11 dicas do que ver e fazer em Hong Kong

Camille Panzera 10 · outubro · 2016

Considerada um dos principais destinos da Ásia, Hong Kong é um lugar cosmopolita, com grande densidade demográfica e o maior número de arranha-céus no mundo! Estivemos por lá recentemente e além de você poder conferir nosso guia completo de Hong Kong para planejar sua viagem, veja abaixo as principais dicas para aproveitar o que Hong Kong oferece de melhor!

Planejando sua viagem a Hong Kong
Hong Kong é uma região administrativa especial da China, assim como sua vizinha Macau, e está localizada na costa sul da China. Por mais de 150 anos a cidade esteve sobre o domínio britânico e hoje vive sobre o princípio de “um país, dois sistemas.”, o que significa que o lugar tem suas próprias leis. Mais de 90% de sua população é de origem chinesa e embora seja realmente um lugar muito povoado, cerca de 40% de seu território é dedicado a parques e reservas naturais. É o lugar que muitos chamam de “China capitalista”, com muitos shoppings, excelentes oportunidades para compras e transporte moderno.

Requisitos: brasileiros NÃO precisam de visto para visitar Hong Kong por até 90 dias.

Língua: as línguas oficiais de HK são a língua chinesa (cantonês) e o inglês. Como grande parte da população é de origem chinesa, é também a língua chinesa que é falada majoritariamente na cidade. Geralmente os moradores não falam inglês fluentemente, mas conseguem falar o básico em inglês.

hong-kong

Moeda: o Dólar de Hong Kong é a moeda local e a que você deve ter em mãos para realizar suas compras. Hong Kong é um lugar com custo de vida bem alto, portanto prepare o bolso! Uma simples refeição pode sair mais caro do que o esperado.

Entendendo Hong Kong: O território de Hong Kong é formado pela ilha de Hong Kong propriamente dita, a península de Kowloon, Lantau (onde está o aeroporto), Novos Territórios e várias outras ilhas. A parte mais desenvolvida do território está em Hong Kong e Kowloon – esses dois lugares estão separados pela Victoria Harbour, por onde passam centenas de embarcações diariamente.

11 dicas do que ver e fazer em Hong Kong:

1 – Admirar a vista do Victoria Peak (The Peak) – é uma das principais atrações da cidade e que oferece uma linda vista tanto durante o dia quanto pela noite, quando as centenas de edifícios de Hong Kong ficam iluminados. Um cartão-postal vivo para não perder de vista!

hong-kong-5

2 – Atravessar a baía na Star Ferry, meio de transporte bastante tradicional.

3 – Visitar o Buda Gigante através do teleférico Ngong Ping 360 e observar a linda região montanhosa de Hong Kong. Nesse mesmo passeio não deixe de ir ao Po Lin Monastery, conhecido por ter uma sala com 10 mil estátuas de Buda.

4 – Passar o dia em Kowloon e visitar atrações como o Flower Market, Ladie’s Market, Clock Tower, Avenue of Stars e Nathan Road, uma via ótima para fazer compras. Em Kowloon fica Mong Kok, que é uma das áreas com maior densidade demográfica do mundo!

victoria-harbour-hong-kong

5 – Ir ao Sky 100, um observatório que fica no maior edifício da cidade!

6 – Passear e fazer compras em Causeway Bay, uma região cheia de shoppings e lojas de departamento.

templo-hong-kong

7 – Visitar o Man Mo Temple, um templo pequeno, mas que chama a atenção por seus enormes espirais de incenso.

8 – Assistir ao Symphony of Lights, um show de luzes e música que apresenta os principais edifícios de Hong Kong! Um dos melhores lugares para assisti-lo é próximo da Torre do Relógio em Kowloon.

hong-kong-harbour

9 – Conhecer a gastronomia local e experimentar o dim sum, um tipo de refeição feita em pequenas porções.

10 – Reservar um dia para ir a Hong Kong Disneyland ou Ocean Park, os dois grandes parques de diversões da cidade.

11 – Considere visitar Macau por pelo menos um dia. O local também é uma região administrativa especial da China, não requer visto para brasileiros, e foi colonizado por portugueses, o que torna um passeio pela cidade um tanto quanto especial.

macau

Hotéis em Hong Kong

Considere hospedar-se em áreas como Causeway Bay, nos arredores das estações Central e Wan Chai (Hong Kong) e Tsim Sha Tsui, que fica em Kowloon mas não deixa nada a dever para Hong Kong. Estar próximo a uma estação de metrô é uma boa alternativa para facilitar seu deslocamento pela cidade.

Os quartos dos hotéis em Hong Kong costumam ser pequenos, mas confortáveis. Nós nos hospedamos nos hotéis OZO Wesley Hong Kong  e Harbour Bay Hotel, ambos bem localizados.

Leia mais sobre onde ficar em Hong Kong.

Transporte em Hong Kong

É possível conhecer toda a cidade usando o transporte público, que no geral é moderno e eficiente. A cidade tem um sistema de metrô fácil de usar e ônibus de dois andares muito confortáveis. O preço pago pelo transporte varia de acordo com a distância de cada trajeto e para os ônibus e bondes é sempre necessário ter o dinheiro exato. Leia mais sobre transporte em Hong Kong.

causeway-hong-kong

Restaurantes em Hong Kong

Kam Wah Café – vende um excelente pineapple bun, pãozinho típico da cidade e com uma crosta delicinha.

hong-kong-3

Australia Dairy Company – opção para quem quer conhecer um local tradicional em servir café da manhã

Din Tai Fung – serve dim sum e maravilhosos dumplings de porco – está em diferentes endereços da cidade e em outras cidades da Ásia.

dim-sum-hong-kong

Paradise Dynasty – outra opção para comer dim sum. Serve um prato tradicional com dumplings coloridos naturalmente, cada um com um recheio diferente.

Aqua – restaurante refinado com cardápio de comida italiana e japonesa. Tem uma vista maravilhosa para Hong Kong!

Tai Cheong Bakery – vende as tradicionais “egg tarts”.

Clima em Hong Kong

Hong Kong tem um clima sub-tropical. A temperatura média anual da cidade é de 23°C e a estação mais chuvosa acontece nos meses de verão (junho, julho, agosto). No inverno faz friozinho e no verão pode fazer muito calor, com sensação térmica de 40°C.

clima-hong-kong

Outras dicas de Hong Kong

– Compre um chip pré-pago para seu smartphone assim que chegar ao aeroporto de Hong Kong. Assim fica mais fácil usar aplicativos de localização, como o Google Maps, e saber para onde ir. Compramos o chip da China Mobile e funcionou muito bem ao longo de toda a viagem.

hong-kong-dicas-3

– Os chineses têm fama de não serem muitos simpáticos e alguns de seus hábitos podem incomodar, mas em vários momentos nos surpreendemos com algumas atitudes e vontade dos moradores locais em ajudar turistas.

– O aeroporto de Hong Kong é bastante moderno e está ligado a cidade através de um trem rápido chamado Airport Express. Quando estiver fazendo o trajeto cidade-aeroporto para deixar Hong Kong você tem a opção de fazer seu check-in já na estação de trem e despachar suas malas, pegando-as apenas em seu destino final!

Já esteve em Hong Kong? Deixe uma avaliação contando como foi sua experiência ou conte nos comentários suas dicas da cidade.

Autor

Camille Panzera - Camille Editora de destinos
  • Raoni Fonseca Duarte

    Excelente dicas, Camille! Com certeza serão muito úteis para quem está planejando visitar HK! =D
    Aguardando os guias da viagem pela Ásia para conferir todas as dicas que vocês do MD têm para compartilhar com os leitores.

    • Camille Panzera

      Valeu, Raoni! Qualquer dúvida é só mandar mensagem! 😉

  • Roberto D

    Há algum acordo para o chip da China Mobile comprado em HK também funcionar em Macau, sem tarifa de roaming, por exemplo ?

  • Jamile Cabus

    Estou pensando em ir a HK em fevereiro, mas gostaria de saber quais outros destinos podem ser combinados, numa viagem de 18 dias

    • Camille Panzera

      Oi, Jamile… acho que depende muito do tipo de lugar que você se interessa em visitar, se prefere “cidade”, se prefere “praia”. Eu gostei muito de Singapura, mas acho que a China continental e Macau também valem uma visita com mais calma. Tailândia é o sonho de muita gente e quem gosta de praia curte bastante.

      • Jamile Cabus

        Realmente eu devia ter especificado mais, pois já conheço Tailândia, Singapura, Malásia e Camboja. Então gostaria de adicionar um lugar inusitado (gosto tanto de cidade, quanto de natureza). Obrigada pela ajuda.

  • Deborah

    Eu acho Q vale a pena conhecer o Stanley bay é um lugar lindo e dar uma passada no Stanley market. Tem vários restaurantes legais em frente à baía de Stanley. Recomendo.

  • Ernesto Lippmann

    Belas dicas, a cidade também tem shoppings maravilhosos, e a parte do morro que se sobe pelas escadas rolantes também é muito interessante. Não deixe de conhecer as lojas de jade, mesmo que seja para admirar e para quem tem crinaças, há uma Disney. Nesta não fui, mas recomendo o passeio de teleférico, com a volta de barco até o lindo templo budista.Conheci a Cidade graças ao MD, na promoção por 700 dólares, há exatamente um ano.

  • Camille Panzera

    Legal, boa dica!

  • Pedro

    Jack, se eu arrumasse um CouchSurfing e tivesse 6 mil reais pra duas semanas. Eu conseguiria aproveitar legal em Hong Kong?

  • JL AC

    Adorei as dicas, Camile! Estou com uma dúvida enorme, pois irei em fevereiro de 2018 para a China. Meu voo é São Paulo/Xangai/São Paulo, chegando em Xangai no dia 08.02 e retornando dia 20.02. Terei 10 dias na China e estou pesquisando bem para escolher quais cidades visitar além de Xangai e quantos dias ficar em cada uma delas, tudo isso com o melhor custo benefício. As cidades que tenho em mente são: Xangai, Pequim, Hong Kong e Macau. Mas pelo curto tempo, Tenho que escolher entre Xangai e Pequim e Xangai, Hong Kong, Macau. Além de definir o número de dias em cada cidade. Terias uma ideia de quantos dias no mínimo seriam necessários em Xangai para um turismo rápido?. Desde já agradeço!

  • ANA LUISA SCHULZE HERMANO

    boa noite Jack,

    Novembro agora estou indo para Toqui, Tailandia, e nesse trajeto teremos uma conexão longa de 10h em hong kong, gostaríamos de conhecer um pouco da cidade nesse período, o que nos indica fazer nesse período?
    nossa conexão chegamos umas 9h e saimos 19h então teríamos o dia todo para passear.
    me ajuda!!! obrigada.