Aeroporto Internacional de Buenos Aires terá português como idioma oficial e descontos para brasileiros

Denis Carvalho 1 · novembro · 2017

Não perca mais nenhuma promoção!

Promoções no e-mail

Faça como 1 milhão de brasileiros. Cadastre seu email e receba as melhores promoções de passagens!

Promoções no Whatsapp

Agora você pode receber promoções direto no Zap! Escolha se quer receber todas ou só as melhores!

O Ministério do Turismo e a empresa Aeropuertos Argentina 2000 deram início hoje ao programa Brazilian Friendly no Aeroporto Internacional Ezeiza. Com o objetivo de receber melhor os milhares de turistas brasileiros que visitam o país – foram 650 mil apenas esse ano – o terminal recebeu placas e anúncios de áudio em português, que passa a ser um de seus idiomas oficiais, junto com espanhol e inglês.

O programa ainda prevê a aceitação de reais em todos os estabelecimentos e a incorporação de pratos nacionais nos restaurantes do aeroporto, de pão de queijo a opções de almoço.

A novidade que mais deve agradar, porém, são os descontos e benefícios exclusivos para os turistas do Brasil. A empresa promete lançar hoje o aplicativo AA2000 digital Experience Card, com descontos de 10% em lojas, restaurantes e serviços de transporte e de até 20% nos serviços ao passageiro.

Veja também: Como ir do Aeroporto de Ezeiza a Buenos Aires de transfer, táxi, ônibus ou Uber

“Queremos dar as melhores boas-vindas aos irmãos brasileiros”, afirmou o ministro do turismo argentino, Gustavo Santos, que apresentou o programa durante a  Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT), em Buenos Aires.

O ministro disse ainda que serão realizados treinamentos com funcionários do aeroporto para receber melhor os brasileiros e será lançada uma campanha de promoção com a ex-modelo brasileira Anamá Ferreira, escolhida como embaixadora brazilian friendly.

Para ser mais amigável, bom seria baixarem a terrível taxa de embarque. Mas dessa ninguém falou, infelizmente!

Com informações do Ministerio do Turismo da Argentina.

Autor

Denis Carvalho - Editor chefe