que se torne mais atrativo economicamente que outros destinos do continente.

  • Bruna Frezzarin

    Infelizmente (e com muita tristeza) cancelei minha viagem para os EUA, que iria em Maio, por conta da alta do dolar…Iria impactar muito os custos da viagem, nao so a questao de compras, mas hotel, carro, comida e passeios. Espero que no segundo semestre abaixe, mas pelo que temos ouvido, somente ano que vem…Uma pena para os viajantes!!!

    • sigma7777777

      Acho que você deveria ter cortado algumas coisas. Buscar estratégias, como comprar no supermercado e comer no quarto do hotel. Deixar de comprar algumas coisas. Fui em dezembro/janeiro, levei meu iPhone 5S e não comprei o iPhone 6. Minha esposa levou o Lumia 630 e usamos como GPS para não ter que comprar um ou alugar na Álamo. Passeios eu comprei em sites de compra coletiva, como o Amazon Local e Groupon US.

    • BrunaF

      Infelizmente (e com muita tristeza) cancelei minha viagem para os EUA, que iria em Maio, por conta da alta do dolar…Iria impactar muito os custos da viagem, nao so a questao de compras, mas hotel, carro, comida e passeios. Espero que no segundo semestre abaixe, mas pelo que temos ouvido, somente ano que vem…Uma pena para os viajantes!

  • Carol Souza

    Eu vou pra NYC mês que vem e to desesperada! rs
    1º porque a Delta não reembolsa ou posterga os bilhetes emitidos e 2º por motivos obvios… Dolar alto!
    Eu quero ir porque nunca fui pros EUA, apenas mochilei pela Europa e meu ritmo é de mochilão cultural mesmo, mas gosto de umas compras, que no caso, não estão compensando muito.
    A coisa ta tão feia que eu to achando que só terá eu de turista nos EUA! rsrs Mesmo não ostentando (porque não ta rolando), essa viagem vai acabar saindo como Trip Ostentação, com o dólar absurdo desse jeito. O mais legal é ver a chamada de uma matéria no Uol hoje dos economistas dizendo que não acreditam que o dólar fique abaixo de 3 Dilmas… #Lascou #Chorei

    • ric

      Ano passado precisei cancelar uma
      passagem da Delta e recebi uns 80% mediante estorno co cartao. Tente ataves do atendimento por telefone, pois nao deve ter mudado.

  • oremhartuing

    Essa alta não vai durar muito, é fruto de especulação e teste do mercado financeiro. A safra recorde está sendo colhida e vai inundar esse país de dólares. A cotação real para o dolar é em torno de R$ 2,90, já considerando sua valorização frente ao euro e todas as outras moedas.

    • Danilo Fernandes

      Exatamente. É só entender porque o dólar está tão caro e porque está caro frente a todas as moedas e não só ao real que se descobre que isso não vai durar por muito tempo. Tem uma galera aí gastando grana pra cancelar suas passagens à toa.

  • sigma7777777

    Os EUA e Europa também viveram um período de turbulência e superaram. O Brasil já viveu crises no passado e essa é realmente uma marolinha, pois nem se compara com as anteriores. Acredito que será facilmente superada a partir de 2016, mas esse ano será sim um ano de prudência nos gastos, mas de oportunidades para quem tem alguma grana guardada para investir.

    • Daniel Moura

      Aguardemos!

    • Thiago

      Que crise? Aqui nunca houve crise. Aqui sempre houve roubo.

  • Pam

    A coisa fica ainda pior para quem tem datas “truncadas”. Eu só posso viajar em uma semana específica em julho, e a passagem para Londres direto está quase 6000,00 !!!!! Tem que pegar uma escala monstro para pagar 4000,00 Absurdo, ainda faltam quatro meses para a data e já está este valor.

  • Rodrigo Guedes Pereira

    Desse jeito estou pensando seriamente em trocar minha viagem para os EUA por uma para Gramado (e me matar de comer chocolate)

    • Eduardo

      Vai sair mais caro do que ir para os EUA, Gramado é viagem para ricão.

      • Diego

        Que é isso, fio… Gramado mais caro que EUA?
        Vamos lá, com os dois gastos principais de uma viagem:
        Passagem – para POA: hum, sei lá, 200 reais ida e volta (partindo de SP)?
        Hotel – com 300 reais dá tranqüilamente para conseguir um quarto de casal em bons hotéis.
        Como comparar isso com EUA, ou qualquer outro lugar “dolarizado”?

  • Guest

    Infelizmente (e com muita tristeza) cancelei minha viagem para os EUA, que iria em Maio, por conta da alta do dolar…Iria impactar muito os custos da viagem, nao so a questao de compras, mas hotel, carro, comida e passeios. Espero que no segundo semestre abaixe, mas pelo que temos ouvido, somente ano que vem…Uma pena para os viajantes!!!

  • Henrique Azevedo

    Atualmente, está compensando SIM viajar pelo nosso país devido a alta do dólar e desaceleração da economia brasileira. Quem ainda diz que é surreal viajar pelo Brasil está totalmente desinformado. Fui para Fortaleza mês passado e os restaurantes estão se rebelando entre eles para atrair turistas e o que vemos são o comércio vazio. Conseguimos um desconto excelente pechinchando locadoras de automóveis. Eles estão dispostos mas do que nunca em negociar. Quem diz que está mais barato viajar para o exterior do que pelo Brasil dever estar comparando uma semana em Gramado ou Búzios com uma semana no Peru ou Miami.

  • Claudio

    Existe o site Jooin que publica os preços das moedas estrangeiras nas diversas casas de câmbio para ajudar os viajantes a identificarem o melhor custo/benefício de maneira rápida.
    http://jooin.com.br/
    Vale a pena dar uma olhada nela.

  • Daiane Luiza Soares

    Gente…porque baixar as passagens se o povo paga? Pq o carro ser barato aqui se o povo compra msm caro? É a lei da oferta e procura…tem quem pague.. eles pintam e bordam! :/

  • Leandro Horta Thome

    Com a queda vertiginosa de turistas brasileiros para USA, é bem capaz deles finalmente abolirem o visto.

  • Henrique Azevedo

    Atualmente, está compensando SIM viajar pelo nosso país devido a alta do dólar e desaceleração da economia brasileira. Quem ainda diz que é surreal viajar pelo Brasil está totalmente desinformado. Fui para Fortaleza mês passado e os restaurantes estão se rebelando entre eles para atrair turistas e o que vemos são o comércio vazio. Conseguimos um desconto excelente pechinchando locadoras de automóveis. Eles estão dispostos mas do que nunca em negociar. Quem diz que está mais barato viajar para o exterior do que pelo Brasil dever estar comparando uma semana em Gramado ou Búzios com uma semana no Peru ou Miami.

    • Roger Lima

      Concordo com você, mas viajar pro Peru é muito barato.

  • Daniel Lammel

    A conversão funciona assim Karen
    Para passagens, deve-se cobrar o câmbio IATA
    Para compra de papel moeda, serviços, hospedagem são usados outros câmbios de acordo com especificação.

  • Eliane

    Bem cheguei de MIA e NY no sábado…tantos o voo de ida e volta estavam cheios…talvez o pessoal que comprou a passagem com antecedência não tinha como desistir…vamos ver como vai ficar daqui pra frente..

  • R.F.

    Tenho medo de cancelarem meu voo para NY… fiquei sabendo que semana passada ele decolou com 15 passageiros a bordo! Pelo menos não foi cancelado…

    • Ri

      Estive em mia mês passado pela TAM, o voo de ida saindo de Brasília com menos da metade de ocuPacao, a volta estava cheio mas voltei por São paulo.
      Compras só nas promoções e outlets, a alimentação estava muito

      cara, um sanduíche simples no mínimo 10 dólares

  • Carlos Carvalho

    Ao invés de sair com os aviões vazios ou cancelar voos não seria melhor lucrar menos no primeiro momento? Fiz uma cotação nesse final de semana e o trecho Salvador/Miami sai por mais de 3.000,00 reais em abril. Não entendo essa lógica.

  • Gink Labrev

    Ele mencionou lá: ” os estrangeiros continuarem a ver o país como um destino turístico caro e perigoso, sofreremos uma retração forte no número de voos,”

    Talvez fique mais barato, mas continuará sendo perigoso.

  • Gerônimo Nogueira

    Hoje finalmente estou voltando a ter o prazer de ler os comentários do
    MD, sem aquela lenga-lenga de Disputa do pessoal nacionalista e anti
    nacionalistas e de defensores de partidos A e B (como se aqui fosse
    lugar pra isso), Com raríssimas exceções, é claro, hoje tem até aqui
    somente comentários inteligentes.. Vamos rezar para que este nível se
    mantenha e reforce a empatia que tanto temos com este site, porque pra
    ser sincero é bem chato você vir aqui saber sobre viagens e ver só comentários sobre P isso e P aquilo… Governo X e Governo Y… já deu…

  • Gink Labrev

    Não existe crise mundial.

  • Inacio

    Quanto absurdo!! Impressionante o malabarismo de raciocinio que as pessoas fazem pra defender as atitudes do governo!
    Chega a ser cômico. O pais esta mal sim, os outros paises por mais desemprego que tenham, tem suporte de sobra pros seus cidadaos. E discordo que estamos nessa situcao por conta de 51% de pessoas que votaram mal em 2014 e so querem saber se vai sobras algum pra cervejinha do final de semana. Estamos nessa situacao porque desde 2002 onde tinhamos uma moeda estavel, o mundo nao parava de crescer, nada foi feito em prol do pais. Energia, estradas, educacao, transporte, nenhuma minima reforma tributaria, nada…. Acorda minha gente! Acordem que vai ficar pior!

    • Ricardo

      Este comentário não tem nada a ver com o propósito do artigo. Este é um site de viagens e não de discussão política.

  • Jacqueline

    Já estou com passagens compradas para Paris. Já viajei com dólar a 4 reais. Ainda não estou assustada.

  • Roger Lima

    Internacional não, mas para a Florida, sem dúvida!

    • Fabricio Reis

      Ah, sim. Está cheio de burgueses brasileiros que viajam para a Flórida, sem falar uma palavra em inglês, caçando promoções de passagens aéreas no MD, e esgoelando-se nas seções de clearence dos outlets. São todos eles burgueses mesmo.

      • Roger Lima

        Parabéns pelo ótimo retrato da nossa classe média. Vai pra Miami pra mostrar que tem grana, não fala uma palavra em inglês e chega todo orgulho pq gastou dinheiro em bugigangas tecnológicas que nem sabe usar e são muito mais baratas do que no Brasil.

        • Diego

          Concordaria com vc, Roger, não fosse a racista qualificação de “elite branca” e a preconceituosa definição “burguesa”.

  • Carla Maragno

    excelente texto, interpretação da realidade econômica, análise da conjuntura em todos os aspectos. Parabéns.

  • Isabela

    Pretendo ir à Europa em junho – Londres, Paris, Berlim. Sei que o momento não é propício, mas alguns amigos que moram lá estarão de férias e poderão me hospedar. Será que este é o momento para eu comprar passagem? Ou espero alguma promoção?

  • Werlyson Argolo

    Comentário desrespeitoso que não contribuiu com o tema do artigo.

  • Ronaldo Erone Da Silva

    E eu que já estou com uma viagem toda comprada para 4 pessoas com California e Nevaga como destino… To ferrado em comprar dolar para pagar os custos lá nos EUA. Compras já não é mais prioridade, por que como tem gente falando aqui, tem casas de cambio cobrando 3,70 no dolar.. Resumindo, o governo da Dilma não está fazendo nada para estabilizar a moeda no Brasil.

  • Alê

    Estarei de férias em outubro e gostaria muito de viajar para Europa. Será possível aparecer promoções daqui pra lá? Pois a tendência é a queda de vendas e as companhias devem fazer algo para estimulá-las novamente. Alguém concorda?

  • Rafael

    Eu viajo ao exterior 2x ano no mínimo desde o fim dos anos 90. Já peguei crises cambiais piores no passado (quando o Lula assumiu beirou R$4). Eu acho que hoje, apesar da cotação estar alta, é mais fácil, pois temos muito mais oferta e opções de buscas e descontos etc que antes não existia. A infraestrutura no exterior é boa e a oferta pra diferentes orçamentos é grande. Nun cenário como esse, tem que pesquisar mais, se planejar mais, mas ainda acho viável ir, se a pessoa realmente estiver a fim. Estive há algumas semanas em Las Vegas e isso ficou claro, dá pra ficar gastando pouco se quiser. De qualquer forma, pra uma família grande pode pesar. Eu acho (contra a corrente) que o dólar pode cair sim e acredito que depende mais do atual governo aqui no Brasil do que dos EUA, ao contrário do que se diz.
    Quanto à Europa, ele está valorizado também (eu cheguei a ir a Europa com euro 2,20 e libra 2,8) e eu nao acho que será uma viagem mais econômica. A América do Sul (em especial Chile) também anda bem mais cara e vc sempre vai precisar dos dólares pra fazer um bom cambio paralelo. E até no Brasil, os melhores hoteis e resorts daqui também reajustam os preços.

  • sigma7777777

    Lá fora também e frequentemente é fruto do lobby, que lá também envolve a indústria armamentista.

  • Julio

    Devido a esta alta absurda, será que as cias vão fazer promoção pra Europa em julho?

  • Cristiano

    Pagou 30 reais, num almoço em Jericoacoara?

    • Henrique Azevedo

      Infelizmente não fui a Jeri por falta de tempo, mas paguei R$ 70,00 no jantar para o casal na Praia de Iracema e diária de R$ 80,00 em uma pousada muito aconchegante em Canoa Quebrada.

  • Rafael Fernandes de Carvalho

    Não deixe de ir e não desanime, NY é uma cidade incrível, como dizem, a capital do mundo! Infelizmente muitas vezes nós brasileiros só pensamos nas compras em viagens aos EUA e ficamos presos no eixo Miami – Orlando, mas NY tem uma programação cultural incrível, atrações turísticas para todos os gostos e bolsos, uma gastronomia maravilhosa e por aí vai. Gaste um pouco mais de tempo procurando promoções, ofertas, dias em que se pode ir nas atrações turísticas pagando menos ou pagando nada e aproveite!

    • Carol Souza

      Rafa, obrigada pela dica! A única coisa que paguei caro, mas era pra já ter garantido era o Phanton of the opera, que é meu sonho assistir. Mas vou ficar de olho nas demais coisas. To bem antenada com as coisas para se fazer lá e já me empolgo de novo. Basta não olhar o dólar! Rs
      Ah! E minha intenção é realmente o cultural. Compras tá como segundo plano, só pra aquilo que ainda vale a pena trazer de fora.

      • DANIELLE LIMA

        Todos os museus têm pelo menos 1 dia gratuito: MoMA, The Frick Collection. Alguns preços são sugeridos, significa que você pode pagar 1 dólar, por exemplo, Metropolitan, Museu de História Natural. Se você ainda for estudante, tem desconto no Gugg. Outra ótima opção é chegar nos teatros da broadway na hora que abrem (por volta das 11h), pois conseguirá ingressos baratíssimos. Lembro que paguei 25 dólares na primeira fila de Chicago e 35 dólares em Hair, mas, na segunda peça, assisti em pé (existe sempre uma quantidade de ingressos nessa modalidade). Para comprar bebida, comida e outros objetos, procure o Jacks 99 Cent Store. Em resumo, gastei muito pouco em NYC e visitei quase tudo.

  • Aline Nobre

    Perfeito. Corrupção crônica não é crise.

  • Heverton

    Como se muito mais pessoas não estivessem entrando, agora e a cada dia, na linha da miséria e da fome. Como ele bem disse, antes fosse só as viagens…

  • Lúcio

    O dólar em torno de R$ 3,00 é a realidade, a distorção era antes o dólar a R$ 1,80. Surfamos vários anos nessa onda do dólar sobrevalorizado por diversas razões, uma hora ia acabar e isto não é ruim para o país.

    Concordo com o que muitos falaram, tem que usar a criatividade e escolher destinos nacionais ou em países que a moeda está enfraquecendo também, que não são poucos.

  • Julio Marins

    O problema maior é achar acomodações a preços legais já que a maioria se baseia no US$

  • Edson

    infelizmente nosso país não é tão atrativo para os estrangeiros como alguns pensam.

    • Yuri

      Nosso país é horrível para turismo. Poucos falantes do Inglês, povo mal educado e violência maior que muitos lugares em guerra. Ainda há muitos que desrespeitam veladamente o estrangeiro, o gringo… isso é um absurdo.

      Se eu não fosse daqui, provavelmente não conheceria o Brasil. Tal como eu existem vários… nao me leve a mal. Amo meu país, mas a situação daqui é essa mesma. O bandido não fica preso. As leis são extremamente complacentes… e além disso, os espertos cobram preços diferenciados para turistas.

      Traduzindo, é bem o que o post diz: um destino caro e perigoso. Brasil não vale a pena, a não ser para quem tem raízes ou quem quer muito conhecer o carnaval. O resto é bom, mas não vale o risco. Simples assim.

      • Eduardo Paci Galvão

        Concordo totalmente!!!! Os gringos podem ir para o Caribe, tão bonito quanto, mais barato, mais seguro e por aí vai! Aqui é exploração total!

      • Luciana

        Esse negócio aí de língua é frescura….. fui pra França sem falar francês e arranhando um mínimo de inglês…. fui pra Lituânia também, onde o inglês também não é muito forte….. Porque só nós é que temos que nos virar com a língua alheia? Quer quer conhecer, viaja independente da língua…. Sei que é mais fácil conhecer algo da língua do lugar mas ninguém nunca morreu ao viver duas semanas de mímica…..

        Quanto a violência concordo. Já quanto aos preços, só fugindo dos lugares turísticos…. Lá fora também abusam do turista com preços mais altos nas imediações de grandes pontos turísticos…. só quem pesquisa muito é que acha rotas alternativas de alimentação (principalmente) à moda do país e não feito pros de fora pagarem mais…. (mas ainda concordo que o Rio e muito outros lugares são surreais mesmo….)

        • Yuri

          Língua não é frescura. É um dos agentes facilitadores do turismo. Há outros, mas é um deles.

          Ocorre que todo país tem coisas únicas a oferecer e coisas “comuns”. Por ex, o Cristo é algo único. Mas as praias, por ex, sao comuns, concorrem com vários países (perdendo para muitos, inclusive). No turismo tudo isso pesa.

          Daí, por ser um país caro e violento, o Brasil só é capaz de atrair pelas coisas únicas… mas dependendo do nível de violência e preços, o turista irá preferir outro destino. O mundo é vasto e há milhares de coisas pra ver. Se quer atrair turismo, tem que saber concorrer!

          Nao tem língua acessível, não tem segurança e não tem preço barato, vai concorrer como? Só sobra o mercado do sexo… assim fica complicado, certo?

          A França tem segurança (Paris não é uma Tóquio, mas é mais segura que o Rio), o inglês lá tb não é bom, mas é melhor que o daqui. Francês é uma língua internacionalmente aceita e difundida… Há uma aura de charme criada ao redor da França, as opções de cultura são vastas e acessíveis. Miami, por ex, nao tem nada de único (há outros parques tipo Orlando pelo mundo), mas oferece língua acessível, segurança e preço. Enfim, façam um exercício de comparação entre destinos e verão que nós temos pouco a oferecer. Está passando da hora de mudarmos isso.

  • Andreza M. Queiroz

    Sim, já estou considerando o valor da libra. 😉

  • Patricia

    O caso é que parece-me necessário haver demanda suficiente nos 2 sentidos para justificar manter uma rota, então um eventual interesse nas rotas com destino ao Brasil pode não ser suficiente se as rotas partindo daqui não tenham demanda

  • Patricia

    Pena você ter a restrição de data porque Julho é alta temporada e tudo custa mais caro mesmo!

  • Marco Dias

    Acredito que as cias aéreas compensem no ganho de quem vem do exterior. Cobram mais caro lá agora.
    Fora que o petróleo caiu muito no mercado internacional. E a tendência é que caia mais. Quase sempre ocorre isso quando o dólar está forte.

  • R Junior

    MD, parabéns pelo texto imparcial e realista! O que eu tenho a dizer é que agora não olho mais nada que esteja com preço em dólar! Não dá mais pra saber quanto vai ficar no final das contas em reais, principalmente as passagens aéreas e de cruzeiro porque ainda devem ser acrescidas das taxas de embarque, onde cada companhia coloca o valor que bem entende…

  • Cristiano Oliveira

    Vou meter a culpa no PT? Chega de histeria!! Quando estive nos EUA por três anos consecutivos (2012,2013,2014)… aproveitei!! Lembro-me de ter pego dólar nas casas de câmbio por R$ 2,07, R$ 2,15 no máximo! Este ano, não vai ser possível encarar NYC em JULHO (sim, para mim só dá em JULHO)… Não perdi tempo, e consegui ótimos destinos nacionais por preços camaradas! FArei um grande tour pelo NORTE-NORDESTE (BELÉM-PA, FORTALEZA-CE, SALVADOR-BA) em duas semanas… partindo de SP, gastei com passagens apenas R$ 600,00 já com taxas inclusas!! Hotelaria de padrão aceitável, cuja diária mais cara, será de R$ 123,00 reais em SSA (ainda vou dividir este valor com uma amiga que me acompanhará).. de uma forma GERAL, viajar pelo BRASIL está no seu melhor momento, e eu aproveitarei!!!

    • Carlos Carvalho

      Moro em Salvador e o que posso te dizer é que traga bastante dinheiro poque vc vai se assustar com os preços, principalmente de restaurantes e serviços. A violência também está alta e todo cuidado é pouco. Não é pra te assustar não, gosto daqui, mas percebi que vc viaja muito mais pra fora e a realidade nossa é muito diferente do exterior, infelizmente. Seja bem vindo aqui vc será bem tratado.

    • Wagner Vinicius Macêdo

      Deus que me livre hehehehe, moro em Salvador, se prepare! Pq aqui se paga mais caro que em Paris (voltei de lá tem 4 dias). Tudo é caríssimo em Salvador. Comida então…

  • Noilce Fonseca

    Fiz uma viagem para Chicago e Orlando em fevereiro. Tem que ter uma reserva muito boa para os gastos com alimentação, hospedagem e diversão, caso contrário não vale a pena ir para os EUA no momento, gastei bem mais do que esperava. Está valendo bem mais a pena ir para a Europa.

  • Claudia Baum Boeira

    Carol, não desanime, NYC é uma cidade cara, mas dá para aproveitar muita coisa sem gastar muito ou mesmo de graça. O Central Park ainda é de graça… tem museus que você pode observar o dia de desconto ou de entrada grátis, andar de metrô ao invés de taxi (tem o cartão de metrô que você paga ao dia e é válido para o ônibus também), ou seja, como em todo lugar dá para se adequar ao bolso da gente, afinal nós brasileiros sabemos fazer muito isto.

    • Cláudia, eu já pesquisei várias coisas pra fazer e certeza que dá pra curtir tranquilo. O problema é você ver seu rico dinheirinho conquistado com tanto suor pra fazer uma viagem fera e no final ver que não dá quase nada. Isso é de chorar!
      Mas hoje eu andei refletindo sobre algumas coisas e, pow, é NYC cara! Então bola pra frente e bora curtir! Tem realmente muito a se fazer lá (por tudo o que pesquisei) e bora mochilar sozinha de novo!

      • Claudia Baum Boeira

        E olha que em dezembro é bem pior em matéria de gastos. A hospedagem é muito cara, não sei como fazer para gastar menos neste aspecto. Não deixe de ir no Strawberry Fields, o local onde John Lennon foi atacado. E boa viagem.

        • Carol Souza

          Eu vou ficar em casa de brasileira que aluga quarto lá. É de um grupo de au pair. Isso vai sair mais barato, certeza!
          Nossa, eu vi várias pessoas falando desse lugar, mas não sabia o porque ainda (santa ignorância! ) Kkkkkkkk
          Obrigada pela dica! To absorvendo todas!

          • Caroline

            Carol, também estou indo pra NY em maio e a alta do dólar me desanimou 0,0005%. Isso porque meu objetivo também não são compras. Fiz um “Personal Guide” listando museus e seus respectivos dias gratuitos, ou então os que cobram apenas a “contribuição desejada”. Obviamente encareceu um pouco mais na hospedagem, mas eu já havia me planejado em me hospedar em hostels, e melhor ainda, descobri o Airbnb e consegui economizar ainda mais! Uma coisa é certa: a alta do dólar foi só um incentivo que fez me dedicar em economizar em diversos aspectos, e se duvidar, agora estou economizando muito mais do que se não estivesse me preocupando com isso.
            Boa viagem!

  • Wagner Vinicius Macêdo

    Cheguei há 3 dias aproximadamente de uma viagem de 20 dias na Europa com a promoção da KLM.
    Se o euro estiver 4 reais ainda vale mais a pena do que ficar no Brasil.
    Eu comia duas vezes por dia em restaurante e tomando vinho praticamente todos os dias e sobremesa ainda consegue ser mais barato na Europa do que Brasil.
    E se quiser comer ainda mais barato só comprar em mercado. Paris tem ótimos, Amsterdam o mesmo. Uma ceasar salad por exemplo no mercado de Paris varia de 3,50 a 5 euros, 18 reais… camembert em 3 mercados parisienses por 1,25 euros, aqui 13 reais. Vc ainda tem dúvida em turistar na Europa?
    Os doces franceses custam de 1 euro a 3… no dia que eu pensei: – vou comer em uma doceria top gourmet, paguei 5,50 euros. Nunca nesse Brasil que você come uma fatia de torta em uma doceria por menos de 10 reais.
    Gastem o suado dinheiro em quem vai realmente reverter os impostos em saúde, educação, moradia digna, mobilidade e transporte urbano.
    Fiquei lá em hostel, hotelzinho, ibis, marriot… tudo mais barato e com mais qualidade que Brasil.
    Por exemplo:
    Melhor hostel cotado na Hostelworld em Lisboa – 64 reais
    Hostel em Brasília – 75 reais

    Marriott Praga – paguei 319 euros por 3 diárias, com o euro turismo a R$3,67 ainda fica R$1170,00.

    Marriott Copacabana – 3000,00 reais por 3 diárias.

    E isso pq fui para capitais caras, ano passado que rodei a Itália, Bélgica e Espanha ainda foi mais barato. Considere o valor em euro.
    Outra dica para quem vai para Paris é trocar o dinheiro lá hehehehe, levem em real e troquem lá. Hoje por exemplo as casas de câmbio no Rio e em Salvador estão negociando 1 euro por R$3,54 – em Paris, está nesse momento R$3,43.

    • Gustavo

      Olha, você dizer que vale a pena pela viagem, visitar as cidades museus incríveis, etc até entendo, mas pra consumir eu acho a Europa cara pros padrões brasileiros. Putz, 18 reais numa saladinha de supermercado? Tá barato? Por esse preço eu tenho uma refeição completa no Brasil.

      • Márcia

        Olá, Gustavo, com certeza não é no Rio nem em São Paulo. Uma fatia de torta em qualquer doceria de shopping no Rio não sai por menos de R$ 9,00 e uma lata de refrigerante por R$ 5,00. Como você pode pagar R$ 18,00 numa refeição completa ? A verdade é que o nosso país tem várias realidades diferentes. Não tem como fazer comparações generalizadas.

    • Clayton

      Onde vc ficou em Amsterdam e quanto pagou a diária?

  • Christian, é impossível garantir que tudo vai dar certo, mas vale confirmar o voo com a companhia antes da viagem.

  • sigma7777777

    Isso são dados da economia. Basta pesquisar, não vou postar aqui.

  • sigma7777777

    Não é não, mas adoraria ver um processo contra ele por ter vendido a Vale a preço de banana. E olha, gosto do José Serra por ter quebrado as patentes e termos os medicamentos genéricos, então nada contra o PSDB como um todo. Votaria em Serra, mas votar no Aécio é o mesmo que votar em nada. Fonte: perdeu os turnos em MG e o governador eleito é do PT. Isso diz muito sobre sua gestão.

    • Cassio Tavares

      Aécio perdeu em Minas porque o estado tem uma região miserável imensa. Onde há miséria há o que mesmo?… Bolsa família. E onde há bolsa família há…..

      Em BH ele ganhou.

  • filipenadir

    Giovanna, comprei pela Qatar na última promoção que teve, Guarulhos – Perth por 3375 reais por pessoa, com todas as taxas inclusas. Boa sorte!

  • Christiano Ferreira

    Da pra transferir do avios pro leclub na proporção 1:1? Sabe como é o procedimento? Abs

    • Fernando Gama

      Também queria saber.

  • Fernanda

    Olá Wagner, tudo bem?

    Estou indo agora em Maio para Paris. Onde troco reais por Euros lá? Vale mesmo à pena???

    • Wagner Vinicius Macêdo

      Olá Fernanda, super fácil!
      Eu troquei mais de 4 mil lá, super tranquilo.
      Funciona assim, você entra nesse site:
      http://bureau-change.fr/en/Search/PARIS
      Depois você vê qual a casa que está com a melhor cotação e só ir até ela e fazer o câmbio, sem comissão nem nada.
      Eu troquei na Magenta eu acho… é bem próximo da Gare du Nord…
      Peguei essa dica na Conexãoparis.

    • Wagner Vinicius Macêdo

      Eu já havia respondido, mas meu comentário não apareceu…
      Basicamente entre no:
      http://bureau-change.fr/en/Search/PARIS

      Cote a quantidade e veja a melhor casa de câmbio, vá até ela e troque sem comissão. Super fácil, seguro e tranquilo. Vá sem medo.
      Peguei essa dica na Conexão Paris, troquei na Magenta eu acho e estava 10 centavos mais barato que no Brasil na época..

      • Fernanda

        Obrigada pela dica Wagner!!! 🙂

  • Roger Lima

    Eu não citei “elite branca” nem “burguesia”, citei “classe média”, que inclui a velha classe média e a nova classe média, esta naturalmente se espelhando naquela.

  • Ramon Gonzalez

    Estou muito preocupado porque estou com voos e hoteis comprados pra uma viagem proa EUA em maio, (estava planejada ha muito tempo) mas ainda falta comprar uma boa quanto de dólar em espécie. Alguma solução ou to lascado mesmo?

    • Felipe Sousa

      Acho que tá lascado mesmo cara. Faz igual o cara ali de cima, aproveita pra curtir a cidade e dá uma maneirada nas compras.

  • Cidadão

    Os voos do Brasil para os EUA normalmente vão cheios de brasileiros e voltam cheios de brasileiros.

  • Cidadão

    É muito mais fácil um taxista enganar um estrangeiro do que um local

  • Cidadão

    Já vi mendigos na Alemanha, na Inglaterra e na Suíça. Mas tem bem menos que o Brasil

  • Roberto Arantes

    Brigadão Henrique!! Informações importantes em época de real super desvalorizado. Tinha mais dúvidas em relação a esse gastos, pois hotel e passagem conseguimos olhar com mais facilidade.

  • Guest

    t3ete

  • Carol Souza

    É, eu desanimei isso também. Acho que, como era uma vontade de muito tempo não mexeu tanto.Acredito eu que tenha free walking lá. Isso dá uma economizada boa, porque eu sempre pego asqueles busões de dois andares pra poder dar uma geral na cidade sem precisar pegar metrô

  • Carlos Carvalho

    Gustavo não sei onde vc mora, mas aqui em Salvador eu lhe digo que por 18,00 no máximo vc come um sanduíche e olhe lá. Se for de filé é mais de 20,00. Almoçar iu jantar por esse valor nem pensar.

  • Wagner Vinicius Macêdo

    Gustavo, não era uma “saladinha de mercado” sinceramente estava melhor e mais completa que muita salada de 30 reais que eu já comi em restaurante. A salada tinha mix de folhas, croutons, bastante parmesão, considerável quantidade de frango temperado com ervas finas, dois tipos de azeitonas, muitos tomates cerejas e um ótimo molho. NUNCA que no Brasil eu comeria essa mesma salada por 30 reais.
    Um suco de maçã ou pera de 900ml por 1,20 euro. E uma sobremesa com um eclair por 0,70 euro.
    Um eclair no Rio ou em Salvador não sai por menos de 7 reais.

  • Adriana

    É bom ficar de olho, compramos passagens para Miami para maio/2015 em outubro/2014 e o vôo de ida, pela GOL, foi cancelado… Já reservamos hotéis e carro, a resposta que tivemos da Gol é que tentarão nos encaixar em outra companhia.

  • Yuri

    Eu comi no restaurante do CGD, em Paris, e paguei o mesmo que pago no resto da cidade. Comida de verdade. Em Tóquio os preços não aumentam para os turistas. Eu andei em ambas tarde da noite sem medo de ser assaltado ou de levar tiro, pcpmente no Japão.

    Se não somos capazes de oferecer língua, segurança ou outros quesitos, que ofereçamos preço baixo! Ou então não vai rolar concorrer com os demais países. Vamos ficar sem rota nenhuma.

  • Sérgio Phereira

    10 mil milhas ou 10 mil reais ? Rsrs
    Brincadeiras a parte.. Explique-me melhor isso por favor amiga..
    Sergiosp@gmail.com

  • Jullyson

    Não tem mais jeito, já estou com as passagens compradas desde o inicio do ano e vou para Miami mês que vem. Comprei dólares antecipadamente (2,53 média), mas não tudo, ia comprar agora o restante, já desisti.
    A solução vai ser deixar as compras de lado e explorar mais a cidade, dar prioridade a passeios de baixo custo e fazer refeições mais baratas (fast food). Vou voltar gordão.. rs

    • Fernando Gama

      O importante é não desistir de viajar! 😀

  • Roberta Giordano

    Seu comentário é excelente e muito pertinente, pq não adianta apenas converter ,tem que analisar o produto que se está levando.
    Acabei de desembarcar de de uma viagem de 12 dias entre Roma e Barcelona..e em geral as coisas são muito mais baratas e com qualidade muito superior.Vou fazer uma comparação aqui.Almocei em um restaurante em Barcelona, quase pé na areia, extremamente bonito e bem decorado, atendimento a la carte, peguei o chamado “Menu del Dia” comporto por:
    Bebidas: Uma garrafa de água de 650 ml + 1 refrigerante+ 1 taça de vinho
    Antepasto padrão: pão ao tomate e azeite,azeitonas pretas e vermelhas, presunto ibérico.
    Primeiro Prato (escolhido entres 8 disponíveis) : sopa de grão de bico com bacalhau e especiarias+ salada e Quiche Lorraine+ salada
    Segundo Prato (escolhido entre 8 disponíveis) : Carne com molho madeira e legumes e arroz jasmim e Macarrão ao pesto com especiarias.
    Sobremesa (entre 4 disponíveis): Torta de chocolate
    Valor final : 10,50 Euros por pessoa, convertidos no turismo de hoje R$38. Aqui vc não faz isso não…

  • Daniel Moura

    Não to desmerecendo ninguém. Não tire conclusões do que eu não disse.

  • Daniel Moura

    Cara, eu não to julgando a viagem de ninguém. Estou dizendo que, quem gosta de viajar pra ficar em hotéis caros, com mais conforto e ostentação sofre mais com o impacto do dólar(afinal vai gastar mais, ou não). Respeito é bom e sempre cai bem nas discussões.

  • Daniel Moura

    Não sei, Paulo. Não tenho interesse em ir ao Oriente mochilar. Suponho que seja mais caro sim. Por enquanto falo do que já vivenciei (América do Sul)

  • Nicolás Tá Duro

    A quantidade de promoções atuais já mostra um certo desespero das cias aéreas para tentar preencher espaço no avião. Estão vendendo passagem a preço de custo praticamente. Isso mostra que o número de gente que desistiu de viajar para os EUA por causa da alta do dólar aumentou significativamente, ou seja, a demanda por passagens caiu muito.
    No médio-longo prazo a tendência natural é cancelamento de vôos por parte das cias para tentar manter a oferta de assentos menor e assim segurar o preço na casa natural (que para um voo do Sudeste do BR para a costa leste dos EUA é entre 700 a 1000 dólares).

  • Cristiano

    Relaxa! O português, também é uma lingua muito difundida: Angola, Timor Leste, Macau… Rsrsrsrs. Concordo com vc. Há uma “mania de grandeza”, entre os brasileiros, de que o Brasil é o melhor lugar do mundo. Que não precisam sair daqui para nada etc etc etc. Enquanto isso, Paris e Barcelona, por exemplo, são duas das cidades mais visitadas do mundo. Pq será?

  • Cristiano

    Provavelmente, por um brasileiro… Brincadeiras à parte, se eu não insistisse com um taxista, em São Luís, para ligar o taxímetro em vez da corrida “no tiro”, pagaria 23 reais a mais na corrida. Acredite, taxista brasileiro não é santo.

  • Felipe Sousa

    Adriana, exige isso deles. É um direito seu, eles não tem que tentar, tem que conseguir. Se precisar, coloca até o Obama na briga, mas garante sua viagem. Não pode dar moleza pra essas companhias não, duvido que se você não pudesse viajar por estar com algum problema haveria algum tipo de negociação entre vocês.

  • Roberta Giordano

    Tb fiz essas trocas : Café da manhã reforçado + uma refeição completa (alomoço ou janta dependendo do dia) e lanchinhos .

  • Sérgio Phereira

    Olha eu tenho acompanhado mais saindo de Natal. Porém 881 saindo de sampa na minha opinião NÃO é promoção, pois acrescenta ai mais 300 reais de taxa de embarque.. Vai pra quase 1200 a passagem… Dependendo da época que vc for viajar, vale apena esperar mais.. Se quiser me passa teu email que vamos trocando idéias.. abraço !!

    • Piriri

      ah entendi! te perguntei pq eu vi vc em vários posts procurando voos pra bariloche, e eu estava até pouco tempo atrás procurando pra buenos aires, aí eu vi uma promoção e fui dar uma de MD hahaha se eu ver alguma coisa eu te falo! abç!

      • Sérgio Phereira

        Beleza !! Minha viagem está planejada para segunda quinzena de junho.. Então pela lógica das passagens, a época de promoção á até final de abril.. se eu ver tbm te aviso.. meu email é sergiosp@gmail.com bjs

  • Marta

    Estou com passagem comprada para início de novembro. Pretendo passar 25 dias entre Itália e França. Estou muito indecisiva, visto que o Euro já passou bastante dos R$ 4,00. Devo remarcar a passagem para o próximo ano ou ir assim mesmo?