Falência pode levar Aerosur a encerrar suas atividades

Denis Carvalho 2 · abril · 2012

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

Notícia atualizada em 04/04/2012 às 17h44

A Aerosur, maior companhia aérea da Bolívia, há muito amarga uma crise financeira e hoje surpreendeu funcionários, clientes e todo o mundo da aviação com o suposto  encerramento de suas atividades. A empresa não abriu seu escritório e sua oficina em Cochabamba, além de cancelar boa parte de seus voos e mesmo seu site na internet, que mais tarde foi reestabelecido. Centenas de clientes de funcionários fizeram fila em frente à sede da companhia para tentar reaver o dinheiro pago por suas passagens ou tentar algum tipo de acordo.

Após permanecer em silêncio enquanto a imprensa boliviana e espanhola confirmava sua falência, a companhia veio a público desmentir o fato, mas ainda pouco se sabe sobre seu futuro. Algumas rotas, como a da Espanha provavelmente não serão retomadas

Segundo a imprensa boliviana, a dívida da companhia com o governo do país e outros credores supera US$ 150 milhões, sem contar salários e direitos trabalhistas atrasados. Para completar, a Aerosur é acusada de ser uma empresa “fantasma”, sem patrimônio ou mesmo contas na Bolívia.

Governo e empresa continuam negociando um plano de recuperação, mas após o fechamento é difícil que cheguem a um acordo que leve os jatos da Aerosur de volta ao ar ou traga de volta a confiança de seus clientes e funcionários.

Procurado pelo Melhores Destinos, o representante da companhia no Brasil, Nilton Bezerra, confirmou nesta quarta-feira (04/04/2012) que as operações da companhia aérea no Brasil estão normais. “O que esta ocorrendo com a Aerosur é simplesmente o cancelamento dos voos de Madri por um período devido à manutenção da Aeronave. Como se trata de um 747-300 com capacidade de 350 passageiros isso veio a ocasionar transtornos em acomodar a todos em outra companhia, ainda mais porque Iberia ainda está acomodando seus passageiros prejudicados pela greve”, explicou.

Segundo ele, no Brasil os voos da Aerosur tem uma ocupação de mais de 80% e em Buenos Aires a média também é alta. “Como uma empresa como esta irá encerrar suas atividades? Outro detalhe: quando uma companhia quer encerrar suas atividades a primeira atitude é o bloqueio das vendas e como pode observar ainda continuamos realizando vendas e reservas”.

A Aerosur sempre despertou curiosidade e simpatia entre os amantes da aviação devido aos seus aviões. Cada modelo recebe o nome e a pintura de um animal, o que os diferencia das pinturas sóbrias que vemos nos aeroportos mundo a fora, como tubarão, potro, puma, jacaré,  búfalo, touro e vários outros animais. A empresa operava voos diários entre São Paulo e Santa Cruz de la Sierra.

A imprensa boliviana também destacou a nota oficial da Aerosur, que admitiu a crise financeira e a dívida superior a US$ 210 milhões, mas garantiu que continuará operando, mesmo com a redução de rotas e serviços devido ao momento delicado.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe